Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Comentários desta sexta-feira (1/08/2014)

31 de julho de 2014 0

Esclarecimento
O Conselho Regional de Biblioteconomia da 10ª Região (CRB-10) esclarece que a profissão de bibliotecário é regulamentada por legislação federal e é privativa dos titulares do diploma de bacharel em Biblioteconomia. Curso de nível superior, com formação de no mínimo quatro anos, presente em três universidades no Estado: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal do Rio Grande e Universidade de Caxias do Sul. Este esclarecimento visa desfazer o mau entendimento da profissão demonstrado pela charge de Marco Aurélio, publicada na ZH de domingo, e pelo artigo “José Dirceu conseguiu emprego de bibliotecário”, de Moisés Mendes, publicado em 5 de julho.
Direção do CRB-10

Esporte
Destaque para a troca de um técnico de futebol. Nesta semana, quatro capas, de segunda a quinta, deram enorme destaque a esse assunto. Não é demais, uma vez que a ZH não é um jornal esportivo? Imagino que existam coisas mais relevantes que mereçam destaque em um espaço tão importante do jornal.
Felipe Lunardi
Empresário – Porto Alegre
Comentário sobre a reportagem “Um novo terminal para exportar arroz”, publicada na segunda-feira.

Leio contente no caderno Campo e Lavoura, em matéria assinada pela jornalista Luisa Martins, que finalmente teremos armazéns e shiploader para embarque de arroz beneficiado ensacado. Como se lê no referido artigo, o arroz gaúcho somente é exportado para países subdesenvolvidos com população de baixa renda. Agora podemos procurar países de consumo moderado, mas exigentes em qualidade e fitossanitarismo. Sempre defendi que o arroz beneficiado não deve ser embarcado a granel, considerando que ele está acabado para consumo humano. Arroz descascado, quebrado e arroz em casca podem ser a granel pois ainda sofrerão beneficiamento no país importador.
JOSÉ RAUL COMASSETTO
Advogado – Porto Alegre

Comentários desta quinta-feira (31/07/2014)

30 de julho de 2014 0

ERVA-MATE
O Uruguai tirou de circulação 200 toneladas de erva-mate produzidas no Brasil por estarem contaminadas por metais pesados. Isso nos leva a uma terrível conclusão: por anos, talvez décadas, o gaúcho consome erva contaminada porque as secretarias competentes nunca fizeram as análises necessárias. A política do “ninguém sabe, ninguém viu, ninguém é responsável” prevalece. Afinal, o que importa é arrecadar impostos e dar cargos aos apadrinhados políticos.
Lauro Becker
Empresário – Porto Alegre

É de estranhar como os pesquisadores não apontam que, embora o chumbo e o cádmio estejam em níveis ainda toleráveis na erva-mate, são acumulativos e logo causarão intoxicações no organismo. Além disso, o cobre nos alambiques é tóxico, pois altera enzimas hepáticas lentamente. Precisamos de mais seriedade nesses resultados.
Jose Valdaí de Souza
Médico – Porto Alegre

ESTRADAS
Comentário sobre o leitor-repórter publicado ontem, referente à grande quantidade de buracos na ERS-168. Leia em zhora.co/ers-168
Eu também passava pela ERS-168 seguidamente, mas faz mais de três anos que não passo: ou vai para arrebentar todo o carro ou não passa. Na realidade, é toda a estrada que está sem condições, e não somente o km 43 e o km 81. Acho estranho que o Daer venha justificar o injustificável.
Clecio Eli Sanmartin
Representante comercial –Catuípe

#DescubraRS: você sabe onde ficam estes lugares?

30 de julho de 2014 2

Pedimos que nossos leitores nos ajudem a redescobrir o Estado, postando fotos no Instagram de lugares pouco conhecidos usando a hashtag #descubraRS. Você sabe em que cidades ficam estes lugares? Confira as respostas abaixo.

