Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Vitória dos vândalos: O Brasileirão marcará o início de uma Era de Gre-Nais com torcida única

01 de abril de 2014 72

Omar Freitas

Há uma certeza nos bastidores do Beira-Rio: um natural e provável revide da torcida gremista contra o patrimônio colorado, no Gre-Nal do dia 13, que decidirá o Gauchão – com depredação de cadeiras, como os colorados fizeram na Arena -, será o começo do fim das duas torcidas nos estádios.
Os próprios clubes deverão propor que os clássicos pelo Brasileirão (ou até mesmo pela Copa do Brasil) sejam realizados somente com a torcida mandante nas arquibancadas. Assim como ocorre em Belo Horizonte, nas partidas entre Atlético-MG e Cruzeiro.
O acordo de cavalheiros entre Grêmio e Inter, que prevê o ressarcimento em caso de depredação do patrimônio de um pela torcida do outro – como ocorreu nesse domingo -, forçará o fim da civilidade e dos reles 1,5 mil ingressos destinados ao visitante.
Sorte de quem nasceu até os anos 80, que pôde assistir aos clássicos com os estádios divididos. essa cena jamais se repetirá em um Gre-Nal.

* O Inter ainda não recebeu a conta dos estragos das cadeiras na Arena. O certo é que a conta para os colorados será inferior aos R$ 100 mil divulgados. Ocorre que a Arena ainda não havia consertado as cadeiras que foram quebradas pela torcida do Brasil-Pel. O acúmulo dos dois jogos de depredações, sim, até pode atingir os R$ 100 mil, mas a conta será rateada entre colorados e xavantes.

Omar Freitas

Comentários (72)

  • Marcelo Lencina diz: 1 de abril de 2014

    Apoio total..

  • David Carvalho diz: 1 de abril de 2014

    Tenho uma sugestão para resolver este problema:
    Que seja cobrado, a título de seguro, um acréscimo sobre o preço do ingresso, algo assim como R$ 15,00, dos torcedores visitantes. Caso não ocorra nenhum incidente, este valor seria devolvido mediante a apresentação do canhoto do ingresso. Aposto que diminuiria muito estes danos.

  • Ricardo Batista diz: 1 de abril de 2014

    Muito fácil resolver este problema. 30 seguranças do clube visitante, postados em cada corredor de escadas, detendo qualquer cara que queira brigar, quebrar ou bagunçar, fazendo com que os mesmos arquem com os prejuízos, sai mas barato e não cria este monstrengo de torcida unica.

  • Rafael diz: 1 de abril de 2014

    “reles 1.500 torcedores”??????????????????????????????????????????????????????????????????????

    O que aconteceria se fossem 15.000 então?????????????????????????????????????????

    Levaria UM MÊS para reparar os danos causados pelos INVEJOSOS!!!!!!

    Se for pra ser assim, QUE SEJA COM TORCIDA ÚNICA!!!

    Antes de começar o jogo, a imagem da TV mostrava….

    É INCRÍVEL!!!!!! Não tinha UMA ÚNICA CADEIRA que não tivesse sendo PISADA pelos “torcedores” do timinho……

  • Eduardo diz: 1 de abril de 2014

    A melhor opção seria retirar as cadeiras dos locais para adversarios.
    Já que o povo é bandido por natureza, que seja apenas uma arquibancada, sem cadeiras……….

  • Farias diz: 1 de abril de 2014

    Estes atos , somados aos de procuradores que querem punir os clubes por causa dos desatinos de seus torcedores, farão desaparecer o futebol na “terra do futebol”.

  • Assimtabom diz: 1 de abril de 2014

    Cadeiras quebradas na Arena: a OAS recebe; Cadeiras quebradas no Beira-Rio: o Grêmio paga!

  • Silvio Lobo Rodrigues diz: 1 de abril de 2014

    È algo lamentável que isto venha a acontecer. É a vitória dos vândalos sobre os civilizados. É uma verdadeira tristeza para o Rio Grande do Sul ver esta degradação da sua sociedade. O nosso estado que já esteve no topo do ranking da educação agora está indo para os últimos lugares pois estas depredações nos estádios evidenciam o nível que chegamos.

