Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "reforços"

Investimentos no banco

10 de maio de 2015 1

Diego Vara

Até agora, dos sete reforços contratados pelo Inter no começo do ano, apenas Lisandro López se mostra em condições de ser titular do time de Diego Aguirre.

Léo
Em março, passou por artroscopia no joelho direito. Virou reserva de William. Tem 12 jogos pelo Inter e nenhum gol.

Réver
Não chegou a se firmar como titular. Depois, sofreu um entorse no tornozelo direito. Tem 12 jogos e 1 gol pelo Inter.

Nilton
Chegou para ser titular, perdeu espaço para Dourado e está fora do time há mais de três semana, devido a uma lesão muscular no adutor da coxa direita. Tem 15 jogos pelo Inter e ainda não fez gol.

Nico Freitas
Volante de confiança de Diego Aguirre, chegou para ser alternativa ao setor. Não estreou no Brasileirão porque cumpria suspensão ainda pelo futebol uruguaio. Tem 12 jogos pelo Inter e ainda não fez gol.

Anderson
Talvez a maior decepção do Beira-Rio. Ainda não provou ter condições de ser titular e vem sendo um reserva que pouco contribui quando vai a campo. Em março, sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda. Por questões técnicas, sequer foi relacionado para o jogo contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte. Tem contrato por quatro anos com o Inter. Já soma 15 jogos pelo Inter e não fez gols.

Vitinho (na foto)
Outro que chegou para ser titular, alternativa de velocidade de chutes de média distância, mas, que até agora, pouco fez. Perdeu as finais do Gauchão devido a uma contusão no cotovelo esquerdo. Foi decepcionante contra o Atlético-PR. Tem 14 jogos e três gols pelo Inter.

Lisandro López
Chegou para ser reserva de Nilmar, mas, devido à lesão do atacante, vem se afirmando a cada jogo. Mesmo passando por uma artroscopia no joelho direito, já conta oito jogos e três gols pelo Inter. É o melhor investimento do clube até agora.

Luigi encaminha três contratações para o Inter encarar a Libertadores: De Arrascaeta, Rodrigo Moledo e Rômulo

10 de dezembro de 2014 13

Por Alexandre Ernst e Leandro Behs

Giovanni Luigi deixará o Inter ao final da temporada, mas já encaminhou três contratações para que o presidente eleito nesse sábado as consolide para a Libertadores: Giorgian De Arrascaeta, Rodrigo Moledo e Rômulo.

Reprodução site do Defensor
De Arrascaeta

O meia uruguaio, de 20 anos, foi uma das estrelas na Libertadores de 2014, é o destaque do Defensor e titular da nova seleção uruguaia. Custa cerca de US$ 3,5 milhões (R$ 9,07 milhões) e estava sendo preparado para o mercado europeu, mas acabou permanecendo no Defensor. O Inter o observa desde o meio do ano.

Já Rodrigo Moledo, vendido pelo Inter ao Metalist (UCR) em 2013, passou por uma cirurgia no joelho direito, a fim de corrigir uma lesão no tendão patelar. A intervenção foi realizada em outubro, em Porto Alegre, pelo diretor médico do Inter, Paulo Rabello. Parte da recuperação foi feita no Brasil, com o fisioterapeuta Rodrigo Rossato, ex-dupla Gre-Nal. Moledo deverá estar apto a voltar às atividades ao final de janeiro. Além disto, o Inter tentou a sua contratação na janela de agosto, antes da operação, quando tentou também repatriar o volante Fred ao Shakhtar Donetsk.

Divulgação site do Metalist
Moledo

O terceiro nome, Rômulo, é volante e, assim como Moledo, deseja deixar o Leste. Foi destaque no Vasco (na foto) até ser vendido ao Spartak Moscou. Pode defender o Inter na Libertadores. Foi eleito, em 2011, o segundo melhor volante do Brasileirão.

