Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts na categoria "Blog do Editor"

Redação recebe comitiva da Mostra Guaporé 2016

22 de julho de 2016 0

Para divulgar a programação da 15ª Mostra Guaporé, que ocorre no Autódromo da cidade, as soberanas do evento, Maiara Ghigg, Taina Menin e Gabriele de Marco, visitaram a Redação de Zero Hora na última quinta-feira. O evento, que ocorre de 5 a 7 e de 12 a 14 de agosto, conta com mais de 180 expositores de lingeries e joias.

- Além de desfiles e diversos expositores, teremos atividades diferentes, como uma réplica da Maria Fumaça que levará os visitantes para darem uma volta na pista do Autódromo Internacional de Guaporé – conta Gabriele.

Além disso, haverá desfiles com modelos para a demonstração de peças e acessórios. A entrada custa R$ 10 e o estacionamento é gratuito. A programação pode ser conferida no site do evento: www.mostraguapore.com.br.

soberanas

Soberanas Gabriele de Marco (E), Maiara Ghiggi (C) e Tainá Menin (D)

Prendas de festa de Erval Seco visitam ZH

21 de julho de 2016 0

A 32ª Mateada e o 26° Bate Casco, que ocorrem de 18 a 21 de agosto em Erval Seco, na região Norte, foram divulgados na tarde desta quinta-feira na Redação. A 1ª Prenda, Luana Brignoni, 17 anos, a 2ª Prenda, Cíntia Vargas Camargo, 15 anos e a 3ª Prenda, Milena Aguiar dos Santos, 14 anos, visitaram o jornal para contar sobre a festa.

prendas

As prendas: Cíntia Camargo (E), Luana Brignoni (C) e Milena dos Santos (D). Foto: Pedro Molnar

— O evento é bem regionalista, haverá até uma cavalgada que vai sair de Iraí — relata Luana.

A realização da Mateada é uma parceria entre o CTG Mate Amargo e a Escola Olívia de Paula Falcão. Com o objetivo de preservar a cultura rio-grandense, a festa contará com shows regionalistas e acampamentos.

— Essa festa se tornou Patrimônio Histórico Cultural do Estado — diz a presidente do evento, Rosane Castro.

Confira a programação:

Show 32ª Mateada
18/08, quinta-feira – Show com Mateus Teixeira e Grupo Pachola;
19/08, sexta-feira – Show com a Banda Legal;
20/08, sábado – Show com Musical Blue Star e Banda Calmon;
21/08, domingo – Show com Chiquito e Bordoneio.

Roteiro 26º Bate Casco
16/08, terça-feira – Abertura e pouso no Minuano Iraí CTG;
17/08, quarta-feira – Café. Saída às 7h30 do Minuano Iraí CTG;
Almoço São João do Porto;
Pouso e janta na Campeira do CTG Rodeio da Querência-FW;
18/08, quinta-feira – IFF Colégio Agrícola-FW;
Almoço na comunidade Santo Antônio no TCG Porteira Aberta – Taquaruçu do Sul;
Pouso, janta e café na Ponte Fortaleza- campo Schwingel;
19/08, sexta-feira – 11h: chegada na 32ª Mateada e almoço no CTG Mate Amargo.

Fundacred e Selcon visitam Redação e sede da RBS

13 de julho de 2016 1

A Redação de ZH recebeu esta tarde a visita do diretor-superintendente da Fundacred Crédito Universitário, Nívio Júnior Delgado, acompanhado de Liange de Mattos e Daniele Caregnato, e de Francisco Lumertz, da Selcon Seleção e Capacitação. O grupo circulou ao lado de Mauro Mabilde, gerente comercial do Grupo RBS, que mostrou também aos visitantes a área comercial de ZH, o Diário Gaúcho e os estúdios da Rádio Gaúcha.

