Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de novembro 2013

Cotação: As notas para Corinthians 0x0 Inter

30 de novembro de 2013 3
Foto: Eduardo Viana / Agência Lancepress!

Foto: Eduardo Viana / Agência Lancepress!

Muriel
Algumas intervenções, uma boa defesa no solo e um erro. 5

Ednei
Se tornou o cobrador de faltas do time. Ainda que sem grandes resultados. 4

Índio
Firme na defesa, por pouco não marcou um gol de cabeça. 6

Juan
Sem grandes problemas diante de Romarinho e de Sheik. 5

Fabrício
Um desperdício de energia. Tem força e velocidade, mas pouco apoiou. 4

Josimar
A entrega de sempre. Se não se machucasse tanto, seria o dono da camisa 5. 6

Willians
Marcação, pancadas, cotovelos para todos os lados e faltas. Até que foi expulso. 3

Jorge Henrique
Parecia ansioso na primeira vez contra o ex-clube. Saiu de campo ovacionado – pelos corintianos. 4

D’Alessandro
Descontado, mostrou muita luta no meio-campo, mas pouca efetividade na frente. 5

Otávio
Noite de aparições esporádicas no Pacaembu. 5

Leandro Damião
Marcado de cima pela defesa, quando abastecido, nada fez. 4

João Afonso
Entrou na fogueira e cometeu menos faltas que Willians. 5

Caio
Foi a campo a nove minutos do fim. Sem tempo, sem nota.

Alan Patrick
Jogou por apenas quatro minutos. Sem nota

Inter chegou a projetar o time de 2013 sem D'Alessandro (agora, Flamengo quer o argentino para a Libertadores)

29 de novembro de 2013 28

Augusto Turcato

Não se surpreenda, torcedor colorado, se por um acaso o namoro do Flamengo com D’Alessandro se transformar em casamento. O Flamengo investirá para a disputa da Libertadores. Paulo Pelaipe, nos tempos de Grêmio, já havia indicado o jogador para o Olímpico. E, agora, o principal: já há no Beira-Rio quem se questione sobre a permanência do meia argentino no clube.
Assim que Dunga/Paulo Paixão foram contratados, ainda no ano passado, eles receberam a seguinte informação de um dirigente do Inter:
- Se preparem para montar um time com D’Alessandro e outro sem D’Alessandro.
A nova comissão técnica então questionou o interlocutor, assegurando que D’Alessandro era imprescindível para a remontagem da equipe e que o argentino não era o problema e, sim, a solução.
- Mesmo assim, estejam preparados (para a venda de D’Alessandro) - retrucou o dirigente.
Portanto, ainda que Fernando Carvalho entenda que D’Alessandro seja um jogador fundamental também para 2014 e que o argentino seja uma espécie de garoto-propaganda do novo Beira-Rio, uma saída após cinco temporadas e meia de Inter não pode ser considerada assim tão, tão surpreendente…
* Com Alexandre Ernst

D'Alessandro entra nos planos do Flamengo

29 de novembro de 2013 15
Mauro Vieira

Mauro Vieira

Por Alexandre Ernst

alexandre.ernst@zerohora.com.br

 

O Flamengo está mesmo decidido a montar um grupo forte para a Libertadores. O primeiro reforço pretendido é um pensador para o meio-campo. Inicialmente, o cogitado foi Zé Roberto, do Grêmio.

Agora, circula, no Rio, a informação sobre o interesse do clube carioca pelo meia D’Alessandro, do Inter.

Jornalistas cariocas já buscam com representantes do jogador os detalhes sobre a duração do contrato do argentino, que irá até metade de 2015.

O executivo de futebol Paulo Pelaipe é admirador do futebol de D’Alessandro.

Em 2008, época em que o argentino atuava pelo Zaragoza, da Espanha, chegou a fazer uma investida para trazê-lo para o Grêmio.

Bem adaptado ao Brasil, D’Alessandro tem recusado reiteradas propostas do River Plate, clube em que iniciou sua carreira.

 

 

Pelaipe termina temporada como destaque entre os executivos do futebol brasileiro

28 de novembro de 2013 4
Fla Imagem

Fla Imagem

Paulo Pelaipe finaliza a temporada como um dos pricipais executivos do futebol brasileiro.

No início do ano, ele aceitou envolver-se em um projeto arriscado, em que o Flamengo tinha como primeiro objetivo sanear graves dívidas financeiras. Depois, se restasse algum recurso, haveria investimento no futebol.

Vencido um começo difícil, marcado por pesadas críticas, Pelaipe teve a chance de montar um grupo confiável, eficiente, com jogadores como Elias (na foto, ao seu lado) que chega ao final do trabalho coroado pelo título da Copa do Brasil.

Com as finanças organizadas, o clube que antes atrasava pagamentos já irá depositar nesta sexta-feira o 13º salário na conta dos jogadores.

As primeiras sondagens por Pelaipe já começam a surgir. Até de um fundo de investimentos que atua no ramo do futebol.

É difícil, contudo, que Pelaipe deixe o Flamengo. O presidente Eduardo Bandeira de Mello já anunciou que conta com ele para o projeto Libertadores. Com a promessa de liberar recursos para a montagem de um time mais forte. Zé Roberto, do Grêmio, poderá ser o primeiro da lista.

