Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Wilson Paim: estreando aos 30!

29 de agosto de 2014 0

 

Crédito: Wilson Eduardo

Crédito: Wilson Eduardo

Confesso que esta chamou a atenção deste jornalista. Depois de mais de 30 anos de carreira, Wilson Paim lança o seu primeiro clipe! Pois é, o primeiro…

Razão e Coração (assista no blog da coluna), foi gravado em fazenda em Arroio do Sal, no Litoral Norte e também dará nome ao novo disco.

- Acredito que agora é um ótimo momento para me dedicar a este tipo de divulgação. Nos anos anteriores, me concentrei no lançamento de dois DVDs e dos CDs de carreira. Ao mesmo tempo, estou em plena produção, gravando três novos CDs em parcerias com três poetas (Edson Luís, Otávio Reichert e José Luiz Casarin) – adianta Wilson.

Abaixo, confira o clipe:

Luan Santana faz surpresa para fãs em show

27 de agosto de 2014 10

 

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Por si só, o show de Luan Santana já provoca um verdadeiro alvoroço nas fãs. Agora, o cantor resolveu dar uma provocada ainda maior nas gurias. Em um show em Bauru, no Interior de São Paulo, ele resolveu aparecer atrás das cortinas, como mostra o vídeo divulgado por Luan em seu facebook, nesta quarta-feira.  O sertanejo contou com a ajuda de sua equipe para aparecer no palco, por trás das cortinas, com uma hora de antecedência. O vídeo faz parte da série Uma volta nos bastidores -Luan Santana, que vem trazendo aos fãs momentos e imagens do cantor se preparando para as apresentações por todo o Brasil. Atualmente, Luan percorre o país com a turnê Nosso Tempo é Hoje.

Abaixo, confira o vídeo.

 

 

Sambô lança novo CD com versão de Beatles

27 de agosto de 2014 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Depois do estrondoso sucesso dos dois primeiros discos, quando mostrou ao país um som diferente, que transformava para samba músicas de todos os ritmos, o Sambô anuncia o novo CD. Com 16 faixas, todas releituras, que seguem na mesma linha dos anteriores, o disco traz como destaques duas versões que prometem ser curiosas: Don’t let me down” dos Beatles e Passe em Casa, dos Tribalistas, e conta com as participações especiais de Fernando Anitelli, do Teatro Mágico, e do Trio Preto.

- Escolhemos o repertório a dedo, músicas que sempre quisemos gravar e com as misturas que curtimos, têm rock, samba, baião, mpb, reggae…gostamos muito do resultado- afirma San, vocalista do grupo. .

 

Lançamentos da semana- Tchê Garotos, César Menotti & Fabiano e Clareou

26 de agosto de 2014 0

A partir de hoje, o blog traz mais uma novidades aos ávidos fãs de lançamentos musicais. Em um meio que se movimenta com uma velocidade impressionante, os lançamentos, sejam no formato físico ou digital, não ficam para trás. Por isso, semanalmente, traremos pelo menos três opções de novidades, com uma pequena crítica e uma avaliação. A ideia, claro, é que a galera participe, critique, dê sugestões, enfim, que saiba que o espaço é seu!. Na estreia, os novos discos do Tchê Garotos, César Menotti & Fabiano e Clareou.

 

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Um bom de samba de roda, nada além disso. Essa é a melhor definição para o novo disco do grupo Clareou, Tudo de Bom (R$ 20, preço médio). O grupo, que tem Xande de Pilares como padrinho e influência, faz um bom samba, mas não vai muito além do usual dentre tantos grupos de pagode no país. Gravado ao vivo, no Olimpo, em São Paulo, o disco se perde um pouco quanto à sua identidade: em horas, parece mais um pagode romântico, como na canção Só Penso No Lar. Outras, cai no samba, como na faixa Barulhaê /Parei na Quebrada, com participação do Revelação, ainda com Xande nos vocais.

Cotação: 3

Crédito: Divulgação/ Som Livre

Crédito: Divulgação/ Som Livre

Com Memórias Anos 80 & 90 (R$ 24, preço médio), a dupla César Menotti & Fabiano acertam na mão ao trazer canções que nunca saem da moda. Principalmente, para a galera que curte sertanejo e considera as duas décadas como fundamentais para o gênero O disco é duplo, traz 28 canções, com sucessos como São Tantas Coisas, Pedaço da Minha Vida, Ainda Ontem Chorei de Saudade e no Rancho Fundo. Repertório bem escolhido, ok, mas o vocal de César Menotti, na opinião deste jornalista, deixa a desejar.