  • Beto diz: 1 de abril de 2014

    Infelizmente vcs tem razão, temos que aceitar que os tempos bons acabaram, hoje sei que jamais voltarei a assistir um Gre-Nal dentro do Estádio do meu rival. Sempre fui aos Gre-Nais com os meus amigos que torcem para a equipe rival, nos separávamos na entrada do Estádio e nos encontrávamos na saída. JAMAIS desrespeitei o patrimônio alheio, portanto nunca depredei o Estádio adversário, tampouco pensei em brigar ou discutir com outros TORCEDORES pois minha intenção sempre foi de assistir ao jogo e torcer. Peço que não chamem estas gangues de torcidas organizadas, pois tudo que eles não são é torcedores. Infelizmente estas gangues conseguiram acabar com a civilidade dentro dos Estádios. VITÓRIA DOS VÂNDALOS E MARGINAIS!!!

  • Luizao diz: 1 de abril de 2014

    Eu simplesmente não consigo entender por que a policia não prende esses marginais.Simplesmente fica por isso mesmo e ainda o clube por quem eles”torcem” indenizam o clube adversário. Me parece as vezes que a impunidade está cada vez mais arraigada nas autoridades brasileiras, com o respectivo consentimento os clubes, que nestes casos não fazem nada. Este acordo de cavalheiros entre Gremio e Inter é simplesmente ridículo e intolerável.

  • 1273kaiser diz: 1 de abril de 2014

    solução, pura e simples. 5 mil lugares nos grenais e 2 500 lugares para outros clubes grandes que sempre vem a POA nas competições nacionais e INTERnacionais. é só colocar os assentos plásticos ””sem encosto”’ direto parafusados no concreto. pra que tanta discussão, isso jamais vai mudar.

  • Ayrton diz: 1 de abril de 2014

    É lamentável. Tive a honra de acompanhar futebol dos anos 80, 90, não só pelos times mas tu poder ir num grenal no beira rio e ou olímpico com meia torcida para cada um e poder as 2 torcidas saírem juntas, onde dava briga apenas quando tinham provocações não tem preço. Tive essa felicidade, e nesse tempo o ingresso era barato, para quem acha que é só ‘pobres” que fazem arruaça. São um bando de bandidos porque mesmo com o ingresso caro eles fazem isso. Mas assim como bandidos que matam e não vão presos, esses marginais do futebol sabem que não vai acontecer nada pra eles também, é triste mas é a realidade.

  • Eduardo diz: 1 de abril de 2014

    É a melhor coisa a fazer, mas tanto uma como outra torcida já vandalizaram seus próprios clubes, um gremista quebrou um vidro da Arena na saída de um jogo, o mau caráter quer é fazer baderna não interessa quem ele vai prejudicar, ele quer é fazer vandalismo. Se os torcedores violentos não brigarem com a torcida adversária, brigarão entre si, como os colorados no último grenal.
    Ter 1.500, 1.000, 500 ou nenhum torcedor do clube visitante, não vai fazer diferença nenhuma para o time em campo, se não tem torcida, no momento do gol eles correrão em direção ao seu banco de reservas.
    Infelizmente os nossos modernos estádios foram construídos para os trogloditas se deliciarem com suas atitudes pré-históricas, eles são numerosos, não vamos pensar que são meia dúzia de torcedores, nada disso, eles podem ser contados em centenas.

  • airton diz: 1 de abril de 2014

    Qual a punição que será aplicada ao sócio do Internacional que postou fotos no Face quebrando cadeiras na Arena no dia do Grenal. Creio que a imprensa deveria cobrar mais dos dirigentes da dupla e das autoridades policiais sobre atos destes imbecis que depredam o patrimônio público e denigre a imagem dos nossos times.

  • Marcelo diz: 1 de abril de 2014

    Sugestão: o Grêmio fornece as imagens dos colorados que quebraram as cadeiras na Arena e o Inter não os deixa mais entrar no…Beira-rio!!!!!! O Inter faz o mesmo, fornecendo as imagens dos gremistas que quebrarem as cadeiras no Beira-rio, para que eles sejam proibidos de entrar na…Arena!!!!!

