Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Tristeza: morre Sergio Rodrigues

01 de setembro de 2014 0

O sinônimo de móvel brasileiro, de design nacionalSergio Rodrigues, nos deixou fisicamente. Nascido em 22 de setembro de 1927, ele estava sofrendo com um câncer de fígado, mesma doença (no pulmão) que havia levado a sua filha uns quatro anos antes. Desde a morte de Verônica ele estava menos alegre. Não menos generoso, produtivo e amigo dos amigos. Tive a honra de conviver com ele em várias ocasiões. E sempre lembro da amizade dele com a Mariella Stock, da Maiora, que sempre o alegrava muito. A parceria deles havia começado há 11 anos, desde que ela abriu a loja, onde estão chegando as suas últimas peças produzidas para comemorar a sua vida produtiva profissional de seis décadas.

- Vai fazer muita falta. Não era só um amigo – me disse há pouco por telefone Mariella, com um fio de voz, como eu.

Neste momento, é o que posso dizer. Envio a Vera Beatriz, a sua mulher, um abraço daqueles em que a gente fica muda, sem saber o que falar.

Em 2010, com Sergio Rodrigues em Milão esperando o jantar, em um restaurante

Em 2010, com Sergio Rodrigues em Milão esperando o jantar, em um restaurante

Sergio Rodrigues será cremado no Memorial do Carmo, no Cajú, no Rio de Janeiro, nesta quarta feira, dia 3 de setembro. Das 9h às 14h, a família estará recebendo as homenagens no local.

 

CASA&CIA VISITA: Loja de decoração em Porto Alegre

01 de setembro de 2014 0

Um novo endereço de decoração em Porto Alegre será inaugurado no dia 2 de setembro, terça-feira, com presença de Casa&Cia ZH.

Localizada no bairro Mont’Serrat, a loja Elementhos é especializada em móveis soltos e apresenta uma grande variedade de produtos nos estilos clássico e contemporâneo.

Showroom Elementhos

Adriana Moretti e Flavio de Azevedo vão brindar com os convidados durante a recepção, com coquetel assinado por Diego Andino. O casal tem experiência de 10 anos no segmento de decoração com a loja Celmar Móveis Planejados.

– A Elementhos foi criada para atender a uma demanda de venda de móveis diferenciados a preços justos – explica Flavio.

O espaço conta com móveis de madeira em tons naturais, cadeiras com curvas, flores permanentes, esculturas de animais e estofados em tons claros e variações de cinza e preto, entre outros.

Entre as principais marcas encontradas na loja estão Elise, Jardim, Century, Elos, Tissot, CGS, Essenza e D.Schio Flowers.

Serviço:
Inauguração da Elementhos
Presença da editora Eleone Prestes, de Casa&Cia Zero Hora
Quando: 2 de setembro, às 18h
Onde: Rua Artur Rocha, 772, bairro Mont’Serrat

* Conteúdo publieditorial.

 

Design de jardins: curso no Centro Europeu

30 de agosto de 2014 0

Como estamos falando de flores, informo aqui que o Centro Europeu, uma conhecida escola de profissões do mundo, acaba de lançar o curso de Design de Jardins em Curitiba, no Paraná. Supervisionado pela arquiteta Katalin Stammer, é para arquitetos, biólogos, jardineiros e, claro, amantes do paisagismo e da jardinagem. Pena que não tem uma unidade do Centro Europeu em Porto Alegre.

Curso em Curitiba

Curso em Curitiba

Com duração de 11 semanas (84 horas/aula), o curso de Design de Jardins do Centro Europeu terá aulas teóricas e práticas, com visitas externas, e é indicado para quem tem afinidade e interesse em atuar no mercado de garden design, mesmo sem experiência prévia. As disciplinas abordam diversas áreas, entre elas Como entender e interpretar um projeto de paisagismo; História do Paisagismo; Tendências do Paisagismo contemporâneo; Conhecimento de Plantas; Noções de Jardinagem; Iluminação; Paisagismo Decorativo; e Implantação de projetos.

As aulas terão início no dia 30 de setembro, com aulas nas terças e quintas, das 14h às 17h15. As atividades serão realizadas na sede do Centro Europeu no Bairro Batel (Rua Benjamin Lins, 999). Mais informações pelo telefone (41) 3233-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

Flores para atrair a primavera

29 de agosto de 2014 0

Estou apaixonada por estas dálias. Lembro desta planta de jardins de outras casas da minha cidade natal, São Borja. No jardim da minha, predominavam gérberas e rosas. Lembro do meu avô, Sary Amilibia, folheando catálogos de flores que recebia direto de Holambra. Hoje recebi as novidades da feira Expoflora que começou nesta sexta-feira justamente em Holambra, São Paulo. E me passou um filme do paisagismo quase nunca profissional das casas da minha infância. Escolho estas flores como as que mais me tocaram pela estética (como fica lindo roxo entre outras cores, no meio de um arranjo de flor, não?) e o apelo à minha memória afetiva.

Estas dálias parecem pequenos buquês de flores cada uma. Incríveis. (Foto Divulgação Expoflora)

Estas dálias parecem pequenos buquês de flores cada uma. Incríveis. (Foto Divulgação Expoflora)

 

Brazil S/A em SP tem design by Henrique Steyer

11 de agosto de 2014 0

Quem não gosta de ver em primeira mão uma  peça de um designer renomado que estará em exibição na Design Weekend, de 14 a 17 de agosto de 2014? Pois esta fará bonito na Brazil S/A de São Paulo na próxima semana, durante a DW. Este bufê, by Henrique Steyer, foi criada a convite da gigante Duratex, que elegeu alguns designers para desenvolverem objetos com seu novo produto, o Cristallo, uma chapa com acabamento alto- brilho de um lado e fosco de outro. (Foto Henrique Steyer Furniture, Divulgação)

Buffet New Classic por Henrique Steyer

 

O Buffet New Classic tem história por trás, conforme Steyer:

– Na arquitetura clássica, as edificações eram criadas a partir da fórmula base + corpo + coroamento. No mobiliário antigo, não era diferente. Assim, buscamos revisitar esta estética de composição clássica com nova roupagem. O Buffet New Classic, é uma evolução do Bar New Classic lançado em agosto de 2013. Comemorando um ano de lançamento da grife Henrique Steyer Furniture, a nova peça traz base em forma retangular vazada que dá sustentação para o corpo com laterais em ângulo. No topo, o coroamento estilizado finaliza a peça que pode ser confeccionada em tamanhos diferentes, com diversas opções de acabamentos e cores. Execução da Signo Móveis, empresa gaúcha fundada em 2005, conhecida pela valorização do trabalho artesanal aliado à alta tecnologia.

Espia a capa do Casa&Cia de amanhã

05 de agosto de 2014 0

Cinco adegas diferentes entre si, para quem tem muito ou pouco espaço, podem inspirar a adoção do equipamento para as noites indoor.

Foto de capa: Omar Freitas

Projeto: Maria Christina Rinaldi Arquitetos

Que tal esta adega em casa?

Que tal esta adega em casa?

Entenda o Design Weekend SP e agende-se

05 de agosto de 2014 0
Exposição Banco Blocos da Caesarstone na Praça Victor Civita na terceira DW

Exposição Banco Blocos da Caesarstone na Praça Victor Civita na terceira DW

Para quem, como eu, fica zonza com tanta programação para escolher o que e quando visitar, aí vai a configuração do DW! Design Weekend SP 2014:

Design Districts

O evento está concentrado em três grandes regiões, os Design Districts: Vila Madalena e arredores, Alameda Gabriel Monteiro da Silva – a “Oscar Freire da decoração” – e o Distrito Jardins/Paulista. Estes distritos seguem o modelo das semanas de design realizadas em cidades como Milão e Londres.

Bicicletários

Nesta edição, o DW! estimula a discussão sobre o uso de bicicletas como alternativa de melhora da mobilidade urbana, em duas ações complementares, mantendo a tradição em promover ações urbanísticas que servem como legado para a cidade. O objetivo é questionar os territórios, suas formas de apropriação e a paisagem urbana.

O projeto, intitulado Passeando de bicicleta, re-conheci São Paulo, foi concebido e realizado pelo Coletivo Amor de Madre, Mekal e Atelier Marko Brajovic, que também assina o design das peças. Três unidades, confeccionadas em aço inox, com função dupla de estacionamento e banco, estarão à disposição de ciclistas que forem às atividades do DW!. Durante os 4 dias do evento, os bicicletários estarão em exposição na Praça Civitta, loja Mekal na Rua Gabriel Monteiro da Silva e no Museu da Casa Brasileira. Após o DW!, dois bicicletários serão doados para Oca (Sede do Museu da Cidade) e Museu da Casa Brasileira, museus destinados ao design da Prefeitura e do Estado de São Paulo. A terceira peça será levada para a Semana de Design de Pequim, marcando o projeto como o primeiro internacional do Design Weekend SP.

A segunda ação, que ocorre nos finais de semana, é a Rota Design, realizada pela Bike Tour SP em parceria com a Compartibike, empresa especializada em estações de bicicleta. Nela, ciclistas de todos os níveis percorrerão um roteiro customizado com atrações da arquitetura e design paulistanos. A Bike Tour SP disponibilizará aos participantes um “áudio-tour”, disponível para download, com narração desenvolvida especialmente para o DW!. O roteiro continuará ativo após o festival.
Praça Victor Civita (foto acima)

Será um caldeirão multicultural. No dia 13 de agosto, a partir das 18h, o designer Jader Almeida lança o livro (veja em um post anterior neste blog) e a exposição Jader Almeida, a Atemporalidade do Desenho com seção de autógrafos aberta ao público. Na sequência, ocorre a tradicional Festa de Abertura Oficial do Design Weekend SP 2014 com performances, shows e atrações somente para convidados. No dia 14 de agosto, o público poderá usufruir do Cine na Praça, ação cultural inspirada nas projeções ao ar livre realizadas no Millennium Park, em Chicago, e nos festivais europeus. Será exibido, gratuitamente, o filme Blade Runner, de Ridley Scott.

Nos dias 16 e 17, o Senac São Paulo realiza a intervenção Design Transverso: Crossover. Professores e alunos ocuparão o espaço com performances criando os diversos invólucros, experimentando e convidando os visitantes a experimentá-los e a recriá-los à sua maneira. Quem visitar a praça no período conhecerá duas ações pontuais: a exposição Bancos Blocos, proposta pela Caesarstone, composta por cinco bancos em formato de blocos, desenhados pela designer Israelense Dalia Kliger e a intervenção dos Bicicletários (composto de estacionamento de bicicleta + banco), com o tema: Passeando de bicicleta, re-conheci São Paulo, uma das principais ações do Design Weekend, assinado pelo Atelier Marko Brajovic e viabilizado com a parceria da Mekal, Aperam e Coletivo Amor de Madre, ao lado da BikeTourSP.

Viva Design, Avenida Paulista

Dentre as ações no Paulista Distrito Design, destaca-se o VIVA Design, que apresenta uma diversidade de produtos, objetos, móveis e joias, além de um espaço moda, com peças de Fernando Pires, Juliana Moryia, Teresinha Santos e peças inocadoras de jovens designers como Olavo Machado Neto, Bruno Faucz e Guilherme Wentz, além de consagrados designers como Renata Rubim, Fabio Galeazzo. “Estamos trazendo em primeiro lugar, em um local de grande circulação, exposições que apresentam uma grande quantidade e qualidade de produtos inovadores que ainda vão chegar ao mercado consumidor. Uma oportunidade única e sem custo para quem quiser visitar”, comenta Joppert da Objeto Brasil.

Circuito Gastronômico Gabriel Food Trucks

Outra ação inédita será o circuito gastronômico hype da Alameda Gabriel. Profissionais e consumidores que visitarem a região durante o DW! poderão experimentar delícias das cozinhas italiana e japonesa, lanches gourmet, sorvetes e cafés especiais. Os pratos serão preparados e comercializados nos charmosos food trucks, instalados entre os números 663 e 2136 da alameda. “Queremos que os visitantes tenham tranquilidade para realizar sua agenda de maneira completa, combinando visitas às ações de design nas lojas, com caminhadas e experiências gastronômicas exclusivas”, afirma Marcel Rivkind, presidente da associação da região, que apoia a ação.

Feiras e grandes eventos

Craft Design, Abup Show, Paralela Gift, MADE e BoomSP Design – Dentro da programação oficial também ocorrem as três maiores feiras de design, arquitetura e construção de São Paulo: a Craft Design, Abup Show e Paralela Gift. Há quase 15 anos, elas reúnem expositores, lojistas, fabricantes e profissionais da área que fazem desses eventos verdadeiros polos de tendências quando o assunto é casa, presentes e, claro, design. No DW, os eventos acontecem em três regiões distintas: Moema, Centro e Casa Verde.

*** Além disso, o Design Weekend recebe o BoomSP Design, plataforma de negócios que aproxima líderes criativos e conectados com as mudanças de perfil de consumo no cenário mundial. Idealizado por Beto Cocenza, neste ano o evento ocorre somente dia 14 de agosto, no D&D Shopping. Zanini de Zanine é o Designer do Ano e apresenta a exposição “Criatividade Brasileira”, uma retrospectiva do universo criativo do jovem designer.

*** Haverá também uma miniedição da MADE (Mercado – Arte – Design), que acontece no Shopping Cidade Jardim. A MADE POP-UP traz uma sequência de atrações que inclui intervenções de arte e design, núcleo de palestras com designers internacionais, feira/galeria de arte e loja. As intervenções estão concentradas nas ações desenvolvidas pelo designer Marko Brajovic – que lançará uma coleção de móveis -, o grupo polonês Espírito da Polônia, e o coletivo de designers Invasão, com foco em mobiliário, joias e objetos.

Ponto de Encontro

O QG do DW! será instalado no novo Hotel Pullman São Paulo Vila Olímpia, que acaba de ser inaugurado e prima pela arte e design contemporâneos em suas instalações, além de apresentar um novo restaurante, o HUB Art Food Lounge, totalmente repaginado com bar, cevicheria e outras novidades.

Todos os dias, a partir das 19h, o festival contará com um Happy Hour, que irá incluir um drink exclusivo criado para a ocasião. Outro encontro que vai ocorrer nas dependências da unidade hoteleira, no próximo dia 14, será uma mesa-redonda com convidados internacionais. O Pullman SP Vila Olimpia também fará parte do circuito do DW! com uma exposição de arte contemporânea em parceria com a Urban Arts.
Serviço:

DW! DESIGN WEEKEND SP 

De 14 a 17 de agosto, das 10h às 20h
Programa oficial no sitewww.designweekend.com.br

Jader Almeida em livro para São Paulo ver

05 de agosto de 2014 0

Cento e cinquenta é o número de criações no portfólio de design de Jader Almeida e também o número estimado de eventos simultâneos na 3ª edição do DW! Design Weekend, que será realizado entre 14 e 17 de agosto em São Paulo. Pois entre as ações, está o lançamento do livro Jader Almeida, a Atemporalidade do Desenho, pela editora C4, um dia antes da abertura do festival urbano, no dia 13 agosto. E a obra do arquiteto e designer de 33 anos e 30 prêmios (Museu da Casa Brasileira, iF Design Award, Good Design) estará também em exposição na Praça Victor Civita, esta sim, dentro do mesmo período do DW a partir de 14 de agosto. Em Florianópolis, o lançamento será no dia 2 de setembro no showroom da obra do designer, Icon Interiores.

capa do livro Jader Almeida

O livro tem 22cm x 26 cm, capa dura, 120 páginas e custa R$ 105. Com textos em português e inglês, foi escrito pela mineira Adélia Borges, jornalista e especialista ícone do design nacional.

– Nas conversas que tivemos, emerge o retrato de corpo inteiro de um designer que, em pouco tempo, inscreveu definitivamente seu nome na história do design brasileiro – conta Adélia.

Anota aí:

Lançamento do livro em São Paulo
13 de agosto, às 18h
Mezanino Editora Abril
Sumidouro, 747 Pinheiros, SP
20hs Exposição – Praça Vitor Civita
Sumidouro, 580 Pinheiros
14 a 17 de agosto, das 8h às 22h

Lançamento do livro em Santa Catarina
2 de setembro, às 19h
Showroom Icon Interiores/Florianópolis
às 15h inicia o coquetel com a chegada da coleção do designer Jader Almeida assinada para a Sollos

 

Ronaldo Fraga e companhia

29 de julho de 2014 0

Estampas e ambientes acrescentaram interesse ao desfile e à exposição realizada no Moinhos Shopping, em Porto Alegre, Quantas noites não durmo, tema do trabalho de Ronaldo Fraga em homenagem ao centenário do poeta e compositor Lupicínio Rodrigues. O trabalho com estampas de Mari Pessini, da Casa Rima, entrou no revival da coleção de 10 anos atrás do “Ronaldão”, como ela chama o estilista, para reativar o trabalho com foco na homenagem ao gaúcho Lupi. Compartilho aqui uns cliques.

Esta modelo assumiu uma personagem e fez bonito no cenário de boteco na ponta da passarela

Esta modelo assumiu uma personagem e fez bonito no cenário de boteco na ponta da passarela

foto 2 foto 3

Ronaldo Fraga e As Patrícias na exposição

Ronaldo Fraga e As Patrícias na exposição

Livro Casa&Cia – Design Protagonista

28 de julho de 2014 0

A edição 2014 da coletânea Casa&Cia traz o título Design Protagonista, o tema da edição da mais recente Mostra Casa&Cia realizada em Porto Alegre e já está à venda. O livro de capa dura traz em 144 páginas e 185 fotos  todos os 30 ambientes da exposição que teve um programa de palestras temáticas que marcou pela primeira vez o evento. Com a curadoria da Mostra e a edição do livro, tive a felicidade de contar com o design gráfico do Flávio Wild, as fotos do Eduardo Liotti e os textos de Renata Maynart nessa mais recente empreitada da grife Casa&Cia. Isso sem falar no talento dos 58 profissionais que assinaram os ambientes e mais as suas equipes criativas e os fornecedores que agregaram estilo à proposta executada no showroom do bairro planejado Central Parque da Rossi.

Livro para matar as saudades da Mostra Casa&Cia 2013

Livro para matar as saudades da Mostra Casa&Cia 2013

 

Serviço

O que – Livro Casa&Cia – Design Protagonista, com os 30 ambientes da Mostra Casa&Cia 2013, que completou a décima edição do evento surgido no caderno Casa&Cia, no ano em que este completou 15 anos

Quanto e como – Assinantes do jornal Zero Hora podem encomendar pelo fone 0800-051-3323 ou pelo site www.rbspublicacoes.com.br pelo preço especial de R$ 59,90. Nas livrarias, custará R$ 67,90 a partir de agosto

 

Degustação: confira um pouco do Prêmio House & Gift Fair

22 de julho de 2014 0

Aqui vai uma visão geral das imagens de todos os premiados pela 15ª Prêmio House &Gift Fair pela primeira vez apresentados antes da feira. Nesta quarta-feira, no caderno Casa&Cia, em ZH, falo sobre o evento que reuniu imprensa e empresários expositores das feiras da Grafite Feiras.

Veja a produção de design de jovens profissionais e estudantes:

Casa Cor São Paulo no detalhe

28 de maio de 2014 0

Adoro observar o resultado geral dos espaços, mas também, e muito, os detalhes. Ah, as pequenas soluções criativas aumentam o interesse por um ambiente. Na Casa Cor São Paulo (o Casa&Cia na Zero Hora desta quarta traz um trabalho nas páginas 6 e 7),  o Loft dos Colecionadores de Oscar Mikail tem o que observar com atenção.

Entre as propostas personalizadas pela mão do designer de interiores, o uso desta luminária pendente com a cúpula em couro e tachas logo me chamou a atenção.  A inclinação da peça foi ideia de Oscar e ficou bárbara. Compartilho aqui mais fotos de divulgação do Studio Oscar Mikail  da área de jantar:

Loft dos Colecionadores, projeto do Studio Oscar Mikail para a Casa Cor São Paulo 2014

 

Loft dos Colecionadores, projeto do Studio Oscar Mikail para a Casa Cor São Paulo 2014

Hoje tem palestra sobre arte e décor

21 de maio de 2014 0

Dois assuntos que eu amo estarão em pauta em Porto Alegre. Na loja Florense da Avenida Goethe, das 18h às 20h, a marchand e especialista em gestão cultural Vera Lannes protagoniza nesta quarta, 21 de maio, o primeiro Happy Design, promovido pela Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD), para falar sobre “Obra de Arte – Um Olhar. Como Integrar aos Projetos de Interiores”.

São esperados designers de interiores, arquitetos e estudantes da área, além de sócios da ABD. A entrada é franca, na Avenida Goethe, 125. Se você quiser mais informações, pode enviar mensagem pelo e-mail abdrs@abd.org.br ou ligar pelo  (51) 3093-0530.

Cor na casa

13 de maio de 2014 0

Móveis coloridos são tendência no mundo. Monocráticos ou bicolores e até com mais combinações são uma possibilidade oferecida pelo mercado, conforme os lançamentos no Salão Internacional do Móvel de Milão. Mostro uma prova dessa moda e a capa do Casa&Cia desta semana, com a reportagem principal sobre o assunto. As fotos foram tiradas por mim, no Salone.

Cadeira colorida no Salão Internacional do Móvel de Milão 2014

 

CAPA DO CASA&CIA de 14 de maio de 2014

Respeito, produto em falta no mercado

26 de abril de 2014 0

Estive em férias, fora do país, e tomei conhecimento da indignação, em especial por conhecidos do Rio Grande do Sul, pela morte do menino Bernardo. Não preciso nem citar sobrenomes porque o caso ficou tão conhecido que só o nome dele representa toda a carga do horror desse caso. Sem ter sequer cruzado a cidade de Três Passos, fico imaginando a culpa dessa cidade pelo ocorrido. Não me digam que é certo ou normal ignorar as palavras e o pedido de ajuda de um menino de 11 anos contra o seu próprio pai. Por que raios demoraram tanto tempo – quatro dias após a sua morte – a decretar o óbvio: que ele não poderia voltar para uma casa onde era esculachado moral e psicologicamente. Seria preciso que dessem tundas daquelas de salgar o lombo das crianças de outrora? Meu Deus, por que as pessoas relutam tanto em considerar criança – desde bebês – como seres íntegros, que merecem ser percebidos, ouvidos, atendidos, correspondidos?

Se os adultos não começarem a respeitar profundamente o outro, a partir do seu próprio filho bebê/criança, não vejo como melhorar este mundo (antes de Deus, agora nem sei mais como chamar). É preciso existir lei para não espancar um filho e os próprios representantes da lei ouvem mais um adulto com carreira “respeitável” (talvez por terem sido crianças com medo da força dos adultos, quem sabe?) do que o pequeno ser que clama pelo direito de sobrevivência longe de quem deveria amar e cuidar dele. Eu defendo os animais (daqueles que os chutam, abandonam) e as plantas (de quem passa quebrando galhos, etc) da arrogância dos homens, mas defendo muito mais o direito de um ser humano a poder sobreviver. Eu sei que este caso move a gente muito mais do que muitos outros que desconhecemos (e que talvez se arrastem sem um desfecho desses a chamar a nossa atenção) e que neste momento devem estar causando o sofrimento de um ser indefeso, mas sei que esta história mexeu comigo nesta volta de férias. Chorei ao tomar conhecimento da retrospectiva dos fatos. Não posso deixar de pensar quantas pessoas poderiam ter tentado mudar a desgraça final e não tomaram uma atitude diante da lei que existe e protege a criança e o adolescente. Só resta pensar que este menino agora está, pelo meno em espírito, no colo da mãe e dos parentes de bom coração, que sua alminha merece conquistar um recanto de paz e bem estar para se recuperar de uma existência tão doída de assédio moral ou seja lá como se chame a atitude dessa família ou seja lá como se chame esse grupo de indivíduos com profissões focadas no cuidado do ser humano – da porta de casa para fora.

Isso me faz pensar como há gente que tem um comportamento dentro de casa, junto à família, e outro na rua. Quero dizer muito melhores com os “estranhos” do que com os familiares. O que será que faz com que pessoas se esforcem para serem “normais”, sociáveis e cuidadores com quem precisam ler o nome em um papel e não com pessoas às quais deram o nome que carregam nesta existência? Evito julgar as pessoas (quem sou eu para fazer isso?), mas rezo para que as criaturas sejam capazes de pensar mais no outro do que em si mesmas, como recomenda São Francisco. Ou seja, respeitar a existência e o espaço alheios.