Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Beira-Rio pós-Copa: Inter vai retirar cadeiras atrás das goleiras, vai liberar locais interditados pela Fifa e estádio terá 50 mil lugares

02 de julho de 2014 20

Ricardo Duarte

A Copa do Mundo em Porto Alegre chegou ao fim. O Beira-Rio, depois de receber os desfiles e golaços de nomes como Messi, Robben, Van Persie, Slimani, Benzema, Schürrle, Musa, Özil, Cahill, Müller, Aguero e companhia, agora, voltará às mãos do Inter. Pouco ficará de legado da Copa no estádio, mas mudanças estão a caminho.

A principal delas talvez seja o projeto de retirar ainda no primeiro turno do Brasileirão as cadeiras atrás dos gols – é possível que esta mudança já ocorra para o Gre-Nal de 10 de agosto. Assim, as torcidas organizadas teriam mais espaço para assistir aos jogos em pé – como ocorre com a Arquibancada Norte da Arena – o que não representará necessariamente redução no valor do ingresso.

- Este foi um pedido dos torcedores, que querem apoiar o time em pé, sem ficar sentados, mas não querem mais subir nas cadeiras, para não quebrá-las – disse a vice-presidente e diretora de patrimônio do Inter, Diana Oliveira. – Mas tudo isto também depende da aprovação dos Bombeiros e da Brigada Militar – acrescentou.

Há diversas questões a serem resolvidas pelo clube ainda. As diversas cadeiras interditadas pela Fifa, devido aos “pontos cegos” (foto abaixo) – com a colocação de um amplo mando verde sobre elas -, que não permitiam total visão do gramado, serão liberadas pelo Inter já para a retomada do Brasileirão em casa, contra o Flamengo, no próximo dia 20 de julho. Mas elas seguirão com problemas.

Leandro Behs

- Na verdade, aquelas cadeiras foram vetadas pela Fifa porque deixavam os torcedores que nelas sentavam com a visibilidade prejudicada. Eles precisavam levantar um pouco para ver melhor. Ponto cego é quando você não enxerga nada – comentou Diana, que seguiu com a explicação:

- A partir de agora, teremos que negociar com a CBF e com a Rede Globo para rebaixar as placas de publicidade, pois são elas que prejudicam a visão dos torcedores que sentam nestes locais que foram interditados. Vamos tratar disto imediatamente, mas não depende apenas de nós – afirmou o vice-presidente colorada.

Com a retomada destas cadeiras (as únicas retiradas em definitivo foram aquelas que ficavam ao lado das cabines de imprensa), mais a redução da área para os jornalistas, o Beira-Rio voltará a ter capacidade para 50 mil torcedores. No período de Copa, poderia abrigar no máximo 43.394 pessoas.

Uma questão sem solução é a chuva nas primeiras fileiras de cadeiras. Diana Oliveira argumenta que não há o que fazer com relação a isto. A arquitetura do novo Beira-Rio não permite cobrir todas as arquibancadas. Na decisão as oitavas de final, entre Alemanha e Argélia (foto abaixo), os voluntários precisaram secar até a 10ª fileira de cadeiras, que estavam molhadas por causa da chuva e do vento.

Leandro Behs

- Não há o que fazer com relação a isto, seguirá chovendo em algumas cadeiras e também na área dos cadeirantes, que ficam próximos ao gramado. Em dias de chuva, os cadeirantes que quiserem serão realocados para a superior e para as cadeiras Vip. Uma chuva forte com vento pode molhar toda a inferior – afirmou Diana.

Na próxima semana, o Inter receberá os “carrinho de luz” que foram importados da Suécia, a fim de preservar o gramado do estádio durante o inverno. Há um ponto no Beira-Rio, na área do escanteio, em frente à antiga social, onde a cobertura não permite a chegada dos raios de sol. Os carrinhos já passarão a ser utilizados na semana que vem. O clube ainda recebeu do COL (Comitê Organizador Local) máquinas e tanques de gelo para o tratamento dos jogadores após as partidas, que permanecerão instalados nos dois vestiários. Além disso, no local onde estavam as estruturas temporárias, o Inter voltará a contar com estacionamento – como ocorria antigamente, em parceria com a EPTC.

- Além da visibilidade que o Beira-Rio teve com a Copa, o Mundial nos deixou uma experiência profissional espetacular. Em termos de complexidade, a obra do Beira-Rio já atingiu o seu pico. Algo que ainda vamos conversar com a Prefeitura é a retomada do Caminho do Gol (uma linha reta, do Mercado Público, via Borges de Medeiros até o Beira-Rio) para dias de grandes jogos – concluiu Diana Oliveira.

