Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de maio 2012

Caso Sandro Silva faz Grêmio lembrar Lucas Severo

31 de maio de 2012 54

Segue forte nos bastidores o bate-boca entre Inter e Grêmio por causa do volante Sandro Silva. Tudo a partir da divulgação da notícia de que o diretor-executivo do Grêmio Paulo Pelaipe buscou informações junto ao Málaga sobre o preço do jogador.

Pelaipe assegura que a notícia é antiga. Data ainda do início do ano, quando Sandro Silva, inconformado por não atuar como volante, manifestara o desejo de retornar ao clube espanhol. Conforme o diretor-exectivo, não há qualquer interesse gremista pelo jogador nesse momento.

Ontem, no Olímpico, foi lembrado o caso do volante Lucas Severo, que trocou o Grêmio pelo Inter na metade de 2010. Na ocasião, conforme dirigentes gremistas, foi quebrado um acordo de cavalheiros firmado entre os dois clubes, segundo o qual um jogador não poderia trocar de lado sem a concordância entre as direções.

– Quando roubaram o Lucas Severo do Olímpico, a direção do Inter não falou nada – ironizou um assessor do presidente Paulo Odone.

Lucas Severo é um dos destaques da equipe juvenil do Inter, treinada pelo ex-goleiro Clemer.


Inter, Bertolucci e BMG pagarão a rescisão de Oscar com o São Paulo

30 de maio de 2012 129

Inter, Giuliano Bertolucci e o banco BMG bancarão os R$ 15 milhões ao São Paulo por Oscar. Cada um pagará R$ 5 milhões. Os pagamentos serão feitos em quatro parcelas. A conciliação, cuja minuta foi encaminhada ao TST, em Brasília, na tarde dessa quarta-feira, seja sacramentada pelo Tribunal. O processo está extinto e Oscar poderá seguir no Inter.
O Inter manterá 50% dos direitos econômicos sobre o jogador. Bertolucci/Oscar e o banco BMG ficarão com 25% cada um.
- Enfim, o jogador terá paz para jogar no Inter. Ele vem crescendo muito, vestiu a camisa 10 da Seleção Brasileira, a que foi consagrada por Pelé, e foi muito bem – comemora o presidente do Inter, Giovanni Luigi.
Em tempo: o Inter bancará os R$ 5 milhões ao São Paulo por Oscar e entende que, a partir da sua valorização na Seleção Brasileira, o meia passará a valer pelo menos 20 milhões de euros no mercado europeu, o equivalente a R$ 50 milhões.

Oscar: "agora não existe nenhuma pendência"

30 de maio de 2012 6

Através de sua assessoria de imprensa, o meia Oscar divulgou nota comemorando o acerto entre Inter e São Paulo, que o permitirá jogar no Beira-Rio, sem qualquer problema jurídico, uma vez que o processo agora será extinto.

- Estou muito feliz porque finalmente fechamos o acordo e agora não existe nenhuma pendência. Agradeço a todos que durante esse período estiveram ao meu lado. Gostaria de agradecer também à minha família, ao meu empresário Giuliano Bertolucci, aos meus advogados e também aos do Internacional, assim como a torcida colorada. Estamos juntos – disse Oscar.

Acabou: Inter compra Oscar do São Paulo

30 de maio de 2012 77




E Oscar, enfim, é do Inter. Há minutos, Inter e São Paulo chegaram a um acordo definitivo
. O clube gaúcho, junto com o empresário do jogador, Giuliano Bertolucci, bancará ao todo R$ 15 milhões, parcelados, pelo atleta da Seleção Brasileira. Pelo lado colorado, além da presença do presidente Giovanni Luigi e de Fernandão nas negociações, o processo foi liderado pelos advogados Daniel Cravo e Rogério Pastl.
Nesta quarta-feira, a minuta do contrato de conciliação será encaminhada ao TST, em Brasília, e ao TRT de São Paulo, a fim de encerrar o imbróglio jurídico. Nessa sexta-feira, o ministro do TST Guilherme Caputo Bastos havia sido procurado pelos advogados Carlos Ambiel, do São Paulo, e André Ribeiro, de Oscar, como revelou em entrevista a ZH, e foi informado que o contrato de venda do atleta do São Paulo para o Inter estava sendo confeccionado.
O São Paulo passou a mostrar-se flexível quanto a um acordo quando os advogados do Inter e de Oscar obtiveram liminares em Brasília e em São Paulo permitindo ao meia atuar onde quisesse, no caso, no Inter.
A boa atuação do meia pela Seleção, contra a Dinamarca, poderia complicar a negociação, mas o acordo já estava praticamente selado quando Oscar vestiu a amarelinha e ganhou pontos com Mano Menezes – sob os olhares de José Mourinho, na Alemanha. Nesta quarta-feira, o armador voltará a campo com a Seleção, agora enfrentando os EUA, em Washington. E já como jogador do Inter, de fato e de direito.

