Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Leitor-repórter: ciclistas andam em meio aos carros com ciclovia ao lado

23 de abril de 2014 0

Morador de Porto Alegre, o médico Ronaldo Albe Lucena flagrou ciclistas passando junto aos carros, mesmo com uma ciclovia ao lado, na Avenida Beira Rio:
ciclistas andando entre carros ao lado de uma ciclovia
“Ciclistas versus bicicleteiros. A convivência dos porto-alegrenses com as novas ciclovias na cidade.” Segundo Ronaldo, que passa diariamente pela Avenida Beira Rio próximo ao estádio, esta não é a primeira vez que vê ciclistas passando entre os carros, inclusive quando o sinal está vermelho, em horário de pico.

Contraponto
O que diz a EPTC
“De acordo com o Art. 58 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixas, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores. Parágrafo único. A autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via poderá autorizar a circulação de bicicletas no sentido contrário ao fluxo dos veículos automotores, desde que dotado o trecho com ciclofaixas. É importante lembrar, também, que os carros, ônibus, etc, quando em circulação, devem obedecer a distância regulamentar mínima de 1,50cm em relação aos ciclistas, com possibilidade de autuação.”

Fez um registro curioso? Possui um problema sem resulução? Participe!

Cartas da edição desta quarta-feira (23/04/2014)

23 de abril de 2014 0

Extinção

É possível desextinguir animais? Cientistas querem o mamute de volta. 

Preservar as espécies ameaçadas de extinção enquanto elas ainda existem é mais fácil, mais barato, mais benéfico e demanda menos tempo do que fazer essas experiências que só deram
certo no cinema.
Gisele Andrade da Silva
Via Facebook

Metrô

Mais uma vez, depois da enrolação oficial feita nos compromissos assumidos junto
à Fifa pela prefeitura e pelo
governo do Estado sobre a mobilidade urbana para a Copa, o assunto metrô em Porto Alegre volta à baila, só que agora sob a desconfiança e o descrédito dos porto-alegrenses, que tinham esperança de contar com este serviço há muito tempo.
Carlos Alberto Boa Nova Andrade
Funcionário público – Porto Alegre
Via e-mail

Beira-Rio

O Beira-Rio não apresenta a sinalização de setorização e nem ao menos os orientadores têm essa informação. Fui a um jogo e sentei em qualquer lugar, pois não havia como saber o lugar com certeza. Em lotação máxima, seria um tumulto.
Paulo Paiva
Engenheiro eletricista – Porto Alegre
Via Blog do Leitor

Caso Bernardo

É sabido que a solução dos casos envolvendo crimes tem a ver com a evolução do inquérito policial na apuração de provas. Tomara que o caso do menino Bernardo não esbarre na carência de provas da culpabilidade de algum dos réus como foi, por exemplo, a situação da boate Kiss. O inquérito é a base de uma condenação e/ou absolvição.
João Alberto Antunes Ourique
Advogado – São Luiz Gonzaga
Via e-mail

Apesar de ter tentado agir, infelizmente o verdadeiro algoz da tragédia que vitimou covardemente o menino Bernardo foi a Justiça, que falhou, pois ela foi lerda e prejudicada pelos entraves burocráticos. E esta fatalidade não é a única, pois continuam existindo por aí exemplos vívidos dessa situação hedionda.
Manfred Reitz
Aposentado – Caxias do Sul
Via e-mail

Não obstante os procedimentos adotados dentro da lei, o juiz, o Ministério Público e o Órgão de Proteção à Infância e Juventude precisavam ter ido mais a fundo no caso do menino Bernardo. Deveriam ter ouvido mais pessoas que pudessem dar-lhes subsídios a providências protecionistas, a tempo de afastar o triste e brutal assassinato. A própria sociedade de Três Passos precisava ter sido mais presente.
Valdir Roggia
Aposentado – Porto Alegre
Via e-mail

SOBRE ZH

Parabéns, RBS. Zero Hora trouxe nessa terça uma bela iniciativa:o prêmio Vestindo a Educação, iniciativa do Grupo RBS e da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho.
As crianças devem perceber que o mundo à sua volta conspira em favor da escola. É fundamental que a comunidade e os meios de comunicação enalteçam a aprendizagem. Este projeto, premiando nove escolas, envolvendo quase 500 comunidades, com certeza está contribuindo para que nosso sistema de ensino evolua e tenhamos melhores resultados.
Leopoldo Radavelli
Professor – Porto Alegre