 

@ricardofelicianosilva

 

@ricardofelicianosilva

@holdefer_mauricio

 

@holdefer_mauricio

@rafael_castoldi

 

@rafael_castoldi

@marilyfelixtergolina

@marilyfelixtergolina

@alejcasagrande

 

@alejcasagrande

rothsail

 @rothsail

****

****

****

Respostas: 1) Dois Lajeados 2) Picada Café
3) Quatro Irmãos 4)Nova Prata 5)Jaguarão 6) Veranópolis

Comentários desta quinta-feira (30/07/2014)

29 de julho de 2014 0

Moradores de Rua
Gostaria de registrar a minha experiência positiva em relação ao Serviço de Atendimento Social de Rua, subordinado à Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), da Capital.
Na sexta-feira à noite, ao deparar com um morador de rua na Coronel Bordini, sob uma temperatura muito baixa e sem nenhum agasalho, liguei para o serviço, solicitando o recolhimento dele para um abrigo municipal. Eram 20h40min e, apesar de o órgão ter apenas um veículo para este fim, às 22h40min a equipe já estava no local.
Renato Schneider
Músico – Porto Alegre

Mural: O que você acha da contratação de Felipão pelo Grêmio?

Pode representar a nossa saída do coma, o ressuscitar do verdadeiro espírito gremista!
Paulo Roberto Bastos
Porto Alegre

Os últimos resultados falam por si. Não creio que seja diferente no Grêmio. É preciso parar de buscar soluções mágicas do passado e focar em finanças saneadas, respeito aos torcedores, formação de novos talentos e planejamento.
André Novroth
Esteio

Excelente! Pode até não estar na sua melhor fase da carreira, mas a troca de Enderson por Felipão é do 8 para o 80.
João Henrique Suliman
Entre-Ijuís

 

"Na lua os buracos são menores do que nesta estrada", diz leitor sobre ERS-168

29 de julho de 2014 36

Renê Leal5

 

Locutor de rádio em Roque Gonzales, no Noroeste, Renê Leal, 49 anos, está indignado com o estado de conservação da ERS-168, que liga Roque Gonzales a São Luiz Gonzaga. Segundo ele, faz mais de três anos que o trecho passa somente por operações tapa-buracos, que resolvem apenas momentaneamente os problemas da rodovia.
– Com certeza na lua os buracos são menores do que nessa estrada – reclama o locutor.

 

Renê Leal1

CONTRAPONTO | O que diz O DAER

Após assinatura de decreto emergencial pelo governo do Estado, em outubro de 2013, ocorrem no local operações tapa-buracos, antes das obras de recuperação total da rodovia, previstas para começar em setembro.
De acordo com a assessoria de comunicação do Daer, os pontos mais críticos são o km 43 (acesso a Bossoroca) e o km 81 (acesso a São Luiz Gonzaga), sem alternativas de desvios.

Renê Leal4

Comentários desta terça-feira (29/07/2014)

28 de julho de 2014 0

GAZA
Concordo que há desigualdade no atual confronto entre Hamas e Israel. Só que o sentido dessa inequação é contrário ao que a imprensa em geral apresenta.
Quem age contra a população civil propositalmente é o Hamas, lançando mísseis indiscriminadamente. Como Israel procura defender seus cidadãos, o resultado desses ataques assassinos é matematicamente ínfimo, mas causa uma situação insuportável à população civil. Ao ouvir a sirene, cada pessoa tem apenas 15 segundos para achar um abrigo. As crianças deixam de ir à escola e trens param de funcionar. Há um trauma psicológico ao se viver dessa forma.
Em contrapartida, a força aérea de Israel, antes de atacar, avisa por diversos meios (panfletos, rádio, TV) para a população civil abandonar o alvo a ser atingido. Porém, os terroristas do Hamas obrigam a população a permanecer, inclusive forçam moradores a subir em massa nos terraços. Além disso, mantêm suas armas e munições em escolas, hospitais e prédios familiares.
Herman Weksler
Aposentado – Porto Alegre

É sabido que a diplomacia brasileira, infelizmente, tem feito algumas confusões nos últimos anos. Porém, isso não dá direito ao porta-voz israelense de tratar o Brasil de forma deselegante e arrogante, como se o nosso país fosse uma republiqueta qualquer. E o que mais me entristece nesse caso é ouvir alguns comunicadores gaúchos defenderem com veemência a manifestação de Yigal Palmor. Por que não se mudam para Israel?
Wanderley da Silva Plucani
Aposentado – Porto Alegre

