Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Rescisão de Luxemburgo poderá parar na Justiça

04 de julho de 2013 11

Aguardada para a próxima semana, a rescisão de contrato de Vanderlei Luxemburgo poderá ser o ponto de partida para uma batalha judicial entre o treinador e o Grêmio.

A direção já tem sua posição definida. Seus advogados irão propor ao representante do técnico um abatimento sobre a multa rescisória. Luxemburgo recebia salário mensal de R$ 601 mil.

Como a lei prevê o pagamento de metade do total a que o ele teria direito até dezembro de 2014, a multa será de R$ 5,4 milhões. O Grêmio tentará reduzir esse valor e fazer a quitação de forma parcelada.

Luxemburgo não estaria disposto a aceitar abatimento. Muito menos parcelamento. Em entrevista a Zero Hora, o treinador assegura que não forçou a demissão para embolsar o valor estipulado pela multa. Mas deixou um recado:

- A multa foi colocada antes, foi discutida antes, foi posta no contrato e foi aceita, e contrato assinado tem de ser cumprido. Isso é normal em qualquer relação de trabalho. Você tem um contrato de trabalho e espera que ele seja cumprido pela empresa.

Dois advogados consultados por Zero Hora observam que sempre se chega a um acordo extrajudicial entre as duas partes. Tudo para evitar que o caso vá parar na justiça, onde decisões em primeira instância costumam levar pelo menos seis meses. Com os recursos, os casos nãoa transitam em julgado antes de um ano.

Ex-treinador do Inter, o uruguaio Jorge Fossati aceitou receber em parcelas valores devidos pelo clube. Como houve atraso, recorreu à Justiça do Trabalho.

-  O Grêmio não pagará a multa integral. Luxemburgo está enraivecido e certamente não aceitará redução. Acho que o caso vai parar na justiça – teme um dirigente.


Comentários (11)

  • FALOU E NADA FEZ ….. diz: 4 de julho de 2013

    Gozado, ficou um ano enganando aqui, não ganhou nada, só alegria para os outros clubes, ainda tem coragem de dizer que agora o projeto vai dar certo, por favor, vá enganar em outras pastagens, idiota ……………………………..

  • Luiz A. Aita diz: 4 de julho de 2013

    A INFORMAÇÃO ACIMA QUE A DECISÃO DE 1º GRAU E DAS INSTÂNCIAS SUPEIORES COM O TRANSITO EM JULGADO DEMORA PELO MENOS UM ANO ESTÁ TOTALMENTE EQUIVOCADA…EU DIRIA QUE SE FOREM UTILIZADOS TODOS OS RECURSOS POSSÍVEIS A DECISÃO FINAL NÃO SAIRÁ ANTES DE CINCO ANOS!!!

  • Marcelo diz: 4 de julho de 2013

    Mais um calote gremista????????????

    Assinam os contratos e depois querem renegociar: OAS, Luxemburgo…

    Cadê a palavra empenhada????

  • Carlos Alberto diz: 4 de julho de 2013

    Uma sugestão de trabalho, Benfica. Pesquise quantos jogadores e ou técnicos da dupla entraram na justiça do trabalho nos últimos 20 anos. Ou 10, se quiser. Ou, vá lá, desde que o Fossati entrou. Aposto 10 contra 1 que sei qual clube tem mais processos. Aposto mais 10 que quem tem mais, ganha do outro em mais de 10 vezes.

  • Pedro Xiru diz: 4 de julho de 2013

    Bah, deixa o GRÊMIO em paz ! Aproveitador, fracassado, enrolão ! Todo apoio ao Koff, tava na hora !!!!

  • rbs diz: 5 de julho de 2013

    O Grêmio não pagará a multa integral. Luxemburgo está enraivecido e certamente não aceitará redução. Acho que o caso vai parar na justiça – teme um dirigente.
    Senta e espera Luxemburgo ! Sim tem contrato e deve ser cumprido. Mas a forma como esta rescisão será paga não está detalhado. O Grêmio está bem “calçado” com informações do seu departamento de futebol das inúmeras situações constrangedoras criadas pelo seu demitido técnico. E isto vale muito na justiça do trabalho, se assim for o destino da sua rescisão. Falando em presente, já é notório a diferença de ambiente com a nova comissão técnica. Apesar de pouco tempo vamos ver como o Grêmio se comporta no sábado contra o Atlético PR.

  • luiz diz: 5 de julho de 2013

    O Grêmio devería cobrar na justiça um abatimento por ineficiência de trabalho. E temos provas disto, é só ajuntar ao processo notícia quase que diárias deste jornal sobre sua ineficiência e desleixo no cumprimneto de suas funções. Pelo menos qunado era técnico do Grêmio, era o que mais se lia neste jornal. Parece que agora que não é mais, este jornal mudou um pouco de opinião.

  • Eduardo diz: 5 de julho de 2013

    Quanto mais demorar a decisão da justiça mais alta será a multa a ser paga, se Luxemburgo estiver bem de dinheiro ele vai esperar a decisão da justiça, se estiver mal de grana, vai fazer acordo com o Grêmio.
    Decisão na justiça do trabalho normalmente é a favor do empregado e faz cumprir o que está no contrato. Trabalhar bem ou mal pouco importa, ele não fez nada de desonesto, se o trabalho não era bom o Grêmio não devia renovar o contrato.
    A torcida devia pagar a multa, ela exigiu do Koff a renovação do contrato, a torcida é a causadora da dívida com o Luxemburgo, cada gremista que estava no Olímpico e exigia a contratação deve, agora, bater com a cabeça na parede e dizer burro, burro, burro.
    O Píffero, ex-presidente do Inter, estava certo quando disse, a torcida torce e o presidente dirige.

  • Jarbas diz: 5 de julho de 2013

    Se assinou o contrato tem que pagar.É assim que funciona com quem tem vergonha na cara.

  • garcia diz: 5 de julho de 2013

    no final do ano passado, Paulo Santana e toda a torcida gremista gritava “fica luxa”, fica luxa, tanto que propuseram contrato com uma multa rescisória altíssima, salário também, , pois, do outro lado , luxemburgo poderia querer sair também. VALE PARA OS DOIS LADOS . agora simplesmente não querem pagar aquilo que está no contrato . Imagina se o Luxa tivesse contrato verbal . Tava ferrado. TREINADOR TEM OBRIGAÇÃO DE MEIOS , NÃO DE RESULTADOS . o fio do bigode não vale mais . O próprio KOFF que PRESSIONOU. LUXEMBURGO (RICO) custou a aceitar. . estava visto que fora já eliminado de 4 competições, Quanto ao processo, não dura tanto quando se tem um contrato detralhado e com valores definidos , e acho que luxemburgo amarrou bem as pontas do pacote . O GREMIO VAI TER DE PAGAR 7 MILHOES . Não tem jeito. cedo, ou mais , se for mais tarde . É questão de dignidade . Quem mandou aceitar as condições????

  • Luiz Alberto Aita diz: 12 de julho de 2013

    Marcelo, quem dá calote é o sport club 2006 ,que faz mais de 20 anos que fez um plano de sorteios e não entregou aos contemplados, isso sim é ser CALOTEIRO!!!

    Ao Jarbas, digo que é bom ele se atualizar, porque como ele diz “se assinou contrato tem que pagar…”, eu também concordo, e, diria a ele que peça para o sport club 2006 cumprir então o contrato com o ex-técnico uruguaio Fossati ao qual deve a recisão de 2010 até hoje!!!

Envie seu Comentário