Leia

Na coluna “O mar grande e o mundo pequeno”, publicada nessa terça, mais uma vez David Coimbra, de forma inteligente e sábia, transcendeu o fato real com as suas considerações. Vencer um Gre-Nal é importante para a autoestima de um clube. Perdendo, fica a sensação de não ser um time bom o bastante para superar seus próximos desafios. Percebe-se esta situação na derrota de alguns jogos subsequentes. Isto também é válido para a vida, pois sem autoestima e confiança estamos fadados a não obter bons resultados.
Elisabete Junqueira Teixeira
Aposentada – Porto Alegre

Confira a coluna

Foto do Leitor: Passeio pelo Interior

23 de abril de 2014 0

Isabel Diedrich fotografou o pôr do sol de outono em Novo Hamburgo

10425332-leitor.jpg-22_04_2014-18.25.25

 

Emanoel Vieira aproveitou o feriadão de Páscoa para registrar o interior de Pantano Grande

10424787-POST.jpg-22_04_2014-16.42.18

 

Willian Rafael de Souza enviou foto do final de tarde na beira do Jacuí, em São Jerônimo

10425332-leitor.jpg-22_04_2014-18.25.25

Cartas da edição desta terça-feira (22/04/2014)

22 de abril de 2014 0

Arte urbana

Acompanhei os artigos sobre arte publicados ao longo dos dois últimos meses (no caderno Cultura) e confesso que parei para pensar a respeito. No início da década de 80, quando ainda estudante e morando na Capital, descendo a Av. Borges de Medeiros em direção à Rua dos Andradas, uma atividade me chamou a atenção junto à parede de um prédio. Os artistas terminavam um painel colorido, diferente, moderno, criativo e com figuras que me fizeram viajar no instante da contemplação. Não sei se a pintura da parede ainda existe, mas a oportunidade de debate que ela propiciou a cada um é a mesma nas existentes hoje. Tomara que os legisladores não ultrapassem os limites do legal e interfiram na possibilidade de todos nós usufruirmos da reflexão que uma obra de arte ou trabalho de expressão artística nos provoca!

Denis Badermann de Lemos
Advogado – Taquara
Via e-mail

514 anos do Brasil

Hoje, o país completa mais um ano de seu descobrimento. Quais mudanças você gostaria de ver?
Desejo que o brasileiro conheça o valor do respeito. Falta respeito, no mais amplo significado do vernáculo.
Cesar Estevam
Via Mural ZH

Desejo que o povo acorde de verdade. Nós é que somos a mudança que queremos para o país. Bandidagem sempre existirá, mas o voto é nosso. Somos tão culpados quanto os que estão governando este país.
Alana Kloeckner
Via Facebook

Tecnologia
Aplicativos começam a substituir o uso do cartão de crédito

Cartão de crédito e débito não precisa de bateria. Fora que são poucas as pessoas que têm condições de obter um celular com tais recursos. Tchau, nada!
Ina Santiago
Via Facebook

Segurança

Porto Alegre terá reforço de 2 mil PMs do Interior durante a Copa
Quer dizer que as cidades do interior gaúcho, que terão seus efetivos diminuídos, não necessitam policiamento? Mas é muita irresponsabilidade e incompetência. Que vergonha…
A bandidagem agradece!
Ricardo Reischak
Via Facebook

Estão recrutando do interior do Estado mais de 2 mil PMs para a segurança da Copa. As cidades vão ficar descobertas, pois o número já é reduzido. E a despesa está prevista no orçamento do Estado já endividado até os cabelos? Para virem para a Capital vão receber diárias e hora extra, coisas que os nossos governantes possuem.
Luiz Alberto Noer
Militar – Tramandaí
Via e-mail

Além do Interior prejudicado, é cada vez mais revoltante saber que, quando há interesse, as coisas funcionam aqui em Porto Alegre. Não era para aproveitar a Copa e trazer novos policiais, que permaneceriam no efetivo? Olha, não é fácil ser leitor, em uma cidade onde as notícias só preocupam a gente.
Letícia Canha
Via Facebook

