Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de dezembro 2015

ZH de Ano-Novo destaca palavras importantes para 2016

29 de dezembro de 2015 1

Nas próximas quinta e sexta-feira, dias 31/12 e 1º/1, Zero Hora circula em edição conjunta de Ano-Novo. O jornal trará encartado o 2°Caderno e os temáticos Educa, Destemperados e ATL Paper. Para marcar a virada, um caderno especial destaca as palavras que foram importantes em 2015 e seguem no centro dos debates em 2016 como crise, impeachment, Uber, refugiados, streaming e Fifa.

caparetro
No feriado, os leitores também conferem reportagem com quem venceu e se superou em 2015. No Esporte, uma seleção de 100 nomes de jogadores que podem ajudar a dupla Gre-Nal.

E mais: em zh.com.br e nos aplicativos para tablet e smartphone, o jornal realiza cobertura ao vivo do trânsito na saída para o feriadão. A reportagem estará nas principais estradas que levam ao Litoral a partir das 12h de quarta-feira, com a #rbsnaestrada.

Por que falamos sobre pessoas

26 de dezembro de 2015 0

carta_nilson

Ok, este foi o ano dos atentados, do debate sobre o impeachment e a cassação, da lama de Mariana, do… um estoque de notícias fortes, pesadas, densas a ponto de muita gente achar que 2015 é o ano que não terminou – ou de repetir a frase “acaba, 2015”.
Para ZH, este também foi o ano do menino pobre que virou músico, das pessoas que superaram doenças tidas como incuráveis, do casal que adotou uma filha após esperar cinco anos e de tantas histórias humanas que passaram por nossas páginas digitais e em papel.
Por que contar estas histórias? Vejo duas razões: porque uma única história representa várias. E porque histórias, nas suas singularidades, inspiram, emocionam, fazem pensar e provocam tantas outras reações que estão na raiz do fazer jornalismo.
– Histórias humanas, com rosto, permitem ao leitor se conectar emocionalmente. Diante de uma reportagem sobre mães que perderam os filhos, por exemplo, outras mães se sentiram amparadas e vieram a público compartilhar as suas dores. Perceberam que não estão sozinhas. Assim como não estão sozinhas as famílias que enfrentam uma doença ou encaram o preconceito: ao encontrarem em ZH histórias semelhantes, essas famílias ganham inspiração e força – diz o jornalista
Ticiano Osório, editor de Sua Vida, uma editoria que tem vida até no nome e que publicou muitas histórias em 2015.
Relembre algumas nesta página e receba, da equipe que forma a Redação de Zero Hora, o desejo de um ano novo cheio de boas histórias para contar.

ZH 23.08.2015 - Nasce uma mãeZH 12.06.2015 - Amor sem limites

ZH 26.04.2015 - Pela honra do paiZH 15.12.2015 - Uma festa para Lulu

Veja o balanço da produção de ZH em 2015

25 de dezembro de 2015 0

O ano de Zero Hora foi marcado por reportagens especiais, prêmios nacionais e internacionais e investimento em jornalismo. Pautada pelo projeto Jornalismo 2015, iniciativa que envolveu novos produtos e eventos, contratação de profissionais e compra de equipamentos, a redação produziu o dobro de reportagens especiais e investigativas e aumentou em 50% o número de coberturas internacionais em relação ao ano anterior.

 Confira a reportagem

 Omar Freitas

 No Prêmio ARI 2015, ZH recebeu 21 distinções.

 

 

Diálogo natalino

22 de dezembro de 2015 1

Nilson Souza

A dupla de colunistas mais polêmica do jornal se encontrou esta tarde no Bar da Redação. A foto do editor Nilson Souza mostra que o coleguismo e o profissionalismo ficam acima do conflito de ideias. David Coimbra e Moisés Mendes conversaram animadamente.

 

ZH prepara edição conjunta de Natal

22 de dezembro de 2015 2

Na próxima quinta-feira (24), véspera de Natal, Zero Hora chega aos assinantes e às bancas nas primeiras horas do dia em edição conjunta. Assim, ZH não circulará na sexta-feira (25).

O jornal trará encartado o 2°Caderno e os temáticos Educa, Destemperados e ATL Paper. O destaque da edição será a reportagem “O primeiro Natal” com três histórias de personagens especiais como a dos gêmeos João Paulo, Bento e Francisco, nascidos em Frederico Westphalen.

