Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O susto de Glauco

20 de fevereiro de 2011 2

Quando o zagueiro Glauco caiu tonto no gramado do Estádio Olímpico chegou a deixar torcedores e espectadores tensos. O Ypiranga não tinha médico em Porto Alegre, contaria com o auxílio do profissional gremista. A situação gerou comentários da equipe de transmissão da RBS e um esclarecimento da FGF.

Para baixar custos, os clubes possuem um acordo. O mandante empresta o médico ao visitante. Prática que vale a discussão. Com finanças combalidas, apesar da injeção quase milionária do campeonato, os clubes do Interior deveriam investir para levar seus próprios médicos nas viagens?

Vale lembrar que na Segundona é pior. Em alguns jogos, sequer há médico de clube presente. São profissionais que auxiliam as equipes, que mandam os atletas ao consultório do doutor. Nas partidas, a ambulância é a garantia de socorro. O Interior precisa ter mais cuidado com a saúde dos atletas?

Comentários (2)

  • Allan diz: 21 de fevereiro de 2011

    Antes da partida o pessoal da radio já havia comentado que o médico não havia viajado junto devido a compromissos, não sei se nesse caso foi necessariamente para economizar mas de qualquer forma creio que em campeonatos profissionais esse tipo de situação não deveria ocorrer, apesar de sabermos ser muito comum em algumas competições.

  • Adriano diz: 21 de fevereiro de 2011

    Segundo informaram quando os jogos são com a dupla CAju e grenal os times do interior não precisam levar médico pois a federação fornece um. Isso foi o que eu ouvi na entrevista do técnico do Ypiranga, se é verdade eu não sei.

Envie seu Comentário