Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Instituto Ling, tema de papo na TVCOM

31 de outubro de 2014 0

Palestras em POA sobre design de interiores

27 de outubro de 2014 0

Oportunidade bacana para estudantes e profissionais da área de arquitetura e design de interiores: em novembro, em duas datas distintas, em Porto Alegre, será realizada a palestra Design de Interiores e o Processo de Regulamentação da Profissão, a respeito da atuação desta classe no mercado de trabalho.

Atenção para as datas, horários e locais:
Em 3 de novembro, a partir das 14h, no Showroom da Romanzza – Rua Quintino Bocaiuva, 996 em Porto Alegre – RS será voltada para os profissionais.
Em 4 de novembro, às 9h30, no Centro Universitário Metodista – Unidade DC Shopping, Rua Frederico Mentz, 1606 – Navegantes, será voltado para estudantes.

Os eventos são organizados pela ABD – Associação Brasileira de Designers de Interiores e ministrados pela designer de interiores Bianka Mugnatto, vice-presidente da associação.

>> Inscrições através do site: http://goo.gl/GbRcnO

Em nome do vinho

22 de outubro de 2014 0

blog2Revestimentos criativos e papéis de paredes interessantes chamam a atenção na Mostra Casa&Cia Serra. Este ao lado é uma proposta masculina para a adega, um assunto que muito tem a ver com a cultura da Serra. Percorri a exposição com a Elvida Scherer, que me mostrou cada papel de parede da Palladio’s Decor. O ambiente atende pelo nome de Adega, projeto da arquiteta Verônica Busa, com equipamento da sempre presente Lacava. Agora, uma provocação: eu gostaria de ver uma adega sem distinção de gênero, para o caso de estar na casa de uma mulher. Nada de rosa-bebê, mas sem a pegada do gênero masculino.

Que tal?

 

Tendências em cores

22 de outubro de 2014 0

blog1Especialistas em cool hunting de diversas áreas afins (lifestyle, arquitetura, design e moda, entre outras) reúnem-se todos os anos desde 2002 para identificar as principais tendências de comportamento no mundo. Estes encontros dão origem ao Colour Futures, estudo do grupo holandês Akzo Nobel, do qual a Tintas Coral faz parte, que traduz estes insights em uma seleção de cores para o ano seguinte.

Em 2015, substituindo os tons frios azuis e verdes dos últimos anos, uma gama mais quente de rosas, vermelhos e laranjas deve predominar na decoração. O objetivo é refletir uma visão mais positiva em todo o mundo, tema revelado na pesquisa de tendências, batizado “Cotidiano +: como encontrar maravilhas no seu dia a dia”. A tonalidade desta imagem aqui, por exemplo, é a cor do ano para a Coral: trata-se do Sombra de Cedro, um laranja-acobreado que vai bem tanto em interiores quanto nas fachadas.

Em apresentação da empresa em São Paulo na última quinta-feira, a diretora do Centro de Estética Global da Akzo Nobel, a holandesa Heleen van Gent, explicou que o matiz é inspirado nos materiais de cobre e muito fácil de combinar. A gente concorda!

Aliás, o tema é tão rico que não termina por aqui. Saiba mais sobre cores e tintas na edição de Casa&Cia do dia 5 de novembro, na nossa reportagem de capa. (Falou e disse Camila Saccomori).

Na coluna no programa Tudo Mais na TVCOM, o assunto foi Mostra Casa&Cia Serra

21 de outubro de 2014 0

Aberta ao público desde 16 de outubro em Caxias do Sul e com visitação até 30 de novembro, a Mostra Casa&Cia Serra oferece cerca de 50 ambientes em duas casas e no seu entorno dentro do loteamento Monterey.

Dá uma olhada aqui como foi a coluna semanal no programa Tudo Mais na TVCOM, programa apresentado pela Regina Lima:

Serviço

O quê: Mostra Casa&Cia Serra

Onde: Monterey Loteamento Fechado – Rua Agostinho Corso, 499, bairro São Ciro, Caxias do Sul

Quando: 15 de outubro a 30 de novembro

Horário de visitação: terça a sexta, das 16h às 21h; sábados e domingos, das 14h às 22h

Ingressos: R$ 30. Estudantes, pessoas acima de 60 anos e clube do assinante (de todos os jornais do Grupo RBS), R$ 15. Passaporte, R$ 45 (livre para qualquer dia, com apresentação de documento). Os ingressos podem ser adquiridos no local ou pelo site www.antecipado.com

