Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O artilheiro que jogou de graça

05 de abril de 2010 6

Informação do amigo Rui Borgmann, da Folha do Mate, de Venância Aires. O atual artilheiro da Segundona defendeu o Guarani de graça. Isso mesmo, Eliomar, dez gols no campeonato, não cobrou nada para marcar seus tentos pelo Índio. Um caso raro, digo, raríssimo no futebol. O cara, que passou pelo Uruguai e México, atuou pelo clube no final da década de 90. Aos 34 anos, resolveu ajudar o Guarani. Pena que o rubro-negro de Venâncio ficou pelo caminho.

Comentários (6)

  • Christiano diz: 5 de abril de 2010

    Acho melhor conferir a informação, pq a FGF sequer permitiria um atleta jogar um campeonato sem contrato, tampouco o Ministerio do Trabalho permitiria um contrato sem remuneração… a segundona tb é profissional!!!!

  • José Carlos diz: 5 de abril de 2010

    Enquanto o cara joga de graça tem uma turma lá do valão do pepino que gastou um caminhao de dinheiro pra contratar um bando de pereba. Como diz o grande econominsta: bussines it is bussines.

  • Rui diz: 6 de abril de 2010

    Christiano, jogar de graça não significa dizer que o jogador não tem contrato. Ou por acaso a Federação recebe por isso?
    E também acho que a competição é ainda mais valorizada com essa atitude do jogador.

  • Christiano diz: 7 de abril de 2010

    Rui, a relação entre jogador e clube é TRABALHISTA, existem responsabilidades envolvidas. Para inscrever um jogador num campeonato, a situação dele precisa estar regular. Não há como fazer um contrato de trabalho sem remuneração. Sem contrato, fica lesado o INSS, por exemplo! Por isso, em que pese a nobreza do gesto do jogador, continuo achando que algo há de errado com a notícia! Não quero criticar por criticar, apenas gostaria que se fosse mais a fundo para evitar uma notícia imprecisa.

  • Rodrigo Falcão diz: 7 de abril de 2010

    Na primeira divisão também tem gente jogando de graça, o Marcos Denner saiu do “la juve” sem ver a cor do dinheiro! HuahuHHAUaahAHahahUAHUaHhhaaHHUAHuHhaHu

  • João Carlos Pereira diz: 10 de abril de 2010

    O guarani, como já fez em outros anos, vendeu cotas individuais de patrocínio esse ano. E a camisa do Eliomar era patrocinada por um posto de combustíveis da cidade do qual o próprio eliomar é sócio. Provavelmente o salário que ele recebia era revertido ao clube em forma de patrocínio. Isso quer dizer que ele jogou de graça, mas sem ferir nenhuma legislação trabalhista ou coisa do gênero.

Envie seu Comentário