clicRBS
Nova busca - outros

Chuva

09 ago12:02

Ajude a mapear os estragos provocados pelo temporal

Ajude-nos a mapear os estragos pela cidade e região . Envie suas fotos para: participe@erechim.com.br. Segundo a Emater, pelo menos 500 casas e vários aviários tiveram prejuízos em Machadinho. Na praça central, árvores nativas caíram. Nesta manhã, um ônibus escolar que transportava alunos e professores na linha Mariano foi atingido por um eucalipto. Ninguém ficou ferido. Todas as escolas cancelaram as aulas. Segundo a Secretaria de Saúde, as Unidades Básicas de Saúde do Centro e do bairro Progresso não abrirão nesta noite devido a falta de luz.


Rua Henrique Schwerin








Rua Presidente Vargas – Erechim



Bairro Estevão Carraro – Erechim




Getúlio Vargas  - Tempo fechado, traz medo para moradores.






Praça da Bandeira – Erechim



Machadinho – Torre rádio local e praça








Erechim- Linha Poletto Interior de Erechim


Seminário Nossa Senhora de Fátima


Av. Sete de setembro


Parque Longines Malinowski






Distrito Industrial- Erechim



Rua Quintino Bocaiuva – Erechim




Comente aqui
09 ago11:40

Árvores caídas deixam trânsito em meia pista na RS 331

Liliane Martins, RBS TV


Árvores caídas deixaram o trânsito em meia pista na RS 331, entre Gaurama e Erechim. Ruas centrais de Gaurama também tiveram o trânsito prejudicado pela queda de troncos e galhos. Um pinheiro caiu em cima de uma casa mortuária. Os moradores trabalham para consertar as dezenas de casas destelhadas.  Em todo o Alto Uruguai, há estragos, árvores caídas, postes derrubados, casos destelhadas e estradas vicinais estão bloqueadas.



Comente aqui
09 ago09:54

RGE já fez nesta manhã 190 atendimentos em Erechim


Fortes rajadas de ventos e intensas descargas atmosféricas (raios) decorrentes do temporal que atingiram o Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (09) foram as principais causas da interrupção na distribuição de energia elétrica para os consumidores da RGE.


Foram impactadas praticamente todas as macro regiões do Norte do RS, com maior predominância nas Regiões Noroeste (Santa Rosa), Norte (Frederico Westphalen), Produção (Palmeira das Missões), Alto Uruguai (Erechim), Planalto Central (Passo Fundo) além do Nordeste (Lagoa Vermelha).


Árvores derrubadas sob a rede e um grande quantidade de objetos (galhos de vegetais, placas de sinalização, entre outros) causaram severos danos a rede distribuição de energia da RGE.


Só em Erechim, a RGE registrou nesta manhã 190 atendimentos entre postes caídos, fios e transformadores atingidos. Em Viadutos, apenas em uma rua, caíram quatro postes. A cidade está sem luz e sem internet. As aulas foram canceladas, além disso, em Machadinho, salões comunitários estão destelhados.


4 comentários
08 ago09:06

Chuva ganha intensidade e há risco de granizo

Zero Hora

Atualizada às 08h06min


A chuva que chegou ao Estado na noite de domingo deve ganhar intensidade nesta segunda-feira, e pode ultrapassar 90% da média prevista para o mês de agosto apenas em três dias. Segundo a Somar Meteorologia, o tempo deve permanecer encoberto em todo o Rio Grande do Sul nesta segunda, com ocorrências de chuva mais forte durante a manhã. No fim do dia, a previsão é de novos temporais com rajadas de vento que podem chegar a 70 Km/h.

Como está o tempo em sua cidade? Mande fotos


Em razão da chuva forte durante a madrugada, dados da Central de Meteorologia da RBS registram precipitação de 41 milímetros em Cruz Alta, no Noroeste, 26 milímetros em Porto Alegre e 20 milímetros em Santa Cruz, no Vale do Rio Pardo.


Com a previsão de chuva para todo o Estado nesta segunda-feira, pode haver novas quedas de granizo, especialmente na Metade Norte do Estado. Ocorrências de granizo teriam sido registradas em pelo menos oito cidades gaúchas.


— A chuva continua forte até o fim do dia, quando devemos ter um volume acumulado de chuva entre 110 e 120 milímetros, mais de 90% da média prevista para o mês — diz o meteorologista Celso Oliveira, da Somar.


