clicRBS
Nova busca - outros

Rally

30 set01:26

Irmãos Sartori com boa expectativa para o Rali Nova Itália


Mais um desafio na temporada 2011 para a dupla dos irmãos Juliano Sartori e Rafael Sartori. Neste sábado, 1º de outubro, a dupla disputa a quarta etapa do Campeonato Gaúcho de Rali de Velocidade, em Severiano de Almeida, no rali conhecido como Nova Itália.

Em busca de mais uma vitória na temporada, a dupla pode até deixar Severiano de Almeida com o primeiro título do ano. Com 19 pontos de vantagem para Milton Pagliosa/André Pagliosa, os irmãos Juliano e Rafael lideram a categoria mais forte do certame, a Classe 3. E como restará apenas mais uma prova pela frente, um primeiro lugar já garante o título por antecipação.


Fator que só aumenta a motivação da dupla para este rali.


- A expectativa é a melhor possível, Severiano é uma região com excelentes especiais, e sempre o rali realizado lá foi muito bom. Fizemos alguns ajustes no carro, pois na última prova tivemos alguns problemas de rendimento. Vamos tentar fazer o melhor possível neste rali – destaca o navegador Rafael.


Este tem sido um ano importante para Juliano e Rafael. Além de marcar a volta da equipe à categoria Classe 3, a dupla já soma várias vitórias tanto no Gaúcho, quanto no Campeonato Brasileiro, onde também são líderes. Liderança que garante uma certa tranquilidade a equipe.


- Estamos focados nos dois campeonatos, sabemos que estamos com uma boa diferença na pontuação. Vamos andar forte, em Severiano de Almeida, mas consciente que não precisaremos exagerar, principalmente para não prejudicar o carro. E como praticamente não fizemos treinos, vamos tentar andar bem para tentar um bom resultado – acrescenta Rafael.


Comente aqui
26 ago10:14

Em Panambi, Bernardo Koller busca a liderança do Brasileiro de Rali


O Rio Grande do Sul vai sediar no próximo final de semana a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade. A corrida acontecerá na cidade de Panambi e na vizinha Condor. Será uma importante oportunidade para um gaúcho assumir a ponta da tabela de classificação na categoria Classe 8, uma das mais importantes do certame. Bernardo Koller, piloto oficial da equipe Chevrolet Rally Team/OffLimits está a apenas dois pontos do mineiro Fabiano Altomar, da mesma equipe.

Bernardo soma 25 pontos contra 27 de Altomar, mas se empatar em pontos levará vantagem de ter maior número de vitórias. Por isso a prova em Panambi promete ser de ritmo forte para Bernardo, e seu navegador Sidinei Broering.


- Este está sendo um ano de recuperação devido a quebra mecânica que tivemos em Erechim na primeira etapa do campeonato. Após este fato, conquistamos a vitória nas etapas seguintes e hoje estamos a dois pontos do líder. Portanto precisamos conquistar um lugar a frente dele para assumirmos a liderança e isso é muito positivo pois dependemos apenas de nós mesmos. Estamos muito focados e realizando um grande trabalho para que possamos manter essa série de bons resultados – destaca Bernardo Koller.


Mas a série de vitórias não é motivo para Bernardo Koller “relaxar”.


- Em todo campeonato esportivo você nunca pode se acomodar com bons resultados. Nós estamos trabalhando constantemente para melhorar o carro, entrosar a dupla, piloto/navegador e aprimorar o ritmo de prova. E esse método de trabalho vem dando certo pois estamos mais competitivos a cada prova em todos os aspectos. Vamos estar focados e concentrados sempre buscando a vitória e pontos para o campeonato – acrescenta o piloto.


Após Panambi, o Campeonato terá outras duas provas, em regiões já tradicionais e onde a concorrência sempre é maior. Minas Gerais e Santa Catarina receberão as etapas finais da temporada 2011.


Comente aqui
23 ago14:42

Irmãos Sartori buscam ampliar liderança no Brasileiro de Rali


Em Passo Fundo, no mês de julho, os irmãos Juliano  e Rafael Sartori  tiveram um duplo desafio: competir paralelamente nas etapas dos campeonatos Brasileiro e Gaúcho de rali de velocidade: resultado, a equipe atingiu a liderança de ambos os torneios.

