Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de agosto 2016

ZH sedia encontro sobre cobertura criminal promovido pela Abraji em Porto Alegre

31 de agosto de 2016 0

Uma reflexão coletiva sobre como a imprensa faz a cobertura de flagrantes, prisões, processos e condenações à luz de garantias constitucionais e do interesse público foi promovida pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) nesta sexta-feira (2), às 11h, em Porto Alegre. O encontro na sede da RBS recebeu a presença de jornalistas do Grupo, professores e acadêmicos de Jornalismo.

Letícia Duarte

O projeto Olhar Crítico percorre as principais redações do país,  em parceria com o Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD). No painel na Capital, participaram os advogados criminalistas Luciano Feldens e Alexandre Wunderlich e o secretário-executivo da Abraji, Guilherme Alpendre.

— Além de provocar a reflexão sobre temas que desafiam cotidianamente os jornalistas durante as coberturas criminais, na busca por um jornalismo cada vez mais qualificado, o encontro será uma oportunidade para troca de experiências entre profissionais de diferentes veículos do grupo RBS e estudantes de jornalismo do Rio Grande do Sul — destaca a jornalista Letícia Duarte,  integrante da diretoria da Abraji.

A Abraji foi criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. A associação é mantida pelos próprios jornalistas, não tem fins lucrativos nem preferências políticas ou partidárias. A missão inclui organizar congressos, seminários e oficinas com o objetivo de promover o aperfeiçoamento profissional dos jornalistas interessados no tema “investigação”.

Nova Petrópolis divulga festas de primavera na Redação

31 de agosto de 2016 0

Representantes de Nova Petrópolis visitaram a Redação de ZH nesta quarta-feira (31) para divulgar as festas que ocorrem no município em setembro.  A mascote do Festival da Primavera 2016 – Frühlingfest convida para o evento que reforça a arte de cultivar flores e jardins trazida pelos imigrantes alemães como hobby e transformada em atividade profissional por seus descendentes. O Festival ocorre de 16 a 25,  na Rua Coberta, conectada com a Praça das Flores. Não há cobrança de ingresso e os mais de 25 expositores atendem ao público diariamente das 8h30min às 19h.

Lúcia Pires
Além de apreciar as flores e jardins, os visitantes terão oportunidade de participar de mini oficinas sobre temas paisagísticos e de jardinagem, Caminhada da Primavera, Caminhada Fotográfica, Parada das Flores, evento técnico Paisagismo Regenerativo, Networking Criando Paisagens e Concurso Fotográfico.

Lúcia Pires

A corte do Kerb im Tannenwald também convida para a festividade em Pinhal Alto, nos dias 17 e 18 de setembro. O evento tem como objetivo valorizar as tradições alemãs por meio de jogos germânicos, artesanato, música e gastronomia típica, além da tradicional missa em homenagem à padroeira da comunidade, Imaculada Coração de Maria. Mais informações no site do município.

Andréa Graiz transforma fotos em estampas para roupas

30 de agosto de 2016 0

Está marcada para 5 de setembro, no Iguatemi, em Porto Alegre, a abertura da exposição Photo Graphia, que marca a estreia da fotojornalista Andreia Graiz no mundo da Moda. A partir de imagens captadas em suas viagens e pautas jornalísticas, ela criou estampas, confeccionou tecidos e entregou a alguns dos maiores estilistas gaúchos como Rui Sphor, Victoria Seger, Adriana Kavietz e Felipe Veiga Lima.

O resultado são vestidos e peças que conseguem dar um sentido a mais à fotografia da repórter fotográfica da coluna Rede Social de Zero Hora.

arquivo pessoal

Ao todo, são 12 artistas que aceitaram o desafio de criar roupas com as criações da jornalista. A exposição  é beneficente e parte da renda das peças será doada para a causa das Voluntárias pela Vida. A exposição será instalada na área de expansão do Shopping Iguatemi e permanece durante todo o mês de setembro.