  • Luciano diz: 1 de abril de 2014

    Tem uma coisa que eu não entendo: Com 1.500 ingressos de cadeiras com identificação não seria viável, a venda mediante a identificação do comprador? É simples para o clube visitante manter um cadastro simples de todos os nomes que adquiriram ingresso e onde deverá ficar. De preferência, podem ser sócios do clube visitante somente. Caso ocorra a depredação de tal cadeira, o torcedor que adquiriu o ingresso referente aquela cadeira sofre algum tipo de punição, como uma pesada multa ou a impossibilidade de assistir jogos do SEU CLUBE. poderá sofrer algum tipo de punição por vandalismo também.
    E caso alguma cadeira fora do rol de cadeiras vendidas fosse quebrada? Aí as câmeras de segurança fazem o serviço de identificação. Lembrando que quem faz esses atos, normalmente são sempre os mesmos. Não acho certo o clube arcar com as despesas e também não acho correto terminar com as torcidas. Em último caso, sim, a extinção das duas torcidas, o que seria uma pena.

  • Celso diz: 1 de abril de 2014

    Era inevitável que o Inter e a OAS tomassem essa medida.

  • Colorado diz: 1 de abril de 2014

    Essa é a única solução. Torcida única nos grenais. Infelizmente todos acabam pagando por uma minoria irresponsável.

  • Roberto diz: 1 de abril de 2014

    Quem é civilizado, compra ingresso mesmo assim e assiste junto com a torcida dona da casa, discretamente. Aliás, é um bom caminho para começar uma nova era positiva, com torcedores misturados. Sugira isso, ao invés de sempre vir com esse jornalismo catastrófico e terrorista.

  • Wildem diz: 1 de abril de 2014

    É lamentável, mas é uma medida acertada, vândalos não devem assistir jogos, pois o futebol é uma diversão, passível de flauta, de gozação, mas este é o limite. Matar, morrer, agredir, depredar é característico de povo sem educação, malfeitores abomináveis, criminosos sem dignidade, cancros da sociedade.

  • Jesus diz: 1 de abril de 2014

    Ainda hoje no Sala de Redação foi colocado sobre soluções e alternativas para o caso de vandalismos no futebol. Certamente, estamos tratando com pessoas das cavernas e que não evoluíram do estado de primatas.

    É uma minoria? Não, não é uma minoria. Se fosse, uma maioria consciente e culta iria intervir e interromper essa onda de crimes contra a moral em ofensas que ninguém realmente pune senão apenas para constar. Baixarias e quebras de patrimônio alheio, que muitas vezes, com a única prerrogativa de chamar a atenção de um grupo e tentar, na busca vã, o codinome moral de “Alfa Destacado” na matilha.

    Isso, não se trata de uma ação de quem está constituído de sua sanidade e saúde mental dentro da normalidade. Estamos diante de uma epidemia, onde anônimos se escondem no coletivo para cometer absurdos sem qualquer punição, seja no ambiente virtual, eventos de porte ou reuniões coletivas de uma maneira geral.

    Solução para os estádios? Fábio Koff, na ocasião do Clube dos 13 já havia sugerido credenciamento e controle de maneira realmente séria para que se praticasse como objeto de lei aprovado na Assembléia e antes da própria Copa do Mundo. Não deu em nada! Atualmente, aparecem alguns entendidos que dizem que o torcedor deverá ter uma cadeira numerada ao comprar seu ingresso e se responsabilizar por ela (a cadeira)… Sim, e após o jogo o cidadão de bem vai apara casa… A turma que fica começa a quebradeira sem precedentes… Nesse caso, quem pagará a conta é o torcedor que está em casa? Parabéns para estes gênios da Rádio e da TV!

    O Brasil está uma baderna como nunca esteve tanto antes! A Copa das Confederações foi uma simples faísca do todo. Petrobrás, notebooks furtados com informações sensíves e projetos, espionagem em nossos emails via EUA, imaginem até Renan Calheiros apita no Brasil, mensalão com um Supremo, onde “Supremo” é apenas um, os demais, são focas amestradas e repetidoras, coniventes e talvez, bem pagas… Isso é muito frustrante!

    Quem sou eu? Patriota, Gaúcho (antes de ser Brasileiro), Ex-Oficial do Exército, empresário e mais uma pessoa indignada com o atual Brasil. Um Brasil de bundas e de putaria em novelas como jamais foi visto antes… Tudo pela audiência! A propósito, você assiste, acompanha ou recebe alguma notícia sobre o tal de BBrother na TV?

