Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Sem categoria"

Na estreia com vitória no Gauchão, Barcos é o destaque do Grêmio

31 de janeiro de 2015 4
Jefferson Botega

Jefferson Botega

Por Marco Souza

Marcelo Grohe
Fez mais uma defesa de cinema. Nota 8

Galhardo
Apareceu bem no primeiro tempo. Parece ter cansado no segundo. Nota 6

Rhodolfo
Foi envolvido mais do que deveria. Perdeu um gol. Nota 6

Marcelo Oliveira
Improvisado, teve atuação discreta. Nota 6

Marcelo Hermes
Muita vontade e entrega, mas pouca produção. Nota 6

Araújo
Bons passes e boa movimentação. Foi expulso por repetir faltas para cartão. Nota 5

Fellipe Bastos
Apareceu bem para ajudar na marcação. Caiu na segunda etapa. Nota 6

Lincoln
Se movimentou muito e conseguiu abastecer o ataque. Nota 7

Luan
Como meia, mostrou qualidade para encontrar espaços no campo. Nota 7

Moreno
Apesar de participar do segundo gol, teve atuação discreta. Nota 6

Barcos
Em sua possível despedida, marcou duas vezes e ainda deu uma assistência. Nota 9

Everton
Entrou para puxar o contra-ataque. cumpriu a missão e ainda anotou um gol. Nota 7

Matias
Entrou aos 30 minutos e não foi exigido. Sem nota

Balbino
Entrou no fim. Sem nota

 

 

 

Inter pode estrear no Gauchão sem Nilmar nem Réver. E com Vitinho no time

29 de janeiro de 2015 0

Diego Vara

É possível que o Inter de Diego Aguirre para a abertura do Gauchão, nesse domingo, contra o Lajeadense, tenha Paulão e Ernando na zaga, com Vitinho ou Rafael Moura no ataque. Nilmar não treina há dois dias e dificilmente jogará.

O atacante sentiu a rotina de pré-temporada e os dois amistosos, contra Juventude e Shakhtar Donetsk. Aguirre, que foi seu treinador no Catar, não deverá escalá-lo por Nilmar não estar em 100% de suas condições físicas. Assim, Vitinho poderá estrear contra o Lajeadense, nesse domingo, na Arena Alviazul.

Outro que deverá ser preservado é Réver. O zagueiro contratado ao Atlético-MG ainda não está em condições ideais e será preparado para a Libertadores. Paulão seguirá na zaga, ao lado de Ernando.

Caso Aguirre confirme o Inter sem Nilmar nem Réver, a formação seria a seguinte: Alisson; Léo, Ernando, Paulão e Fabrício; Nilton, Aránguiz, D’Alessandro, Alex e Sasha; Rafael Moura (Vitinho).

Jackson vai para o Palmeiras; Wellington Paulista deve fechar com o Coritiba

14 de janeiro de 2015 25

0099f1c2

O Inter começa a ceder jogadores. O zagueiro Jackson foi emprestado ao Palmeiras. Até o final da semana, é possível que o centroavante Wellington Paulista deixe Bento Gonçalves e se apresente no Couto Pereira. Jogará até o final da temporada pelo Coritiba.

Dívida na Inglaterra pode trazer volante Sandro de volta ao Inter

30 de dezembro de 2014 3

Foto: divulgação QPR

O Inter está em tratativas para repatriar o volante Sandro. O jogador campeão da Copa Libertadores de 2010 voltará ao Beira-Rio quatro anos após deixar o clube como o grande reforço do meio-campo colorado. O contrato será de empréstimo e terá duração de 18 meses.

A negociação ocorre por conta de uma dívida que o Queens Park Rangers tem com o Inter. O clube inglês, ao comprar o jogador junto ao Tottenham, deveria repassar ao Inter um valor equivalente a 2 milhões de euros (R$ 6,5 milhões) por conta de o clube gaúcho ainda possuir 10% dos direitos federativos do jogador. O  QPR emprestaria Sandro para atuar no Beira-Rio. A ideia seria expor o jogador na vitrine da Libertadores a fim de valorizá-lo.

