Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Grêmio aprova a volta do cargo de vice de futebol

18 de agosto de 2014 4
Foto: Félix Zucco

Foto: Félix Zucco

O Conselho Deliberativo do Grêmio, em sessão que contou com a presença de 190 conselheiros na noite desta segunda-feira, aprovou a recriação do cargo de vice de futebol.

A partir da homologação da decisão, o presidente Fábio Koff terá de indicar um nome para o posto, que não precisa ser conselheiro, mas tem, necessariamente, de ser sócio do clube.

Possivelmente o assessor de futebol Marcos Chitolina (na foto, ao lado do executivo Rui Costa) seja escolhido por Koff.

Reforma Estatutária do Inter mudará a eleição: A partir de agora, sócios deverão eleger o presidente

15 de agosto de 2014 0

Omar Freitas

Uma importante votação para o futuro do Inter ocorrerá no dia 30 de agosto. Todos os sócios maiores de 16 anos, e em dia com as mensalidades até 4 de agosto, têm direito a votar para a aprovação da reforma do estatuto do Inter. Caso a reforma seja aprovada, ela atualizará o estatuto do Inter e mudará alguns aspectos da eleição presidencial do clube, já ao final desse ano.
A reforma estatutária prevê que para ser eleito em primeiro turno, o novo presidente precisará fazer 85% dos votos presenciais no Conselho Deliberativo (ou 317 votos dos 346 possíveis). Para evitar a candidatura de algum “aventureiro”, expressão utilizada na política clubística para definir alguém sem história no clube, a chapa que inscrever um postulante à presidência precisa contar com a assinatura de 30 conselheiros do Inter. Ou seja: mesmo com uma votação mínima, o candidato que eventualmente passar para o segundo turno estará respaldado. Dificilmente alguém será eleito apenas pelo Conselho.
Se esta alteração já estivesse em vigor ao final de 2012, Giovanni Luigi não teria sido reeleito em primeiro turno. A eleição teria ido para o voto do associado, com Luigi x Luiz Antônio Lopes. O presidente Luigi foi eleito em primeiro turno tendo 50,9% dos 314 votos do Conselho. Lopes e Sandro Farias não chegaram ao segundo turno porque não venceram a cláusula de barreira de 25% – ou 87 votos do universo de 346 conselheiros. Lopes teve 80 votos e Farias, 64.
Outras alterações importantes na reforma são:
- A volta do direito dos sócios do Parque Gigante em votar para presidente
- A impossibilidade de o presidente se reeleger mais de uma vez. Hoje, se Giovanni Luigi quisesse, poderia se candidatar para a sua segunda reeleição.
Dos 102 mil associados do Inter, 87 mil estão aptos a votar. As urnas eletrônicas serão instaladas no Gigantinho e o voto também poderá ser dado pelo sócio através da internet.
O voto, para a aprovação da reforma, será apenas de Sim e Não.

A Comissão de Reforma Estatutária, que durante um ano confeccionou a nova ordem do clube, é composta por:
Geraldo Costa da Camino (Coordenador)
Guilherme dos Reis Mallet (Relator)
Fernando Baptista Bolzoni
Giovani Figueiredo Gazen
Guilherme Dalla Rosa Osório
Luís Carlos Ávila de Carvalho Leite
Mário Sérgio Martins da Silva
Raul Gudolle Filho
Ubaldo Alexandre Licks Flores

De Santos a Santa Rita: Saiba quem pode cruzar como Grêmio nas oitavas da Copa do Brasil

15 de agosto de 2014 0

Mauro Vieira

Por Adriano de Carvalho

O sonho do penta na Copa do Brasil terá início para o Grêmio às 11h de segunda-feira. Será quando a CBF realizará o sorteio dos cruzamentos das oitavas de final em sua luxuosa sede no Rio de Janeiro. Semifinalista no ano passado, o time de Felipão terá, desta vez, um caminho um pouco menos complicado.

Afinal, três grandes adversários ficaram pelo caminho na terceira fase da competição: Inter, Fluminense e São Paulo. Os principais rivais pelo título, ao que tudo indica, serão Cruzeiro e Corinthians, que ostentam campanhas sólidas no Brasileirão.