Presença de Ronaldinho agita Hospital Mãe de Deus

29 de maio de 2012 21

A presença de Ronaldinho Gaúcho alterou a rotina do Hospital Mãe de Deus nesta terça-feira. Toda a segurança foi colocada em estado de alerta, a pedido de Assis, irmão e empresário do jogador, para que o craque não fosse incomodado durante a visita à mãe, Miguelina.

Claro, o recado de Assis tinha como alvo os jornalistas. O que se viu, então, foi uma série de despistes. Na recepção, ninguém informava se Ronaldinho havia ou não chegado. Houve quem dissesse que ele havia retornado ao Rio no início da tarde.

Funcionários de uma empresa contratada para fazer reparos na rede de internet do hospital foram proibidos pela segurança de circular pelos corredores. Um deles queixou-se de que havia chegado pela manhã e não conseguira fazer nada ainda. Tudo em nome da privacidade para a família Moreira.

- Você veio aqui no hospital falar com Ronaldinho? Acho difícil que ele te atenda – disse Assis a um repórter.

Por volta de 15h, finalmente, Ronaldinho surgiu. Com flores à mão, entrou pela portaria principal e subiu direto ao andar onde a mãe se encontra internada. Cinco seguranças particulares tentaram impedir, sem sucesso, que um fotógrafo registrasse a cena.

A visita durou três horas. Ronaldinho deixou o Mãe de Deus pouco depois das 18h. Desta vez, sem passar pela recepção, já que um carro entrou pela garagem e o apanhou na porta do corredor que leva aos andares superiores.

A correria dos fotógrafos espantou as pessoas que circulavam em torno do hospital. Muitos tinham curiosidade em saber quem provocara tanto alvoroço. A essa altura, o carro que conduzia Ronaldinho já havia partido em direção a local desconhecido.


Reforços para DJ: Kleber volta no dia 10

29 de maio de 2012 21

Foto: Mauro Vieira

Atualizando o boletim médico do Inter:

D’Alessandro
Qual é a lesão: contratura no músculo anterior da coxa esquerda
Quando aconteceu: na final do Gauchão, contra o Caxias, no dia 13 de maio
Previsão de retorno: na 3ª rodada do Brasileirão, dia 6 de junho, contra o São Paulo

Sandro Silva
Qual é a lesão: corte no joelho direito
Quando aconteceu: em uma briga de bar, na madrugada do dia 14, logo após à conquista do Gauchão
Previsão de retorno: na 3ª rodada do Brasileirão, dia 6 de junho, contra o São Paulo

Kleber
Qual é a lesão: lesão muscular na coxa direita mais cirurgia de hérnia inguinal
Quando aconteceu: no jogo de ida contra o Fluminense, pela Libertadores, no dia 25 de abril
Previsão de retorno: na 4ª rodada do Brasileirão, dia 10 de junho, contra o Fluminense

Um detalhe: com a titularidade de Fabrício, Kleber deverá ser utilizado como armador, no meio-campo.

Maurídes, o "novo Damião", assinará com o Inter até 2017

28 de maio de 2012 12

Aos 18 anos, Maurídes é o novo lançamento das categorias de base do Inter no grupo principal. estreou contra o Flamengo, substituindo Josimar, no intervalo, e teve boa atuação no surpreendente 3 a 3 do Engenhão. Nos próximos dias, assinará a renovação de contrato até maio de 2017, com multa rescisória na casa dos 20 milhões de euros (R$ 50,1 milhões) para o Exterior. Irmão do zagueiro Maicon, titular do Porto, o centroavante é comparado a Leandro Damião, pelo estilo, pela altura (1m87cm) e pela fortaleza física. A seguir, os principais trechos da entrevista.

DE – Quais são as suas características?
Maurídes – Gosto de atuar na área, mas também tento fazer jogadas para ajudar o time. Sou canhoto e treino bastante cobranças de falta. Já fiz alguns gols assim.

DE – O que Dorival Júnior pediu para você no intervalo contra o Flamengo?
Marides – Pediu para eu ficar mais posicionado na área, como centroavante. Disse para aproveitar meu porte e tentar prender os zagueiros do Flamengo para criarmos chances.