  • Carlos Gossling diz: 1 de abril de 2014

    Há vários anos sou a favor de torcida única em Gre-nais e jogos do Nacional com grande presença de torcedores adversários. Se não sabem se comportar, tem que serem banidos dos estádios e esta é uma fórmula de se colocar em prática

  • Luiz Patrick diz: 1 de abril de 2014

    Essa é a prova que somos incompetentes e incapazes de governar uma sociedade. Uma polícia fraca, um judiciário permissivo, uma legislação falha e uma sociedade doente…. No Brasil, sempre é assim, os corretos, os cumpridores da lei sempre pagam a conta no final … enquanto um bando de inúteis rastejam nos gabinetes de governos, polícias e juizados …. Falta de seriedade e omissão permitiu que se chegasse a esse ponto …

  • Vitor Hugo diz: 1 de abril de 2014

    Demorou!

    Desculpe o pessimismo, mas acho que não existe outra solução, que não seja torcida única no clássico. Porém, o mais preocupante é que essa boçalidade não se restringe a jogo de futebol. Basta você acessar uma rede social, um blog político ou cultural que você encontra essa gentalha se manifestando, ameaçando, vociferando..

    Felizmente para mim, sou do tempo em que o estádio não dividia-se exatamente meio a meio, mas uns 60% x 40% entre torcida do clube mandante e o visitante.

    Ah! Sou colorado, e o primeiro jogo que assisti foi um grenal no Olímpico em 1968 e o Inter levou 4 x 0. Não lembro de uma briga feia, e voltamos a pé para o Centro (época do bonde) com a cabeça inchada. Depois as coisas mudaram mas até mais ou menos os
    anos 90 ainda podíamos ir (colorados e gremistas) aos estádios em um grenal.

    Infelizmente, para quem é da paz (gremistas e colorados), acabou! A imbecilidade venceu, e quem devia garantir a civilidade (clubes, governos, políticos, judiciário sociedade no geral) são incapazes e nem tem a vontade de resolver como a Inglaterra e outros países fizeram há vinte anos atrás.

    Portanto, torcida única!

    Pena!

    Vitor Hugo.

  • Celso Junior diz: 2 de abril de 2014

    é um absurdo o que ocorreu na Arena do Grêmio. O torcedor acredita que está sendo herói ao empunhar uma cadeira em suas mãos…quebrá-la…quando de direito, seria para sentar, confortavelmente. Acredita friamente que está honrando a moral do seu clube. Pelo contrário, está onerando o caixa do seu clube do coração. Será um absurdo igual se gremistas forem ao Beira-Rio e fizerem o mesmo. Lamentável, simplesmente lamentável.

  • Dilson diz: 2 de abril de 2014

    Penso que naquela época, por serem duas torcidas grandes no estádio, havia maior respeito e atenção. Mas pergunto: porque os torcedores que não participaram da depredação não se manifestaram em contrário? Outra coisa, os ingressos foram vendidos para sócios do Inter. O clube sabe quem são os compradores e deveria pelo menos tentar identificá-los e puni-los, pois tomaram o lugar de quem queria se divertir.

  • HC Colorido diz: 2 de abril de 2014

    Enquanto os clubes são responsabilizados por estes vandalismos, isto só vai piorar.
    Se o Inter (meu clube) não consegue identificar e entregar para as autoridades (se é que elas existem!!!) os marginais e ainda pagar pelo conserto, então, convenhamos … ele é conivente. Até dá para desconfiar que foram mandados fazer isto pela própria direção colorada !!!!!!!!!

  • João Moura diz: 2 de abril de 2014

    Amigos, uma solução para este problema e o relativo ao racismo em espetáculos de futebol é responsabilizar ambos os crimes. Parece estranho, mas assim cada um seria fiscal daquele que está do seu lado.

  • Gaiato diz: 2 de abril de 2014

    Simples. A partir do Brasileiro, torcida única. E Gauchão, termina aqui. Vamos ver quem leva o último da história. Não vão querer receber novamente uma torcida do tipinho daquela de Pelotas…

  • Carlão diz: 2 de abril de 2014

    Não vejo nada demais nisso. Vai torcer pro teu time no teu estádio e não se fala mais nisso. Quem faz todo esse drama babaca é a imprensa que quer ver o circo pegar fogo. Assim evitamos conflitos de todo o tipo. Ninguém morre por ver seu time jogar na casa do adversário pela TV, não é mesmo, RBS?