A boa notícia para o Grêmio é que nenhum dos dois estará no caminho já nas oitavas de final. Conforme o regulamento da Copa do Brasil, o sorteio dos cruzamentos será dividido em dois potes. Um é formado pelos seis clubes que disputaram a Libertadores neste ano – Grêmio, Cruzeiro, Atlético-MG, Atlético-PR, Flamengo e Botafogo – e os dois melhores no ranking da CBF entre os classificados: Corinthians e Vasco.

Desta forma, eles não se cruzarão nas oitavas. E uma regra do sorteio delimita quatro subgrupos em cada pote conforme a classificação no ranking. Isto faz com que Grêmio e Corinthians, os dois melhores colocados, se cruzem apenas em uma possível final.

Os outros oito clubes que avançaram às oitavas estarão no segundo pote do sorteio. Destes, os que mais preocupam são Santos, Palmeiras e Coritiba. Até o próprio Ceará, que eliminou o Inter na quarta-feira e decidiu o título com o Grêmio do mesmo Felipão em 1994, poderá estar no caminho.

O técnico, aliás, é o principal trunfo gremista: já levantou a Copa do Brasil quatro vezes. Exatamente como o Grêmio. Ao final do ano, o penta pode ser duplo.

Quem pode cruzar com o Grêmio nas oitavas:

Santos – Em 9º lugar no Brasileirão, passou pelo Londrina na terceira fase da Copa do Brasil. A esperança para buscar títulos no segundo semestre está na volta de Robinho.

Palmeiras – No Brasileirão, a equipe do argentino Ricardo Gareca vive momento de instabilidade e está apenas em um modesto 14º na tabela.

Coritiba – Lanterna do Brasileirão, o Coritiba do técnico Celso Roth deve priorizar a permanência na Série A no segundo semestre.

Ceará – Após eliminar o Inter na terceira fase, o líder da Série B deverá apostar suas fichas também na Copa do Brasil, onde já foi finalista em 1994 e perdeu o título para o Grêmio.

ABC-RN – Dentro de campo, foi eliminado pelo Novo Hamburgo. Mas como os gaúchos escalaram o meia Preto irregularmente, os potiguares avançaram de fase. Na Série B, está em 11º.

Bragantino – Na Série B, está em 18º, na zona do rebaixamento e não deve dar prioridade à Copa do Brasil.

América-RN – Maior surpresa da terceira fase, ao impor um sonoro 5 a 2 sobre o Fluminense, faz campanha modesta na Série B. Está apenas em 13º lugar na tabela.

Santa Rita-AL – O clube de Alagoas é o de menor expressão entre os 16 melhores da Copa do Brasil. Eliminou o Santa Cruz-PE e se garantiu nas oitavas. Não disputa nenhuma série do Brasileirão.

Porto Alegre terá curso para CEOs do futebol

15 de agosto de 2014 0

Odd Andersen/AFP

Após a Copa do Mundo no Brasil, é hora de iniciar o debate sobre o futuro do futebol em nosso país. A partir de setembro, Porto Alegre passará a discutir o atual cenário do esporte, seu gerenciamento e a perspectiva de mudanças dentro e fora das quatro linhas. Com a reunião de especialistas na matéria, o curso CEOs do Futebol: Futuros Líderes do Futebol Brasileiro ganha apresentação oficial na próxima terça-feira, dia 19 de agosto.

– Depois da última Copa do Mundo, as pessoas começaram a abrir os olhos para tudo o que envolve o futebol, principalmente em relação às práticas de gestão. Reputo o atual momento como o melhor para que haja esse debate. E para que se busque rumos diferentes ao esporte no Brasil, que precisa caminhar no sentido da profissionalização e do crescimento. O curso vem ao encontro dessa ideia, integrando experiências de quem pode discutir o que ser feito daqui para frente – afirma o ex-presidente do Internacional, campeão mundial em 2006, Fernando Carvalho, embaixador da iniciativa.

