Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de maio 2012

Leia em Zero Hora desta sexta

31 de maio de 2012 0

Confira os destaques da edição desta sexta-feira, 01.06.2012:

Como compartilhar pelo Twitter uma reportagem de ZH impressa

31 de maio de 2012 0

Os leitores de ZH encontraram na edição desta quinta-feira a possibilidade de dividir com os amigos o texto da página 57 da editoria de Esportes.

Ao final da reportagem “Raio X: Confira números das semifinais da Copa do Brasil de 1989 a 2011” um código QR (ou QR Code) integrado à rede social permitiu que o público usasse o celular ou o tablet para “escanear” o código e tuitar a reportagem direto de ZH. O QR Code é como um código de barras que se transforma em um link, direcionando o leitor para um conteúdo na web.

A ação, que será frequente no jornal muda o uso habitual do QR Code – utilizado normalmente para fazer o link com extensões de conteúdo diversos, não para compartilhamento.

Editorial defende o julgamento imediato do mensalão, para que os crimes não prescrevam. Você concorda?

31 de maio de 2012 34

Zerohora.com adianta o editorial que os jornais da RBS publicarão no próximo domingo para que os leitores possam manifestar concordância ou discordância em relação aos argumentos apresentados. Participações enviadas até as 18h de sexta-feira serão selecionadas para publicação na edição impressa.

Ao deixar seu comentário aqui no Blog do Editor, informe nome e cidade.

Participe!

O MENSALÃO NA PAUTA

O polêmico encontro entre o ex-presidente Lula e o ministro do Supremo Gilmar Mendes teve como efeito colateral a reposição do mensalão na ordem do dia do país. Na última quarta-feira, representantes das ONGs Transparência Brasil e Contas Abertas, além de outros movimentos de defesa da ética na política, levaram ao STF um abaixo-assinado com 35 mil assinaturas de cidadãos brasileiros pedindo a realização do julgamento ainda no atual semestre, para evitar a prescrição de crimes apontados no processo que tramita há quatro anos na mais alta corte de Justiça do país. O início do julgamento depende apenas da liberação dos autos pelo ministro revisor, Ricardo Lewandowski.

Mensalão é o termo pelo qual popularizou-se o escândalo de compra de votos de parlamentares ocorrido durante o primeiro governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nos anos de 2005 e 2006, que resultou na demissão do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, na cassação de seu mandato e também o do deputado federal Roberto Jefferson, além do indiciamento de 38 pessoas pelos crimes de formação de quadrilha, peculato, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, gestão fraudulenta e evasão de divisas. As denúncias foram devidamente apuradas pela polícia e pelo Ministério Público e encaminhadas pelo procurador-geral de Justiça ao Supremo Tribunal Federal, que as acolheu, de acordo com o ordenamento jurídico e constitucional vigente.

Mas o aspecto político do episódio ainda é controverso, principalmente pelos danos que causou à imagem até então verossímil do Partido dos Trabalhadores como paladino da ética e da honestidade. Representou, também, uma mancha de suspeita na bem-sucedida administração do presidente Lula, que até hoje não se conforma com a dimensão do caso. Lula e algumas lideranças petistas insistem em dizer que o mensalão foi uma farsa armada para prejudicar seu governo e o partido _ o que explica a repercussão do recente e mal explicado encontro no escritório do ex-ministro Nelson Jobim.

Além das provas documentais, que incluem registros de servidores embolsando dinheiro de propina, o processo contém o relatório feito pela Polícia Federal depois de exaustiva investigação e a denúncia apresentada pelo procurador-geral da República contra 40 acusados, também fartamente ilustrada por provas e depoimentos. Cabe agora ao Supremo Tribunal Federal proceder ao desfecho do rumoroso episódio com um julgamento imparcial e exemplar, que consolide a supremacia do ordenamento jurídico e da democracia sobre a esperteza, as malfeitorias, a ambição de poder e os arroubos messiânicos de indivíduos que se consideram acima das instituições e da vontade da população.

Para que possamos avaliar seu comentário sobre este editorial, com vistas à publicação na edição impressa de Zero Hora, informe seu nome completo e sua cidade.

Profissionais da EPTC visitam a Redação

31 de maio de 2012 0

Em mais uma ação da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat), a Redação recebeu nesta quinta-feira a visita da Equipe de Educação para o Trânsito da EPTC. O bate-papo foi conduzido pelos profissionais Marcelo Madruga e André Rabello. Eles foram acompanhados pelos profissionais em Segurança do Trabalho de ZH, Cláudia Silveria, Israel Rocha e Lisiane Bandinelli.

Madruga e Rabello falaram à equipe sobre responsabilidade no trânsito e deram dicas de segurança.

A Sipat é uma semana voltada à prevenção de acidentes do trabalho, promoção da saúde e valorização da vida.

Kzuka renovado e de cara nova!

31 de maio de 2012 0

O Kzuka desta sexta-feira promete surpreender os leitores. O suplemento encartado em ZH para o público jovem foi reformulado no visual e no conteúdo.

O novo projeto gráfico do caderno Kzuka é assinado pelo designer Miguel Sanchez, da agência paulista Fogo Design, e a nova marca tem grife gaúcha: foi desenvolvida pela equipe da DEZ Comunicação e traduz o novo momento do Kzuka.