No feriado de Natal  também haverá conteúdos especiais em zh.com.br e nos aplicativos para tablet e smartphone. Os leitores poderão rever os melhores momentos de 2015 em fotos e vídeos.

Júlio Cordeiro/Agência RBSBruno Alencastro/Agência RBS

A seleção de fotos relembra os principais fatos e as imagens que marcaram o ano.

Mateus Bruxel/Agência RBSDogan News Agency/AFP

Em 2015, ano em que o jornal passou dos 16 milhões de plays, a retrospectiva em vídeo destacará, entre as mais de 400 produções por mês, os vídeos que tocaram e emocionaram o público.

Legendas

1) Dia 12/10: Nível do Guaíba sobe e chega à maior marca em 74 anos. (Júlio Cordeiro/Agência RBS)

2) Dia 17/11: Casa é completamente soterrada pelo barro no povoado de Paracatu de Baixo, município de Mariana/MG, após o rompimento da barragem da empresa Samarco. (Bruno Alencastro/Agência RBS)

3) Dia 22/09: No dia em que deputados estaduais devem votar o projeto que aumenta a alíquota do ICMS, manifestantes e BM entraram em confronto em frente à Assembleia Legislativa do RS, com pedras e gás lacrimogêneo (Mateus Bruxel/Agência RBS)

4) Dia 02/09: Policial paramilitar turco investiga o local onde apareceu o corpo de uma criança imigrante numa praia de Bodrum, na Turquia. Fotografia espalhou-se pelas redes sociais e ganhou repercussão no momento em que a Europa discute como lidar com o maior fluxo de refugiados desde a Segunda Guerra. (Dogan News Agency/AFP)

Compromisso com a qualidade

19 de dezembro de 2015 1

marta gleich

Todo ano, tiramos uma foto oficial da Redação, como a que está no topo deste blog, captada pelo editor de Imagem Jefferson Botega. A imagem foi feita na sexta-feira, um dia de muita comemoração para o time de mais de 200 jornalistas de ZH. Estávamos celebrando as 21 distinções recebidas na 57ª edição do Prêmio ARI, o mais relevante concurso jornalístico do Estado.

Entre os 30 prêmios concedidos a jornalismo impresso, webjornalismo e contribuições especiais à imprensa, ZH foi agraciada com 21 primeiros lugares, segundos lugares ou menções honrosas. Foi bem mais do que as premiações neste mesmo concurso em toda a década passada, em que nosso máximo de reconhecimento havia sido 15.

É muito importante ressaltar: Zero Hora não faz reportagens com o objetivo de ganhar prêmios. Aliás, está previsto no Guia de Ética e Autorregulamentação Jornalística do Grupo RBS:

GUIA

Como prevê o Guia, não participamos de premiações criadas por entidades cujo objetivo é fazer com que os jornalistas falem bem daquele setor, ou seja, criem pautas que interessem mais a um grupo do que ao conjunto dos nossos leitores.
Mas o que significa tanto prêmio no concurso da Associação Riograndense de Imprensa (ARI)? Se os jurados não enlouqueceram, a expressiva premiação de Zero Hora resulta de uma entrega de conteúdo de melhor qualidade ao nosso leitor. Talvez. Isso você, que lê ZH, pode julgar todo dia.

O fato é que, em 2015, dobramos o número de reportagens especiais. Dobramos o número de reportagens investigativas. Realizamos 50% a mais de coberturas internacionais. Lançamos novos produtos, como o caderno Rumo ou a seção Pelas Ruas. Relançamos o conteúdo de colunistas, como o de Marta Sfredo. Incrementamos a edição dominical.

Criamos o ZH Tablet, uma nova modalidade de assinatura, em que você recebe um tablet com os aplicativos de Zero Hora já instalados. Renovamos o Jornal Digital, e agora produzimos duas edições para você baixar: a Edição do Dia, a partir das 4h, e a ZH Noite, a partir das 19h. Isso, somente para citar algumas realizações.

O reconhecimento da ARI foi um grande presente de Natal para a equipe de ZH. Mas, ao mesmo tempo, aumenta nossa responsabilidade. Elevamos a régua da qualidade do jornalismo que entregamos a você. Em 2016, nosso compromisso é erguê-la ainda mais.