As aulas iniciam em 27 de setembro, sempre aos sábados, estendendo-se até 13 de dezembro. A abertura do evento contará com um painel, que terá como participantes Francisco Novelletto (presidente da Federação Gaúcha de Futebol), Luiz Carlos Silveira Martins (ex-presidente do Grêmio) e Vitório Píffero (ex-presidente do Internacional).

Já os encontros terão como convidados especiais o diretor-executivo de Futebol Newton Drummond; o Executivo em Administração de Estádios Alexandre Limeira; o técnico Cléber Xavier; o advogado de Direito Desportivo Daniel Cravo de Souza; o especialista em marketing Fernando Trein e o coordenador de Preparação Física do Inter, Elio Carravetta. A coordenação está a cargo do professor Sylvio Maia, especialista em Gestão Esportiva e coordenador de pós-graduação do Ibmec Business School.

Apresentação CEOs do Futebol: Futuros Líderes do Futebol Brasileiro

Data: 19 de agosto de 2014, terça-feira
Horário: 11h
Local: Hotel Laghetto Viverone Moinhos
Endereço: Rua Dr. Vale, 579. Bairro Moinhos de Ventos. Porto Alegre/RS

Curso CEOs do Futebol: Futuros Líderes do Futebol Brasileiro

Início: 27 de setembro de 2014
Fim: 13 de dezembro de 2014

Aulas: 8 (Total 64h/aula)
Datas: 27 de setembro; 11 e 25 de outubro; 01, 22 e 29 de novembro; 06 e 13 de dezembro

Incrições: sylviomaia.com.br

Casa própria: Inter poderá construir novo CT na cidade de Guaíba

14 de agosto de 2014 0

Ronaldo Bernardi

Um antigo sonho do Inter começa a tomar corpo: um CT próprio. Nesta quarta-feira, o governo do Estado oficializou a desafetação de uma área de 75 mil metros quadrados, na cidade de Guaíba, para fins esportivos (desafetação é quando o Estado torna um bem público disponível).
O clube analisa o terreno e tenta, junto ao governo estadual, uma composição para no futuro transferir os 250 atletas das categorias de base do atual CT de Alvorada, alugado ao Pedrabranca Futebol Clube por R$ 85 mil mensais – o elenco profissional seguiria treinando no Parque Gigante (na foto).
Uma negociação poderá ocorrer ainda nesse ano, consagrando a gestão Giovanni Luigi como a responsável pela reforma do Beira-Rio e pela aquisição de uma área para o Centro de Treinamentos do Inter.

Metamorfose ambulante: Felipão testa time com Matías na lateral e Ramiro de volante

14 de agosto de 2014 0

Mauro Vieira

Por Marco Souza
@marco_amsouza

Sem Barcos, com uma lombalgia, o técnico Felipão testou várias alternativas para a partida de domingo contra o Criciúma. Em um treino com mais de uma hora de duração, o treinador só não alterou a linha de defesa (Matías Rodríguez, Werley, Rhodolfo e Breno) e a dupla de volantes formada Fellipe Bastos e Ramiro. Walace, destaque gremista do Gre-Nal, permaneceu toda a atividade entre os reservas.

A partir dos volantes, muitos testes no setor ofensivo. Além de experimentar um time com Ronan e Lucas Coelho como atacantes, o técnico alternou muito entre os meias titulares. Rodriguinho, Luan, Dudu, Giuliano, Fernandinho e Leandro Canhoto — que treinou nesta quinta-feira pela primeira vez com os profissionais —, tiveram oportunidade no time principal.

Somente no final da atividade é que Felipão deixou o trio formado por Luan, Giuliano e Fernandinho por mais tempo juntos. Inclusive, treinando com eles a saída rápida em contra-ataque depois de escanteios.

Inter trata de desprezar a Copa Sul-Americana. Ao menos antes de precisar dela...