Em Cambará do Sul, na Serra, houve queda de pedras de gelo que durou cerca de sete minutos por volta de 23h de domingo, segundo o Corpo de Bombeiros da cidade. Não houve prejuízos. Segundo a Somar Meteorologia, entre a noite de domingo e a madrugada de segundo, houve registros de granizo na Serra e no Vale do Rio Pardo.


O tempo instável deve permanecer até a terça-feira, quando as chuvas devem ser mais fracas. Na quarta-feira, o tempo fica seco, e as temperaturas devem registrar queda.


Comente aqui
12 jul14:01

Temporal pode atingir a região nesta quarta-feira

Zero Hora

*Atualizada às 10h17min

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para a possibilidade de ocorrência de chuva, moderada e forte, com trovoadas e rajadas de vento nesta quarta-feira no noroeste, norte, centro e nordeste do Rio Grande do Sul, e também no oeste e planalto sul de Santa Catarina.


Ainda nesta terça-feira, a partir da tarde, deve chover na metade norte do RS, com mais intensidade na região das Missões. Na Região Metropolitana e no Litoral, começa a chover à noite e, na madrugada, a chuva associada à nova frente fria que chega ao Estado deve se intensificar, segundo previsão da Central RBS de Meteorologia.


— Amanhã as condições favorecem a ocorrência de chuva forte com trovoadas no noroeste gaúcho a qualquer hora do dia. Porém, a partir da tarde, tem previsão de temporais com rajadas de vento em torno dos 70 Km/h — informa o meteorologista Cléo Kuhn.


Quanto às temperaturas, a quarta-feira será marcada pela pequena amplitude térmica. À tarde as temperaturas máximas chegam aos 23°C no noroeste e norte do Estado. No fim do dia os ventos passam a soprar do quadrante sul trazendo ar frio ao Estado. Por conta disso, as menores temperaturas serão registradas à noite, com mínima próxima dos 17°C na maior parte do Estado, ficando em torno de 12°C na Campanha.


Comente aqui
21 jun10:41

Frente fria deixa o tempo fechado no Estado

Central de Meteorologia da RBS


A frente fria estacionária mantém o tempo fechado no Rio Grande do Sul na terça-feira (21). Na metade norte as chuvas ocorrem a qualquer hora do dia, com risco de temporais na divisa com Santa Catarina a partir da tarde.


A quarta-feira (22) deve começar com temperaturas mais baixas sobre o Rio Grande do Sul,com mínima na casa dos em torno dos 14°C. No norte do Estado o tempo continua instável e as chuvas vão, gradativamente, perdendo força, mas as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora do dia, intercaladas com períodos de melhoria.


A tarde já não fica tão quente quanto nos últimos dias e a máxima fica em torno dos 20°C. Com a formação de um ciclone extratropical entre o Paraguai, Argentina e o Rio Grande do Sul no fim do dia as chuvas voltam a ganhar força e há risco de temporais no norte gaúcho.


Comente aqui
02 abr11:28

Aratiba decreta situação de emergência

Nicole Loose, RBS TV


Mais um município da região decreta situação de emergência por causa da chuva. Aratiba estima que os prejuízos superem os R$ 3 milhões.

O desmoronamento dessas árvores e pedras na comunidade monte belo bloqueou a estrada que dá acesso a área urbana de Aratiba. Os moradores temem novos deslizamentos de terra.

Além dos quatrocentos quilômetros de estradas danificadas, a prefeitura estima que os prejuízos na área agrícola cheguem aos R$ 2.700 milhões.

As produções de soja e milho foram as mais afetadas. Em alguma propriedade, houve perda total da safra. Os prejuízos também afetam a produção de leite. Com os estragos na pastagem preparada para o inverno, a estimativa é de que os produtores deixem de vender cerca de um milhão de litros de leite nos próximos meses.

- O prejuízo será também na bacia leiteira. As vacas podem dar até 40% a menos de leite – afirma o agricultor Giovani.

O município decretou situação de emergência e encaminhou o relatório dos prejuízos para a Defesa Civil.