No próximo final de semana, dias 26 e 27, Juliano e Rafael terão novo desafio igual ao de Passo Fundo, só que em outra cidade do Rio Grande do Sul, Condor, próximo a Panambi, no noroeste do estado. As cidades sediam juntas a quinta etapa do Campeonato Brasileiro e a terceira do Gaúcho. Juliano e Rafael competem e lideram a categoria Classe 3, a mais forte, onde os carros possuem tração integral (4×4).


A bordo do Mitsubishi Lancer, a dupla pretende ampliar ambas as lideranças.


- Estamos otimistas para mais um grande evento promovido pela nova equipe que está organizando a estruturando o Campeonato Gaúcho, e em parceria com a CBA sediando mais uma etapa do nacional. Nossa estratégia será de fazer uma prova equilibrada, tranquila para manter a liderança nos dois campeonatos. Não será uma tarefa fácil, mas plenamente possível – destaca o piloto Juliano Sartori.


A prova é desconhecida da equipe Bitshop Rally. Panambi recebeu uma prova do estadual em 2009 e neste ano o formato está totalmente renovado, devido a parceria feita com o município vizinho de Condor. Juliano relata que a equipe possui poucas informações a respeito do novo rali.


- Porém com nossa experiência acreditamos que nossa adaptação será rápida e poderemos fazer um bom trabalho lá –  acrescenta o piloto.



Shakedown


O shakedown é um treino de ajuste para as equipes onde são conferidos os últimos detalhes nos carros antes das provas de rali. Em Panambi e Condor, este treino acontecerá na tarde de sexta-feira (26) a partir das 15h, próximo a cidade de Condor. Juliano e Rafael Sartori devem participar do treino.


O Mitsubishi Lancer da dupla foi totalmente revisado e ajustado pela equipe Abadia Competições, com sede em Florianópolis, justamente visando esta próxima etapa dos campeonatos Gaúcho e Brasileiro.


- Devido aos nossos compromissos profissionais, não tivemos tempo para fazer um treino entre a última e esta etapa. Deveremos aproveitar o shakedown da sexta-feira para fazer alguns ajustes finais, como adaptar a suspensão ao tipo de piso que encontraremos na região – explica Juliano.


Líder em duas frentes


A equipe  lidera os campeonatos Brasileiro e Gaúcho de rali de velocidade. Os irmãos Juliano e Rafael Sartori, que competem a bordo do Mitsubishi Lancer, tem 28 pontos pelo nacional, seis a mais que Paulo Nobre/Edu Paula.Já pelo estadual a liderança é ocupada com 24 pontos. São oito pontos de diferença para Milton Pagliosa/André Pagliosa, vice-líderes.


Este ano os irmãos Juliano e Rafael estão voltando a competir na categoria mais forte do rali no Brasil, a Classe 3. O retorno a categoria vem atendendo a expectativa dos irmãos e da equipe. Já são duas vitórias em quatro provas disputadas, com pódio em todas elas.


Comente aqui
22 jul13:16

Erechinense competirá no Rally dos Sertões


Uma aventura com mais de 1,4 mil quilômetros pelo interior do Brasil. Não pense que é passeio. O erechinense Bernardo Koller vai competir pela primeira vez no Rally dos Sertões, uma das maiores provas fora de estrada do mundo. Bernardo vai disputar a primeira parte da prova, o Sertões Series.

A novidade foi confirmada na última semana pela equipe Off Limits, com sede em Florianópolis. Bernardo é piloto do time Chevrolet Rally Team que tem parceria com a Off Limits no Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade (CBR). Agora, o desafio será levar o protótipo Off Runner Duo a completar a prova.


Bernardo, que se torna o primeiro erechinense a encarar o desafio de competir no Rally dos Sertões, destaca a parceria com a Off Limits.

- Já vínhamos negociando desde o início do ano, mas alguns fatores estavam impedindo que nós entrássemos em um acordo. Na etapa de Passo Fundo, válida pela quarta etapa do CBR, conversamos e fechamos a parceria. Minha participação será no Sertões Series, onde corre-se apenas os quatro primeiros dias de prova – explica Bernardo.


