Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

"Caso Oscar precisa de uma resposta urgente", diz ministro do TST

24 de abril de 2012 157

Guilherme Augusto Caputo Bastos, 53 anos, é um dos ministros do TST, que deverá julgar o Caso Oscar nas próximas semanas (assim que o processo deixar o TRT de São Paulo e retornar a Brasília, o que poderá ocorrer a partir de 3 de maio).

O Blog Dupla Explosiva entrevistou o ministro, por telefone. Caputo Bastos, carioca e flamenguista declarado, demonstra grande preocupação com relação ao imbróglio envolvendo Oscar, São Paulo e Inter.

Ele julgará o processo e, possivelmente, o pedido de liminar para a liberação imediata do meia para atuar pelo Inter, junto com os demais  ministros da Segunda Turma, Renato de Lacerda Paiva, de São Paulo, e José Roberto Freire Pimenta, de Minas Gerais.

A seguir, os principais trechos da entrevista:

Dupla Explosiva – Qual a preocupação dos ministros com o Caso Oscar?

Caputo Bastos – Assim que o processo voltar ao TST, deveremos tentar uma nova conciliação entre as partes. Não é um processo que envolva um trabalhador comum. Ele exige resposta urgente, muito rápida da nossa parte, sob pena de a nossa decisão sair do contexto e ser inapropriada. Meus filhos me relataram que ele fez três gols contra Portugal e deu o Mundial sub-20 ao Brasil, no ano passado. Oscar já tem certa história no futebol e está desfalcando o Inter na Libertadores, no Gauchão e, em seguida, no Brasileirão. Também, por enquanto, não pode ir aos Jogos Olímpicos. E o São Paulo também acredita que ele deva retornar ao clube.

DE – Eles quer jogar pelo Inter e não pelo São Paulo, mas é o São Paulo quem, hoje, detém o vínculo…

Caputo Bastos – Estamos sensíveis às questões dos clubes, mas muito mais à do trabalhador. Ele tem o direito constitucional de trabalhar. Precisamos saber não só onde ele quer trabalhar, mas onde ele pode trabalhar. É complicado dizermos que ele deve trabalhar onde não quer, mas ele deve explicações ao empregador que, segundo o TRT de São Paulo, é o São Paulo. Teremos que solucionar isso. Quem detém o vínculo de emprego? Teremos que resolver, para que ele possa voltar a jogar e não se desestimule nem se desvalorize.

DE – Por que o TST não conseguiu a conciliação entre as partes?

Caputo Bastos – Conversei com os advogados do Oscar, do São Paulo e do Inter, mas não chegamos a um bom termo. O representante do São Paulo me disse: “ministro, para recuperar a ética e a moralidade no futebol, o São Paulo vai aguardar a Justiça e não deseja a conciliação”. De qualquer forma, tentaremos de novo, quando o processo retornar ao TST.

DE – O São Paulo acusa o Inter de “aliciamento” ao jogador. O senhor concorda?

Caputo Bastos – Não sei como funciona esse tipo de aliciamento no futebol. Pela visão que tenho da lei, o aliciamento é relativo, pois o atleta pode sair a qualquer momento de um clubes, desde que faça o pagamento da cláusula indenizatória. O aliciamento fica mitigado perante a autorização que a própria lei permite que as partes rompam o vínculo de forma unilateral. É uma libertação para os atletas que se viam vinculados aos clubes. Foi feito para dar liberdade à relação, é o que diz a lei. Hoje, os clubes têm como coibir esse aliciamento. A multa rescisória é para evitar isso.

DE – A procuradoria do STJD deverá denunciar o Inter por aliciamento.

Caputo Bastos – Eu li. Estamos muito preocupados com isso, pois tememos que haja uma contradição do nosso julgamento com o do STJD. Esse caso é de responsabilidade da Justiça do Trabalho, não do STJD.

DE – O senhor comentou que basta ao trabalhador depositar o valor da multa rescisória para deixar o clube, é da lei. Então por que o TRT paulista não aceitou o depósito em juízo de Oscar ao São Paulo?

Caputo Bastos – Essa questão se resolve pelo pagamento da cláusula penal. Se Oscar deu justo motivo para o rompimento, ele arcará com esse pagamento. Se foi o São Paulo, o clube é que pagará ao jogador. Não sei em que circunstâncias ocorreu essa tentativa de pagamento.

DE – Quantos anos o senhor tem de TST?

Caputo Bastos – Tenho 12 anos. E jamais peguei um caso tão intrincado como esse.

Comentários (157)

  • Raul diz: 24 de abril de 2012

    Como assim onde ele PODE trabalhar? Ele pode trabalhar onde bem entender, desde que pague a multa rescisória, que o são paulo não aceita receber… aliás, aquela ameaça do são paulo de que ou ele volta em 90 dias ou vai tomar as medidas cabíveis também é incompreensível… qual seria a medida cabível? vai cobrar a multa rescisória? e por que não aceita o pagamento amigável então? o São Paulo está fritando o menino com a ajuda da justiça obreira, que tanto defendeu os trabalhadores em outras oportunidades. Começo a desconfiar que tem mais por baixo dessa história do que aquilo que consta dos autos do processo…

  • Itamar Terra Oliveira diz: 24 de abril de 2012

    É simples paguem o que está contratado e o São Paulo o liberará,ponto final.

  • iderlan diz: 24 de abril de 2012

    VEJAM COM SEUS PROPRIOS OLHOS COLORADOS? NÃO É ONDE O OSCAR QUER TRABALHAR E SIM ONDE ELE PODE TRABALHAR!! PALAVRAS DO MINISTRO PORTANTO ESPEREM O PROCESSO CHEGAR EM BRASILIA E VCS VAO VER PRA ONDE ELE VAI! SE EU FOSSE COLORADO TIRARIA DA CABEÇA ESQUEÇAM O OSCAR QUE ELE COM O BOLSO CHEIO JA VAI ESQUECER DE VOCES!! SAUDAÇOES TRICOLORES!!

  • Diogo diz: 24 de abril de 2012

    Pelo que entendi ele deve explicações ao clube ao empregador, que ele tem o direito de jogar. Onde no clube empregador.: São Paulo.
    Até que um dia vão dar um basta na pirataria, mas o Inter tinha que ser pinido com no mínimo 60 dias. Ainda tem o caso do Winck e do Fred.

  • Miguel diz: 24 de abril de 2012

    O que os colorados querem é passe sobre leis e contratos, desde que seja em prol do seu clube é claro!!!

  • ilo fantinel diz: 24 de abril de 2012

    Por que voces não publicam o video no you tube, do pobre trabalhador
    charando e agradecendo ao São Paulo, por sair da miséria, junto com a sua
    familia, vamos parar com a hipocresia.

  • adonis diz: 24 de abril de 2012

    caso oscar no TST

  • Marcos Gaudério em Floripa diz: 24 de abril de 2012

    O que tem de relevante a idade de 53 anos, do senhor ministro? Se tem competência para julgar que profira sua decisão senão decline competência. O Internacional, “pirateou” o atleta e deve sim ser exposto e condenado pecuniariamente, acompanhem-me enquanto relator.

  • Ronaldo diz: 24 de abril de 2012

    para os advogados tricolores paulistas e gauchos de plantão…querem mais CLARO do que isso???

  • luiz diz: 24 de abril de 2012

    Não sei não. Mas espero que este juiz não tenho sido “aliciado” pelo Inter também. É muito estranho um profissional, ainda mais um juiz, ficar dando opinião sobre julgamentos antes de ser requerido isto dele em juizo. O que vem de Brasília, com o tráfico explícito de influência da Dilma em relação ao Inter é de se desconfiar.

  • ismael salim diz: 24 de abril de 2012

    a imagem do colorado esta ranhada com este episódio, o clube deve deixar o rapaz seguir para quem detem o direito de te-lo, não se trata de nenhum pelé, e sim um bom jogador, o inter deve largar mão disso.

  • Julio Fleck diz: 24 de abril de 2012

    Benfica e Behs,
    O que ninguem ainda explicou neste caso é porque não se consegue pagar a multa rescisória.
    O valor da multa não era aproximadamente de R$ 10.000.000,00?
    E se o valor é este, não foi o que o Inter se dispos a pagar?
    Gostaria de saber qual é o valor? Algo continua muito estranho…

  • torcedor independente diz: 24 de abril de 2012

    Ninguém pode ser obrigado a trabalhar e, no caso, jogar, onde não quer.Na época da escravatura, os escravos eram obrigados a servir o seu patrão, “ad eternum”.Como existe a tal cláusula penal, já deveria ter sido feito esse pgto, mediante deposito em juizo, para liberar o Oscar de qualquer compromisso e assim poder jogar onde quer.E qualquer outra discussão, exclusivamente de caráter indenizatório, ter o seu seguimento.Mas o que está acontecendo em impedir o Oscar de trabalhar é demais.

  • roberto diz: 24 de abril de 2012

    COMO É QUE É??? Quer dizer que para o TST DO BRASIL, há trabalhador e trabalhador??? Quer dizer que tem trabalhador que tem preferências no TST???? QUE VERGONHA……..

  • Vitor tricolor de aço paulista diz: 24 de abril de 2012

    Bairrismo, que isso ? é falta de vergonha na cara mesmo, esperem até algum empresário ou clube fazer com o Inter o que fizeram com o São Paulo, se caso Oscar seja liberado para jogar no Internacional do jeito que aconteceu a situação, muitos clubes vão parar com categorias de base, muitos ja não tem, agora a fila vai aumentar.

    Abre o olho gauchos, um dia podem ser voces os enganados, ai quero ver o que voces vão dizer na midia, juiz carioca ??? existe algo sério no Rio de Janeiro ??? é até bom este posicionamento para o São Paulo ja negociar a mudança de juizes, é Marin realmente vamos precisar de voce, fazer o que ? estão provocando.

  • ronaldo diz: 24 de abril de 2012

    Assim como os de muitos trabalhadore humildes, qe foram aleijados, incapacitados, mutilados,…. por aidentes de trabalho. assim como os trabalhadores que foram sacaneados pelas empresas, os funcionarios da varig que nao receberam p… nenhuma, nos funcionarios da ulbra que sao demitidos e ao recebem sua rescisão!!! e muitos outros casos pelo brasil que necessitam de soluções urgentes. porque tem que ser o escolhido oscar o privilegiado??? sou colorado, mas acredito que o interesse do povo (que alimentam os clubes com $$), estão acima do interesse de dois grandes clubes e uma pessoa, um trabalhador… somos milhares com processo travados a anos em brasilia… #ficaadica ZH

  • Jorge diz: 24 de abril de 2012

    Engracado, o “trabalhador” Oscar recebeu 4 milhoes do Inter, e recebe certamente cerca de 200 mil mensais. Estao preocupados que ele tenha que imediatamente continuar trabalhando ??? Pobre Oscar, deve estar com o condominio atrasado.
    So no Brasil…

  • Miguel Gareppe diz: 24 de abril de 2012

    Oscar é um privilegiado, pois além de estar em um grande clube têm outro clube grande brigando por ele na justiça. Agora o São Paulo não aceita que o Oscar deposite o valor da multa e exige a volta do jogador e a imprensa divulga isso amplamente. O que a imprensa não divulga, e que todos os dias os clubes procuram os jogadores que consideram que não estão dando ao clube o retorno por eles esperado para rescindirem seus contratos. E oferecem acordo pela CLT e oferecem um valor bem abaixo da multa para demitir o funcionário. O jogador é obrigado a aceitar, sob ameaça de ficar sem exercer sua profissão enquanto não assinar. Espero que esse episódio do Oscar ajude a mudar esse modus operandi dos clubes de futebol.

