Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Agora é Inter x Atlético-MG nas oitavas de final da Libertadores

22 de abril de 2015 9

Eitan Abramovich/AFP

O Atlético-MG é o novo adversário do Inter na Libertadores. Com a vitória do São Paulo pelo placar de 2 a 0 sobre o Corinthians, o time de Diego Aguirre deixou de enfrentar o Guarani-PAR e passou a ter os mineiros como adversário. O Inter acabou a primeira fase do torneio com a terceira melhor colocação geral. Com isto, possivelmente no dia 6 de maio, as duas equipes se enfrentarão no jogo de ida, no Estádio Independência. A segunda partida do mata-mata deverá ser confirmada para 13 de maio, no Beira-Rio.

Assim como o Inter, o Atlético-MG está na final do Estadual. Após eliminar o Cruzeiro, na semifinal, o time de Levir Culpi disputará o título contra a Caldense — nos dias 26 de abril e 3 de maio, mesmas datas das finais do Campeonato Gaúcho.

Atual campeão da Copa do Brasil, a classificação do Atlético-MG na Libertadores foi dramática. Após uma arrancada ruim no Grupo 1, derrotas para Colo Colo e Atlas (esta, em casa), os mineiros começaram a reagir ao bater o Independiente Santa Fe, em Bogotá, por 1 a 0. No returno, nova vitória sobre os colombianos. Quando tudo parecia se encaminhando para obter a vaga, o Atlético voltou a perder para o Atlas. A classificação ocorreu na noite de ontem, com a vitória por 2 a 0 sobre o Colo Colo, a diferença de gols necessária para avançar às oitavas.

Para a campanha na Libertadores, o Atlético se reforçou com o lateral Patric (que pertencia ao clube e estava emprestado ao Sport), com o atacante argentino Lucas Pratto (adquirido ao Vélez), o meia colombiano Cárdenas (contratado por empréstimo ao Nacional de Medellín) e o meia Danilo Pires (adquirido ao Santa Cruz-PE). Para as oitavas de final, o atacante Thiago Ribeiro, ex-Santos, será inscrito.

Uma possível vantagem do Inter sobre o Atlético talvez seja o tempo de recuperação de seus atletas. Enquanto Aguirre poupa grande parte de seu elenco para jogar apenas a Libertadores, Levir Cupi utiliza quase o mesmo time no torneio continental e no Estadual. Além disto, perdeu diversos titulares nesta temporada devido a lesões.

O Atlético manda os seus jogos no Estádio Independência (também apelidado de Horto, nome do bairro onde se localiza o estádio do América-MG, que é alugado para o Atlético). Desde a Libertadores de 2013, o clube tenta disputar todas as partidas que pode no Independência (que tem capacidade para 23 mil torcedores), devido à pressão da torcida sobre os adversários. Nas últimas três edições da Libertadores, o Atlético soma 14 jogos no estádio, com 10 vitórias, três empates e uma derrota.

O vencedor de Inter e Atlético-MG enfrentará nas quartas de final quem passar de Estudiantes de La Plata e Independiente Santa Fe. Dono de melhor campanha, o Inter seguirá mandando o segundo jogo no Beira-Rio, caso se classifique.

A campanha na Libertadores 2015

Colo Colo (CHI) 2×0 Atlético-MG

Atlético-MG 0×1 Atlas (MEX)

Santa Fe (COL) 0×1 Atlético-MG

Atlético-MG 2×0 Santa Fe

Atlas 1×0 Atlético-MG

Atlético-MG 2×0 Colo Colo

Os confrontos no Brasileirão de 2014

23/8

Atlético-MG 1×0 Inter

Gol: Diego Tardelli (A)

22/11

Inter 2×1 Atlético-MG

Gols: Rafael Moura e Fabrício (I); Dodô (A)

Na história do clássico

Inter — 30 vitórias

Atlético-MG — 18 vitórias

Empates — 19

Destaque

Lucas Pratto

O centroavante argentino foi a grande contratação do Atlético-MG para a temporada. E nos quatro primeiros meses do ano, praticamente pagou os R$ 13,5 milhões que o clube mineiro desembolsou para tirá-lo do Vélez. Com oito gols na temporada, foi o herói da classificação do time para a decisão do Estadual no clássico contra o Cruzeiro. Ontem, abriu o caminho para o 2 a 0 que garantiu a passagem para a segunda fase da Libertadores. Para se ter uma ideia de sua importância, quando esteve lesionado, o time perdeu os dois primeiros jogos.

