Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de dezembro 2010

Ricardo Oliveira lamenta demora do Inter

30 de dezembro de 2010 0


Com dificuldades para contratar Luís Fabiano (o Sevilla pede 12 milhões de euros para negociá-lo), o Inter ficou também sem o Plano B: Ricardo Oliveira. O atacante retornará na terça-feira para o Al-Jazira. Para contar com o jogador, o clube dispensou o marfinense Ebrahem Diake. Assim, Ricardo Oliveira ocupará a terceira vaga de estrangeiro na equipe.
- Volto aos Emirados Árabes para jogar. Gostaria de ficar no Brasil e disputar a Libertadores, mas, se o Inter quisesse me contratar, teria que procurar o Al-Jazira logo depois do Brasileirão – lamentou Ricardo Oliveira. – Talvez para o segundo semestre eu possa ser liberado por empréstimo – concluiu.



Assis prevê fim da novela Ronaldinho na virada do ano

30 de dezembro de 2010 0

De volta a Porto Alegre, o irmão e procurador de Ronaldinho, Assis, disse nesta quarta-feira que espera para 1º ou 2 de janeiro a definição sobre o retorno do jogador ao futebol brasileiro. Reiterou, no entanto, a exigência do Milan de uma indenização de 8 milhões de euros, o equivalente a R$ 17,6 milhões.

Assis acredita que o Grêmio “seja capaz de encontrar o mecanismo” para contar com o jogador em 2011. Disse, também, conhecer o interesse do Flamengo, que contaria com o apoio das empresas Olympikus e TIM para bancar a contratação do jogador. Clubes da Inglaterra, Espanha e Estados Unidos também têm procurado o representante de Ronaldinho para fazer proposta.

Nesta quinta-feira, já com os familiares, Assis retorna ao Rio, onde passará a virada de ano. Garante não ter nenhum encontro marcado com Adriano Galliani, vice-presidente do Milan.

Battaglia e Guiñazu para a Libertadores

30 de dezembro de 2010 0


Volante da Era de Ouro do Boca Juniors, Sebastián Battaglia está na mira do Inter. Mas, um alerta: não se trata de uma contratação fácil. Mesmo aos 30 anos, o camisa 5 do Boca é um jogador valorizado. Guiñazu interessa aos argentinos da Bombonera, mas não é interesse do Inter incluí-lo na negociação – uma vez que Battaglia e Guiñazu poderiam formar a dupla de volantes dos sonhos para a Libertadores.
Os salários do volante não seriam problema – nem mesmo a cota de estrangeiros do Inter, uma vez que Abbondanzieri se aposentou. Com o real mais valorizado que o peso argentino, ele se encaixaria sem maiores dificuldades nos padrões do Inter: cerca de R$ 200 mil para os titulares. Como haverá uma otimização da folha (atualmente na casa dos R$ 5 milhões), as prováveis saídas de jogadores como Alecsandro, Edu e Sorondo – mais Ilan, já descartado _, abririam espaço para novos jogadores de peso.
O problema é que tirar Battaglia do Boca Juniors não será tarefa fácil. O volante custaria 1,5 milhão de euros (R$ 3,3 milhões), o que poderia ser bancado por um investidor. Porém, nos planos de reestruturação do time argentino, Battaglia é um de seus pilares _ com o Boca, ele foi quatro vezes campeão da América e duas do Mundial. Na atual temporada, o Boca ficou em 11° lugar no Apertura e, uma vez mais, não participará da Libertadores.



Renato não foi atendido em seus pedidos

29 de dezembro de 2010 0

Antes de iniciar suas férias, dia 6 de dezembro, Renato Portaluppi deixou duas sugestões de reforços para a diretoria do Grêmio. O primeiro era Lucas, lateral direito do Figueirense, considerado uma das maiores revelações do clube catarinense. O outro era o volante Marconi, com quem o treinador havia trabalhado no Bahia até o mês de agosto.

Dois reforços que se encaixariam, conforme o técnico, no mesmo perfil de Paulão e Clementino, jogadores recebidos sem maior empolgação, mas de ótima resposta dentro de campo.

Lucas acertou-se esta semana com o Botafogo. Marconi foi considerado muito caro pela direção.
A amigos cariocas, o treinador não esconde sua decepção por não ter sido atendido em suas pretensões.

Em tempo: Lins, atacante do Criciúma, não foi sugestão de Renato.

Grêmio traz de volta ex-jogadores

29 de dezembro de 2010 2

Dois dos jogadores que fizeram parte da equipe vitoriosa de Luiz Felipe Scolari nos anos 90 estão de volta ao Grêmio. Agora, é claro, com novas funções.

