Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts na categoria "Prêmios"

ZH recebe Prêmio Direitos Humanos em duas categorias

10 de dezembro de 2014 0

A cerimônia de entrega do 31º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo 2014 marcada para a noite desta quarta-feira (10), no auditório da OAB, vai homenagear dois trabalhos de Zero Hora.

A reportagem Os novos Imigrantes, de Humberto Trezzi e Carlos Rollsing, ficou com o segundo lugar na categoria.

Mauro Vieira

Na categoria online, o documentário 50 anos do Golpe Militar: apoio civil e resistência armada receberá menção honrosa. O trabalho teve reportagem de Juliana Bublitz, Carlos Rollsing, José Luis Costa, Adriana Franciosi, Letícia Coimbra, Marco Vencato, edição de imagens de Luan Ott, Leandro Becker, ilustrações e animação de Gilmar Fraga e Michel Fontes, e coordenação Dione Kuhn.

golpe64

O prêmio é promovido por  Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Rio Grande do Sul (OAB/RS), a Secretaria Regional Latino Americana da UITA – União Internacional dos Trabalhadores na Alimentação, Agricultura e Afins, com a Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul (ARFOC/RS) e da ARFOC/Brasil.

Veja quem são os vencedores

Jornalismo de SC leva Prêmio Jayme Sirotsky 2014

09 de dezembro de 2014 0

17098359

Hora de Santa Catarina e a RBS TV de Florianópolis foram os grandes vencedores do Prêmio Jayme Sirotsky de Jornalismo e Entretenimento 2014, entregue ontem à noite, em Porto Alegre. O trabalho dos repórteres Gabriela Wolff, Betina Humeres (Hora), Laine Valgas, Kiria Meurer, Fabiano Souza, José Carmo, Sávio Milani, Analu Vieira, Clauzir Silva e Margarida Santi (RBS TV) venceu o principal prêmio da noite, escolhido entre os vencedores das 14 categorias do Prêmio RBS de Jornalismo e Entretenimento 2014.

Dieta pela Vida conta a história de Tatiana Solonca, 34 anos, e João Vitor, 5 anos. João tinha um câncer raro no fígado e Tatiana, aos 103kg, estava precisando emagrecer por questões de saúde. Foi quando descobriu que era a única doadora compatível com João Vitor. Precisou perder 30kg para estar saudável o suficiente para a doação. Uma história de amor e vida que foi acompanhada por cinco meses pela Hora de SC e pela pela RBS TV Florianópolis, com repercussão no Fantástico.

Zero Hora vence duas categorias do Prêmio de Jornalismo Ministério Público do Rio Grande do Sul

03 de dezembro de 2014 0

A Redação de ZH comemora duas premiações na 16ª edição do Prêmio de Jornalismo Ministério Público do Rio Grande do Sul. O mérito foi nas categoria Mídia Web e Prêmio Especial.

Na categoria Prêmio Especial, as jornalistas Larissa Roso e Letícia Duarte venceram com a reportagem “Meu filho (não) bebe”, publicada em 4 de maio. A reportagem destacou a influência e os efeitos do álcool na infância e adolescência e a atuação do MP diante desta realidade.

Carlos Macedo

A repórter Fernanda da Costa foi a vencedora na categoria Mídia Web, com as matérias “Abrigos públicos para crianças são insalubres em Porto Alegre”. E “Falhas no sistema tiram chances de adoção de 10% das crianças na capital”, veiculadas nos dias 1º e 26 de novembro deste ano.

​ZH ainda conquistou segundo lugar na categoria Fotografia com “Adeus, Be”, de Carlos Macedo, publicada em 16 de abril. A foto mostra a despedida da comunidade de Três Passo ao menino assassinado.

be

O prêmio tem apoio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS, da Associação Riograndense de Imprensa (ARI) e patrocínio do Hotel Continental Canela.

Veja todos os vencedores

ZH vence categoria Regional Sul do 15º Prêmio Imprensa Embratel/Claro

27 de novembro de 2014 0

Jean SchwarzTrabalho do jornalista Caio Cigana sobre agrotóxicos conquistou o Embratel/Claro 2014. A reportagem “Proibidos, falsificados e perigosos” venceu o 15º edição do Prêmio na categoria Regional Sul.

O trabalho foi publicado por ZH em 25 de novembro de 2013 e mostrou como produtos proibidos até nos seus países de origem são negociados pela internet e entregues em todo o Estado.

A série revelou ainda como resíduos de pesticidas, herbicidas e inseticidas comprometem a água, ameaçando a saúde de toda a população e detalhou a situação de abuso no consumo de agrotóxicos e o avanço da venda dessas substâncias, que cresceu o triplo em relação ao avanço da área plantada. A cerimônia de premiação será em 9 de dezembro, no Rio de Janeiro.

