Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Dirigente do Grêmio não condena Brigada e promete trabalhar para eliminar a tensão

29 de julho de 2013 11

Responsável pelo relacionamento entre a direção do Grêmio e as torcidas organizadas do clube, o vice-presidente Nestor Hein pretende trabalhar para diminuir “o clima de tensão vivido pela Geral e Brigada Militar”.

Domingo, recém chegado de uma viagem a Buenos Aires, o dirigente repetiu o que havia feito no jogo contra o Botafogo, dia 14, e assistiu do espaço da Geral a Grêmio e Fluminense. Conforme Hein, o descontrole teve início quando um torcedor xingou os brigadianos que retiravam o chamado Gaúcho da Geral e foi golpeado com um cassetete.

- Até então, tudo estava normal. A BM pediu que ele descesse do guarda-corpo e foi atendida. Os brigadianos sequer o seguraram. A confusão começou quando um torcedor xingou – relatou o vice-presidente.

Para Hein, há erros de parte a parte. Na sua opinião, o mais importante, a partir de agora, é agir para que a situação se normalize e o Gre-Nal de domingo, na Arena, transcorra em paz.

- Não serei eu o detrator da Brigada. Vou me encontrar com o comando para tentar intermediar – afirma.

Segundo Nestor Hein, o Grêmio não dá dinheiro, nem ingressos para a Geral. Da mesma forma, também não há ingressos subsidiados.

No jogo contra o Botafogo, o dirigente disse ter testemunhado atos de violência provocados por três torcedores. As ocorrências foram registradas no Juizado Especial Criminal (JECrim) e todos eles foram proibidos de voltar à Arena.


Comentários (11)

  • Davi Cruz diz: 29 de julho de 2013

    A Geral era só simpatia na época do Odone e agora é confusão todo o jogo. Mesmo que esse caso específico tenha sido por DESPREPARO TOTAL DA BM, tá difícil defender a Geral.

    Acabou as regalias, começou a baixaria… não existem conhecidências.
    Devemos pensar MAIS NO GRÊMIO e MENOS (muito menos) NA GERAL.

  • JOAO NUNES diz: 29 de julho de 2013

    Ainda irei escrever um livro sobre o GREMIO e a nossa querida imprensa isenta! O título já tenho: A RBS NO PAIS DAS MARAVILHAS!

  • Rogério diz: 29 de julho de 2013

    Só quero um dia poder entender o porque de direção após direção do Grêmio continuar apoiando e respaldando essa marginália chamada Geral.

  • edson diz: 29 de julho de 2013

    Uma das declaracoes mais infelizes desse bando de dirigente incompetente q representa o Gremio nessa ultima decada. Dirigente tem q estar sempre do lado do torcedor, a nao ser q o torcedor cometa algum ato de extrema gravidade. Subir na grade nao me parece estar neste contexto. Nao defendo a Geral, pois sei q tem alguns la’ q so’ servem pra causar problemas. Mas a atitude da policia foi covarde e desreipeitosa, agiu contra os direitos do cidadao. So’ prova o qto a policia no Brasil e’ despreparada. Olha, nao quero incentivar a violencia, nem o distrato as autoridades, mas qdo o numero ficou de igual para igual, os policiais fugiram, pois sao covardes, so’ crescem qdo estao em maior numero.

  • PEDRO GAUCHO diz: 29 de julho de 2013

    Não se trata de Brigadianos mal preparados coisa nenhuma, aquela agressão ao rapaz de muletas foi coisa feita com paixão clubística. Nenhum brigadiano gremista iria dar porrada num símbolo tricolor que é o Gaucho da Geral. O resto é papo furado.

  • Marcelo diz: 29 de julho de 2013

    Esse Nestor Hein tá de brincadeira, né? Só ele em todo o território nacional, e ele tava na Geral, não viu que a confusão foi iniciada pelo própria Brigada Militar. Lamentável que dirigentes com esse grau de miopia sejam os defensores da torcida do Grêmio dentro do seu próprio estádio.

  • Vingador diz: 29 de julho de 2013

    O gremio está deixando seus torcedores apanharem da BM.

  • GremistaSM diz: 29 de julho de 2013

    tudo bem mas precisava bater por tras no cara que tava saindo sem resistir isso e prepotencia, provalecimento e porque nos jogo do co-irmao a brigada nao vai la na torcida deles enche o saco e na arena tao sempre procurando prejudicar o GREMIO e ja to me convencendo que a Brigada sao tudo vermelinho.

  • Jose Dalmo Lange da Silva diz: 29 de julho de 2013

    Eu entendo a CUMPLICIDADE do Gremio c/a BM.
    Todos os dois fazem parte da futura chamada FORCA.
    Ou seja, do futuro assolador em que esses estadios, hoje “livres”, serao prisoes no futuro.
    Este GAUCHO esta sendo reprimido por representar um sentimento gauchesco tradicionalista. Nunca cometeu uma violencia, mas sempre foi discrinados.
    Aqui neste pais onde (USA) certamente seria tratado como um ATO discriminatorio.
    O povo brasileiro n/esta se dando conta mas, estao tirando nossa liberdade.
    Porque voces da imprenca n/procuram saber o que esta acontecendo no congresso.
    Perguntem s/a lei anti-terrorista se ja esta aprovada ou sancionada e se tiverem coragem, procurem saber o que ha por tras dela e informem, cumpram o dever de informar, antes que seja tarde.
    Defendam os mais fracos.
    Um abraco

  • luiz diz: 29 de julho de 2013

    Esta notícia só podería sair neste blog. Olha , a observação do comandante é clara e mostra a gana que ele tem da torcida do Grêmio: querem saber do que vai acontecer com este inquérito, nada. Só haverá inquérito porque as gravações das imagens pelo facebook, feitas pela torcida do Grêmio mostrou bem a cob=vardia que fizeram. Se fosse me outra época, a BM, a m ndo deste comandante desleal, tería batido covardemente e ninguém sabería. Pelo teor da entrevista percebe-se que esta animosidade da BM com a torcida gremista naquele espaço não vai acabar. Acho que a direção do Grêmio deve tomar providências imediatas e, junto com a ARENA, providenciar segurança particular dentro do estádio. mas antes, deve rever a contratação das pessoas que chefiam a segurança da ARENA, hoje comandada por um colorado doente e de má vontade com a torcida do Grêmio. Incidentes menores já ocorreram por causa da arrogância e atitude do chefe da segurança. Enquanto estas duas atitudes não forem tomadas: BM fora da ARENA e troca da chefia da segurança, teremos novos problemas. Para o bem de todos, principalmente do Grêmio, estas medidas devem ser tomadas.

  • Luiz diz: 30 de julho de 2013

    Na foto vejo sete policiais negros e um homem branco no chão apanhando; PARECE racismo!!!

Envie seu Comentário