SOBRE ZH

No editorial de Tiradentes (21/04), ZH manifesta a pueril esperança de que “o financiamento público das campanhas políticas acabará com a corrupção no Brasil!”. É ingênuo pensar que a “cobrança pelo dinheiro doado” seja a única responsável! Com contribuições explícitas, ou ocultas pelo caixa 2, as tentativas de corromper, e com sucesso, continuarão. O dinheiro público visível não acabará com a corrupção! Quem pensa assim é ingênuo. O que deve acabar é a profissionalização dos políticos, que, pasmem, têm até aposentadorias especiais! Insinua o editorial que nós, as vítimas, é que somos culpados, por não saber escolher! Pergunto: escolher quem?
Décio Antônio Damin
Médico – Porto Alegre
Via e-mail

Foto do Leitor: Diferentes olhares

22 de abril de 2014 0

Eduardo Leonetti Pijuan enviou uma foto da ponte internacional que liga Uruguaiana a Paso de los Libres, na Argentina

10421621-Eduardo Leonetti Pijuan.jpg-21_04_2014-14.33.40

O olhar do cão instigou Daniel Mazza, de Porto Alegre.

10421622-daniel mazza de Porto Alegre.jpg-21_04_2014-14.33.41
Martina Alves, de Passo Fundo, fotografou a bailarina durante o pôr do sol, um dos seus momentos preferidos

10422333-Martina Alves de Passo Fundo 2.jpg-21_04_2014-17.47.08

Leitor-repórter: 'Nuvem Funil' próximo a Muitos Capões

21 de abril de 2014 0

O Leitor Jurandir Carneiro fez o registro de uma forte nebulosidade quando passava pela cidade de Muitos Capões, na Serra Gaúcha. Ele estava retornando da praia de Capão da Canoa para a cidade onde mora, Lagoa Vermelha, no Interior do RS:

nuvem semelhante a de tornado

“Domingo, dia 20, próximo à cidade de Muitos Capões, quando eu retornava de viagem, observei essa formação estranha nas nuvens, muito semelhante com a formação de um tornado. No inicio a formação pareceu aumentar de tamanho, mas depois diminuiu e sumiu, não chegando a tocar no solo. Como a nuvem estava na direção em que eu me deslocava, chegou a dar um pouco de medo, mas felizmente não aconteceu nada de mais.”  relatou Jurandir.

nuvem

Confira o esclarecimento da Somar Meteorologia:

“Esse tipo de nuvem é chamado de Nuvem funil e esta associada a ocorrência de tempestades severas podendo favorecer a formação de tornados. Porém, para que um tornado se forme as condições de instabilidade da atmosfera associadas à turbulência devem ser consideradas, além da nebulosidade. Além disso, como essa nuvem não chegou a tocar o solo, realmente não pode ser considerada um tornado. Esse tipo de formação é mais comum em regiões planas onde duas massas de ar, uma mais fria e outra mais quente se encontram, por exemplo quando uma frente fria passa pela região (Fato que esta ocorrendo no RS nesse momento: Uma frente fria esta se afastando e uma massa de ar polar esta chegando ao Estado). Em locais de relevo mais acidentado, esse tipo de formação já não é tão comum.”

Também fez um registro curioso? Participe!

Um cãozinho de pijama

19 de abril de 2014 1

Sucesso na página do Facebook de ZH, o cão sonolento de pijama, chamado Valente, agora tem um lar para descansar. Porém, nem sempre foi assim. A autora da foto, Taiane Pires, conta que sempre alimentava Valente e sua companheira inseparável, Vida, na estrada do Conde, entre Guaíba e Eldorado do Sul, até que encontrou a cadelinha machucada devido a um atropelamento.

10413089-Taiane Pires fotografou Valente com seu pijama listrado.jpg-17_04_2014-12.13.51

Quando levou Vida para fazer tratamento em uma clínica especializada, Valente não abandonou sua companhia e entrou no carro de Taiane, que acabou levando-o para uma casa de passagem. Após um longo período separados, até que Vida se recuperasse, eles se
reencontraram.