14 de agosto de 2014 0

Jefferson Botega

A vaga para a Copa Sul-Americana surgiu para o Inter como a rede de proteção ao trapezista. Ele caiu e a rede serviu para salvá-lo naquele momento. O Inter caiu da Copa do Brasil e foi salvo de um vexame ainda maior porque ali estava a redinha da Sul-Americana. Porém, ainda no Castelão, o “trapezista” Abel Braga tratou de desdenhar do torneio continental.
O técnico avisou que a Sul-Americana vai atrapalhar a campanha do time no Brasileirão. E deu a entender que a fase nacional do torneio, contra Bahia ou Santos (caso o Santos seja eliminado da Copa do Brasil pelo Londrina, na noite dessa quinta-feira, será ele o adversário colorado a partir de setembro), será disputada com uma equipe tão forte como a que jogou contra o Ceará em Fortaleza…
O curioso é que esta ojeriza colorada à Sul-Americana, competição que conquistou em 2008, com Alex no time e Tite na casamata, teve início com Muricy Ramalho. Em 2004, ele era o treinador do Inter que chegou à semifinal do torneio e caiu para o timaço do Boca Juniors. Mas, mesmo avançando, Muricy jamais deixou de praguejar contra os jogos de quartas e domingos. Mesmo que tenha sido a Sul-Americana a competição que começou a recolocar o Inter no mapa-mundi do futebol, ela é a mais desprezada no Beira-Rio. E com o apoio da direção, ao que parece.
Mesmo em 2008, quando venceu o torneio, o Inter foi chegando meio sem querer nas fases decisiva, poupando titulares nas rodadas preliminares. Naquela temporada, passou pelo Grêmio com dois empates, depois, com um mistão, deixou a Universidad Católica para trás, com dois preguiçosos empates (D’Alessandro, por exemplo, estava no banco de reservas, não chegou a entrar e foi expulso por reclamação). O clube só passou a levar o torneio a sério quando encontrou o Boca Juniors pela frente – e já via as chances de títulos nacional sumirem. Ganhou o mata-mata contra o time de Riquelme, derrubou o Chivas na semifinal e foi campão sobre o Estudiantes de la Plata.
Agora, uma vez mais, o Inter autoriza o seu treinador a tratar com desprezo a competição em nome da conquista do Brasileirão.
Mas isto valerá somente enquanto o clube tiver condições de brigar pela ponta no Campeonato Brasileiro, depois, caso precise de uma nova redinha de trapezista, ela talvez não esteja mais lá.

Grêmio inaugurará Hamburgueria na semana de seu aniversário

14 de agosto de 2014 0
Foto: Otavio de Sanctis / Divulgação

Foto: Otavio de Sanctis / Divulgação

Na semana de aniversário do Grêmio, que completará 111 anos em 15 de setembro, os torcedores serão presenteados com uma opção gastronômica inédita. Trata-se da primeira loja da Hamburgueria 1903, rede de fast-food do clube, que será inaugurada na Rua dos Andradas, em frente à Praça da Alfândega, no centro da Capital.

> Saiba mais sobre o projeto da rede de fast-food do Grêmio

Projetada pelo arquiteto Otavio de Sanctis, a unidade terá 150m² de área, com identidade alusiva ao Grêmio. Está localizada em um ponto estratégico, onde diariamente transitam cerca de 300 mil pessoas. Até o final do ano, ao menos mais duas franquias serão abertas ao público em Porto Alegre. Uma em um shopping a ser definido e outra móvel, que deve funcionar de maneira itinerante.

Pela exploração da marca, o Grêmio receberá um percentual a cada hambúrguer comercializado (os valores não foram informados). O lucro das vendas em duas datas do ano, chamadas de “GrêmioDay”, será integralmente repassado ao clube. E associados terão desconto a cada compra realizada.

—O Grêmio é o primeiro clube de futebol do mundo a criar uma rede de fast-food — destaca o executivo de marketing do Grêmio, Beto Carvalho.

Na Hamburgueria, o cardápio terá a assinatura da chef Lelena César, famosa pelo trabalho no restaurante Gula Gula, no Rio, e por parcerias com Olivier Anquier. Diversas opções serão oferecidas ao público: desde uma linha de entrada, com preço na casa de R$ 20, até um produto gourmet, com hambúrguer maior e acompanhamentos diferenciados, custando cerca de R$ 30.

