clicRBS
Nova busca - outros

Região

11 out16:48

Floriano Peixoto oferece educação infantil em escola do interior


O município de Floriano Peixoto recebeu a autorização do Conselho Estadual de Educação para o funcionamento da Educação Infantil na Escola Anita Garibaldi, localizada no interior do município. O educandário foi ampliado e agora possui novas salas de aula.


De acordo com a prefeitura, o município é o nono no ranking dos que mais investiram em educação entre 2006 e 2010. Só no ano passado, 33,63% de todo o orçamento teria sido destinado a esta área, totalizando um investimento de R$ 2.034.724,46.


O desafio para a Secretaria de Educação de Floriano Peixoto agora é ampliar a Educação Infantil a partir dos três anos. O projeto solicitando autorização será encaminhado e, em 2012 as crianças que completarem três ou quatro até 31 de março poderão ser matriculadas.


———————————————————————————————————–

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Floriano Peixoto


Comente aqui
06 out12:37

Sucessão na agricultura familiar é tema de debate em Ponte Preta


Ponte Preta discute a  sucessão na agricultura familiar nesta sexta-feira (7),  na comunidade Nossa Senhora do Rosário,  a 5 quilômetros do município. O objetivo do evento é debater, através de exposição, pronunciamentos e visita a uma propriedade, sobre o futuro da agricultura familiar.


De acordo com o gerente adjunto da Emater de Erechim, Paulo Trierveiler,  essa é uma das programações pioneiras no Rio Grande do Sul e a idéia é fazer com que o tema seja discutido por diversas lideranças.


- Temos que trazer essa discussão importantíssima como é a sucessão na agricultura familiar e tentar encaixar ela nos calendários e agendas dos prefeitos, secretários, vereadores, governos municipais, estaduais e federal. Além disso, é um tema que deve ser debatido entre as famílias que moram no campo – explicou


Para o prefeito de Ponte Preta, Luis Carlos Parise, o tema merece atenção especial, pois está ligado diretamente com o desenvolvimento não só do Alto Uruguai, mas também do Estado.


- A base da economia regional é agrícola e nós precisamos tratar desse tema com muito cuidado, até por que a agricultura familiar é responsável por 70% dos alimentos que vão à mesa do povo brasileiro e é geradora de 27% da economia gaúcha. Se o jovem não ficar no campo, que irá produzir alimento? – questiona Parise.


Segundo a organização, em torno de mil pessoas já confirmaram presença. Pessoas interessadas no evento devem procurar a Emater municipal para mais informações. A promoção é da prefeitura de Ponte Preta, Emater-RS, Fetag-RS, Via-Campesina, Fetraf-Sul, AMAU, Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo e Governo do RS.


—————————————————————————————-

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Ponte Preta

Comente aqui
02 out20:53

Sargento da BM de Áurea é agredido ao abordar motociclista

Rogerio Kerber | rogerio.kerber@rbstv.com.br


Um sargento da Brigada Militar de Áurea, foi agredido na noite de sábado por três homens. Foi por volta das 19h30min, quando o policial abordou um o condutor de um moto.


Ele circulava em alta velocidade e sem capacete. Ronaldo Moreno, também pilotava sem documentos. Ao perceber a abordagem, o irmão dele, Claudir José Moreno, e o empresário Ricardo Mostifaga, que estavam próximos ao local, teriam se juntado ao motociclista.


Os três passaram a agredir o sargento. Célio Kuiavinski levou vários socos, pontapés e cinco coronhadas na cabeça. Os três agressores foram presos em flagrante.


Eles foram encaminhados ao presídio estadual de Erechim ainda na madrugada de domingo. A prisão foi homologada pelo juiz de Gaurama. Célio é policial militar há 29 anos. Há três meses foi transferido para o município de Áurea. A arma do sargento ainda não foi localizada.