Confira a lista dos nossos premiados

 

 

ZH recebe 21 distinções do Prêmio Ari de Jornalismo 2015

18 de dezembro de 2015 2

Zero Hora comemora hoje a conquista de 21 distinções como menções honrosas, segundos e primeiros lugares no Prêmio Ari de Jornalismo 2015.

Mateus Bruxel

Veja quais foram os trabalhos de ZH reconhecidos pela mais tradicional premiação do Rio Grande do Sul.

JORNALISMO IMPRESSO

Reportagem Geral
1º LUGAR – LETÍCIA DUARTE – REFUGIADOS, UMA HISTÓRIA
MENÇÃO HONROSA – LARISSA ROSO – ÚLTIMOS DESEJOS

Reportagem Esportiva
1º LUGAR – CARLOS ROLLSING E MAURICIO TONETTO,  – O SUBMUNDO DAS LUTAS
2º LUGAR – AMANDA MUNHOZ, ANDRÉ BAIBICH E CARLOS ROLLSING – TRAGO FC
MENÇÃO HONROSA –RODRIGO MARTINS DE OLIVEIRA – CORONÉIS DO FUTEBOL

Reportagem Econômica
1º LUGAR – JOANA COLUSSI – MATOPIBA TCHÊ
2º LUGAR – CAIO CIGANA -  A CEEE POR UM FIO
MENÇÃO HONROSA – JULIANA BUBLITZ – PRECATÓRIOS – UMA LONGA ESPERA

Reportagem Cultural
MENÇÃO HONROSA – LUISA MARTINS – NÃO DEIXE O TALIAN MORRER

Crônica
1º LUGAR – CLAUDIA LAITANO – SAUDADES DO BRASIL
MENÇÃO HONROSA – CLAUDIA LAITANO – O CIRCO E O SHOPPING

Fotojornalismo
1º LUGAR – JÚLIO CORDEIRO – ÚLTIMOS DESEJOS
2º LUGAR – MATEUS BRUXEL – INFERNO NA TERRA PROMETIDA
MENÇÃO HONROSA – JÚLIO CORDEIRO – GUAÍBA TRANSBORDOU

Veja as fotos no vencedoras no focoblog

Planejamento Gráfico
1º LUGAR – GILMAR FRAGA – VÍTIMAS DE ABRIGOS
2º LUGAR – BRUNO SCHMITZ – CADERNO PLANETA CIÊNCIA
MENÇÃO HONROSA – GILMAR FRAGA – O QUE APRENDEMOS (OU NÃO) COM 0 7 A 1

Charge
2º LUGAR – GILMAR FRAGA – TORÓ DE IDEIAS

Omar Freitas

WEBJORNALISMO
2º LUGAR – BRUNO FELIN – MEMÓRIAS INJUSTAS
MENÇÃO HONROSA – JULIANA BUBLITZ – PRECATÓRIOS – UMA LONGA ESPERA

CONTRIBUIÇÃO ESPECIAL À COMUNICAÇÃO SOCIAL – PRÊMIO ANTONIO GONZALEZ
ZERO HORA

Veja a lista completa de vencedores

Planeta Ciência: os avanços e tropeços da Conferência do Clima em Paris

17 de dezembro de 2015 0

Não teve tempo de se atualizar com as decisões que dizem respeito ao clima do planeta? Nesta sexta-feira, o caderno Ciência analisa os avanços e tropeços da COP21, evento que reuniu líderes de 195 países para tentar conter o aquecimento do planeta e evitar tragédias como a submersão de países inteiros.

divulgação

E mais: Conheça o projeto polêmico de um físico curitibano para investigar a mente humana. Por meio de financiamento coletivo, o jovem Gabriel Guerrer já reuniu R$ 56 mil para investigar se a mente tem o poder de mover objetos.

 

 

ZH tem mais de 70% dos trabalhos indicados ao Prêmio ARI de Jornalismo

16 de dezembro de 2015 0

ari1A Associação Riograndense de Imprensa (ARI) divulgou os indicados ao Prêmio ARI de Jornalismo 2015, o mais tradicional do Rio Grande do Sul. O resultado será anunciado na sexta-feira, às 10h.

