Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de julho 2011

Ronaldinho livre para as noitadas

30 de julho de 2011 4


Seis meses depois da pomposa apresentação na Gávea, frente a 20 mil torcedores, é possível dizer que Ronaldinho finalmente apresentou-se ao Flamengo. Sua antológica participação na vitória por 5 a 4 contra o Santos, quarta-feira, é interpretada pelos torcedores como ponto de partida para a retomada da carreira. Com o desempenho na Vila Belmiro, o craque também dobrou os críticos, que pediam mais futebol e menos festa. A semana mágica é encerrada com o jogo de hoje, no Engenhão, contra o Grêmio, clube que o formou e quase recontratou em janeiro.
A primeira fase no Rio pode ser definida como lua de mel. Ainda que as atuações não fossem convincentes, Ronaldinho contava com a total compreensão dos torcedores. Em pouco tempo, acreditavam os flamenguistas, estaria de volta o melhor jogador do mundo, título conquistado em seu período no Barcelona.
Cauteloso, o técnico Vanderlei Luxemburgo alertava em entrevistas que os tempos eram outros. O que ficou comprovado com as atuações modestas do meia. Ronaldinho só escapou de um julgamento mais severo pela conquista do título carioca.
A lua de mel terminou em maio, durante a Copa do Brasil. Na derrota para o Ceará, no Engenhão, que pôs fim a uma invencibilidade de 25 partidas, afloraram as primeiras vaias. Como as baladas prosseguiam, entrou em cena o torcedor José Carlos Peruano, criador do Disque-Dentuço. Era um estímulo a que os torcedores denunciassem as saídas do craque.
Ao contrário do que supunha o criador do Disque-Dentuço, as noitadas não roubaram a forma física de Ronaldinho. Os 86 quilos registrados na balança em sua chegada foram reduzidos para 83,8 quilos na medição feita dia 24 de maio. Trata-se do peso ideal do jogador, cujo percentual de gordura é 9,8%, considerado excelente para um atleta de 31 anos.
A fantástica atuação do meio da semana anima a direção e a Traffic, parceira do Flamengo na contratação de Ronaldinho. Para setembro, está previsto o lançamento dos primeiros produtos licenciados com o nome do craque. Serão artigos de cama, mesa e banho e material escolar. A comercialização tornará menos árdua a tarefa de pagar o jogador. A cada mês, ele embolsa R$ 1,3 milhão. O Flamengo paga R$ 300 mil e a Traffic banca o resto.
Respaldado pelos três gols do meio da semana, Ronaldinho ganha passe livre para seguir na noite.
_ Ele não dorme. Nos dias de folga, é visto em uma festa pouco depois da meia-noite, comparece a outra às 5h e às 11h está jogando futevolei _ espanta-se um jornalista consultado por Zero Hora.

Este é Ronaldinho:


_ Cinco seguranças seguem seus passos

_ Nas viagens, usa uma sala de embarque diferente dos outros jogadores

_ Nos primeiros dias no Rio, morava em suíte de hotel com diária de R$ 4 mil

_ Só dá entrevistas coletivas. A exceção não é aberta nem para a Rede Globo

_ Namora Juliana Diniz, neta do compositor Monarco


Loss enquanto Ney, Dorival ou Abel não chega

30 de julho de 2011 3

Em alta após os empates com Barcelona e Milan, Osmar Loss deverá ser mantido no comando da equipe até a disputa da Recopa Sul-Americana, contra o Independiente, nos dias 10 e 24 de agosto. Até lá, o Inter já pretende ter um acerto encaminhado com o seu novo treinador. Ney Franco e Dorival Júnior estão na mira.
Ontem, no retorno da delegação a Porto Alegre, o vice de futebol Luís Anápio Gomes descartou nomes como Cuca, Celso Roth, Oswaldo de Oliveira e Carlos Bianchi.
Abel Braga, campeão do mundo com o Inter em 2006, e há oito jogos no Fluminense poderia surgir como opção, caso seja demitido. Em oito partidas, perdeu cinco e venceu três.
- Abel sempre será um nome para o Inter. Mas, no momento, ele está empregado. Se ficar livre, aí poderemos conversar – disse Anápio.
Escudado por Fernandão, amplamente apoiado pelo vestiário, e com um bom embasamento teórico, Loss dá tempo para a direção entabular negociações com o futuro treinador. Até porque os dois técnicos na lista do Inter têm vínculo. Ney Franco está com a seleção sub-20, de Oscar, Juan e Romário, no Mundial da Colômbia. Caso vá à final, só estará liberado para assumir no Beira-Rio a partir de 21 de agosto. Ainda que tenha contrato com a CBF até os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, o Inter tem esperanças de conseguir autorização da entidade para que Franco assuma um clube em paralelo ao trabalho na base da Seleção Brasileira. Em Porto Alegre, Ney Franco teria como tarefa também fazer a transição dos jovens ao time principal, além de auxiliar na busca por novos talentos.
Dorival Júnior segue como alternativa para o Inter, mas o clube depende da sua demissão no Atlético-MG, o que parece um pouco distante no momento, uma vez que os mineiros venceram o Fluminense na quarta-feira e, assim, distanciaram-se um pouco da zona de rebaixamento. Nas próximas rodadas, o Atlético-MG terá duas partidas fora de casa, contra Palmeiras e Grêmio, e uma como local, contra o Figueirense.
A delegação do Inter chegou na manhã de ontem a Porto Alegre. Mais de cem torcedores recepcionaram a equipe no aeroporto Salgado Filho. Leandro Damião, Fernandão e Fernando Carvalho foram os mais saudados no desembarque. No discurso, elogios a Osmar Loss, mas sem a promessa da efetivação.