Ao lado, um aperitivo do projeto gráfico que os leitores terão nesta sexta-feira.

Com referência de publicações de diferentes partes do mundo, o projeto do novo Kzuka resultou em uma linguagem visual contemporânea e mais divertida. A editora-chefe do Kzuka, Priscila Carvalho, adianta que o conteúdo está mais relevante, mais irreverente e com ainda mais atitude.

Kzuka é a plataforma jovem do Grupo RBS, com conteúdo em cinco jornais da rede e uma revista gratuita, que é distribuída nas escolas de Porto Alegre, Florianópolis, Rio de Janeiro e São Paulo, além de programas de rádio, site e conteúdo mobile/web e TV.

A novidade da revista gratuita que será distribuída nas escolas também nesta sexta-feira é que, além de estar de cara nova, ganhou formato diferente – agora cabe na mochila! – e papel ecologicamente sustentável.

Leia na Zero desta quinta

31 de maio de 2012 0

Confira os destaques da edição de Zero Hora desta quinta-feira, 31 de maio de 2012

Momento laboral na Redação

30 de maio de 2012 0

Difícil largar o computador, mas a Redação de ZH conseguiu acompanhar esta tarde o professor Ricardo Arezzo. No meio da tarde, ele atraiu os jornalistas para um momento de ginástica laboral. Relax bem-vindo. Quarta-feira é dia de começar a mobilização para surpreender o leitor com a edição dominical.

Tempero indonésio no ZH Moinhos

30 de maio de 2012 0

O caderno ZH Moinhos, que circula nesta quinta-feira em cinco bairros da Capital, trará uma reportagem com dois chefs indonésios que passaram uma semana no Estado — e assinaram as receitas do Festival Indonésio realizado no restaurante do Sheraton Porto Alegre Hotel.

No meio de uma rotina puxada no comando das panelas, Kamaluddin, 34 anos, e Sugito, 52 anos, passearam pelo Moinhos de Vento com a repórter Laura Schenkel, falando sobre impressões a respeito do bairro, da cidade e da cultura gaúcha. Com roupa e chapéu brancos, olhos puxados, seguidos por uma comitiva de indonésios, chamaram a atenção durante o percurso.

Ao final do passeio, tomaram um açaí — na verdade, não conseguiram comer muito.
— É muito saudável e gostoso, porém pesado. E este é o tamanho médio. Como alguém come um grande? — questionou Kamaluddin, que trabalha ao lado de Sugito no Hotel Borobudur Jakarta, localizado na capital da Indonésia, na Ilha de Java.

Clique aqui e confira a receita Ayan Panggang Pasundan, um frango bem temperado que pode ser servido com arroz branco. E nesta quinta-feira, no blog do ZH Moinhos, aprenda como se prepara outra delícia indonésia, uma panqueca com recheio de coco.

Tempero indonésio no ZH Moinhos

O caderno ZH Moinhos que circula nesta quinta-feira trará uma reportagem com dois chefs indonésios que passaram uma semana no Estado _ e assinaram as receitas do Festival Indonésio realizado no restaurante do Sheraton Porto Alegre Hotel. No meio de uma rotina puxada no comando das panelas, Kamaluddin, 34 anos, e Sugito, 52 anos, passearam pelo Moinhos de Vento com a repórter Laura Schenkel, falando sobre impressões a respeito do bairro, da cidade e da cultura gaúcha. Com roupa e chapéu brancos, olhos puxados, seguidos por uma comitiva de indonésios, chamaram a atenção durante o percurso. Ao final do passeio, tomaram um açaí _ na verdade, não conseguiram comer muito.

_ É muito saudável e gostoso, porém pesado. E este é o tamanho médio. Como alguém come um grande? _ questionou Kamaluddin, que trabalha ao lado de Sugito no Hotel Borobudur Jakarta, localizado na capital da Indonésia, na Ilha de Java.

Clique aqui http://wp.clicrbs.com.br/zhmoinhos/2012/05/30/receita-dos-chefs-indonesios-para-o-zh-moinhos/?topo=13,1,1,,,13 e confira a receita Ayan Panggang Pasundan, um frango bem temperado que pode ser servido com arroz branco. Amanhã, no blog do ZH Moinhos, aprenda como se prepara outra delícia indonésia, uma panqueca com recheio de coco.

Leia na Zero desta quarta

29 de maio de 2012 0

Confira os destaques da edição desta quarta-feira (29/05)

Quem é Clarisimo Gamarra?

29 de maio de 2012 1

Ele estreou na Rádio Gaúcha e está fazendo sucesso no programa DoseDupla, que vai ao ar de segunda a sexta, das 23h as 24h.

Clarisimo Gamarra é um comentarista esportivo Paraguaio, de Assunción, sede da Conmebol.

Na rádio, ninguém entende o que ele fala, e este é o forte do personagem. Mas no final dos comentários, o bordão é certo:

- Se non esta claro……está Clarisimo.

O programa é ancorado por Marco Antonio Pereira (Marcão), narrador esportivo e Luiz Alano, também narrador esportivo da Gaúcha.

Zarif ou Clarisimo Gamarra também está no twitter @ClarisimoGaucha.