Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Sem categoria"

Felipão atribui críticas de Baidek a "interesses financeiros"

15 de junho de 2015 9
Carlos Macedo

Carlos Macedo

Atualmente na China, Felipão foi informado por amigos das críticas feitas a ele pelo empresário Jorge Baidek, que o acusa de ter barrado o crescimento de alguns jogadores da base do Grêmio, entre eles o lateral direito Tinga, emprestado ao Fortaleza.
Na entrevista, durante o programa Domingo Esporte Show, da Rádio Gaúcha, Baidek disse que a direção do Grêmio havia entregue a chave do clube a Felipão.
O treinador atribui a manifestação do empresário a “interesse financeiro”. Sua resposta, ditada a um amigo, e repassada a Zero Hora, é a seguinte:
“Ele queria levar o Felipe para a China. Felipe não aceitou, pois tinha compromisso com o dr. Fábio (Koff). Dr. Fábio saiu, Felipe também saiu indo para a China com outra proposta. Ele (Baidek) não ganhou comissão. Seus atletas Thyere e Tinga não foram aproveitados e não serão. Puro interesse financeiro. A revolta dele é porque os atletas dele não estavam entre os 15 que subimos”.

Romildo será também vice de futebol do Grêmio

25 de maio de 2015 1
Omar Freitas

Omar Freitas

O presidente Romildo Bolzan irá acumular a função de vice de futebol do Grêmio.

Ao final da reunião com seu Conselho de Administração (CA), na noite desta segunda-feira, o dirigente não conseguiu convencer qualquer dos nomes cogitados a aceitar. Um deles era Adalberto Preis.

As tratativas para encontrar um ocupante do cargo poderão ser retomadas ao longo da semana. Na avaliação do Conselho de Administração, o presidente ficará sobrecarregado no desempenho da função.

Como vice de futebol, Bolzan centraliza cada vez mais a tarefa de contratar um novo treinador para a equipe, em substituição a Felipão, cuja saída completará uma semana nesta terça-feira.

 

Só Marcelo Grohe se salvou na derrota do Grêmio para o Coritiba

16 de maio de 2015 3
Agência Lancepress!

Agência Lancepress!

Marcelo Grohe – fez o que era possível. Mas a defesa atrapalhou sua vida.
7
Matías Rodriguez – passou a partida inteira envolvido por Thiago Galhardo. Falhou no segundo gol.
3
Geromel – fugiu ao habitual e foi um zagueiro inseguro.
4
Erazo – errou feio no segundo gol do Coritiba Raramente esteve no lugar certo.
3
Júnior –  esteve no mesmo nível dos demais. Sacrificado por Felipão por perder um gol.
4
Walace – deu segurança só nos primeiros minutos. Depois, foi envolvido.
5
Marcelo Oliveira – foi mal, tanto de volante como lateral.
4
Maicon – marcou de forma deficiente e não conseguiu ser armador.
4
Giuliano –  perdeu um gol por não ter assumido a responsabilidade do chute. Nada criou.
4
Luan – caçado no início do jogo. Uma tarde pouco inspirada, apesar da aplicação.
5
Pedro Rocha – Deu o único chute perigoso do time. Desta vez, não foi a solução.
5
Yuri Mamute –  muito marcado. O Coritiba o manteve longe da área.
5
Everton –  demonstrou disposição. Um pouco afobado nos passes.
5
Fellipe Bastos – sua entrada nada acrescentou ao time.
3

Rescisão de contrato de Kleber Gladiador aquece disputa política dentro do Grêmio

08 de maio de 2015 0
Lucas Uebel

Lucas Uebel

A rescisão obtida por Kleber na Justiça do Trabalho coloca frente a frente a atual diretoria e a anterior.

Conforme o diretor jurídico, Leonardo Lamachia, o jogador só conseguiu liberação porque uma falha no contrato assinado em 23 de novembro de 2011 autorizava sua saída mediante atraso no direito de imagem.

Integrantes da gestão de Paulo Odone contestam, sob a alegação de que foi retirada do contrato original uma trava de segurança que só permitiria a rescisão se o clube fosse notificado e deixasse de pagar em 10 dias o valor de imagem em atraso.