Seu navegador na prova será o catarinense Sidinei Broering, com que Bernardo também disputa o CBR. O Protótipo Off Runner Duo competirá na categoria Protótipos T1 4X2 Etanol. Como será uma experiência nova para Bernardo, a intenção é fazer uma série de treinos antes do início da prova, que acontece em agosto.


- Eu ainda não andei com o carro e não tenho experiência nesse tipo de prova e modalidade, portanto tentaremos realizar o maior número de treinos possíveis antes da prova apesar do curto tempo que teremos. O primeiro treino já está marcado para o a próxima semana na cidade de Rancho Queimado, Santa Catarina, e outro deverá ser realizado no final de semana do dia 30, sem local definido ainda – acrescenta Bernardo.


A expectativa

Para Bernardo Koller esta será uma experiência totalmente nova. Ele vai estrear em um carro de rali de Cross Country.


- Decidimos disputar apenas o Sertões Series por serem menos dias de prova em virtude de ser um carro em desenvolvimento e de eu não ter experiência nesse tipo de categoria. Nessa modalidade nós aumentamos as chances de terminarmos a prova e conquistarmos um bom resultado, visualizando maiores participações para os próximos anos – frisa o piloto.


Bernardo conta ainda que sua expectativa é de fazer uma prova conservadora buscando evoluir dia após dia.


- Nosso objetivo é completar e quem sabe conquistar um pódio, o que seria um grande feito –  enfatiza.


Neste novo desafio, o navegador passa a ser um ponto de suma importância para se buscar o melhor resultado. Por isso a equipe decidiu que Sidinei Broering, que já competiu no Rally dos Sertões, será o profissional ao lado de Bernardo.


- Um bom navegador é essencial para um bom resultado em qualquer Rali, mas no Sertões em especial, o papel dele é ainda mais importante, pois, além de alertar as dificuldades ele deve fazer o roteiro sem cometer erros, manter o piloto concentrado e praticamente ditar o ritmo de prova. Por isso o navegador será o Sidinei Broering que além de ser um excelente profissional, já tem uma certa experiência no Cross Country e um título do dos Sertões em 2008 – comenta Bernardo.



Erechim na prova

O Rio Grande do Sul já teve outros pilotos que competiram no Rally dos Sertões. Mas a cidade de Erechim, viverá sua primeira emoção  em relação a um piloto no grid de um dos maiores ralis do mundo. A cidade é conhecida no país, como a “capital brasileira do rali de velocidade”, modalidade que já tem vários pilotos locais competindo até mesmo em nível internacional.


Bernardo acredita que o fato de ele disputar o Sertões este ano, pode servir de exemplo e motivação para outros pilotos entrarem no Cross Country.


- Sou o primeiro erechinense a disputar o Rally dos Sertões na categoria carros e isto é uma grande honra para mim. Espero fazer uma boa prova, conquistar um resultado expressivo e representar bem a nossa cidade e os pilotos da nossa região, mostrando que temos capacidade de estar disputando provas de qualquer modalidade do rali nacional e internacional. Espero que esta minha participação sirva de inspiração para muitas outras duplas – encerra Bernardo.



O Off Runner

O Off Runner Duo é um protótipo desenvolvido inteiramente pela equipe OffLimits para a disputa de provas de Rali Cross Country. A equipe detém vários títulos do Rali dos Sertões.

A ideia deste carro surgiu em 2007, com o protótipo Off Runner Monoposto, o qual teve sua primeira participação no Sertões 2008. Desde lá várias mudanças, testes e evoluções foram feitas resultando no protótipo de hoje, o OFF Runner Duo.