LINHA TURISMO
Em atenção à carta da leitora Silvana Centeno Hemann sobre o Linha Turismo, publicada na quinta-feira, a Secretaria Municipal de Turismo de Porto Alegre informa que os períodos de férias escolares sempre são de grande demanda para city tour.
Na terça-feira, 22, provável dia a que se refere a leitora, ocorreu um problema no sistema de bilhetagem que prejudicou o controle adequado da relação oferta/demanda do serviço. São três veículos que fazem o roteiro Centro Histórico, em que o usuário tem a possibilidade de embarque e desembarque em sete pontos da cidade.
A Secretaria Municipal de Turismo está trabalhando para que o problema não se repita.
coordenação de comunicação
Secretaria Municipal de Turismo

HORÁRIO ELEITORAL
Por mais que me esforce, não consigo assistir ao debate dos candidatos ao governo do Estado até o final. Com muito esforço, assisto ao primeiro bloco. Não tem como levar a sério um debate em que candidatos sem a menor chance de se eleger ficam contaminando a conversa com propostas surreais. Sem contar a total ignorância com relação às problemáticas do Estado.
Passam a imagem de que estão ali só para a satisfação do próprio ego. Isso fica muito claro quando, nas considerações finais, eles ficam mandando abraços para amigos e familiares. Tudo porque a legislação eleitoral, em nome de uma falsa democracia, nos impõe uma aberração dessas. Em países mais adiantados, só candidatos com reais chances de vitória participam de debates.
Assis tomaz monteiro vieira
Montenegro

Comentários de leitores desta segunda-feira (28/07/14)

28 de julho de 2014 0

PETROBRAS
A recente decisão do TCU de eximir de culpa e responsabilidade os membros do conselho de administração da Petrobras no caso da compra da refinaria de Pasadena demonstra que tais conselhos existem apenas para remunerar regiamente os apadrinhados que ocupam tais cargos em dezenas de estatais deste imenso e mal fiscalizado país.
Harri Marmitt
Aposentado – Passo Fundo

POLÍTICA
A evolução patrimonial dos parlamentares realmente impressiona. Penso que eles deveriam largar a vida política e se voltar ao ensino: nós, cidadãos trabalhadores comuns, gostaríamos de aprender como se aumenta o patrimônio em 1.240,29% (Manuela D’Avila – PCdoB) ou em 390,61% (Osmar Terra – PMDB), por exemplo, em quatro anos. A média, que ficou em 69,93%, também serviria.
Vera Müller
Professora aposentada – Porto Alegre

SEGURANÇA
Na quinta-feira à tarde, fui assaltada e sequestrada na Rua Filadélfia, em Porto Alegre, em frente a uma confeitaria, onde eu havia ido comprar uma torta para comemorar meus 73 anos. Entraram no meu carro, rodaram comigo por horas até que, felizmente, me largaram em um local do bairro Navegantes, próximo ao aeroporto.
Por todo lugar por onde passamos, não vi uma única viatura ou mesmo um policial. Estamos entregues a nossa própria sorte. Ainda temos de ouvir candidatos prometendo o que (eles sabem) jamais poderão cumprir.
Magda de Almeida
Jornalista – Porto Alegre

GAZA
É simplesmente inacreditável. Quando todo o mundo esperava uma retratação de Israel, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Yigal Palmor, vem novamente a público e consegue tornar ainda pior o que já era catastrófico, ao comparar a posição do Brasil com relação ao conflito com os palestinos à derrota sofrida pela Seleção do Brasil perante a Alemanha na Copa.
Danilo Dias da Cunha
Bancário – Porto Alegre

 

SOBRE ZH

Comentário sobre as colunas de David Coimbra. Leia todas. 
Inveja! É isso que tem me passado pela cabeça, pois tenho acompanhado as colunas de David Coimbra, e parece-me que ele previu um sonho meu antigo: Boston!
Sempre quis e ainda quero conhecer Boston. E quanto mais o nosso querido David comenta sobre as peculiaridades dessa região, mais desperta meu ânimo para seguir os mesmos passos. Porém, a vida não me permitiu ainda conciliar trabalho, família e Boston. Principalmente pelo lado financeiro.
Enquanto isso, me conformo com 10 dias de férias em Gramado, que não é uma Boston, mas não fica muito atrás.
Cristian Ragazzon
Administrador – Porto Alegre

 

Comentário sobre a matéria “De 2010 para 2014, valor dos bens dos deputados federais do RS cresce 69,93%“, publicada na quarta-feira.