Comente aqui
31 mar11:57

Chuva provoca deslizamento de terra em Marcelino Ramos

RBS TV


A estrada que vai de Coronel Teixeira, até Marcelino Ramos, no norte  do Estado está interditada. A chuva dos últimos dias provocou um deslizamento no local, deixando uma barreira de terra. Nesta tarde, a prefeitura vai colocar máquinas no local para abrir a estrada. Enquanto isso, quem estiver indo para Marcelino Ramos, por Coronel Teixeira, deve seguir por Viadutos e Gaurama ou costear o Rio Uruguai, pela RS 491.


O município de Três Arroios acaba de decretar situação de emergência. O Rio Napoleão transbordou  e invadiu a estrada. Com a quantidade de chuva, açudes se romperam. Este é o terceiro município que envia o documento, no Alto Uruguai. Os outros são Paim Filho e Maximiliano de Almeida.



Comente aqui
30 mar20:09

Chuva persiste e deixa municípios em alerta

Marielise Ferreira, Zero Hora



Nível do rio subiu em Três Arroios e deixou população em alerta






Chegando ao sexto dia de chuva constante, o Alto Uruguai está em alerta. Segundo a Central de Meteorologia da RBS o solo encharcado associado a chuva contínua mantém o risco de deslizamentos da terra e queda de barreiras na região. A cidade de São João da Urtiga suspendeu as aulas  como forma de prevenção de acidentes, já que os ônibus que fazem transporte escolar não conseguem chegar em diversas localidades, em virtude ao estrago provocado nas estradas.


Segundo a estação do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a chuva que atingiu Erechim das 7h às 18h de ontem, acumulou 95 milímetros, que corresponde a mais de 60% da média histórica mensal.



Aulas suspensas em São João da Urtiga


Os bombeiros atenderam a 10 chamados de alagamentos na cidade e duas árvores caíram em estradas do interior e precisaram ser retiradas. A Polícia Rodoviária Estadual e Federal estão monitorando as principais rodovias.


Em Três Arroios, que deve decretar situação de emergência nesta quinta-feira (31), a  agricultora Nelci Muller teve a propriedade alagada pelo açude de um vizinho que estourou e ficou ilhada em casa. Apenas nesta quarta-feira (30), até as 16h, choveu 90 milímetros na cidade.


- Foi um susto, quando vi tinha água por todo o lado. Nosso açude também estourou e perdemos os peixes todos _ contou.O município de Maximiliano de Almeida, que já havia sido atingida por um temporal no final de semana, continua sofrendo com a chuva forte. Mais de 300 quilômetros de estradas foram danificadas e o vento derrubou cerca de quatro mil árvores nativas. Foram mais de R$3 milhões de prejuízos, metade disto nas lavouras de soja, milho e feijão.



Comente aqui
30 mar12:00

Chuva não dá trégua

RBS TV Erechim

*Atualizada às 13h56


A chuva não para no Alto Uruguai. Em Erechim, nesta quarta-feira (30),  já choveu mais de 40  milímetros. O volume do dia  representa um quarto da média esperada para todo o mês de março. Segundo o Corpo de Bombeiros, nenhum estrago foi registrado até o momento. Na tarde de ontem, a prefeitura fazia o conserto das estradas vicinais, que foram prejudicadas com a precipitação do fim de semana.


Em Paim Filho, a chuva provocou danos  no campo e nas estradas. Foram 266 milímetros desde sábado (26). Conforme a prefeitura, a situação neste momento é estável.


Maximiliano de Almeida está finalizando o levantamento dos estragos. Um terço do município foi atingido pelo temporal, no fim de semana. Sete comunidades tiveram prejuízos nas lavouras e estradas. Em alguns locais, a perda foi total. Quatro mil árvores nativas caíram. Segundo a Secretaria Municipal de Agricultura, a perda no campo é de  R$991 mil. Porém, em toda a cidade, a prefeitura contabiliza prejuízos de R$3,1 milhões.  A chuva também deixou 30% dos alunos  do interior sem aulas. O transporte coletivo não consegue chegar até os locais mais atingidos.  Desde sábado,  foram registrados 300 milímetros, o dobro do esperado para o mês de março.


O município de São João da Urtiga decretou nesta manhã (30), a suspensão das aulas da rede pública municipal e o transporte escolar. Conforme a secretária de Educação, Lenir Zanandrea, a intensa chuva coloca em risco o transporte de alunos e por medida de segurança as aulas ficam suspensas até a próxima sexta-feira (1).

2 comentários