Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "vasco"

Guiñazu diz que não pediu para voltar ao Inter: "Estou feliz no Vasco"

03 de fevereiro de 2014 10

Divulgação Vasco

Guiñazu entrou em contato com o blog. Através do seu assessor de imprensa, Rafael Antoniutti, da TXT Assessoria, pediu para esclarecer que em momento algum entrou em contato com o Inter para retornar ao clube. El Cholo (no centro da foto) ponderou ainda que nunca partiria dele algo nesse sentido, até porque faltaria o com respeito ao clube que atualmente defende – e no qual é capitão: o Vasco. garante que está muito feliz no Rio de Janeiro e satisfeito pela relação que tem com a torcida vascaína.
- Estou muito feliz no Vasco – relatou Guiñazu, através da sua assessoria.
Segundo informações desse blog, o camisa 5 campeão da Libertadores de 2010 pelo Inter pediu para retornar e teve o pedido negado pela direção colorada. Guiñazu deixou o Inter em 4 de janeiro de 2013, alegando motivos pessoais. Foi para o Libertad, clube no qual teve grande destaque na Libertadores de 2006, onde permaneceu até julho, quando assinou com o Vasco.

Guiñazu pediu para voltar ao Inter

03 de fevereiro de 2014 66

Banco de Dados ZHFoto: Fred Colorado, Divulgação

Um ano depois de deixar o Inter, Guiñazu pediu para voltar. Em 4 de janeiro de 2013, o volante argentino entrou ás pressas na sala da presidência e apelou para ser liberado. Alegou problemas pessoais e acabou retornando ao Paraguai, onde assinou com o Libertad, clube que o revelou para o continente na Libertadores de 2006. Suportou o futebol paraguaio somente até julho quando retornou ao Brasil e se acertou com o Vasco.
Em uma temporada frustrante, se machucou e viu o clube carioca parar na segunda divisão. Guiñazu sentiu saudades do Beira-Rio e, nesse mês de janeiro, pediu para voltar. De seus interlocutores, ouviu palavras lisonjeiras pelo seu passado de conquistas com o clube e também um “não”.

Alan Patrick fratura mão, para por 35 dias e faz companhia a Scocco entre os desfalques contra o Vasco

30 de setembro de 2013 1

Após uma boa participação na derrota para o Cruzeiro neste domingo, Alan Patrick fraturou a mão e para por 35 dias. A lesão ocorreu na partida no Estádio do Vale. O meia faz companhia ao atacante Scocco, em recuperação de dores no tornozelo, e ao zagueiro Alan, que faz tratamento devido a uma lesão muscular na coxa esquerda. O trio sequer viaja para o Rio de Janeiro, nesta terça-feira à tarde, onde o Inter enfrenta o Vasco na próxima quinta.

Airton, D’Alessandro e Índio, fora contra o Cruzeiro por conta de suspensões, retornam. Josimar, que recebeu o terceiro amarelo, está impedido de atuar. A tendência é que Dunga escale uma equipe muito próxima da que entrou em campo no primeiro tempo deste domingo, no Estádio do Vale, com Caio no ataque e Otávio aberto pela direita.

Leandro Damião deve ser mantido na reserva, juntamente com Diego Forlán, quando Dunga já apostaria no Inter sem o uruguaio, já que o camisa 7 terá de se apresentar a seleção de seu país.

As ausências do uruguaio ocorrerão em partidas contra Flamengo (fora), Náutico (casa) e Santos (fora). Neste período ele estará atuando contra Equador, no dia 11, e Argentina, quatro dias depois. O retorno de Forlán se dará no dia 20, no Gre-Nal pelo Brasileirão. Seu último jogo antes de se apresentar é diante do Fluminense, no dia seis.

Um esboço do Inter para enfrentar o Vasco teria: Muriel, Gabriel, Índio, Juan e Kleber, Ygor, Willians, Jorge Henrique, D’Alessandro e Otávio, Caio.

Filho de ex-presidente do Inter é o novo reforço do Vasco

29 de agosto de 2013 3

Divulgação

 

Giordano Piffero, filho do ex-presidente do Inter, Vitorio Piffero, é novo zagueiro do Vasco. Aos 20 anos, o jogador chega para compor o elenco júnior do clube carioca, mas já foi utilizado nos treinos pelo técnico Dorival Júnior no treino do time principal. Giordano começou a carreira na base do Inter, mas já não tem vínculo com o Beira-Rio.
- Meu pai sempre se manteve fora. Eu estava ali para ralar mesmo. Jogar como qualquer outro. Ser mais um. Mas sempre sentia alguns olhares diferentes e pessoas dizendo que eu seria beneficiado. Ele só começou a me assistir nos campos quando fui jogar em outro clube – comentou Giordano, que, na foto da Aguante Comunicação, assina contrato ao lado do diretor executivo do Vasco, o ex-zagueiro Mauro Galvão.
Além do zagueiro, o Vasco tem em seu elenco os ex-colorados Michel, Guiñazu, Sandro Silva, Nei e Dorival Júnior.

Giordano não é o primeiro filho de ex-presidente do Inter a jogar no Vasco.  Em 2007, Martin Carvalho, filho de Fernando Carvalho, atuou pelo clube de São Januário.

 

Guiñazu em preto e branco, com a cruz de Malta

23 de julho de 2013 20


Guiñazu está de volta ao Brasileirão. Será amanhã pelo Vasco, mas já vestiu a camisa. Estreará assim que a sua documentação estiver regularizada. O camisa 5 do Inter, campeão da Libertadores de 2010, pediu para deixar o Inter no dia 5 de janeiro. Foi liberado e acertou-se com o Libertad, seu ex-clube no Paraguai. Agora está de volta. A pedido do Vasco, o Inter abriu de uma multa de R$ 800 mil para que o argentino voltasse ao futebol brasileiro.

