Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Inter, a arte do "esqueça o que eu disse", e a busca ao ex-descartado Mano Menezes para a Libertadores

16 de dezembro de 2014 22

Arquivo
Arquivo ZH

Foi de maneira constrangida e desconfortável que o Inter aproveitou a apresentação do novo vice de futebol, Luiz Fernando Costa, para fazer um pedido público de desculpas aos técnicos Mano Menezes e Celso Roth. Ambos foram descartados por Vitorio Piffero, durante a campanha eleitoral, mas, agora, com um mercado cada vez mais restrito depois de ter sido negado por três técnicos, Tite, Abel Braga e Vanderlei Luxemburgo, o Inter se viu obrigado a recorrer a Mano. E, para reconstruir esta relação e tentar a contratação do Plano D, precisou recuar e negar o que foi dito dias atrás.

- Fiz aquilo a contragosto (descartar Mano e Roth). Era um movimento muito forte, me obriguei a isto. Todos os nomes serão avaliados pelo Luiz Fernando (Costa), serão trazidos a mim, e vamos definir. O Roth foi o técnico campeão da Libertadores de 2010, o Mano começou na base do Inter. Nós temos que esquecer o episódio eleitoral, temos que vencer isso. Me vi obrigado a desmentir alguns nomes de tão forte que ficou o rumor nas redes sociais. Para o bem da verdade, eu tive de fazê-lo. Mas isso passou. Não quero olhar para trás, estávamos em campanha, vamos esquecer o episódio eleitoral – disse Piffero, em sua longa explicação
sobre o que disse em um passado bem recente.

O presidente eleito do Inter seguiu sendo questionado pelos repórteres, na sala de conferências do Beira-Rio. A insistência sobre os descartados seguiu. E, perguntado sobre a sua declaração, que ele e Mano não poderiam trabalhar juntos por terem estilos diferentes, tentou descontrair e respondeu assim:
- Quem tu achas que sorri mais: eu ou o Mano? Nenhum dos dois. Por este estilo, somos muito parecidos. O Mano sorri tão pouco como eu.
Em seguida, Piffero e Costa asseguraram que nenhum treinador seria descartado a partir de agora, com a oficialização de um vice de futebol – que assume com o clube partindo para a sua quarta opção de técnico.

Tite sempre foi o Plano A de Piffero. Esteve acertado com o Inter até o meio-dia de segunda-feira. Ao final da tarde, porém, o treinador mudou de ideia, voou para São Paulo, se acertou com o Corinthians e foi anunciado pelo clube. Pessoas próximas a Tite comentaram que ele se sentiria mais confortável junto à direção paulista. Sem Tite, e com o Plano B Abel Braga se negando a trabalhar com a nova gestão, a alternativa colorada foi pedir a dois emissários para contatar Vanderlei Luxemburgo. As conversas tiveram início ainda na noite de segunda-feira, depois que Tite assinou com o Corinthians. Para tirar Luxemburgo do Flamengo, o Inter ofereceu mais de R$ 600 mil mensais (ele recebe R$ 350 mil na Gávea). O treinador, porém, tem planos maiores no clube carioca e pretende até mesmo se candidatar à presidência do Flamengo, ao final de 2015. Por isto, recusou o convite.
- Recebi uma sondagem de pessoas ligadas ao Internacional, mas meu compromisso é com o Flamengo – publicou Luxemburgo, em nota oficial.

Piffero ironizou a imprensa sobre Luxemburgo, comentando que o “torcedor fica se divertindo” com notícias como esta sobre o treinador carioca. Quase em jogral, Piffero e Costa emendaram uma sequência de respostas intrigantes.
- Eu não procurei o Luxemburgo. Cruzei com ele várias vezes, e ele sempre disse que queria treinar o Inter – afirmou Piffero.
- Eu não falei nem tratei, então, se alguém procurou (Luxemburgo), não foi alguém ligado ao Internacional. O que sempre houve, foi o interesse dele – comentou Costa.
- Mas seria um bom nome – completou Piffero.
- Não descartamos nome nenhum. Só falamos em nome após a contratação efetivada – resumiu Costa.

A partir de agora, com este sutil pedido de desculpas aos ex-descartados, o Inter passa a correr atrás de Mano Menezes, tendo Celso Roth como alternativa ao ex-Seleção Brasileira, em caso de novo revés. Até porque, como o Inter comprovou ontem, no futebol profissional, não se pode ser definitivo jamais.

O que Vitorio Piffero disse na semana passada sobre Mano Menezes e Celso Roth:
Dia 11 de dezembro, em entrevista ao programa Sala de Redação, da Rádio Gaúcha
“Mano Menezes não é técnico para o Inter”

Dia 11 de dezembro, em entrevista a Zero Hora
“Não tenho nada contra o Mano Menezes, mas o estilo dele não fecha com o meu estilo.”