Apresentação: Pioneiro e  Monterey Loteamento Fechado

Patrocínio: HunterDouglas/Luxaflex, Vila Rica, Dell Anno, Bello Bagno

Apoio: Altivus Elevadores, Alcont Alumínio – Distribuidora Alcoa e CenterSteel

Coordenação da mostra:  C2 Arquitetos

 

Churrasco com estilo italiano

15 de outubro de 2014 0

Estes objetos kitsch com uma pitada de arte e outra de criação fora da caixa é obra da italiana Seletti. Durante o Salão Internacional do Móvel de Milão, esta coleção fazia bonito nas vitrinas de Milano. Agora é a vez de termos acesso à linha mais perto, na loja Hemb, de Porto Alegre, que muita gente acha que só tem modelitos masculinos. Claro está que estas peças montariam uma mesa de churrasco descolada e incrível. Observe na foto mais abaixo os detalhes do peixe aberto, com diamantes dentro!

(Fotos Seletti, Divulgação)

selettiTP_SELETTI_tablecloth fish1

Estilo e ousadia

15 de outubro de 2014 0

seletti

Esta mesa eu vi montada em Milão e agora fico sabendo que as peças de design que a compõem, da italiana Seletti, estão logo ali, na Hemb, loja na Rua Anita Garibaldi, em Porto Alegre. Lá não tem só moda masculina, não. Tem bacanices que servem para compor ambientes personalizados. Sim, porque usando uma toalha surpreendente como esta, o assunto do churrasco está garantido. A peça, encoberta pela coleção kitsch chique de utensílios, tem no centro um peixe aberto mostrando diamantes dentro. Espia em www.hemb.com.br

Design com arte

15 de outubro de 2014 0

Romulo Fialdini, divulgação 2Romulo Fialdini, divulgação

Descobrir o que nos reservam a vitrina e os ambientes dentro da francesa Ligne Roset é um dos muitos prazeres visuais proporcionados pela Alameda Gabriel Monteiro da Silva, em São Paulo. Pois agora é o projeto do arquiteto Fabio Morozini que hipnotiza o vivente. Além do mobiliário de design, ainda há obras de arte dos brasileiros Mario Cravo Neto, Sandra Cinto, do norte-americano Richard Serra e da artista suíça, naturalizada brasileira, Mira Schendell. Nos projetos do Morozini não falta o toque de arranjos florais, como os inspirados nas criações de Jeff Leatham para o Hotel George V, em Paris, feitos pelo artista floral Nelson Quionha.

Fotos: Romulo Fialdini, divulgação

Black is beautiful

08 de outubro de 2014 0

Este texto, da Renata Maynart, conta o que é o ambiente de Alexandre Viero, Estar Black Edition, para comemorar o aniversário do seu escritório. Uma imagem mais próxima do espaço pode ser vista na contracapa do Casa&Cia desta quarta-feira:

ALEXANDRE VIERO BLACK EDITION

Ambiente de Alexandre Viero na Casa Cor Rio Grande do Sul 2014

Preto é mais

É vestido de preto o ambiente que marca a comemoração dos 10 anos do escritório Viero Arquitetura. Com 45 metros quadrados, o espaço Estar Black Edition traz o tom como identidade do projeto, que soma a essência do charme feminino com a elegância italiana em sua fórmula. As paredes foram revestidas da cor ícone do básico chique, em painéis de melamina fosca. A proposta invernal coincide propositalmente com o período da visitação do evento.
- Nesta época, um estar íntimo sempre é bem-vindo. Escolhemos a sofisticação das superfícies lisas e das paredes revestidas, tendência que foi bastante imponente nas feiras europeias, especialmente em Milão – afirma o arquiteto Alexandre Viero.
A limpeza visual está presente tanto na ausência de estampas quanto no design dos móveis, com traços retos e alongados. Um dos exemplos da proposta slim é o sofá Larco, em gabardine, com 3,8m de comprimento. Vidros e espelhos também estão presentes, este como um ponto de recurso de reflexo do desenho do carpete de redes de pesca, parceria de uma empresa norte-americana com o greenpeace. As palcas são instaladas por atrito, sem necessidade do uso de cola.
- Para limpeza, basta levandar uma das pontas do carpete e depois colocar novamente no local – explica.
Além do estar, onde o convívio fica mais evidente ao abrir mão de uma grande tela de TV – foi usada uma de apenas 24 polegadas – um pequeno recanto de solarium fica ao fundo, logo atrás de uma estante com prateleiras em ferro, com assumida inspiração art deco.

Outro ângulo do espaço voltado para a frente de uma das casas que abrigou a mostra gaúcha

Outro ângulo do espaço voltado para a frente de uma das casas que abrigou a mostra gaúcha

Produção recente de Renata Rubim

08 de outubro de 2014 0

Mostro aqui mais fotos de criações by Renata Rubim que me encantaram: tapetes lindos e tecidos estampados. Além desses tecidos há outros delicados padrões com a mesma elegância destes.

Renata Rubim e uma recente linha de tapetes em uma feira em São Paulo. Não resisti e fotografei a criadora e a criação

Renata Rubim e uma recente linha de tapetes em uma feira em São Paulo. Não resisti e fotografei a criadora e a criação

Tecidos da produção recente de Renata Rubim para a Florense

Tecidos da produção recente de Renata Rubim para a Florense

Designer de superfície Renata Rubim em foco

08 de outubro de 2014 0

Nenhuma superfície passa em branco para Renata Rubim, mas devo dizer que tudo começou com tapetes.

Mostro aqui uma foto sua em casa (abaixo, à esquerda), ao lado de um painel de tecidos estampados (depois falaremos disso) e, no piso, uma ponta do tapete Jujuba (ou seria plural?) que saiu de um desenho da infância, guardado desde sempre dentro de uma pasta em um baú (foto abaixo, à direita). Veja o desenho e o projeto do Jujuba mais abaixo. (Mostro mais imagens da produção atual de Renata no próximo post.)

Renata Rubim, no estar de sua casa, em Porto Alegre, sobre um tapete histórico seu que resgatou em leilão, tingido por ela, e ao lado do baú que guardava seus desenhos de infância de tapetes descobertos na idade adulta

Renata Rubim, no estar de sua casa, em Porto Alegre, sobre um tapete histórico seu que resgatou em leilão, tingido por ela, e ao lado do baú que guardava seus desenhos de infância de tapetes descobertos na idade adulta

RENATARUBIMEPAINELParedes e pisos da casa de Renata Rubim são como um museu da evolução do design de superfície.

Desenho original

Desenho original

Renata Rubim e o livro da Mostra Casa&Cia 2013, com o seu Cobogó premiado na capa

Renata Rubim e o livro da Mostra Casa&Cia 2013, com o seu Cobogó premiado na capa

Projeto do tapete Jujuba, a partir do desenho feito aos 4, 5 anos de idade

Projeto do tapete Jujuba, a partir do desenho feito aos 4, 5 anos de idade

Casa&Cia mostra ambientes inspirados em Nova York

02 de outubro de 2014 0

Não resisti: Mostro aqui a reportagem de capa do Casa&Cia desta semana. Toda a edição está uma delícia. O projeto é do arquiteto Henrique Steyer na loja Florense do shopping D&D, em São Paulo. A estreia da nova ambientação ocorreu para um grupo de convidados durante a Design Weekend. Steyer é também um designer incrível e faz projetos residenciais com essa mesma pegada customizada, entre a arte e o design. #Love it.

Edição de 1º de outubro

Edição de 1º de outubro

Página central com a reportagem de capa do Casa&Cia

Página central com a reportagem de capa

Página central com a reportagem de capa do Casa&Cia

Página central com a reportagem de capa

O designer Paulo Alves fala da parceria com a chef Morena Leite

01 de outubro de 2014 0

 PAULOALVES200a58e55 PAULO ALVES Design com SaborDesign com sabor é o resultado da reunião de Paulo Alves com Morena Leite. Conheci na Marcenaria São Paulo a linha de objetos para acompanharem comida, seja na cozinha ou na sala. A coleção é o primeiro lançamento do Projeto 2: do designer, que convidará outras personalidades do universo criativo para desenhar a quatro mãos diferentes linhas que destacam o design brasileiro. Na reportagem do caderno Casa&Cia desta quarta-feira tem uma reportagem sobre o trabalho do designer e da chef e aqui tem mais sobre o tema, nas palavras do seu criador:


Casa&Cia
– Como se deu a criação conjunta: a Morena sugeriu o tipo de peça e o você desenvolveu, com base na temática?  Teve outra intervenção dela?
Paulo Alves – Para criação da linha Design com Sabor, primeiro pensamos na necessidade de acessórios para cozinha (e toda a experiência da Morena ajudou muito no braimstorming ) e, a partir disso, pensando em referências que tangem tanto o meu trabalho quanto o dela. O que achamos foi uma brasilidade bem tropical e inspirações na natureza. O desenvolvimento de desenho e as formas finais foram feitas por mim e minha equipe.

Casa&Cia – Como foram decididos os tipos de peças que seriam criadas?
Paulo Alves – Pensamos em quais objetos relacionados a cozinha poderíamos ter mais liberdade para aplicar o conceito tropical. Chegamos à conclusão de que a coleção teria que ter peças pequenas e móveis. Daí surgiram as tábuas, as bandejas, mesa de centro, etc…
Acabou que não nos conseguimos nos limitar somente à cozinha, avançamos para outros ambientes da casa. Assim como, naturalmente, nas nossas casas, a cozinha vem invadindo a sala, a varanda, a casa toda. Afinal é à partir dela que são produzidas as delícias do nosso dia a dia.

Casa&Cia – Vocês já se conheciam antes?
Paulo Alves – Sim, já nos conhecíamos antes. Inclusive, através de um escritório de arquitetura de SC: o Marchetti + Bonetti. Eles fizeram o projeto do restaurante Santinho, que fica no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. Nesse projeto, alguns móveis meus foram especificados e começamos essa parceria. É um projeto que eu gosto muito e fico lisonjeado de ter peças minhas. Lugar imperdível para quem visita SP.

Casa&Cia – Qual será a próxima parceria?
Paulo Alves – Com a Morena, certamente iremos avançar mais ainda. Quanto a outras parcerias, no meu “Projeto 2:”, é top secret. Mas posso adiantar que será para fevereiro de 2015.

(Fotos Marcenaria São Paulo, Divulgação)

Colheres de arte

01 de outubro de 2014 0

“Tenho feito estas colheres ocasionalmente, entre as esculturas da próxima exposição e meu trabalho junto com a Lia (Menna Barreto) na Tun (grife de acessórios em borracha de pneu). As colheres mais rústicas são frutos das oficinas que ministro faz alguns anos no Rincão Gaia”, explica o escultor Mauro Fuke, envolvido em um projeto com Lara Lutzemberger no Gaia Village.

colheres

Mauro e Lia moram em Eldorado do Sul, praticamente em “uma ilha cercada de eucaliptos”. Como a sua obra escultórica é feita de madeira, foi natural para o artista identificar nas aparas de eucalipto das indústrias da sua região uma fonte de matéria-prima. Assim, em oficinas em geral anuais em Pantano Grande, Mauro Fuke cria abajures, móveis e utensílios como estas colheres. É impressionante como ele trata a madeira, a meu ver, com um respeito que beira o amor. Não é à toa que a sua obra é memorável. #Love it.

Térmicas reestilizadas

30 de setembro de 2014 0

Não é só a cerveja Polar que é daqui. A Termolar também. Esta logo ali, na zona Sul de Porto Alegre. E agora respira novos ventos que trazem design contemporâneo às tradicionais térmicas, equipamento indispensável para carregar a água para o chimarrão até o Parque da Redenção ou manter o café por mais tempo na firma. Agora esses equipamentos também oferecem um sistema de fundo fixo, mais resistente a impactos, seguro e higiênico. Trata-se de uma garrafa térmica não desmontável e super resistente. Se quiser, espia pelo também novo e-commerce www.termolar.com.br.

 

Garras térmicas Termolar

O trabalho que você está vendo é do designer José Carlos Broch, coordenador de Design da empresa. Zeca é detentor de prêmios internacionais. Antes de Broch, a empresa teve José Carlos Bornancini e Nelson Ivan Petzold, pioneiros do design no Rio Grande do Sul

Vale referir que este trabalho é da equipe do designer José Broch, coordenador de Design da empresa.

Lançamento:  Minigarbo Trata-se de um produto ideal para uso hospitalar e individual.  Seu principal diferencial é a inclusão de um aditivo antimicrobiano, visando saúde e higiene em seu dia a dia. A garrafa, também hermética, possui sua limpeza facilitada e reduz as incidências de quebra de ampola. Apresenta, também, rolha higiênica, que não acumula resíduos ou água. Todas essas vantagens aliam-se à já consagrada qualidade e alta performance inerentes a todo produto com a marca Termolar.

 Garrafas térmicas Termolar

Garrafas Térmicas Termolar