Comentários (20)

  • Dorian R. Bueno diz: 2 de julho de 2014

    OBRIGADO, BEIRA-RIO !!!
    Depois destes jogos da COPA 2014, tu continuarás sendo grandioso, vitorioso esempre INTERNACIONAL, ALVIRUBRO COLORADO, para orgulho da tua torcida mundial.
    Escolhido como palco para cinco partidas, conseguiu criar todas as condições ambientais a fim de que os visitantes de nove países pudessem ficar confortados e torcer com segurança pelas suas seleções.
    É BEIRA-RIO, até vazio tu és maravilhoso, mas quando recebe pessoas de todas as culturas, cores e idiomas, democraticamente proporciona um espetáculo multicolorido nas suas dependências.
    Sabe DEUS, quando será possível outras vezes, ver torcedores do eterno rival Grêmio, vestido com sua camisa tricolor, desfilando no seu interior para sentar nas cadeiras vermelhas em paz.
    Assim que deve ser feito o futebol o ano todo pelo mundo a fora, e não somente de quatro em quatro anos.
    Preciso TCHÊ falar BEIRA-RIO, com o peito estufado de orgulho, que foi lindo de ver a casa cheia de apaixonados por futebol, ensinando-nos como podemos torcer e se divertir mesmo sendo de outra torcida.
    Tu conseguiste ser imparcial e maravilhoso para todos os visitantes que lhe conheceram.
    Em nome de todas as seleções que vieram jogar no teu vitorioso tapete verde, tenho certeza que elas desejam lhe agradecer pela acolhida e pelo astral que encontraram na sua nova casa.
    Alemanha : DANK
    Argélia : SALAAM ALEIKUM
    Argentina : MUCHAS GRACIAS
    Austrália : THANK YOU VERY MUCH
    Coréia do Sul : GOMAWO
    França : MERCI BEACOUP
    Holanda : DANK U WEL
    Honduras : MUCHAS GRACIAS
    Nigéria : DANKIE
    A atmosfera dentro do estádio energizou de inspiração muitos artilheiros estrangeiros, que puderam deixar tatuados na memória da tua história lindos gols.
    Que os jogadores colorados possam seguir o fio condutor deixado por todos estes artilheiros, que em 05 partidas marcaram 22 gols com uma média de 4,40 por jogo, e quem sabe continuem aumentando a estatística de gols marcados na COPA 2014, também em nossos campeonatos nacionais..
    Acredite, BEIRA-RIO, tu foste vitaminado com muitas energias mundiais nestes últimos dias.
    Logicamente que o mundo já conhecida o INTERNACIONAL, mas ainda não tinham vindo conhecer a tua tremenda casa e hospitalidade de um baita CAMPEÃO GAÚCHO E DO MUNDO PELA FIFA, entre outros títulos, que não são poucos.
    Quem sabe um dia, eu possa sentir ao vivo todas estas emoções que vi pela televisão e descrevi neste meu texto.
    VALEU TCHÊ !!!
    Abs, Dorian R. Bueno – POA, 02.07.2014

  • Fabio diz: 2 de julho de 2014

    Péssima idéia retirar as cadeiras, vai estragar o conjunto do estádio, que está tão bonito. Vai ficar com cara de inacabado, como a Arena por causa daquela área enorme sem cadeiras.

    Isso de que tem que tirar as cadeiras para os torcedores poderem ficar em pé sem subir nas mesmas é conversa. Os assentos ficam na vertical quando não estão ocupados, então é perfeitamente possível ficar em pé na frente da cadeira. O que eles querem é aumentar o número de pessoas que podem ficar ali.

    Mas a gente já sabia que isso ia acontecer. Aquela maravilha, sem grades de separação entre as áreas, sem proteção contra invasões de campo, etc, não poderia ser mantida considerando que entre os torcedores que frequentam estádios ainda existe uma grande quantidade de trogloditas.

    Considerando as áreas exploradas pela construtura, as áreas de quem tem cadeira fixa e essas áreas que vão ficar sem cadeiras espero que ainda sobre um espaço para sócios que tem que comprar ingresso mas querem ficar em cadeiras.

  • Vinicius S diz: 2 de julho de 2014

    Gostaria de sabe da diretora do Internacional que torcedores ela ouviu para sequer pensar em retirar as cadeiras do Beira-rio, já que praticamente todos os que conheço são contra essa medida retrógrada, sem sentido e simplesmente populista. Querem agradar as organizadas? Quem sabe pensam em agradar primeiro aos sócios?

  • Vagner diz: 2 de julho de 2014

    Sou colorado e espero que a Brigada não permita a retirada das cadeiras. Seria um retrocesso pra um clube que quer se mostrar mais moderno.

  • Rafael diz: 2 de julho de 2014

    O quê? Não tem cobertura 100%????

