Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

No STJD: Inter pode perder até 10 mandos de campo e ser obrigado a pagar multa de R$ 1,6 milhão por jogo à parceira

31 de julho de 2014 0

Ricardo Duarte

A partir das 13h30min dessa sexta-feira, o Inter será julgado no STJD pelas agressões da Torcida Jovem, do Flamengo, ao lateral André Santos, ocorridas no pátio do Beira-Rio, após Inter 4×0 Flamengo. Em caso de punição, o clube poderá ser multado e perder até 10 mandos de campo. O advogado Daniel Cravo fará a defesa do Inter.
Em caso de punição, o Inter terá que pagar à BRio – a holding responsável pela modernização do estádio e dona de cinco mil cadeiras, dos camarotes e dos skyboxes – R$ 1,6 milhão por jogo não disputado no Beira-Rio. Representantes da BRio, porém, asseguram que tal multa não seria cobrada em dinheiro, mas, sim, em trocas futuras com o clube.
A multa está prevista no contrato de parceira entre Inter e Andrade Gutierrez. Ela foi incluída no acordo justamente prevendo casos como este, de interdição do Beira-Rio.

Contagem regressiva: Inter espera respostas da Ucrânia por Taison e Fred

31 de julho de 2014 0

Reprodução

O Inter tem até o dia 13 para contratar jogadores do Exterior. Ex-colorados estão na mira: Taison e Fred. Em busca de um atacante que dê velocidade ao setor, o clube observa até mesmo as informações sobre uma possível rescisão de Nilmar com o Al-Jaish, do Catar – o atacante teria encerrado o contrato para passar a atuar em outro clube catari.
O Inter aguarda para a próxima semana respostas dos agentes de Taison e de Fred para possíveis empréstimos do Shakhtar Donetsk. O clube já encaminhou proposta de cessão dos atletas ao ucranianos e aguarda uma resposta. A dupla poderia assinar por até um ano, sem os direitos fixados, enquanto a crise entre Ucrânia e Rússia persistir.

* Com Alexandre Ernst

Após o Cearazaço, Inter observa calendário da Copa Sul-Americana

31 de julho de 2014 0

Bruno Alencastro

Ainda que no Beira-Rio se sonhe com a conquista de um título nacional, algo que não se vê no Inter desde a Copa do Brasil de 1992, a constrangedora derrota para o Ceará não causou grandes abalos. Muito porque o Inter está escudado por uma vaga à Copa Sul-Americana, caso seja eliminado na Copa do Brasil uma vez mais pelo Ceará – líder da Série B.

A Sul-Americana, competição que dá ao seu campeão vaga à primeira fase da Libertadores de 2015, surge como um prêmio à incompetência de quem não chegar às oitavas do torneio nacional. Caindo nesta fase, o Inter terá direito a voltar à competição que ganhou em 2008. Deverá entrar como Brasil 4 ou Brasil 5. Caso não ocorram maiores surpresas na Copa do Brasil, o adversário colorado na primeira fase seria Criciúma ou Bahia. Vitória e Goiás são os únicos brasileiros já garantidos no torneio. No total, oito clubes do país disputarão a Sul-Americana.

Poucas grifes estarão no torneio de 2014. Entre elas, Boca Juniors, River Plate, Estudiantes de la Plata e Millonarios.

Inter venderá na janela de agosto. Caso seja Aránguiz, entrega será programada para dezembro

31 de julho de 2014 4

Yasuyoshi Chiba / AFP

O Inter não passará impune pela janela de transferências. No mínimo um jogador será vendido. A direção não deseja vender Aránguiz agora. Ou pode negociá-lo, mas não entregar o chileno em agosto ao futebol europeu. Mais: a entrega em dezembro, após a temporada brasileira, pode ser utilizada pelo Inter como barganha para uma possível negociação do volante mundialista.