  • jorge missel diz: 24 de abril de 2012

    Um caso simples de julgar ele não quer jogar no sao paulo, por que insistir o que diz no quinto artigo da constituição de 1988,pelo amor de DEUS o que querem mais deixem o rapaz jogar e principalmente onde ele quer tentou pagar o sao paulo o mesmo não quiz o que quer mais deixem de ser estupidos.

  • João Justo diz: 24 de abril de 2012

    A demora para a decisão desse enrosco, prejudica primeiramente o atleta que fica sem jogar futebol e depois o Internacional que perde muito sem esse atleta em campo, ainda mais nas partidas decisivas que terá pela frente. Quanto ao São Paulo esse não tem nada a perder, pois o time está sem o Oscar a muitos anos, e não está atrapalhando o desempenho no campo. Se houver justiça esse caso vai encerrar o mais breve possivel e o Oscar jogará onde ele tem vontade e direito, ou seja no Sport Club Internacional.

  • LUIZ SOLTAU diz: 24 de abril de 2012

    ATÉ QUANDO VAI ESTA NOVELA? ONDE ESTÁ A JUSTIÇA DO TRABALHO,LEI DO
    PASSE, CBF,FEDERAÇÃO GAUCHA? EMBORA OS DIREITOS SEJAM PARA TODOS, O OSCAR NÃO É UM EMPREGADO QUALQUER, AS PARTES TEM QUE SEREM MENOS
    RADICAIS E ENTRAREM NUM ACORDO.

  • Fernando diz: 24 de abril de 2012

    Ou seja, sugiro que as Gazelas com MBA em direito desportivo, que com frequência dão palpites em assuntos que desconhecem, comecem a se preocupar pois muito em breve Oscar estará de volta…jogando onde ele quer. Preciso dizer onde?

  • INDIGNADO diz: 24 de abril de 2012

    ESSA É M DA JUSTIÇA BRASILEIRA,INCOMPETÊNCIA E SUBORNO PREVALECEM.SE ESTÁ,É,SABEM QUE É ASSIM…,PQ ESSE TAL DE TRT SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE NÃO ACEITOU O DEPÓSITO EM JUÍZO DO OSCAR? QUAL O INTERESSE? QUAL O SUBORNO Q O SPFC ESTÁ PAGANDO AO TRT PAULISTA? QUE VERGONHA ALIADA A INCOPETÊNCIA DO TRT. SEJAM PROFISSIONAIS E DEIXEM ESSE JOGADOR FAZER O Q SABE,PROFISSIONAL HONESTO E HUMILDE Q FICA MERCÊ DESSA JUSTIÇA PODRE,E ESSE TAL DE SPFC,JUNTAMENTE COM SEU PRESIDENTE ESTÃO MOSTRANDO A DECADÊNCIA DO VELHO E BOM SPFC. INTERESSE 10 X 0 COPETÊNCIA. VERGONHA TOTAL….

  • Demian diz: 24 de abril de 2012

    Eu acho que o OSCAR tem o direito, como trabalhador, de trabalhar onde quiser, mas desde que seja honesto com suas responsabilidades.

    Se não quiser trabalhar onde possui contrato (São Paulo), que peça a rescisão do contrato e pague a multa.

    Agora querer “enrolar a justiça” e se fazer de coitado não dá. Tomara que os Ministros deem o exemplo neste caso. É muito simples.

    O Brasil tem que parar de ser o país do pão e circo. Basta de pessoas quererem ser malandras. E espero que o empresário do Oscar devolva ao Inter o valor da venda de algo que não era dele.

  • tapa na cara diz: 24 de abril de 2012

    contrato com time de futebol não vale nada. Assina num dia, embolsa as luvas e vai embora no outro. Essa justiça é outra piada, manda cumprir contrato e o jogador diz que não cumpre e pronto. viva o Brasil.

  • Tiago Motta diz: 24 de abril de 2012

    Pelas palavras do ministro, e por aquilo que se pode tirar pelas entrelinhas, aquilo que ele não pode falar explicitamente, se conclui alguns pontos.

    1 – O TST só não deu efeito suspensivo porque se sentiu obrigado, por questões burocráticas, a vencer todas as questões ainda pendentes no TRT-SP. Ta bem nitido que o Tribunal vai decidir em favor do trabalhador, no caso, o Oscar, que é deixar ele trabalhar onde deseja. “Estamos sensíveis às questões dos clubes, mas muito mais à do trabalhador. Ele tem o direito constitucional de trabalhar.”

    Além de que ele ja mostra que a argumentação do SP de dizer que “ele pode sim trabalhar, e só ir pro SP”, é inaceitável.

    2 – O ministro percebeu claramente que houve decisão politica no TRT-SP, como ele deixou implicito na primeiro resposta “sob pena de a nossa decisão sair do contexto e ser inapropriada”. Além de fazer pressão pra solução imediata da questão pelo TRT, o que deixa a entender que ele classifica esse atraso de soluções do tribunal de SP, como a questão da definição do valor da multa recisória, como proposital, favorecendo os interesses de pressão psicologica do SPFC.

    E a parte que mais explicita que ele entende ja ter decisões politicas e “sujas” na questão, é essa: “Estamos muito preocupados com isso, pois tememos que haja uma contradição do nosso julgamento com o do STJD. Esse caso é de responsabilidade da Justiça do Trabalho, não do STJD.”

    Ou seja, meus amigos, é questão de tempo pra acabar com o joguinho de cena do SPFC de “a vitima honesta e ética do futebol brasileiro”.

  • jefferson diz: 24 de abril de 2012

    Muito boa a entrevista. Tomara que o ministro mantenha essa linha de raciocínio e não se deixe influenciar pela grande maioria da imprensa paulista e da ridícula decisão do TRT de SP.

  • Oscar diz: 24 de abril de 2012

    Parabéns pela entrevista, foi a primeira vez que vi notícias decentes sobre este assunto que apavora a nação colorada! Deixem o Oscar trabalhar e VAMOOO INTERRRR!!!

  • Ivan Dias diz: 24 de abril de 2012

    INTERESSANTE ENTREVISTA. PORÉM ACREDITO QUE TAMBÉM PELO MEUS DEZ ANOS DE ADVOCACIA TRABALHISTA, NÃO HAVENDO ACORDO, O “NOSSO OSCAR COLORADO” TERÁ QUE PAGAR MULTA, OU SEJA, NÃO CONSEGUIRÁ REVERTER A DECISÃO DA JUSTIÇA ESPECIALIZADA.

  • José Ferreia diz: 24 de abril de 2012

    Bom, o negócio entre o Oscar e o São Paulo é simples, só que o São Paulo esta sendo muito ardiloso, qualquer trabalhador que não queira mais um vinculo com qualquer empregador deve comunicá-lo e terá sua rescisão de contrato, isso está bem claro na legislação trabalhista, se o TRT de São Paulo determinou que ele deva se reapresentar ao São Paulo, ele deve fazer, e quando chegar lá deve solicitar por escrito a direção a sua rescisão, acho que ficaria bem mais simples o caso e o TRT de São Paulo não poderia ter outra decisão senão a de liberar o atleta para atuar por outro clube.
    Abraços a todos!!!

  • Miguel Moraes diz: 24 de abril de 2012

    Até que enfim um juiz isento interpreta a lei e não uma paixão de juiz/torcedor. Pois se os contratos podem ser rompidos unilateralmente desde que pague as penas previstas no contrato, por que este TRT não aceita o pagamento do Oscar? me parece abuso de poder?o juiz interpreta a lei , não a sua vontade própria. bom senso às vezes é bom.

  • Ricardo diz: 24 de abril de 2012

    Bastante reveladora essa entrevista do ministro.

    Diz ele: Estamos sensíveis as questões do clube mas MAIS sensíveis as questões do trabalhador.

    Ora, não precisa ser nenhum gênio para entender que o TST vai liberar o jogador para trabalhar (ONDE ELE ESCOLHEU – seu direito constitucional).

    Aliás, me parece que o tribunal paulista não deu muita bola para essa questão, ou seja: A justiça trabalhista deve proteger o TRABALHADOR.

    Mas o TST vai corrigir isso, e LOGO.

    Abraços.

  • Zé diz: 24 de abril de 2012

    Me desculpe o Ministro, se este caso é intrincado, então o que seria fácil. No é a toa que vemos (ou vimos…) diariamente decisões sem o menor cabimento.

  • SILVIO MAIA diz: 24 de abril de 2012

    OTIMA ENTREVISTA!!!
    ACHO Q NÓS LEVAMOS ESTA , QUER DIZER Q EU NÃO POSSO TRABALHAR ONDE EU QUERO? BRAZIL……
    RUMO AO TRI !!!!

  • Rui Galvani diz: 24 de abril de 2012

    Parabéns pela matéria e pela entrevista. Ao que tudo indica o ministro está bem inclinado a levar como peso maior a vontade do jogador/trabalhador. Agora é torcer.

  • niuton goularte soares diz: 24 de abril de 2012

    espero que o nosso oscar por vontade dele proprio,se desenrrole,mais rapido possivel,e volte a jgar pelo inter pois a aqui que ele c sente bm e vai jogar,o sao paulo,ja era c fosse pra jogar em sao paulo triam valorizado o guri,mritos para o inter,que foi um passo gigantesco do atleta para o futbol internacional.

  • André Pereira diz: 24 de abril de 2012

    O caso é mais simples do que parece. Existe um contrato, com uma clausula penal de quebra para saída do mesmo, basta a justiça ler o contrado e definar o valor da multa, o Osacar paga ao São Paudo e pronto. A nossa morosa justiça está complicando, quando deveria ajudar as partes. Sou colorado e entendo que o São Paulo deve receber o valor justo, não o que estão pedindo, o Oscar no São Paulo era apenas uma promessa, nada mais. Aproveitadores da situação. Lamentável

  • mario roberto diz: 24 de abril de 2012

    MAS QUAL A INDECISAO O GAROTO NAO QUER JOGAR NO SAO PAULO NAO FOI SEQUESTRADO PRA JOGAR NO INTER SERA QUE ESSE PAIS VAI CONTINUAR A NAO RESPEITAR A VONTADE E DECISAO DAS PESSOAS O DIREITO DE IR E VIR SINCERAMENTE EU NAO QUERO ACREDITAR NISSO O DIREITO DE QUEM QUER TRABALHAR ONDE QUER NAO TEM VALOR E A TORTURA NO GAROTO POR FAVOR SENHOR MINISTRO ACABE COM ISSO E DEIXEM O GAROTO TRABALHAR ONDE ELE QUIZER OBRIGADO.