Cotação: 2 

 

Crédito: Som Livre/ Divulgação

Crédito: Som Livre/ Divulgação

O primeiro disco do Tchê Garotos sem Sandro Coelho no palco – agora, ele segue carreira solo, mas ainda é sócio do grupo e assina a produção e direção do musical do CD- tem ares de superprodução. Ao Vivo em Curitiba (R$ 18, preço médio), pouco lembra do grupo que estourou no começo dos anos 200, no auge da polêmica entre os tradicionalistas e o povo da tchê musica, que tinha o Tchê entre os seus principais representantes. Pois o principal mérito do Tchê neste tempo todo foi, aos poucos, tirar uma certa distância da tchê music, um fenômeno muito regional, e começar a adaptar seu som para o que hoje rola no resto do Brasil: uma espécie de sertanejo dançante, com algumas letras mais picantes (dá cachaça pra ela, que ela bebe e fica louca. Depois, perde o seu juízo..) diz a letra de Bebe e Fica Louca, mas cada vez mais longe de uma música feita no Rio Grande do Sul. Ponto positivo para as composições de Sandrinho, como Cachorro Perigoso e Fazendo Coisa Boa, que movimentam o CD. O ponto negativo é a falta do próprio Sandrinho. Mateus Menin é bom vocalista, mas Sandrinho deve estar deixando saudades nos fãs.

Cotação: 3

 

 

 

Um encontro de uma fã com um ídolo!

26 de agosto de 2014 0

 

Crédito: Adriana Franciosi

Crédito: Adriana Franciosi

Um encontro de uma fã com um ídolo, muitos anos depois. Assim pode ser definida a atual formação da Pondera, junta há cerca de um ano e meio. A vocalista, Priscila Rosa, 30 anos, natural de Gravataí, que fundou a banda em 2002, ao lado do amigo Claudio (que está de saída da banda), tinha todos os discos da Rosa Tattooada, uma de suas principais referências. Por sua vez, Beat Barea, 43 anos, que por anos foi baterista do grupo, há cerca de cinco deixou as baquetas do Rosa. Foi a senha para esse encontro inesperado:

- Então, passei a fazer trabalhos como músico de apoio para outras bandas. A Priscila soube que eu estava no mercado e me convidou. Foi um prazer. Tenho uma boa trajetória na música, então, sei que a química de relacionamento entre as pessoas tem que ser a melhor. E os ensaios com a Pondera são muitos bons, a relação é ótima, dá prazer- afirma Barea, 43 anos.

- Foi um encontro de fã com ídolo. A Rosa me marcou demais. Tinha todos os discos até o Barea sair (risos) - completa a guria, 30 anos, que também é guitarrista da banda.

No começo, Axl era inspiração total para Priscila

Mas bem antes disso, nos anos 90, na infância, Priscila, de tão apaixonada por outro grupo, o Guns N’ Roses, começava a ter um sonho de formar uma banda. A paixão pela música, e pelo grupo liderado por Axl Rose, era tão grande que ela chegou a ter uma banda cover quando estudava no colégio Áurea Celi Barbosa, em Gravataí:

- Chegamos a participar de um show de novos talentos na época, interpretando músicas do Guns. Eu comecei a compor, ali começou a surgir a vontade de ter uma banda de rock. No começo, até era um pouco mais hard rock – relembra Priscila.

Hoje, com a Pondera já estruturada, eles preparam o lançamento do primeiro disco, que deve acontecer em março do ano que vem. No repertório, canções autorais como A Mais de 100, As Cartas, Você Também Vai Aprender, cujo clipe já foi gravado, com locações em Porto Alegre e em Mostardas e Eu Já Vendi Minha Alma, que também teve clipe, com participação especial de Duda Calvin, vocalista da Tequila Baby.
-  Além destas, tivemos a autorização do Humberto Gessinger para gravar uma versão de Ando Só, dos Engenheiros do Hawaii, que também estará no próximo disco – adianta Priscila.