Ficha técnica do Off Runner Duo

Marca: Off Limits

Modelo: Off Runner Duo

Motor: Traseiro Chevrolet 2.4 16V

Potência: 200CV

Cambio: 5 Marchas em H

Tração: Traseira 4X2

Freio: Disco nas 4 Rodas

Suspensão: dupla em cada roda, marca OFF SHOX. Curso: Dianteira 300mm; Traseira: 290mm

Rodas: Scorro Silicio 7 R15

Pneus: Goodyear Wrangler ATS 235/75 R15

Peso: 1210kg




O Rally dos Sertões

A prova – 10 dias

Largada em Goiânia – GO e chegada em Fortaleza-CE


O Sertões Series

A prova – 4 dias

Largada em Goiânia – GO e chegada em Porto Nacional – TO

1ª etapa: Goiania – GO à Pirenópolis-GO

Especial Cronometrada: 83km

Deslocamentos: 153km

Total do dia: 236km

2ª etapa: Pirenópolis – GO à Porangatú-GO

Especial Cronometrada: 290km

Deslocamentos: 294km

Total do dia: 584km

3ª etapa: Porangatú-GO à Gurupí-TO

Especial Cronometrada: 285km

Deslocamentos: 170km

Total do dia: 455km


4ª etapa: Gurupí-TO à Porto Nacional-TO

Especial Cronometrada: 140km

Deslocamentos: 66km

Total do dia: 206km

Especiais: 798km

Deslocamentos: 683km

Total de prova: 1481km



Participantes

Motos: 72

Quadriciclos: 10

Carros: 59

Caminhões: seis

Total: 147 veículos



Comente aqui
07 jul11:00

Irmãos Sartori buscam terceira vitória no Brasileiro de Rali


A expectativa dos irmãos Juliano Sartori e Rafael Sartori quando iniciaram a disputa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade em 2011, talvez não fosse tão boa em relação aos resultados. Apesar da experiência e das conquistas do passados entre os carros de tração 4×4, a dupla voltava a disputa da Classe 3 (antiga N4), três anos após pilotando carros de tração 4×2.

Mas o ano se mostra muito bom para a dupla do time Bitshop Rally (Bitshop/Abadia Competições). Das três etapas já disputadas no Brasileiro, Juliano e Rafael venceram duas, as últimas, em Erechim e Itajaí. Estas vitórias vão garantindo a liderança isolada da Classe 3.


Liderança que os irmãos querem manter em Passo Fundo, que recebe a quarta etapa do Brasileiro, nos próximos dias 8 e 9. Para isso, Juliano e Rafael ressaltam a necessidade de manter um ritmo seguro na prova e pontuar. Para Juliano, a partir de agora, pensando também no título, será importante pontuar em todas as etapas.


- A diferença de pontuação é pequena e o campeonato está aberto –  destaca o piloto.


Ele lamenta não poder ter treinado antes desta prova, mas vai aproveitar o shakedown (treino final), da sexta-feira (8) em Passo Fundo, para conferir o ajuste final no Mitsubishi Lancer, que a dupla compete no Nacional.


Para o piloto, esta prova será fundamental para a manutenção da liderança.


- Não conhecemos a prova de Passo Fundo mas esperamos um piso característico da região e vamos preparados para isso. Nossa estratégia será encontrar um ritmo forte e seguro no início da prova para não sermos surpreendidos e no decorrer da etapa avaliar nossa posição para buscar a vitória. Temos a consciência que teremos competidores forte como Palmeirinha (Paulo Nobre/Edu Paula) e os Pagliosas (Milton/André). O Palmeirinha vem num ritmo muito forte inclusive de mundiais e os Pagliosas sempre andaram muito bem na região – prevê Juliano Sartori.


Comente aqui
05 jul14:24

Bernardo Koller parte em busca de mais uma vitória no Brasileiro de Rali


Vem aí a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de velocidade. Entre os dias 8 e 9 a cidade de Passo Fundo,  recebe o circo do rali nacional com os principais pilotos nacionais em ação em uma prova ainda não muito conhecida. Neste quesito, o piloto Bernardo Koller leva uma vantagem, pois competiu na prova em 2010, durante uma etapa do Campeonato Gaúcho, disputada na cidade naquele ano.

- Ano passado, por acaso, eu andei a prova de Passo Fundo válida apenas pelo Gaúcho visando testar uma nova caixa de câmbio para o Chevrolet Celta. Portanto já tenho um “certo” conhecimento e experiência da região e das condições que iremos encontrar. Se as estradas forem as mesmas, vamos ter trechos de altíssima velocidade, piso bom e estradas bem largas e nesse tipo de condição devemos focar ainda mais no levantamento e nos pontos de frenagem para não ocorrerem imprevistos – destaca.