Por exemplo: uma pedida de 21 milhões de euros, a Chelsea, Sevilla ou aos outros dois clubes interessados em Aránguiz, poderá até ser reduzida para 19 milhões de euros, caso a entrega seja programada para o final do ano. O Inter precisa de Aránguiz. O time não funciona sem o camisa 20.

O Plano B é vender algum ou alguns dos seguintes jogadores, também com ofertas da Europa: Otávio, Valdívia, Winck, João Afonso e Paulão. Assim, o Inter faria o sempre necessário caixa de meio de temporada e não perderia o seu mais valioso jogador. Ao menos não agora.

Felipão pede relatório sobre Lucas Coelho, Rafael Thyere e Breno

31 de julho de 2014 0

Félix Zucco

Lucas Uebel

Lucas Uebel

Designado por Felipão para a captação de garotos formados na base do Grêmio, o auxiliar Ivo Wortmann receberá segunda-feira, dia 4, do coordenador executivo Júnior Chávare um laudo sobre as categorias sub-17, sub-19 e sub-20.
Entusiasmado com a atual safra, Chávare assegura que pelo menos cinco jogadores de cada uma das categorias têm possibilidade de aproveitamento no profissional. A ideia é integrá-los aos poucos nos treinamentos com a equipe principal.
Felipão não fez jogo de palavras na entrevista de apresentação, ao afirmar que pretende montar um grupo com jovens, como na segunda passagem pelo clube, a partir de 1993. Naquele ano, promoveu nomes como Roger, Emerson e Carlos Miguel e a partir deles montou a equipe que venceu a Libertadores de 1995.

Tanto que, em almoço com Chávare, quarta-feira, pediu ao coordenador informações sobre o centroavante Lucas Coelho, o zagueiro Rafael Thyere, o lateral esquerdo Breno e o volante Wallace. Também perguntou pela possibilidade de aproveitamento de outros jogadores recentemente convocados por seleções de base.
- Ele chegou muito atualizado. É inacreditável nossa convergência de ideias – observa Chávare, impressionado com a generosidade e simplicidade do treinador.
Ele acredita que o novo técnico tenha buscado informações sobre a base do Grêmio na própria CBF, na época da Seleção Brasileira.

 

Abel critica desatenção do Inter na derrota para o Ceará e decreta gol sofrido como "falha bisonha"

31 de julho de 2014 27

Bruno Alencastro

Com uma atuação medíocre, o Inter perdeu pela primeira vez no novo Beira-Rio: 2 a 1 para o Ceará, em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil. Agora, os gaúchos precisarão vencer o Ceará, na Arena Castelão, no dia 13 de agosto, apenas três dias após o clássico Gre-Nal, por dois gols de diferença ou, no mínimo, por 3 a 2, para seguir adiante. Vitória colorada por 2 a 1 levará a decisão para as penalidades.
Na edição do torneio em 1994, o Inter foi eliminado pelo Ceará nas quartas de final. Caso seja alijado do torneio em Fortaleza, o Inter disputará a Copa Sul-Americana, a partir de setembro.

Após a partida, Abel Braga reconheceu a má atuação da equipe, criticou a desatenção dos jogadores e lamentou os dois gols sofridos como mandante.
- O torcedor não aplaude quando o time perde. Até eu estou chateado, a derrota foi justa. Levar o segundo gol daquela maneira foi imperdoável – disse o treinador do Inter.
- Estivemos muito abaixo, com falhas individuais que custaram caro. Foi o nosso pior primeiro tempo do ano. O primeiro gol foi uma falha bisonha. Falhar no segundo gol foi surpreendente. A gente avisa, avisa, avisa. Não tem treinamento para isto, tem é que entrar focado. O cara sai com a bola e faz o gol: isto não existe. O fato novo é termos consciência que fomos muito mal. O que já era difícil, ficou muito mais difícil. Por mais que tenha explicado e falado que era fundamental não sofrer gol em casa, sofremos dois – afirmou Abel.