Conheça algumas das estampas e suas fontes:

REPRODUÇÃO IMG_7646 IMG_7647

Novidade: ZH renova caderno Campo e Lavoura

29 de agosto de 2016 0

capacampoCom novas seções e articulistas especializados, o caderno Campo e Lavoura de ZH amplia ainda mais a conexão com quem vive na cidade e no campo. A edição desta terça-feira (30) estreia com mais reportagens especiais, notas exclusivas e indicadores econômicos com visual ainda mais moderno.

O dia da veiculação também vai mudar. A partir de 3 de setembro, o Campo e Lavoura circulará aos fins de semana, na superedição de ZH. No site, os leitores contam com vídeos, infográficos e galeria de fotos.

Não perca a edição desta terça.

A aposta de Zero Hora é aproximar quem vive na cidade e no campo ao setor que  responde por um quarto da riqueza gerada no Brasil. Dos 10 principais produtos vendidos fora do país, oito vêm do campo, fazendo do Brasil o 4º maior exportador de alimentos do planeta, além de abastecer o mercado interno garantindo a segurança alimentar.

A colunista Gisele Loeblein se mantém no caderno, trazendo opinião e novidades do setor. Entre as novidades, a seção Campo responde vai esclarecer dúvidas enviadas à Redação de ZH pelos leitores, que também ganham espaço para enviar registros de momentos marcantes vividos na lavoura ou no campo na seção Faces do campo.

Na coluna Como fazer, o passo a passo de como plantar e fazer utensílios úteis no dia a dia de quem vive no campo e na cidade. As entidades do setor também vão contar com espaço semanal para mostrar as principais bandeiras da atualidade, na seção Voz campeira. E mais: palavra de especilista traz a opinião de referências no agronegócio sobre mercado agrícola, pecuária, tecnologia e produção sustentável.

Grupo RBS cria Editoria de Segurança

27 de agosto de 2016 0

colunistas-marta-gleich

Na manhã de sexta-feira, enquanto Cristine Fonseca Fagundes, morta em um latrocínio em frente à filha ao buscar o filho no colégio, era velada no Cemitério Jardim da Paz, o Estado inteiro, estupefato, se perguntava o que mais precisaria acontecer para que se iniciasse, finalmente, uma virada no descalabro da segurança. Ao mesmo tempo, transcorria uma reunião na Redação de ZH. Alguns dos principais editores e jornalistas da RBS TV, da Rádio Gaúcha, do Diário Gaúcho e de Zero Hora criavam a Editoria de Segurança: uma força-tarefa que se forma, sem prazo definido, para estar ao lado de leitores, ouvintes e telespectadores no debate de saídas para o descontrole da criminalidade no Estado e para cobrar do poder público ações imediatas no combate à violência. Esse tema passa a ser prioridade nas pautas dos veículos do Grupo RBS.

Comandada pelo jornalista Carlos Etchichury, ex-editor de Polícia de ZH e atual editor-chefe do Diário Gaúcho, a Editoria de Segurança contará com jornalistas como Humberto Trezzi e José Luís Costa, de ZH, Cid Martins, da Rádio Gaúcha, Fábio Almeida e Jonas Campos, da RBS TV, e Renato Dornelles, do Diário Gaúcho.

Outra decisão do encontro foi promover, na própria sexta-feira, um Painel Especial para o debate em profundidade de saídas imediatas para a crise. O resultado você confere na página 11.

Também criamos linhas diretas do nosso público com as redações, pelo WhatsApp (51) 9728-3837 e e-mail segurancaja@gruporbs.com.br . Por esses dois canais, você pode sugerir medidas para a solução do problema e se manifestar sobre o tema segurança.

E decidimos lançar o editorial-manifesto que está hoje nas capas de ZH e Diário Gaúcho.

