Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "São Paulo"

Cotação: As notas para Grêmio 0x1 São Paulo

04 de outubro de 2014 2

Ricardo Duarte

Marcelo Grohe
Outra grande partida. Mas o recorde de 803 minutos se encerrou nos pés de Ceni. 7

Pará
Poucos têm a raça de Pará. Firme na defesa, falho no apoio. 5

Geromel
Muito bem na grande área. Evitou um gol de Kaká. 7

Rhodolfo
Conseguiu parar Kardec apenas com falta. Uma delas, foi pênalti. 5

Zé Roberto
Se desdobrou na marcação. Quando subiu, quase fez um gol. 6

Walace
Passou trabalho para conter os avanços de Kaká e seus amigos. 5

Fellipe Bastos
É o homem do chute de fora da área. Por pouco não marcou. 6

Ramiro
Erros de marcação e de passes, além de alguma insegurança para jogar. 4

Luan
Teve a bola do jogo a seus pés (na foto) e… perdeu o duelo para Ceni. Saiu sob vaias. 4

Dudu
Ganhou a disputa contra os laterais. Pifou os atacantes, que não aproveitaram. 6

Barcos
Vigiado de cima pela zaga do São Paulo, pouco pôde fazer. 5

Giuliano
Ainda sem ritmo de jogo. Apenas esforçado. 5

Alan Ruiz
Deu nova vida ao ataque do Grêmio. Talvez se tivesse entrado no intervalo… 7

Riveros
Jogou por pouco tempo. Sem nota

Cotação: As notas para Inter 0x1 São Paulo

20 de agosto de 2014 11

Ricardo Duarte

Dida
Boas intervenções, sem culpa no gol. 6

Wellington Silva
Dispersivo, pouco acrescentou ao ataque. O gol saiu pelo seu lado. 4

Ernando
Se desdobrou para marcar ora Pato, ora Alan Kardec. 6

Juan
Bem até errar no gol de Ganso. Depois, uma defesa de futsal, com a mão. 6

Fabrício
Outro que não conseguiu se manter consistente o jogo todo. 6

Ygor
Jogador limitado. Inseguro quando está com a bola. 4

Bertotto
Não se assustou com a pedreira, atuação superior à de Ygor. 6

Aránguiz
Vigiado o tempo todo, cresceu no segundo tempo. 7

Alex
Era o melhor do Inter até se machucar. 7

D’Alessandro
Bem marcado por Hudson, não repetiu as boas atuações anteriores. 6

Rafael Moura
Está marcado pela torcida. Para cada erro, uma vaia. 4

Jorge Henrique
Entrou no lugar de Alex e o time sentiu. Mas é um dos preferidos de Abel. 4

Valdívia
Encorpou o setor ofensivo com a sua energia. 6

Wellington Paulista
Jogou 14 minutos. Fez bem mais que Moura. 7

Grêmio prevê Sport turbinado pela goleada sofrida no último jogo

27 de maio de 2014 4

É de quatro pontos o cálculo do Grêmio para os dois jogos que ainda restam do Brasileirão até a parada para a Copa do Mundo.
A projeção é de um empate nesta quarta-feira contra o Sport e vitória domingo frente ao Palmeiras.
Feita a soma das nove rodadas, o time saltaria de 13 para 17 pontos e ainda estaria dentro do G-4, a meta estabelecida antes do início da competição.
Há um certo temor em relação ao jogo contra os pernambucanos, mesmo que eles venham de duas derrotas seguidas, o que evidencia a fragilidade desta equipe.
-Quem toma quatro, vem grande pra cima da gente – diz o assessor de futebol Marcos Chitolina.
Trata-se de uma referência ao São Paulo, que havia sofrido um vexatório 5 a 2 do Fluminense no meio da semana passada e, no jogo seguinte, bateu o Grêmio por 1 a 0.