 

Dois vestiários

28 de novembro de 2013 6

Fernando Gomes

Um vestiário, duas gerações. O vestiário do Inter hoje conta com dois grandes grupos. De um lado, os experientes (veteranos, cascudos…). De outro, os guris (novatos, jovens, pratas da casa, casquinhas…). Nos recentes tropeços, para Goiás e Coritiba (porque, sim, um 0 a 0 em casa com o Coritiba é tropeço), houve cobrança geral de lado a lado. Dos veteranos, liderados por D’Alessandro, aos gruis, cujo principal expoente é o zagueiro Jackson, todos reclamaram de todos. E assim vai o Inter, com o discurso protocolar de que é uma “família” e tentando catar os pontinhos que faltam para se manter na Série A.

Flamengo sonha com Zé Roberto para a Libertadores

28 de novembro de 2013 2
Ricardo Duarte

Ricardo Duarte

Ainda na euforia pela conquista do título da Copa do Brasil, o Flamengo já projeta a montagem do grupo para a Libertadores.

O clube considera difícil manter Elias, volante que já revelou o desejo de retornar ao Corinthians. Na luta para contratá-lo, também estaria o Internacional.

Um dos reforços pretendidos pelo Flamengo é Zé Roberto, do Grêmio.

O meia, de 39 anos, tem contrato até 31 de dezembro. E poderá renovar automaticamente em caso de classificação para a Libertadores.

Não se sabe ainda quais os planos do Grêmio em relação a ele. É possível que a redução nos gastos com a folha de pagamento inclua o jogador.

 

Luigi faz aniversário e sonha com presente no sábado

28 de novembro de 2013 10

Tadeu Vilani

Giovanni Luigi cumpre hoje 55 anos de vida. Deseja apenas um presente de aniversário: que o ano acabe no sábado. Para isso, o Inter precisa vencer o Corinthians no Pacaembu, na despedida de Tite. Caso não vença, e perca, por exemplo, precisará torcer por derrotas de Coritiba (contra o Botafogo, em casa) e de Fluminense (que recebe o Atlético-MG). O Vasco nem adianta secar porque enfrentará o Náutico. E quase ninguém perde para o Náutico…

Perdão, Ênio Andrade

28 de novembro de 2013 3
Agencia RBS

Agencia RBS

O blog se penitencia pelo erro imperdoável de dizer que Ênio Andrade (na foto, com Baltazar) não conquistou títulos pelo Grêmio.

Foi ele o comandante do time campeão brasileiro de 1981, em pleno Morumbi lotado, contra o São Paulo.

Nenhum ex-jogador comandado por Ênio Andrade hesita em afirmar que ele foi um dos melhores treinadores do país.

Para muitos, Ênio, morto em 1997, foi injustiçado por jamais ter sido lembrado para treinar a Seleção Brasileira.

 

Prestes a encerrar vínculo, Inter estuda fazer homenagem a zagueiro Índio

28 de novembro de 2013 3
indio

As oito temporadas de Índio e os 13 títulos conquistados pelo Inter não serão esquecidos pela direção. prestes a encerrar o vínculo com o clube, o zagueiro de 38 anos deve receber uma homenagem pelos serviços prestados ao Inter desde 2005 — quando chegou ao Beira-Rio. Índio é um dos atletas mais benquisto do grupo profissional e participou dos principais títulos da história recente do Inter.

Há uma discussão nos gabinetes do Beira-Rio sobre o que fazer para eternizar a passagem do multicampeão pelo clube. Alguns defendem a ampliação do contrato até o meio do ano para, em 6 de abril, na data da reabertura do Beira-Rio, ser feita uma homenagem para o defensor em meio ao confronto contra o Peñarol. O Inter tem os direitos federativos de Marcos Antônio de Lima até dia 31 de dezembro.

Contratado junto ao Juventude ao final de 2004, Índio estreou no Inter em 2005, contra o Esportivo, em partida válida pelo Gauchão. É o jogador do grupo atual que mais vezes vestiu a camisa do Inter, com 382 partidas e 33 gols marcados — defensor que mais gols marcou na história vermelha.

Após ouvir "não" de Dunga enquanto técnico do Inter, Hungria faz nova investida no treinador

28 de novembro de 2013 1
duna

Desempregado desde que foi demitido do Inter, em outubro, Dunga voltou a ter seu nome vinculado a uma seleção de futebol na imprensa europeia. Segundo o jornal Népszabadság, a Hungria tem o desejo de contar com o treinador.

Dunga recebeu proposta dos húngaros ainda quando era técnico do Inter. A tratativa incluía coordenar a seleção do país desde as categorias de base. Como tinha vínculo com o Beira-Rio até dezembro, negou a Europa. Uma nova investida deve ser feita até o final do ano.

Enquanto aguarda o contato, Dunga planeja uma viagem à Europa após o sorteio das chaves da Copa do Mundo, dia 6 de dezembro. Trabalhar na seleção japonesa ou em um clube da Itália também são realidades no futuro do ex-técnico do Inter.