    Mas não era “padrão Fifa”????

    Acho que é “padrão inter” mesmo, como dizem os coloridos…. hehehehehe

    E ainda querem comparar com a Arena do Grêmio????

    Pergunta pro Podolski… hehehehee

  • Padrão Fifa???? diz: 2 de julho de 2014

    “- Não há o que fazer com relação a isto, seguirá chovendo em algumas cadeiras e também na área dos cadeirantes, que ficam próximos ao gramado. Em dias de chuva, os cadeirantes que quiserem serão realocados para a superior e para as cadeiras Vip. Uma chuva forte com vento pode molhar toda a inferior – afirmou Diana.”

    Padrão Fifa???

    “- Na verdade, aquelas cadeiras foram vetadas pela Fifa porque deixavam os torcedores que nelas sentavam com a visibilidade prejudicada. Eles precisavam levantar um pouco para ver melhor. Ponto cego é quando você não enxerga nada – comentou Diana, que seguiu com a explicação:”

    Padrão Fifa????

    E acham que a CBF e a Globo vão resolver o problema???? hehehehehe

    Reforma é reforma… nunca fica bom!

  • Kill diz: 2 de julho de 2014

    Pelo que eu ouço so a RBS quer retirar as cadeiras. A torcida ja se manifestou que nao quer.

  • Garcia diz: 2 de julho de 2014

    Retirada das cadeiras será uma involução. A Diretoria deve pensar grande e olhar pra frente e espero que ouça os associados sobre o assunto e não ficar com a opinião de meia dúzia. Pode se torcer sentados, civilizadamente sem recorrer a expedientes outros.

  • Eduardo diz: 3 de julho de 2014

    Os socios que compraram cadeiras nos locais que nao tem visão do jogo fazem o que?

    Teremos descontos grandes?

    Coloquem a AG na justiça. Será que as cadeiras VIPS que a empreiteira pegou para ela tem ponto cego? Ou só as que fizeram pro inter tem pontos cegos?

  • Rafael B. diz: 3 de julho de 2014

    Retrocesso? Involução? Entendam que estamos falando de um estádio de futebol, não de um teatro. Para pessoas que queiram assistir aos jogos sentadas, restará o resto todo do estádio, com muitas cadeiras à disposição.
    Muitos estádios europeus já adotaram essa opção e deu muito certo, veja o Borússia Dortmund.
    ‘Torcer sentado, civilizadamente’. Quer dizer que quem opta por assistir aos jogos de pé, vibrando, e apoiando o time não pode fazer de forma civilizada?
    Por favor, não acabem com a força do nosso estádio, que já nos levou à tantas conquistas.

  • luiz diz: 3 de julho de 2014

    Pois é. Imitam i Grêmio em tudo. Só não conseguiram imita-lo para fazer um estádio decente, novo e eficiente. O máximo que conseguiram foi um remendo meia boca metida a besta. Mas pelos comentários acima está bom. Para colorados está mais do que bom.

  • Marcelo diz: 3 de julho de 2014

    Parabéns a direção pela decisão de RETIRAR AS CADEIRAS DA POPULAR, isso sem dúvidas é um grande feito, voltaremos a contar com a pressão e o fator local, além de aumentar a capacidade do nosso GIGANTE. Empurraremos o Inter pra cima dos adversários, assim como fizemos desde 2004. Aos amigos que são contrários a essa medida, estão sendo egoístas, visto que para os mesmos sobrará outros 40 mil lugares com cadeiras, para assistirem ao jogo sentadinhos e comendo seu amendoim. E eu sou sócio também, assim como 90% dos frequentadores e simpatizantes da Guarda Popular, inclusive desde nosso inicio sempre incentivamos a todos a se associarem e contribuímos e muito para chegarmos aos 100 mil sócios que tanto foi almejado por todos. Esperamos que a direção não volte mais atrás. O Beira Rio é de todos, o Beira Rio é Popular!

  • Pablo diz: 3 de julho de 2014

    Eu não faço parte de nenhuma torcida organizada, nem nunca fiz. Inclusive assisto aos jogos na superior. Mas sou TOTALMENTE A FAVOR DA RETIRADA DAS CADEIRAS, isso não atrapalhará ninguém, vai sobrar espaços para nós que gostamos de cadeiras, deixem a Popular lá atrás do gol fazendo a festa, pois eles são a alma do Beira Rio há muito tempo já. E como vimos desde a reforma o Gigante perdeu e muito o fator casa. Uma área de no mínimo 10 mil lugares sem cadeiras resolverá esse problema e voltaremos a ter o INFERNO DA BEIRA RIO. Pelo jeito alguns querem teatro assim como está sendo nos jogos da seleção, a mídia toda está vendo isso e agora está sabendo dar valor as organizadas.

