Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de fevereiro 2010

Uma ponte com o futuro

28 de fevereiro de 2010 1

Em poucas horas, o leitor de Zero Hora terá nas mãos a primeira edição do caderno Nosso Mundo Sustentável. Sintonizado com o futuro, o suplemento circulará todas as segundas-feiras com inovações promovidas por empresas, organizações e cidadãos em torno do uso inteligente dos recursos naturais e da busca de qualidade de vida, sem desconsiderar a importância do desenvolvimento.

Na estreia, o caderno de oito páginas vai mostrar que o conceito de ecochique se firmou no mundo da moda, mas ainda encontra barreiras no mercado de veículos. O leitor também vai conhecer a mistura de oxigênio e outros combustíveis que produz eletricidade em um processo mais limpo. 

Lições para um novo mundo

27 de fevereiro de 2010 0

por Altair Nobre, editor-chefe de Zero Hora

Quando tive a felicidade de ser apresentado ao livro O Verdadeiro Poder, acordei para um fato perturbador.

— Cada pessoa consegue aprender um certo número de coisas por dia e nada mais que aquilo — observou Vicente Falconi, ao descrever uma espécie de cota diária oferecida pelo cérebro para o registro do conhecimento.

Mais ligado ao círculo de executivos de empresas, o autor guarda uma advertência para dirigentes de estabelecimentos de ensino, professores e  —  principalmente — pais:

— Cada dia perdido de aprendizado é irrecuperável.

O aviso ficou martelando na minha cabeça desde então. E retumbou ainda mais forte quando surgiu na Redação de Zero Hora a pauta de analisar com profundidade o quanto as crianças e os adolescentes gaúchos estão estudando. A proposta era objetiva e despida de clichês.

Dispensou ideias preconcebidas como a de “o problema são os colégios públicos” e partiu para o importante: os fatos. E os fatos se revelam assustadores. Mesmo famílias mais privilegiadas, com renda suficiente para colocar os filhos nos chamados “bons colégios”, estão em desvantagem em relação a boa parte dos demais Estados — sem falar de outros países.

O Rio Grande do Sul se situa em uma posição vexatória no ranking nacional. Está abaixo da média. O desolador quadro, apresentado da página 36 à 38 desta edição, leva o selo “X da Educação”. É o carimbo de uma das mais relevantes iniciativas de ZH, em busca de saídas para melhorar o ensino e, em consequência, a sociedade. Aberta em maio de 1997, a cruzada pela qualidade da educação enfileirou milhares de linhas nestes quase 13 anos. Com uma onipresente pergunta íntima:

— Que escola queremos para os nossos filhos? Para pais responsáveis, a resposta é óbvia. Não sou pai. Mas, se fosse, eu ficaria bem preocupado com o teor da apuração de Marcelo Gonzatto, repórter que tem valorizado o X da Educação com seu meticuloso trabalho.

Ao entrevistar Cláudio de Moura Castro, um dos mais destacados especialistas brasileiros em aprendizagem, ouviu que “a única lei boa da pedagogia é a lei da bunda-cadeira-hora: quanto mais horas com a bunda na cadeira, mais aprende” (leia na página 38, da edição dominical de ZH). Estamos na contramão, em um momento de alta exigência. Isso tudo é para dizer que você ainda vai ver muito o selo X da Educação, pois não vamos nos conformar com a degradação da qualidade do ensino e com o esfacelamento das chances de futuro para as crianças e adolescentes gaúchos.

Quando você enxergar esse ícone, leve tão a sério como as notícias de crimes ou de corrupção, porque o desleixo com a educação é um grande escândalo. Ajude a reverter esse quadro.

O mundo está mais competitivo e desafiador. O mundo mudou.

Por falar em mudança, uma grande novidade aguarda os leitores nesta segunda-feira, em Zero Hora. É o nascimento de um caderno sintonizado com o futuro. Nas últimas semanas, dezenas de profissionais, de diferentes áreas da empresa, se uniram no entusiasmo de criar um produto inovador, um guia semanal para o novo mundo. Onde há um uso inteligente dos recursos naturais e uma busca de qualidade de vida, sem desconsiderar a importância do desenvolvimento. É o Nosso Mundo Sustentável. Leia mais na página 22.

