Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Golaço de D'Alessandro pelas crianças

20 de outubro de 2014 0

Divulgação

D’Alessandro apresentou há pouco o seu novo projeto: Lance de Craque, um gol pelas crianças. O camisa 10 do Inter organizará um jogo de final de ano, em 27 de dezembro, no Beira-Rio, e que contará com a presença de nomes conhecidos do futebol sul-americano e mundial, como os técnicos Dunga e Jorge Sampaoli, além de 40 jogadores e ex-jogadores como Nilmar, Pablo Aimar, Enzo Francescoli, Rafael Sobis, Javier Zanetti, Verón, Milito, Léo Moura, Alex, Fernando Prass, entre outros.

Toda a arrecadação com a partida será destinada a cinco entidades assistenciais, a AACD (como na foto, do ano no passado, quando o meia argentino visitou as crianças na Associação de Assistência à Criança Deficiente), Pão dos Pobres, Casa Aberta, Educandário São João Batista e Centro Social Padre Pedro Leonardi. Celso Roth e o atacante gremista Hernán Barcos estiveram presentes à apresentação do projeto.

Os ingressos custarão R$ 40 e R$ 20.

- Estou há seis anos aqui, sou mais um cidadão que caminha pelas ruas de Porto Alegre. A gente vai vendo coisas que acontecem. Vi muitas coisas assim, pensar em retribuir o carinho que a cidade está me dando. Não tem camisa. Este evento não é vermelho nem azul, é um evento para Porto Alegre e para as crianças. Para a sociedade. Lembrar que elas precisam de nossa ajuda durante todo o ano – discursou D’Alessandro.

A ideia de D’Alessandro é fazer desta partida um evento anual de caridade em Porto Alegre.

Presidente eleito diz não ter preconceito e irá reavaliar retorno de Marcelo Moreno ao Grêmio

20 de outubro de 2014 3

A montagem do grupo do Grêmio para 2015 passa por Marcelo Moreno. Vice-goleador do Brasileirão, com 12 gols, atrás apenas de Henrique, do Palmeiras, o centroavante terá sua situação reavaliada por direção e comissão técnica no final de dezembro.

Light Press

Light Press

As dificuldades de relacionamento vividas pelo jogador em 2013, quando se indispôs com Kleber, hoje no Vasco, não serão empecilho para um possível retorno.
- Não sou preconceituoso ao ponto de descartar alguém por problemas enfrentados em outro momento. Não se pode desconsiderar um jogador de tanto destaque numa competição como o Brasileirão – avalia o presidente eleito Romildo Bolzan Júnior.
Marcelo Moreno tem ainda mais um ano de contrato por cumprir com o Grêmio. Em maio, quando o Cruzeiro enfrentou o Inter em Caxias do Sul, o atacante esclareceu que seu contrato é inteiramente pago pelo clube mineiro.
O mais provável é que o Cruzeiro tente prorrogar seu empréstimo para poder aproveitá-lo na Libertadores. Ou apresente ao Grêmio uma oferta para adquirir os 70% que detém dos direitos do jogadaor – o restante é do Shakhtar Donetsk-UCR.
Boa parte da torcida, contudo, ficaria feliz com a volta de Moreno. Sobretudo diante das dificuldades ofensivas que a equipe tem apresentado no Brasileirão.

 

Inter deverá vender Rafael Moura ao final do Campeonato Brasileiro

20 de outubro de 2014 5

Mateus Bruxel

Rafael Moura deverá ser vendido ao final do Brasileirão. Uma oferta do futebol mexicano levará o camisa 11 do Beira-Rio. A proposta, feita ao clube semanas atrás, se tornará realidade assim que o campeonato chegar ao fim. É bem provável que a negociação ocorra por um valor inferior aos quase 3 milhões de euros (R$ 9,3 milhões) pagos pelo Inter ao Fluminense, em 2012, mas ao que tudo indica, o futuro de Moura será mesmo na América do Norte.

Moura tem 79 jogos pelo Inter e 22 gols marcados – os mais importantes, os dois da virada sobre o Grêmio, no jogo de ida das finais do Gauchão, na Arena. Com a chegada de Nilmar, perdeu espaço no elenco. Wellington Paulista deverá permanecer.

Além disto, ficou marcado pela falta de gols, pelo gol perdido no Independência contra o Atlético-MG e, mais recentemente, por ter assumido o risco de ir para o gol na partida contra a Chapecoense, assim que Dida foi expulso – e em tempo de sofrer o quinto gol, de pênalti. Contra o Corinthians, no Beira-Rio, não foi opção para tentar reverter o jogo.