  • Pedro Luis diz: 2 de abril de 2014

    Sinceramente, nada a ver a exclusão da torcida visitante, as reportagens que acusam a torcida colorada, sendo que anteriormente havia deteriorado cerca de 50 cadeiras, agora falam em 191, ta mais para 171 e expulsar a grande paixão dos gauchos, o grenal, pq não tiram as cadeiras? e o Racismo, esse pelo visto pode ficar?

  • Claudio Eduardo Martins Santos diz: 2 de abril de 2014

    Nessa matéria já falam em outro estrago feito e que não foi arrumado!

    100 mil dividido por 191, são mais de 500 reais por cada cadeira de péssima qualidade, aha!!!

    Pelo fim das cadeiras na torcida vistante na arena porto alegreense!

  • Nilton Bicca diz: 2 de abril de 2014

    Alguém pode me explicar quem são os “colorados” que vão a um estádio de futebol para destruir cadeiras trazendo para o Inter estas dívidas? Será que realmente não existe a possibilidade de identificar estes marginais e excluí-los do quadro social do Inter? Estes delinquentes para comprarem ingressos para o Gre-nal não têm de ser sócios do Inter? Vocês não acham adequado fazer uma campanha para eliminar estes indivíduos que trazem tanto mal e custos para o nosso clube? Fazer isto através de denúcias e outras armas legais disponíveis para a grande maioria da torcida colorada que são pessoas do bem (assim como a torcida do outro grande clube de Porto Alegre). Deixa-me um pouco preocupado a falta de reação por parte do Inter e de outros colorados. Isto tem muito a ver com o novo Beira-Rio, pois não quero ver gremistas queimando e destruindo as cadeiras do novo Beira-rio. E, infelizmente, creio que é isto que acontecerá por pura complacência e omissão da maioria.

  • Paulo Zimmer Gaspar diz: 2 de abril de 2014

    olá isto e democracia barata o povo merece este tipo de pessoas que vivem no meio da sociedade e temos que aplaudir e pedir que direitos humanos acompanhar esta pessoas nos protesto e na quebra-quebra, nos roubos.

  • nevio richetti diz: 2 de abril de 2014

    Amigos, o nível cultural do brasileiro caiu tanto que as palavras “idiota” e “ignorante”
    soam como “parabéns”!!!

  • chico diz: 2 de abril de 2014

    Rafael:
    Não lembra-se do greNAL do fogaréu? Agora quer pregar aqui de santinha… faça-me o favor, mané!!!!
    Sou totalmente contra esses vandalismos e fico muito infeliz por não termos mais clássicos com duas torcidas, perdeu um pouco da graça!

  • gustavo matos berte diz: 2 de abril de 2014

    Sou colorado e lemento muito e tenho vergonha do que aconteceu bando de imbecis.

  • volmar diz: 2 de abril de 2014

    quer saber, vou pegar meu radio de bolso, uma cervejinha e vou pescar.

  • jorge diz: 2 de abril de 2014

    sou sócio colorado e torcedor colorado mas vou me associar ao Gremio também e continuar assistindo Grenais, vaiando, aplaudindo, apupando e de vez em quando dizendo palavrões, mas dentro da civilidade, como todo ser inteligente deveria ser.

  • paulo diz: 2 de abril de 2014

    Os ingressos são vendidos apenas para sócios, não ??? Então que se faça um cadastro de todos os torcedores que vão a esses jogos, como visitantes, e que se cobre deles. Usem cadeira numerada e, desta forma, fica fácil identificar quem quebrou e também faz com que os que são responsáveis cuidem do patrimônio. IMBECIS são todos uns imbecis, colorados, gremistas, xavantes, juventudinos, caxienses, etc que agem assim. IMBECIS, SIM.

  • Leonardo diz: 2 de abril de 2014

    Mas é muito simples… uma vez que os visitantes que vão aos estádios são obrigatoriamente sócios, peguem as imagens de das câmeras que ambos estádios possuem e descredenciem estes falsos “torcedores”. Rapidinho isso acabaria. Os clubes são culpados por deixarem que os atos de vandalismo aconteçam sem intervir.

  • Carlos – cxs diz: 2 de abril de 2014

    Não precisava ser assim mas a impressão que dá é que com os novos estádios, a rivalidade vai aumentar ainda mais. Uma pena!!

  • clovis diz: 2 de abril de 2014

    Isso só acontece porque o nosso judiciário é uma tremenda bosta inútil, só existe para favorecer bandido endinheirado.