Sandro foi adquirido pelo QPR em setembro deste ano. Assinou por três temporadas com o clube londrino pelo valor que, segundo a imprensa daquele país, foi de 10 milhões de libras (cerca de R$ 36 milhões).

Diego Aguirre é o novo técnico do Inter

22 de dezembro de 2014 0
Foto: Jefferson Botega / Agência RBS

Foto: Jefferson Botega / Agência RBS

Por: Alexandre Ernst

Nove dias depois de ser eleito como presidente do Inter, Vitorio Piffero tem o seu técnico. O nome escolhido é o do uruguaio Diego Aguirre, de 49 anos. O treinador, que recusou uma proposta do Peñarol, comandará a equipe colorada na próxima Libertadores. Ele assina contrato de uma temporada com o clube e terá a seu lado um ou dois auxiliares.

Treinador desde 2001, Aguirre tem experiências por Plaza Colonia-URU, Aucas-EQU, Peñarol, Wanderers-URU, Alianza Lima-PER, Al-Rayyan-CAT, além de um trabalho na seleção sub-20 do Uruguai. Pelo Peñarol, foram três passagens e dois títulos nacionais, além do vice-campeonato da Libertadores em 2011. Entre 2012 e 2013, também ganhou quatro taças no Catar.

O vice-presidente de futebol Luiz Fernando Costa esteve à frente das negociações na última semana. Consultou os diretores Marcos Marino e Carlos Pellegrini na última sexta-feira e solicitou uma avaliação detalhada de Aguirre. Não queria repetir em 2015 o mesmo que acontecera com Jorge Fossati quatro anos antes. Havia o medo da direção de que, sem conhecer o grupo do Inter e o futebol brasileiro, a adaptação seria um empecilho. Desta forma, sabedores de que um estrangeiro estava cotado para a casamata, relatórios minuciosos sobre cada atleta do Inter estão prontos para serem entregues ao novo treinador.

Diego Aguirre é ex-atacante do Inter. Atuou no Gre-Nal do Século, em 1989, comandado por Abel Braga. Na última vez que cruzou com o clube gaúcho, levou a melhor: eliminou o Inter de Paulo Roberto Falcão na Copa Libertadores de 2011, em pleno Beira-Rio. No comando do Peñarol, venceu por 2 a 1.​

Torcedores punidos em estádio prestarão serviço comunitário em entidade na Restinga

07 de novembro de 2014 1
Maria Teresa Tellez/Divulgação

Maria Teresa Tellez/Divulgação

Torcedores de futebol condenados a prestar serviços comunitários terão, a partir de agora, um destino certo para cumprir a pena. Será o Centro Social Padre Pedro Leonardi, entidade filantrópica localizada na rua Chácara do Banco, 71, Restinga Velha.
Convênio nesse sentido foi assinado na sexta-feira entre Claudionor Ceron, diretor do Centro Social (à direita), e o juiz Marco Aurélio Martins Xavier, titular do Juizado do Torcedor e Grandes Eventos.
Entre as atividades previstas para os torcedores que precisarem cumprir pena comunitária, estão o auxílio no monitoramento das crianças e adolescentes, auxílio na preparação do almoço solidário e na organização das reuniões do Grupo Amor Exigente, além de serviços gerais e administrativos na entidade.

O cumprimento, no entanto, deverá ocorrer nos horários que permitam a conciliação da atividade profissional do processado com as rotinas do centro social.
O submetido à prestação do serviço será encaminhado através de ofício de apresentação do Juizado do Torcedor, juntamente com a cartilha de controle pessoal do apenado. O controle da efetividade deverá ser realizada pelo centro social, que fica incumbido de comunicar ao juizado eventual ausência ou alteração de ordem disciplinar pelo prestador de serviço. O convênio vigerá com prazo indeterminado, podendo ser rompido mediante prévia comunicação entre os conveniantes

 

Palmeiras poderá contratar gaúchos Caetano e Koehler em 2015

05 de novembro de 2014 1
Ronaldo Bernardi

Ronaldo Bernardi

Deverá ser o Palmeiras o destino de Rodrigo Caetano (acima).

