Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de fevereiro 2012

Após pressão do Planalto, Inter aposta em definição com AG nas próximas 48 horas

29 de fevereiro de 2012 27

Há confiança entre a direção do Inter que até a sexta-feira ocorra um “significativo avanço” nas tratativas entre Andrade Gutierrez e Banrisul. Fontes ligadas às negociações entendem que a pressão exercida pela presidente Dilma Rousseff, que exigiu um posicionamento imediato da empreiteira, surtirá efeito em 48 horas. Assim, na semana que vem poderia haver até um encaminhamento de acerto entre AG, Banrisul e, finalmente, Inter.

Plano B à espreita

29 de fevereiro de 2012 1

Giovanni Luigi confia plenamente na assinatura de contrato com a Andrade Gutierrez. Deixou isso bem claro à Comissão de Obras, em reunião no fim da tarde dessa no Beira-Rio. Luigi negou a possibilidade de um plano alternativo à AG. O problema é que a construtora mineira segue sem apresentar ao Banrisul garantias concretas para obter o financiamento e R$ 205 milhões para a reforma do estádio colorado para a Copa do Mundo.
Mesmo que Luigi negue o Plano B, que seria a reforma do estádio com a Vex Group -, um pool de empresas gaúchas ligadas à construção civil, em troca de explorar com esse novo interessado o entorno do Beira-Rio, como hotel, centro clínico, marina, entre outras benfeitorias -, a Vex já buscou junto à prefeitura informações sobre os índices construtivos dos terrenos do Beira-Rio.
Mesmo que a direção do Inter não queira pensar em um Plano B, ele começa a tomar corpo.

CBF seguirá mantendo Oscar no BID do Inter

29 de fevereiro de 2012 11

Nem só de problemas com a Andrade Gutierrez vive o Inter. Nessa terça-feira, o clube teve uma boa notícia. Sobre Oscar. A CBF enviou um ofício para o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, questionando a necessidade de o Tribunal enviar à entidade um comunicado oficial informando se o atual contrato entre Oscar e Inter é válido ou não.
Isso dificilmente ocorrerá, pois o TRT só deverá entender o vínculo do Inter com o meia como inválido, caso o clube gaúcho esteja envolvido no processo. E o imbróglio no TRT paulista é apenas entre Oscar e São Paulo. O Inter não está no processo. Assim, há um forte indicativo que Oscar seguirá vinculado ao Inter para efeitos de Boletim Interno Diário (BID) até o final da ação na Justiça. O processo se encaminha para o Tribunal Superior de Trabalho, em Brasília, e ainda não tem prazo para se conhecer uma decisão final.
Como o resultado da briga judicial é incerto, os clubes e os advogados de Oscar já ensaiam uma negociação a fim de pagar a multa rescisória ao São Paulo (R$ 9 milhões), com a retirada imediata das ações de mabas as partes.

Pool de empresas gaúchas surge como alternativa para bancar obra do Beira-Rio

29 de fevereiro de 2012 4

Ainda que haja negativas, dirigentes colorados, políticos e empresários se mobilizam para buscar alternativa à Andrade Gutierrez – que ontem já mereceu uma cobrança pública do Inter. Mesmo que os discursos apontem o contrário, há sérias dúvidas sobre o interesse da construtora em realmente reformar o Beira-Rio para a Copa do Mundo. Empresários locais, todos ligados à construção civil, estão sendo contatados.
A ideia é formar um pool de empresas que tenham condições de realizar a obra para a Copa de 2014, além de proporcionar as garantias necessárias para obter a linha de crédito junto ao Banrisul, via BNDES. O prazo para que o Inter tenha uma definição sobre as obras no Beira-Rio acabará em maio. Ou apresenta as condições para a reforma, ou perderá a Copa.