Esta será uma prova importante para Bernardo, e seu navegador, Sidinei Broering, pois podem assumir a liderança da temporada na categoria Classe 8 (carros de tração 4×2 e motor até 2,0 litros). Por isso Bernardo pensa em manter a estratégia que deu certo nas últimas duas etapas, vencidas por ele.


- A estratégia é a mesma da prova de Itajaí, fazer um bom levantamento para tentar imprimir um ritmo forte e seguro. Estamos quatro pontos atrás dos líderes em virtude de uma quebra mecânica que tivemos em Erechim na primeira etapa do campeonato e esse resultado já é nosso resultado de descarte, então não podemos cogitar a idéia de não completar a prova. Quanto a assumir a liderança do campeonato, fica ainda complicado pois não depende apenas da nossa vitória e portanto esse objetivo é de longo prazo – enfatiza Bernardo.


Comente aqui
14 jun17:13

Fábio Dall Agnol vai largar pela 50ª vez em uma prova de rali


Jovem, uma carreira recente e títulos. Tudo isso já aconteceu na vida de Fábio Dall Agnol, natural de Gaurama, e que este ano compete na Copa Peugeot de Rali de Velocidade. No próximo final de semana, em Poços de Caldas, Minas Gerais, Fábio, ao lado do navegador Gabriel Morales, estará fazendo sua 50ª largada em provas de rali.

Tudo começou ainda em 2005, com as primeiras corridas pelos campeonatos Gaúcho e Brasileiro. Os anos foram passando e Fábio foi acumulando vitórias e títulos. Este ano, luta pela conquista na principal categoria da Copa Peugeot, a 207 Super, onde atualmente é vice-líder, dois pontos atrás de Rafael Tulio, que lidera.

- Esta certamente será uma prova muito especial para mim. Quero agradecer a meus amigos e especialmente a minha família, pai, mãe e irmã, por esta 50ª largada, pois com certeza eu sempre tive um apoio ímpar deles e este acompanhamento que eles tem na minha carreira de piloto só tem a me deixar feliz e confiante para buscar os resultados – diz Fábio Dall Agnol,  que corre a bordo de um Peugeot 207, pela equipe RT One (Madeiras Dall Agnol).

O rali de Poços de Caldas será totalmente novo para a dupla, pois competem na cidade mineira pela primeira vez.

- Estamos no meio do campeonato, uma prova nova e que deve ser realizada dentro de fazendas. Particularmente não gosto do formato, mas precisamos estar concentrados para tirar o máximo possível do carro. Devemos, nesta prova, ter uma especial noturna. Vamos fazer o possível para andar na frente – acrescenta Fábio.

As especiais (trechos cronometrados da prova) acontecerão dentro de uma fazenda, que pertence ao municípios de Poços de Caldas e onde acontecem eventos automobilísticos. Serão dois trechos, um de seis e outro de 19 quilômetros, que serão percorridos duas vezes cada no sábado e outras duas vezes no domingo, fechando a rodada dupla da Copa. Também, na noite de sábado, tem a largada de uma especial noturna, às 20h30min.

Para Fábio, a partir de agora que a Copa passa da metade da disputa na temporada, o importante será marcar o máximo possível de pontos para se manter na briga pelo título.

- Vamos, como sempre, estar super concentrados e cuidar bastante para não perdermos tempo no início do rali, o quem tem sido um problema nosso neste ano – destaca Fábio.

O navegador Gabriel diz que a etapa promete dificuldades para todos os competidores.

- Por ser uma prova nova, aonde a Copa Peugeot nunca andou e grande parte dos competidores também nunca andaram, acredito que irá igualar um pouco todos os concorrentes. Por isso, é importante fazer um bom levantamento e ir para cima desde a primeira especial. Além disso, teremos a especial noturna que poderá ser o diferencial, e também temos que fazer o levantamento com cuidado para ter o melhor aproveitamento possível. A expectativa é fazer uma boa prova, continuar somando pontos para o campeonato e manter os bons resultados deste ano – finaliza Gabriel.