Taiane conseguiu um lar para os cães. Hoje eles moram com Regina Bol-lick, em Gramado. No Face de ZH, a foto teve 2.718 curtidas, 244 compartilhamentos e 515 comentários. Pedimos que nossos leitores legendassem a foto.

Confira algumas:

#eunaomerecoseracordado
Renata Demetrio

Bocejo matinal
antes de ler o jornal.
George Macêdo

Cadê o meu ossinho
de Páscoa?
Marcos Fernando Lopes

Eu não sou cachorro não…
Hélio P. Charlie

Me devolva o controle
remoto agora.
Eddie Souza Araujo

Valentes também se cansam.
Clau Trindade

Ache o pássaro

19 de abril de 2014 2

Conseguiu achar o pássaro? Ele está muito bem camuflado!

O flagrante foi feito pela leitora Lorena Rodrigues de Souza Moreira na Escola Estadual de Ensino Fundamental América, no bairro Jardim Ingá, em Porto Alegre.

Segundo o biólogo Eduardo Chiarani, mestrando do PPG em Zoologia da Faculdade de Biociências da PUCRS, a ave fotografada é um urutau (ou mãe-da-lua). Seu nome científico é Nyctibius griseus.

Trata-se de uma ave insetívora de hábitos noturnos (mas não é da mesma família das corujas), que durante o dia fica empoleirada de forma estática em troncos de árvores, onde se aproveita da sua camuflagem para passar, muitas vezes, despercebida.

URUTAU-1

Cartas da edição deste sábado (19/04/2014)

19 de abril de 2014 0

Caso Bernardo

Estamos novamente sentindo a força do jogo de empurra do poder público. O caso, ou descaso, que resultou na morte do menino Bernardo Boldrini evidenciou mais uma vez o quanto as autoridades “tiram o corpo fora” quando há consequências graves do descumprimento de suas obrigações legais. Não bastou o exemplo da boate Kiss. Agora, havia evidência de que algo estava prestes a ocorrer, mas, mesmo assim, nenhuma autoridade fez o necessário para evitar mais uma morte trágica.
Vilmar V. Silva Bueno
Comerciante – Cachoeirinha
Via e-mail

As autoridades do Ministério Público empurraram com a barriga quando o menino se apresentou para fazer a queixa. Frase muito antiga: “Quem não respeita, não ouve um menino, uma criança, tampouco respeitará um adulto”.
Osmar Ramos
Representante comercial – Pelotas
via e-mail

Petrobras

Não se entende o porquê de o governo petista tentar melar a CPI da Petrobras. O governo não é transparente nas suas ações e, motivado por fins eleitoreiros, quer impedir esta.
Lilian Mansur
Professora – Porto Alegre

Sal da Terra

Comentário sobre a coluna de David Coimbra, na edição de ontem de ZH. Leia em:

Para mim, sinal de burrice é citar um crime bárbaro e condenar toda uma existência humana. Se Joãozinho comete um crime, isso me torna criminoso também? Não. Mostra uma visão pessimista e presunçosa da humanidade e são coisas como essas que justificam essas atrocidades cometidas pelo Estado contra o povo. O texto mostra exatamente isso: há pais que amam e a há pais que odeiam. Uns não podem ser julgados pelos outros.

Walton Gonçalves
Via Facebook

SOBRE ZH

Muito bonita a reportagem sobre a Sexta-Feira Santa na ZH de ontem. Ela nos recorda o real sentido do feriado e da festa da Páscoa.
Vitória Volpato
Estudante – Canoas
Via e-mail

Foto do Leitor: Tons de azul

19 de abril de 2014 0

 

 

 

 

Patrick Picaluga registrou o amanhecer em um estaleiro, em Rio Grande, no sul do RS 

10417299-20140413_065637.jpg-18_04_2014-16.30.02

 

Elisa Martins fotografou o final de tarde em Nova Prata, na Serra Gaúcha

10417301-20140407_183654.jpg-18_04_2014-16.30.02

 

Bruna Gomes clicou o arco-íris na praia de Garopaba, em Santa Catarina

 

 

 

10417300-Colorindo-Garopaba.jpg-18_04_2014-16.30.02