Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de dezembro 2015

Sobre ZH

31 de dezembro de 2015 0

Quando Verissimo, na coluna “A questão”, aponta que a direita prefere “pagar uma dívida do que alimentar um filho”, esquece que o acúmulo de dívidas enfraquece o país e, dessa forma, mais tarde, culminará num caos econômico sem precedentes, com o aumento disseminado da pobreza.
Dar calotes é a maneira encontrada pela esquerda para disseminar o ódio pela austeridade e o amor pelas “políticas sociais” (milhões de aspas), que, como podemos ver na América Latina, colocou milhões de pessoas nas costas do Estado, que as mantém na miséria em troca de votos nas eleições. Ele esquece de que quem financia o Estado, as políticas sociais e as dívidas que ele e a esquerda se recusam a pagar somos todos nós.
Arthur Lodi
Estudante de Direito – Soledade

Impressionante a capacidade do Moisés Mendes de transferir responsabilidades pela incompetência dos governos do PT. Como se falhas de outros governos justificassem as da “companheirada”. Como lhe é difícil – comove, até – assumir que, embora se saiba que roubos acontecem no Brasil desde que o Brasil é Brasil, nunca antes na história do país se roubou tanto.
Solução? Rua com os incompetentes! Cadeia aos ladrões, de antes e de agora. Triste que alguém com incontestável capacidade fique deturpado pela ideologia, a ponto de criar imagens mirabolantes para jogar a culpa em terceiros.
Wanderley J. Gheno
Engenheiro – Erechim

ZH nas redes

31 de dezembro de 2015 0

Não conheço um lugar com a beira-mar pronta. Prefeitos e governador acham que o veraneio começa em meados de janeiro. Não há respeito com o veranista. Explicar não resolve nada. Absurdo! Se sabe o quanto o turismo é importante, ainda mais com o dólar em alta e a necessidade de aproveitar o Brasil.

José Luiz, em comentário no Facebook, no post da matéria “Veranistas esperam que obra na orla de Capão da Canoa melhore a região“.

Comentários

31 de dezembro de 2015 0

Leia as manifestações dos leitores publicadas em Zero Hora na edição conjunta de Ano Novo.

LIXO

Com tanto lixo espalhado com os “latões do Fortunati”, não causa surpresa a suspeita do vírus do mosquito da dengue/zika no Centro Histórico. A fiscalização fecha os olhos para o lixão que tomou conta de Porto Alegre, causando mau cheiro, instalação de mosquitos, baratas e ratos.

Ady S. Vieira
Aposentada – Porto Alegre

Missão Instagram

31 de dezembro de 2015 0

Leitores de Zero Hora compartilham fotos nas redes sociais usando #veraoZH.
Use a hashtag também. Sua foto pode sair no jornal.

@araripecrancio

@araripecrancio

@vitorbisch

@vitorbisch

Comentários

30 de dezembro de 2015 0

Leia as manifestações dos leitores de Zero Hora publicadas nesta quarta-feira.

ESPERANDO

Sobre o assunto “água parada na Capital”: fico revoltada com as respostas dos órgãos da prefeitura. Se não encontram o dono da casa, eles ficam esperando. Esperando que alguém seja contaminado? Não é possível tratar esses casos que necessitam providências imediatas com respostas burocráticas! Eles tinham que ter um laço mais estreito com o Poder Judiciário para conseguir um mandado de segurança para entrar na casa.
Denise Ehlers
Aposentada – Porto Alegre

 

AJUSTE FISCAL

Parabéns, senhor governador, por ter conseguido, através de seus recrutas oligárquicos conchavados por interesses, aprovar o ajuste fiscal, sorrateiramente e na calada da noite. Atingiu em cheio a dignidade das classes ditas “menos abastadas do funcionalismo”. A elite, sim, continua com seus privilégios. Entendo que deverias ter a coragem de abrir mão da aposentadoria mais que especial, à que terás direito após somente quatro anos de mandato.

Ronaldo C. Escobar
Aposentado – Porto Alegre

 

INSEGURANÇA
No dia 24/12, estávamos viajando de ônibus de Porto Alegre a Camaquã, quando fomos novamente surpreendidos com um assalto por três meliantes. Esse tipo de ocorrência está se tornando “normal”, devido a sua frequência, sem que as autoridades competentes adotem ações ou medidas, visando coibir esse tipo de ação criminosa. Foi um estresse! Pobre do cidadão/usuário!