  • ROsita Buffi diz: 3 de julho de 2014

    Informo ao Vinicius que TODOS integrantes de TO’s são sócios também. Inclusive eu. Mas gostaria que o Inter fizesse uma pesquisa via site, para saber a opinião de todos os sócios. Prefiro assistir os jogos em pé. Mas a questão principal que vejo nessa declaração da Diana, é a entrevista do Presidente Luigi, no começo da semana, falando o contrário. Isso me preocupa. E muito!

  • Alexandre Rocha diz: 3 de julho de 2014

    A retirada de cadeiras é um absurdo.
    Vai tirar lugar de quem quer ir atras goleiras, pagar menos, e ter conforto.
    ESpero que isso nao ocorra.
    Sem falar que vai deixar o novo beira-Rio totalmente descaracterizado
    Na Copa o Beira Rio vibrou como nunca, e com cadeiras, por que tirar as cadeiras agora???
    Não acredito que a torcida colorada queira fazer avalanche também!

  • Nelson Dutra diz: 3 de julho de 2014

    Ridicula essa proposta de retirada de cadeiras! Mais uma vez, a torcida que faz bagunça, a exemplo daquela do Humaitá sairá beneficiada. Temos agorar um estadio com qualidade e conforto e agora querem destruir tudo o que conquistamos! DIREÇÃO DO INTER: Não ouçam a voz da minoria! Queremos estádios com todas as cadeiras!

  • Edinho diz: 4 de julho de 2014

    Correta a retirada das cadeiras atrás dos gols, estamos falando de estadio de futebol e não de cinema, de preferencia com a diminuição do valor do ingresso no local traria novamente aquela massa para torcer e empurrar o colorado para as vitórias, lembrando que a grande maioria ali tambem é sócio e vai torcer naquele setor para que a torcida faça a diferença durante o jogo, pergunte a qualquer jogador se ele prefere uma torcida que só cante por alguns segundos após um lance perigoso ou um bando de louco cantando os 90 minutos, isso faz a diferença em campo podem ter certeza, assim como a mensalidade dos demais sócios que preferem assitir ao jogo sentados e que terão 40.000 opções para isso, padrão FIFA o @#%$, eu quero é padrão Inter (O clube do povo).

  • Fernando Ferraz diz: 4 de julho de 2014

    Rafael sabe muito de padrão FIFA.
    A FIFA JAMAIS pediu cobertura em qualquer estádio!!
    Coisa de gremista que repete o que os outros falam sem NUNCA saber a verdade.
    Deve ser daqueles que fala que padrão UEFA (nem este a Arena se inclui) é melhor que padrão FIFA.
    SABE DE NADA INOCENTE!!!

    Sobre as cadeiras retiradas sou contra!
    Vai diferenciar de todo o estádio.
    Mas uma coisa eu não consigo entender. Por que precisam subir nas cadeiras? Não podem ficar de pé NA FRENTE DA CADEIRA COMO QUALQUER SER NORMAL?

  • Ricardo diz: 5 de julho de 2014

    Milhares de Sócios e torcedores colorados querem SIM a retirada de cadeiras atrás do gol do Portão 7, aonde tradicionalmente se reúnem os torcedores que gostam de assistir o jogo torcendo! O estádio com 100% de cadeiras é um desrespeito à cultura, aos hábitos e à vontade de uma enorme parte dos colorados. Parece que tem muita gente egoísta e que quer impor aos outros o seu estilo de torcer, fazem um enorme drama e seus argumentos são muito frágeis como “vai ficar feio”, parecem crianças choronas e teimosas que não respeitam opiniões diferentes! A imensa maioria do estádio continuará com cadeiras para quem deseja assistir aos jogos com todo o conforto e tranquilidade, os mesmos que reclamam jamais frequentaram o setor que sofrerá a adaptação, pra eles não vai fazer a mínima diferença! Só, por favor, alguém avise a direção que não precisa tirar atrás das duas goleiras… é só atrás do gol do Portão 7!!! Não tem porquê retirar cadeiras no gol do Gigantinho, aonde não tem torcidas e sempre foi local frequentado por quem quer mais tranquilidade. EI DIREÇÃO, NÃO VÃO FAZER BESTEIRA SEM DIALOGAR COM A TORCIDA!

  • Rafael diz: 5 de julho de 2014

    Fernando ferraz,

    Pior do que não saber de nada, é ACHAR QUE SABE…

    Estádio “PADRÃO FIFA”, não tem cobertura???????

    Estádio “PADRÃO FIFA”, não tem visão do gramado para milhares de torcedores???????

    Estádio “PADRÃO FIFA”, não espaço para cadeirantes?????

    Hummmm, sei….

Envie seu Comentário