  • iraldo y castro diz: 2 de abril de 2014

    Neste comentario e respostas, estão dando munição aos vandalos, é só por segurança com cameras e se houver depredação as imagens, mostrarão os culpados e cobrem deles na justiça, o visutante paga a conta e recebe depois dos vandalos.Acho que a torcida do Grê mio não deve retalhar e sim tentar mostrar que com racionalidade pode-se vencer estes vandalos, se tiver um chame um segurança ou policial e entregue ele, aí começa a excluir estes bandidos travestidos de torcedor.

  • Gláucio diz: 2 de abril de 2014

    Sou colorado, gosto de ver me time quebrando o adversário dentro de campo, dando chocolate, apavorando, mas aí, descontar sobre uma cadeira? uma cadeira??? O que está acontecendo? Não tem como entender isso, jamais vou entender…

  • Eduardo Dorneles diz: 2 de abril de 2014

    Para o assimtabom. Depende de que setor os visitantes sentarão. Não te esquece que quase a metade do estádio, que não é arena, é da Andrade Gutierres. Cadeiras Vips, lojas, estacionamento, skybox, 5 mil cadeiras no melhor lugar do reformado, que não é arena. Receita em dias de show. Tudo da AG. Bom negócio é no bomnegócio.com

  • Pampeano diz: 2 de abril de 2014

    Sou totalmente a favor de termos clássicos com torcida única. Sempre temos essa corja de baderneiros que quebram e depredam o patrimônio do outro time, lamentável!! O pior de tudo é a omissão das direções, a partir do momento que somente os sócios têm acesso aos ingressos no campo do rival é impossível não conseguir identificar essas pessoas e excluí-las dos clássicos!!!
    Olha, sou colorado e é de doer o que fizeram na Arena, e certamente vai acontecer no Beira Rio, não foi a primeira e nem última vez. Se for pra ter grenal com duas torcidas, que seja no interior e em campo neutro, infelizmente é assim. Esse povinho que se diz torcedor não sabe o que é respeito e civilidade, sabendo que é o próprio clube que arca com os prejuízos causados, isso que é o pior… eles destroem e é o próprio clube que banca!! Isso não me entra na cabeça.
    Já passou da hora de torcida única nos estádios, bom para o patrimônio dos clubes, bom para a torcida e assim a brigada tira o corpo fora também, afinal não conseguem garantir nem 5 mil torcedores do Brasil-Pel na Arena!! Piada pronta, né?

  • WILL diz: 2 de abril de 2014

    Essas bostas de cadeiras azul bebê desbotadas já estavam todas quebradas e desparafusadas. O Responsável por isso foi os Xavantes e querem culpar os colorados!

  • lucas diz: 2 de abril de 2014

    As duas construtoras que são “proprietárias” AG e OAS devem sentar e resolver como agir. Os dirigentes da dupla assinam e apoiam! Simples!

  • Luis diz: 2 de abril de 2014

    Conversa pra boi dormir. Fui a dezenas de grenais nos anos 80 – os primeiros ainda nos anos 70 – e era a mesma coisa. Violência entre torcidas, saquinhos de mijo, depredação de banheiros etc. a diferença é que hoje há mais vigilância (tudo é mais documentado), os estádios são muito mais caros algumas organizadas realmente se transformaram em abrigo para grupos violentos. Pode até estar pior (não saberia avaliar), mas imaginar que antes era uma convivência fraternal é ridículo. E tem mais: algo que inegavelmente melhorou foi a presença de mulheres nos estádios, hoje em maior número e sendo mais respeitadas do que antes. Lá nos anos 80, as poucas corajosas que iam, ao entrarem para as arquibancadas invariavelmente escutavam o refrão de “puta, puta!”. Uma vergonha!

  • Rodrigo diz: 2 de abril de 2014

    Independente do time e torcida uma parte da torcida que frequenta estádio sendo gremista, colorada, xavante, etc..etc… é um retrato do povo brasileiro. Um povo burro, ignorante, sem cultura, educação, bandido, pilantra, etc..etc.. Por isso somos a chacota do mundo quando se trata de sociedade. Somos literalmente medievais!!Povinho chulé e de última…90% poderiam desaparecer que não fariam a menor falta a qualquer sociedade relativamente educada e organizada. Terra de bandido e pilantra!!É a mesma coisa com parques, praças, nada fica impune a essa fuleiragem que tomou conta do país!!Depois reclamam dos ladrões de colarinho?? São tudo farinha do mesmo saco..tal povo..tal governo!!Delinquentes Sociais!!