Comente aqui
10 jun20:22

Claudio Pagliosa assume departamento de rali da Federação Gaúcha de Automobilismo


O Erechim Auto Esporte Clube é a entidade que vai auxiliar a organização do Campeonato Gaúcho de Rali de Velocidade em 2011. O Clube erechinense já sediou a primeira etapa, disputada em paralelo ao Rally Internacional de Erechim, no início de maio.

Está confirmado o calendário do campeonato gaúcho nas cidades de Passo Fundo, no próximo dia 10 de julho, Panambi, dia 20 de agosto, Severiano de Almeida, dia 1º de outubro e Estação, dia 12 de novembro.


Claudio Pagliosa será o coordenador do Campeonato. Para apresentar as mudanças na temporada 2011, foi realizada uma reunião na noite desta quarta-feira na sede do Eaec em Erechim, com a presença de representantes dos clubes que receberão provas ao longo do ano, pilotos e navegadores que estarão competindo.


A intenção, de acordo com Pagliosa, é fazer um campeonato organizado e forte.


- Vamos trabalhar para que o esporte siga crescendo no Estado. Estamos buscando algumas parcerias que nos ajudem a fazer um campeonato que atraia o interesse dos competidores e do público -  destaca Pagliosa.


Um dos pontos levantados pelos competidores e que seguirá o mesmo de anos anteriores, é o formato de disputa das etapas. Com isso mantém-se o levantamento dos trechos cronometrados na parte da manhã dos sábados em que houver prova, e corrida a tarde, com premiação aos vencedores em jantar de confraternização, também nos sábados.


O Campeonato também se organiza para cumprir as novas regras da FIA. Com isso estarão em disputa as categorias Classe 3, carros de tração integral, Classe 8, antiga N3, 9, antiga N2 e a Clássicos, que até o não passado era conhecida como R1 no Rio Grande do Sul.


A segunda etapa do Campeonato Gaúcho será disputada em julho, na cidade de Passo Fundo.


CAMPEONATO BRASILEIRO


Junto a prova do Campeonato Gaúcho, que será realizada em Passo Fundo, no próximo dia 10 de julho, também acontecerá a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade. A competição nacional se desenvolverá de acordo com os moldes da competição estadual, com levantamentos pela parte da manhã e corrida a tarde.. Nos próximos dias será divulgado o Regulamento de Prova, do Rali de Passo Fundo com as informações referentes ao evento e também a programação.

Comente aqui
06 jun14:50

Irmãos Sartori vencem rali encurtado e assumem liderança do Brasileiro


Num rali mais curto em Itajaí, a dupla Juliano Sartori e Rafael Sartori da equipe Bitshop Rally  venceu  a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade. Juliano e Rafael venceram todas as quatro especiais (trechos cronometrados) da prova e com isso sobem para 20 pontos liderando a categoria mais forte do certame nacional, a Classe 3 (para carros de tração integral).

O rali que deveria ter a disputa de nove especiais, foi cancelada no quinto trecho devido a um incidente envolvendo justamente a dupla Juliano e Rafael Sartori. Eles largaram para a disputa da quinta especial e no KM 2 acabaram batendo de frente em uma moto, que havia invadido a pista em plena disputa de prova. Sem poder evitar o choque, o Mitsubishi Lancer acabou atingindo a moto e machucando o motoqueiro.


- Um fato extremamente lamentável. Infelizmente na disputa da prova, não havia forma alguma de evitar o choque. Felizmente não aconteceu algo ainda mais grave –  lamentou Juliano.


O condutor da moto fez cirurgia ainda no final de semana e se recupera das lesões sofridas. A prova, até o quarto trecho cronometrado, foi marcado por boas disputas na pista. O rali teve trecho de estradas muito bons, técnicos e com ótimo piso.


- Um rali realmente muito bom, onde vínhamos tendo o rendimento ideal, e esta vitória é importante pois nos coloca na ponta do campeonato – disse Juliano.