Dia 13 de dezembro, em coletiva, após ser eleito presidente do Inter
“Abel é meu amigo, é um dos nomes. Óbvio que eu conversei com o Tite. Assim como conversei com o Abel. Até teve gente falando com o Muricy, falando em meu nome. Descartei Mano Menezes e Celso Roth por não se enquadrarem exatamente com aquilo que eu quero de um treinador.”
* Com Alexandre Ernst

Comentários (22)

  • Sergio diz: 16 de dezembro de 2014

    UE, mas vcs fazem isso 4 vezes por semana. Dão “os furos”, as barrigadas não se concretizam, então fingem que a “notícia” nunca existiu. Parabéns, ótimo chute hoje, o Luxa estava no salgado filho já hahaha

  • Felipe diz: 16 de dezembro de 2014

    Celso Roth é uma alternativa…essa imprensa gaúcha é de matar…eles desvalorizam os clubes que os representam…não tem idéia do trabalho que fazem…por isso que não se vende futebol nacional pro exterior, porque a imprensa é muito ruim e mau caráter.
    Tentam derrubar os próprios clubes que sustentam a imprensa, entendo quando deve se cobrar por maus resultados, por problemas graves, o Inter está classificado para Libertadores e a imprensa tentando derrubar o inter…RBS gremistinha VERGONHA!!!

  • Fabiano Meira diz: 16 de dezembro de 2014

    Traz o Argel. É mais a cara do Inter, mais técnico e mais barato. Pronto

  • tiago diz: 16 de dezembro de 2014

    Nem assumiu e ja está mostrando a impafia a soberba e a prepotencia de sempre… Não notou ainda que ta fazendo o INTER passar por um baita MICO??? Estamos sendo esnobados por todos,pelo menos o ABELÃO é colorado,agora nem ele!!! E ainda diz que é amigo do Abel, que baita amigo…. Agora seu Piffero, so sobraram os que tu disse que não trabalharia contigo… QUE MICO!!!

  • Percy pacheco Simões diz: 16 de dezembro de 2014

    Sr. Presidente Pífero. Meu voto foi seu.
    Concordei plenamente que o Abel deveria sair; Que Mano e Roth não são treinadores para dirigirem o poderoso Inter.
    Agora, fiquei absolutamente constrangido que o meu clube de futebol tenha procurado o Sr. Luxemburgo, pois é o tipo de treinador ultrapassado e falta-lhe o mínimo de comprometimento com o clube que o contrata. Aproveita-se, seguidamente, após os últimos anos, de cláusulas contratuais que lhe permitem ingressar com demandas trabalhistas, após seu desinteresse completo de continuar a gerir o clube contratante.
    O senhor decepcionou-me. Inicialmente, por arrogância; posteriormente, por falta de total convicção e planejamento na escolha do futuro treinador do INTERNACIONAL, que é grandioso para ver-se submetido ao ridículo que o Senhor o está submetendo.
    Exijo, como sócio fiel há mais de 60 anos.
    Por favor, reflita antes do próximo passo.
    O Senhor está expondo um clube de futebol campeão do mundo ao RIDÍCULO!!!!!
    Percy Simões -Cônsul Honorário de Goiânia-GO.

  • Pedreira! diz: 16 de dezembro de 2014

    KKKKKKK O Tite fechou com o SCCP mesmo ganhando bem menos do que receberia do Inter. Essa é a diferença entre trabalhar para um time que é grande de fato e um time que pensa que é grande. Coloquem no DVD!

  • Gonzales diz: 16 de dezembro de 2014

    Lamentável este texto, quanta ma’ vontade com o novo presidente…isso e’ jornalismo vingativo de última categoria. Pergunto o q está ocorrendo com a gaúcha/RBS? O candidato mal assumiu e vcs já estão malhando ele. Q azedume. Pior e’ q não acertaram nenhuma previsão até agora…jornalismo de whatsup gera isso. Essa coluna deveria ser extinta para o bem de todos.

  • FAUSTO diz: 16 de dezembro de 2014

    CARA, JÁ ESTÁ FICANDO RIDÍCULO PRA TI ISSO!!!! ESSA MÁGOA TODA….

  • ronei motta diz: 16 de dezembro de 2014

    Mano Menezes é o nome certo pra arrumar a desarrumada casa colorada , tem pulso firme , nao leva ngm pra cumpadre , ele cobra mesmo alem de ser um ótimo estrategista.

  • usuario diz: 16 de dezembro de 2014

    SAMPAOLI! SAMPAOLI! SAMPAOLI!

