Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Com goleada de 4 a 1 sobre o Grêmio, Inter conquista o tetracampeonato gaúcho

13 de abril de 2014 23

Mauro Vieira

Foi com uma goleada histórica sobre o Grêmio que o Inter conquistou o tetracampeonato gaúcho. Os 4 a 1 do Inter sobre o Grêmio no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, confirmaram a superioridade que havia sido construída pelo time de Abel Braga ainda na Arena. No placar agregado das finais, Inter 6×2. Mesmo sem poder atuar no Beira-Rio, o Inter teve uma conquista irretocável em 2014.

Obrigado a vencer para ser campeão, o Grêmio foi ao ataque logo no primeiro minuto. Com velocidade, a primeira subida gremista só não terminou em gol porque Pará bateu mal, para fora. O Inter logo respondeu e, ainda que tenha não tenha sido tão agressivo em seus primeiros movimentos, manteve a bola no campo do adversário – o que era fundamental para quem jogava pelo 0 a 0 para conquistar o tetracampeonato.

Sem Luan, lesionado, o time de Enderson Moreira tinha Dudu como o seu velocista. E que encontrava alguma liberdade para avançar até a entrada da área colorada. D’Alessandro quase perdeu a voz de tanto cobrar melhor marcação de seu meio-campo. Até os 18 minutos, só o Grêmio atacava. O meio-campo colorado não conseguia reter a bola e também apresentava problemas na marcação. Já o Grêmio chegava, mas concluía mal.

O Inter conseguiu equilibrar as ações, mas, mesmo assim, as chegadas mais agudas pertenciam ao Grêmio. Aos 23, um bombardeio azul por pouco não terminou em gol, após um lance digno de pinogol, com chutes, rebotes e mais chutes. Aos 26, porém, o Gre-Nal mudou completamente. Rafael Moura foi lançado contra Werley e contra Rhodolfo. O atacante foi para cima de Werley, que perdeu o controle da bola. Dentro da área, Moura tentou dominar e Werley conseguiu chutar a bola, porém, nos pés de D’Alessandro, que dominou e bateu deixando Marcelo Grohe quase sem reação.

O 1 a 0 aumentou a vantagem do Inter na final e deu maior confiança à equipe de Abel Braga. Após uma triangulação, aos gritos de “olé” das arquibancadas vermelhas, Edinho parou Aránguiz com um carrinho violento. Recebeu o cartão amarelo e gerou o primeiro empurra-empurra coletivo do clássico. Barcos tentou reagir. Bateu da entrada da área e Dida espalmou. Depois, Barcos bateu cruzado e Paulão se atirou de carrinho na bola, evitando que ela chegasse ao gol.

No intervalo, a diferença de ânimo era notória entre as duas equipes. Enquanto os jogadores do Grêmio deixavam o campo sem dar entrevistas, os do Inter analisavam o clássico.
- Quando encaixamos a marcação, equilibramos o jogo. Acabamos bem o primeiro tempo – comentou D’Alessandro.

Com a necessidade de virar o Gre-Nal, o Grêmio voltou para o segundo tempo sem Edinho e com o uruguaio Maxi Rodríguez. Não adiantou. O precisou de quatro minutos para fazer 2 a 0. Aránguiz recebeu na área, rolou para Alan Patrick, que bateu a gol. Antes que a bola chegasse às mãos de Marcelo Grohe, Alex surgiu completamente desmarcado e desviou para as redes.

Enderson Moreira tem grande culpa no que estava por vir. O Inter trocava passes e, das arquibancadas rugia um grito de olé em uníssono. Talvez perturbado com o que acontecia em campo, Dudu saiu desesperado atrás de D’Alessandro e cometeu pênalti. O camisa 10 permitiu que Alan Patrick fuzilasse Grohe e marcasse 3 a 0 na cobrança. O Centenário era vermelho. Enquanto reclamava qualquer coisa com a arbitragem, Enderson viu Alan Patrick encontrar Alex invadindo a área uma vez mais. O camisa 12 recebeu na corrida, deixou Marcelo Grohe sentado e chutou para aumentar a goleada. A melhor zaga da Libertadores era pulverizada na final do Gauchão – enquanto torcedores do Grêmio atiravam rojões para dentro do campo.

Léo gago foi a campo após o quarto gol. Entrou no lugar de Alán Ruiz. E cresceu em campo. Aos 21, Dudu deu um drible espetacular em Alex, bateu a gol e viu Ernando marcar contra. O Grêmio tentava diminuir o vexame. O gol de honra reenergizou o Grêmio, enquanto o Inter se contentou com os contra-ataques. Pará e Willians trocaram empurrões e acabaram expulsos, dando ainda mais cara de Gre-Nal ao clássico.

O apito final de Márcio Chagas foi o anúncio para a sequência da festa colorada e surgiu como um alívio para os gremistas. O Gauchão premiou a melhor campanha geral, viu uma surpreendente goleada em Caxias do Sul e uma vez mais D’Alessandro erguendo um troféu.