Depressão pós-férias?

26 de fevereiro de 2010 0

O caderno Vida, encartado amanhã em Zero Hora, vai mostrar que o cansaço e a desmotivação, no início de março, pode ser um sintoma comum de quem retorna das férias. Uma pesquisa mostra que 23% dos profissionais se deixam abater e podem sofrer de uma depressão pós-férias ou de um estresse relacionado à volta às atividades. Um dos principais motivos do problema é a insatisfação profissional (93%), segundo uma pesquisa realizada com 540 entrevistados em Porto Alegre e São Paulo.

Na reportagem de amanhã, faça o teste para identificar sintomas suspeitos e entenda o impacto que os dias de descanso podem ter no corpo e na saúde. Saiba também como evitar o problema e prepare-se para as próximas férias.

Novo caderno no forno

26 de fevereiro de 2010 0

Quem vai garantir o futuro do planeta? É bom que seja essa geração e as próximas, quando começarem a entender melhor o conceito da sustentabilidade.

Zero Hora mergulhou neste universo e, a partir de segunda-feira, publica o caderno semanal Nosso Mundo Sustentável. Com o suplemento, que circulará todas as segundas, o leitor vai ter em mãos o resultado de um trabalho editorial que pretende traduzir o tema abrangente, que envolve economia, qualidade de vida, educação, além de novas formas de viver da sociedade.

Nas páginas do caderno, experiências em diferentes partes do mundo. Como as empresas mudam a produção e como governos, instituições e cidadãos alteram a forma de se relacionar entre si e com o ambiente, sem esquecer o desenvolvimento econômico. Elaborado na Redação de ZH, o caderno terá colunistas como Bjorn Lomborg, diretor do Centro de Consenso de Copenhague, e circulará encartado também em outro jornal do Grupo RBS, o Jornal de Santa Catarina.

A Rádio Gaúcha também está integrada. Com o mesmo nome, Nosso Mundo Sustentável, passa a veicular boletins diários sobre o tema. Leia mais na Carta do Editor, na página 2 da edição dominical.

Hoje é dia de Café ZH

25 de fevereiro de 2010 0

Zero Hora estreia hoje, no bairro Moinhos de Vento, o Café ZH, um de seus novos projetos para 2010. Repórteres e editores do caderno de bairro ZH Moinhos vão receber moradores da região de abrangência do suplemento no Café do Porto, na Rua Padre Chagas, 293, com sugestões de reportagens.

O projeto é um avanço do conceito de hiperlocalismo, que se apresenta como uma tendência no jornalismo mundial. Das 11h até as 19h, uma redação informal será montada no Café. Quer conversar com ZH? Então passa lá.

Notícia fez a Redação vibrar

24 de fevereiro de 2010 0
Contrariando tendência de jornais do país, Zero Hora elevou em 2% sua circulação média paga em 2009. A notícia, com base em pesquisa auditada pelo o Instituto Verificador de Circulação (IVC), foi destaque na reunião de editores desta quarta-feira.
Conforme o instituto, a circulação média paga dos 94 jornais auditados no país teve queda de 4,7% na comparação de 2009 com 2008. Além de aumentar a circulação, Zero Hora alcançou nota média de 9,38 no Índice de Satisfação dos Assinantes (ISA), numa escala de zero a 10. A pesquisa, realizada anualmente pelo Grupo RBS, além de medir a satisfação geral com o jornal, também afere o resultado de atributos como entrega, atendimento ao assinante, produto e serviços adicionais. A amostra contempla assinantes distribuídos proporcionalmente nas cidades do Rio Grande do Sul, com no mínimo 12 meses de assinatura.
 Inovação é uma das marcas do jornal
Em 8 de dezembro, ZH foi o primeiro jornal do Sul do país a ter sua edição disponível no Kindle, a plataforma global para leitura de textos eletrônicos da empresa americana Amazon. O jornal é atualizado diariamente a partir de assinatura mensal ou compra avulsa. Em junho do ano passado, a inauguração do novo parque gráfico, um investimento de R$ 70 milhões, propiciou a produção do jornal com um maior número de páginas full color (até 100%), mais capacidade de impressão por minuto, ganhos de agilidade na distribuição e ampliação da oferta de serviços a clientes externos.
Na próxima segunda-feira, estreia Nosso Mundo Sustentável, um caderno que vai tratar de um dos assuntos mais relevantes para a sociedade. Aguarde.
E, para atualizar ainda mais o leitor: Zero Hora é o sexto jornal de maior circulação no Brasil e líder absoluto em circulação e leitura no Rio Grande do Sul. O jornal atinge 1,96 milhão de leitores no Estado, conforme apuração do Ibope.