  • ildefonso diz: 16 de dezembro de 2014

    ISSO É UMA HUMILHAÇAO ! UM CLUBE DO TAMANHO DO INTERNACIONAL TER QUE VOLTAR ATRAS E PEDIR DESCULPAS P/ TÉCNICOS DE FUTEBOL QUE NÃO SÃO LÁ GRANDES TÉCNICOS , TUDO ISTO POR PALAVRAS MAL DITAS PELO PRESIDENTE COLORADO ANTES E DEPOIS DA ELEIÇÃO , EU ACHO QUE AGORA TEREMOS QUE COLOCAR UM TÉCNICO EM ACENSÃO TIPO ARGEL , CLEMER , FALCÃO SERIA MENOS VEXATÓRIO DO QUE VOLTAR ATRAS .

  • Hugo diz: 16 de dezembro de 2014

    O que sobra é dizer que este Píffero é ainda um tolo…..
    Mudou NADA em quatro anos.
    O que fez dele um candidato forte foi a mediocridade da outra chapa. Só isto.
    Tem tudo pra ser um ano perdido mais uma vez.

  • Nelson dos Santos diz: 16 de dezembro de 2014

    Eståo botando Bode na sala para verem o que menos fede. A Diretoria eleita fez oposiçao dizendo que iria mudar, mas a tatica e’ a mesma dos anteriores. Nomes para mudar: Ney Franco, Falcåo, Carpegiani, Sabella ou Sampaoli

  • Zé Fernando diz: 16 de dezembro de 2014

    O mais impressionante é que este inacreditável festival de trapalhadas não vem de nenhum novato, mas de um macaco velho, um cara que foi presidente do CLUBE em dois mandatos e antes vice de futebol por mais dois.

  • Carlos Alberto diz: 17 de dezembro de 2014

    Assim como Piffero, os que votaram nele, também não sabiam o que estavam fazendo.

  • HC Colorado diz: 17 de dezembro de 2014

    Deixem o Dalessandro comandar o time … a arbitragem … a diretoria … o vestiário … a torcida … etc … etc … etc …

  • Ferreira Neto diz: 17 de dezembro de 2014

    O que precisa é time. Até Joel serve. Ou vocês acham que o Cruzeiro tem o melhor treinador? Tem é time bem definido e com liga. Jogadores que sabem o que querem. Aliás, o Atlético que o diga. Então…pra que tantas insinuações e críticas? Não se preocupem, o Inter, momentaneamente, está causando inveja até em treinador. Outra coisa: treinador está sendo muito bem pago para não garantir nada! Deveria ser contratado por conquistas. Mas…o que se passa no mundo da bola é isso aí. Muita gente interessada, vivendo do futebol. Então…Tite, Abel, Luxemburgo e muito dinheito envolvido.

  • Luiz diz: 17 de dezembro de 2014

    Só tenho uma a dizer para ao Piffero “Amador”. Presidente se trabalha melhor com boca fechada.

  • Osmir diz: 17 de dezembro de 2014

    Começou mal o Píffero!
    Arrogancia é para gremistas. BI REBAIXADOS!
    Agora que engula o choro e tenha a humildade para voltar atrás.
    Pessoalmente sou mais Falcão com Clemar de auxiliar, mas….

  • Nando Xavier diz: 17 de dezembro de 2014

    Lamentável. É como se fosse “normal” e “aceitável” deixar pra trás o que foi dito em campanha eleitoral. Gente séria não quer trabalhar com uma direção desse tipo. Que grande enrascada. A proposta ao Luxemburgo não poderiam ter vazado. Faltou profissionalismo. Espero que seja a primeira e última dessa nova diretoria. Lamentável.

  • Pouzada diz: 17 de dezembro de 2014

    Então é bem simples, que corrija o erro cometido com um dos maiores ídolos do clube, e que estava fazendo um bom trabalho ! PAULO ROBERTO FALCÃO !

  • Renato diz: 17 de dezembro de 2014

    Concordo com a primeira declaração do Piffero: Nem Mano e nem Roth são treinadores para o Inter, são dois caras que não dão o resultado esperado. Um é o queridinho da imprensa pelas declarações, o outro até começa bem, mas como um produto ruim, tem uma data de validade curta e o time degringola antes do fim do campeonato, independente do tamanho do campeonato. Me agradaria um técnico estrangeiro como Sabella (apesar de que dizem que tem problemas com D’Alessandro – como diziam de Tite), Pekerman ou Sampaoli. Fossatti fez um bom trabalho, 95% do título de 2010 é dele, 5% de Roth. Outro nome seria Falcão ou Clemer, ambos identificados com o clube e que conhecem toda a boleirada do Inter. Seria entrar e já escalar. Os de fora levariam um tempo até conhecer todo mundo e dai sim ter uma idéia de time, mas até lá o Inter já poderia ter saído da LA. Sonho de consumo é Pepe Guardiola, mas acredito que ele não deixaria o Bayern. Ou isto ou apostar em alguém estilo Argel, com muita vontade de vencer e que mostrou que tem estilo próprio.

Envie seu Comentário