Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 5 janeiro 2013

Carta da Editora: Dois ônibus lotados de colunistas

05 de janeiro de 2013 1

Toda vez que a Redação conta, o número surpreende: o jornal tem, hoje, 86 colunistas, articulistas e chargistas diários, semanais, quinzenais, mensais. São tantos, que lotariam dois ônibus.

Mas por que Zero Hora tem tanta opinião diferente, tanto palpite muitas vezes divergente, tanta interpretação pessoal dos fatos? A resposta é pluralismo: um jornal precisa acolher a maior gama possível de visões, para que o leitor forme a sua própria concepção do mundo. Não é necessário que se concorde com o colunista. Mas, ao ler o que ele escreveu, fica mais clara a nossa própria posição.

Este sempre foi um dos pilares de ZH: ter, no conteúdo apresentado ao leitor, um time qualificado de colunistas, articulistas e chargistas. Entre as tarefas dos editores está justamente a de manter o radar ligado em busca dos melhores textos, as melhores informações, as melhores opiniões do mercado. Em todas as áreas, para publicação em todas as seções e cadernos. Textos para informar, para entreter, para desopilar, para refletir. Opiniões especializadas, como as do time do Esporte, formado por Diogo Olivier, Zini Pires, Ruy Carlos Ostermann, Wianey Carlet. Ou páginas como as das mais bem- informadas jornalistas de Política e Economia do Estado, Rosane de Oliveira e Maria Isabel Hammes. E, ainda, espaços para se começar leve o dia, como os de Tulio Milman, Roger Lerina ou Ricardo Chaves, no início, meio e fim do jornal.

Aproveito para escrever sobre isso nesta semana porque houve uma coincidência de acontecimentos ligados ao nosso time de colunistas.

Luis Fernando Verissimo, um dos mais amados escritores do país, voltou a publicar seus textos depois de uma ausência de 43 dias.

Paulo Sant’Ana, um dos mais lidos colunistas do jornal, se ausenta para 15 dias de férias, ” morrendo de saudade” da coluna, como escreveu antes de sair. “Ingresso no meu regime semiaberto”, exagerou o Sant’Ana, mesmo sabendo que seu espaço estaria nas ótimas mãos de Moisés Mendes.

E a editoria de Opinião renova seu time de articulistas dominicais. Além do ex- presidente do Supremo Tribunal Federal Ayres Britto, que estreou em dezembro, e da psicanalista Diana Corso, colaboradora da página desde julho, também passam a assinar artigos mensais regulares o publicitário Marcelo Pires e o cientista político Fernando Schuller. Neste domingo, em decorrência do processo de renovação, será publicado o último artigo do ex- presidente Fernando Henrique Cardoso, que colabora com o jornal há exatos 10 anos.

Em 2012, subiram aos ônibus de colunistas de ZH Milena Fischer, Claudia Tajes, André Pase e Ayres Britto, para se juntarem a textos e charges imperdíveis como os muitos citados acima e ainda Martha Medeiros, Fabrício Carpinejar, Marco Aurélio, David Coimbra, Iotti, Claudia Laitano, J. J. Camargo, Nilson Souza, Flávio Tavares, Marcos Rolim, Percival Puggina, Celia Ribeiro, Amanda Costa, Mariana Kalil, Paulo Brossard, entre tantos outros.

Então, caro leitor, está esperando o quê? Vários deles estão nesta edição dominical. Tome assento, e boa leitura!

Domingo em ZH: a bela face da lei

05 de janeiro de 2013 0


Delegada de polícia de Taquara Andréia Nicotti. Crédito: Adriana Franciosi

Delegada de polícia de Taquara Andréia Nicotti. Crédito: Adriana Franciosi


A revista Donna deste domingo irá trazer uma reportagem especial sobre as belas delegadas gaúchas que ajudam a cumprir a lei no Estado.

Assinada pelo repórter de Zero Hora Francisco Amorim, o objetivo da matéria é mostrar a rotina de cinco mulheres de polícia que atuam no Rio Grande do Sul, em ambiente masculino e sem perder a feminilidade ou deixar a vaidade de lado.


delegada Elisangela Melo Reghelin na regional de Gramado e que tem como hobby equitação. Crédito: Adriana Franciosi

delegada Elisangela Melo Reghelin na regional de Gramado e que tem como hobby equitação. Crédito: Adriana Franciosi