Muito meritória a publicação da declaração de bens dos candidatos e da evolução patrimonial dos parlamentares. Porém, a revelação deve angustiar a classe trabalhadora, diante das fortunas dos políticos, inimagináveis de serem conquistadas por trabalhadores assalariados. E o pior é a “face de madeira” (para não referir a cara de pau) de alguns parlamentares ao tentar justificar a multiplicação por dez em apenas quatro anos do seu patrimônio. “Minhas terras valorizaram”, disse um deputado; “conquistei com meu trabalho parlamentar”, alegou candidamente uma parlamentar.
Sérgio Becker
Jornalista – Porto Alegre

Comentário sobre o editorial de ZH de sábado, “Reações Desproporcionais”.
Elogiável o editorial de sábado. Eu fiquei pensando por que a diplomacia israelense ficou tão magoada com a brasileira.
Preciso e sensível num tema tão difícil e em que normalmente as posições apaixonadas entorpecem a razão, parecendo buscar culpados antes de buscar soluções.
Fico feliz de assinar um jornal assim.
Artur Alves da Motta
Procurador – Porto Alegre

Foto do Leitor: Cores do inverno

26 de julho de 2014 0

Solange Campello enviou foto do Parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre

solange

Regina Cardoso fotografou o pôr do sol em Capão da Canoa, no Litoral Norte

regina

Denise Becker registrou uma tarde de pescaria no Guaíba, em Porto Alegre

denise

 

Comentários deste sábado (26/07/2014)

26 de julho de 2014 0

PRESOS
Certos crimes não deveriam permitir a progressão de um regime para outro. Se o preso não oferece perigo, é porque pode ser solto, então qual o motivo da firula do semiaberto, se depende da vontade dele comparecer ou não à noite no albergue?
Porém, se o cidadão oferece perigo, continuará oferecendo após um, cinco ou 10 anos, motivo pelo qual deve permanecer recluso. Então, por que dormir em locais determinados, se o único momento em que não oferece perigo é, justamente, quando está dormindo?
Benhur O. Branco
Aposentado – Cruz Alta

GAZA
Holocausto ou genocídio é como os judeus se referem na História aos horrores praticados pelos nazistas na II Guerra Mundial às minorias, incluindo judeus. E agora, no território palestino de Gaza? O bombardeio israelense (judeu) atinge indiscriminadamente escolas, igrejas, hospitais. Crianças, mulheres e civis indefesos não têm para onde correr ou se abrigar.
O argumento de Israel é incrível: mato porque iriam me matar e ponto final. Imagine se a humanidade aderisse a esse princípio.
Antonio Negrão de Sá
Funcionário público – Rio de Janeiro (RJ)

É muito fácil para o mundo, olhando pela TV ou abrindo o jornal cheio de notícias conflitantes, ter qualquer tipo de opinião a respeito da situação no Oriente Médio. Sugiro pegar um o avião para Israel, reservar um hotel e ficar lá até que se
resolva esta situação.
Qualquer nação tem o direito de se defender. O fato é que, enquanto o inimigo tiver onde comprar mísseis, isso não irá terminar bem.
O mundo critica esse tipo de reação do povo judeu, mas a notícia na mídia não é que Israel começou e, sim, que está se defendendo como pode.Não podemos arriscar deixar o inimigo crescer e perder completamente o controle da situação.
Roberto Maier
Empresário – Novo Hamburgo

O espantoso na situação palestino-israelense é que não se vislumbra solução a curto, médio ou longo prazo. A retaliação mútua é indefensável. Os que dão destaque aos ataques israelenses sem citar os mísseis palestinos estão usando dois pesos e duas medidas. Ao que me consta, todas as tentativas de trégua foram frustradas por mísseis disparados a partir de Gaza.
Jayme José de Oliveira
Dentista aposentado – Capão da Canoa

 

 

Foto Legendada: "LaGateando"

24 de julho de 2014 0

A leitora Iara Styzey fotografou um gato tomando sol em um banco do Templo Budista de Três Coroas.  No Facebook de ZH, a imagem teve mais de 1,1mil curtidas, mais de 90 compartilhamentos e mais de 240 comentários. Confira alguns:

foto

“LaGatiando”
Jaime Eduardo

“Não atrapalhe! Papo sério com o buda…”
Silvana Moite

“Mas que barbaridade, só me falta uma bergamota!”
Rafa Piercer Poa-rs

“Não atrapalhe, estou tentando meditar!”
Ana Claudia Kirsch

“Quem não tem cão caça com… deixa pra lá!”
Rafaela Lima