O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Gaurama. Segundo o advogado dos acusados, Érico Alves Neto, não houve tentativa de homicídio. A defesa afirmou ainda que o policial teria sido agredido apenas pelo piloto da moto e o irmão dele. O advogado já entrou com pedido de relaxamento da prisão.

20 comentários
28 set05:54

Floriano Peixoto finaliza processo de municipalização do licenciamento ambiental


Basta apenas a aprovação da Câmara de Vereadores de Floriano Peixoto para que o município a encaminhe a solicitação de autorização do Estado para oferecer os serviços de licenciamento ambiental, hoje feito pela Fepam. O processo está sendo finalizado em função de uma exigência legal que prevê o prazo de 31 de dezembro para que o município esteja autorizado a realizar os serviços.


- A partir daí, o Estado não fará mais o licenciamento, por isso é muito importante que o processo esteja concluído até esta data – diz o secretário de administração, José Mario Rigo.


A emissão da certidão negativa ambiental que a partir do ano que vem será exigida pelos bancos para liberação de financiamentos de custeio e investimento é um dos serviços que serão prestados pelo município. O serviço municipal de licenciamento ambiental também fará a fiscalização e a emissão das demais licenças.


- A partir do início do ano que vem a Fepam não irá mais fiscalizar e emitir licenças, e se o município não estiver apto também não poderá emitir os documentos. Ou seja, qualquer cidadão que for buscar um financiamento para colocar um empreendimento como aviário, chiqueiro ou fazer melhorias na lavoura não vai conseguir se habilitar se o serviço não estiver municipalizado – salienta Rigo.


O serviço

Os serviços de licenciamento ambiental fornecidos pela prefeitura deverão baratear os custos para os moradores. O projeto prevê uma redução de até 75% no valor das taxas. Na Fepam, o licenciamento de grande porte pode custar até R$ 90 mil. Com a municipalização dos serviços, a licença mais cara será no valor de R$ 4.250. Atualmente a emissão de uma licença pela Fepam pode demorar até seis meses. Se for emitida pela prefeitura, o prazo pode reduzir para 30 dias.


——————————————————————————————————-

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Floriano Peixoto


Comente aqui
21 set16:04

Viadutos organiza a 8ª edição dos jogos Rurais Sol a Sol


A Emater e a Prefeitura de Viadutos preparam a 8ª edição dos Jogos Rurais Sol a Sol, que tem o intuito de promover a integração e a confraternização das famílias rurais, através do esporte, recreação, conhecimento e troca de idéias, melhorando a saúde física e mental.


O evento está marcado para o dia 29 de outubro, na comunidade de Linha Alice, interior de Viadutos com abertura oficial às 8h30min. A partir das 13h30 inicia o desfile com a escolha da Garota Sol a Sol.


——————————————————————————————-

Fonte: Assessoria de Imprensa de Viadutos



Comente aqui
19 set08:29

Expocampinas deve movimentar cerca de R$ 6 milhões em negócios

Rogério Kerber | rogerio.kerber@rbstv.com.br

Até terça-feira, o público da região pode conferir as atrações da primeira Expocampinas, em Campinas do Sul. A feira deve movimentar cerca de seis milhões de reais em negócios.

Cento e oitenta expositores do município e da região participam da feira. O destaque é para o setor de máquinas e implementos agrícolas.

São esperadas 25 mil pessoas até terça-feira. Um dos setores mais procurados pelo público é o de calçados e confecções.

O público também pode conferir a gastronomia e o artesanato da região, mostra de gado leiteiro e de corte, shows e apresentações artísticas. A entrada é gratuita.

Comente aqui
03 set11:22

Gaúcho mantém fogo de chão há 50 anos

Marielise Ferreira| marielise.ferreira@zerohora.com.br



Danilo Webber, gaúcho de nascimento e coração, mantém há 50 anos um fogo de chão, sem nunca apagar. O galpão que cresceu ao redor do fogo abriga objetos e recordações que contam a história de uma vida e já se transformam em ponto de peregrinação para gaúchos de todos os costados, que passam por Erebango.