AFP
Rômulo

As fichas dos jogadores
Nome: Giorgian Daniel De Arrascaeta Benedetti
Nacionalidade: Uruguai
Data de Nascimento: 1 de junho de 1994 (20 anos)
Naturalidade: Nuevo Berlín (URU)
Posição: meia-atacante (destro)
Altura: 1m72cm
Peso: 67kg

Nome: Rodrigo Modesto da Silva Moledo
Nacionalidade: Brasil
Data de Nascimento: 27 de outubro de 1987 (27 anos)
Naturalidade: Rio de Janeiro (RJ)
Posição: Zagueiro (destro)
Altura: 1m88cm
Peso: 84 kg

Nome: Rômulo Borges Monteiro
Nacionalidade: Brasil
Data de Nascimento: 19 de setembro de 1990 (24 anos)
Naturalidade: Picos (PI)
Posição: volante (destro)
Altura: 1m87cm
Peso: 80kg​

Inter define perfil dos reforços para a Libertadores: jogadores grandes e de até 25 anos de idade

09 de dezembro de 2014 5

Ricardo Duarte

O Inter quer jogadores grandes para a Libertadores. O perfil de atletas a ser buscado nas próximas semanas será este: jovens até 25 anos, altos e atléticos. Há o entendimento, em ambas as correntes que buscam a presidência do clube, que se necessita elevar a estatura e a fortaleza física de time e banco para encarar equatorianos, chilenos e mexicanos ou bolivianos nesse Grupo 4 da Libertadores, a partir de fevereiro.

Depois da eleição de sábado, entre Marcelo Medeiros e Vitorio Piffero, o vencedor passará a buscar reforços. Pelo menos cinco serão contratados. Um zagueiro uruguaio ou argentino é um dos primeiros nomes da lista de compras do Beira-Rio.

Reforços: Inter sabe que Arrascaeta e Gedoz estão de malas prontas para a Europa, mas... Aránguiz também estava

30 de julho de 2014 4

Reprodução site do Defensor

De olho em reforços para a sequência do Brasileirão, o Inter observa os dois principais jogadores do Defensor: Giorgian de Arrascaeta e Felipe Gedoz (na foto, os dois são os primeiros agachados, da esquerda para a direita). Os dois meia-atacantes foram os melhores na campanha do time uruguaio na Libertadores – o Defensor foi eliminado na semifinal para os paraguaios do Nacional.

O uruguaio Arrascaeta, 20 anos, e o gaúcho de Muçum, Gedoz, 21, estariam negociados ao futebol europeu. Mas o Inter segue de olho na dupla. Afinal, Aránguiz também estava vendido ao Granada e acabou contratado pelo Inter. Cada um custaria cerca de 1,5 milhão de euros. Arrascaeta tem grande cartaz entre a direção do Inter. Gedoz, menos. Informações sobre o seu passado na base do Grêmio não teriam sido das melhores.

Ainda assim, o Inter observa “los dos de Defensor”. Tem até o dia 13 de agosto para contratar jogadores do Exterior.

Grêmio pode contratar o volante Bruno Henrique

05 de janeiro de 2014 13

bhenrique
Foto: Portuguesa/ Divulgação

Por Adriano de Carvalho

O Grêmio analisa a contratação do volante Bruno Henrique, que foi titular da Portuguesa no Brasileirão e está vinculado ao Londrina. O jogador de 24 anos foi oferecido ao clube e chegaria por empréstimo, somente com os custos de salário.

O que pode complicar o acerto é o interesse do futebol japonês no atleta, que também foi sondado por Corinthians e São Paulo.

Caso tenha um desfecho positivo, a negociação seria a terceira entre gaúchos e paranaenses, que celebraram uma espécie de parceria nesta temporada. Após a compra do lateral-esquerdo Wendell pelo Grêmio, o zagueiro Douglas Grolli foi cedido ao Londrina em troca do lateral Jardiel.