Agosto chega para Leandro Damião, Oscar e Juan

30 de julho de 2011 0

O torcedor colorado que se prepare: a partir de segunda-feira o mercado europeu estará aberto para as compras de verão. E o Inter terá pelo menos três jogadores sob forte assédio: Leandro Damião, Oscar e Juan. E o Inter precisará vencer ao menos um deles, a fim de fazer caixa para o restante da temporada.
Com os gols marcados sobre Barcelona e Milan, Damião ficou conhecido na Europa. Agora, o Inter tem condições de receber uma oferta maior pelo centroavante, algo em torno de 17 milhões de euros (R$ 33,5 milhões) – as ofertas apresentadas até agora não se aproximaram deste valor.
Caso Damião seja negociado – e entregue ao final da temporada -, o clube conseguirá manter os seus dois titulares da seleção sub-20. Oscar e Juan serão observados por clubes europeus no torneio da Colômbia e o clube já tem informações que chegarão ofertas por eles.

Roth, o disputado

29 de julho de 2011 11


Depois de perder Abel Braga para o Fluminense, o Al Jazira sonha com Celso Roth.
Antes, havia pensado em Sabella, mas este acertou-se com a seleção argentina.
Entre alguns conselheiros do Grêmio, Celso Roth é considerado o nome ideal caso Julinho Camargo não consiga reverter a situação do time no Brasileirão.
Entendem que é preciso um treinador com o estilo de Roth para tirar o máximo de cada jogador.


Conselheiros fazem romaria a Fábio Koff

29 de julho de 2011 4


A crise técnica do Grêmio assusta os conselheiros. A ideia do rebaixamento volta a assustar e se exige uma solução imediata por parte da direção. O presidente Paulo Odone é cobrado a tomar providências para que o time não afunde ainda mais no Brasileirão. Só que nenhuma medida forte será tomada antes das três próximas rodadas. Odone espera por um melhor rendimento do time contra Flamengo, Atlético-MG e Palmeiras. O jogo contra os paulistas poderá servir de limite para Julinho Camargo. Se o Grêmio voltar de São Paulo na próxima semana na zona de rebaixamento, a situação do treinador irá se tornar insustentável.
A oposição também se mexe. Quinta-feira, cerca de 30 conselheiros passaram pela sede do Clube dos 13 para conversar com Fábio Koff. Foram pedir sua opinião sobre o atual momento. E, claro, saber se ele tem disposição para voltar a concorrer a presidente em 2012. Não saíram com uma resposta conclusiva.


Futebol: Quer receber notícias diárias e acompanhar gol a gol os jogos do seu time direto no celular? Envie FUTEBOL para 46956 e assine. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31  mais impostos para todas as operadoras.




Ney Franco e o Inter

26 de julho de 2011 6

Conversei com Ney Franco, por telefone. Questionei o técnico da seleção brasileira sub-20 sobre a possibilidade de assumir o Inter. De Barranquilla, na Colômbia, onde se encontra com a equipe para a disputa do Mundial, ele nega que tenha sido procurado. Assegura que o contrato com a CBF, até os Jogos Olímpicos de 2016, lhe garante a continuidade de um trabalho, o que dificilmente ocorreria em um clube. Recentemente, recusou contratos com Santos e São Paulo, e se diz entusiasmado com os contatos profissionais gerados pela aproximação com a CBF e a convivência com Mano Menezes. Ainda assim, mesmo negando qualquer contato com a direção colorada, deixa uma porta aberta:
- Não fui procurado pelo Inter, até porque estou muito concentrado no planejamento do Mundial, mas vamos ver o que acontece nas próximas semanas. Afinal de contas, futebol é resultado.
Caso a seleção chegue às finais do Mundial, Ney Franco só retornaria da Colômbia em 21 de agosto.