Até uma máquina italiana foi importada. Diferentemente das utilizadas nas grandes redes de fast-food, que prensam a carne, esta só formata o bife, o que torna o sabor mais especial.

— Queremos servir algo diferente, e é possível fazer isso com preço acessível. Posso garantir que nenhum hambúrguer no Rio Grande do Sul será melhor que o nosso — afirma Luiz Payolli, um dos sócios da empresa SportFood, que, ao lado do empresário André Hanquet, será responsável por administrar a rede.

A meta de expansão é ousada: abrir 90 filiais em cinco anos. Em dias de jogos na Arena, lojas itinerantes funcionarão na esplanada do estádio. Tudo para deixar a torcida com água na boca.

Abel Braga lamenta queda na Copa do Brasil e mostra desinteresse na Copa Sul-Americana

14 de agosto de 2014 0
Bruno Alencastro

Bruno Alencastro

A incompetência do Inter na disputa da Copa do Brasil foi premiada com a vaga à Copa Sul-Americana – que dá ao campeão passagem à primeira fase da Libertadores. A partir de setembro, ainda sem data definida, o clube enfrentará na etapa brasileira da competição Bahia ou Santos (caso a equipe de Robinho seja eliminada da Copa do Brasil hoje pelo Londrina).
Mas o técnico Abel Braga mostrou grande desinteresse no torneio, alegando prejuízos ao Brasileirão.
- Você acha que eu queria sair da Copa do Brasil, onde faltam oito jogos e ir para a Sul-Americana, que falta muito mais? Em 2012, o Fluminense não estava na Sul-Americana e tínhamos a semana inteira para trabalhar, enquanto os outros times estavam jogando no meio de semana – discursou Abel, ao falar se seu Fluminense campeão brasileiro daquela temporada.
Sobre a nova derrota para o Ceará, o treinador do Inter justificou que precisou retirar do jogo Alex, D’Alessandro e Juan porque eles não teriam condições de suportar a sequência de quatro partidas (Goiás, São Paulo, Atlético-MG e Palmeiras) em 14 dias. E lamentou os erros individuais pela queda no Castelão:
- O Ceará foi melhor, aqui e lá em Porto Alegre. Sofremos gols surreais. Foram falhas incríveis. A defesa teve uma noite ruim.
O vice de futebol Marcelo Medeiros, porém, se mostrou mais interessado na disputa do torneio continental do que Abel Braga:
- Agora, a nossa responsabilidade no Brasileirão aumentou. Mas, na Sul-Americana, o Inter vai entrar com toda a seriedade do clube que foi o primeiro brasileiro a vencer a competição. Afinal, ela também é um caminho para a Libertadores.

As notas de Ceará 3x1 Inter: A noite em que nem Aránguiz conseguiu salvar o time de Abel Braga

14 de agosto de 2014 0

Dida
Tem se mostrado um goleiro inseguro em determinados lances. 5

Claudio Winck
Sem parceria, não conseguiu repetir a boa atuação do Gre-Nal. 4

Paulão
Salvou o segundo gol do Ceará. Ficou sem proteção. 4

Ernando
Sofreu ao bater de frente com Bill e Magno Alves. 4

Fabrício
Pesadão, parecia cansado por causa do Gre-Nal. 4

Ygor
Um erro digno de jogo de Casados x Solteiros e gol do Ceará. 3

Jair
Foi escalado na fogueira. Mal, acabou substituído aos 34min do 1°. 3

Aránguiz
O time estava tão torto que nem o chileno conseguiu consertar. Foi a primeira derrota do Inter com Aránguiz em campo. 6

Alan Patrick
Foi visto em campo. Errou de passes a cobranças de faltas. 3

Rafael Moura
Preso entre os zagueiros, deu a assistência para Valdívia. 5

Wellington Paulista
Foi quem mais brigou no ataque, mas também errou bastante. 5

Valdívia
Foi o articulador que Alan Patrick deveria ter sido. 7

Otávio
Deu mais velocidade ao ataque do Inter. 5

Sasha
Seu ingresso pouco contribuiu para a tentativa de reação. 4