Agora a dupla começa a projetar a próxima etapa da temporada que acontecerá em Passo Fundo, no dia 10 de julho. Este ano vem marcando a volta de Juliano e Rafael a categoria dos carros 4×4.


RESULTADO DO RALI DE ITAJAÍ

Classe 3

1 – Juliano Sartori/Rafael Sartori – Mitsubishi Lancer – 21min46

2 – Alexandre Figueiredo/Cesar Valandro – Mitsubihi Lancer – 22min58

N/C – Paulo Nobre/Edu Paula – Mitsubishi Lancer

N/C – Vitor Fischer/Bruno Pellegrini – Mitsubishi Lancer


Classe 8

1 – Bernardo Koller/Sidinei Broering – GM Celta – 22min53

2 – Julio Romi/Oscar Abalos – Ford Focus – 24min39

N/C – Fabiano Altomar/Kazé Morales – GM Celta


Classe 9

1 – Maicon Soares/Gabriel Morales – VW Gol – 24min49

2 – Charles Dalmolin/Tony Matias – Peugeot 206 – 25min25

3 – Charles Luvizotto/Maria Perón – VW Gol – 29min53

N/C – Volnei Hollas/Gilson Yoshimura – Peugeot 206


Clássicos

1 – Saulo Pereira/Rodrigo Teimer – VW Gol – 27min46

2 – Marcos da Silva/Marcio da Silva – Fiat 147 – 47min55


CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO – APÓS TRÊS ETAPAS


Classe 3

1 – Juliano Sartori/Rafael Sartori – Mitsubishi Lancer – 20p

2 – PauloNobre/Edu Paula – Mitsubishi Lancer – 16p

3 – José Barros Neto/Emilia Abadia – Mitsubishi Lancer – 10p

4 – Oswaldo Scheer/Geferson Pavinatto – Mitsubishi Lancer – 10p

5 – Vitor Fischer/Bruno Pelegrini – Mitsubishi Lancer – 9p

6 – Ulysses Bertholdo/Eduardo Soneca – Mitsubishi Lancer – 9p

7 – Alexandre Figueiredo/Cesar Valandro – Mitsubishi Lancer – 4p


1 comentário
01 jun14:22

Irmãos Sartori partem para a terceira etapa do Brasileiro de Rali


A terceira etapa do Campeonato Brasileiro de  Rali de Velocidade será no próximo final de semana, entre os dias 3 e 4 de junho, em Itajaí. Além de Bernardo Koller, quem já está de malas prontas é a dupla Juliano  Sartori e Rafael Sartori. Depois da conquista em Erechim, durante o Rally Internacional, os irmãos estão apenas a um ponto da liderança da categoria Classe 3 (antiga N4), para carros de tração integral.


- Estamos otimistas em relação a esta prova. Vamos para Itajaí em busca de um bom resultado visando nos manter em uma posição confortável na classificação do campeonato – destaca o piloto Juliano.


Ele e Rafael mostraram boa performance na volta aos carros de tração integral vencendo uma das etapas disputadas em Erechim. Aliás a prova gaúcha servirá em partes de modelo para a estratégia do time neste final de semana.


- Vamos manter a mesma estratégia de Erechim. Procurar um ritmo de prova forte e seguro podendo crescer a partir da terceira especial (trecho cronometrado – acrescenta Juliano.


O navegador Rafael se mostra ansioso por competir em Itajaí.


- Estou ansioso por correr novamente no Mitsubishi Lancer Evo IX, vai ser a nossa segunda prova. Esperamos que tudo dê certo, pois em Erechim o carro estava muito bom. Será um rali curto, portanto não vai ser permitido erros ou problemas. Vamos tentar fazer o melhor possível para chegar numa boa colocação, se possível ganhar – frisa Rafael.


Depois do bom resultado conquistado em Erechim, o navegador enfatiza que o mais importante num campeonato em que a diferença de pontuação entre o primeiro colocado e o segundo, é apenas dois pontos, é a regularidade.


- Teremos que chegar em todas as provas, pois quem não chega é bastante prejudicado. Vamos ter que fazer nosso trabalho e chegando numa boa colocação seguimos bem no campeonato todo – explica Rafael.

Comente aqui