E o Dorival?
A tendência do momento, porém (e a tendência quando se trata de Inter pode mudar a toda hora), é que o Colorado chegue a um acordo com o Atlético-MG para a liberação de Dorival Júnior. Ainda que o Inter diga publicamente que não pagará a multa de R$ 2 milhões para que o técnico deixe Minas Gerais, é bem provável que haja uma composição com Dorival, a fim de diluir o valor da sua multa em luvas. Assim, o técnico não perderia a rescisão por deixar o Atlético, o Atlético não teria que pagar pela sua saída (em caso de demissão), e o Inter pagaria as luvas a médio/longo prazo.

Apesar da campanha sofrível, Dorival segue empregado

25 de julho de 2011 3

Enquanto a direção do Inter iniciava o voo de São Paulo para Munique, Dorival Júnior perdia mais uma. Plano A dos colorados para assumir o comando da equipe, o técnico do Atlético-MG segue agonizando no cargo, mas ainda não caiu. Cuca segue nos planos, caso Dorival siga empregado. Na quarta-feira, Dorival receberá o Fluminense, e não terá os zagueiros Réver e Leonardo Silva, nem o volante Serginho, todos suspensos. A rodada foi boa para o Inter, que perdeu apenas uma posição, para o Vasco, e agora está em sexto _ mas com um jogo a mais.
Ontem, em Ipatinga, o Atlético-MG foi derrotado por 2 a 1 para o Vasco. Os mineiros, porém, atribuíram o resultado à arbitragem do paranaense Edivaldo Elias da Silva, que marcou dois pênaltis inexistentes contra a equipe da casa. Após o jogo, o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, postou em sua conta no microblog Twitter um protesto contra o paranaense:
- Transferir responsabilidades, não, mas hoje fomos assaltados!
Dorival lamentou a derrota atribuindo responsabilidade aos pênaltis para o Vasco. Afirmou apostar na recuperação da equipe e sequer fez menção à possibilidade de deixar o clube.
- Infelizmente, mais uma vez acabou acontecendo (a derrota). É uma situação desgastante para todo o mundo, a forma como tem acontecido, é uma sequência ruim, horrível, mas cabe a nós mudar – disse.
Em seguida, ainda analisando o momento da equipe, o técnico afirmou:
- Haverá um momento em que esta fase vai acabar. Não é possível que as coisas continuem como estão, acredito neste time e tenho certeza que sairemos desta situação.
Dono de uma campanha sofrível no Brasileirão (com seis derrotas, três vitórias e dois empates), o seu Atlético-MG sofreu novo revés. Mesmo a dois pontos do rebaixamento, o técnico segue no cargo. Na quarta-feira, a equipe receberá o Fluminense. A dupla de zaga, Réver e Leo Silva, suspensa, está fora, bem como o volante Serginho.
A direção isentou Dorival de culpa pela derrota. O árbitro foi responsabilizado pelos dois pênaltis mal marcados. No primeiro, defendido pelo goleiro Giovanni, a bola bateu no ombro de Réver. No segundo, Leo Silva cometeu falta fora da área. Diego Souza cobrou a segunda penalidade, aos 46 minutos do segundo tempo, e fez o gol da vitória.
- Sérgio Corrêa (presidente da Comissão Nacional de Arbitragem) é o responsável por esta derrota. Nós estamos muito mal, mas nosso torcedor pode ter esperança. Vamos sair desta situação. Temos mais dois reforços para contratar – finalizou Eduardo Maluf, diretor executivo do Atlético-MG.
Por enquanto, Dorival segue empregado. Em Minas Gerais.

Como o Inter parou em Munique

24 de julho de 2011 24

Sabe como o Inter foi convidado para a Copa Audi? Assim: no começo de março, os organizadores queriam contar com um clube brasileiro para a disputa do torneio em Munique. Já contavam com três campeões mundiais europeus, Bayern, Milan e Barcelona. Precisavam de um campeão mundial do Brasil. Telefonaram para o Clube dos 13. Fernando Carvalho estava na sede da entidade, em São Paulo, e conversou com os alemães. Sugeriu o Inter como o representante brasileiro para Munique. O clube conquistara o Mundial em 2006 e havia participado do Mundial de 2010. A indicação foi aceita e o Inter abrirá o torneio nessa terça-feira reencontrando o Barcelona, o adversário batido em 2006.

Ribéry fora da Copa Audi

24 de julho de 2011 2

Estrela do Bayern, de Munique, o francês Franck Ribéry está fora da Copa Audi. No treino de hoje, o atacante sofreu uma contusão no tornozelo direito e ficará de uma semana a 10 dias parado

Adversário com muita moral

24 de julho de 2011 2

Após a Copa Audi, o Barcelona fará uma gira pelos EUA. Na agenda, ainda sem dia definido, um encontro na Casa Branca com o presidente norte-americano, Barack Obama. Moral pouca é bobagem.