  • mario huaskar diz: 24 de abril de 2012

    Penso que um homem deve ser livre, ninguém pode ser escravo, ser forçado de trabalhar onde não se sente bem, e não gosta. Causa estresse, a pessoa não rende no trabalho, não dá vontade de sair da cama para trabalhar. Já passei por isto, e felizmente sou mais livre do que o jogador. Pois só tive de pedir demissão. E pude ser feliz em outro lugar. Se trata aí de liberdade. A não aceitação do dinheiro pelo são paulo, se dá mais por birra do presidente do são paulo com o empresario. e o homem, o ser humano é que sofre.

  • paulo martinez nunes diz: 24 de abril de 2012

    Finalmente um JUIZ com letras maiúsculas, onde o cidadão, o trabalhador e o ser humano está acima de todos os preconceituosos do futebol gaúcho, acima de todas as emoções maldosas e interesseiras paulistas.

  • rocha pohl diz: 24 de abril de 2012

    o ministro parece ser um homem correto e sensato…
    a questão não envolve aliciamento mas sim indenização do Oscar ao são paulo…
    é a questão de apurar os valores a serem pagos conforme prevê a cláusula rescisória…
    o resto…é papo furado…..

  • Antonio Carlos diz: 24 de abril de 2012

    O Inter etá aliciando o Oscar? Isto não confere, é só conhecer o motivo do imbróglio do Oscar com o SP, antes mesmo do Inter aparecer no negócio.
    Agora eu pergunto, como foi o caso do Ilsinho com o SP?????

  • osmar fernando diz: 24 de abril de 2012

    Bah, sensacional a entrevista conseguida por vcs. Parabéns.
    Com relação ao conteúdo, digo que em face da singeleza da matéria, seriam ociosos maiores argumentos.
    Fico, pessoalmente, muito gratificado com os conceitos emitidos pelo Exmo. Sr. Dr.Ministro do TST pois corrobora tudo aquilo que venho me manifestando, inssistentemente, nesse sentido nos blogs daqui e de SP.
    Mais uma vez parabéns, pela brilhante entrevista.

  • JOAO NUNES diz: 24 de abril de 2012

    Pelo que deu prá entender da matéria supra, surge oficialmente um quarto interessado na solução do caso , sendo que este último interessado possue um curriculo altamente suspeito pois pertence a categoria dos IMORTAIS.A entrevista com o magistrado deixa transparecer que as perguntas tentam direcionar que o são paulo obtenha sucesso, passando a ser a vitima do jogador e do INTER. Por outro lado o magistrado deveria abster-se de comentar um processo que futuramente terá em mãos.

  • Paulo A diz: 24 de abril de 2012

    Sou gremista e obviamente, gostaria de ver o Oscar no São Paulo, no Barcelona, em Milão, em qualquer clube ou lugar, menos no inter… Meu lado gremista ainda acha que é bem feito pra aprender a ter ética. Mas mesmo que o garoto merecesse castigo, e que o inter merecesse castigo, e que os empresários do Oscar merecessem castigo, ainda assim este castigo imposto, talvez pelas circunstâncias, é demasiado. O jogador perde ritmo, perde foco, sofre inegável abalo moral, prejudica o clube e a equipe (e isso é da essência do futebol, trabalhar em equipe), então, acaba prejudicando diversos projetos que envolvem terceiros também, além de frustrar a expectativa de uma enorme coletividade, parcial, mas expressiva (torcida). O que acho mais lamentável é que há concordância em relação a estes aspectos por parte do Judiciário. Há além disto, preocupação pela urgência com que o assunto deve ser tratado, no entanto, na prática, não se trata o assunto como urgente. As tramitações parecem seguir seu ritmo e ordem absolutamente normais, inclusive neste caso… Me intriga e me preocupa esta severa preocupação com o rito, especialmente em se tratando de uma justiça especializada, que tem como um de seus princípios a simplicidade, a oralidade, a celeridade e a preocupação com o contrato-realidade…

  • Roger Jones diz: 24 de abril de 2012

    Se o Inter vencer no STJ então cai por terra qualquer moralidade no futebol. Qualquer vínculo poderá ser desfeito com esse tipo de desculpa esfarrapada. Não se trata de grenalismo, mas de ética. Existe um conluio PODRE entre atleta, procurador e Inter, e isso ficou ÓBVIO durante a avaliação desse caso. Se o Oscar se sair “bem” dessa, então os outros clubes podem rasgar os contratos com os seus jogadores pois não valerão mais nada. Tenho até uma dica para dar ao tricolor dos pampas: Recomento que o Grêmio venda o Mario Fernandes para o time da Russia e depois ALICIE-O para que volte. Quando pisar de volta no Brasil, depois de uns poucos meses na Russia, basta dizer “ninguém pode me obrigar a jogar onde não quero”. Depois disso, consiga-se uma liminar e use-se como argumento que ele era obrigado a jogar em “ambientes frios”, partidas “abaixo de zero”, e que era obrigado a comer comida “ruim”. Pronto… consegue-se um juiz gremista e ele tem uma liminar. Joga alguns jogos até que seja impedido pelo clube russo. Mas… daí usamos o sentimentalismo, colocamos o Mario a chorar na TV, chamamos ele de “menino inocente”, “não sabia o que estava fazendo”, chamamos os russos de “piratas históricos” e conseguimos uma liberação para o jogador. Passado algum tempo, quando os russso pedirem o dinheiro que pagaram de volta, iremos negociar. Ofereceremos 4 milhões e meio, depois “no máximo 10″. Enquanto isso, damos risada e fazemos chantagem com os juizes patetas daqui. Após muita pressão… tcha, tchan !!! Ele será nosso de novo, quase de graça, graças à nossa esperteza e a TOTAL FALTA de ética. Somos… mas quem não é? Afinal, é de falcatruas espertas que o futebol brasileiro está precisando, certo biscoito?

  • Rerigueri diz: 24 de abril de 2012

    UMA AGRESSÃO AO ART.28 DO CÓDIGO DE ÉTICA DA MAGISTRATURA. Quem quiser seguir na carreira, por favor, atente-se e não tomeo senhor como exemplo. Poderá, por mero descuido, ser alegada sua falta ética e mesmo sua suspeição!

  • Enei Roberto Silva diz: 24 de abril de 2012

    A justiça é mesmo muito complicada! Senão vejamos: se a lei permite a ruptura de um contrato de trabalho unilateralmente, porque se discute isso? Se o Oscar se propôs a depositar a multa rescisória do contrato em juizo, até que sejam ultimados os cálculos, porque não foi aceito? O problema é que as leis, no Brasil, são feitas para dar margem a discussões ridículas desse teor. A justiça, ao meu ver, é uma vergonha. É um atentado ao bom senso dos leigos. Só os juizes a entendem…..

  • tricolor diz: 24 de abril de 2012

    vão se lasca gauchada de merda!

  • Paráclito diz: 24 de abril de 2012

    Como o Juiz Guilherme Bastos, magistrado que dignifica a Justiça do Trabalho, estamos torcendo pela liberação do Oscar. ELE TEM TODO O DIREITO DE VOLTAR A EXERCER SUA PROFISSÃO. A decisão do TRT paulista foi de um juiz que vestiu a camisa do tricolor do morumbi e desprezou o Direito. Como dizia um colega, foi teratológica.

  • Everton diz: 24 de abril de 2012

    Olá internautas,,2005 o Inter foi prejudicado pelo Corinthians, 2008 o nosso rival Grêmio foi prejudicado pelo São Paulo e 2012 o próprio São Paulo está irritando nós colorados,,então os times do centro do país prejudicam os GAÚCHOS, mas na raçã ninguem ganha de nós, ( não ta morto quem peleia….)

  • Tony diz: 24 de abril de 2012

    Mas quem fez essas perguntas? o Presidente do SP? a bairrista imprensa paulista? nossa senhora, mais uma vez o grupo RBS vergonhosamente prejudicando ao Inter, pode cair o mundo que nao compro nada de vcs, nem uma ZH, vergonhaaaaaa!!!

  • P.A diz: 24 de abril de 2012

    Diante dos relatos do ministro não se pode chegar a outra conclusão, se não que, como unica solução rapida do litigio é a conscessão da liminar de efeito suspensivo, seria a unica solução rapida e lógica para a situação. Fatos a analisar: Jamais o tribunal vai decidir de forma à privar o trabalhador de sua função, principalmente um jogador cujo o interesse é nacional (olimpiadas). Isso aliado ao fato de que Oscar não volta em hipotese alguma ao São Paulo. Restará a esse, através das vias legais adequadas, tentar valer seu direito, até o momento procedente (multa rescisória determinada), ou ainda optar pelo acordo. Na minha ótica não vislumbro outra solução plausívell, a princípio.

  • GUIDO diz: 24 de abril de 2012

    Sr. Caputo Bastos Eu tenho certeza que o sr. endenteu muinto bem o caso Oscar nao tem como obricar o jogador jogar , onde já falou inclusive oficialmente , em comunicado ao SPFC que nao vai mais jogar lá, pelo que eu endendo de lei só tem um jeito colocar o atleta voltar a trabalhar aonde deseja e é muinto bem acolhido , e só defenir o valor real da multa recisoria , se nao pagar ai é outra historia , mas nao teijar o que nao bode prevalezer é a estubites e a arogancia do sr. Juvenal Juvencio achar que é que manda ate na justiça do trabalho.

  • Brum diz: 24 de abril de 2012

    Só no Brasil para um juiz sair brilhando na mídia. Se houver um mínimo de ética nesse caso esse senhor será afastado. Simples. Mas nada é sim na terra brasilis…. Triste, muito triste!!!

  • Moisés Farias diz: 24 de abril de 2012

    bem pessoal, o Oscar não esta sendo impedido de trabalhar no S. Paulo, como a justiça do trabalho vai julgar um caso se o próprio trabalhador não quer trabalhar? E mais, porque o s. paulo não entra com manisfesto a FIFA no caso Oscar, pois o inter não o libera para se apresentar em são paulo? Olha se o inter levar esta, esta berta a porta para outros jogadores fazerem o mesmo que o Oscar.

  • Humberto diz: 24 de abril de 2012

    Espero que publiquem porque a imprensa gaúcha “tendenciosa, parcial e bairrista” só publica abobrinha sobre o assunto. O caso é simples, Oscar corrompido pelo seu procurador simulou problemas para romper unilateralmente um contrato, apoiado por uma liminar, não pagou nada, recebeu R$ 5 milhões, seu procurador uma boa grana enfim, aqui não há ingênuos, não há trabalhador ferido no seu direito. Há um procurador mau carater, que fez o mesmo com Casemiro e não teve sucesso, um menino mal orientado seduzido por dinheiro, e por tras de tudo isto o Inter que sem dúvidas participou da arquitetada sedução e aliciamento. Vejam o Oscar vale mais de R$ 30 milhões, saiu sem pagar se valorizou e deu um prejuízo ao clube que o revelou e que deveria ter lucrado com isto, se sair ileso, o futebol brasileiro descambará pois contratos não precisarão mais ser respeitados.