O ex-lateral esquerdo Roger irá atuar como auxiliar técnico de Renato Portaluppi. Já o ex-volante e meia Émerson desempenhará uma nova função, criada a partir da chegada de Paulo Odone. Será diretor de assuntos internacionais.

O anúncio dos dois nomes deverá ocorrer dia 4 de janeiro, data de reapresentação dos jogadores após o período de férias.

Volante argentino na mira do Inter

29 de dezembro de 2010 0


Ainda em busca de um lateral-direito, de um volante e de um atacante para a Libertadores, o Inter pode apostar em um compatriota de Guiñazu para formar dupla com o argentino. Como o mercado brasileiro mostra-se restrito nesta posição, e Edinho deverá trocar o Palmeiras pelo Fluminense, e o Inter deseja um jogador alto e forte, que possa auxiliar também a defesa, diversos argentinos têm sido oferecidos _ até mesmo volantes argentinos que estão no futebol europeu.
Além da chance de disputar uma Libertadores, os salários pagos no Brasil são um atrativo, uma vez que o real está valorizado em relação ao peso. A aposentadoria de Pato Abbondanzieri abriu vaga para mais um estrangeiro _ mesmo que não seja negociado, Sorondo foi nacionalizado brasileiro. E Guiñazu, mesmo com nova sondagem do São Paulo, não será negociado com qualquer clube brasileiro.
Caso não consiga contratar um novo camisa 8 (hoje o número de Wilson Matias), o Inter poderia testar Danny Morais na função. Atuando como volante, na equipe de Tite, em 2008, o jogador teve bom desempenho. O seu empréstimo ao Botafogo chegou ao fim e Danny se apresentará no Beira-Rio em janeiro. Como o clube ainda não conseguiu incluí-lo em uma negociação, crescem as chances de reaproveitamento.



Luís Fabiano só por 12 milhões de euros, diz agente

29 de dezembro de 2010 0


Além de um novo volante, a contratação de um atacante de nome segue sem definição. A tentativa do Inter com o Vasco de trocar a liberação do atacante Zé Roberto por Sorondo fracassou. O clube carioca não aceitou a oferta colorada. Por enquanto, Zé Roberto permanecerá no Rio. Na Espanha, Luís Fabiano declarou à imprensa local que permanecerá no Sevilla por pelo menos mais uma temporada.
-  Após o interesse do Inter, consultei o Sevilla sobre as chances de um empréstimo e eles negaram. Só querem vendê-lo e pediram 12 milhões de euros (R$ 26,5 milhões) – disse o empresário do atacante, José Fuentes. – Uma negociação não está descartada, mas o Inter precisaria conseguir um investidor que bancasse este valor.
Assim, na virada do ano, o Inter deverá procurar Ricardo Oliveira. O atacante embarcará no dia 3 para Abu Dhabi, a fim de apresentar-se para o Al-Jazira.


"Vai dar tudo certo", diz Assis sobre reunião com dirigente do Milan

28 de dezembro de 2010 3

Cresce o otimismo do Grêmio em relação ao acerto com o Ronaldinho, mesmo que um dirigente do Milan tenha revelado a intenção do clube italiano de permanecer com o meia até junho de 2011.
Durante a reunião no Rio com Adriano Galliani, vice-presidente do Milan, Assis, irmão e procurador de Ronaldinho, trocou mensagens pelo celular com César Cidade Dias, assessor de futebol do Grêmio.

Sua última mensagem foi um indício de que Galliani mostra-se sensível ao desejo de Ronaldinho de voltar para o Olímpico:

- A chama está acesa. Vai dar tudo certo – torpedeou Assis.

O procurador prevê a definição do caso num período de 48 horas. Entende que será esse o tempo necessário para que as questões burocráticas e acertos financeiros ainda pendentes sejam solucionados.

Cidade Dias admite ter passado uma manhã tensa, a partir da informação de que o Milan não liberaria Ronaldinho. Após o contato com Assis, mudou seu espírito.

- Agora, estou bem mais tranquilo – confessou.

Assis negocia saída de Ronaldinho do Milan: "Será nossa primeira conversa"