  • Adilson Grisa diz: 2 de abril de 2014

    Como vou ao estádio para assistir o jogo, ver um bom futebol, torcida adversária não fará falta. Melhor, porque quem vai com a família ficará mais tranquilo. Experiência terrível no GRENAL dos banheiros queimados.

  • Ticonderoga diz: 2 de abril de 2014

    Estes episódios não teem nada a ver com futebol. Existe uma torcida organizada nos altos escalões da república para incentivar o caos social no país. Os órgãos de contenção estão inoperantes propositadamente. A Justiça e a legislação são “ingênuas”. As polícias garantem a manifestação( quebra-quebra) dos mascarados. Depois, a imprensa que está sempre presente (apesar de ter um efetivo infinitamente menor que as polícias) mas que adora uma fofoca, mostra o fato e depois informa: NINGUÉM FOI PRESO. Daí, os covardes punem os clubes com perda de mando de campo ou multa, pois é muito mais fácil tomar esta decisão num gabinete do que ir à raiz do problema.
    A solução existe, é fácil, não custa nada, mas é privilégio de um povo civilizado: O VOTO.

  • Rafael Garcia diz: 2 de abril de 2014

    Isto prova mais do que nunca que a brigada aqui no Rio Grande não tem competência para agir contra esta meia duzia de baderneiros que vão ao estádio para quebrar o patrimônio dos clubes. É inadmissível que a brigada não consiga dar conta dos torcedores que ficam num determinado setor do estádio, cercados por câmeras e policiais, prender estes arruaceiros. Esse comandante… pede pra sair!!! Se os arruaceiros é a doença, eu sou a cura! Estou à disposição para novos métodos a serem aplicados de imediato nos estádios, é só me pedirem ajuda.

  • Cassiano diz: 2 de abril de 2014

    Grenal com 1.500 da torcida visitante sendo escoltada até o estádio para depredar o estádio adversário é uma insanidade. Não adianta tirar cadeiras, os caras quebram os banheiros ou que for. É óbvio que torcida única é a melhor

  • PAULO NUNES diz: 2 de abril de 2014

    Bom,para mim vai ser uma grannnnde alegria só em saber que nenhum GREMISTA vai estar no estádio próprio mais bonito do mundo,só de sócio colorado já lota o campo,eles que ficam lá com o campo alugado deles.

  • Rafaela M diz: 2 de abril de 2014

    Sinceramente, fim do mundo. Os dois clubes possuem tudo que precisa para devida identificação dos torcedores, vão estragar um espetáculo por sempre irem pelo mais fácil, e esquecer do mais consciente. Ordens de banimento do futebol como nos países ondem eles copiaram as arenas.
    Racismo na Inglaterra dá de 3 a 10 anos sem poder ir ao estádio.
    Não matem nosso futebol.

  • Vinicios diz: 2 de abril de 2014

    Os colorados quebram as cadeiras na Arena e a AG paga, os gremistas quebram as cadeiras no Remendão e a OAS paga…..e assim será por vinte longos anos…..kkkkkkkkkkkk

  • Maiko de Andrade diz: 2 de abril de 2014

    A solução é colocar mais câmeras na torcida adversária, colocar reconhecimento facial enquanto filma. Quebrou, identifica e manda a conta toda para os que foram identificados, se for reconhecido só um ele que pague tudo, ou dedure os amigos. Além de serem barrados na entrada, perde a carteira de sócio (se for o caso) e ainda o obriga a a comprar e usar a camisa do rival por vários dias consecutivos, inclusive colocando nas redes sociais que ele tem.

  • Clovis Barbosa diz: 2 de abril de 2014

    Tem como resolver esse problema. É só permitir a entrada de torcedores colorados e gremistas com IDADE SUPERIOR Á 40 ANOS. Pois essa baderna é de gurizada mal criada, sem familia.

  • Helinho diz: 2 de abril de 2014

    Lucas, não confunda alhos com bugalhos. No Beira-Rio quem apita é o Inter. O presidente não precisa estar usando pulseirinha para entrar.

  • Claudio diz: 2 de abril de 2014

    Os macacos imundos estão com medo que o remendão seja quebrado.

