Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "jantar harmonizado"

Gol de placa com aromas e sabores do país da Copa

04 de julho de 2010 0

Cardápio e carta de vinhos tiveram a África do Sul como inspiração

O mais recente jantar harmonizado realizado pela coluna Enoteca e pelo Enoblog fez muito mais do que construir uma corrente pra frente a favor da Seleção, que no dia seguinte jogaria contra Portugal. A combinação de quatro rótulos da África do Sul com pratos especialmente criados pelos chefs Gerson Comin e Ana Lúcia Loregian, no último dia 24 de junho, transportou os quase 90 participantes para o país sede da Copa do Mundo. O encontro lotou o espaço reservado no restaurante DiPaolo do bairro Lourdes, em Caxias, parceiro do evento juntamente com a Boccati Vinhos e Presentes.

O cruzamento começou com um consomê de moranga e o Nederburg Twenty10 Sauvignon Blanc 2009. Por si só, o vinho oficial da Copa já surpreendeu. Muito aromático, trazia o clássico abacaxi e de brinde lembrava papaia. Na boca, sua acidez se apresentou agressiva, mas a sensação foi domada pela ótima presença do creme. O que seria uma bebida desequilibrada no paladar a partir do segundo cálice acabou sendo uma ótima companhia para o prato e poderia ser consumida até o fim da garrafa, comprovando os benefícios de uma harmonização bem elaborada.

Depois da entrada, chegou às mesas um risoto de gorgonzola e o pinotage da Raka, safra 2008. O cruzamento mostrou como a textura dos alimentos é importante na enogastronomia. A consistência pastosa do prato, até difícil de ausentar da boca muitas vezes, foi contraposto pela efervescência do vinho na boca. Além da acidez pontuada, o rótulo provocou uma reação táctil na língua, principalmente na ponta. É o famoso “ataque doce” presente em alguns vinhos secos, pois essa é a área em que se sente tal sabor. A percepção combinou com os aromas de frutas passas e compota sentidos pelo olfato, qualidades que renderam elogios do público.

O equilíbrio entre a acidez que fazia salivar e a tanicidade que secava a língua do Lyngrove Reserva Pinotage/Shiraz 2005 foi a companhia ideal para o carrê de javali com batata esmurrada. A carne, saborosa porém pouco suculenta, seguia o mesmo princípio de balanço, pois era complementada por uma leve faixa de gordura que a tornava mais tenra.

Para fechar o cardápio, um abacaxi caramelado com açafrão servido com calda de frutas vermelhas e sorvete foi apresentado ao lado do Nederburg Late Harvest. A conexão entre os dois estava principalmente nas nozes pecã salpicadas em cima da sobremesa, já que no olfato o vinho remetia ao fruto e a castanhas, além de um forte aroma de mel.

Aventuras enológicas de David Coimbra

28 de junho de 2010 0

Cobrindo a Copa do Mundo lá da África do Sul, o jornalista David Coimbra vem descobrindo algumas coisas sobre a produção vitivinícola do país. Como acabamos de tratar do tema no jantar harmonizado do Enoblog, achei que faria sentido trazer essas duas notas publicadas por Zero Hora na coluna de David há alguns dias. Confira:

Não afaste de mim este cálice _ I
O sul-africano é um povo orgulhoso de seus vinhos. É um diferencial. Os povos que produzem vinho pertencem a uma casta especial. Bebe-se vinho, aqui, com quase o mesmo interesse com que se bebe na França, talvez.
Exemplo: o dono da nossa pousada, Janusch Audra. Polonês, o homem está radicado na África do Sul há meia vida e, tinha que ver, é a cara do Wianey Carlet. Bom. Todas as noites, o Wianey africanopolonês vai até o bar do hotel, onde em geral estamos reunidos, e nos serve um tinto. Enquanto enche os cálices, discorre sobre o vinho. Vê-se que o faz com a intenção de ressaltar a produção local, vê-se que ele aprecia e conhece o vinho da África do Sul. O que, de certa forma, nos dá uma lição: podíamos nos empolgar mais com o vinho da Serra Gaúcha.

Não afaste de mim este cálice _ II
Dos vinhos que o Wianey polonês nos serviu, gostei em especial de um shiraz chamado Nederburg Baronne. Diz o nosso Wianey que o Carbernet Sauvignon também é supimpa. Vou experimentar e depois conto.
Provei, também, um que conheço de Porto Alegre. Chama-se Raka. É feito perto da Cidade do Cabo, como a maioria dos vinhos sul-africanos. O produtor do Raka é pescador, adora o mar e colocou esse nome no vinho em homenagem ao seu barco preferido. Não é difícil de achar, procure nas prateleiras: no rótulo há um Netuno bebendo água de uma concha. Vale a pena. É um tinto delicioso.