27 de dezembro de 2010 0


O último passo para o retorno de Ronaldinho ao Olímpico começará a ser dado hoje, no Rio de Janeiro. Assis, irmão e empresário do craque, se reunirá com o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, que passa férias na capital carioca.
Na madrugada desta segunda-feira, à 1h, Ronaldinho embarcaria em São Paulo para Dubai, ao lado de Robinho, Pato e Thiago Silva, os brasileiros do Milan. O clube italiano permanecerá nos Emirados Árabes até os primeiros dias de 2011 realizando a sua intertemporada de inverno. O Campeonato Italiano será retomado em 6 de janeiro.
Ontem à tarde, Zero Hora conversou por telefone com Assis. O empresário já estava no Rio. Confirmou o encontro com o dirigente italiano e a viagem de Ronaldinho, que passou uma semana de férias em Porto Alegre. Assis diará a Galliani que o camisa 80 do Milan já tem um acerto encaminhado com o Grêmio, e que gostaria de voltar para a capital gaúcha. Não está descartada a liberação do jogador pelo clube, uma vez que a partir de 15 de janeiro Ronaldinho já poderá assinar um pré-contrato com uma outra agremiação _ o seu vínculo com o Milan vai até o dia 30 de junho.
_ Será a minha primeira conversa com a direção do Milan. Não sei te dizer se já conseguiremos encaminhar alguma definição nesta segunda-feira (hoje), acho difícil, mas tudo pode acontecer _ comentou Assis.
Sobre o embarque de Ronaldinho para os Emirados Árabes, o irmão do craque assegurou:
_ Ronaldinho viajará com o Milan para Dubai, sim, afinal de contas ele ainda tem contrato com o clube, ainda é jogador do Milan, e precisa cumprir seus compromissos.
Junto com a delegação do Milan em Dubai estará Antonio Cassano, o atacante italiano recém-contratado à Sampdoria, e que proporcionará a liberação de Ronaldinho para o Grêmio. Após o encontro de hoje, somente a burocracia impedirá o anúncio do retorno de Ronaldinho para casa. Há prazos a cumprir, como o do dia 1° de janeiro, determinado pela Uefa para a abertura oficial de negociações entre os seus afiliados e os seus jogadores, e o dia 15 de janeiro, quando Ronaldinho poderá assinar o pré-contrato com o seus novo (velho) clube. Mas, devido ao bom relacionamento de Assis com o Milan, o dia do anúncio da volta do craque para casa deverá ser antecipado. Não será surpresa se o atacante de 30 anos estiver à disposição de Renato Portaluppi para o mata-mata da pré-Libertadores com o Liverpool, a partir do dia 26 de janeiro. Definitivamente, a reapresentação de Ronaldinho ao Grêmio está próxima.



Ricardo Oliveira, Luís Fabiano e Zé Roberto na mira

24 de dezembro de 2010 1


Os primeiros reforços do Inter para a Libertadores poderão desembarcar no Beira-Rio na primeira quinzena de janeiro. Na listinha de compras para 2011 estão pelo menos dois atacantes e um lateral-direito.
Os homens de frente deverão sair do trio Ricardo Oliveira, do Al-Jazira, Luís Fabiano, do Sevilla, e Zé Roberto, do Vasco _ uma vez que a ordem é buscar atacantes objetivos e velozes. Para a lateral, o Inter ainda deverá insistir com Léo Moura, do Flamengo.
Um novo volante para a equipe de Celso Roth poderá sair do Inter B, caso o clube não encontre no mercado um jogador como Edinho, grande e que possa auxiliar a defesa no jogo aéreo.
O Inter espera o retorno de Rodrigo Caetano, o gerente executivo do Vasco, de rápidas férias em Nova Iorque para tentar encaminhar a contratação de Zé Roberto. Inter e jogador já estariam acertados, mas o Vasco reluta em liberá-lo. Ainda há mágoa pela saída de Roth no meio do ano. Sorondo será utilizado como moeda de troca pela tentativa de liberação de Zé Roberto.
Ricardo Oliveira (confira a sua entrevista) e Luís Fabiano são os medalhões na mira do Inter. O primeiro dificilmente atuará pelo Al-Jazira, que já fechou a cota de três estrangeiros, e quer permanecer no Brasil. Já o camisa 9 da Seleção Brasileira foi sondado diretamente pela direção e demonstrou interesse em retornar. Já teria acertado salários, mas o clube ainda não conversou com o seu empresário, o uruguaio José Fuentes, o que no momento inviabilizaria a negociação. O clube monta projetos de propostas a serem apresentados aos dois clubes.
_ Ricardo Oliveira e Luís Fabiano são nomes que interessam ao Inter. Estamos estudando possibilidades de negociações _ afirmou o vice de futebol do Inter, Roberto Siegmann.
Aos poucos, o Inter trata de abrir espaço em sua folha para os reforços. Com a saída de Ilan, que não teve o vínculo renovado, e as possíveis inclusões de Edu e de Sorondo em troca-trocas (e também nomes como Marcelo Cordeiro e Danny Morais, por exemplo), o clube já reduziria os custos do grupo em mais de R$ 500 mil. Hoje, a folha mensal é superior a R$ 5 milhões.
_ Contratações não são feitas apenas com dinheiro. Outros clubes têm interesse em nossos jogadores, usaremos a criatividade para contratar _ disse Siegmann. _ O certo é que o Inter começará a Libertadores outra vez com um time muito competitivo.