Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de março 2010

Operação Golfinho premia Grupo RBS

31 de março de 2010 0

Zero Hora e RBS TV serão premiados com os três troféus do Destaque Imprensa Operação Golfinho 40 anos, do governo do Estado, por trabalhos realizados no Verão 2010.

A reportagem “Os heróis em treinamento”, do jornalista Maicon Bock, de Zero Hora, venceu na categoria Jornalismo Impresso. A repórter fotográfica Adriana Franciosi, também de ZH, teve o trabalho reconhecido pela foto “Resgate dramático em Maquiné”, que registrou o drama de um empresário acidentado na Serra do Mar.

Em Telejornalismo, a jornalista Renata Kerber, da RBS TV Cruz Alta, foi a escolhida pela reportagem “O dia dos salva-vidas”. Nas categorias Radiojornalismo e Webjornalismo não houve vencedores.

Os troféus serão entregues pelo comandante-geral da Brigada Militar, coronel João Carlos Trindade Lopes, em 15 de abril, às 15h, no Auditório Romildo Bolzan, do Tribunal de Contas do Estado, no centro de Porto Alegre.

Confira abaixo os vencedores de ZH:

Editor de ZH no Programa do Jô

31 de março de 2010 1

O que deu errado no Afeganistão e no Paquistão? Esse é o tema da entrevista que Luiz Antônio Araujo concedeu a Jô Soares e vai ao ar nesta sexta-feira, depois do Jornal da Globo, pela RBS TV. Araujo é autor de Binladenistão — Um Repórter Brasileiro na Região mais Perigosa do Mundo. O livro relata os primeiros momentos da guerra que já dura oito anos.

Todas as reportagens da obra, lançada pela editora Iluminuras, foram publicadas entre 2001 e 2008 em Zero Hora. Mas há material inédito na obra, como a história da invasão soviética do Afeganistão, que nunca tinha sido contada tão detalhadamente num livro em português. O livro inclui fotos, mapas, glossário e cronologia da história do Islã.

Gaúcho de Santa Maria, Araujo, 42 anos, é editor de Cultura de Zero Hora e esteve no Paquistão durante 29 dias em outubro e novembro de 2001, logo depois dos ataques terroristas do 11 de Setembro. Ele chegou a Islamabad, capital do Paquistão, horas antes do início da guerra, em 7 de outubro, e percorreu todas as regiões do país até a conflagrada fronteira com o Afeganistão, entrevistando homens, mulheres e crianças tocados pelo conflito.

Na foto abaixo, Araujo em Chaman, no Paquistão, em outubro de 2001. Ao fundo, a fronteira com o Afeganistão.

— Escrevi o livro por acreditar que os leitores brasileiros têm o direito de saber mais sobre a região e a guerra. Um dia abri o livro de um autor americano sobre Bin Laden no qual se diz que o pai do terrorista foi pressionado em 1991 pela Arábia Saudita. Ora, eu sabia que o pai de Bin Laden tinha morrido em 1967. Por que não compartilhar essa informação com os leitores? — diz Araujo.

Com transmissão simultânea pela Rádio CBN, o Programa do Jô desta sexta-feira também estará em vídeo no endereço www.programadojo.globo. O livro está à venda em todo o país. O preço sugerido é de R$ 47.

Dourado, a primeira entrevista

31 de março de 2010 4

Depois de apenas duas horas de sono, Marcelo Dourado deu sua primeira entrevista do dia seguinte à grande final do BBB10 ao Kzuka, para Zero Hora.
Amanhã, no Segundo Caderno, você confere uma entrevista exclusiva com o campeão, que não fugiu de nenhuma pergunta sobre o programa. Simpático e mostrando-se agradecido pela torcida dos gaúchos, Dourado falou sobre a cidade onde se criou, Porto Alegre, e seu time do coração, o Inter.

No bar da Redação

31 de março de 2010 3

O jogo do Inter contra o Cerro agita os torcedores e a editoria de Esporte de Zero Hora. No bar da Redação desta semana, assista a um bate-papo entre o colunista Zini Pires e o repórter Leandro Behs, setorista do time, sobre o dia que pode decidir o futuro de Fossati no Inter. Acompanhe.

Um Guia para prestar contas ao Leão

30 de março de 2010 0

O Imposto de Renda 2010 trouxe mudanças aos contribuintes, especialmente para quem é sócio de empresas e possui bens.

Também há duas novas alíquotas do imposto e reajuste nos valores devidos, nas deduções por dependente e em relação à contribuição de empregados domésticos.