Copa do Brasil: As notas para a medíocre atuação do Inter contra o Ceará

30 de julho de 2014 10

Bruno Alencastro

Dida
Salvou o Inter ao defender um pênalti. 7

Gilberto
Voltou a ter chance como titular. Não aproveitou. 4

Paulão
Teve que cobrir os erros de marcação dos volantes – mas também errou demais. 4

Juan
Driblado sem dificuldades por Nikão, no gol do Ceará. 4

Fabrício
Perdeu um gol sem goleiro. 4

Willians
Que noite! Errou tudo e fez um pênalti infantil. 3

Alex
O mais lúcido do meio-campo colorado. 6

Claudio Winck
É melhor como volante do que de lateral. 5

Alan Patrick
Entregue à marcação, sumiu no jogo. 4

D’Alessandro
A raça de sempre, mas com pouca inspiração. 5

Rafael Moura
Mal conseguiu se mexer. Foi agarrado o tempo todo por Sandro. 4

Wellington Paulista
Igualmente apagado. Entrada sem consequência. 4

Alan Ruschel
Em poucos minutos, fez muito mais do que Fabrício. 7

Luque
Duas boas arrancadas e um pênalti não marcado. 6

Reforços: Inter sabe que Arrascaeta e Gedoz estão de malas prontas para a Europa, mas... Aránguiz também estava

30 de julho de 2014 4

Reprodução site do Defensor

De olho em reforços para a sequência do Brasileirão, o Inter observa os dois principais jogadores do Defensor: Giorgian de Arrascaeta e Felipe Gedoz (na foto, os dois são os primeiros agachados, da esquerda para a direita). Os dois meia-atacantes foram os melhores na campanha do time uruguaio na Libertadores – o Defensor foi eliminado na semifinal para os paraguaios do Nacional.

O uruguaio Arrascaeta, 20 anos, e o gaúcho de Muçum, Gedoz, 21, estariam negociados ao futebol europeu. Mas o Inter segue de olho na dupla. Afinal, Aránguiz também estava vendido ao Granada e acabou contratado pelo Inter. Cada um custaria cerca de 1,5 milhão de euros. Arrascaeta tem grande cartaz entre a direção do Inter. Gedoz, menos. Informações sobre o seu passado na base do Grêmio não teriam sido das melhores.

Ainda assim, o Inter observa “los dos de Defensor”. Tem até o dia 13 de agosto para contratar jogadores do Exterior.

Grêmio conhecerá sucessor de Koff em outubro

30 de julho de 2014 2
Bruno Alencastro

Bruno Alencastro

Está praticamente definida a data do primeiro turno da eleição presidencial do Grêmio.
Conforme Milton Camargo, presidente do Conselho Deliberativo, a votação entre os conselheiros deverá ser dia 7 de outubro, uma terça-feira.
Caso mais de uma chapa ultrapasse a cláusula de barreira de 20%, a decisão ficará com os associados. Nessde caso, a data já está confirmada. Será dia 18 de outubro.
Romildo Bolzan Jr. deverá concorrer pela situação e Homero Bellini Jr., do Movimento Grêmio Independente (MGI) pela oposição.

 

Copa do Brasil: Inter encara o "visitante maldito" e técnico que derrubou Abel Braga na final de 2004