Pedro MolnarFoto: Pedro Molnar

 

Redação agita Dia do Rock com conteúdo exclusivo

13 de julho de 2016 0

Sem títuloA equipe do 2º Caderno agitou a Redação com especiais ao vivo pelas redes sociais neste 13 de julho. O colunista Roger Lerina fez três rodadas de conversa com músicos daqui. Duca Leidecker e Frank Jorge abriram a tarde.

13716204_10150756956579956_7558614766910807200_n

Depois foi a vez de Lucas Hanke e encerrando a tarde, o músico Carlinhos Carneiro. Além do Facelive, a equipe preparou um especial lembrando os maiores shows  que  passaram pelo Estado.

Alunos de Comunicação da UCS circulam por veículos do Grupo RBS

08 de julho de 2016 0

Uma turma formada por 44 estudantes e professores da Universidade de Caxias do Sul (UCS) visitou quinta-feira (7) os veículos do Grupo RBS, em Porto Alegre. Na Redação de Zero Hora, os alunos de Relações Públicas, Publicidade e Jornalismo, foram recebidos à tarde, com o apoio de Bruna Trubian, do jornal Pioneiro.

UCS1

Os estudantes conversaram com jornalistas de ZH e levaram para casa um caderno especial com imagens, textos e informações sobre como ocorre o ciclo da notícia no jornal.

UCS2

 

Novo aplicativo de ZH é um dos mais modernos do mercado

06 de julho de 2016 0

Mais de 30 profissionais envolvidos no projeto do aplicativo de ZH desde janeiro resultouem um dos mais modernos aplicativos do mercado. Inspirado no aplicativo do jornal americano The New York Times, o projeto foi apresentado no início do mês passado em sua primeira versão de teste para alguns usuários. A partir da experiência de uso relatada por eles, foram realizadas melhorias no produto. Por isso, chega agora aos leitores. Veja a matéria completa sobre o novo aplicativo.

19777577

 

 

Repórter de ZH é finalista ao prêmio Livro do Ano da AGEs

15 de junho de 2016 0

O jornalista de Zero Hora Léo Gerchmann está entre os finalistas do prêmio de Livro do Ano da Associação Gaúcha de Escritores (AGEs) com a obra “Somos azuis, pretos e brancos” (L&PM). O livro resulta de uma grande pesquisa, entremeada por entrevistas, que desconstrói o que o autor define como “lenda urbana”, segundo a qual o Grêmio seria clube elitizado, com origem segregacionista. O trabalho mostra a vocação popular e a pluralidade do clube.

leo

Com farta documentação, fotos e interpretação dos fatos, o autor entende que fechou todas as pontas e não deixou dúvidas sem respostas. Reconta e explica a história, reportando-se ao início do século. Traz o primeiro estatuto do clube, trajetórias de ídolos negros gremistas, a relação completa dos primeiros sócios (pessoas de diversas origens) e vários outros documentos. Já na capa, destaca-se a foto do time gremista em 1926, com Adão e Adroaldo, ambos negros, posando com o mítico goleiro Eurico Lara, entre outros jogadores que marcaram época no clube. Adão foi o primeiro jogador negro da dupla Gre-Nal.

O livro tem o Grêmio como ambientação, mas procura apenas remover mitos, sem deslizar para questões da rivalidade. O autor diz ter a preocupação de contar uma história de forma “profunda” e “sincera”.

Léo é autor, também, de “Coligay _ Tricolor e de todas as cores” (Libretos), livro que também foi finalista do mesmo prêmio no ano passado e que também trata do respeito às diferenças dentro do seu clube do coração.

Concorrem também na categoria não-ficção “Nega Lu”, de Paulo Cesar Teixeira (Libretos), e “Histórias de Viamão”, de Vitor Ortiz (Libretos).

 

Conteúdo digital de ZH foi tema de painel internacional

14 de junho de 2016 1

A vice-presidente de Jornais e Mídias Digitais do Grupo RBS, Andiara Petterle, participou de painel sobre distribuição de conteúdo em plataformas como Facebook e a batalha pela audiência, no 68º Congresso Mundial de Jornais da Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias (WAN-Ifra), que termina nesta terça-feira em Cartagena, na Colômbia.

