Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de agosto 2010

G-7 lança Koff a presidente

31 de agosto de 2010 163

O G-7, grupo político de Situação, apresentou ontem a candidatura de Fábio Koff a presidente do Grêmio na eleição marcada para outubro.

O lançamento ocorreu durante jantar em que o G-7 apresentou sua chapa à eleição que irá renovar metade do Conselho Delibrativo, dia 11 de setembro.

O  contato com Koff foi mantido pelo ex-presidente Luiz Carlos Silveira Martins, o Cacalo.

- O caminho está aberto. Vamos aguardar a resposta dele no seu retorno de São Paulo – disse Cacalo aos integrantes do G-7 presentes ao jantar.

Tite no caminho do Inter em Abu Dhabi

31 de agosto de 2010 8

A informação é do colega André Silva, da Rádio Gaúcha. Campeão da Copa Sul-Americana com o Inter, Tite poderá cruzar o caminho do seu ex-clube no Mundial. É que o técnico foi contratado pelo Al Wahda, dos Emirados Árabes, time que já está classificado para a competição em Abu Dhabi.

Além de Tite, a equipe conta com dois outros ex-colorados, Magrão e Fernando Baiano, e com o ex-gremista Hugo. Fernando Carvalho é grande admirador do técnico. Foi ele quem contratou Tite em meio à crise de provocada pela desastrosa temporada de 2007, com reflexos em 2008. Para remontar a equipe, o próprio Carvalho retornou ao clube em meados da temporada 2008, depois que Abel Braga deixou o clube pela segunda vez e foi para o Al Jazira, dos Emirados Árabes.

Tite conhece bem Celso Roth e, nos últimos confrontos, venceu o atual técnico do Inter três vezes. Na época, em 2009, Tite (pelo Inter) venceu os três Gre-Nais do Gauchão, todos por 2 a 1, fazendo com que a direção do Grêmio demitisse Roth, que até então realizava a melhor campanha da Libertadores com o Grêmio. No terceiro clássico, Roth deixou o Beira-Rio sob os gritos da social de “fica, Celso Roth”. Mais atrde, sob o comando de Paulo Autuori, o Grêmio acabaria eliminado da Libertadores, na semifinal, pelo Cruzeiro.

Aumentam chances de título do Inter, aponta matemático

31 de agosto de 2010 9

Aos poucos, o Inter de Celso Roth começa a ganhar terreno no Brasileirão. É claro que a distância para o líder, Fluminense, ainda é grande, são 10 pontos, mas, segundo o matemático Tristão Garcia, a situação já melhorou para os colorados. Garcia, que antes havia dado apenas 1% de chances para o tetracampeonato do Inter, agora aponta que o clube tem 4% de chances de título. A má notícia: o Fluminense tem 68% de chances de ser bicampeão nacional. Ao menos até amanhã,com o início da 18ª rodada.

Inter pode ficar cada vez mais perto dos líderes

31 de agosto de 2010 6

É bem verdade que nunca foi fácil vencer no Barradão. O próprio Inter quase sempre sofreu para deixar Salvador sem uma derrota (em nove partidas lá, são sete derrotas, um empate e uma vitória), mas, com o time de Celso Roth, a história pode ser diferente.

Com Roth, o Inter soma três vitórias em quatro partidas fora de casa neste Brasileirão. Rafael Sobis, mais adaptado à antiga função de Taison, e Giuliano, de volta ao time, são as esperanças de contra-ataque e posse de bola. É bem verdade que já não há mais Sandro, e não haverá D’Alessandro, Guiñazu, Bolívar, Alecsandro…

Ainda assim, os três pontos contra o instável Vitória são bem plausíveis. Ganhando no Barradão, o Inter estará ainda mais perto dos líderes, Fluminense e Corinthians.

Geral do Grêmio reclama da direção

31 de agosto de 2010 49

Líder da Geral, Rodrigo Rysdyk, o “Alemão”, assegura que sua torcida segue prestando o mesmo apoio ao time, apesar da má campanha.