Foram inscritas 1.812 reportagens de 745 jornalistas de todo o país. O Prêmio Imprensa Embratel/Claro é considerado uma das mais importantes premiações jornalísticas do Brasil. Há quinze anos busca reconhecer os trabalhos de qualidade, que alcançam reflexão e resultados na cobertura abrangente dos fatos sociais que marcam o País.

 

premio

ZH na disputa do Prêmio ESSO 2014

16 de outubro de 2014 0

A Redação de Zero Hora está comemorando o destaque no Prêmio ESSO de Jornalismo 2014 com cinco indicações: duas na categoria Educação e três em Reportagem. A lista dos finalistas foi revelada nesta quarta-feira (15) e aponta na primeira categoria os trabalhos A luz de ler, de Juliano Rodrigues e Mauro Vieira, e Lições da Turma 11F, de Letícia Duarte e Félix Zucco. Este último também concorre na categoria Regional Sul.

luz1reprodução

Também foram indicadas as reportagens Bandido Tipo Exportação: O Homem Que Enganou Todo Mundo, de José Luís Costa e Itamar Melo e o caderno especial Kiss – Um ano. A narrativa sobre a tragédia na Boate Kiss foi publicada em 24 páginas e teve como eixo as histórias de sete amigos que foram à boate na noite da tragédia. Os textos são um diferencial do projeto que se assemelha a um livro e está dividido em sete capítulos, intercalados por outros seis, que abordam o ano por pontos de vista distintos e ambientados em diferentes momentos. A versão online inclui fotos e vídeos.

Clique nas páginas abaixo para ler a reportagem Bandido Tipo Exportação

bandido6bandido1bandido2bandido3bandido4bandido7

bandido5

O especial Kiss – Um ano, concorre também ao prêmio Libero Badaró 2014

capakissA reportagem que abordou a tragédia na Boate Kiss, em Santa Maria, foi produzida por equipe formada por Nilson Vargas, Adriana Irion, Humberto Trezzi, José Luís Costa, Juliana Bublitz, Larissa Roso, Letícia Duarte, Nilson Mariano, Paulo Germano, Itamar Melo, Carlos Etchichury, Diego Araújo, Leandro Fontoura, Diego Borges, Laura Rinaldi, Carlos Macedo e Lauro Alves.

Ao todo, o ESSO de Jornalismo 2014 recebeu este ano 1.047 trabalhos: 519 reportagens e séries de reportagens impressas, 175 trabalhos fotográficos, 291 trabalhos de criação gráfica (Jornal, Revista e Primeira Página) e 62 trabalhos de telejornalismo.

O Diário Catarinense e Jornal de Santa Catarina, do Grupo RBS, também estão indicados. Confira aqui a lista completa dos finalistas.

 

ZH venceu o prêmio ESSO de Jornalismo em 2013.

Confira o trabalho vencedor.

ZH é o Veículo Impresso do Ano do Prêmio Colunistas RS 2014

13 de outubro de 2014 0

O projeto de reformulação de Zero Hora, iniciado em maio deste ano, segue colhendo os frutos que a nova proposta editorial, comercial e visual tem apresentado aos seus leitores. O jornal foi reconhecido com o Prêmio Colunistas RS na categoria Veículo Impresso do Ano. Isso ocorre no momento em que ZH também é um dos indicados na categoria Veículo de Comunicação – Produtor de Conteúdo do Caboré 2014, um dos prêmios de comunicação mais importantes do país.logozhnovo

A reformulação do jornal incluiu a logomarca

Na 47ª edição, o prêmio conta com um júri formado por jornalistas especializados em comunicação de marketing e por profissionais de capacidade reconhecida dos setores cobertos pelas premiações. Trabalhos nas categorias jornal, revista, rádio, mídia exterior, mídia alternativa, mídia digital, cinema, televisão e internet serão agraciados na festa de premiação, em data a ser anunciada em breve.

Para o presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, este novo reconhecimento é uma prova dos bons resultados do trabalho que vem sendo realizado, focado no atendimento das novas necessidades do público e no impacto das novas tecnologias sobre o consumo de informação.

– Estamos muito felizes com mais este reconhecimento do mercado para o trabalho coletivo que estamos fazendo em Zero Hora. Nosso compromisso é com o público e tudo o que fazemos é para sermos cada dia mais úteis e mais relevantes para a vida das pessoas – destaca Eduardo.

