Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Diego Real, árbitro que anotou dois pênaltis para o Inter: "Acertei e marcaria tudo de novo"

09 de abril de 2015 20

Ricardo Rimoli/Agência Lancepress!

Diego Real, o árbitro que marcou dois pênaltis para o Inter na partida contra o Cruzeiro (2 a 2 no tempo normal, 3 a 1 para o Inter na decisão por pênaltis) — um deles desperdiçado por D’Alessandro, outro convertido por Lisandro López —, pelas quartas de final do Gauchão, faria tudo outra vez.

Aos 33 anos, o microempresário, natural de Pelotas, que desde 2013 apita jogos de Gauchão e das Séries A e B do Brasileirão, entende ter acertado ao anotar as duas penalidades no Beira-Rio. Curiosamente pelo mesmo motivo: mão do zagueiro André Ribeiro na bola.

— Fiquei até surpreso com algumas declarações. Cumpri o que a determinação da Fifa ordena, desde o ano passado. Onde houver situação de bloqueio com a mão, é falta. O jogador do Cruzeiro se atira contra a bola, em ambos os lances. Eu marcaria os dois pênaltis outra vez — comentou Real.

O árbitro conta que, após anotar o primeiro pênalti (quando D’Alessandro tentou cruzar para o centro da área e foi interceptado) e dar o cartão amarelo para André Ribeiro, o zagueiro reclamou apenas da advertência:

— O jogador veio a mim e disse que não era para cartão. Não tinha como não marcar. Houve um cruzamento, que rasgaria a área, e foi bloqueado.

O árbitro admite ter errado no começo da partida, quando em vez de dar cartões amarelos para Juan e para Laerte, por jogadas ríspidas, optou pela conversa.

— Usei a arma verbal, que vem antes do cartão. Não tive a visão correta que era para amarelo — disse ele.

Real assegura ainda que daria as penalidades para o Cruzeiro, em pleno Beira-Rio.

— É claro que marcaria os mesmos lances se fossem para o Cruzeiro. Em Caxias e Inter, dei pênalti para o Caxias, justamente porque a bola caiu na mão do Réver — recordou. — Também ouvi muitas reclamações da torcida do Grêmio. Por favor. Já dei duas penalidades para o Grêmio neste Gauchão: uma contra o Avenida, outra contra o Lajeadense. Este, por sinal, errei. Foi um lance rápido demais, dificílimo, em que a falta ocorreu centímetros fora da área. Mas marquei o pênalti — acrescentou Real.

No Gauchão 2015, Diego Real trabalhou em 11 partidas. E anotou oito pênaltis. Foram dois para o Grêmio (contra Avenida e Lajeadense) e outros dois para o Inter (ambos contra o Cruzeiro), além de um para Caxias (contra o Inter), Lajeadense (contra Veranópolis), Ypiranga (contra São José) e União Frederiquense (contra Aimoré).

— Sei que fiz o meu melhor. Estou com a consciência tranquila — finalizou Real.

Comentários (20)

  • Jonas diz: 9 de abril de 2015

    E agora? O mesmo juiz que marcou os pênaltis no jogo Inter X Cruzeiro (acertadamente pelas novas regras, e quem não gostou que vá se queixar para a Fifa), confessa que marcou pênalti para o Grêmio no jogo contra o Lajeadense, mas que a falta foi fora da área (certamente revendo pela TV, pois o lance foi muito rápido e o traíu). O pessoal do Grêmio não vai reclamar que não foi pênalti?

  • MARCOS diz: 9 de abril de 2015

    OS BANANAS, BI-REBAIXADOS, BABA OVO DO MAZEMBE, NÃO PRECISAM FICAR PREOCUPADOS, PORQUE O INTER ESTA CLASSIFICADO. POIS ELES TAMBEM VÃO SE CLASSIFICAR HOJE CONTRA O NÓIA. SÓ PARA LEMBRAR O JUIZ É O ANDERSON DARONCO, GREMISTA CONFESSO, ENTÃO PODEM FESTEJAR.

  • Itamar Terra Oliveira diz: 9 de abril de 2015

    A cara de pau parece não ter fim, roubalheira pura.Parabéns David Coimbra pelo seu comentário, único comentarista da RBS que teve coragem de falar a verdade, te admiro muito.Itamar de Bagé

  • Aline diz: 9 de abril de 2015

    KKKK, gremistas, o de voces foi FORA da área, não foi penalti , ROUBARAM. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Luiz diz: 10 de abril de 2015

    Não posso duvidar do carÁter dele, mas da sua qualidade técnica sim.
    Mas o mais estranho é que ZH já publicou a defesa dele via o Diori, e com uma rapidez espantosa. Lembremos do Simom, que aplicava costumeiramente e sempre prejudicando o grêmio (engraçadao, SEMPRE O FAVORECIDO É O iNTER E zh SEMPRE, COSTUMEIRAMENTE AZ DEFESA PRÉVIA…MAS ACHO QUE É PURA COINCIDÊNCIA, |h NÃO QUER FAZER…MAS FAZ\ SEMPRE|).
    UMA SUGESTÃO A ESTE SR. AÍ DE AMARELO NA FOTO: apita o jogo do Brasil de Pelotas e faz isto, quero ver se tu realmente é corajoso…….duvido, pois antes de ser parcial e colorado tu deve ter pena do teu couro..hahahahaha
    E ALGUÉM DUVIDA DE QUEM VAI SER O CAMPEÃO DEPOIS DESTA ROUBALHEIRA DESCARADA?
    TEM OUTRA: PORQUE O D’ALESSSANDRO NÃO FOI EXPULSO AO PEITAR O ÁRBITRO COMO PEITOU? ahhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11 CLARO ESTE DESCLASSIFICADO E OPORTUNINSTA DE AMARELO NÃO PODERIA EXPULSAR O CHEFE.
    E dupla exclusiva vermelha, sintam vergonha na cara e não censurem o que escrevi.

