Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Inter sofre muito, mas, ao final, elimina o Cruzeiro nas penalidades e avança à semi do Gauchão

09 de abril de 2015 2

Fernando Gomes

O Inter está na semifinal do Gauchão. Com uma reação no segundo tempo, o Inter tirou uma desvantagem de 2 a 0 para o Cruzeiro, empatou a partida em 2 a 2, com dois gols do argentino Lisandro López e, na decisão por pênaltis, venceu por 3 a 1. No sábado, a equipe de Diego Aguirre iniciará o mata-mata das semifinais contra o Brasil-Pel, com o jogo de ida em Rio Grande.

Inter e Cruzeiro fizeram uma partida eletrizante no Beira-Rio. Nos primeiros minutos, com ataques de lado a lado, o visitante não se mostrou tímido ou incomodado com os afamados jogadores do time de Diego Aguirre. Apesar do volume dos dois ataques, as conclusões deixavam a desejar. O palco para o show de Roberto Carlos, nesse sábado, montado atrás da goleira do antigo placar, foi alvo de alguns chutes colorados no primeiro tempo.
A partir dos 20 minutos, o Inter começou a se impor em campo. As jogadas de William pela ponta, combinando ora com Jorge Henrique, ora com Valdívia, eram sempre as mais agudas e perigosas. Aos 25 minutos, William bateu cruzado e Bruno Grassi defendeu. No minuto seguinte, Valdívia tirou de Grassi e Sasha se esticou todo para empurrar a bola para o gol, mas ela escapou à direita.
Por vezes, o Cruzeiro conseguia deixar o campo defensivo e atacar. Aos 30, porém, foi surpreendido em um contra-ataque. D’Alessandro lançou Nilmar, que bateu na pequena área, Laerte salvou para trás, onde estava Ernando, que só não fez o gol porque Grassi uma vez mais salvou a equipe azul.
Apesar da superioridade do Inter, o Cruzeiro foi ao ataque e marcou. Aos 38 minutos, Paraná bateu de fora da área, Alisson não conseguiu segurar e a bola saiu a escanteio. Na sequência, a defesa não conseguiu afastar a bola, que sobrou para Matheus bater de fora da área e deixar Alisson sem reação.
O 1 a 0 do Cruzeiro causou espanto no Beira-Rio. Nos minutos finais do primeiro tempo, o Inter se atirou ao ataque e ainda conseguiu duas finalizações, com uma delas parando uma vez mais nas mãos de Bruno Grassi.
O Inter voltou do intervalo para o segundo tempo se atirando para o ataque. De qualquer maneira. Resultado? Mais um gol do Cruzeiro. Em uma rápida escapada pela esquerda, o visitante encontrou a defesa colorada desarrumada, Matheus cruzou para a área, onde Wesley subiu às costas de Geferson para fazer o 2 a 0.
O Beira-Rio entrava em choque pela segunda vez na noite, afinal, o elenco de R$ 165 mil mensais poderia eliminar o de quase R$ 11 milhões ao mês. Aos 13 minutos, para aumentar o drama colorado, D’Alessandro teve um pênalti para fazer o Inter reagir. Mas ele cobrou para fora. O Inter não tinha alternativa a não ser atacar. Lisandro López foi a campo e deu nova vida ao time. Foi ele quem chutou a bola para André Ribeiro cometer o seu segundo pênalti – e acabar expulso. Lisandro bateu a penalidade, marcou o seu primeiro gol com a camisa do Inter, e descontou.
O 2 a 1 fez com que o time de Aguirre se jogasse de vez para dentro da área do Cruzeiro. E, quatro minutos depois, Lisandro López fez mais um, aparando um desvio de Dourado, após cobrança de escanteio de D’Alessandro. Vinte e dois dias depois de passar por uma artroscopia no joelho, o atacante argentino voltou para comandar a reação colorada.
Nos minutos finais, o Cruzeiro ainda tentou retomar o ataque. Dourado foi expulso, ao evitar um contra-ataque. William e Lisandro por pouco não viraram a partida, mas ambos pararam em Grassi. A decisão foi para os pênaltis.
Nas cobranças, D’Alessandro, Lisandro López e Juan marcaram para o Inter – e Rafael Moura errou. Enquanto que Laerte, Rodrigo Heffner e Benhur desperdiçaram as suas cobranças – Jefferson converteu. O Inter sofreu muito na noite de outono no Beira-Rio, mas se classificou.

Comentários (2)

  • mando na federação diz: 9 de abril de 2015

    Bah , agora escancararam mesmo , aquele jogo do Ypiranga ja tinha sido vergonhoso , agora mostraram, para quem quiser ver que vão fazer o Inter ser campeão….nada como ter o ´presidente da Federação como conselheiro do Clube….me admiro o Gremio aceitar participar dessa encenação.

  • Clairton diz: 9 de abril de 2015

    OPERARAM O CRUZEIRINHO. RIDÍCULO!

Envie seu Comentário