Mais reforços a caminho do Inter: Luan e Fellipe Bastos

28 de janeiro de 2013 1

Dois novos reforços deverão desembarcar ainda nesta semana no Beira-Rio: Luan (na foto, no clássico com o Corinthians) e Fellipe Bastos. O atacante de 24 anos, do Palmeiras, será emprestado ao Inter até o final da temporada. É possível que Josimar seja cedido ao clube paulista também até o fim do ano. Já o volante de 22 anos, do Vasco, ainda depende da uma liberação judicial para vestir vermelho.
Na Justiça carioca, o Vasco tenta a liberação dos direitos econômicos do volante de 22 anos. Por causa da dívida que São Januário tem com o ex-atacante Romário, os direitos de Fellipe foram penhorados. O clube carioca, auxiliado pelos advogados do Inter, tenta a troca da penhora, dos direitos do atleta por outro patrimônio do Vasco, a fim de liberá-lo para a transação com o Inter.
Os colorados comprarão os direitos econômicos de Fellipe Bastos. Uma troca por Bolatti – um jogador com prestígio internacional – na negociação não está descartada.

Inter está por definir a contratação do volante Fellipe Bastos

28 de janeiro de 2013 27

O Inter poderá anunciar mais um novo reforço até amanhã: Fellipe Bastos.
Na Justiça carioca, o Vasco tenta a liberação dos direitos econômicos do volante de 22 anos. Por causa da dívida que São Januário tem com o ex-atacante Romário, os direitos de Fellipe foram penhorados. O clube carioca, auxiliado pelos advogados do Inter, tenta a troca da penhora, dos direitos do atleta por outro patrimônio do Vasco, a fim de liberá-lo para a transação com o Inter.
Os colorados comprarão os direitos econômicos de Fellipe Bastos (na foto, à direita, comemorando um gol com Éder Luís). Uma troca por Bolatti, um jogador com nome internacional, não pode ser descartada.
A semana poderá trazer ainda mais um atacante para o Beira-Rio: Luan, do Palmeiras, que poderá chegar por empréstimo ou mesmo na troca por Josimar.

Inter pode tirar proveito do Vasco em crise e fazer oferta por Éder Luís

18 de dezembro de 2012 13


Desejo de compra do Inter em 2011, o atacante Éder Luís poderá voltar à pauta. Adquirido pelo Vasco ao Benfica, na metade dessa temporada, o jogador de 27 anos não recebe salários há quase quatro meses e, assim como muitos atletas, deseja deixar São Januário. O Grêmio chegou a negociar com o clube carioca, mas a transação estagnou – e Fábio Koff parece ter desistido do atacante. Agora, sob o comando de Dunga, o Inter poderá voltar à carga. O Vasco desembolsou R$ 7,5 milhões por Éder Luís. Um investimento relativamente baixo por um titular. E o Inter busca um atacante de velocidade…
O lateral-direito Auremir, titular do Vasco no Brasileirão, deixou o clube porque não recebia salários. Está voltando ao Náutico, sua ex-equipe, e foi oferecido ao Inter.

O pôr do sol de Fernandão

24 de outubro de 2012 8

Fernandão remontou o time, devolvendo os medalhões à titularidade, a fim de buscar uma vitória sobre o Vasco para tentar um milagre no Brasileirão: a (improvável) vaga à Libertadores. A verdade é que nem esse milagre será capaz de manter Fernandão como técnico do Inter para 2013. E ele sabe disso.
Maior ídolo do clube no período das grandes conquistas, Fernandão não conseguiu fazer o time decolar no campeonato e será substituído por um treinador mais experiente. Seja quem for o eleito. A Oposição, com Vitorio Piffero, foi mais clara sobre isso, mas a atual Situação também tomará o mesmo caminho, se Luigi for reeleito.
O discurso de Fernandão, antes do embarque para o Rio, já apontou essa saída. Assim como ocorreu com Figueroa e Falcão, ídolos que não tiveram o esperado sucesso na casamata do Beira-Rio.
- É uma situação normal, que acontece sempre que se tem eleição. O grupo opositor tenta colocar projetos, principalmente quando as coisas não estão dando certo, para mudar. Respeito o Vitorio (Piffero), mas temos que seguir trabalhando. Particularmente, sempre busco minha motivação. Desde quando era jogador sempre trabalhei para mim e é da mesma forma agora como treinador. Vou buscar sempre fazer o melhor e, se não for no Inter, que seja em outro lugar, que eu possa procurar um clube para trabalhar – declarou Fernandão, já ciente do futuro.

Rodrigo Caetano eleito o melhor executivo do futebol brasileiro

18 de setembro de 2012 2

Rodrigo Caetano venceu o prêmio de melhor Diretor Executivo do Brasil, durante o Seminário “O Futuro dos Clubes Brasileiros”, realizado na Nova Arena do Palmeiras, em São Paulo. O evento foi promovido pelo Brasil Sport Market (BrSM) junto com a Pluri COnsultoria. Durante o seminário, que contou com a presença de profissionais e dirigentes dos principais clubes brasileiros, foram discutidos temas relacionados à Gestão e o Marketing, incluindo Finanças, Governança, Arenas e o papel do Estado.

Depois de trabalhar no Grêmio entre 2005 e 2008, Rodrigo Caetano transferiu-se para o Vasco, onde montou a base da equipe que levaria o clube de volta à Série A. Desde 2011, trabalha no Fluminense.