Dúvidas na hora de comprar um computador?

23 de fevereiro de 2010 0

O que vale mais, notebook ou desktop? Qual a configuração ideal?

Encartado nesta quarta-feira em Zero Hora, o caderno Digital vai ajudar o leitor a escolher a máquina mais adequada ao seu perfil de uso. Para facilitar, ZH montou três configurações básicas para três tipos diferentes de usuários: básico, intermediário e  avançado.

Quem usa o computador apenas para acessar e-mails e digitar textos, por exemplo, não precisa de um hardware muito avançado. Ou seja, configurações de disco rígido, memória, processador e placa de vídeo não precisam ser altas. Mas se você gosta de games sofisticados, deve investir mais. Saiba ainda como evitar as pegadinhas da configuração e dicas para fazer a melhor escolha.

Olhar londrino destaca design de ZH

22 de fevereiro de 2010 0

A Redação de Zero Hora recebeu hoje a visita de Penny Jones, 30 anos, gerente de conteúdo do jornal The Guardian, de Londres. Recebida pelo editor-chefe, Altair Nobre, Penny conheceu editores, jornalistas que atuam na agência de notícias do Grupo RBS, que recebem o conteúdo do jornal europeu com exclusividade para RS e SC, participou da reunião editorial de ZH, às 14h (na foto, à direita).

Na visita, a representande de um dos mais importantes jornais do mundo, destacou o projeto gráfico de Zero Hora, que em 2009 foi atualizado.

— O design de Zero Hora é muito atraente e diferente da maioria dos jornais brasileiros. É muito limpo e com uso inteligente de cor e imagens — disse.

Penny contou ainda que cerca de 850 jornalistas trabalham no The Guardian e que a reunião editorial também ocorre às 14h, como em ZH. Na passagem pelo Brasil, além de jornais e jornalistas, a administradora londrina conheceu o Carnaval na Sapucaí. E resumiu:

— Foi a melhor coisa que já vi na vida. No Rio Grande do Sul, a estada termina amanhã. E o que ficou foi a hospitalidade:

— Porto Alegre é legal. As pessoas são amáveis.

Guia para acompanhar a Libertadores

22 de fevereiro de 2010 0

A Argentina foi quem mais ganhou a Copa Libertadores da América, com 22 títulos. O Brasil vem em segundo, com 13 conquistas. Mas o River já não amedronta os brasileiros: em oito confrontos eliminatórios, venceu apenas dois (nas oitavas de 2003 e 2006 sobre o Corinthias).

Curiosidades da competição, a tabela dos jogos, como se preparam os adversários do Inter no grupo 5 e o perfil das equipes brasileiras da disputa estão no Guia da Libertadores da América, que será encartado amanhã em Zero Hora. Em tamanho reduzido, a publicação foi feita especialmente para o torcedor poder levar a informação no bolso.

Homens na sala de aula

21 de fevereiro de 2010 5

Eles também estão no comando de salas de aula da Educação Infantil. E ganhando espaço nas escolas do país. No caderno Meu Filho desta segunda-feira, conheça Elias da Rosa, 33 anos, um professor do município de Três Coroas, no Vale do Paranhana, que já aprendeu a driblar os olhares desconfiados e conquistar a criançada do maternal.

O caderno traz ainda informações sobre os três testes que fazem parte do check up dos bebês, fundamentais para detectar males que podem ser curados ou controlados. Para as meninas, um alerta ao uso de maquiagens na hora da brincadeira. Batons e esmaltes já são feitos especialmente para elas. Saiba como garantir a saúde e acompanhar o desenvolvimento da vaidade no caderno Meu Filho de amanhã.