30 de julho de 2014 1

Divulgação: site oficial do Ceará

Uma equipe experiente, confiante e com anseios de seguir adiante na Copa do Brasil aguarda pelo Inter às 22h, dessa quarta-feira, no Beira-Rio. Líder isolado da Série B, o Ceará tem a sua força na mescla dos experientes atacantes Magno Alves, 38 anos e Bill, 30, com os armadores Nikão, 22, e Eduardo, 21. Boa parte do sucesso da campanha na temporada passa pelo quarteto.
Mais: fora de casa, o Ceará tem se mostrado um time perigosíssimo. Das oito partidas que realizou como visitante, entre Copa do Brasil e Série B, venceu cinco. Nestes jogos, têm 70,8% de aproveitamento. Superior ao Inter que, fora de casa em 2014, bateu apenas Remo (Copa do Brasil) e Bahia (Brasileirão).
- Queremos vencer a Série B e seguir avançando na Copa do Brasil. Vamos jogar com cuidados defensivos no Beira-Rio, mas entraremos em campo para fazer gols. É preciso saber jogar a Copa do Brasil e eu sei como se joga este torneio – disse Sérgio Soares, 47 anos, treinador do Ceará há um ano.
Soares era auxiliar de Péricles Chamusca quando o Santo André bateu o Flamengo de Abel Braga por 2 a 0, com o Maracanã lotado, e conquistou a Copa do Brasil de 2004. Com Chamusca suspenso para a final, Sérgio Soares ficou na casamata e orientou o Santo André na decisão.
- Sabíamos que poderíamos vencer o Flamengo. Episódios como este te fazem sonhar com a Copa do Brasil. Paulista, Juventude e Criciúma também foram campeões. O segredo é ir avançando e pegando confiança – afirma o técnico do Ceará. – Sei que o Ceará eliminou o Inter 20 anos atrás. Isto é passado, precisamos fazer história agora – completa.
Tetracampeão estadual, o Ceará marcou 58 gols em 29 partidas no ano. Magno Alves briga com Robert, do Fortaleza, para ser goleador do futebol brasileiro em 2014. Tem 22 gols (contra 24 de Robert), o último deles marcado na vitória por 3 a 2 sobre o Santa Cruz, em Recife, e é favorito para jogar a Série A em 2015.
Na Copa do Brasil, já eliminou Parnahyba (PI) e Chapecoense. Com uma folha na casa dos R$ 700 mil (10 vezes inferior à do Inter), sonha repetir 1994 e voltar à final do torneio. Naquela temporada, nas quartas de final, eliminou o Inter de Argel, Anderson, Caíco, Paulinho McLaren e Mazinho Loyola.
- Nossa folha é pequena, é verdade. Mas é dentro das nossas possibilidades. O Ceará não atrasa salários, algo fundamental para o bom rendimento de um time de futebol – conta Soares.
O Ceará perdeu dois goleiros para a partida contra o Inter: o titular, Luís Carlos, que já soma dois meses de recuperação de uma lesão no ombro, e o reserva Jaílson, com uma lesão na coxa. O novo titular é Tiago, que já passou pelo clube, e estava há seis meses parado, depois de passagem pelo Avaí. O goleiro de 31 anos, que estava no elenco do Corinthians campeão brasileiro de 2005, é chamado de “Tiago Ceni”. Cobrador de faltas e de pênaltis, já tem 18 gols marcados na carreira.
- Assisti com atenção às vitórias do Inter sobre Flamengo e Bahia. Será nosso adversário mais difícil na temporada. Contra o Flamengo, mesmo oscilando, venceu com facilidade quando começou a jogar – analisa o treinador.
Sérgio Soares foi treinador de Willians e de Fabrício, ambos no Santo André, e de Wellington Paulista, no Juventus. Conhece bem o elenco do Inter e promete atenção a D’Alessandro e Alex:
- Alex é inteligentíssimo. Um jogador fabuloso. Vi que D’Alessandro não está nas melhores condições, saiu no intervalo em Salvador, mas, ainda assim, sempre faz o meio-campo jogar.

O Ceará fora de casa:
Parnahyba 0×1 Ceará (Copa do Brasil)
Chapecoense 1×2 Ceará (Copa do Brasil)
América-MG 3×0 Ceará (Série B)
Avaí 1×1 Ceará (Série B)
América-RN 0×1 Ceará (Série B)
Sampaio Corrêa 1×1 Ceará (Série B)
Bragantino 1×2 Ceará (Série B)
Santa Cruz 2×3 Ceará (Série B)