Comentários (23)

  • Alex Moreira diz: 13 de abril de 2014

    Enquanto eles festejam o tetra do Gaúchão, nós ficamos com o tri da América.Cada um com sua turma.

  • Neimar Dellamea diz: 13 de abril de 2014

    NA verdade, o grêmio perdeu o titulo em casa por causa de duas burradas da defesa, hoje o erro começou novamente com werley, depois Enderson Moreira fez substituição equivocada tirando Edinho, levar 4 gols em quastão de 12min é uma vergonha. Cadê o meio de campo gremista, Pará deveria ter saído a tempo não acerta um passe, Ramiro e Riveros não Jogaram, Alan Ruiz fez nada, ou seja, porque não colocou desde inicio Bressan no lugar de Werley, quandoo time não acerta a solução é troca de imediato.

  • Carlos Alvaro diz: 13 de abril de 2014

    Os 6 x 2 nos dois clássicos demonstra a diferença de tamanho de um time para o outro. Não só do time como também dos clubes.

    Estou percebendo que muitas pessoas estão escrevendo nos blogs que o clube do Huimatá deixou de ser grande. Com tudo o que esta acontecendo, não tenho dúvida que isso é verdade.

    Resumo: atualmente no Rio Grande do Sul, existe sómente um clube grande, chamado de Internacional. O resto é Caxias, Pelotas, Passo Fundo, gremio, Esportivo, Juventude…..

  • Antonio diz: 13 de abril de 2014

    Infelizmente foi uma sequencia dede o jogo na arena. Vergonhosamente perdeu o grenal e contra o Nacional/URU mostrou a realidade do time do Gremio e hoje para sacramentar essa goleada. Essa mediocridade vai até quando????? Com urgencia um zagueiro, um lateral direito, caso contrario a LA está indo pro brejo e o CB começa na sequencia e com esse time vai brigar para ficar entre os 10.

  • João diz: 13 de abril de 2014

    Fala sério Alex, tu acha q com Pará, essa zaga e o ataque de asma do grêmio vamos ganhar alguma coisa, abraço

  • Pandolfo diz: 13 de abril de 2014

    O Gremio perdeu na atitude do seu treinador e consequentemente da sua equipe.
    O Inter que poderia até perder, entrou com 3 meias e dispostos a fazer gol, já o Gremio entrou pequeno com 3 volantes e um meia que esqueceu de entrar em campo (Alan Ruiz) e o treinador ficou assistindo.
    Quantos outros gols mais o Gremio precisa tomar encima do Wesley para ele dar uma chance para o Gerumel. Só porque são mineiros? Eu já cansei de denunciar isto.
    Se o Gremio não passar das oitavas na Libertadores (para isto basta jogar o que jogou na Arena nas ultimas duas partidas= nada) o treinador baila pois tem errado demais e já estamos ficando com a boca torta de “lamber feridas”

  • Artur diz: 13 de abril de 2014

    Ficam com o tri da América? O mesmo time que tomou 4 na final do gauchão? Sonhar não custa nada… Acho melhor encarar a realidade, não ganham nada há muito tempo, cai na real, enquanto continuarem com essa história de vaga, vão continuar com essas campanhas medíocres.

  • marcos daniel diz: 13 de abril de 2014

    Certo Alex. nos avisa quando conquistaram esse tri da América que está com vocês.

    Deixa recado que vou olhar os gols do grenal. é um monte de gol para ver.

  • Mauro freitas diz: 13 de abril de 2014

    O Inter precisão não mais que 20 minutos pra enfiar 4. Se tivesse jogado no mesmo rítimo por mais tempo, fazia 6.

  • adriano diz: 13 de abril de 2014

    é meu filho tem que falar algo né ALEX ficar quieto depois de apanhar na cara não da né .
    fico triste pois os outros estaduais pegando fogo e o nosso em ritmo de treino.
    acho que foi mais difícil jogar contra o veranopolis do que a final contra as gazelas eternos fregues chupa que o doce é do mesmo de sempre ja estão acostumados.

  • jefersonGREMISTA diz: 13 de abril de 2014

    Pará bens sci, o grande inimigo do Grêmio chama-se enderson moreira, não soube fazer o Grêmio jogar, não soube escalar o time, mostrou-se conformado com o desenrolar do jogo desde o 1×0. Espero que o Sr. KOFF abra os olhos antes de sermos eliminados da LA e reforçe a Lateral Direita, aposente o Werlei que foi o pior jogador em campo nos Grenais. o Pará já deu o que tinha que dar ou coloca outro LDireito que saiba fazer cruzamentos ou recua o Ramiro para a posição. Já na zaga pra que trouxeram o Xeromel se não joga nada ou é pior que o werlei. A intervenção de diretores no vestiário se faz necessária já que a incompetência do técnico ficou nítida em dois jogos decisivos de gauchão levamos um banho de bola do raposa velha do abel.
    Faltou vergonha na cara e vontade de vencer o clássico pois notava-se o pouco empenho nas disputas de bola pelo lado Gremista enquanto os coloridos entravam as ganhas. Barcos mais uma vez não fez a sua parte dentro de campo ficou preso na marcação e nem ficou pentelhando o árbitro como deve fazer o capitão do time. O penalti foi uma simulação mas que enganou direitinho o trio de arbitros bem intencionados do Noveletão. Márcio C. muito preciosismo em alguns lances mas deixou-se comandar por jogadores do sci.

