Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 21 setembro 2012

Novo Gastrô é bem recebido por leitores da Capital

21 de setembro de 2012 0

No dia do lançamento do novo caderno de gastronomia de Zero Hora, estabelecimentos da Capital receberam exemplares extras de estreia para oferecer aos clientes.

Giovani Hernandes, 29 anos, gerente da Oca de Savóia da Luciana de Abreu destacou o visual e conteúdo da primeira edição.

— Achei bem legal porque o formato é diferente. O caderno temático com a gastronomia de outros países é muito interessante. Acho que também vale explorar mais a culinária brasileira — sugeriu.

Mônica Pezzi (E) e Simone dal’Aqua (D), conheceram o novo caderno no Diego Andino Pâtisserie da Rua Artur Rocha, durante o planejamento e encomendas para a festa de aniversário da mãe.

— A qualidade de impressão ficou ótima, clean e sofisticada ao mesmo tempo — disse Mônica.

Para Simone, o layout melhorou bastante:

— Achei que ficou mais bonito. Eu leio várias revistas gastronômicas, agora o caderno ficou com mais cara de revista do que de jornal. Ficou bem legal.

Daniela Bomfiglio, 42 anos, proprietária da Mercopan Pães e Doces, na Avenida Ijuí, também aprovou as novidades:

— Ficou mais fácil a visualização, limpo, claro e atrante.

Os destaques da sua Zero Hora dominical

21 de setembro de 2012 0

Sucesso no SET Universitário

21 de setembro de 2012 0

Dois talentos da Redação de Zero Hora tiveram seus trabalhos premiados na 25ª mostra competitiva do SET Universitário, evento realizado anualmente pela Faculdade de Comunicação Social (Famecos), da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Natacha Gomes (na foto acima), estagiária da Central do Interior, venceu na categoria Crônica, com o texto Big Brother Brasília, onde sugere com ironia a solução para o desinteresse dos brasileiros sobre a política nacional. Natacha é aluna de Jornalismo da PUCRS.

Taís Seibt, editora do Bem Estar, ganhou na categoria Reportagem Impressa com a matéria Transparente, mas Colorida, sua última produção enquanto graduanda da Unisinos. A jornalista também foi copremiada na categoria Rádio pela produção de uma adaptação de Faroeste Caboclo.

A cerimônia de entrega dos prêmios ocorreu na noite desta quarta-feira, na PUCRS.

O SET Universitário

O SET Universitário é um evento que estimula a troca de experiências entre alunos, professores e profissionais das áreas de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Produção Audiovisual, Cinema e Vídeo. Realizado desde 1988 pela FAMECOS, é uma referência para estudantes e profissionais da Comunicação.

Editor e colunista de ZH estão na final do Jabuti

21 de setembro de 2012 0

Este ano a torcida pelo Jabuti é em dobro na Redação de Zero Hora. Estão entre os indicados ao mais importante prêmio da literatura nacional, o livro Guerras e Tormentas – Diário de Um Correspondente Internacional, do jornalista Rodrigo Lopes (Editora Besourobox), e Votupira – o vento doido da esquina (editora SM), do escritor e colunista de ZH Fabrício Carpinejar. A lista foi divulgada nesta quinta-feira.

Guerras e Tormentas conta bastidores de 14 reportagens internacionais sobre fatos que marcaram a história desta primeira década do século 21.Também são destaques no livro a visão do repórter sobre as guerras na Líbia e do Líbano, os terremotos no Haiti e no Peru, o furacão Katrina, a eleição e posse de Obama, a morte de João Paulo II, eleição de Bento XVI, o Vietnã 30 anos depois do conflito e o resgate dos mineiros no Chile.

O autor
Rodrigo Lopes, 33 anos, é jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem especialização em Jornalismo Ambiental, pelo International Institute for Journalism, de Berlim, e em Jornalismo Literário, pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Em 2003, recebeu o Prêmio Rey de España de Jornalismo, o maior prêmio de imprensa em lingua portuguesa e espanhola, das mãos do Rei Juan Carlos, em Madri.

Votupira, a obra de Carpinejar finalista na categoria infantil, conta a história de uma criatura que brinca de esconde-esconde, assusta crianças, faz bolhas de sabão, acaricia o rosto dos ciclistas e que está por toda parte.

O autor
Natural de Caxias do Sul, Fabrício Carpinejar é jornalista e mestre em Literatura Brasileira pela UFRGS. Em Zero Hora desde 2010, estreou com a série Estrelas do Mar. No ano seguinte, produziu a série Beleza Interior. Além de crônica semanal é atualmente colunista do caderno Donna. Carpinejar já lançou 20 livros. Por “Canalha!”, recebeu o Jabuti de crônica em 2009, por “Mulher Perdigueira” ganhou o Prêmio Açorianos em 2010. O mais recente livro é “Ai Meu Deus, Ai Meu Jesus”, que segue a linha de crônicas.

O Prêmio Jabuti
Concorrem livros publicados no Brasil entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2011. Os três vencedores de cada categoria serão revelados no dia 18 de outubro. Na premiação, em 28 de novembro, serão conhecidos os dois melhores livros publicados em 2011 em Ficção e Não Ficção. A lista completa pode ser conferida na página oficial da Câmara Brasileira do Livro.

Novo Gastrô

21 de setembro de 2012 0

Na manhã desta sexta-feira, a jornalista Gabrieli Chanas, editora da Revista Donna Online, publicou em seu Instagram um dos primeiros registros do novo projeto gastronômico de Zero Hora, o Gastrô. Adicione a @zerohorarbs no seu Instagram e siga as atualizações.

18 meses e 150 mil fotos depois, o resultado

21 de setembro de 2012 0

Após sete anos fechado, o auditório Araújo Vianna reabriu nesta quinta-feira na Capital, depois de uma longa reforma. O assistente multimídia Omar Freitas acompanhou de perto este processo. O resultado pode ser conferido em um incrível time-lapse. Foram 18 meses de trabalho e mais de 150 mil fotos no total. Veja como foi:

“Comecei a fazer a captura das imagens em março de 2011. Consegui o local ideal fazendo uma produção com o sindico do prédio BEM em frente ao local, que me liberou a cobertura do edifício para eu entrar a qualquer momento para fazer as fotos e deixar a câmera quando precisasse.

Eu ia de manhã, deixava a câmera capturando e voltava a tarde para recolher. As vezes ia de manhã, voltava ao meio-dia, trocava os cartões e baterias e deixava mais um turno e só voltava no fim do dia. Essa parceria com o prédio foi fundamental para conseguir o melhor angulo para acompanhar a reforma.

Algumas semanas cheguei a ir três vezes ao local, pois estavam terminando a cobertura e essa parte era importante.”

Zero Hora circula com edição especial do Cultura sobre O Tempo e o Vento

21 de setembro de 2012 3

Para celebrar os 50 anos de publicação de um dos grandes clássicos da literatura gaúcha, O Tempo e o Vento, de Erico Verissimo, Zero Hora circula neste sábado com uma edição especial do caderno Cultura.

O suplemento, que terá 16 páginas, traz uma entrevista com Luis Fernando Verissimo, filho de Erico, e uma análise de estudiosos da obra do escritor.

Os leitores poderão conferir curiosidades sobre as adaptações da obra para o cinema e televisão, o que se disse à época da publicação e  curiosidades sobre a trilogia. Além disso, uma Figueira genealógica da família Terra Cambará trará a sinopse de cada personagem e seu ano de vida e de ação na história.