Lotação máxima no jantar harmonizado Enoteca/Enoblog

25 de junho de 2010 0

Quase 90 pessoas curtiram o cardápio e os vinhos que seguiram o tema Copa do Mundo

Ontem teve festa. E das grandes. No maior dos jantares harmonizados já realizados com o apoio do Enoblog e da coluna Enoteca, quase 90 pessoas brindaram o aniversário de dois anos do site, descobriram um pouco mais sobre a vinicultura da África do Sul, debateram seus gostos a respeito da bebida e, o mais importante, se divertiram. Pelo menos essa foi a impressão deixada pelos comentários positivos e as perguntas do tipo “quando será o próximo?”.

Com vinhos selecionados juntamente com a equipe da Boccati Vinhos e Presentes e um cardápio especialmente elaborado para a ocasião pelos chefs Gerson Comin e Ana Lúcia Loregian, do restaurante DiPaolo, a comemoração aproveitou o mote da Copa do Mundo para montar as harmonizações. Enquanto eu e o enólogo Arlindo Menoncin, da Boccati, apresentávamos as combinações, Tárcio Córdova pilotava o serviço (o que não foi mole, levando em conta que a sala destinada ao evento estava com lotação máxima).

O desafio foi trazer novidades aos membros de confrarias, enólogos e sommeliers que estavam na plateia (entre eles Clóvis Boscato, Márcio Brandelli e o pessoal da Távola di Amici). Sem contar com o leitor da coluna Enoteca com o polegar mais rápido da Serra, Ronaldo Ramos, vencedor do quiz via celular que rendeu a ele ingresso para o jantar e, como brinde surpresa, uma champanheira da vinícola Pericó. Curioso é que Ronaldo acabou de se mudar de Blumenau para Caxias do Sul, fez uma assinatura do Pioneiro assim que chegou e a edição que trazia as perguntas era a primeira que ele recebia em casa. No final das contas, o sentimento foi de missão cumprida.

Na coluna Enoteca da semana que vem vou comentar os vinhos, os pratos e como eles combinaram. Mas desde já queria agradecer a todos que prestigiaram o evento e garantir que, sim, haverá próximos.

Os vencedores do quiz Enoblog/Enoteca

23 de junho de 2010 0

Como prometido, aqui estão os nomes dos três primeiros a responder corretamente o quiz publicado na coluna Enoteca no último final de semana. Pelo conhecimento e pela rapidez, eles receberão presentes do Enoblog, que está comemorando dois anos. Ronaldo Ramos levou um par de ingressos para o jantar harmonizado Aromas&Sabores do País da Copa, que a coluna Enoteca promove nesta quinta-feira juntamente com a rede de restaurantes DiPaolo e a Boccati Vinhos e Presentes. Já Edson Mohr e Sandro Casagrande ficaram com uma champanheira cada, cortesia da Vinícola Pericó.

Se quem participou da brincadeira quiser conferir suas respostas, segue abaixo as perguntas, as respostas e o gabarito. E para aprender um pouco mais sobre vinho, a dica é comparecer na quinta ao DiPaolo da Rua Os 18 do Forte, 454, em Caxias do Sul, a partir das 20h. Até lá!

Um brinde aos dois anos do Enoblog!

19 de junho de 2010 2

Neste domingo o Enoblog está completando dois anos. Criado para ampliar e qualificar a cobertura do setor vitivinícola feita pelo Pioneiro, o site se transformou em ponto de encontro entre muitos discípulos de Baco. A todos os visitantes eventuais, leitores fiéis e seguidores do Twitter, muito obrigado.

O brinde de comemoração será feito durante o jantar harmonizado Aromas&Sabores do País da Copa, promovido juntamente com a rede de restaurantes DiPaolo e a Boccati Vinhos e Presentes. O encontro será na próxima quinta-feira, às 20h, no DiPaolo da Rua Os 18 do Forte, 454, em Caxias do Sul (veja mais no quadro abaixo).

Aliás, duas pessoas receberão convites para festejar conosco. O par de ingressos grátis irá para a primeira pessoa que acertar as perguntas publicadas neste final de semana pela coluna Enoteca, dentro da revista Almanaque, encartada no Pioneiro. Como a coluna surgiu a partir da ótima repercussão que o conteúdo do blog teve entre os leitores, nada mais justo do que colocar o espaço a serviço da comemoração do aniversário. O segundo e o terceiro mais rápidos também serão presenteados: cada um leva uma champanheira, cortesia da Vinícola Pericó, de Santa Catarina. Para participar, é só enviar o gabarito por celular, mas para saber mais é preciso ter uma edição do Almanaque em mãos.

De qualquer maneira, fica o convite para o jantar. E para os que não puderem aparecer, faremos um brinde especial em nome de todos. Mais uma vez, obrigado.