O que espera os colorados em 2014

02 de dezembro de 2013 12

Estadão Conteúdo

Abel Braga será apresentado pelo Inter até o dia 10. Com ele, chegarão o auxiliar Leomir Souza, os preparadores físicos Cristiano Nunes e Marcelo Chirol, além do preparador de goleiros Marquinhos. Clemer voltará para a base – ou deixará o clube, caso opte por seguir carreira em um time profissional. A direção nega com veemência a contratação do executivo Rodrigo Caetano. Nos bastidores, se comenta que o desempenho do Fluminense nessa temporada fala contra o trabalho de Caetano. Além disso, o executivo Newton Drummond tem contato com o Inter até o final de 2014.

Quem já foi procurado pelo Inter:
Goleiros: Julio César (Queens Park Rangers) e Martín Silva (Olimpia)
Lateral: Neilson (Icasa)
Zagueiro: Ernando (Goiás) e Paulão (Cruzeiro)
Volante: Elias (emprestado pelo Sporting ao Flamengo)
Atacante: Luan (emprestado pelo Palmeiras ao Cruzeiro, pode ser trocado pelo meia Lucas Lima, do Inter, que está emprestado ao Sport)
Técnico: Abel Braga

Quem pode sair:
Gabriel, Kleber, Índio, Ednei, Bolatti, Airton, Forlán e Rafael Moura.

No mercado nacional, Inter analisa Rodriguinho do América-MG

18 de julho de 2013 29


Rodriguinho infernizou o Inter na noite de quarta-feira no Independência. O camisa 10 do América-MG foi o responsável pelas principais jogadas de ataque dos mineiros e chegou a mandar uma bola no travessão. No final, foi eliminado da Copa do Brasil com o 1 a 1 de Belo Horizonte. Pois Rodriguinho será monitorado pelo Inter.
O clube gaúcho, que chegou a manifestar interesse pelo armador no começo da temporada, poderá investir no 10 do América-MG. Como joga a Série B, Rodriguinho não tem problema de prazo de janela nem de número de jogos no Brasileirão.
Rodriguinho, de 25 anos, está vinculado ao América-MG até 2015 – os mineiros têm 60% dos direitos do atleta. Seus direitos econômicos estão avaliados em 1,5 milhão de euros. Santos, Flamengo e Cruzeiro demonstraram interesse no jogador em temporadas passadas, mas as negociações não foram adiante.
* Com Alexandre Ernst

