Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de abril 2010

Fossati não quis o Boca

30 de abril de 2010 17

Se no Inter Jorge Fossati volta a correr risco de demissão, em uma semana de decisões no Gauchão e na Libertadores, na América do Sul, o prestígio do técnico uruguaio segue em alta. E não é apenas junto à seleção do Equador. Há três semanas, um empresário o procurou pedindo autorização para oferecê-lo ao Boca Juniors. Na ocasião, o clube argentino havia demitido o técnico Abel Alves. Mas Fossati não aceitou a indicação. Agradeceu, disse que seguiria com a cabeça no Beira-Rio, e não retomou o assunto.

Das diferenças

30 de abril de 2010 11

Com a vitória de 2 a 0 no clássico do Beira-Rio, o Grêmio ficou com uma grande vantagem para a final do Gauchão, neste domingo, no Olímpico. A concentração do Grêmio começará na noite desta sexta-feira. A do Inter, somente no sábado, após o treino das 10h.

Só para lembrar: ambos disputam duas competições. E o Grêmio voltará do Rio somente às 17h25min de hoje. O Inter retornou da Argentina ontem, às 18h20min. Um título também é conquistado em detalhes. Para ser campeão, o time de Fossati precisava vencer o rival por 3 a 0. Para ser campeã, a turma de Silas pode até perder o Gre-Nal por diferença mínima.

Koff oitentão

30 de abril de 2010 8

Considerado o dirigente mais vencedor da história do Grêmio, Fábio Koff completa 80 anos dia 13 de maio. Recém reconduzido à presidência do Clube dos 13, ele já decidiu que irá escapar das comemorações. Dia 11, junto com a mulher Ivone, embarca para um passeio de dez dias pela Europa. O casal visitará cidades da Alemanha, Inglaterra e Bélgica. Abraços, só depois do dia 25, quando Koff retorna para concluir o novo estatuto da entidade que comanda desde 1996. A partir de 2010, Clubes das Séries B e C do Brasileirão passarão a integrar o Clube dos 13.

Um detalhe curioso é que, durante a campanha à reeleição, Koff jamais dizia estar próximo dos 80 anos. Afirmava, no máximo, já ter passado dos 70.

Silas entusiasma a direção

30 de abril de 2010 70

É visível o entusiasmo dos dirigentes do Grêmio com o trabalho de Silas. Segundo o presidente Duda Kroeff, as preleções do treinador melhoraram muito desde as primeiras partidas, em janeiro. Também é destacado o seu ótimo relacionamento com os jogadores, o que é facilitado pelo fato de Silas, 44 anos, participar de todos os treinamentos, como se ainda fosse um atleta.

- Ele é hoje um profissional bem mais seguro do que quando chegou – atesta Kroeff.

A alegria dos dirigentes é maior porque a contratação do treinador, em dezembro de 2009, foi marcada por muitas contestações. Temia-se que, por ser jovem, ele não tivesse o comando necessário do vestiário. Ao trazer Paulo Paixão, a direção investia na ideia de que o experiente preparador físico contribuiria para a consolidação do trabalho do treinador.

Silas enfrentou um momento de turbulência em meio ao Gauchão. Após a magra vitória por 1 a 0 sobre o Porto Alegre, com fortes vaias dos torcedores, sua queda chegou a ser cogitada. Preocupado com a negativa repercussão da entrevista em que questionava Silas, Kroeff disse que sua demissão seria loucura. Desde então, o treinador sente-se mais seguro para trabalhar.

Detalhe: as impressões de Duda sobre Silas foram passadas na véspera do jogo contra o Fluminense, no Maracanã. Após a partida, a admiração aumentou ainda mais.

Vem aí a Libertadores sub-20

30 de abril de 2010 11

Recebido com pompas pelo presidente da Conmebol, Nicolás Leoz, durante o sorteio dos grupos da Copa Sul-Americana, em Luque (PAR), o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Novelletto, fez uma proposta a Leoz: a criação da Libertadores sub-20. A ideia, que será discutida em Porto Alegre após a Copa da África do Sul, é trazer para o Rio Grande do Sul todos os clubes campeões da América para a disputa de um grande torneio sul-americano para jogadores até 20 anos. Depois de abrigar o Brasileirão sub-20, este é o novo sonho de Novelletto.
- Acho que Leoz gostou do projeto. Imagina ter Boca, River, Independiente, Nacional, Olimpia, Grêmio, Inter, São Paulo, Palmeiras, Flamengo, Santos, Vasco, Cruzeiro, e todos os demais campeões jogando por aqui? Teríamos a mídia do mundo inteiro cobrindo a competição – suspira Novelletto.
Ainda sem uma data definida, o presidente da FGF deseja realizar a primeira edição da Libertadores sub-20 já em 2011. Assim como ocorre com o Brasilerião da categoria, o novo torneio seria disputado em diversas cidades do Estado.