O Rio Grande do Sul não pode mais ser definido como a sociedade em que os bandidos tomaram conta. Não somos isso. Mas a solução da criminalidade não passa apenas pelo Executivo, pelo Judiciário ou pelo Legislativo. Também não passa só pelo Ministério Público, pela Brigada Militar ou pela Polícia Civil. Nem apenas por outras entidades, associações, empresários, ONGs ou imprensa. É um problema de complexa solução, que depende de todos nós. Estamos fazendo a nossa parte. Acompanhe a intensa cobertura do Grupo RBS nos próximos dias. E mande sua contribuição. Confira, na página do leitor, manifestações de nossos leitores sobre o tema que, mais do que nos paralisar ou nos dividir, deve nos unir e mobilizar.

Grupo RBS cria Editoria de Segurança

26 de agosto de 2016 2

colunistas-marta-gleich

Na manhã de sexta-feira, enquanto Cristine Fonseca Fagundes, morta em um latrocínio em frente à filha ao buscar o filho no colégio, era velada no Cemitério Jardim da Paz, o Estado inteiro, estupefato, se perguntava o que mais precisaria acontecer para que se iniciasse, finalmente, uma virada no descalabro da segurança. Ao mesmo tempo, transcorria uma reunião na Redação de ZH. Alguns dos principais editores e jornalistas da RBS TV, da Rádio Gaúcha, do Diário Gaúcho e de Zero Hora criavam a Editoria de Segurança: uma força-tarefa que se forma, sem prazo definido, para estar ao lado de leitores, ouvintes e telespectadores no debate de saídas para o descontrole da criminalidade no Estado e para cobrar do poder público ações imediatas no combate à violência. Esse tema passa a ser prioridade nas pautas dos veículos do Grupo RBS.

Comandada pelo jornalista Carlos Etchichury, ex-editor de Polícia de ZH e atual editor-chefe do Diário Gaúcho, a Editoria de Segurança contará com jornalistas como Humberto Trezzi e José Luís Costa, de ZH, Cid Martins, da Rádio Gaúcha, Fábio Almeida e Jonas Campos, da RBS TV, e Renato Dornelles, do Diário Gaúcho.

Outra decisão do encontro foi promover, na própria sexta-feira, um Painel Especial para o debate em profundidade de saídas imediatas para a crise. O resultado você confere na página 11.

Também criamos linhas diretas do nosso público com as redações, pelo WhatsApp (51) 9728-3837 e e-mail segurancaja@gruporbs.com.br. Por esses dois canais, você pode sugerir medidas para a solução do problema e se manifestar sobre o tema segurança. E decidimos lançar o editorial-manifesto que está hoje nas capas de ZH e Diário Gaúcho.

O Rio Grande do Sul não pode mais ser definido como a sociedade em que os bandidos tomaram conta. Não somos isso. Mas a solução da criminalidade não passa apenas pelo Executivo, pelo Judiciário ou pelo Legislativo. Também não passa só pelo Ministério Público, pela Brigada Militar ou pela Polícia Civil. Nem apenas por outras entidades, associações, empresários, ONGs ou imprensa. É um problema de complexa solução, que depende de todos nós. Estamos fazendo a nossa parte.

Acompanhe a intensa cobertura do Grupo RBS nos próximos dias. E mande sua contribuição. Confira, clicando neste link, manifestações de nossos leitores sobre o tema que, mais do que nos paralisar ou nos dividir, deve nos unir e mobilizar.

ZH estreia série sobre os principais colégios eleitorais do Estado

25 de agosto de 2016 0

eleiçõeslogo

A partir de depoimentos de lideranças da comunidade, Zero Hora chegou aos três principais desafios nos cinco maiores colégios eleitorais do interior do Rio Grande do Sul. Além de apresentar os problemas das cidades, a reportagem ouviu todos os candidatos a prefeito para saber por onde passam as soluções. A série de reportagens e vídeos começa amanhã (26), com Caxias do Sul. Na superedição deste sábado (27), os eleitores de Canoas poderão conferir as ideias dos candidatos. Pelotas, Santa Maria e Gravataí estão programados de segunda à quarta-feira, nesta ordem.