Folha salarial

Com as contratações recentes, o Atlético-MG gasta cerca de R$ 10 milhões em futebol.

A força do Horto

A casa é do América-MG, mas é o Atlético quem comemora as mais épicas vitórias. Desde a Libertadores de 2013, quando o time ainda treinado por Cuca se notabilizou por viradas históricas, até a Copa do Brasil do ano passado, já sob o comando de Levir Culpi. O estádio suporta pouco mais de 23 mil torcedores. E quase sempre fica com as arquibancadas lotadas.

Time-base

Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete; Dátolo, Luan e Carlos; Lucas Pratto. Técnico: Levir Culpi

Curiosidades

Campeão da Libertadores em 2013, o Atlético-MG não chegou à decisão do Mundial de Clubes. Foi eliminado pelo Raja Casablanca ao perder por 3 a 1.

Victor, Rafael Carioca e Dátolo já tiveram passagens pela dupla Gre-Nal. Os dois primeiros jogaram no Grêmio enquanto o meia argentino esteve no Inter. O grupo conta ainda com Jô, que atuou na equipe colorada.

O time entrou na Libertadores por ter sido campeão da Copa do Brasil de 2014, ao vencer o Cruzeiro na decisão.

Levir Culpi assumiu o Atlético no ano passado, substituindo Paulo Autuori. O atual técnico do Galo teve uma curtíssima passagem pelo Inter, onde ficou pouco mais de duas semanas em 1990.

Comentários (9)

  • Carlos Antônio diz: 23 de abril de 2015

    Se o Inter ficou com a 3ª melhor campanha enfrentará o sexto melhor segundo colocado, pela tabela, este clube seria o Guarani (PAR), pois o Atlético MG tem 9 pontos e 3 vitórias e o Guarani tem 9 pontos e 2 vitórias. Porque o Inter enfrentará o Atlético MG?

  • Ademir diz: 23 de abril de 2015

    Constrangedora a atuação da vassourinha milionária! Tanto que pediu para sair e não foi atendido! Enquanto isso, o Lucas Lima arrebenta cada vez mais! Eu não tenho nenhuma esperança quando vejo esse aposentado “comandar” o time e um JH como grande “revelação”!

  • Ed Lekl diz: 23 de abril de 2015

    O Inter só pegou time ruim até agora, todos nível de Gauchão, agora vai pegar um melhorzinho. Acho que a casa cai…

  • Joe diz: 23 de abril de 2015

    Cade as notas dos jogadores ontem?

  • Emerson diz: 23 de abril de 2015

    Não é bom pegar o Atletico já nas oitavas.
    Mas a noticia boa é que ficamos do lado mais fraco no chaveamento e me parece que se passarmos pelo Atletico teremos confrontos mais fáceis até uma eventual final.

  • rafael diz: 23 de abril de 2015

    Horto não é nome ou apelido de estádio é apenas nome de um bairro da região leste de Belo Horizonte. O Atlético joga no estádio independência q não mudou de nome. Dizer q o Inter vai jogar no Horto é como dizer q o Atlético vai jogar no Menino Deus ou no Humaitá, ou seja, só interessa para quem mora na respectiva cidade pq é uma mera referência geográfica (Vou ao Mineirão ou Vou para a Pampulha (norte da cidade) e Vou ao Independência ou Vou para o Horto (região leste). Chamar o independência (q tem esse nome pq o clube dono do estádio era o 7 de Setembro) de ‘Horto’ é o mesmo q chamar o Mineirão de São Luís (bairro) ou de Pampulha, não tem lógica alguma e NINGUÉM em BH fez ou faz isso. Os jornalistas esportivos não só gaúchos como paulistas etc parece q não pegaram bem a piada!

  • rafael diz: 23 de abril de 2015

    a capacidade do Independência (q tinha antes da reforma gramado do mesmo tamanho do Mineirão e Maracanã e continua a ter depois da reforma) é de 25 mil pessoas

  • Junior diz: 23 de abril de 2015

    O Atlético-MG, ao contrário do Inter, terá vida difícil nas finais do Estadual contra um forte adversário, e o Inter pode se beneficiar disso.

  • Natanael Felipe Rhoden diz: 24 de abril de 2015

    Respondendo ao primeiro comentário. O primeiro critério de desempate é saldo de gols e não número de vitórias

Envie seu Comentário