DE – A torcida pode esperar de você um novo Leandro Damião?
Maurídes – O Damião é uma inspiração para minha carreira e já venho conversando bastante com ele para tentar melhorar a cada dia. Quero me dedicar tanto quanto ele e vou me esforçar para a torcida gostar de mim, mas cada um tem seu estilo. Damião é um dos meus ídolos, ele batalhou muito pelo espaço no clube. É uma inspiração para mim.

Os 10 pontos no joelho de Sandro Silva

28 de maio de 2012 1

D’Alessandro e Sandro Silva estarão de volta ao time de Dorival Júnior no dia 6, contra o São Paulo, no Beira-Rio, no retorno do Brasileirão. A dupla já deverá treinar com a equipe nesta semana. Um detalhe: ao contrário do que imaginava-se, Sandro Silva não recebeu quatro ou cinco pontos no joelho direito, devido a uma briga na madrugada do 14 de maio, mas, sim, 10 pontos, o que chegou a preocupar a direção colorada, devido ao temor de a contusão (possivelmente ocorrida ao bater em um saliência do chão, na hora da queda) ter afetado tendões – o que não confirmou-se.

Grêmio treina em Porto Alegre e atende jogadores

28 de maio de 2012 1

Ao optar por não sair de Porto Alegre durante o recesso do Brasileirão, a direção do Grêmio também levou em conta o desejo dos jogadores de permanecerem próximos aos seus familiares. Com uma sequência de viagens e jogos decisivos a partir de junho, o grupo passaria um longo período fora da Capital.

A direção assegura que a decisão de ficar nada tem a ver com o ocorrido em 2010. Naquele ano, houve uma espécie de boicote dos jogadores quanto à realização de uma intertemporada em Santa Catarina. Alguns demonstraram nítida má vontade durante amistosos disputados na capital catarinense.

Junho será um mês de muitas viagens para o time. A primeira será segunda-feira, dia 4, quando o Grêmio embarca para Goiânia, onde enfrenta o Atlético-GO dia 6.

Outra ausência prolongada se dará depois da primeira partida contra o Palmeiras, possivelmente dia 13. Dia 15, o time embarca para Recife, local do jogo contra o Náutico. Da capital pernambucana, a delegação seguirá para São Paulo. Lá, será feita toda a preparação para a partida de volta contra o time de Luiz Felipe Scolari.

- Luxemburgo foi sábio ao optar por Porto Alegre. Aqui, temos toda a estrutura médica e de preparação física. Já conhecemos a cama, a comida e todos os cantos do local em que iremos trabalhar – afirma o preparador físico Paulo Paixão.

A partir de quarta-feira, haverá trabalhos em dois turnos no Olímpico. À noite, os jogadores irão dormir no Hotel Deville, como se estivessem em regime de concentração para uma partida.

Caso Oscar: conciliação ocorrerá até sexta, diz ministro do TST

28 de maio de 2012 32




Ainda nesta semana Oscar deverá ser, definitivamente, jogador do Inter. São Paulo, Oscar e Inter estão bem perto de um acordo para encerrar o processo judicial e ressarcir o Morumbi em cerca de R$ 15 milhões pelo meia – com pagamento bem parcelado. A confirmação deu-se há pouco, através do ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Guilherme Caputo Bastos.
Nessa sexta-feira, ao deixar a sua palestra no Seminário Executivo Terceirização Sem Fraude, o ministro foi procurado pelos advogados Carlos Ambiel, do São Paulo, e por André Ribeiro, de Oscar.
- Eles me apresentaram uma pré-minuta, um esboço dos termos que estão sendo alinhavados entre as partes para a conciliação – disse Caputo Bastos. – Creio que esse acordo ocorrerá até a sexta-feira – acrescentou.
Para a formalização do acerto, documentos foram enviados para a Alemanha, onde estavam Oscar (com a Seleção Brasileira, em Hamburgo) e o empresário do meia, Giuliano Bertolucci, para que tivessem conhecimento formal do acordo.
No último dia 22, a sessão do TST que analisaria o mérito do habeas corpus concedido a Oscar foi adiado, a pedido dos advogados das duas partes (São Paulo e Oscar), que solicitaram 10 dias para que pudessem encaminhar um acerto e, assim, pôr um fim no processo e assegurar definitivamente Oscar no Beira-Rio – sem novos sustos.
Depois de Oscar ter concedido dois habeas corpus para trabalhar onde deseja, no TRT paulista e no TST, o São Paulo mostrou-se mais aberto a uma negociação para a liberação do atleta.