Para chegar aos três pontos mais importantes para o eleitor, ZH partiu de entrevistas com os prefeitos dos municípios, líderes de oposição na Câmara, reitores de universidades, presidentes das Associações Comerciais e Industriais,  União da Associação de Moradores e Agenda 2020. A partir daí, a reportagem mostra os problemas in loco e as propostas dos candidatos.

No site de eleições, o eleitor pode conferir especiais como o raio X do eleitorado gaúcho, em reportagem multimídia, que revela o aumento no número de eleitores com mais de 45 anos, além de um banco de dados com a situação financeira dos 497 municípios do Estado. A ferramenta apresenta mais de 5 mil dados de 2015 disponíveis no site do Tribunal de Contas do Estado. Os números e cruzamentos permitem ao eleitor ver indicadores como capacidade de investimento, capacidade de gerar recursos próprios e equilíbrio orçamentário de cada município.

Design em jogo nas Olimpíadas

23 de agosto de 2016 0

Os Jogos Olímpicos são sempre uma oportunidade para a criatividade nas páginas do jornal. Designers de esportes em todo o mundo planejaram com antecedência páginas especiais para transmitir o espírito do evento. E a Society for News Design (SND)  mostra os melhores modelos.

Confira trabalhos selecionados de ZH e de outros veículos.

A Society for News Design ( SND ) é uma organização internacional para profissionais de mídia de notícias e comunicadores visuais – especificamente aqueles que criam para impressão, web, publicações, móveis e produtos.

OLY_BRfront_pages (2)Mulheres nos jogos3

 

ZH mostra inovação na Conferência Internacional INMA

23 de agosto de 2016 0

Carlos Echichury

Nesta terça-feira (23), primeiro dia da Conferência Internacional INMA 2016, que ocorre no Auditório do Google, em São Paulo, a diretora de Redação dos Jornais do Grupo RBS, Marta Gleich, participa do Painel das Grandes Redações, compartilhando as inovações e a forma de Zero Hora de se adaptar às novas exigências da era digital. Participam do evento diretores dos principais jornais do Brasil e de grupos de mídia internacionais.

Na manhã de quarta-feira (24), o editor-chefe do Diário Gaúcho, Carlos Etchichury, discute no Painel de Jornais Populares o que esses veículos fazem para manter suas vendas em meio à transformação no consumo da mídia. À tarde, o diretor de Mercado Leitor, Sidney Zamel, fala sobre a importância para o Grupo RBS de ser um membro da INMA.

Sobre a INMA – A International News Media Association (INMA) é uma comunidade global de empresas de mídia líderes de mercado que trabalham para envolver a audiência com o objetivo de aumentar a receita em um ambiente multimídia. Conta com mais de 7,5 mil executivos de mais de 600 empresas de mídia em mais de 60 países.

Alunos de Rio Grande visitam a Redação

23 de agosto de 2016 0

O projeto Profissões, da Cooperativa Educacional Santa Medianeira (Cesam), de Rio Grande, convidou 20 estudantes para conhecer as redações de ZH, RBS TV e estúdio da Rádio Gaúcha nesta terça-feira. A turma do último ano do Ensino Médio viajou até Porto Alegre em busca de experiências que ajudem a escolher uma profissão.

Lúcia Pires
Acompanhados da professora Luciana de Castro, os estudantes conheceram um pouco da rotina de jornalistas, designers e fotógrafos do jornal. Também passaram por outros importantes setores de ZH como o comercial, marketing e entenderam a participação de diferentes profissionais no time Zero Hora.
Do grupo, poucos já estão definidos. Eduarda Nunes, 17 anos, disse que Direito é o curso escolhido e surpreendeu-se em saber que ZH tem um departamento de excelentes advogados. Para Milena Schivittez, 17 anos, a visita só reforçou uma escolha antiga:
— Vou cursar Jornalismo. Amei. Adorei ver a Redação, todas as áreas e o clima descontraído. Reforçou a minha escolha. Já estou pensando até em estudar na Capital para poder estagiar por aqui.
Antes de deixar a Redação, a turma registrou o momento com o colunista e apresentador da RBS TV Tulio Milman.

Lúcia Pires