O Prêmio Colunistas é uma iniciativa da Associação Brasileira dos Colunistas de Marketing e Propaganda (Abracomp), que tem o objetivo de destacar os trabalhos mais relevantes das áreas de comunicação e de marketing de empresas e profissionais atuantes no Brasil.

 

Zero Hora é finalista do prêmio Libero Badaró

08 de outubro de 2014 0

capakissCom o caderno especial sobre um ano da tragédia na Boate Kiss, ocorrida em Santa Maria, em janeiro de 2013, ZH é finalista de um dos principais prêmios de jornalismo do país, o Líbero Badaró.

O caderno “Kiss – Um ano” se assemelha a um livro, com narrativa publicada em 24 páginas tendo como eixo as histórias de sete amigos que foram à boate na noite da tragédia.

Veja os finalistas do prêmio que recebeu mais de 1,8 mil trabalhos inscritos de todo o país.

Os textos são um diferencial do projeto que se divide em sete capítulos, intercalados por outros seis, que abordam o ano por pontos de vista distintos e ambientados em diferentes momentos.

Assinam o trabalho os jornalistas Adriana Irion, Carlos Etchichury, Carlos Macedo, Diego Araújo, Diego Borges, Humberto Trezzi, Itamar Melo, José Luis Costa, Juliana Bublitz, Larissa Roso, Lauro Alves, Leandro Fontoura, Letícia Duarte, Nilson Mariano e Paulo Germano.

— Este caderno contém a mais profunda e completa investigação sobre a tragédia na boate kiss. Foi a contribuição de ZH para a sociedade compreender este fato tão marcante e agir para que se faça justiça e para que ele não se repita – diz o editor-chefe multiplataforma de ZH, Nilson Vargas.

Abra as páginas do caderno ou clique aqui para ler a reportagem

 

 

 

Vídeo: Pretinho Básico homenageia ZH pela indicação ao Prêmio Caboré

06 de outubro de 2014 1

Zero Hora é indicada ao Caboré 2014

26 de setembro de 2014 0

A Redação de ZH comemorou esta semana a indicação do jornal Zero Hora ao prêmio Caboré 2014 na categoria Veículo de Comunicação – Produtor de Conteúdo. É um dos mais prestigiados reconhecimentos da indústria de comunicação do país, realizado pelo Grupo Meio&Mensagem. O Caboré se caracteriza pela entrega surpresa de uma gaiola dourada aos finalistas, acompanhada de uma carta.

Gaiola CaboréO presidente do Grupo RBS, Eduardo Sirotsky Melzer, recebeu a gaiola nesta quinta-feira (25).

– Estamos muito felizes e orgulhosos com essa indicação, ainda mais em um ano tão representativo para a nossa Zero Hora. O reconhecimento do mercado à transformação que fizemos, pensando no melhor produto para o nosso público, reforça nossa crença na comunicação e nossa disposição para seguir investindo no jornalismo de qualidade – comemora Melzer.

Até o ano passado, a premiação para veículos de comunicação se dividia entre Mídia Impressa e Mídia Eletrônica. Essas categorias foram redivididas em Plataforma de Mídia (onde entram empresas de tecnologia, redes sociais e empresas out of home) e Produtor de Conteúdo (da qual participam veículos como jornal, revista, rádio, TV paga e TV fechada e portais). No total, serão 13 categorias com três concorrentes em cada uma.

A lista completa dos indicados será divulgada na edição deste final de semana do jornal Meio&Mensagem. A festa de premiação será realizada no dia 3 de dezembro, no Citibank Hall, em São Paulo.

Repórter recebe homenagem da Federarroz

22 de fevereiro de 2014 0

O correspondente da Zero Hora em Cruz Alta, no Noroeste, Fernando Goettems, foi homenageado pela Federação das Associações dos Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), na 24ª abertura da colheita do arroz, que ocorreu em Mostardas neste fim de semana.

O repórter recebeu a homenagem “Reportagem Arrozeira do Ano”, pela matéria Energia falha, produção ameaçada, publicada no caderno Campo e Lavoura em 2013.

arquivo pessoal

Na reportagem, o repórter mostrou os problemas que lavouras de arroz encontram no Estado para irrigação, em razão do abastecimento de energia elétrica falho. No mês em que a matéria foi produzida,  algumas lavouras chegavam a estar 60 dias sem irrigação regular, em especial no município de Santa Vitória do Palmar, terceiro maior produtor do cereal no Estado, com mais de 67 mil hectares cultivados, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A lavoura de arroz é 100% irrigada no Estado e, com as constantes oscilações na rede elétrica, produtores acabam registrando perdas de produtividade e também são prejudicados com a queima de equipamentos.

Leia a matéria: