Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts na categoria "Blog do Editor"

Os brasileiros e o Neymar

12 de julho de 2014 4

marta

 No dia do catastrófico jogo do Brasil contra a Alemanha, as repórteres Bruna Scirea e Isadora Neumann foram escaladas para cobrir a fan fest em Porto Alegre. Ambas do time digital de ZH, saíram acompanhadas dos fotógrafos Adriana Franciosi, Mauro Vieira e Mateus Bruxel para postar, em tempo real, textos e fotos no site e nos aplicativos de Zero Hora e informações nas redes sociais. A pauta de vídeo era “registrar as reações das pessoas, ganhando ou perdendo”. Ninguém imaginava “perdendo da pior maneira possível em todos os tempos”.

– Quando a coisa começou a ficar muito feia, antes dos 30 minutos de jogo, eu e Isadora combinamos não fazer um vídeo que afundasse ainda mais as pessoas, porque já estava todo mundo muito arrasado. E começamos a perguntar aos torcedores: “Apesar de o jogo ter sido toda essa tristeza, a Copa valeu a pena?” – conta Bruna.

O resultado é um vídeo inspirador, editado com sensibilidade por Luan Ott. Se você não viu e quer um bálsamo no fim de semana, veja.

Em síntese, o que disseram os participantes da fan fest: a Copa valeu pela festa, pela alegria dos brasileiros. O Brasil se uniu para ser uma pessoa só, focado em um só assunto. Vieram muitos estrangeiros e tivemos a oportunidade de conhecer gente diferente. Reforçamos a sensação de ser o povo mais hospitaleiro que existe. Só recebemos elogios pela organização. Mostramos para o mundo como se faz uma Copa. Boas obras ficaram em Porto Alegre. Foi legal ter folga no trabalho e na escola. Infelizmente, não deu, mas vamos ver se dá em 2018. Capaz que vamos deixar de torcer! Valeu a pena, sim, e vale a pena ser brasileiro.

Dá para acreditar? Excesso de Pollyannismo? Ou é o outro lado do ranço, do mau humor, do caranguejismo? Corte e foque no segundo momento: na quinta-feira, Neymar reapareceu na Granja Comary e deu a melhor entrevista da Copa. A lucidez e o bom senso desse guri de 22 anos o qualificam para, em 2018, ser o capitão do time, pela precoce maturidade. Não viu? Também vale a pena. Aqui a íntegra, se quiser ler

Neymar tem orgulho dos jogadores, sem deixar de estar envergonhado pelo resultado. Reconhece o tamanho da tragédia do 7 a 1 e de como isso vai marcar a Seleção para sempre, mas diz que é hora de dar a volta por cima e voltar a sorrir. Não tem ódio nem rancor de Zúñiga e deseja “tudo o de melhor” para o jogador que o arrancou dolorosamente de seu maior momento na Copa. Nas palavras dele, que combinam muito bem com os entrevistados por Zero Hora na fan fest:

– Se eu treino bem hoje, amanhã quero treinar melhor. Vou ter que me dedicar ainda mais e fazer tudo a mais para que, daqui a quatro anos, eu esteja apto para jogar na Seleção. Meu próximo sonho é ser feliz novamente, é voltar a dar alegria ao povo brasileiro e aos meus companheiros. Voltar a dar alegrias às crianças e para vocês, repórteres brasileiros. Meu sonho não acabou, ele continua. O meu sonho é encantar a todos com o meu futebol. Por isso, sempre joguei sorrindo e vim para a coletiva sorrindo, não é por causa de uma Copa que vou deixar meu sorriso ir embora. Meu sorriso pode desaparecer por um dia, mas eu já volto a sorrir logo em seguida.

E para você, leitor, a Copa valeu a pena? Opine

>>Leia mais: todas as Cartas da Editora

 

Confira os destaques de Zero Hora nesta terça-feira

30 de junho de 2014 0

Captura de tela 2014-06-30 às 18.51.09

 Casas móveis reduzem perdas de moradores em alagamentos na Fronteira Oeste do Estado. E mais:

Colunista Moisés Mendes recebe troféu O Gaúcho

26 de junho de 2014 0

O jornalista e editor especial de ZH Moisés Mendes foi homenageado esta manhã pelo Tribunal de Contas do Estado.Ao comemorar 79 anos, a instituição destacou servidores jubilados e personalidades em “reconhecimento à contribuição para promoção do Controle Externo e em defesa do interesse público e dos valores republicanos”.

Claudir Tigre

Com a distinção, o jornalista recebeu, do conselheiro Estilac Xavier, a escultura-símbolo “O Gaúcho”, criada pela artista plástica Glória Corbetta.

A solenidade ocorreu no saguão da sala da Presidência do Tribunal, em Porto Alegre. Também foram homenageados os jornalistas Telmo Ricardo Borges Flor, Cyro Silveira Martins Filho e Fernando Albrecht, além do economista Francisco Gil Castello Branco Neto.

 

Nesta sexta, o novo disco da Pitty no Kzuka

19 de junho de 2014 0

Cinco anos separam o álbum Chiaroscuro, de 2009, do novo disco, SeteVidas, de Pitty. No Kzuka desta sexta-feira, a cantora conta o que fez nesse meio tempo e fala do novo trabalho.

deck, divulgação
– O aprendizado neste período [de pausa] foi grande. Foi uma fase intensa e definitiva da minha vida. Estou muito feliz de estar de volta para o que considero “meu lugar”. O rock é um encontro comigo mesma modificada. E foi tudo na hora certa pra mim – disse em entrevista ao Kzuka.

Com a Palavra recebe Verissimo no StudioClio. Participe!

09 de junho de 2014 0

Luis Fernando Verissimo está na terceira edição do Com a Palavra, evento aberto ao público de Zero Hora que ocorre amanhã (10), às 19h, no StudioClio (Rua José do Patrocínio, 698), em Porto Alegre. O escritor terá o futebol e a Copa do Mundo como temas da entrevista que será conduzida pelo jornalista Lauro Quadros.

ricardo_chaves

Para participar, basta enviar um e-mail para comapalavra@zerohora.com.br, informando o nome completo. Os ingressos estão sujeitos à lotação do espaço.

Com a Palavra é uma seção de entrevista publicada semanalmente em Zero Hora que vai além das páginas do jornal. O evento  promove o encontro de jornalistas, com leitores e personalidades para aprofundar temas e discussões em áreas como história, arte, esporte e ciências.

 

 

Neste domingo: Guia da Copa detalha os grupos do Mundial do Brasil

06 de junho de 2014 0

guia1A equipe de Esportes de Zero Hora  publica neste domingo (8) conteúdo especial para o leitor acompanhar a Copa do Mundo. A edição, que integra a Liga dos Fanáticos da RBS,  traz em 16 páginas a descrição detalhada de todos os grupos da competição e a opinião dos comunicadores da RBS sobre quem pode passar em cada um deles.

O Guia também apresenta a tabela dos jogos e o jogador de destaque de cada uma das 32 equipes. Confira ainda as arenas e a tecnologia do Mundial e teste seu conhecimento em um quiz sobre as curiosidades da Copa.

Amanhã tem Café ZH Bela Vista

05 de junho de 2014 0

A equipe de jornalistas que edita os cadernos de Bairros de ZH prepara para esta sexta-feira mais um encontro com os leitores. Desta vez, os convidados são os moradores dos bairros de abrangência do suplemento Bela Vista. O encontro para trocar ideias e pautas será das 14h às 19h, na Jean Pierre Pâtisserie et Boulangerie, um lugar charmoso na Rua Engenheiro Antônio Rebouças, 74, aos pés da caixa d’água.

DIVULGAÇÃO

Nesta sexta, pratos típicos dos oito países que jogam na Capital

29 de maio de 2014 0

O tema da Copa do Mundo já chegou à cozinha. O chef senegalês Mamadou Sène, do Senac de Porto Alegre, preparou pratos típicos dos oito países que vão jogar na Capital. Cinco serão apresentados nesta sexta-feira, na edição impressa do caderno Gastrô. Os demais, podem ser conferidos no site do caderno.

Na foto abaixo, o Cozido de Corroboree, prato apreciado pelos surfistas, na Austrália. Consiste em um cozido de carne com maçã e um toque de curry.

Fernando Gomes

 

 

Nesta quinta, a estreia de Malévola no Segundo Caderno

28 de maio de 2014 0

Estrelado por Angelina Jolie, filme “Malévola” destaca o lado humano da feiticeira que amaldiçoa a Bela Adormecida. No Segundo Caderno desta quinta, saiba mais sobre a protagonista e produtora do filme que se apresenta com chifres ameaçadores, maçãs do rosto acentuadas e sorriso aterrorizante.

Aqui no site, confira os altos e baixos da carreira de Angelina Jolie e cinco filmes protagonizados por vilões que vêm aí no cinema.

divulgação, Disney

ZH 50 anos: conheça os novos dados sobre o desenvovimento do Estado

27 de maio de 2014 0

irslogo

Estruturado em três dimensões – padrão de vida, educação, longevidade e segurança –, o iRS é o novo indicador que compara o desempenho do Rio Grande do Sul com o de outros Estados. Construído em parceira com a Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia da Pontifícia Universidade Católica (Face-PUCRS), o iRS é uma das ações que marcam os 50 anos de Zero Hora.

Confira os dados apresentados

Os componentes do índice de desenvolvimento vêm de bases de dados públicas, de forma a oferecer uma interpretação transparente sobre o ritmo do avanço de cada unidade da federação. Entre as fontes que alimentam as variáveis estão ministérios, como os do Trabalho e da Educação, e as metas que inspiram os resultados são baseados em instituições internacionais como a Organização Mundial da Saúde.

Três conceitos nortearam o formato do iRS: transparência, por ser baseado em dados oficiais e acessíveis, fácil compreensão, por ter fórmula simplificada, sem variáveis e cálculos muito complexos, e foco na vida real, por buscar traduzir a realidade de quem vive no Estado. A exemplo do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o novo indicador é focado nas pessoas, não nas instituições ou no poder público. O resultado é uma ferramenta capaz de traduzir a realidade socioeconômica da população, de forma concreta e sem a necessidade de fórmulas complicadas.