 

Novo reforço do Inter para o Brasileirão virá do Morumbi

12 de maio de 2014 3

Site oficial do São Paulo

O Inter vai ao mercado. Além do atacante argentino Martín Luque, o volante Wellington, de 23 anos, está por desembarcar no Beira-Rio. Cria do São Paulo, o jogador está infeliz no Morumbi, onde é reserva de Maicon, de Souza e de Hudson. Atua como primeiro e como segundo volante. Considerado uma promessa do clube, ao subir das categorias de base para o time profissional, Wellington foi perdendo espaço. Nos últimos meses, foi sondado pela Inter, de Milão.
A brusca queda de rendimento do volante foi relacionada ao fato de a negociação com os italianos jamais ter sido concretizada. Na eliminação do São Paulo para a Ponte Preta, na Copa Sul-Americana de 2013, Wellington chegou a comprometer em alguns lances. Ainda assim, depois que a contratação do volante Rithely não evoluiu, o são-paulino entrou na mira. Wellington, que será opção a Willians, a Aránguiz e a Alex, tem vínculo com o Morumbi até outubro de 2018 e deverá ser contratado por empréstimo. Os direitos econômicos do volante pertencem 45% ao São Paulo, 30% ao Shakhtar Donetsk (quando da contratação de Jadson) e 25% ao Atlético de Madrid (quando da compra de Cleber Santana, em 2010).

Cotação: As notas da surpreendente derrota do Grêmio para o São Paulo-RG

01 de março de 2014 19

Fábio Gomes

Marcelo Grohe
Uma grande defesa. Sem culpa nos gols. 6

Pará
Nada fez no ataque, não conseguiu deter Carlos Alberto e impedir o 1º gol. 4

Bressan
Em busca da titularidade perdida, se limitou a rebater aos chutões. 5

Rhodolfo
Passou trabalho com as bolas aéreas. Fora de lugar no gol de Carlos Alberto. 4

Wendell
Vendido ao Leverkusen, disputou todas. Sem brilho, fez um pênalti desnecessário. 4

Edinho
Oscilou lances de grande força física, com alguns erros de passes. 5

Ramiro
A disposição de sempre. Foi combativo no meio-campo, mas sofreu na marcação. 5

Riveros
Incansável, correu por todos os lados. Marcou e armou. 6

Zé Roberto
Não conseguiu criar. Saiu no intervalo. 4

Luan
Não foi o Luan da Libertadores, mas tentou jogar por ele e pelos demais na frente. 6

Barcos
Preso entre os zagueiros, não foi abastecido. Saiu no intervalo. 5

Dudu
Muito bem marcado, conseguiu descontar com um gol ao final do jogo. 6

Lucas Coelho
Foi visto mais vezes auxiliando a defesa do que na área do São Paulo. 4

Maxi Rodríguez
Jogou apenas 18 minutos, mas conseguiu criar boas jogadas. 6

Inter bate São Paulo-RG e Abel Braga abre com vitória a sua sexta passagem pelo clube

29 de janeiro de 2014 0

Ricardo Duarte

Abel Braga começou com vitória a sua sexta passagem pelo Inter. Jogando em Novo Hamburgo, a mesclada com reservas e com guris do time sub-23, bateu o São Paulo-RG por 2 a 1. Com o resultado, o Inter manteve os 100% de aproveitamento no Gauchão e lidera o Grupo A, com 12 pontos. No domingo, a equipe principal estreará no campeonato, contra o Cruzeiro, uma vez mais no Estádio do Vale. A partida também será a única dos titulares antes do Gre-Nal de 9 de fevereiro, na Arena.
Para amenizar o sofrimento com o calor em Novo Hamburgo, superior aos 30º C, o Inter fez 1 a 0 logo na largada do jogo. Com apenas dois minutos, Valdívia foi derrubado a cinco metros da área. Cláudio Winck pegou a bola e, na frente de Abel, assumiu a responsabilidade. Bateu no ângulo esquerdo e fez um golaço. Camisa 41 às costas, ele tenta ganhar a vaga de Gilberto, contratado ao Botafogo para ser titular, e precisa perder o estigma de jogador frágil e que muitas vezes não consegue terminar uma partida.
Winck seguiu bem no jogo. O Inter era todo pressão contra um surpreso São Paulo. Aos oito minutos, o lateral-direito quase marcou outro, mas a bola passou sobre o gol. Dos camarotes, D’Alessandro conferia os novos companheiros de time. O São Paulo tentava reagir, mas, ao optar basicamente pelo jogo aéreo, parava na defesa colorada.
No segundo tempo, o Inter seguiu melhor e passou a atacar com maior energia. Valdívia mostrava grande mobilidade, conduzindo o time à frente. Aos 20, Raphinha fez jogada de ala, passou por dois e cruzou na área. Sasha, que estava em campo havia dois minutos, marcou de cabeça.
Com o novo revés, aos 22, o São Paulo foi ao ataque e, pela primeira vez, conseguiu vencer a defesa colorada. Wellington, ex-Inter, se aproveitou de um erro de posicionamento de Ernando e descontou. O gol reanimou o time de Rio Grande que, em seguida, perdeu a chance do empate.
Aos 33, Abel Braga, percebendo que o São Paulo avançava, mandou Josimar e Murilo a campo, a fim de se defender melhor e ainda buscar algum contra-ataque. Assim, com um time misto, o Inter conseguiu controlar o adversário e assegurar a vitória no sexto retorno de Abel ao clube.

Mudou: Elenco principal do Inter, reforçado de 8 guris, assume no Gauchão

27 de janeiro de 2014 3

Alexandre Lops/Divulgação

O Inter confirmou que, após três rodadas e 100% de aproveitamento da equipe sub-23 no Gauchão, ela dará lugar ao grupo principal. Assim, diante do São Paulo-RG, no Estádio do Vale, nesta quarta-feira, o elenco de Abel Braga começará a entrar em cena. Mas ainda não o time titular. O treinador utilizará a equipe reserva, que atuou contra o Cerâmica no segundo tempo do jogo-treino do Beira-Rio, com os reforços de Alisson, Winck, Raphinha, Gladestony, Aylon (na foto, à frente, comemorando o gol no Passo Fundo), Murilo, Diogo e Arthur.
Assim, a provável formação para enfrentar o São Paulo terá Muriel (Agenor); Caio (Winck), Índio, Ernando e Raphinha; Augusto, Josimar, Valdívia e Alan Patrick; Eduardo Sasha (Aylon) e Wellington Paulista.
Já o time de Clemer, que disputou o Gauchão até aqui, poderá ceder até três atletas para o grupo principal. Os demais jogadores seguirão com Clemer treinando e viajando para excursões no Exterior.

Após vitória em jogo-treino, elenco principal do Inter deverá estrear no Gauchão contra o São Paulo-RG, no dia 29

26 de janeiro de 2014 1

Bruno Alencastro

O primeiro Inter de Abel Braga passou com facilidade pelo jogo-treino de sábado, no Beira-Rio com portões fechados, diante do Cerâmica. Com gols de Jorge Henrique, Gilberto e Sasha, a equipe goleou por 3 a 0 (na foto). Os reservas do elenco principal deverão ter a estreia no Gauchão antecipada e, na quarta-feira, poderão enfrentar o São Paulo-RG, no Estádio do Vale.

Abel considerou esse teste diante do Cerâmica tão bom que deverá antecipar a estreia do elenco principal na temporada, do dia 2 de fevereiro, para 29 de janeiro, contra o São Paulo-RG, no Estádio do Vale. Ele, Abel, e time do segundo tempo é que poderão estar em Novo Hamburgo para enfrentar o São Paulo: Agenor; Caio (Vilela), Índio, Ernando e Fabrício; Augusto, Josimar, Valdívia e Alan Patrick; Eduardo Sasha e Wellington Paulista.

Já o time de Clemer, que disputou o Gauchão até aqui, poderá ceder até três atletas para o grupo principal. Os demais jogadores seguirão com Clemer treinando e viajando para excursões no Exterior.

Com nova interdição, Inter não poderá jogar no Beira-Rio no dia 29. E estreia no estádio em 2 de fevereiro vira dúvida

24 de janeiro de 2014 6

Leandro Behs

Inter e São Paulo-RG não será mais no Beira-Rio, em 29 de janeiro, como desejava a direção colorada. Assim, será o time de Abel Braga quem vai inaugurar o estádio, e não mais o time sub-23. A partida contra o São Paulo-RG ocorrerá no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. O problema, dessa vez, não foi a falta do PCCI, uma exigência do Corpo de Bombeiros para liberar o estádio para jogos, mas, sim, uma interdição da Delegacia Regional do Trabalho.
A SDRT entendeu que somente os alpinistas tinham condições de chegar à passarela de manutenção dos refletores (catwalk), devido à dificuldade de acesso ao local por trabalhadores comuns. E, por isso, interditou a área. Assim, como nem todos os refletores foram instalados, o jogo marcado para as 19h30min não poderá ser realizado. A interdição da passarela tem atrasado, inclusive, a instalação das membranas translúcidas, uma vez que os alpinistas não estão podendo mais acessar ao local para dar prosseguimento à obra.
Enquanto a Andrade Gutierrez agora tenta resolver esse novo problema, com uma alternativa para que os operários acessem ao local – o que poderá acontecer já nesta segunda-feira, através de um acordo entre as partes e adaptações à passarela -, o clube tentará antecipar o horário da partida de 2 de fevereiro, contra o Cruzeiro, originalmente agendada para as 19h30min, a não ser que o problema com a passarela dos refletores esteja solucionado. Caso siga interditado, o Beira-Rio não poderá receber jogos noturnos.
Além disso, o Inter tentará colocar a documentação em dia para que os Bombeiros inspecionem o estádio, a fim de obter o laudo com a liberação para jogos com a presença de público.
No dia 31, a presidente da República, Dilma Rousseff, estará em Porto Alegre para a cerimônia de inauguração do Beira-Rio.

Corpo de Bombeiros alerta: Inter ainda não pediu vistoria no Beira-Rio e jogo do dia 29 pode mudar de local

21 de janeiro de 2014 9

Diego Vara

O Inter ainda não encaminhou ao Corpo de Bombeiros o pedido de vistoria do Beira-Rio. Segundo o comandante da corporação, coronel Eviltom Pereira Diaz, o clube precisa solicitar a inspeção com urgência, se realmente quiser manter o desejo de abrir o Beira-Rio no dia 29, na partida entre Inter sub-23 e São Paulo-RG.
- Ainda não recebemos a solicitação do Inter e, sem isso, não podemos realizar a vistoria nem emitir o laudo liberado no estádio para uso. Já está passando da hora, se o Inter ainda pretende jogar no Beira-Rio em 29 de janeiro – afirmou Diaz.
O comandante salientou ainda que o Cruzeiro, cujo estádio em Cachoeirinha ainda não está pronto e que pretende mandar os seus jogos pelo Gauchão no Lami, também não encaminhou o pedido de vistoria. No domingo, o Cruzeiro será mandante no clássico contra o São José, com local ainda indefinido.
Nessa terça-feira, o Beira-Rio está sendo vistoriado pela Fifa. A previsão de término da reforma do estádio é o novo prazo máximo dado pela entidade para a finalização das obras: 28 de fevereiro.
Caso não haja a vistoria dos Bombeiros nos próximos dias, a partida entre Inter sub-23 e São Paulo-RG precisará ser remarcada para Novo Hamburgo.