Segundo Francisco Rocha dos Santos, um dos vice-presidentes na época da contratação de Kleber, o aditivo contratual que permitiu a rescisão foi incluído em 11 de junho de 2014, quando o jogador foi emprestado ao Vasco, na gestão do ex-presidente Fábio Koff.

- O aditivo tornou a rescisão automática, sem que o Grêmio fosse notificado, ao contrário da previsão original – observa.

Conforme Rocha, a vinculação do contrato de imagem ao de trabalho foi, na época da contratação, redigida em documento separado.

- No aditivo, esse documento paralelo foi colocado dentro do contrato, o que facilitou a rescisão – destaca o ex-vice-presidente.

A primeira audiência entre o Grêmio e Kleber está marcada para 1º de junho, na Justiça do Trabalho. Até segunda-feira, o Grêmio ingressará com mandado de segurança junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), tentando cassar a liminar que permitiu a rescisão do jogador.

Grêmio e Vanderlei Luxemburgo se aproximam para quitação de dívida pendente desde 2013

07 de maio de 2015 0
Diego Vara

Diego Vara

Representantes de Grêmio e Vanderlei Luxemburgo começam a se aproximar para acertar uma pendência financeira que vem desde 2013, época em que o treinador deixou o clube.
Demitido em 29 de junho daquele ano, Luxemburgo cobra valores relativos aos meses que restariam até o final de seu contrato, em dezembro de 2014.
Como seu salário era de R$ 710 mil mensais, ele ainda teria direito a R$ 5,9 milhões. Isso equivale a 50% que receberia nos 17 meses subsequentes.
Por determinação da justiça carioca, o Grêmio não deveria fazer qualquer depósito na conta do treinador enquanto ele não saldasse uma dívida com o ex-jogador e atual comentarista Edmundo.
Em 2013, as duas partes chegaram a romper publicamente após uma partida entre Grêmio e Fluminense, time dirigido na época por Luxemburgo.
Aos poucos, ocorreu uma reaproximação. Trata-se de uma forma de obter um acordo amigável, que evitaria que Luxemburgo ingressasse contra o clube na justiça. O prazo legal para entrar com a ação é de dois anos e se esgota em junho próximo.

Preocupado com saúde de Koff, Felipão ainda não definiu se aceita oferta do futebol chinês

29 de abril de 2015 8
Carlos_Macedo

Carlos_Macedo

Felipão tem refletido muito sobre a oferta chinesa. Do ponto de vista financeiro, ela é irrecusável e garantiria uma aposentadoria ainda mais tranquila frente a que teria se parasse de trabalhar hoje.

São três anos de contrato, com salário mensal em torno de R$ 1,5 milhão, fora luvas, já descontados os impostos. Além de um tratamento vip, considerado o seu currículo. Seu vínculo com o Grêmio vai até o final de 2016.

A decisão ainda não está tomada pelo treinador do Grêmio. Primeiro, por estar envolvido numa decisão de campeonato, cuja conquista ele sabe ser de extrema importância para a torcida.

A rigor, Felipão sabe que o Gauchão não acrescentaria muito em um cartel já vencedor. Seu grande projeto para 2015 é a conquista da Copa do Brasil, por garantir vaga na Libertadores.

E há, por fim, aspectos de ordem sentimental. Felipão não esconde seu gremismo, o que faz aumentar sua responsabilidade com o projeto de reformulação financeira do clube, do qual é o principal fiador.

O treinador também está muito preocupado com a saúde de Fábio Koff, a quem considera um pai. Por enquanto, os boletins médicos liberados pelo Hospital Moinhos de Vento não indicam uma alta tão rápida. Felipão monitora o caso, em contato com familiares.

Ele sairia mais tranquilo do país se soubesse que o velho amigo, que o contratou em 1993, está recuperado.