Em oito páginas, Zero Hora traz amanhã um Guia completo para preencher a declaração, cujo prazo termina em 30 de abril. Além das mudanças na tabela e novas alíquotas, saiba como entregar a declaração e os cuidados para evitar a malha fina.

O chamado pela vida

30 de março de 2010 0

O lançamento da segunda etapa da campanha Crack, Nem Pensar, do Grupo RBS, modificou hoje a rotina e o visual no prédio de Zero Hora. Jornalistas e colegas de todas as áreas vestiram a camiseta e marcaram o início de mais uma luta contra a droga.

Por volta das 14h, convidada pelo editor de Fotografia Ricardo Chaves, a equipe formou uma onda branca em frente ao prédio para uma foto.

A mobilização chamou a atenção de motoristas que passavam pela Avenida Ipiranga.

O homem das frases

30 de março de 2010 0

As páginas de Esporte de Zero Hora que hoje homenageiam Armando Nogueira são exemplo da capacidade de mobilização do jornal. Desde a manhã, na internet, a notícia da morte do jornalista gerou posts em blogs dos colunistas e lembranças de um dos mais importantes profissionais da área. Mas o desafio de construir as páginas do jornal impresso estava só começando.

Para chegar ao resultado, que surpreendeu os leitores com destaque para as frases de Armando Nogueira, o caminho foi longo.

— Tínhamos um bom espaço, já antecipado pelo diretor de Redação. Pedimos então que nosso editor de literatura, Carlos André Moreira, participasse. Ele foi até a sua biblioteca de casa, onde buscou cinco livros: dois do Armando e outros três que falavam do jornalista. O professor Ruy também foi escalado, por unanimidade, desde a manhã para escrever — contou Leonardo Oliveira, produtor da área.

Mas a participação foi bem maior. Do diagramador Márcio Câmara surgiu a ideia de destacar as frases. E coube a Caue Fonseca reuni-las da bibliografia emprestada de Mário Marcos e Carlos André. Confira o resultado.


Trânsito no Twitter de ZH

29 de março de 2010 1

A equipe de zerohora.com iniciou a semana comemorando mais um acerto com o uso do Twitter, o microblog com acesso livre via web.

Começou hoje a cobertura de notas de trânsito via twitter. E a aprovação dos internautas foi imediata.

O serviço oferece drops de informações (o twitter limita o texto em 140 caracteres) como se fosse uma mensagem de texto do celular.

Os repórteres estão monitorando o trânsito nas ruas de Porto Alegre, na BR-116, BR-290 e RS-040, de segunda à sexta-feira. Nos horários em que o trânsito é mais intenso, das 6h30min às 9h e das 17h às 19h30min, é possível acompanhar pelo twitter.com/transitozh as atualizações.

Ao longo do dia, se houver algum acidente ou imprevisto nas ruas e rodovias,  também haverá posts em outros horários.

Há três formas de acompanhar o novo serviço: pela capa do site de Zero Hora, pelo twitter/transitozh e pelo celular, desde que a pessoa instale um aplicativo para o twitter.