  • jefersonGREMISTA diz: 13 de abril de 2014

    Realmente Adriano, jogar contra o Veranópolis foi mais difícil pois é um time que tem jogadores de brio, coisa que no Grêmio não se viu, faltou vergonha na cara de determinados jogadores de chamar para si a responsabilidade e desempenhar o melhor futebol. O Grêmio mais uma vez perde por ter um treinador que não sabe armar uma equipe para decisão, só consegue padrão de jogo em momentos que não são decisivos. Nos jogos intermediários fazem muito, mas nas decisões se escondem ou são fracos mesmos. NÃO ACREDITO QUE NO GRÊMIO não treinem os laterais e demais atacantes a fazer cruzamentos para a área ou batidas de escanteio e faltas, pois todas as jogadas deste tipo são improdutivas para o Grêmio. O mais impressionante da falta de comando no tunel é o zaqueiro tosco Werlei fazendo lançamentos para o inepto Barcos.

  • MEDINA SANTA FÉ diz: 13 de abril de 2014

    Não percam o novo filme: MASSACRE NA SERRA. É do mesmo diretor da BATALHA DOS AFLITOS.

  • ANA POLINA diz: 13 de abril de 2014

    D’Alessandro tem razão. Torcida do gremio só comemora títulos em VHS.

  • Bilica diz: 13 de abril de 2014

    Vejo o Gremio novamente cair para a segunda divisão este ano. Seria o Tri rebaixamento.

  • Maneca diz: 13 de abril de 2014

    Acho que o Gremio vai sim em busca do TRI REBAIXAMENTO.

  • Iva diz: 13 de abril de 2014

    Vão se iludindo no “engana bobo”. Depois na última rodada ficam secando pra não cair!
    Alías, de 1979 pra 2014 são quantos anos?!

  • Iva diz: 13 de abril de 2014

    Artur, eu só tenho uma certeza.Quem não vai ganhar a LA neste ano. Quem não está lá!
    Adivinha?! No resto, tudo pode acontecer, afinal, NÓS temos a 2a. melhor campanha da disputa, apesar do tão falado grupo da morte.

  • everaldo ramos diz: 13 de abril de 2014

    FICA COMPROVADO DE VEZ POR TODAS,,QUE A CONCENTRAÇÃO DOS JOGADORES, POR OBJETIVOS DIFERENTES, TAIS COMO GAÚCHÃO E LIBERTADORES ,,AS ATITUDES FICA DIFERENCIADAS, COMO EXEMPLO VOCE ESTAR DIRIGINDO E MANDANDO MENSAGEM DE TEXTO NO CELULAR,TEUS OBJETIVOS SE CONFUNDEM,ALEM DO GRANDE CANSAÇO FISICO,AGORA VAI COMEÇAR O BRASILEIRO E LIBERTADORES COM DESISZÃO EM TODOS OS JOGOS,A DIRETORIA VAI TER DE OPTAR PELO OBJETIVO MAIS PRÓXIMO NO CASO A LIBERTADORES, E BRASILEIRO NESSE CASO MESCLAR JOGADORES FORA DE P.ALEGRE PARA EVITAR AS VIAGENS LONGAS E EQUIPE TITULAR EM CASA,ATÉ TERMINAR A LIBERTADORES AI SIM DETICASÃO TOTAL AO BRASILEIRO,
    FOI APRENDIDO A LIÇÃO IMPOSIVEL DISPUTAR COMPETIÇOÊS PARALELAS,COM O RISCO DE ACONTECER OS VEXAMES DOS GRENAIS.

  • Gustavo diz: 13 de abril de 2014

    A notícia ruim é que o D’Alessandro vai ter parar um tempo para tratar uma tendinite crônica nos dois braços, DE TANTO LEVANTAR TAÇAS!!

  • marcelo diz: 14 de abril de 2014

    A foto que ilustra a matéria fala por si só. Aliás, uma foto vale por mil palavras. Chora gaymistada.

  • CELSO ROTH NÃOOOO diz: 14 de abril de 2014

    Eles vão cair na próxima fase, e bem como gostam: VÃO LEVAR DE 4… time muito ruim esse do grêmio, ta loco… Libertadores é bem mais complicado que gauchão, podem ver, a quanto tempo eles não ganham? Só participam (E PERDEM)… o time mais “copeiro”? É UM SACO DE PANCADAS, QUE PIADA! EU ME DIVIRTO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK TRI???? Não ganham nem do Brasil de Pelótas sem roubar e vem me falar de tri… “CAMPEÃO DE VAGA” : Fuja louco…

  • Rafael Maria diz: 14 de abril de 2014

    Época de Páscoa e não podia faltar o chocolate!!!

Envie seu Comentário