Grohe e Geromel, os melhores do Grêmio no empate contra o Goiás

18 de outubro de 2014 5
Agência Lancepress!

Agência Lancepress!

Marcelo Grohe – defesas decisivas no segundo tempo, quando o Goiás foi mais perigoso.
8

Pará – o espaço que teve para apoiar no primeiro tempo sumiu no segundo, quando só marcou.
6

Geromel – a habitual boa colocação. Sofreu com a velocidade do ataque do Goiás.
7

Bressan – uma falha comprometedora quase resultou em gol. Quando exigido, um pouco inseguro.
6

Zé Roberto – o calorão e o tamanho do campo não o atrapalharam.
7

Walace – orientado a não sair da frente da área, cumpriu bem o papel.
6

Felipe Bastos – irregular. Desta vez, nem os chutes tentou.
5

Ramiro – quase um meia pelo lado direito. Errou passes em excesso e foi substituído.
4

Luan pecou _ não lhe faltou aplicação tática. Seu problema, por vezes, foi sumir do jogo.
6

Fernandinho – veloz, foi muito acionado. Driblou com facilidade, mas construiu pouco.
6

Lucas Coelho – começou com boa movimentação e tentando os arremates. Aos poucos, sumiu.
6

Matheus Biteco – jogou pouco tempo, mas ajudou a conter a correria do Goiás.
5

Tiago – entrou nos minutos finais.
Sem nota

Riveros – também não teve tempo para jogar.
Sem nota

 

 

 

 

Alex e Nilmar: Heróis de dois mundos

17 de outubro de 2014 10

Mauro Vieira

Ricardo Duarte

Peças-chave no novo Inter desse returno do Brasileirão, Alex e Nilmar são heróis de dois mundos: De colorados e corintianos. Vendido pelo Inter ao Lyon, Nilmar acabou repatriado pelo Corinthians. Foi campeão do polêmico Brasileirão de 2005 – inclusive dando a Tévez o passe do gol no 1 a 1 do Pacaembu, quando Tinga foi expulso pelo não menos polêmico Márcio Resende de Freitas. Depois, em litígio com o clube paulista, voltou ao Inter, em 2007. Já Alex, campeão da Libertadores e do Mundial com o Inter, conquistou a Libertadores de 2012 pelo Corinthians. No Inter, atuando juntos, ganharam o Gauchão e a Copa Sul-Americana de 2008.
Nesse domingo, Alex e Nilmar (e D’Alessandro) terão a missão de levar o Inter à vitória sobre o Corinthians.

Ex-vice de futebol do Inter, Roberto Siegmann assegura que segue no páreo da eleição: "Não desisti"

17 de outubro de 2014 4

Diego Vara

Roberto Siegmann segue postulante à presidência do Inter. É o que ele garante. Este blog publicou dias atrás que o ex-vice de futebol estaria fora da eleição. Não está, diz ele. Siegmann, porém, afirmou por telefone estar contando “dia a dia” os seus possíveis votos para poder concorrer ao primeiro turno do peito colorado. São necessários no mínimo 30 votos de conselheiros para participar dessa etapa. Siegmann poderá se lançar como candidato independente. Os demais presidenciáveis deverão ser Marcelo Medeiros e Vitorio Piffero.
Abaixo, reproduzo o e-mail enviado por Roberto Siegmann:

Oi amigo.
Só agora vi teu recado. Talvez pelo meu silêncio saiu a notícia da desistência. Não desisti não. Apenas tenho que fazer permanente contabilidade acerca da minha efetiva possibilidade de “ir para o pátio”.
Não é fácil, pois o filtro intermediário do Conselho, diante das negociações para as 150 vagas, me impedem de ter “moeda de troca”. Como me conheces, talvez mesmo com elas não soubesse utilizá-las como fazem outros com maestria.
Na discussão da Reforma Estatutária apresentei emenda, para que o conselheiro candidato à presidência fosse para o pátio, desde que a sua candidatura fosse apresentada por 1.000 sócios. O democrata Dr. Ibsen foi hábil em mutilar a Reforma, em um vergonhoso “faz de conta”.
Desafio qualquer pesquisa que coloque meu nome junto com os demais cogitados para os sócios.
Um abraço,
Roberto Siegmann

Felipão deixa claro que ficará mais à vontade tendo Koff no vestiário em 2015

16 de outubro de 2014 0
Ricardo Duarte

Ricardo Duarte

Os elogios aos dois candidatos a presidente do Grêmio não impediram que Felipão deixasse clara sua preferência na eleição do Grêmio marcada para este sábado.