Nero André Ribeiro Flores
Bancário – Camaquã

 

INFLAÇÃO
Com os salários cada dia mais desvalorizados, a inflação bombando e detonando o pouco que o trabalhador ganha, paga-se no comércio o valor de euros nos preços convertidos do real. A partir de janeiro de 2016, o povo vai passar por maiores dificuldades para sobreviver, tanto será mais caro o que terá que pagar por cada produto. Vai pagar muito mais com o mesmo dinheiro que continuará recebendo do ano anterior.
Maria Dorfman
Professora – Porto Alegre

Sobre ZH

30 de dezembro de 2015 0

Sou reticente quanto a elogiar matérias de jornais, mas deixar passar em branco uma observação inteligente seria ignorar o que vai ao encontro daqueles que da mesma forma pensam. Quero parabenizar a coluna de Paulo Germano (ZH, 27/12), que, com propriedade, lembrou frases do
ex-presidente Lula. Ele diz ter ódio da classe média, mas é ela que mais contribui para pagar a conta na hora que o governo precisa corrigir desmandos pela forma errada de administrar os milhões que arrecada em impostos.

Derly da Silva Pissollatto
Aposentado – Porto Alegre

 

A jornalista Larissa Roso tem o feeling necessário àqueles que precisam retratar a vida todos os dias. Minha filha, que trava uma luta contra a leucemia, foi retratada na ZH por esta repórter. Vejo nela um olhar diferente, um poder de síntese como poucos jornalistas têm. Ela transforma os fatos do cotidiano em notícia, mais ainda, em emoção. Me sinto orgulhoso de ler um jornal com uma profissional desta envergadura, pessoa simples, que me representa.

Fábio Pronça
Advogado – Porto Alegre

ZH e você

30 de dezembro de 2015 0
Rafaela Ely/Agência RBS

Rafaela Ely/Agência RBS

Inovação nos negócios
A relação de Thiago Marros com Zero Hora vem de longa data. A mãe dele, Luci, assina o jornal há mais de 20 anos. Além de fonte de informação, Thiago, 33 anos, também assinante, encontrou em ZH uma chance de negócio.
Ele tem uma loja de capas para celulares e tablets em Canoas e começou a vender o Kit ZH Digital. A capa giratória e a película de vidro protegem o ZH Tablet, produto lançado há pouco mais de um mês.
– Vimos oportunidade nisso, de atrair os leitores – conta.
Ele abriu o estabelecimento comercial no fim de julho, depois de perder o emprego em uma seguradora. Thiago, que sempre teve vontade de empreender, conseguiu abrir a própria empresa cerca de dois meses depois da demissão.
– As pessoas me chamam de louco, por começar na época de crise. Mas acho que é nesse momento que a gente cresce – avalia o empresário.

Presente de Natal

29 de dezembro de 2015 0
Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Jornais à espera de leitura, palavras cruzadas por fazer e uma ideia criativa levaram a administradora de Ijuí Luciana Michaelsen Gartner Michel a inovar no presente de Natal de seu pai, o tipógrafo aposentado Rodolfo Gartner, 75 anos. Luciana recortou as palavras cruzadas e piadas de Zero Hora, colou tudo em um caderno e, com um lápis-borracha, presenteou o pai.

– Combinamos que em 2014 não trocaríamos presentes, apenas faríamos nossa tradicional reunião em família. Então, decidi surpreendê-lo – afirma.

A invenção funcionou e foi repetida em 2015.

Rodolfo, que atualmente trabalha com artesanato, gosta tanto de enriquecer seu vocabulário, que leva sempre um lápis no bolso para fazer palavras cruzadas em todos os jornais que encontra.

– O presente também ajudará meu pai a ter novas piadas para contar junto a roda de amigos – conta Luciana.

Água parada na Capital

29 de dezembro de 2015 0
Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

O medo do mosquito Aedes aegypti aumenta a cada novo caso de dengue e zika vírus. Autoridades alertam a população sobre os riscos de manter água parada para evitar a proliferação de insetos. Entretanto, uma propriedade na Rua João Carlos Bertussi da Silva, no bairro Jardim Itu Sabará, tem uma piscina com água parada há pelo menos dois anos.
Vizinho da residência, o autônomo Carlos Aurélio da Silva Gonçalves abriu um protocolo no Fala Porto Alegre em 2014, repetindo o procedimento por pelo menos três vezes até desistir.
– Os fiscais nunca conseguiram entrar na casa, pois o proprietário nunca estava para recebê-los. Porém, eles puderam verificar, a partir do meu terreno, o criadouro de mosquitos existentes no local –, relata Carlos.

 

CONTRAPONTO | O que diz a Coordenadoria-Geral de Vigilância em Saúde de Porto Alegre
Equipes foram enviadas ao local para fazer vistoria diversas vezes, mas a casa estava sempre fechada. O imóvel havia sido vendido, e o novo proprietário foi localizado no final de dezembro. A Vigilância em Saúde já contatou o comprador e está aguardando um retorno para que uma visita possa ser agendada.

Sobre ZH

29 de dezembro de 2015 0

A ZH de domingo (27/12) dedicou várias páginas para dois jogadores de base da dupla Gre-Nal. Será que a falta de assunto é tão grande assim? Foi um exagero e um desperdício de assuntos de mais valia para o cidadão.
Odilon Sater de Melo
Aposentado – Porto Alegre