Na estreia com vitória no Gauchão, Barcos é o destaque do Grêmio

31 de janeiro de 2015 13
Jefferson Botega

Jefferson Botega

Por Marco Souza

Marcelo Grohe
Fez mais uma defesa de cinema. Nota 8

Galhardo
Apareceu bem no primeiro tempo. Parece ter cansado no segundo. Nota 6

Rhodolfo
Foi envolvido mais do que deveria. Perdeu um gol. Nota 6

Marcelo Oliveira
Improvisado, teve atuação discreta. Nota 6

Marcelo Hermes
Muita vontade e entrega, mas pouca produção. Nota 6

Araújo
Bons passes e boa movimentação. Foi expulso por repetir faltas para cartão. Nota 5

Fellipe Bastos
Apareceu bem para ajudar na marcação. Caiu na segunda etapa. Nota 6

Lincoln
Se movimentou muito e conseguiu abastecer o ataque. Nota 7

Luan
Como meia, mostrou qualidade para encontrar espaços no campo. Nota 7

Moreno
Apesar de participar do segundo gol, teve atuação discreta. Nota 6

Barcos
Em sua possível despedida, marcou duas vezes e ainda deu uma assistência. Nota 9

Everton
Entrou para puxar o contra-ataque. cumpriu a missão e ainda anotou um gol. Nota 7

Matias
Entrou aos 30 minutos e não foi exigido. Sem nota

Balbino
Entrou no fim. Sem nota

 

 

 

Inter pode estrear no Gauchão sem Nilmar nem Réver. E com Vitinho no time

29 de janeiro de 2015 0

Diego Vara

É possível que o Inter de Diego Aguirre para a abertura do Gauchão, nesse domingo, contra o Lajeadense, tenha Paulão e Ernando na zaga, com Vitinho ou Rafael Moura no ataque. Nilmar não treina há dois dias e dificilmente jogará.

O atacante sentiu a rotina de pré-temporada e os dois amistosos, contra Juventude e Shakhtar Donetsk. Aguirre, que foi seu treinador no Catar, não deverá escalá-lo por Nilmar não estar em 100% de suas condições físicas. Assim, Vitinho poderá estrear contra o Lajeadense, nesse domingo, na Arena Alviazul.

Outro que deverá ser preservado é Réver. O zagueiro contratado ao Atlético-MG ainda não está em condições ideais e será preparado para a Libertadores. Paulão seguirá na zaga, ao lado de Ernando.

Caso Aguirre confirme o Inter sem Nilmar nem Réver, a formação seria a seguinte: Alisson; Léo, Ernando, Paulão e Fabrício; Nilton, Aránguiz, D’Alessandro, Alex e Sasha; Rafael Moura (Vitinho).

Jackson vai para o Palmeiras; Wellington Paulista deve fechar com o Coritiba

14 de janeiro de 2015 25

0099f1c2

O Inter começa a ceder jogadores. O zagueiro Jackson foi emprestado ao Palmeiras. Até o final da semana, é possível que o centroavante Wellington Paulista deixe Bento Gonçalves e se apresente no Couto Pereira. Jogará até o final da temporada pelo Coritiba.

Dívida na Inglaterra pode trazer volante Sandro de volta ao Inter

30 de dezembro de 2014 3

Foto: divulgação QPR

O Inter está em tratativas para repatriar o volante Sandro. O jogador campeão da Copa Libertadores de 2010 voltará ao Beira-Rio quatro anos após deixar o clube como o grande reforço do meio-campo colorado. O contrato será de empréstimo e terá duração de 18 meses.

A negociação ocorre por conta de uma dívida que o Queens Park Rangers tem com o Inter. O clube inglês, ao comprar o jogador junto ao Tottenham, deveria repassar ao Inter um valor equivalente a 2 milhões de euros (R$ 6,5 milhões) por conta de o clube gaúcho ainda possuir 10% dos direitos federativos do jogador. O  QPR emprestaria Sandro para atuar no Beira-Rio. A ideia seria expor o jogador na vitrine da Libertadores a fim de valorizá-lo.

Sandro foi adquirido pelo QPR em setembro deste ano. Assinou por três temporadas com o clube londrino pelo valor que, segundo a imprensa daquele país, foi de 10 milhões de libras (cerca de R$ 36 milhões).