  • Gerson SSA diz: 10 de abril de 2015

    Já viu algum CHICO admitir os próprios “erros”?
    Nem aquele que favoreceu o Corinthians em 2006 (rssss, kkkkkkk) admitiu.

  • Cassandro diz: 10 de abril de 2015

    Esse árbitro precisa estudar mais a fundo esse tipo de lance. Ele ainda não entendeu o espírito da coisa. O ato de abrir o braço só caracteriza a falta se há intenção de bloquear o percurso da bola de maneira indevida e antinatural.
    Nos dois lances o movimento de braço do Cruzeiro foi perfeitamente natural. O braço está sempre atrás do corpo, voltado para baixo e dobrado no cotovelo, na típica posição de quem procura impedir o impacto do corpo no chão. Não havia intenção de cortar a bola, nem ele correu o risco intencionalmente de fazer isso.
    Se os árbitros continuarem a marcar lances como este, não vai demorar para os jogadores jogarem intencionalmente a bola nos braços dos defensores adversários dentro da área.
    Pênalti não pode ser banalizado desta maneira. Banaliza o próprio futebol e tira a graça de ver partidas.

  • antonio carlos diz: 10 de abril de 2015

    Para terminar com esta polemica de interpretação do juiz, a regra deveria ser assim: bateu no braço ou na mão é falta e for dentro da area é penalte, não importa se o cara teve intenção ou não! E para ter certeza se foi dentro ou fora da area, usar o recurso eletrônico, o que valeria tambem para impedimentos ou duvidas se a bola ultrapassou a linha do gol ou não!

  • Cassandro diz: 10 de abril de 2015

    Dizer o que de um árbitro que não aplicou cartão amarelo no Juan em nenhuma das duas sarrafadas que ele deu nos atacantes do Cruzeiro?
    Se ele mesmo afirma que faria tudo de novo, é melhor parar de apitar.
    Antonio Carlos, então quem sabe marca falta e dá amarelo em todas divididas, para todos os jogadores envolvidos, dos dois times? Dividida é falta. Pros dois times, que é para não dar polêmica. Não dá, não é assim.
    Recurso eletrônico para ver se o movimento é antinatural, tudo bem. Mas a Fifa se recusa a admitir, porque defende a idéia de que os erros são humanos e fazem parte do jogo. Ora, se é assim, braço também é humano e faz parte do jogo!

  • Renato diz: 10 de abril de 2015

    Por estas e outras é que futebol de várzea é melhor. Lá impedimento não existe, o que existe foi trouxice do zagueiro que deixou o atacante livre. Penalti, falta, só com sangue para provar, senão é aula de teatro.
    Juízes erram e acertam para o time A e o B, não tem esta de favorecer A e prejudicar B. Infelizmente tem gente que não sabe que perder também é do jogo, normalmente são os que mais perdem que mais reclamam, tem que achar a culpa das derrotas em outras pessoas, não em nelas mesmas.

  • Marco diz: 10 de abril de 2015

    Daria os mesmo pênaltis para o Cruzeiro?? Quá, quá, quá. Isso é insultar a inteligência das pessoas.

  • Janio(NOSEGUNDA) diz: 11 de abril de 2015

    Mas o zagueiro defendeu parcialmente. Ele não agarrou a bola firme.

  • Benedito diz: 12 de abril de 2015

    Erros a favor do Internacional são justificados pela RBS.
    Erros a favor do Grêmio são abomináveis e, imediatamente sublinhados pela RBS.

  • Ed Lekl diz: 12 de abril de 2015

    Se fosse pro Cruzeirinho ele daria? DUVIDO!!!! No jogo Ipiranga x Juventude houve um lance a favor do Ipiranga exatamente igual. Foi penalty? Não, juiz mandou seguir o lance. E agora? Cadê a regra tão clara da FIFA?????

  • Janio(NOSEGUNDA) diz: 12 de abril de 2015

    Segundo as normas da Fifa, os pênaltis foram bem marcados. Não houve erro de arbitragem.

  • Antônio Nunes diz: 13 de abril de 2015

    Este aí vai longe.

  • Renato diz: 14 de abril de 2015

    Este é o caso daquele cara que prefere terminar com a carreira ao assumir como correto um erro quando deveria admitir que favoreceu um determinado time num determinado jogo. Ele assume que não tem condições técnicas para apitar ( mesmo que tenha ) por amor ou ordem superior acabando assim com uma carreira no esporte.

  • Lucidio Luiz Conzati diz: 15 de abril de 2015

    Isto a gente sabe, mas se fosse contra o inter, marcaria?
    DUVI-D-O DO. Nem que a vaca tussa.

  • Marcelo diz: 16 de abril de 2015

    No minimo quem falou para ele o que ele acertou ou errou foi o noveletto, sabe tudo sobre arbitragem e favorecimento, digo, transparencia…

  • Gustavo (RJ) diz: 22 de abril de 2015

    O pior tipo de erro é aquele que o cara não aprende. Diego Surreal não pode apitar nem futebol de botão.

Envie seu Comentário