Quem vive na lida campeira é acostumado a madrugar para dar comida aos bichos e fazer as tarefas da casa. Mas na propriedade de Webber, a primeira preocupação é com o fogo. Antes mesmo do próprio café, o agricultor junta a lenha e vai dar de comer àquele que considera seu melhor amigo. Com passos largos caminha os poucos metros da casa em que mora com a mulher Aldira, 67 anos, e abre a porta do galpão que protege o fogo de chão, nascido há 50 anos.

“Amor antigo, um dom de deus”. Assim é que ele define sua relação com as labaredas. Desde menino Webber tinha atração pelo colorido vermelho e pelo calor produzido pelo fogo. Vivia tenteando uns gravetos e tirando faíscas de uma pedra, para ver as chamas cintilarem. Criado pelos irmãos depois da morte dos pais, ele herdou as terras em que a família vivia e foi ali, aos 19 anos, que criou o amigo que o acompanharia ao fim dos seus dias.

De namoro firme, ele acendeu um fogo na taquara para aquecer o revirado de feijão, enquanto ia desmanchando a casa velha do pai para levantar ali o seu ninho, local em que pretendia levar a esposa a morar assim que casasse. Era dia de Nossa Senhora Aparecida, 12 de outubro e o agricultor viu no fogo um sentido especial, como se fosse dedicado à sua santa. Decidiu naquela hora, que não deixaria mais o fogo morrer. E assim fez.

Já são 50 anos e o fogo continua ali, fiel. A vida correu ao redor do fogo de chão, muita coisa aconteceu. Para dar conforto, um galpão feito com costaneira de árvores foi construído ao seu redor. Para alertar a quem queira ter um fogo assim em sua casa, Webber alerta que nem tudo é um mar de rosas nesta relação. O fogo também representa um risco.

Uma noite, na década de 80, o fogo sentiu muita fome e queimou o galpão. A família acordou na madrugada e fez de tudo para apagar.

- Não é que daquelas ruínas, só ficou o fogo do velho? conta dona Aldira, que nem sempre compactua – talvez por ciúme- com o amor dedicado do marido.

Meio conta a vontade da família, ele insistiu na amizade. Protegeu as brasas por uns dias, seguiu alimentando o fogo e reconstruiu o galpão ao redor dele.

Quando a dificuldade financeira bateu à porta dos Webber, e ele precisou trabalhar como tarefeiro, ficando vários dias fora de casa, ele teve no fogo seu maior apoio. Com medo que se apagasse, ele levava numa panela de ferro as brasas vivas para a lavoura. Armava acampamento e passava os dias trabalhando e usando o fogo para esquentar o chimarrão, fazer café e o carreteiro do almoço.


PONTO DE PARADA PARA TRADICIONALISTAS


Ao longo destes anos, a história de Webber se espalhou. Considerado ponto turístico da cidade, o fogo de chão passou a receber visitas de comitivas de CTGs, virou ponto de parada das cavalgadas ao Cemitério dos Combates e virou tema de pesquisa para alunos de escolas da região na época farroupilha.

- É no alpendre, junto às cinzas do borralho, teto galvanizado pelo picumã, que Danilo Weber faz as honras da casa_ narra o tradicionalista Dari Schaffer, que se rendeu ao jeito simples e campeiro de ser do gaúcho.

Sentado em um banquinho de couro, ao pé do fogo, ele ceva o mate e entre uma e outra baforada do seu cigarro de palheiro, proseia com o fogo. Conta causos, reparte angústias e dá boas risadas. Se transforma em poesia pura, quando os primeiros raios do dia invadem o galpãozinho, contrastando com o brilho quente do fogo. Acima das labaredas, a velha chaleira pendurada por correntes e ferro e outros utensílios se transformaram em esculturas moldadas pela picumã, acumulada ao longo dos anos. Até para se desfazer das cinzas o gaúcho fica sentido, e uma montanha delas, maior que o próprio dono, já se acumula no quintal, endurecida pelo tempo.