  • cristian rogerio scheffer diz: 24 de abril de 2012

    o sao paulo nao pode obrigar o jogador onde ele nao quer jogar

  • kiko diz: 24 de abril de 2012

    Ministro Caputo. Já passou da hora de dar um basta a esse assunto. Como o Senhor bem disse, a liberdade de trabalho, enquanto garantia consitucional, há de prevalecer. O Oscar não fugiu do SPFC, mas sim foi liberado pelo Judiciário Trabalhista. Celebrou um contrato com o S.C.I. legítimo e que vem sendo cumprido de fato e de direito. É por demais lógico que a relação celebrada com o S.C.I. é dotada de boa-fé e, como ato jurídico perfeito, não pode ser objeto de qualquer lesão. Não vi ninguém comentar, mas há um erro gravíssimo por parte do Jurídico do SPFC. Não houve reconvenção no processo, medida essa que possibilitaria a imposição da cláusula penal caso o atleta Oscar perdesse a demanda. Portanto, somente após o trânsito em julgado favorável ao SPFC, esse clube paulista poderia cobrar a multa na forma da Lei e não o que pensa ou estima que seja devido. Dessa forma, diante da manifestação de vontade clara do trabalhador Oscar, não há porque haver qualquer espasmo de dúvida a respeito da concessão do efeito suspensivo por essa nobre Corte. O prejuízo do SPFC – caso venha a ser julgada improcedente a demanda – será dirimido com a cobrança da cláusula penal. Pensar diferentemente disso é contrapor o Estado democrático de Direito, bem assim desrespeitar normas de ordem internacional ratificadas pelo Brasil. Trabalho forçado, como se quer impor pelo SPFC é ilegal e é crime segundo as orden internacionais. Vamos parar de pensar do ponto de vista político e vamos seguir a Lei. Caso contrário, o Congresso Nacional vai invadir o TST com toda a sua lama……

  • joão alberto diz: 25 de abril de 2012

    A LEI TRABALHISTA NÃO FALA EM EMPREGADO ESPECIAL, É CASCATA DESSE JUIZ, SE SEGUIR ESTA FARSA VEREMOS A MAIOR ONDA DE RECURSOS DE ADVOGADOS COLORADOS, ATÉ A OIT, SE NESCESSÁRIO. QUEREM ENGANAR A QUEM? LIVRINHOS DA LEI TRABALHISTA BRASILEIRA SE COMPRA EM QUALQUER BANCA OU LIVRARIA, DE QUALQUER CIDADE BRASILEIRA. O MAXIMO, É PAGAR MULTA ESTIPULADA NO CONTRATO, OUVIU BEM, A ESTIPULADA, O RESTO É DELÍRIO PATRONAL, OU PAULICÉIA DESVAIRADA!

  • Andradaço diz: 25 de abril de 2012

    inter, FIASCO DE TUDO!!

  • Raul diz: 25 de abril de 2012

    Perfeita a análise do ilustre Magistrado. O São Paulo está fazendo embromação para extorquir o máximo possível de Oscar ou do Inter, ou de ambos. Uma vez que o processo foi repassado ao TST, somente a ele compete decidir, seja pela conciliação das partes ou arbitrando valor de ressarcimento ao São Paulo e fim de papo.

  • Carlos Avila diz: 25 de abril de 2012

    Vocês da RBS são uma piada mesmo, deviam trabalhar com o uniforme do SCI.
    Até tentativa de alienação ao TST vocês fazem. Parabéns, a diretoria do SCI deve pagar muito bem para que vocês façam tudo isso por eles.

  • Luiz Carlos Gonsalves diz: 25 de abril de 2012

    Enfim uma voz sensata e coerente. o inacreditável é que se leve todo esse tempo para
    para por em prática o que está na lei de forma tão clara

  • Focus diz: 25 de abril de 2012

    O que significa trabalhador comum? Ele é de outro mundo? Não esta no tribunal do trabalho como todos os brasileiro? Os outros brasileiros não tem importância social? Porque está diferença? Eu tenho processo no TST e até agora não houve julgamento,o que diferi este trabalhador dos outros? È porque irá na olimpíada? Ele salva vida como eu,e estou esperando uma resolução, talvez esta seja, mais importante do que uma olimpíadas,que até hoje não temos medalhas, mas continuamos vivendo,não?? Porque este caso é intrincado? É só seguir as leis,como fazem em todos os outros caso?Mas acho que não tem tanta importância como estão dizendo,quem entra na justiça sabe que poderá ganhar ou perder,este jogador deveria saber?

  • marcio diz: 25 de abril de 2012

    POR TRÁS DESSA HISTÓRIA DE ALICIAMENTO DO OSCAR, TENHO CERTEZA QUE ESTÁ AQUELE EX DIRIGENTE DO INTER QUE O RENATO GAUCHO, MANDOU ELE PENDURAR UMA MELANCIA NA CABEÇA POR QUE GOSTAVA DE APARECER DEMAIS, OFENDENDO ATÉ A HONRA DO PAI DE UM ARBITRO GAUCHO. FELIZMENTE O PRESIDENTE LUIGI MANDOU ELE EMBORA. E FOI TARDE DEMAIS.

  • Geraldo diz: 25 de abril de 2012

    Todo o imbróglio vai depender do jogo de hoje do Inter com o Fluminense…se o Inter perder, pronto! Oscar liberado sem problema….mas se o Inter ganhar…..oscar continua vetado…..é o futebol sendo jogado em varias camadas da sociedade….os paulistas não suportam mais ver o Intar ganhando todos os campeonatos internacionais….resolveram jogar contra….isso é uma vergonha….o judiciario jogando bola com toda a desonestidade inerente aos brasileiros !!!!

  • Rafael diz: 25 de abril de 2012

    Se fosse um pé rapado como nós ficaria apodrecendo sem ter mérito de julgamento. Mas como é jogador de futebol tem que ser urgente, vão atras dos bandidos e julguem todos os processos atrasados. Trabalhador espera 10 anos pra ser julgado, empresa quebram pela incapacidade dos ministros e juizes em julgar ações, mas jogador de futebol tudo tem que ser rápido. Tenham o minimo de vergonha na cara.

  • Marcelo diz: 25 de abril de 2012

    Bom dia.

    Meu comentário e breve e direto:

    Conheço várias irregularidades de centenas de trabalhadores comuns que não viram notícia no TST.

    “O $$ move o mundo””

    Sds.

  • Thiago de Oliveira diz: 25 de abril de 2012

    O Oscar não quer jogar no São Paulo e ponto final.
    Quem aqui não sabe que a pior coisa que existe, é trabalhar onde nao gostamos??
    Essa história do São Paulo querer o Oscar de volta, é só mais uma jogada dos paulistas.
    Não disputam nada esse ano e querem ao menos ganhar uma ação na justiça!!

    VERGONHA!!!!!!!!!!!!!
    Vamo Inter

  • Leandro diz: 25 de abril de 2012

    A postura do SP está sendo corretíssima.

    Mesmo que ali adiante perca algum dinheiro, a ética, o caráter, a moralidade estão acima disso.

    Só uma questão para o blogueiro:

    Se alguém te deve R$ 17.000.000,00 tu aceitaria quitar essa dívida por R$ 4.500.000,00 ???

    Eu não.

  • Mario Sergio diz: 25 de abril de 2012

    Todos estamos preocupados com Oscar, pois é um talento sendo comprimido pela ganância do SPFC. Certamente a nação colorada está muito orgulhosa de ter um talento tão identificado com nosso clube e, esperamos que a justiça seja feita.

  • Adilson Moraes diz: 25 de abril de 2012

    Seria melhor pro São Paulo ter ficado quieto e deixado o caso de lado. É vergonhoso para o clube o jogador ir a público dizer que não quer jogar no São Paulo, que prefere o Internacional. Talvez aí esteja a maior causa da birra por parte dos São Paulinos em não aceitar a multa, nem liberar o jogador.

    E se fosse um clube da Europa a contar com o jogador nesse momento? Sim, pois quando o Internacional contratou o jogador este estava liberado pra jogar aonde quisesse, em qualquer clube. Gostaria de ver se o São Paulo implicaria tanto assim se tivesse que medir forças com um Barcelona, um Milan…
    Enquanto isso, perde o jogador, perde o internacional e provavelmente vá perder também a seleção olímpica por não poder contar com o jogador. E perde o futebol com toda essa mesquinharia jurídica.

  • Helmute Rickes diz: 25 de abril de 2012

    É incrivel ver o impasse que se formou no caso Oscar, em casos que involve
    outros clubes que não sejam do eixo Rio / São Paulo não tomaria tamanha
    concistencia como quando acontece com os clubes do Sul.

  • Samuel Ritter diz: 25 de abril de 2012

    Então é possível procurar os ministros e pressioná-los fora dos tribunais. Parabéns à dupla colorada por seu esforço para tentar manipular a opinião do judiciário.

  • Joao Pinguim diz: 25 de abril de 2012

    Olá Dupla Explosiva!
    Os senhores não acham que as notícias sobre esse “imbroglio” Oscar X São Paulo X Internacional estão muito tendenciosas , dependendo de qual imprensa ( RS ou SP) fala no assunto?
    Diante da verdade de cada lado, prefiro o lado que não é noticiado ou comentado, ou seja , a verdade.

  • Edurdo Lopes diz: 25 de abril de 2012

    Neste nosso país só consegue urgência com a justiça quem tem dinheiro e influência. Quantos trabalhadores, até pais de família desempregados, dependem de resoluções da justiça e ficam anos a espera. É uma VERGONHA. E o que é pior, mesmo tendo privilégios, quando a justiça não é em favor deles, não respeitam a decisão dos juízes. E não acontece NADA. Afinal são PRIVILEGIADOS.

  • Airton diz: 25 de abril de 2012

    Achei um absurdo a entrevista desse Juiz. Dizer que Oscar não é um trabalhador comum é de chorar e que tem que resolver o caso logo. Quer dizer, que se fosse um zé ninguém, o caso iria mofar???
    A constituição não diz que todos somos iguais perante a Lei??
    A solução é simples. No contrato do Oscar com o São Paulo deve existir uma cláusula recisória. Que o Inter ou o Oscar vá lá e pague a multa e está resolvida a questão. è simples. Porque ficar complicando. Na realidade o Inter e o Oscar não querem é pagar nada.

  • Joao diz: 25 de abril de 2012

    Por favor senhor Juiz ficar em cima do muro seria demais Sr Caputo bastos faça valer o seu titulo e tome uma desisao .

  • Ênio Brust diz: 25 de abril de 2012

    bom dia ,ou eu não entendi ainda,ou os juises estão procurando chifre em cabeça de cavalo,porque pelo que entendi o Oscar rompeu com são paulo,dentre outros motivos um deles foi de o clube não ter depositado o fgts dele;então pel que sei só esse motivo o tribunal pelo cumprimento da lei trabalista tem que dar ganho de causa pr Oscar.por iss não to entendendo o porque desse rolo todo;sem mais agradesso sua atenção até mais.