Ainda integra a Pondera Juliano Guterres, 33 anos (guitarrista).

Pitaco de quem entende

Claus, da dupla com Vanessa, fala sobre o som da Pondera

- Achei o som da Pondera bem elaborado, um rock bem feito, com uma pegada de Tequila Baby. No momento que vivemos, meio funk e sertanejo, é importante o trabalho de bandas como a Pondera, pois o rock nunca morre, assim como o pop. Esses dois gêneros, aliás, sempre foram as referências musicas da juventude dos anos 80 e 90.
l Para falar com a Pondera, ligue para 9267-5763.
l Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas em MP3 e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.

l Abaixo, ouça um trecho de Você Também Vai Aprender.

Joca Martins lança música em homenagem ao mês farroupilha

25 de agosto de 2014 0

 

Crédito: Petter Campagna/ Divulgação

Crédito: Petter Campagna/ Divulgação

Vem chegando o mês da Revolução Farroupilha, época em que a gauchada grita a plenos pulmões seu amor pelos pagos. Pois o período também é um dos mais importantes para o povo da música nativista, que lota a agenda durante todo o mês. Para homenagear a época, Joca Martins lança a canção A Guerra que Não Perdemos, em homenagem ao povo gaúcho e a Semana Farroupilha.  A canção é uma parceria do cantor com o irmão Negrinho Martins e composição de Rodrigo Bauer, de São Borja.

- A música fala da construção da identidade gaúcha e do jeito que o povo Rio-grandense vive e enaltece o seu chão- afirma Joca.

Para a gravação, Joca escolheu um estúdio repleto de história e de tradição gaúcha. Na chácara do gaiteiro Gildinho, líder do conjunto Os Monarcas, em Erechim (RS), o cantor encontrou um belo estúdio e a típica hospitalidade do povo gaúcho.

- A hospitalidade gaúcha está estampada no mestre Gildinho. E foi em um clima de muita amizade e de boas-vindas que captamos, no estúdio d´Os Monarcas, ´A guerra que não perdemos- explica.

Ouça abaixo a canção de Joca:

——————-
INFORMAÇÕES DE APOIO:
Nome da música: A guerra que não perdemos
Letra: Rodrigo Bauer
Música: Joca Martins / Negrinho Martins
Foto: Petter Campagna (Para divulgação / Em anexo)
——————-

Anitta ousa no visual na Festa do Peão de Barretos

24 de agosto de 2014 0
Crédito: Leo Franco/ AgNews/ Divulgação

Crédito: Leo Franco/ AgNews/ Divulgação

Foi com o visual da foto acima, usando um shortinho bem curto, com barriga de fora, top e meia-calça que Anitta agitou a terceira noite da 59ª festa do Peão de Barretos, realizada no interior de São Paulo.  Anita fez um show para um público pra lá de diferente, afinal, o público do evento é, ou era, predominantemente sertanejo. Além do show diferente, digamos, a morena comemorou, em uma rede social, uma marca importante: em menos de um mês, o clipe da canção Na atida passou das cinco milhões de visualizações.

 

 

Até na tevê, Thiaguinho é o cara!

22 de agosto de 2014 0
Crédito: André Bittencourt? Divulgação

Crédito: André Bittencourt/ Divulgação

 

Crédito: André Bittencourt/ Divulgação

Crédito: André Bittencourt/ Divulgação

 

Crédito: André Bittencourt/ Divulgação

Crédito: André Bittencourt/ Divulgação

Não bastasse o sucesso nos palcos, que só aumentou depois da saída do Exaltasamba, na vida pessoal_ ele já anunciou o casamento com a bela Fernanda Souza para 2015, Thiaguinho ainda se transforma em sucesso na telinha. No ar todas as terças-feiras, como apresentador do Música Boa Ao Vivo, no Multishow, o cantor parece uma espécie de Rei Midas, personagem da mitologia grega, que transformava tudo que tocava em ouro.
Claro que o sucesso de um programa em um canal do tamanho do Multishow não se dá somente pelo apresentador. A ideia de juntar gente tão diferente, como Arlindo Cruz, Anderson, do Molejo, e o grupo Aviões do Forró, como na edição desta semana, é excelente. Independente do gosto, eles são referência em suas respectivas áreas. Na opinião do próprio cantor, em um papo exclusivo com a coluna, a diversidade é um dos segredos.
- A diversidade mora em mim. Estou totalmente à vontade para receber as pessoas que quiserem cantar comigo. Música boa é a que faz bem para a gente – afirma o cantor.