Luigi busca no Palácio Piratini apoio à reforma do Beira-Rio

28 de fevereiro de 2012 77

O presidente do Inter, Giovanni Luigi, acaba de deixar o Palácio Piratini. Esteve reunido com o vice-governador do Estado, Beto Grill. Após o encontro, Luigi demonstrou preocupação com a postura da Andrade Gutierrez nas negociações com o Banrisul:
- Espero que a Andrade Gutierrez assuma a sua responsabilidade e apresente as garantias (exigidas pelo Banrisul). A construtora tem porte para assumir ela sozinha (as garantias). A gente espera que ela assuma a responsabilidade.
Grill garantiu manter o apoio ao Inter para que o estádio e a cidade não percam a Copa de 2014.
- O governo continua apostando que chegaremos a um bom resultado. Estamos solidários e vamos juntos buscar as soluções – afirmou o vice-governador.
O Inter tem prazo até abril para definir o seu contrato com a AG, caso contrário perderá a Copa do Mundo.

Luxa indica Alex e Grêmio fará tentativa

28 de fevereiro de 2012 88

É Alex, do Fenerbahçe, da Turquia, o meia criativo que Vanderlei Luxemburgo quer ver no Grêmio.

A indicação foi feita segunda-feira à noite, durante reunião entre o técnico, o presidente Paulo Odone e o diretor-executivo Paulo Pelaipe.

Durante o encontro, Luxemburgo citou seu bom relacionamento com o meia, que fez parte da equipe montada pelo treinador em 2003, quando foi campeão brasileiro pelo Cruzeiro. Não descartou entrar em contato com ele para saber da possibilidade de atuar ao seu lado no Olímpico.

Domingo, durante o programa Bate Bola, da TV Com, Luxemburgo referiu-se a Alex como um gênio. Disse tratar-se de um dos únicos jogadores que pode se permitir atuar com total liberdade, sem maior compromisso com a marcação.

Diante do entusiasmo do treinador, Odone deu carta branca a Pelaipe para que busque saber da condição legal do jogador.

Deixou claro, no entanto, que dificilmente os investidores aliados do clube colocariam dinheiro para contratar um reforço de 34 anos de idade. O Grêmio projeta uma negociação semelhante à que resultou na vinda de Gilberto Silva, cujo contrato com o Panathinaikos, da Grécia, estava por se encerrar quando foi contratado.

- Já que Luxemburgo mostrou-se tão interessado, poderemos fazer uma tentativa – admitiu Paulo Odone ao blog Dupla Explosiva.

Caso Beira-Rio: dois meses somente para liberar o dinheiro

28 de fevereiro de 2012 37

O Banrisul informa: mesmo que haja um acordo para a liberação dos R$ 240 milhões em financiamento para a Andrade Gutierrez, não é possível liberar este montante em menos de dois meses. Ou seja: se tudo der absolutamente certo a partir de agora, nas conversas entre Banrisul e AG, o ataque à obra (termo utilizado pelas empreiteiras para dar início à reforma, com demolições pesadas e reconstruções, por exemplo) ocorreria somente em maio. Não que a liberação do dinheiro impeça a assinatura de contrato entre Inter e AG, mas atrasaria ainda mais o recomeço da reforma, paralisada há 249 dias. A Fifa exige que o estádio esteja pronto até dezembro de 2013.

"Garantias da AG foram absolutamente insuficientes", diz presidente do Banrisul

28 de fevereiro de 2012 5

Após uma nova reunião entre os executivos da Andrade Gutierrez e a direção do Banrisul, o presidente do banco, Túlio Zamin, rejeitou a oferta da empreiteira, entendendo que ela segue insuficiente para garantir a linha de crédito no valor de R$ 240 milhões para a reforma do Beira-Rio visando à Copa do Mundo de 2014. Agora, ou a AG apresenta uma proposta de acordo com as exigências do Banrisul, ou ela (e o Inter) precisará procurar outro banco ou um novo investidor master, sob pena de não ver o seu estádio reformado – e a Copa migrando para a Arena. Os executivos da AG tinham certeza que, após a publicação da nota apontando o Banrisul como culpado pela demora na liberação do financiamento para a reforma do estádio, o banco aceitaria as condições apresentadas pela empreiteira. Não teve sucesso. E o “Caso Beira-Rio” segue sem uma definição. Já são 249 dias sem obras no estádio. E a Copa se avizinha.
As declarações de Zamin, há pouco, em entrevista coletiva:

“As garantias são absolutamente insuficientes do ponto das garantias oferecidas. Não vemos como prosperar dessa forma. É preciso haver um avanço significativo para que possamos negociar com eles.
No dia 23 de dezembro, nós informamos à AG que o modelo apresentado por eles havia sido rejeitado. Nós estamos oferecendo 100% de garantia no processo. O que nos está sendo oferecido é apenas 20% dessas garantias. O risco tem que ser do empreendedor, não do banco. Foi praticamente a mesma proposta aperesentada da outra vez e eles seguem sem informar quem são os seus investidores”.

Luxa diz que Cristian Rodríguez lembra Dagoberto

28 de fevereiro de 2012 13

Vanderlei Luxemburgo conhece bem o uruguaio Cristian Rodríguez, o reforço que o Grêmio tenta trazer do Porto, de Portugal.

Numa rápida conversa com o blog Dupla Explosiva, durante visita que fez à Rádio Gaúcha e Zero Hora, o técnico falou do estilo do jogador.

- Ele tem as características do Edilson (ex-jogador do Corinthians). É meio Dagoberto (o ex-são-paulino que hoje atua pelo Inter) – disse Luxemburgo.

Com um sorriso, ele se esquivou de responder de Cristian Rodríguez é o pensador que deseja para o meio-campo do Grêmio.

Por sua descrição, fica claro que não se trata exatamente de um armador, mas quase um segundo atacante.

A negociação ainda não está concluída. Para não perder o vínculo do jogador, que se encerra na metade deste ano, o Porto propõe uma renovação por quatro anos. Até agora, o uruguaio não se mostrou muito disposto a aceitar.

Luigi: "Temos crédito com a Fifa"

28 de fevereiro de 2012 8

Assim que soube do suposto ultimato do Comitê Organizador Local da Fifa, Giovanni Luigi telefonou para Fábio Starling (gerente de relacionamento do COL com as sedes da Copa), questionando-o sobre a possibilidade de perder a Copa do Mundo para a Arena. Ouviu um desmentido. Preocupado com o atraso na assinatura com a AG, Luigi também contatou a direção da AG. Hoje, a empreiteira terá um encontro com o Banrisul, a fim de apresentar uma nova proposta ao banco. Amanhã, a construtora reúne-se com o Inter. É possível que haja um encaminhamento final para a assinatura do contrato ainda nessa semana.

Dupla Explosiva – O Inter recebeu um ultimato do COL, informando que o clube precisará assinar com a AG até sexta-feira ou o Beira-Rio será descredenciado da Copa?
Giovanni Luigi – Desconheço. Telefonei para o Fábio (Starling) e ele disse que jamais foi suscitada essa possibilidade. Sabe que estamos próximos de um acerto com a AG. Temos crédito com o COL e a Fifa.

DE – Mas um acerto entre AG e Banrisul está próximo?
Luigi – Há a possibilidade de um acordo entre todos. Estou tentando ajudar para encontrarmos uma solução. Desde que haja uma flexibilização, da construtora e do Banrisul. O assunto das garantias é entre eles, não sei que garantias são essas, também quero uma explicação da construtora sobre isso.

DE – A demora da assinatura com a AG é uma preocupação diária?
Luigi – Claro. Enquanto não ocorrer a assinatura estarei preocupado. Aliás, estou sempre preocupado com tudo, com a questão Oscar, permanência do D’Alessandro, Libertadores… não tem sido um começo de ano fácil.