  • Hamilton diz: 25 de abril de 2012

    O pessoal do São Paulo está de brincadeira. Dizer que o Oscar foi vítima de aliciamento é palhaçada. O cara é maior de idade. Além disso, certamente, tem um empresário, um procurador, que cuidam de seus interesses. Aliciamento acontece quando é um incapaz e que não tenha quem o defenda ou oriente. Espero que o TST tenha equilíbrio e imparcialidade para decidir essa questão. Além do mais, tem a cláusula rescisória que o próprio São Paulo estabeleceu e agora não querem concordar. Se houve erro de avaliação em relação ao potencial do atleta, azar deles. Foi assim que o Grêmio, quando detinha o passe do Ronaldinho Gaúcho, deixou escapar de graça o vínculo com o atleta e acabou não levando um centavo na transação.

  • JACAO diz: 25 de abril de 2012

    Apesar da dificuldade de entendimento entre as partes, parece que todos concordam que deve ser paga uma multa recisória. A pergunta então é: destas ações todas que estão rolando, tipo novela, tem alguma que seja para definir sem questionamento o valor da multa? Ou o Inter tá com ação pra o Oscar sair sem pagar nada e o São Paulo com ação pro Oscar voltar a jogar por eles? Aí não vai ter fim mesmo. Acho que se focar juridicamente na definição do valor da multa termina logo isso. é tão dificil assim achar um juiz capaz de dizer: examinei o contrato e a multa é 4, é 10 ou é 17 milhoes?

  • Fernando R diz: 25 de abril de 2012

    Não sei o que mais impressiona neste caso o Ministro ter dado entrevista sobre um caso que nem sequer chegou as suas mãos ainda, o qual vai se pronunciar na qualidade de julgador já dando detalhes do seu posicionamento ou a força e lobby que O Sr. Lenadro Behs está dando ao caso para que o jogador tão logo consiga jogar por seu clube. Por acaso você está a serviço dos advogados do jogador e do inter? A dupla colorada não deve nem estar dormindo trabalhando junto com os advogados e no interesse do internacional. Só fala em favor do jogador picareta e do clube único clube pirata fifa do mundo….

  • Günther Inter diz: 25 de abril de 2012

    Até presente momento essa foi a notícia mais importante entre todas já divulgadas pois a maioria delas era especulação, divagação e malhação, aqui temos um ponto de vista de alguém com capacidade para emitir uma opinião real sobre o assunto. Parabéns Leandro, você foi alem do imaginário e nos proporcionou informação com respaldo.

  • SACI diz: 25 de abril de 2012

    Quando comentei que essa história do Oscar tá pior que novela voces nem publicaram meu comentário. E agora, o que todos acham dessa palhaçada?
    Isso deveria ser resolvido pelo juíz de pequenas causas e não ir parar em Brasília.
    Esse ´país vai tomar jeito quando…..

  • Vilson Schwab diz: 25 de abril de 2012

    “Estamos sensíveis às questões dos clubes, mas muito mais à do trabalhador.” É aí que se resume toda a questão, que deverá dar ganho da causa ao Inter, e os R$ da cláusula rescisória ao SP. “Pela visão que tenho da lei, o aliciamento é relativo, pois o atleta pode sair a qualquer momento de um clube”. Outro Fato simples. Onde mais ele se valorizou? No Inter, pois no SP ele não ganhou título nenhum. Aqui ele ganhou a Recopa, Gauchão se não me engano a Libertaores de 2010 ele já jogou tbm, e estava jogando uma Libertadores, o que valoriza muito os bons jogadores.

  • paulo roberto diz: 25 de abril de 2012

    Isto esta me cheirando a trama colorada, este juiz parece que ja esta decidindo para o colorado a permanencia do oscar.

  • jaime amaral diz: 25 de abril de 2012

    ficou muito claro na declaração do ministro do tst que oscar é do inter e que deve voltar logo aos gramados e que é o sao paulo que nao aceita conciliação de forma alguma então deverá vir pela multa rescisória mesmo ja chega de prejudicar o oscar e o inter nesse imbrólio.acabou a torcida contra dos gremistinhas…kkkkk…

  • angelo caldart diz: 25 de abril de 2012

    nada em desfavor de ninguém, mas é vergonhoso ler que o cidadão está preocupado com um único trabalhado, porque ele não fala de situações que estão no TST a muitos anos, cujos trabalhadores não percebem valores “milhares” todo mês, ao contrário…

  • Paulo diz: 25 de abril de 2012

    MEUS DEUS!!!! “Precisamos saber não só onde ele quer trabalhar, mas onde ele pode trabalhar”. Toda essa história cheira a SENTENÇA COMPRADA, É uma vergonha! Basta ver a ameaça, gravada, que o dirigente do SPFC, deixou no celular do Oscar. A Constituição serve para enganar trouxa. É a máfia do judiciário enriquecendo!

  • angelo caldart diz: 25 de abril de 2012

    É o fim tem tabalhador (perante a lei) que ó CARA, e os outros são comuns…

  • Kiko Uruguaiana diz: 25 de abril de 2012

    De que maneira o Ronaldinho Gaúcho saiu do Grêmio, Passe na federação gaúcha de futebol, sobre o salário na carteira de trabalho, na época R$ 2.000,00, LEMBRAM. O caso Oscar é idêntico, porém com um agravante aCBF e a FPF usaram indevidamente o STJD para intimidar um trabalhador e cidadão brasileiro e isso é crime, vai contra uma lei maior da constituição.
    Portanto o Oscar é cidadão, tem direitos,vai jogar no Inter e se quiser poderá processar o São Paulo, a CBF, a FPF e o próprio STJD, esse mesmo que deu o título de campeão brasileiro para o Corinthians, quando moralmente seria do Inter.
    As ameaças continuam: ‘ Não vai a olimpíada etc…, afinal agora eles estão mandando…..

  • angelo caldart diz: 25 de abril de 2012

    É o fim, tem tabalhador (perante a lei) que é o CARA, e os outros são comuns…

  • Antonio Carlos Menezes Reis diz: 25 de abril de 2012

    Tudo que acontecer daqui para frente nada vai amenizar o prejuízo que o Inter já teve e está tendo com a falta desse jogador no time. Isso graças a incompetência da diretoria do clube. O Inter podia ter resolvido esse problema a tempo se chegasse na diretoria do S.Paulo e pagasse o que o clube paulista exigia. Essa polemica vai longe e o resultado é incerto que venha favorecer o Inter.

  • alcir diz: 25 de abril de 2012

    Bom dia. Na minha opinião, entre oque tenho lido, O Inter aliciou o Oscar, foi anti ético, e o São Paulo está certissimo na posição que está tomando, em não fazer acordo. E mais, além de pagar financeiramente tem que ser penalizado com todos os pontos ganhos em partidas oficiais onde disputou com a presença do Oscar. Caso parecido aconteceu com o Caxias(time que sou sócio e torcedor), alguns anos atrás, o jogador em questão o ADILSON DO GREMIO, simplesmente foi levado do Caxias sem ônus algum, total falta de ética e profissionalismo da direção do Gremio, e a Imprensa de Porto Alegre divulgava como jogador criado na categoria de base do Gremio( neste caso a imprensa ou é mal informada, ou mal intencionada). Mas ai é tirar doce de criança(caxias), agora tirar doce de adulto(São Paulo) é totalmente diferente. Outra coisa, voces da imprensa deveriam ter uma posição firme contra o Inter e a favor da ética. Mas e a coragem…. de enfrentar a ira dos vermelhos e azuis, somando-se com o interesse $$$$. Gostaria de ler a opinião.

    Saudações grenas

  • afranio lucas diz: 25 de abril de 2012

    Simples de RESOLVER calcula a MULTA e deposita pro São PAulo…

    Mas o Oscar tem que pagar algum VALOR…

    E essa da seleção estar sendo PREJUDICADA e a PIOR… Quer dizer que os INTERESSES da seleção ESTÃO A CIMA DA LEI…

    ESSE É O BRASIL ONDE O R$ FALA MAIS ALTO…

    Abraço…

  • Luciano Flores diz: 25 de abril de 2012

    Nossa!!!
    Quanto erro de português.

  • Selva diz: 25 de abril de 2012

    O São Paulo poderia arrumar um comprador e enviar o guri pro exterior, então ele poderia voltar a trabalhar fora do clube aliciador e razoavelmente satisfeito.

  • abelardo diz: 25 de abril de 2012

    El caso de Oscar es lamentable e perjudicial para o atleta e para el futebol do brasil…tanto como SP F.C Como Internacional de POA..DEVEN de buscar uma forma mas humana posible de se acertar …Oscar nao quer jogar no SP. ok Que Oscar pague a multa recissoria ao SP. E pronto…si SP ….nao aseitar o acordo da multa…ai o SP….esta sendo maliciosso e querendo perjudicar o atleta e ao futebol brasileiro..tudo isso acontese por a lei PELÉ que faz tempo que teria que ser estinta …e AGORA TCHE?

  • Edson diz: 25 de abril de 2012

    O São Paulo ta equivocado e deve ser punido , porque só arruma confusão e principalmente junto ao INTER , já á muito tempo…a FIFA deve punir o São Paulo para eles acordarem…pois o Oscar tava até proibido de pisar no Morumbi , quando o INTER o contratou…agora eles querem mover uma múmia que ja tava morta e enrolada á tempo….são uns demagogosque só querem confusão…temos que acabar com esses trapalhões e também com os corintians e flamengos que só roubam no futebol…os casos que os juizes roubam para os mesmos e não acontece nada , nem com os clubes e nem com os árbitros….basta , fora petezada do futebol ladrão e fora petezada dos governos ladrões também….parece que o brasileiro é cego de nascencia ; prefiro os militares , do que esses larapios atuando no país , basta…Um abraço aos trabalhadores e merecedores colorados…

  • Paulo diz: 25 de abril de 2012

    O Sao Paulo deveria valorizar e cobrar o valor sobre o salario q pagava ao jogador na epoca, e não agora q o Oscar é hoje o salario q recebe hoje e da valorização dada pelo Inter hoje, la traz o Sao Paulo dava era migalha agora quer se benificiar com a fama do jogador, é isso mesmo justiça é so para quem paga mais, isso o sao Paulo futebol clube sabe. Jogar na justiça não tem fez contra clube, q vergonha justiça do trabalho piada.

  • Cacá,o colorado das Américas! diz: 25 de abril de 2012

    Benfica e Behs,olá!
    Por acaso o Oscar poderia entrar com um processo contra o SPFC por assédio moral,pois é notório que ele está sendo proibido de exercer sua função principal que é jogar,tendo em vista que é a profissão dêle.Isso é possível?
    Eu faço esta pergunta,pois a constituição Federal impede que alguém seja alijado de suas funções,salvo em situações que possam representar perigo à sociedade e à pessoa em sí.

  • daniel diz: 25 de abril de 2012

    o sao paulo por que nao c cala de vez p/ nos ter OSCAR p/ tirar corinthians da libertadores e a parte (ele nao quer jogar com vcs , c ligam.)

  • LUIZ DREHER diz: 25 de abril de 2012

    Caro senhor Ministro do TST:

    OS TRABALHADORES BRASILEIROS COM RECURSOS NO TST , TAMBÉM PRECISÃO, DE RESPOSTA URGENTE DOS SEUS PROCESSOS!