Para as conversas de domingo

27 de março de 2010 0

Por RICARDO STEFANELLI, Diretor de Redação de ZH

Em nossa reunião de editores de segunda-feira passada,abri um debate sobre a edição dominical da véspera. Tínhamos boas matérias no domingo passado, um cardápio variado como sempre, alguns textos bem cativantes, mas nenhuma que causasse furor, provocasse emoção ou indignação. Contei aos editores que trazia o tema à mesa pois recebera um e-mail de um habitual leitor, profissional criterioso e de ideias qualificadas, elogiando a edição dominical. Mesmo com o afago externo, pedi na reunião o tradicional discernimento daquele grupo de gestores de modo a não baixarmos nossos níveis de exigência.
Na reunião de editores das segundas-feiras, no início da tarde, temos o hábito de avaliar a edição do domingo recém passado e a do seguinte, além de alinhar planos para os próximos dias ou semanas. O mais importante para quem faz jornalismo diário é planejar a edição que está por vir, sem esquecer de escarafunchar a mais recente na tentativa de não repetir erros. O jornal que o leitor recebe hoje,
portanto, é uma mostra de como é feita Zero Hora. O ceticismo sobre a dominical passada foi a arrancada para a edição que considero de luxo, de hoje. Mesmo líder, nosso grau de esmero não pode dormir em berço esplêndido.
Por isso, peço atenção especial dos cativos desta Carta. Reparem na profundidade da análise das páginas 4 e 5, nas quais o repórter Moisés Mendes pontua o momento exato em que os dois principais candidatos à Presidência viraram a chave – e se tornaram administradores públicos, ambos com capacidade assentada sobre um nível de cobrança capaz de impressionar interlocutores e assombrar assessores.
Sugiro um olhar especial para a entrevista – exclusiva, como gostamos – com Laura Pollán, líder das Damas de Branco, movimento de mulheres e mães de 75 presos políticos cubanos. Por telefone, ao repórter Léo Gerchmann, ela não poupou críticas ao presidente brasileiro: “Lula nos decepcionou, porque veio dos trabalhadores, conhece a repressão, conhece o sofrimento que tinham os familiares”.
Quem gosta de surpresas, abra a revista Donna: você sabia que as missas na Catedral Metropolitana, principal templo católico do Estado, estão nas mãos de um religioso de apenas 33 anos, que malha todos os dias, faz palestras em PowerPoint, baixa filmes da internet, usa perfumes, sofre com o seu time do coração e se embala ao som de hip hop? Pois foi o que descobriu a editora Mariana Kalil, ao visitar a igreja a fim de… preparar seu próprio casamento, marcado para o próximo mês.
Dentro do espírito de antecipar informações, o repórter Fábio Schaffner, da Sucursal de Brasília, circulou pelos bastidores da Casa Civil para apontar, em primeira mão, as prováveis obras gaúchas prometidas pelo PAC 2. Guardados no Palácio do Planalto, os investimentos pré-eleitorais só serão anunciados na segunda-feira. Serão pelo menos mais 10 obras para fiscalizar até que saiam do papel e virem realidade, uma missão já incorporada à rotina da Redação.

Em busca de explicações para os fiascos do milionário time do Inter, a editoria de Esportes esmiuçou os motivos que tiraram do técnico Fossati o controle do grupo colorado. Há horas, o futebol não é prioridade no vestiário vermelho, pode-se concluir após a leitura das páginas 39 e 40. É uma tentativa de ir além do noticiário diário, repleto de resultados e entrevistas que habitualmente não querem dizer nada.
Fecho o cardápio chamando a atenção para o mais relevante de nossos temas: a campanha do crack, que na terça-feira inicia um novo capítulo. Num relato dolorido, os repórteres Marcelo Gonzatto e Maicon Bock mostram como a droga destrói não apenas a vida dos viciados, mas a rotina de quem convive com eles.
Seja forte para ler a história da mãe que já teve de internar por seis vezes o filho de 11 anos (sim, 11 anos), a da esposa que viu suas duas lojas de roupas femininas, carro e casa novos se esvaírem com o marido em troca da droga, a do garoto de 12 anos que trocou os pais viciados por uma tia e o drama do antes melhor amigo que apresentou o crack ao hoje estranho viciado.
Ao destacar meia dúzia de reportagens, deixo de celebrar outras tantas da mesma edição, como a especial do Caso Isabella a partir da página 34. Mas o leitor não ficará contrariado, pois a omissão só expõe nosso ímpeto de transformar ZH dominical imprescindível para quem vive neste Estado.
Siga as páginas e confie que elas vão lhe despertar emoção, acrescentar informação e serviço e qualificar as conversas deste domingo, como já é tradição no Rio Grande.

Vestidos para salvar

26 de março de 2010 0


Jornalistas de Zero Hora estão prontos para renovar a luta contra o crack. Uma grande mobilização está sendo preparada pelo Grupo RBS para o lançamento da segunda fase da campanha institucional Crack, Nem Pensar. Na Redação de ZH, colunistas vestem a camiseta que estamparão em suas colunas a partir da semana que vem (na foto, Wianey Carlet é fotografado por Jefferson Botega).

Na próxima terça-feira, das 9h às 10h30min, as 18 emissoras da RBS TV no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina estarão em rede ao vivo pela TVCOM, Rádio Gaúcha, rádio CBN Diário e pela internet (www.painelrbs.com.br ) transmitindo o Painel RBS, com participação do ministro da Saúde, José Gomes Temporão.

O site www.cracknempensar.com.br está repaginado e vai oferecer formas práticas de como se engajar na campanha que trará muitas novidades. O chamado contra o crack também está no Facebook e no Twitter (www.twitter.com/crack_nempensar ). E os internautas serão convidados a dar força à mobilização postando com a hashtag #cracknempensar.