Fernandão não voltará ao Inter

29 de abril de 2010 70

Depois de pedir rescisão de contrato com o Goiás, Fernandão deverá ter definido nesta sexta-feira o seu destino. São Paulo, Palmeiras e Cruzeiro sondaram o atacante de 32 anos. A direção do Goiás exige compensação financeira (ou pagamento em jogadores) para liberá-lo. Ao São Paulo, foi sugerida uma troca de Fernandão por Léo Lima, Marcelinho Paraíba e Carlinhos Paraíba. O Inter não fez proposta pelo retorno de seu capitão na Libertadores e no Mundial.

Inter prevê 35 mil contra Banfield

29 de abril de 2010 41

Se a venda de ingressos para o Gre-Nal está devagar, o Inter já comercializou mais de mil entradas para a decisão contra o Banfield, na próxima quinta-feira, no Beira-Rio. O jogo que vale vaga às quartas de final da Libertadores será disputado às 19h30min, horário que prejudicará a chegada de muitos torcedores ao estádio. Ainda assim, a direção espera a presença de 35 mil colorados para ajudar o time de Fossati a vencer os argentinos por pelo menos 2 a 0.

- Se o jogo fosse às 21h30min teríamos 40 mil no estádio. Mas, pelo volume de vendas, acredito que contaremos com até 35 mil torcedores no Beira-Rio – disse o diretor de administração do Inter, Alexandre Limeira.

Os preços dos ingressos:

Cadeira numerada – R$ 100*
Superior – R$ 50*
Inferior – R$ 40*
Social superior – R$ 30
Social – R$ 25

* Sócios têm 50% de desconto

Duda calcula o salário de Ronaldinho no Grêmio

29 de abril de 2010 51

Não passa de especulação da imprensa italiana, entende o presidente Duda Kroeff, a possibilidade de Ronaldinho deixar o Milan e transferir-se para o Grêmio. A ideia, ainda assim, mexe com o dirigente. Duda Kroeff acredita que o jogador não enfrentaria qualquer tipo de resistência de parte dos torcedores.

- Entendi a posição dele na época em que foi embora. A carreira de jogador é curta, pode acabar num treinamento. Ronaldinho e a família tinham todo o direito de pensar nos seus interesses – afirma Duda.

O retorno do craque, contudo, só seria viável mediante um grande projeto de marketing, semelhante ao que o Corinthians fez com Ronaldo Nazário. Duda calcula que o salário de Ronaldinho não seria inferior a R$ 600 mil mensais.

O diretor de futebol Luiz Onofre Meira sequer se permite sonhar com a volta. Diz, em tom de brincadeira, que seu salário consumiria todo o repasse financeiro da televisão.

Inter vendeu cem ingressos para o Gre-Nal

29 de abril de 2010 4

Obrigado a reverter uma desvantagem de dois gols para seguir sonhando com o Gauchão, o torcedor colorado não parece muito motivado para o clássico. Até as 16h45min desta quinta-feira, apenas cem ingressos haviam sido vendidos para a torcida do Inter. A carga total de bilhetes para os colorados foi de 3 mil. Apesar do desânimo provocado pela derrota de ontem, na Argentina, a direção do Inter acredita que quase todas as entradas serão comercializadas para o Gre-Nal do Olímpico, neste domingo, às 16h. Os ingressos para a torcida do Inter custam R$ 40, a arquibancada inferior, e R$ 50, a superior. Já os 19 mil bilhetes para a torcida do Grêmio estão esgotados. A previsão é de pelo menos 40 mil torcedores no Olímpico para a final do Gauchão.

Imprensa italiana especula sobre Ronaldinho no Grêmio

29 de abril de 2010 99

Está publicado no site do jornal italiano Corriere dello Sport: Milan tem dificuldades para manter Ronaldinho. O clube italiano busca um patrocinador que ajude a bancar o salário anual de 8 milhões de euros que é pago ao jogador. Clubes dos Estados Unidos, Emirados Árabes e até o Grêmio são citados pelo Corriere como um possível destino para Ronaldinho.

Como se sabe, o presidente Duda Kroeff mantém boa relação com Assis, irmão e empresário de Ronaldinho. Em 2009, os dois discutiram uma possível volta em uma reunião que se pretendia fosse secreta. Duda até já admitiu que poderia fazer um esforço, em parceria com uma grande empresa, para bancar a volta do jogador. O difícil seria reverter o sentimento de traição que move a torcida desde que Ronaldinho foi embora, em 2001.