  • Ricardo diz: 25 de abril de 2012

    O Oscar tem todo o direito de trabalhar, e ele não consegue. Se um empregado esta insatisfeito com a empresa na qual trabalha e tem proposta de outra, ele tem todo direito de sair, sem onus para o mesmo.

  • Jose Antonio diz: 25 de abril de 2012

    Um absordo o sequestro que o inter vem fazendo. O jogador não é dele ponto. Porque o inter não vende o Damião para o São Paulo por 7 milhões de reais? o São Paulo usa ele por dois anos e depois paga. O que o inter acha disso? Emprego o São paulo esta oferecendo, se o Oscar não quer paga a multa, para isto que servem contratos, multa, leis.

  • francisco nascimento diz: 25 de abril de 2012

    Os fatos são muitos simples Oscar ja foi liberado para jogar pelo inter pr uma liminar. O jogador não quer jogar no São Paulo, O inter busca indenizar o São Paulo que não aceita a indenização.è simples colque-se uma valor da multa rescisória , que ja sabe quanto faça-se o depósito para O são paulo e o jogador esta liberado.O resto conversa pra ing^lês ver.

  • Danilo diz: 25 de abril de 2012

    Perfeitamente esclarecido à luz do direito. Oscar terá o efeito suspensivo concedido e discutir-se-á somente o valor da rescisão. Estranho o São Paulo falar sobre a moralidade e a etica nas relações contratuais, logo ele o maior pirata e atravessador quando da tentativa de contratações por outros clubes. A FIFA proibe contratos longos por parte de menores. Não foi o São Paulo que acediou a mãe do Oscar para que ele fosse antecipado ? Não foi o presidente do São Paulo que modificou os estatutos para se eternizar na presidência do clube, questão que esta sob judice e que perdeu em primeira instancia, podendo perder o atual mandato? Quem acompanha os programas esportivos paulistanos podem avaliar o carater do Juvêncio e do Sanches, nas brigas entre o São Paulo e o Corintians. São dois gangsters. Não existem limites para os dois, quando se trata de alcançar seus objetivos. Orgulho e interesses pessoais estão acima dos interesses dos clubes.

  • adelar francisco taffarel diz: 25 de abril de 2012

    Oscar o no Inter. Bingo !

  • José Roberto Martins Vieira diz: 25 de abril de 2012

    Logo que o Inter cair fora da libertadores tudo se resolve, esse é mais uma artimanha dos clubes paulistas para tirarem o inter do caminho de Santos e Corinthians, o Clube que mais jogadores tomou de outros clubes é justamente o próprio São Paulo e nunca houve reverção do caso, mais um mistério que se dá as exclusividades aos clubes paulistas aqui no Brasil, e a mafia paulista do futebol imperando mais uma vez só para variar

  • Luiz Fernando Sa Brito Severo diz: 25 de abril de 2012

    como disia meu velho e sabio avo,olho grande e so para criar remela .O Sao Paulo vai acaba ficando somente com o dinheiro da formaçao doo jogador.

  • Roberto diz: 25 de abril de 2012

    Vocês não perguntaram para o Ministro como fica a situação a partir do momento em que se comprova que o Oscar visava lucro quando entrou com o processo pra reincindir o contrato com o São Paulo? Falso testemunho é crime pelo menos no código penal.
    O Oscar poderia ter entrado com o processo contra o São Paulo antes de emancipar e assinar o contrato, mas não o fez.
    Na minha opinião o Oscar errou no passado e o Internacional também, deveriam naquela época ter contatado o São Paulo e pago a multa rescisória, mas foi fácil para o Oscar que lucrou R$ 1.000.000,00 do empresário para entrar com o processo mesmo com falso testemunho e para o Internacional que bastava desembolsar R$ 3.500.000,00 para ter um jogador considerado uma promessa fora de série.
    Para que a justiça seja feita, deveriam estabelecer uma multa bem gorda para que sirva de exemplo para outros empresários que sim, aliciam jogadores.
    Mas a moralização do futebol está longe de acontecer só por causa deste processo, afinal de contas como este existem vários outros casos que não ficamos nem sabendo e que infelizmente a midia não mostra, desvios de dinheiro da CBF, ditadura no comando de organizações de futebol nacional e regional, é uma vergonha.

  • sergio walmor dörr diz: 25 de abril de 2012

    Num pais em que um trabalhador as vezes leva 15 anos ou mais para ter reparado uma injustiça no trabalho ou uma demissão injusta que além de lhe deixar sem remuneração para o sustento de sua familia, as vezes morre sem ver seu direito restituido pela Justiça do Trabalho, agora vemos um Ministro dar uma declaração absurda. Em primeiro Oscar esta tendo seu salário (160.000,00) depositado todo o mes, inclusive com a proposta da outra parte envolvida de tambem depositar este valor, mas o Ministro se diz sensibilizado com o ridiculo depoimento de seus filkhos que o jogador fez trez gols em um jogo. Será que os filhos do mesmo já viram um pai sem ter como alimentar sua familia ou tirar seus filhos do colegio por que a justiça do trabalho não julga seu processo de demissão injusta ou mesmo falta de pagamento da empresa que está por 15 anos ou mais nas mãos da justiça? ridiculo este comentário, e autorizo a divulgar meu nome.

  • Carlos Alberto de Oliveira diz: 25 de abril de 2012

    É simples. O Oscar não quer voltar para o S.Paulo, quer jogar no Inter. Basta pagar a multa e rescindir com o S.Paulo. O Cidadão não é escravo de um contrato e pode rescindi-lo unilateralmente, por justa causa ou não (se por justa causa comprovada, não há multa ou indenização a ser paga). O problema é que o S. Paulo está majorando artificialmente o valor da multa, que tem como base de cálculo o último salário do jogador, que, até onde tenho informações, era de R$ 9.000,00 no S. Paulo. ISSO MESMO. Miseros nove mil por mes. Agora, o S. Paulo quer calcular a multa com base no salário que o Inter paga ao Oscar. Tem paciência, não?

  • Mário Cesar de Oliveira diz: 25 de abril de 2012

    A pergunta é ? se Oscar estivesse no Fla ou no Corin já estava resolvida esta questão?

    Até quando as coisas vão ser assim neste Pais ?

  • Katia Colorada diz: 25 de abril de 2012

    Finalmente, haverá luz no fim do túnel….O São paulo e os secadores gremistas que fiquem com as barbas de molho…

  • LOIRACY diz: 25 de abril de 2012

    Aguardamos que seja feita justiça pelo senhor… Por suas declarações se percebe que o tribunal vai manter sua razão de ser… Defender o trabalhador em primeiro lugar…

  • jakson Luiz diz: 25 de abril de 2012

    É triste ver que um funcionário ( no caso jogador ), está escravisado por contratos, e mesmo pagando a idenizações, sofre constrangimento e tortura psicológica. Acredito que se a nossa justiça não consegue dar fim a um caso simples de interesse do empregador, então estaremos sempre vinculados a contratos que nos obriga a seguir rumos contraditóros ao princípio da livre escolha.

  • BETO diz: 25 de abril de 2012

    ENTENDO QUE O INTER OU OSCAR DEVEM PAGAR AO ~SAO PAULO O QUE É DE DIREITO, A MULTA MAS SOBRE O VALOR QUE OSCAR VALIA NA EPOCA E NÃO O QUE VALE AGORA, PORQUE ELE SÓ CRECEU NO INTER..

  • Ilton Marcus Klahn diz: 25 de abril de 2012

    Gostaria que a justiça seja feita de maneira reta e correta, pois os clubes Gauchos sempre são considerados inferiores aos do eixo Rio- São Paulo, em qualquer parte do mundo o Clube ou o próprio Jogador pagando o multa contratual prevista como cláusula indenizatória

  • diego diz: 25 de abril de 2012

    “Não é um processo que envolva um trabalhador comum.” é brincadeira isso. Um juiz dando essa resposta. Sei que o caso do oscar tem de ser resolvido mas para mim isso é um tapa na cara do povo brasileiro que merece justiça IGUAL E COM A MESMA AGILIDADE que o caso Oscar. Por essas e outras que nosso páis está essa porcaria.

  • TELMO ANTONIO SALLA diz: 25 de abril de 2012

    Sou advogado e exerço a profissão já há mais de 25 anos, e por favor, gostaria que alguém fizese de conta que tenho 5 aninhos e me respondesse de forma bem clara para que eu possa entender:
    Sabedores que somos que “DE TODA A SENTENÇA CABE RECURSO”, e no caso Oscar, da sentença proferida pelo TRT de São Paulo, cabia ainda o Recurso de Revista, junto ao TST, ainda que somente com efeito “devolutivo” tão somente, que me parece que foi feito pelos procuradores do Atleta, e portanto aquela sentença ainda não havia “TRANSITADO EM JULGADO”. Ora, se a sentença ainda não era DEFINITVA, que é a mesma coisa que dizer TRANSITADO EM JULGADO, me respondam por favor: COMO, DE QUE FORMA E POR QUE, NO MESMO DIA, A CBF PUBLICOU NO BID QUE O ATLETA NÃO MAIS PERTENCIA AO INTER E SIM AO SÃO PAULO?

  • MARCO ANTONIO diz: 25 de abril de 2012

    Oscar, volta pro São Paulo que é um grande time, no centro do futebol, pra que ficar ai nesse frio, num time médio e mal administrado, com diretoria incompetente e perdedora. Aqui vc vai ser feliz meu filho,

  • PAULO PORTELLA diz: 25 de abril de 2012

    PARA O “OSCAR” , MEU AMIGO SE VOÇÊ DESVEJA FICAR NO INTER , POR QUE NÃO ANUNCIA QUE VAI CONVOCAR UMA COLETIVA SÓ PARA DIZER A ELE ” O PRESIDENTE DO SP” E DIZ EM CADEIA NACIONAL . ” O SR PREDINTE DO SÃO PAULO EU NÃO QUERO JOGAR NO SÃO PAULO , LARGA DO MEU PÉ “. VAMOS DEFINIR UM VALOR JUSTO DA MULTA E PRONTO.

  • Lucas Eduardo Miranda diz: 25 de abril de 2012

    Não sou advogado e nem procurador do Oscar,mas como cidadão em um país democrático,me assusta a volta da ditadura e o regime de escravidão.Ver um profissional e pai de família ser proibido de trabalhar,é assustador.Existe um contrato de trabalho e uma multa,cabendo a qualquer uma das partes romper o contrato e pagar a multa.O problema é que o São Paulo cresceu os olhos diante da valorização do atleta no Internacional. Infelizmente o TRT paulista está sendo imparcial ao não aceitar o deposito que o Oscar tentou efetuar.Fugindo um pouco do assunto,colocar uma ideia pra vocês da imprensa levar adiante,é com relação a lei seca nos estádios,o governo não precisa liberar o álcool,as industrias que divulguem mais a cultura da cerveja sem álcool,é só uma questão de hábito.