Restam quatro: Inter está por Alex, Julio Baptista, Scocco ou Saviola

16 de julho de 2013 17

Está na mesa do presidente Giovanni Luigi a definição sobre qual reforço o Inter fará desembarcar no Aeroporto Salgado Filho. A quatro dias do fechamento da janela de transferências do Exterior, o clube trabalha com quatro nomes: Alex, Javier Saviola, Ignacio Scocco e Julio Baptista. Nenhum desses nomes, porém, é unanimidade no clube.
Nilmar está fora. Permanecerá no Al-Rayyan, que recusou uma segunda oferta do Inter pelo atacante. E ainda há a iminência da venda de Leandro Damião, assediado pelos milhares de euros do novo rico Napoli, que vendeu o uruguaio Cavani ao PSG por 64 milhões de euros (R$ 188 milhões).
O Inter voltou a interessar-se por Scocco depois que o Newell’s foi eliminado da Libertadores e que o River Plate (hoje um clube com um menor recursos financeiros que o Inter) abriu negociações com o atacante. Chegou a figurar em uma lista de reforços pedidos por Dunga e custa em torno de R$ 11 milhões.
Javier Saviola é o nome mais fácil de ser anunciado. Mas não por isso o mais óbvio. Nos últimos dias, o argentino de 31 anos viajou à Espanha a fim de finalizar questões burocráticas a respeito de seu desligamento com o Málaga. Entre Inter e Saviola tudo está alinhavado. É atacante de velocidade. Contra seu anúncio pesa a baixa estatura – ele tem 1m68cm -, além de uma proposta do futebol chinês. Mas é amigo pessoal de D’Alessandro, que sonha jogar uma vez mais com o ex-companheiro de River.
Alex e Julio Baptista são as opções para a meia. Alex, reforço que conta com a simpatia de Luigi, está de saída do árabe Al-Gharafa, que deseja trocar os seus estrangeiros. Já teria deixado a casa onde vivia e estaria hospedado em um hotel em Doha. A insatisfação da família em morar no Catar também seria um ponto a favor do Inter. Porém, há um custo. O Al-Gharafa pagou R$ 16 milhões ao Corinthians por Alex.
Já a longa negociação com Julio Baptista tem situação semelhante. O meia-atacante da Seleção Brasileira de Dunga ainda não rescindiu com o Málaga e o Inter teria de desembolsar alguns milhões de euros para tirá-lo da Espanha.
Os quase 60 dias de negociações causaram desgaste entre o departamento de futebol e a presidência – e apenas Alan Patrick desembarcou no Beira-Rio. Nos bastidores, há informações que o futebol teve suas transações barradas por Giovanni Luigi. E, dependendo do resultado até sábado, não é possível descartar-se as saídas dos diretores Luís César Souto de Moura e de Marcelo Medeiros do departamento, devido à falta de autonomia para contratar. Luigi estaria centralizando demasiadamente a decisão por reforços – talvez por entender que seja necessária a contenção de gastos em uma temporada sem o Beira-Rio. O Inter corre contra o tempo. E, ao que tudo indica, o tema reforços (ou a falta deles) passou a ser também uma delicada questão de política interna da gestão.

Luigi defende zelo do Inter na busca por reforços: "Quem fez uma grande contratação no Brasil? Nem contratações medianas foram feitas"

02 de julho de 2013 10

Poucas coisas incomodam mais Giovanni Luigi que ouvir aqui e acolá que a direção do Inter demora para contratar. Aos 53 anos, o presidente colorado assegura que Dunga receberá de dois a três reforços na janela de transferências e defende-se da suposta morosidade alegando que está zelando pelas finanças do Inter. Nessa entrevista, Luigi, ainda que evite comentar o déficit de R$ 13 milhões até maio, assegura que a venda de Fred para o Shakhtar Donetsk foi uma das maiores da história do Beira-Rio. Assegura que 2014 será uma temporada endinheirada para os colorados com o seu novo estádio, mas que enquanto o ano que vem não chega, o momento é de poupar.
Ainda assim, a vida de Luigi não tem sido apenas as reuniões com o departamento de futebol e as finanças. Entre chegadas (como a do atacante Jorge Henrique e a do armador Alan Patrick, contratado ao Shakhtar) e partidas (como as de Rodrigo Moledo e Fred, que deixaram R$ 40 milhões nos cofres colorados), nos últimos dias ele vem tratando da transição de Caxias do Sul para Novo Hamburgo. A mudança é iminente e só depende dos laudos dos Bombeiros e do Ministério Público. O Inter está pronto para mudar de casa, enquanto o Beira-Rio segue em reforma.
A seguir, os principais trechos da entrevista:

Contratações
“Quem fez uma grande contratação no Brasil? Nem contratações medianas foram feitas. O mercado está fervilhando. Nesse momento existe muita conversa com valores fora da realidade. E o Inter está sendo zeloso. Não vou contratar por contratar. Tenho os pés no chão. Estamos negociando, mas todos os números são altos. E não descarto nenhuma contratação. Também não determino prazo. Não vou dizer: ‘dia tal teremos os reforços’. Por mim, estaria com o grupo formado há tempos”.