Dos 45 finalistas em  nove categorias ligadas ao jornalismo impresso e digital, ZH tem 32 indicações. Este ano, a premiação teve recorde de inscrições com 350 trabalhos na disputa.

Veja quem são os finalistas de ZH:

JORNALISMO IMPRESSO

Reportagem Geral
O CALIFADO DO TERROR — Luiz Antônio Araújo, Zero Hora
A DOCE VIDA DE UM FORAGIDO NA EUROPA — José Luis Costa dos Santos, Zero Hora.
REFUGIADOS- UMA HISTORIA — Leticia Duarte, Zero Hora.
ÚLTIMOS DESEJOS — Larissa Frank Roso, Zero Hora.

Reportagem Econômica
DÍVIDA ATIVA – UM TESOURO BILIONÁRIO PERDIDO NO ESTADO — Juliana Bublitz, Zero Hora.
A CEEE POR UM FIO — Caio Cezar Cigana, Zero Hora
MATOPIBA TCHÊ — Joana Colussi, Zero Hora
PRECATÓRIOS — UMA LONGA ESPERA — Juliana Bublitz, Zero Hora
SONHOS PARTIDOS — Carlos Rollsing, Zero Hora

Reportagem Esportiva
UM MERGULHO NA LAMA DA FIFA —André Maluf Baibich, Zero Hora. Zero Hora
TRAGO FC — Carlos Rollsing, Zero Hora
O SUBMUNDO DAS LUTAS — Mauricio Tonetto, Zero Hora

Reportagem Cultural
QUINTETO — Fabio Prikladnicki, Zero Hora
NÃO DEIXE O TALIAN MORRER — Luisa Roig Martins, Zero Hora

Crônica
O CIRCO E O SHOPPING — Claudia Laitano, Zero Hora
O RENNER ESTÁ VIVO — Diogo Olivier Mello, Zero Hora
SAUDADES DO BRASlL — Claudia Laltano, Zero Hora
ESTENDA A MÃO AOS HAITIANOS — Léo Gerchmann, Zero Hora

Fotojornalismo
GUAlBA TRANSBORDOU — Júlio César Cordeiro, Zero Hora
RETIRANTES OAS AGUAS — Samuel Al|gayer Maciel, Correio do Povo
INFERNO NA TERRA PROMETIDA — Mateus Bruxel, Zero Hora
ÚLTIMOS DESEJOS — Júlio César Bello Cordeiro, Zero Hora
MISÉRIA COM NOME E SOBRENOME — Carlos Queiroz, Diario Popular

Planejamento Gráfico
VÍTIMAS DE ABRIGOS — Gilmar de Oliveira Fraga, Zero Hora
CADERNO PLANETA CIÊNCIA – Bruno Schmitz Felin, Zero Hora
O QUE APRENDEMOS (OU NÃO) COM O 7 A 1 — Gilmar de Oliveira Fraga, Zero Hora

Charge
TORÓ DE IDEIAS — Gilmar de Oliveira Fraga, Zero Hora
GAME OF THRONES — Gilmar de Oliveira Fraga, Zero Hora

WEBJORNALISMO
PRECATÓRIOS, UMA LONGA ESPERA — Juliana Bublitz, Zero Hora.
AMOR SEM LIMITES — Luisa Martins, Zero Hora.
MEMÓRIAS INJUSTAS — Bruno Schmotz Felin, Zero Hora
AS NOVAS VÍTIMAS DA BOATE KISS — Juliana Bublitz e Humberto Trezzi, Zero Hora

Veja aqui a lista completa.

 

Na espera do novo filme, ZH publica especial Star Wars

16 de dezembro de 2015 0

Sem título-1

Com ilustração de Gilmar Fraga, o 2º Caderno apresenta nesta quinta-feira uma edição especial sobre Star Wars. A reportagem mostra como o filme, de George Lucas, transformou a indústria do entretenimento desde a década de 70. A saga com a história da galáxia muito distante será contada filme a filme, além do suspense sobre o pouco que se sabe sobre o novo longa: “Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força”,  dirigido por J. J. Abrams.

E mais: um infográfico com os personagens, os planetas e os elementos que compõem o universo Star Wars e texto de dois fãs-especialistas.