Ele tem a manha

Mas, obviamente, Thiaguinho deu o quê a mais, com a simpatia e simplicidade de apresentador, sem muita frescura com os convidados e ainda extremamente entrosado, por lidar com gente do seu mundo. De lambuja, ele manda muito bem quando divide o palco com seus convivas. No fim da entrevista, mostrando sua completa diversidade, ele revela quais são seus favoritos nos próximos programas, para dividir o palco:

- Quero que estejam comigo Djavan, Jorge Vercillo, Milionário & José Rico, Marisa Monte.. Ih, muita gente!-  afirma.

Na próxima terça, a coluna descobriu que a salada musical terá os grupos Bom Gosto, Os Travessos e o cantor e ator Serjão Loroza.

 

Ecad divulga lista de canções mais tocadas e regravadas de Raul Seixas

20 de agosto de 2014 0
Crédito: Dulce Helfer/ Divulgação

Crédito: Dulce Helfer/ Divulgação

Nesta quinta-feira, 21 de agosto, o Brasil lembra os 25 anos sem um dos maiores gênios do rock nacional, que mudou a música brasileira: Raul Seixas. Pois o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) preparou um levantamento inédito sobre sua obra. Primeiro, são as obras de Raul mais executadas de Raul nos últimos anos, em rádios, shows, casas de festas, música ao vivo e casas de diversão. Neste item, Maluco Beleza, Tente Outra Vez e Metamorfose Ambulante aparecem como as músicas mais tocadas.  A segunda lista traz as dez obras do artista que mais foram regravadas até hoje.  Medo da chuva, Gita e Se Ainda Existe Amor lideram o ranking das mais regravadas. Raul Seixas tem, no total, 299 obras e 322 fonogramas cadastrados no banco de dados do Ecad.

As dez obras mais executadas de Raul Seixas nos últimos cinco anos:
Segmentos: Casas de Diversão, Casas de Festas, Música ao Vivo, Rádios e Shows

1 – Maluco beleza (Claudio Roberto/Raul Seixas)
2 – Tente outra vez (Paulo Coelho/Marcelo Motta/Raul Seixas)
3 – Metamorfose ambulante (Raul Seixas)
4 – Aluga-se (Claudio Roberto/Raul Seixas)
5 – Gita (Paulo Coelho/Raul Seixas)
6 – Medo da chuva (Paulo Coelho/Raul Seixas)
7 – Cowboy fora-da-lei (Claudio Roberto/Raul Seixas)
8 – O carimbador maluco (Raul Seixas)
9 – Eu nasci há dez mil anos atrás (Paulo Coelho/Raul Seixas)
10 – Ainda queima a esperança (Mauro Motta/Raul Seixas)

As dez obras mais regravadas de Raul Seixas:

1 – Medo da chuva
2 – Gita
3 – Se Ainda Existe Amor
4 – Maluco Beleza

5 – Metamorfose ambulante

6 – Ainda queima a esperança
7 – Tente outra vez
8 – Como vovó já dizia
9 – O trem das setembro
10 – Cowboy fora-da-lei

Juliano Cortuah faz parceria com Brian Mcknight, um dos recordistas em Grammys

19 de agosto de 2014 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Gaúcho de destaque no mundo da música, Juliano Cortuah anda pra lá de atarefado. Cortuah, que já trabalhou com nomes como Roberto Carlos e compôs para ídolos como Justin Timberlake, está produzindo a nova música da cantora Tânia Mara. Seria Tão Fácil/ So Easy, foi produzida a três mãos- além de Juliana e Tânia, quem também entrou na função foi Brian Mcknight, cantor, compositor e  produtor musical norte-americano, que já teve 16 indicações ao Grammy.

Além da parceria com Tânia, o gaúcho compôs, ainda, mais duas canções com Mcknight.

- Em pouco mais de três horas, compomos Into my Life e um reggae pop, intitulado I Don’t Wanna Never Say Goodbye. E ele disse que gostou tanto desta faixa que a cantará em seu próximo show-  revelou Juliano, com exclusividade ao Escuta Essa.