Com o nome especulado dias trás para trabalhar no Grêmio, o atual diretor executivo do Vasco estuda a oferta do clube paulista.
O Palmeiras também deverá contratar outro gaúcho, Cristiano Koehler (abaixo), para ser seu novo diretor geral. Koehler, que já teve duas passagens pelo Grêmio, também trabalha no Vasco.
Por sigilo, nenhum dos dois confirma a informação. Mas é certo que as tratativas estão em andamento. A tendência é que sejam finalizadas tão logo o Vasco encerre sua participação na Série B.

Divulgação

Divulgação

 

Conselho Deliberativo só discutirá compra da Arena depois da eleição

15 de outubro de 2014 0
Foto: Omar Freitas

Foto: Omar Freitas

Antes da próxima segunda-feira, dia 20, o Conselho Deliberativo do Grêmio não irá atender ao pedido de convocação extraordinária para debater a compra da Arena, anunciada pelo presidente Fábio Koff.

O presidente do Conselho, Milton Camargo, informa que, neste momento, pretende ocupar seu tempo somente com a eleição marcada para sábado, quando será escolhido entre Romildo Bolzan Júnior e Homero Bellini Júnior o novo mandatário do clube.

O pedido de convocação extraordinária, com oito itens, foi encaminhado a Camargo por Fábio Koff na manhã desta quarta-feira. Não foi remetida a minuta do contrato.

— Esta é uma cautela que devo adotar como presidente do Conselho. Não quero entrar na discussão que já está criada em torno de ter sido um anúncio político. Minha posição é de magistrado. Meu foco hoje é a eleição — explica Camargo.

Antes de ir à votação, o contrato de compra será examinado pelas comissões de assuntos legais e estatutários e de assuntos econômicos e financeiros e também pelo conselho fiscal.  Segundo Milton Camargo, o objetivo é evitar críticas como as feitas na época da assinatura do contrato com a OAS, em que o Conselho Delibereativo foi acusado de omisso.

De acordo com o regimento interno, o Conselho tem prazo de 30 dias para examinar o contrato de compra.

Grêmio projeta "reinaugurar" a Arena

15 de outubro de 2014 9
Omar Freitas

Omar Freitas

O projeto da atual direção do Grêmio não é somente comprar a Arena.
O passo seguinte será reinaugurá-la.
Nos bastidores, elabora-se um grande evento, em que o presidente Fábio Koff e o patrono Hélio Dourado pisarão o gramado e discursarão para a torcida, como se fosse a abertura oficial de um estádio concluído há quase dois anos.

Um evento em que os atuais dirigentes celebrariam o início da nova vida da Arena, livre de qualquer compromisso com a OAS e com todos os lucros revertidos para o clube.

A “primeira” inauguração da Arena ocorreu em 8 de dezembro de 2012, com a vitória por 2 a 1 sobre o Hamburgo, da Alemanha.
Na época, o presidente era Paulo Odone.

 

 

Bolzan contesta Bellini e diz que Fábio Koff não iria expor reputação

14 de outubro de 2014 3

Como se previa, o anúncio da compra da Arena virou o componente mais forte da sucessão presidencial do Grêmio.

Mauro Vieira

Mauro Vieira

Cavalo de batalha da situação, a conclusão do negócio é colocada sob suspeita pela oposição, por ter sido anunciada a poucos dias da votação, marcada para sábado, dia 18.
Conforme Homero Bellini Júnior, “trata-se de uma cartada política”.
– O presidente Fábio Koff não iria expor sua reputação, nem tampouco seria leviano em anunciar um negócio dessa envergadura sem autorização da OAS – respondeu Romildo Bolzan Júnior.