  • DENER diz: 25 de abril de 2012

    Nossa, que ministro idiota!
    Só nesse país mesmo! E ainda teve a coragem de dizer que os filhos falaram que o jogador é bom. O ministro, consulte a lei! A questão é legal. Não importa se é um bom jogador ou um perneta, aplique o Direito. O caso não tem nada de intrincado. É que os juízes de brasilia tem mania de politicagem, e esquecem a justiça. O jogador tem contrato com o São Paulo e isso nunca deixou de vigorar. Como a sentença da Vara trabalhista nunca gerou efeito porque não chegou a transitar em julgado, então o jogador e o Inter não tinham autorização para contratação. Agiram como bandidos. Devem ser rigorosamente punidos!

  • Luis Santos diz: 25 de abril de 2012

    Bla Bla Bla. Muita conversinha sobre isto. Quando o Inter contratou o Oscar ele tava liberado pela justiça, poderia assinar com qualquer clube. Se o São Paulo é uma merda e ele não quer jogar la, a culpa é do Inter? Olha o Lucas, poderia ser um craque em qualquer clube e ganhar bem mais que os 120 mil por mês, o Oscar ganha mais que isto, quem tem culpa se o São Paulo não valoriza seus jogadores. Lembram do Casemiro, sumiu no São Paulo, se tivesse num time grande como o Inter ja seria um craque. O resto é blablabla e choro de coitados.

  • Régis diz: 25 de abril de 2012

    Na minha opinião o inter deve perder todos os pontos em todas as partidas que o artista jogou, ou seja, no mínimo rebaixamento pros moranguetes e que a dilma não se envolva nesse assunto de novo.

  • vitor hugo maioli diz: 25 de abril de 2012

    Bah, o que é que os gremistas tem a ver com isso? comentem apenas as coisas do seu time. É por isso que não conseguem erguer uma taça a muitos anos. Isso é pura dor de cotovelo, inveja, inferioridade. O resto é conversa fiada pra boi dormir. ………

  • André Lucania diz: 25 de abril de 2012

    Prezados,
    O valor da multa ainda não foi definido. Cada uma das partes vêem valores diferentes para essa questão. Enquanto isso, não tem como definir o quanto será pago como multa. O fato é que o Oscar terá que pagar a multa para poder jogar onde quiser. Ele não é um coitadinho, está recebendo os salários dele (seja pelo Inter ou pelo SPFC). A situação chegou a esse ponto pela má conduta dos empresários e advogados do jogador. Ele, gaiato ou maldoso, não sei, acreditou em quem estava à sua volta e agora tem que pagar por isso. Ter dó de uma pessoa riquíssima como já é o jogador Oscar, é um absurdo. Temos que ter dó é de milhões de pessoas desempregadas que muitas vezes passam anos ser ver seus processos julgados pela justiça do Trabalho, não tem o que dar a seus filhos o que comer. Não um moleque como esse Oscar, que fez o que quis quando saiu do São Paulo, agora terá que arcar com as consequencias.

  • A.SEBEN diz: 25 de abril de 2012

    Lendo os comentários acima , fiquei orgulhoso em saber que os brasileiros são especialistas em leis trabalhistas , Para um cidadão comun, este caso do Oscar,
    è um espelho de como funciona a Justiça neste Pais , julga e profere sentença , mas é só para Ingles ver. Se não estou enganado o Oscar assinou contrato com o Inter porque
    a justiça trabalhista tinha liberado , agora dois anos depois volta-se tudo a estaca zero pela mesma justiça que o tinha liberado. Se for esperar pela Justiça resolver ,o pobre Oscar , só vai saber da Sentença definitiva quando for vovô.Se existe um contrato assinado entre Oscar e os bambis , calculem o valor da resisão e depositem em juizo.Ninguem è obrigado a trabalhar onde não quer , todo o resto é balela.
    Ps. Pirataria no mundo do Futebol é especialidade do SPFG

  • Jose diz: 25 de abril de 2012

    O sao paulo, ta oferecendo emprego, por falta de trabalho nao é. Caso queira jogar em outro clube otimo, pague a multa que esta em contrato q o proprio oscar assinou e ta liberado. Este time pequeno do interzinho precisa aprender o q é multa, contrato, lei. Inter o spfc quer usar o damiao por 2 anos e depois ele fica com o jogador por 7 milhoes de reais, vcs aceitam? Ta bom para vcs assim?

  • JOÃO BATISTA diz: 25 de abril de 2012

    A notificação que o SPFC enviou ao Oscar é repugnante, uma verdadeira excrecência dentro do futebol. Estão querendo aumentar a multa rescisória na base da má-fé, tentando ludibriar o jogador com possível aumento de salário. O valor da multa rescisória terá que ser, necessariamente, com base no que ele ganhava no SPFC e não o que o SPFC está querendo, agora, pagar, numa clara tentativa de aumentar a multa rescisória, burlando, inclusive a CLT. Agem com esperteza, com nítida má-fé para querer ganhar em cima do jogador e do Inter.Essa diretoria do SPFC se esquece que ele tem advogados legalmente constituídos. É caso de representar os advogados do SPFC na OAB-SP, pois, o estatuto da advocacia e o código de ética veda esse tipo de conduta reprovável, comportamento ilícito. Afinal, de contas ele está se fazendo representar por meio de advogados legalmente contratados …

  • André diz: 25 de abril de 2012

    Ao pessoal que está comparando esta situação com a escravatura, com todo respeito, isto é uma ofensa àqueles que foram escravizados. A situação é totalmente outra: o trabalhador aí ganha bem, exerce uma função muito bem protegida pela legislação e recebe valores gigantesco para assinar os contratos e cumpri-los. Não tem nada a ver com a escravidão. Pensem antes de falar asneiras.

    Quanto à entrevista do Ministro, desrespeitou uma regra básica da magistratura, que é não opinar fora dos autos. Mas tenho que concordar que a solução demanda urgência.

  • Luiz diz: 25 de abril de 2012

    Quanta hipocrisia, será que vcs não entenderam ainda, o caso entre Oscar e os banbi.
    O COLORADO só deu um lugar para ele trabalhar, quanto ao aliciamento que eu saiba não foi o INTER que obrigou o jogador a falsificar a emancipação para fazer um contrato com um menor de idade. Agora aguentem.

  • Osvaldo diz: 25 de abril de 2012

    O Sr. Iderlan mesmo depois de o grêmio perder 2 vezes o Ronaldinho ainda não aprendeu que jogador de futebol joga onde quer? Ninguém vai obrigar o Oscar a jogar no São Paulo. NINGUÉM! Ele não quer e ponto final. Se for necessário vai ser pago o valor que tiver que ser pago. E vai continuar no Internacional. Até hoje ainda existem viúvas do Ronaldinho e um gremista fala que o Internacional tem que esquecer o Oscar? Gostei da piada!

  • fabio diz: 25 de abril de 2012

    Se a multa fosse o valor que o Inter estivesse afirmando que ia pagar, eles não estariam falando em ACORDO, mas sim pura e simples rescisão contratual mediante o pagamento da cláusua rescisória. é claro que o Inter sabe, portanto, que a multa não se resume a isto. QUer um “acordo”, comprar o jogador por uma mixaria e logo em seguida fazer um bom caixa, rindo, conseguintmente, da cara do SPFC (principalmente seu empresário e, é claro, o presidente e outros dirigentes do INTER que, obviamente, ganharão o seu “por fora”, por defender com tanta vontade esse escuso interesse. Até agora os argumentos “pro INTER”são pífios – pura choradeira – “o trabalhador tem direito fundamental de trabalhar onde quiser”….Obviamente, para os românticos, basta isso para defender a arrogância do INTER.. ESTÃO SE ESQUECENDO QUE O INTER ASSINOU COM O OSCAR SABENDO DA PRECARIEDADE DE SUA SITUACAÕ? MEU DEUS, ELES ASSINARAM COM UM JOGADOR COM UMA SIMPLES LIMINAR, DECISÃO PROVISÓRIA PROFERIDA POR UM UNICO MAGISTRADO – e agora, quando a questõa de mérito foi finalmente RESOLVIDA, por um COLEGIADO NO TRIBUNAL, querem defender o direito fundamental ao trabalho? Meu deus,….. Queria ver se o Leandro dAMiao conseguisse uma liminar pra sair do Inter e assinasse com o SPFC….queria ver se os torcedores do INTER estariam defendendo o “direito fundamental do trabalhador de trabalhar onde quiser..”… PURA BURRICE E IGNORÂNCIOA DAQUELES QUE NÃO TEM O QUE FALAR E REPETEM AS BURRAS PALAVRAS TÃO FRISADAS NA IMPRESA…..

  • fabio diz: 25 de abril de 2012

    E MAIS, PARA OS IDIOTAS DE PLANTÃO: OSCAR NÃO ESTÁ PROIBIDO DE TRABALHAR: POSSUI UM CONTRATO VÁLIDO E EFICAZ COM O SPFC E PODE SER INSCRITO. ELE É QUE NÃO QUER TRABALHAR. PROIBIDO, NUNCA…ESSE É OUTRO ARGUMENTO PÍFIO DOS “DEFENSORES DO OSCAR”…. NÃO DESEJA TRABALHAR NO SPFC, DEPOSITE UMA MULTA SUFICIENTE ATÉ QUE UM MAGISTRADO ENTENDA COMO SENDO O VALOR CORRETO – NÃO ME VENHA COM UM DEPÓSITO RIDICULO DE APENAS 4 MILHOES DE REAIS, QUE FOI LOGO RECHAÇADO PELO JUDICIÁRIO.

  • Jhonn diz: 26 de abril de 2012

    Eu não entendo pq os bambis não qurem receber a quantia que o inter ofereceu,
    talvez seja pq10 milhoes não para arrumar os cabelos de todos os jogadores comissão tecnica e dirigntes sao paulinos (bambis), to poko me lixando o inter com ou sem oscar tem um time mto bom mto melhor do q o saõ paulo (bambi).
    Sera q ninguem percebeu isso eh Brasil oq acontece eh q um eh d sao paulo e o outrodo rio grande, a justiça sempre a favor dos paulistas, onde ja se viu o TST de sao paulo julgar o caso, eh uma vergonha!

  • Juan diz: 26 de abril de 2012

    A constituição protege o direito de livre escolha do trabalha, do contrario ele seria um escravo e já não existe mais escravidão! Espero que a decisão seja pensando em um trabalhador livre e não um escravo obrigado a trabalhar onde não deseja.

  • JC Winck diz: 26 de abril de 2012

    São muito interessantes os comentarios dos gremistas sobre este assunto, já que o time deles não oferece nada de bom ou interessante para comentar. Baba bobo.

  • José diz: 26 de abril de 2012

    Se esse negócio de aliciamento pegasse, o São Paulo, o Inter, todos os grandes, É uma questão contratual e processual. Se o Oscar desistir da ação que moveu contra o São Paulo, paga a multa e está liberado. Se mantiver a ação, a decisão do mérito é que vai dizer se ele tem que pagar ou não, provavelmente sim. E neste caso a questão passa a ser quanto. O fato é que, a não ser que mude de idéia não há como obrigar o Oscar a trabalhar no São Paulo. Então, o TST tem que liberá-lo para trabalhar onde quiser, e no final do Processo no TRT/SP ele saberá se e quanto o São Paulo receberá.