O lugar pitoresco já atraiu visitantes e gente que celebrou ali seus votos. Noivados, casamentos e até batizados já foram assistidos pelo fogo de chão.

- Hoje os filhos dos filhos deles vem aqui matear comigo, e a porteira está sempre aberta_convida Webber.

As paredes do galpão são forradas de memórias, utensílios usados pelo pai, botas velhas, recordações de visitantes, cartas de amigos conquistados de longe, emolduradas em quadros. Até as caveiras de Gaúcho e Diamante, dois bois de canga que o ajudavam a puxar lenha do mato estão por ali fazendo lembrar um pouco da vida do homem que tirou da terra o sustento e criou sete filhos.

Então surge poderosa, a dúvida. Como vai ser, quando o Webber for chamado pelo grande Patrão da querência?

- Quando deus vier me buscar, eu morreria feliz se soubesse que alguém assumiria de cuidar do fogo como eu, de dar de comer a ele.

6 comentários
01 set15:33

Floriano Peixoto calcula prejuízos provocados pelo temporal


Com boa parte do município atingida pelo granizo da madrugada de segunda- feira e pelo temporal do dia seguinte, o prefeito de Floriano Peixoto, Vilson Babicz, decretou situação de emergência nesta quarta- feira ( 31). O mau tempo provocou prejuízos na agricultura e produção de leite, destelhou e perfurou telhados de casas no meio rural e na sede do município e deixou praticamente intransitáveis 200 quilômetros de estradas, por causa do alagamento e dos danos em pontes e pontilhões.



Até quarta pela manhã, uma parte dos moradores do município ficou isolada por causa da enchente no rio do Peixe. Na terça- feira, as aulas foram suspensas. Na sede do município, casas foram destelhadas e parte da cobertura do Ginásio de Esportes foi danificada pela chuva de granizo. Moradores já encaminharam à prefeitura o pedido de mais de mil telhas para consertar os estragos.


O prefeito Vilson Babicz disse que os prejuízos tem sido recorrentes em função do mau tempo.


- O município tem sofrido com as enxurradas e temos dificuldade para trabalhar. Nos últimos três meses, por causa do mau tempo, conseguimos trabalhar apenas 20 dias na conservação das estradas e no auxílio aos agricultores através da Patrulha Agrícola –  diz.


————————————————————————————————-

Fonte: Assessoria de Comunicação da  Prefeitura de Floriano Peixoto

Comente aqui
23 ago19:18

Perseguição termina em prisão de dois homens em Viadutos


Dois homens foram presos nesta tarde em Viadutos, por assaltar uma casa no interior do município. Segundo a polícia, os irmãos Luciano Brovesting, de 29 anos e Osmar Brovesting, de 41 anos teriam arrombado uma casa na Linha Barbará.


A Brigada Militar e a Polícia Civil foram chamadas e os dois fugiram em um carro. Houve perseguição até a cidade de Gaurama, onde a dupla foi presa. Com eles, foram encontrados uma televisão, uma motosserra e alimentos.  Conforme a polícia, eles tinham diversas passagens pela polícia e foram encaminhados ao Presídio Estadual de Erechim.


Comente aqui
18 ago15:44

Viadutos ultrapassa meta de vacinação contra a poliomielite


Viadutos conseguiu vacinar contra poliomielite   300 crianças com idade menos de cinco anos . De acordo com a responsável pela sala de vacinas da UBS do município, Maria Ana Maito,  a meta era imunizar 95% deste percentual, mas ela foi ultrapassada com a imunização de 97% das crianças.


A Unidade Básica de Saúde Dr. Ernani Bender ficou aberta durante todo o sábado para receber as crianças que foram surpreendidas com as enfermeiras e técnicas vestidas de palhaço, Zé Gotinha e outros personagens infantis. Algumas equipes volantes ainda percorreram o interior do município imunizando as crianças.


————————————————–

Fonte: Assessoria da Prefeitura de Viadutos

Comente aqui