A prova foram os aplausos aos jogadores, mesmo depois da derrota para o Santos. Mas ele não vê igual solidariedade entre os torcedores comuns.

Ele se queixa de que a direção afastou-se da Geral, deixando de colaborar em itens básicos, como a compra de material para a coreografia.

_ Não queremos dinheiro. A própria direção pode comprar as bobinas de papel, fogos de artifício e instrumentos. Depois, é só nos entregar e deixar que a gente se encarregue de fazer a festa e incendiar o time e o resto dos torcedores _ diz.

Dirigente gremista explica pequeno público

31 de agosto de 2010 15

O assessor da presidência do Grêmio Airton Ruschel acredita que “o sucesso momentâneo do adversário” reflete na pequena presença de torcedores gremistas no Olímpico no atual Brasileirão.

Ruschel aposta no fator Renato Portaluppi, por sua empatia com a torcida, para reverter o quadro.

E comemora o fato de não ter havido diminuição no quadro de associados, nem inadimplência no pagamento das mensalidades.

Frustração com o time tira torcida do Olímpico

31 de agosto de 2010 2

O desencanto com o time, somado à frustração pelo crescimento do Inter, tem afastado a torcida do Grêmio do Olímpico. Em dois anos, a média no Brasileirão despencou de 31 mil para 11 mil torcedores. Pela previsão da direção, o público voltará a crescer em, no máximo, sete rodadas, quando o crescimento da equipe estiver consolidado. No jogo desta quarta-feira, contra o Guarani, haverá uma promoção especial: um ingresso vale para duas pessoas.

Em 2008, estimulada pela grande campanha do time sob o comando de Celso Roth, a torcida comparecia em massa. A média atingiu 31.725 torcedores. No ano passado, a frustração pela queda na Libertadores refletiu-se no Brasileirão e a média final ficou em 17.776 torcedores, após ter iniciado em 24.899. Este ano, após oito rodadas, a média é de 11.424 pessoas.

_ A instabilidade da equipe tem reflexo direto no comparecimento ao estádio _ acredita o diretor de administração Luiz Moreira, desde 1983 envolvido na organização de jogos no Olímpico.

Para ele, não interfere na redução da média o fato de apenas dois jogos, contra Corinthians e Fluminense, terem sido realizados às 18h de domingo.

_ Quando o time está embalado, a torcida vem de qualquer jeito _ diz.

À espera dos árabes

31 de agosto de 2010 9

Os próximos dias serão decisivos para a permanência ou não de Kleber no Beira-Rio. Delcir Sonda, dono dos direitos do lateral, recebeu uma oferta de 1,5 milhão do mundo árabe pelo jogador. Recusou. A contraproposta: 2,8 milhões de euros. Os árabes ainda não responderam.

De olho nos 5% (ou todos querem uma fatia)

30 de agosto de 2010 5

Após as vendas de Sandro (10 milhões de euros, para o Tottenham) e de Taison (6 milhões de euros, para o Metalist) para a Europa, dois clubes querem receber indenizações pela formação dos atletas. O Gama, do Distrito Federal, alega que Sandro jogou pelos seus infantis. O Osório, de Pelotas, reclama que o atacante também atuou pelo seu time infantil. Ambos exigem 5% de cada transação.

Argentinos simpatizam mais com o Inter do que com a Inter

30 de agosto de 2010 2

Já projetando a decisão do Mundial de Abu Dhabi, o repórter do Diário Olé, de Buenos Aires, Carlo Carpaneto, conta que o fato de D’Alessandro e Abbondanzieri, ídolos de River e Boca, estarem no Inter já gera uma simpatia maior da torcida argentina aos brasileiros que à Inter, de Milão, que conta com cinco argentinos (Walter Samuel, Burdisso, Cambiasso, Zanetti e Diego Milito, todos igualmente convocados para a seleção).

- Se fosse o Barcelona, de Messi, aí, sim, a torcida seria para os europeus. Agora, não. Há D’Alessandro, Pato e Guiñazu. O Inter é um time muito simpático a nós, argentinos, e acredito que a maioria torcerá pelos brasileiros desta vez – contou Carpaneto ao blog.