  • Kadu diz: 26 de abril de 2012

    O voto desse entrevistado já foi dado nas primeiras linhas dessa entrevista….basta ao São Paulo tentar convencer os outros dois ministros…

  • kadu diz: 26 de abril de 2012

    Desculpe o voto dele é a favor do Oscar

  • Luiz Alberto vargas diz: 26 de abril de 2012

    Sou colorado e so não entendo pq o oscar não vai pessoalmente falar com a diretoria do São paulo e fala eu não quero mais jogar pelo Clube São paulo e pronto, não e isso que o São paulo que escutar, e ai volta a ajudar o time do coração do oscar hoje abços.

  • luciano leite diz: 26 de abril de 2012

    É só pagar o que deve ao SPFC que investe pesado nas categorias de base e o Oscar joga onde quiser. Se o jogador cospe no prato que comeu, o problema é da educação que ele deve ter recebido de seus pais, mas um clube como o Inter não pode querer simplesmente “surrupiar” um jogador que não lhe petence. Molecagens como esta devem ser exemplarmente punidas.

  • paulinho diz: 26 de abril de 2012

    porque serra que o trt de sp deu causa guanha a sp e não ao inter é ingraçado isso se fosse julgado em outro trt serra que seria a favor do sp cada um pucha para onde se ganha mais di——-

  • paulinho diz: 26 de abril de 2012

    porque serra que o trt de sp deu causa guanha a sp e não ao inter é ingraçado isso se fosse julgado em outro trt serra que seria a favor do sp cada um pucha para onde se ganha mais di——-valeu trt de sp me impreste um depois

  • Rodrigo caetano diz: 26 de abril de 2012

    São Paulo F.C., um clube com tantos títulos e conquistas nacionais, continentais e mundiais, que por muitos anos não desembolsou um centavos na aquisição de jogadores, pois os seduzia e estes forçavam a saída de seus clubes, estes devo lembrar de baixo poder financeiro, e agora, no caso Oscar, quando foram flagrados fazendo uso de um “Contrato de Gaveta”, e perderam os direitos federativos do jogador, aparecem na mídia quase chorando, vítimas de um “Procurador Lobo-Mau, Lobo-Mau”, que seduziu um pobre e ingênuo garoto, que havia sido emancipado pela sua mãe aos 16 anos, à pedido do próprio São Paulo F.C., para que o mesmo pudesse assinar o “Contrato de Gaveta” citado acima??????? Não tenho nada contra a torcida são-paulina, mas Juvenal Juvêncio e sua trupe transformaram este clube em uma máfia, envolvida em uma série de escândalos quando e trata de negociações de jogadores, e vcs torcida são -paulina, deveria estar mais preocupada em remover esse câncer(uso aqui as palavras de Romário na saída de RT) de seu clube, que com um jogador que se rebelou contra essa máfia, um jogador que não quer jogar pelo seu clube ou por vcs…E ainda acho muito engraçado que o mesmo TRT que deu à Oscar seu “Passe Livre” tenha simplesmente mudado de idéia com relação ao caso, mas fico feliz que por mais que a justiça em nosso país muitas vezes pareça letárgica e tendenciosa, haja o TST, autoridade máxima em questões trabalhistas(ouviram senhores do STJD, questões trabalhistas), podendo assim proteger aqueles que não se curvam diante à pressões e ameaças de mafiosos, pois lembro que Oscar possui uma gravação em que o Sr Marco Aurélio Cunha o ameaça caso não retorne ao clube paulista. São-Paulinos, sejam homens, não deixem que o apelido que o Vampeta lhes deu influencie seu julgamento. SAUDAÇÕES COLORADAS

  • mario diz: 26 de abril de 2012

    bah,incrivel como tem tricolinos preocupados com o problema entre inter x sp,isso significa o medo deles com o gigante gaucho,imaginam,quem + assiste jogo do inter?…gremistas,quem + conhece o elenco colorado?…novamente os gremistas,quem fez a seca do estado nos ultimos anos?…assim por diante,por favor greminhos,usem as pijamas e vao dormir,isso se nao sonhar com o inter…

  • Colorado diz: 26 de abril de 2012

    é muito simples, o Oscar não quer jogar no são paulo e já foi oferecido 10000 e o são paulo quer 17000, então é só a justiça estipular um valor baseado no salario do jogador na época mais o juros da poupança (que é índice que usam para qualquer trabalhador brasileiro) e pronto. Aliás pode escrever ai isto vai dar uma porcaria quando o são Paulo vier jogar aqui no sul, parece q to vendo o são paulinos gritando bobagens e os colorados querem o figado deles, vai dar serviço.

  • Joao Donel diz: 26 de abril de 2012

    O Sãp Paulo teimou teimou e agora verá o Oscar Jogar no Inter e sem receber nenhum tostom. A arrogancia tem limite. Felizmente a justíça entendeu que a escravidão terminou. Lei Áurea, foi assinada em 1888. Trabalhar enjaulado e forçado´so na cabeça de dirigente do São Paulo. Viva o INTER,

  • Claudio Moreira diz: 27 de abril de 2012

    O Exmo.Sr.Ministro do TST,foi direto ao ponto: a escravidão no Brasil já terminou!
    A questão aqui é somente econômica,ou seja: examine-se o contrato que o Oscar mantinha com o São Paulo na época e as condições em que o contrato foi feito. S
    e nada de errado ou ilícito tiver sido assinalado com o contrato e as circunstâncias que o envolveram, bastará então ver-se o salário que ele recebia e dele retirar-se o cálculo legal da multa decorrente do distrato. Repito,o cálculo da multa se fará se, e somente se, for o caso do contrato não ter sido imposto de modo constrangedor ou mesmo ilegal pelo São Paulo ao guri e seus familiares.
    No mais, é fim de assunto para os “secadores e invejosos” e até mesmo para os violentos em seus ataques físico-morais às outras pessoas.
    A vida de um cidadão brasileiro, de um homem,de um trabalhador talentoso no que faz, um craque de bola afirmado no INTER em termos mundiais, como é hoje o OSCAR, deve seguir em frente! De cabeça erguida!
    O INTER e o RS deram ao OSCAR respeito pessoal e dignidade profissional, coisas que o São Paulo FC jamais lhe ofereceu!

  • JORGES diz: 27 de abril de 2012

    MARCIO (CHAGAS), CARLOS AVILA, ANDRADAÇO, LUCIANO LEITE, FÁBIO, IDERLAN, ANDRÉ, JOSE, REGIS, LUCANIA, DENIS, MARCO ANTONIO, BETO , SERGIO WALMOR, ROBERTO, ALCIR, FERNANDO R, LEANDRO, LUIZ, MARCOS GAUDERIO, ILO, MIGUEL… ETC…CALEM A BOCA E… SCHLEP, SCHLUP, SCHLUP

  • Eloi Devenz diz: 27 de abril de 2012

    O trt de São paulo não esta vendo o lado do trabalhador e sim do clube paulista , la os magistrados não msão corintianos e sim torsem para o tricolor paulista.

  • Cleber Siqueira diz: 27 de abril de 2012

    Parabéns pela entrevista!
    Nunca antes havia lido uma entrevista tão mau intencionada e “tão bem” tendenciosa.
    Vocês levaram o ministro para onde vocês quiseram. Foram perguntas dirigidas que colocaram o Oscar como coitadinho e o São Paulo como vilão, veja, mas por favor leiam até fim antes de postar ou rejeitar, vocês vão entender:
    1a.) Qual a preocupação dos ministros com o Caso Oscar? (…coitadinho do Oscar, não é?!)
    2a.) Ele quer jogar pelo Inter e não pelo São Paulo, mas é o São Paulo quem, hoje, detém o vínculo… (sr. ministro, o sr. entendeu? ele quer o inter, ok?!)
    3a.) Por que o TST não conseguiu a conciliação entre as partes? … (vocês, sabendo que foi o SP que não quis acordo, perguntam porque o TST fracassou? Claro, assim o ministro fica P. da vida com o SP que levou o caso ao fracasso. Essa foi de mestre, parabéns!!!)
    4a.) O São Paulo acusa o Inter de “aliciamento” ao jogador. O senhor concorda? (De novo o SP fazendo o mau para o Inter ou para o Oscar, não é?!)
    5a.) A procuradoria do STJD deverá denunciar o Inter por aliciamento. (Então, ministro, se o SP é o mau que acusa o Inter de aliciamento, avisa lá no STJD que quem manda é o TST).
    6a.) ao perguntar quantos anos ele tem de TST (o que nada tem a ver com a entrevista ou com o caso) vocês mexem com o sentimento de competencia, poder e autoridade que todos esses magistrados têm.
    Minha pergunta é:
    cade pergunta sobre o prejuizo sofrido pelo São Paulo?
    Sobre a intromissão de empresários safados que entram nesse mercado? (Não tem a ver? Se vocês querem saber sobre aliciamento no STJD e quantos anos ele tem de TST, isso também interessa, pois foi dai que nasceu o problema).
    A pergunta 4 de vocês diz sobre ele CONCORDAR OU NÃO com o fato do aliciamento, então, cade uma pergunta sobre ele CONCORDAR OU NÃO com o fato de o Oscar ter abandonado o emprego em 2009 e ainda tentar na justiça se desvincular sem pagar multa? Essa pergunta tenho certeza teria feito diferença, mas obviamente não foi com esse censo de justiça que essa entrevista foi feita.
    Eu acredito em Deus e tenho certeza que um empresário como esse do Oscar não pode ter um vitória como essa. A vitória do São Paulo NÃO DENOTA DERROTA DO INTER (muito pelo contrário, afinal o Inter também revela execelentes jogadores), a vitória do SP denota a vitória daquilo que é bom para o futebol brasileiro. Jogadores terão de cumprir seus contratos e empresários como esse terão cada vez menos espaço…

  • Valdir diz: 27 de abril de 2012

    Caros amigos, é muito claro os interesses citados no texto. Só político!
    O São Paulo está mais do certo de entrar na justiça contra esse jogador, pois não há e nunca houve essas histórias em que ele não recebia e toda aquela babaquice.
    Simplesmente a malta era de 9 milhões, mais depois de todo esse tempo, correu os juros, e é isso que o São Paulo quer. Alguém não sabe o que é juros? Posso explicar.
    Outra coisa que eu li, o São Paulo não criou esse jogador, ele nasceu aqui na cidade de Santa Bárbara D’Oeste-SP vizinha da cidade de Piraicaba-SP, morava em um Bairro chamado Mollon (Família tradicional dos Mollons que deu origem ao bairro).
    O coitado era pobre que morava com sua família de favor em cima de uma farmacia conhecida do bairro.
    Para ficar bem claro, esse jogador seria projetado pelo São Paulo, e nãofoi feito nas categorias debase do clube, ele foi revelado pelo nosso querido União Barbarense que ano que vem estará na divisão de elite do Campeonato Paulista.
    O São PAulo venho fazer um amistoso com a molecada e viu Orcar (na época Orcarzinho) e pagou a multa e levou.

Envie seu Comentário