  • He-man diz: 2 de abril de 2014

    Sou colorado e apoio também caso não mude educação tanto de colorados e gremista e vale lembrar que eu vejo muito gremista falando ahhh inveja e tal porque o estádio é novo mas tudo isso tem um histórico quando teve o Grenal no beira em 2006 gremistas queiram os banheiro químico e acharam maior graça e orgulho e ter feito isso… então menos… porque o que um faz o outro faz também e por ai vai… aposto que isso vai ocorre no beira rio arrancando cadeiras ou coisa pior tb…

  • Mauro diz: 2 de abril de 2014

    E se o torcedor do Grêmio for civilizado e não quebrar nenhuma cadeira???? clássico GREnal de torcida única somente na Arena….mas dúvido que a FGF dirigida por colorados tomaria essa atitude….

    VAMOS LÁ GREMISTAS QUE FOREM AO BERGAMOTÃO….NADA DE VANDALISMO….VAMOS MOSTRAR QUE JÁ EVOLUIMOS…..

  • bugre diz: 2 de abril de 2014

    Agora é a hora de darmos o famoso “TAPA DE LUVAS”, por favor Gremistas que forem ao beira rio NÃO FAÇAM NADA DO QUE ELES FIZERAM NA ARENA.

  • Luiz Fernando diz: 2 de abril de 2014

    Luiz Patrick, comentário acima, disse tudo. Os poderes constituídos são falhos, não funcionam. A sociedade está doente!
    É mais barato, para o próprio torcedor e o restante da sociedade, que não quer saber de futebol, é torcida única.
    No próximo vai ser o estádio do Inter, na outra o do Gremio e não vai parar!
    Sem punição exemplar isso não acaba nunca! Queria ver esse tipo de gente sendo punida com detenção e o ressarcimento dos prejuízos…garanto que acabava!! O problema, que para fazer isso é preciso tempo, dinheiro, pessoal…aí fica tudo como está!!!!

  • Jose Luis diz: 2 de abril de 2014

    Enquanto os vândalos continuarem sem punição, a depredação não vai parar.
    O Inter colocou seguranças lá na Arena, mas pelo jeito eles apenas ficaram assistindo a partida.
    Melhor é realizar os próximos grenais só com uma torcida.

  • Claudio Ceretta diz: 2 de abril de 2014

    Infelizmente, brasileiro não é educado para frequentar estádios de primeiro mundo, ele é ralé e gosta de sentar no concreto mesmo!
    Eu não era a favor de torcida única, mas depois do que fizerem estes últimos marginais, tá mais do que na hora de tê-la. Quem sai perdendo, infelizmente, é o torcedor de bem!

  • Carlos Augusto diz: 2 de abril de 2014

    Vitória dos vândalos cocolorados, pois estes sim são um BANDO DE MARGINAIS, não tem casa para torcer tem que estragar a dos outros. Aliás, não sei se não foram mandados por esta direção INCOMPETENTE dos morangos, que tem por hábito este tipo de atitude. E você, caro comentarista, não coloque a culpa na torcida do Grêmio, por que sequer aconteceu o jogo no beira lona da AG, poranto, não tens como prever que haverá depredação.

  • Cléber diz: 3 de abril de 2014

    Estão grenalizando os comentários com ofensas, acho que isso é um problema geral e não exclusivo de colocados ou gremistas, o que deve ser feito é fichar esses bandidos para nunca mais entrarem em um estádio.

  • mano diz: 3 de abril de 2014

    Parece q é só a torcida colorada q tem bagunceiros,lembram dos banheiros químicos q a chinelada botou fogo ou esqueceram.

  • Sergio Cortez diz: 3 de abril de 2014

    Pauta para o Blog e para a reportagem: Segurança interna nos estádios.
    Em face do ocorrido na Arena, pergunta-se: Onde está a segurança interna do estádio??? Seja da Brigada ou da administradora, é inconcebível que uma praça de esportes do porte de estádios de futebol não tenha segurança interna. Qual a proteção que tem o torcedor dentro do estádio???? Se alguém resolver me agredir o fará sem intervenção de ninguém??? Onde estáva a segurança da Arena, onde estará a segurança no Beira-RIo??? Pelo visto, a porta aberta está para os vândalos, se resolverem agredir alguem, não aparecerá ninguém para impedir. Estadios padrão FIFA, segurança inexistente.

Envie seu Comentário