Centenário x Vale
“Se tivermos um estádio próximo de Porto Alegre, vamos jogar lá. Se o Olímpico estivesse à disposição, tu acha que eu seria louco de pelo menos não estudar a hipótese? Seria a chance de seguir jogando em Porto Alegre. O Estádio do Vale está criando forma, estão colocando arquibancadas e o Inter aguarda esta evolução. Por ser um ano atípico, tudo o que pudermos fazer para economizar quilômetros de viagem e desgaste será feito. Se tiver a oportunidade de jogar mais perto de casa, vamos jogar. Vamos avaliar. Tendo todas as licenças e o estádio estando liberado, teremos que mandar uma partida lá para sentir o Vale e avaliar as condições. A dificuldade é essa: não jogar em casa e ser obrigado a buscar ao menos a vaga à Libertadores. Por isso pensamos jogo a jogo. Com o Beira-Rio, o Inter muitas vezes ganha partidas complicadas porque tem a ajuda do torcedor. Este ano, não. Se confirmar Novo Hamburgo, ganharemos uma excelente opção. Os atletas precisam sentir o calor da torcida, isso é fundamental. Conseguimos isso apenas em alguns jogos de Caxias do Sul“.

Finanças
“Ao longo dos anos o Inter vem negociando pelo menos dois jogadores por temporada. Lá atrás vendeu Lúcio e Fábio Rochemback. E seguiu com esta prática desde então. Vendemos e formamos. Agora temos Otávio, Mike, Caio. Sabia que o Shakhtar já sondou o Caio? O Inter é o clube que mais vendeu na última década. E, nesses 10 anos, temos 28 taças. Isso só da equipe profissional. Temos uma situação privilegiada: caixa em dia, folha paga, impostos pagos, enfim, uma situação financeira estável. Estamos bem de dinheiro, mesmo em um ano atípico. Minha preocupação agora é garantir as finanças do clube pelos próximos cinco meses. O ano que vem será excelente em termos de dinheiro. Teremos o novo Beira-Rio, o que nos dará um salto financeiro. Em 2014, teremos faturamento e badalação com a Copa do Mundo. Tenho certeza que seleções importantes jogarão aqui a Copa do Mundo. Vamos faturar em mídia e em sócios”.

Leandro Damião
“Por que o clube vende? Para ter caixa. Se o Inter fica seis meses sem vender, aí tem déficit. Se vende de um a dois jogadores por janela, tapa o déficit. Há um ano que eu não vendia ninguém. Acho que ainda virá uma oferta por Leandro Damião nessa janela. Se vier, a minha resposta será a de sempre: ‘O Inter não vende’. O bom negociador age assim“.

Grupo forte
“Fernando Carvalho sempre dizia: ‘Presidente está sempre preocupado com alguma coisa’. E é verdade. Agora é hora de resolver a questão técnica. Garanto que a perspectiva financeira para 2014 é supertranquila. Para a sequência do Brasileirão e da Copa do Brasil o Inter tem um grupo muito forte. Mas quero pensar jogo a jogo. Temos um grupo forte, mas que precisa ser reforçado. E estamos na iminência de concluir algumas negociações, duas ou três“.

Inter espera chegada de Alan Patrick, seca o Newell's e observa a cobrança de Julio Baptista ao Málaga

02 de julho de 2013 3


Alan Patrick, novo reforço do Inter para a temporada, poderá ser apresentado ainda nessa semana. Enquanto isso, o Inter segue monitorando Julio Baptista e Scocco – mais Saviola, alternativa a estes dois. Julio Baptista foi surpreendido pelo Málaga que, para negociar a dívida com o jogador, ofereceu-lhe mais dois anos de contrato – com redução salarial. Julio Baptista não deverá renovar, mas quer receber os valores devidos pelos espanhóis. Já Ignacio Scocco e seu Newell’s Old Boys enfrentam o Atlético-MG na noite desta quarta-feira, pelo jogo de ida das semifinais da Libertadores. O Inter seca os argentinos para facilitar a contratação do atacante de 28 anos.