Marcelo Rech

Foto: Marcelo Rech / Agencia RBS

Dividindo o palco com pensadores de mídia e executivos de comunicação, Andiara falou sobre o fortalecimento do modelo de conteúdo pago digital de ZH. Veja a entrevista:

“O jornalismo local e de qualidade é o nosso negócio”

Com blogs e redes sociais distribuindo conteúdo gratuito, é sustentável apostar em conteúdo pago?
Não existem bom entretenimento e bom jornalismo de graça, sobretudo aqueles com gente boa, com opiniões de alto nível, apurações precisas e com absoluta independência. Não existem mesmo, nem na internet. Conteúdo profissional, especialmente o local, será cada vez mais dependente do modelo de assinaturas.

Qual é a saída para as marcas de jornalismo vencerem a batalha pela audiência no cenário atual?
Credibilidade e relevância garantem fidelidade. Na Zero Hora, nunca tivemos tantos leitores como temos hoje. São mais de 5,7 milhões de pessoas que leem ZH no papel, no ZH Tablet ou no digital todo mês.

E quanto aos anunciantes?
Por décadas, o modelo que sempre sustentou a geração do bom conteúdo nos veículos de comunicação foi a publicidade combinada, ou não, com a cobrança direta do consumidor. A lógica também é simples: se tem conteúdo bom, tem leitor; se tem leitor, interessa aos anunciantes. Hoje, vemos a publicidade dividida com players que não produzem conteúdo, apenas distribuem. Cabe às marcas de jornalismo seguirem relevantes, a partir do investimento em bom conteúdo, certificação, credibilidade e soluções inteligentes para os clientes. Isso é o que garante que nossos anunciantes conseguirão construir marca e gerar credibilidade para seus negócios. É nossa responsabilidade garantir que as marcas saibam disso.

O crescimento digital significa menos leitores e patrocinadores para o papel?
Criamos o ZH Tablet e estamos investindo cada vez mais na experiência para assinantes digitais no celular e no computador. Acreditamos que o futuro é do conteúdo pago, do jornalismo de qualidade local e transformador e da distribuição digital. Mas o papel continuará firme e forte por muitos anos, até porque sabemos que uma grande parte dos leitores não abre mão de ler o conteúdo impresso. Mas é no digital que somos capazes de gerar mais valor para o leitor porque lá conseguimos oferecer mais conteúdo, em mais formatos, o dia inteiro e em qualquer lugar. Papel, tablet, mobile são plataformas de distribuição para o que produzimos: que é conteúdo, jornalismo profissional e de qualidade.

Alunos de Jornalismo da Ulbra visitam a Redação

13 de junho de 2016 0

UlbraAna

Alunos da disciplina Reportagem Multplataforma, da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), conheceram um pouco da rotina de ZH. A turma visitou à Redação acompanhada pela professora Ana Maria Acker (de vermelho). O roteiro passou pelas diferentes editorias, como Arte, vídeo e fotografia, que fazem parte do cotidiano do jornalista.

Redação recebe rainha do Festival Nacional do Salame de Marau

07 de junho de 2016 0

A rainha do 7º Festival Nacional do Salame, Jéssica Pasa, visitou a Redação nesta terça-feira para divulgar a programação do evento que ocorre entre os dias 10 e 12 de junho, no Ginásio Jatyr Francisco Foresti, em Marau. A festa é realizada pela Rota das Salamarias, com apoio da Prefeitura Municipal. A soberana, acompanhada de organizadores do festival, destacou que são esperados cerca de seis mil pessoas. Um dos diferenciais da edição é a produção de cervejas artesanais.

Ohana Constante

O ingresso para o festival dá direito à degustação livre da culinária italiana. Ao todo, serão 27 estandes de expositores da cidade e da serra gaúcha. A entrada é gratuita para crianças de até cinco anos. O público pode conferir os pontos de venda e a programação completa no site do festival.