Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 17 abril 2010

Jonatas em ZH

17 de abril de 2010 4

Goleirão foi destaque em ZH neste sábado

Zero Hora de hoje destacou, de forma merecida, o goleiro Jonatas, muralha do Lobão. Replico o texto aqui. Tive a oportunidade de conversar por quase uma hora com o cara, muito simples e centrado. E com bom coração. Fez a campanha da camisa e arrecadou R$ 1 mil (clicado na foto do Nauro Júnior), destinados à caridade.

Jonatas, o pegador de pênaltis


O goleiro de 30 anos é esperança do Pelotas na partida decisiva contra o Inter no domingo

O herói da classificação à final da Taça Fábio Koff assumiu o gol por hierarquia física. Caçula de uma família com nove filhos, sete deles homens, o então mirrado Jonatas Cunegatto era obrigado a ser goleiro nas peladas de infância. Neste domingo, defende a meta do Pelotas no Beira-Rio. Pronto para uma eventual decisão nos pênaltis.

– Eu não era ruim na linha, mas como ninguém queria pegar no gol, sobrava para o mais novo. Se chorasse, tomava cascudo – ri Jonatas, 30 anos, 1m88cm, forjado em campos esburacados e quadras de cimento de Santo Ângelo.

O processo iniciado nas Missões foi terminado nas categorias de base do Grêmio e aprimorado nas passagens por Guaratinguetá, Corinthians, Juventus-SP, Rio Grande e Ituiutaba-MG.

Jonatas chegou ao Olímpico em 1995, com 15 anos. Ficou até 2000. Vivenciou o auge da Era Danrlei, campeão da Libertadores, Brasileiro e da Copa do Brasil neste período. O guri se espelhou na entrega e personalidade debaixo das traves do colega mais velho.

– Ele crescia em finais e em Gre-Nais. Não deixava o time na mão em momentos decisivos – elogia.

O exemplo ensinou que confiança é palavra chave para um goleiro. Se o goleiro está bem, contagia o restante do time. Missão simplificada aos 30 anos.

– É uma idade ótima para a posição. Você conhece bem os teus limites, os atalhos e tem vigor físico. Tens como dar esta confiança ao grupo – justifica Jonatas.

Goleiro preza o posicionamento e dispensa defesas espalhafatosas

De fato, na semifinal contra o São José, o Pelotas acreditou em seu goleiro. Após ficar com dois jogadores a menos, segurou o 1 a 1 até a decisão por pênaltis. Confiante, o camisa 1 pediu ao capitão Gavião para que iniciasse defendendo. Sentia que ao menos uma cobrança pegaria. Pegou duas. Já em Pelotas, o reconhecimento: foi carregado pelos torcedores do ônibus até o vestiário da Boca do Lobo.

A performance vem da frieza e do trabalho. Jonatas preza o bom posicionamento. Dispensa defesas espalhafatosas. É reservado dentro e fora de campo. Avesso a badalações, adepto do chimarrão ao final de tarde e de conversas pelo MSN, respira futebol. Nesta fase decisiva da Taça Fábio Koff cumpre sessões diárias de cobranças de pênaltis.

Em casa, vê jogos na TV e vídeos no computador. Antes da semifinal, analisou pelo ClicEsportes a disputa entre São José e Inter-SM. Conhecia seus adversários. Para a decisão, repete a estratégia.

– Ao estudar o outro time, fico mais seguro. Confio nos meus batedores e eles em mim – comenta o goleiro.

PS: A direção do Pelotas anunciou os dois novos patrocinadores que estarão no uniforme na final da Taça Fábio Koff, neste domingo, às 16h, em Porto Alegre. Trata-se das empresas gaúchas Piá Laticínios e Win Sports. A Piá Laticínios terá seu logo estampado na parte das costas da camisa e a empresa Win Sports terá sua arte confeccionada no calção do terno de jogo.

Reforços no Ju

17 de abril de 2010 1

O Juventude acertou com o volante Everton Garroni, ex-Porto Alegre, e o atacante Júlio Madureira. São os dois primeiros reforços para a Série C do Brasileiro. Da dupla, o destaque é o Madureira. Everton foi formado na base do Inter, com passagem pelo futebol italiano, mas é pouco conhecido. Já o Júlio tem o nome gravado na paleta alviverde. Pelo Caxias, marcou gol em Ca-Ju contra o Juventude. Agora espera dar alegria ao outro lado da rivalidade.

Pacote no Leão do Parque

17 de abril de 2010 2

O São Paulo apresentou ontem três reforços. O goleiro Douglas, que disputou o Gauchão pelo Inter-SM, o lateral Mateus, ex-VEC, e o zagueiro Cícero. Trio que vai qualificar o elenco, em especial o Douglas, bom goleiro, que conhece o clube e a cobrança do torcedor.