Em três momentos de sua entrevista coletiva, o técnico deixou dito nas entrelinhas que ficará mais à vontade no clube se Fábio Koff comandar o futebol a partir de 2015. O atual presidente será o vice de futebol caso Romildo Bolzan Júnior se eleja contra Homero Bellini Júnior.

“Sábado, vamos estar jogando  pensando numa posição entre os quatro da Libertadores. Temos que fazer o nosso papel. O papel político é feito pelos torcedores. Todos sabem que vim pelas mãos do doutor Fábio Koff, com o pensamento de seguir trabalhando por dois anos. Todos os candidatos têm boas ideias. Mas todos sabem que vim com o doutor Fábio. E espero seguir meu trabalho, nesse planejamento. Espero seguir este projeto junto com doutor Fábio já no sábado”.

“Ganhe a chapa que ganhar, sou Grêmio, mas tenho identificação com o doutor Fábio Koff e a forma que ele pensa”.

“Se não acontecer (a permanência de Koff), é coisa que vamos resolver depois”

Dos azares do Inter: Abel Braga perde três titulares, que só voltarão a jogar em 2015

16 de outubro de 2014 3

Agência RBS

O departamento médico do Inter acaba de confirmar a necessidade de cirurgia no joelho do volante Wellington (foto). O volante, que está emprestado pelo São Paulo até 20 de maio, deverá voltar a jogar somente em fins de março. É o terceiro titular que o Inter perde no returno do Brasileirão. Antes dele, Sasha e Juan já haviam caído. Todos operados e todos que estarão em condições de voltar a jogar somente em 2015. O azar foi compensado pela chegada de Nilmar, que deverá começar a partida de domingo, contra o Corinthians, no Beira-Rio.

Convergência nega apoio a Medeiros. Coalizão com Piffero não foi sacramentada e nova reunião está marcada

15 de outubro de 2014 2

Ricardo Duarte

Em busca de apoio para confrontar a chapa de Vitorio Piffero na eleição presidencial do Inter, a situação ainda fez, em um almoço nesta quarta-feira, uma última tentativa de coalizão com o movimento Convergência Colorada. E o situacionista Marcelo Medeiros ouviu um “não”.

O Convergência ainda não se aliou a Piffero. Apesar de alguns de seus integrantes terem participado do churrasco oferecido pelo ex-presidente, em sua casa, na noite de terça-feira, o grupo não gostou de receber um organograma prévio, com a futura possível aliança, bem como o plano apresentado de cada um dos grupos políticos da base de Piffero encaminhar candidatura própria à eleição para a renovação de cadeiras no Conselho Deliberativo – inclusive o Convergência Colorada.

Um novo encontro ficou agendado para a terça-feira, quando as arestas poderão ser aparadas – ou não.

OAS não confirma venda da Arena, diz Bellini. Para Bolzan, acordo está fechado

15 de outubro de 2014 13
Omar Freitas

Omar Freitas

Até sábado, dia da eleição presidencial, o anúncio da compra da Arena continuará no centro dos debates entre Romildo Bolzan e Homero Bellini. O candidato oposicionista disse ter recebido da OAS a garantia de que a negociação está longe de ser concluída.
- Ele revelou que o negócio não está fechado, apenas avançou. No máximo, chegaram a um denominador comum quanto aos valores. E levaram ao Grêmio as exigências quanto às garantias – disse Bellini, revelando ter tomado café da manhã nesta terça-feira com Carlos Eduardo Paes Barreto, diretor-superintendente da OAS/Arenas.
Conforme o candidato, por se tratar de uma negociação demorada, a conclusão só se dará em 2015, quando já estará encerrado o atual mandato.
Para Romildo Bolzan, o fato de OAS não ter feito qualquer negativa é a garantia de que a negociação está fechada.
- Até este momento, não houve nenhum desmentido da OAS. O presidente Fábio Koff é um homem de 84 anos, de larga estatura política, moral e ética. Fez o anúncio de forma consensuada. Agora, o documento está no Conselho Deliberativo, para aprovação das bases do negócio – afirmou.
Zero Hora tentou sem sucesso contato com a direção da OAS.