Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Natiruts lota Opinião e anuncia gravação de DVD com clássicos do gênero

19 de dezembro de 2014 0
Crédito: José Augusto Barros

Crédito: José Augusto Barros

Na noite desta quinta-feira, o Natiruts deu uma aula de reggae e mostrou porque consegue consegue se manter no topo da pirâmide do reggae desde que surgiu, em 1996, com o hit Liberdade Pra Dentro da Cabeça. Ok, os fãs do reggae roots lamentam que as canções de protesto, e mais regueiras, não são mais tão contempladas como antigamente, mas é necessário reconhecer que Alexandre Carlo, o cabeça da coisa, sobreviveu à mudança de rumos da música brasileira- nos anos 90, o reggae era bem mais forte que hoje em dia. POr vezes, o show estava “pegado” demais para um espetáculo de reggae. Porém, na finaleira, a essência regueira do grupo acabou aparecendo. Mesclando as canções mais pop, como Super Nova e Supernova, lembrando Luiz Melodia, em Pérola Negra, até chegar nas clássicas Liberdade Pra Dentro da Cabeça e Deixa o Menino Jogar. Alexandre ainda anunciou a participação de dois gaúchos, Armandinho e a banda Chimarruts, na gravação de um DVD de clássicos do reggae, em janeiro, em Salvador.

Dos gramados para os palcos, ele garimpa talentos no funk

19 de dezembro de 2014 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Aos 25 anos, Giovane Silveira Terragno, conhecido como Giovane Azenha, desponta como um dos grandes reveladores de funkeiros de sucesso do Rio Grande do Sul. Ao lado de Markinhos JK, seu sócio na produtora Nível A, o cara garimpou jovens talentos como os MCs Negão e Djhowdjhow, enquanto o parceiro descobriu os fenômenos Loos e Felipinho.
Mas quem acompanha esse cara sempre com os funkeiros, ligado em tudo, preocupado com os estudos dos músicos mais novos e com a postura de todos, não imagina que o futebol perdeu um projeto de craque. Giovane jogou nas categorias de base do Grêmio dos nove aos 16 anos, chegando aos juniores. Atuou ao lado de nomes como Anderson Pico, hoje no Flamengo e de um dos grandes craques dos últimos anos no Tricolor, o meia Anderson, hoje no Manchester United, da Inglaterra.
_ Na época, o Grêmio me liberou para procurar outro time. Como eu gostava de pagode e já tinha conhecimento, promovi minha primeira festa, com 16 anos, em um bar que existia no Bairro Santana. A festa lotou e eu vi que tinha jeito para a coisa. Mas ainda segui jogando, atuei na Ponte Preta, no Figueirense e no Juventude…- relembra Giovane.

Se for mal, tem show cancelado
Com 20 anos, ele largou de vez a bola e passou a se dedicar somente aos eventos e a garimpar talentos no funk.

- Eu descobri o MC Negão quando ele tinha oito anos, era magrinho, mas já fazia música. Passei dois meses correndo atrás, fazendo produção, levando a música dele para as rádios. Mas estamos colhendo o resultado, aos poucos. Os dois clipes do Negão (Vai Chover Nota de 100 e Beijo Logo), já ultrapassaram os 500 mil acessos - comemora o cara.
Consciente da responsabilidade que tem em cuidar da carreira de Negão, 11 anos, e Djhowdjhow, 13, Giovane dá a dica:

- Como ele é criança, eu aconselho: em primeiro lugar, os estudos. Ele é ídolo da gurizada. E se tira nota ruim em alguma disciplina ou roda, eu cancelo algum show dele, que é o que ele mais gosta de fazer - revela o produtor e ex-jogador.

Claus e Vanessa lançam novo DVD

18 de dezembro de 2014 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

O novo DVD de Claus & Vanessa, Luz, já está nas lojas e promete ser um dos ótimos lançamentos do fim de 2014 e início de 2015. Gravado ao vivo no NY 72, em Porto Alegre, em 2013, o disco é aquela mescla na qual a dupla é especialista: pop e reggae, com aquele estilo praiano clássico. Entre as apostas, O Som do Mar e Me Leva Embora, no qual Claus solta a voz. Um parceiro antigo da dupla, Juliano Cortuah, dá as caras em Fazer Amor. O show de lançamento deve rolar depois do verão.

Elza celebra o mito - e amigo - Lupicínio Rodrigues

17 de dezembro de 2014 0
Crédito: Adriana Franciosi

Crédito: Adriana Franciosi

Homenageando um mito gaúcho, e um dos maiores nomes da história da música brasileira, Elza Soares até parecia mais uma fã de Lupicínio Rodrigues, cujo centenário é celebrado em 2014. Desde domingo, quando fez um show aberto ao público, em Canoas, ela tem encantado os gaúchos com suas interpretações no show Elza Soares Canta e Chora Lupicínio. Elza, de uma extrema simpatia, conversou longamente com jornalistas na tarde de segunda-feira, no Theatro São Pedro, onde fez um show na noite desta terça-feira e faz outro nesta quarta-feira, ambos com ingressos esgotados. No bate-papo, se mostrou impressionada com a diversidade de público que foi ao show em Canoas.

- Vi muita gente mais nova, alguns mais velhos. Eu dialogo com todos os públicos. E acho fundamental cantar Lupicínio, explicar sua importância para os mais novos. Sinceramente, eu não vejo nenhum sucessor para ele na música brasileira. Talvez, o Jamelão (1913-2008). E aliás, Jamelão também era um intérprete de sua obra - afirmou a diva.
Emocionada, Elza, 77 anos, discorreu longamente sobre sua convivência com Lupi, que começou nos anos 60. O compositor gaúcho deu para a cantora o primeiro sucesso de sua carreira, a clássica Se Acaso Você Chegasse, gravada por ela em 1960, tornando-a popular em todo o país.

Tatuagem e vergonha do dia em que conheceu o amigo

Elza revelou que decidiu montar um show para Lupi “um grande amigo, daqueles que não tem como esquecer”, quando se recuperava da terceira cirurgia na coluna e também de uma separação - em 2012, ela terminou o casamento com empresário Bruno Lucide, 46 anos mais novo. O show, que estreou em maio no Rio e em São Paulo, deve virar um DVD, ainda sem data de lançamento prevista. Depois de Se Acaso Você Chegasse, Elza conheceu o sucesso com outros hits do mestre, como Cadeira Vazia, e a chance de se mudar do barraco onde vivia com os filhos para uma casa. Em agradecimento ao amigo, tatuou em um dos ombros uma rosa em memória ao dia em que o conheceu.

- Foi uma vergonha. Em uma noite, fui cantar na boate, no Rio de Janeiro. E lá estava ele, sentado, me olhando. Fiquei sem saber o que fazer, ele tinha rosas belíssimas. Ele veio e me deu as rosas, disse que era “uma rosa para outra rosa” e falou: “Sei que você se chama Elza Soares, e esse sucesso que você está fazendo fui eu quem deu para você”. “Que sucesso?”. Ele respondeu: “Se Acaso Você Chegasse. Meu nome é Lupicínio Rodrigues”. “Seu Lupicínio, eu adoro rosas! Pelo amor de Deus, quando eu terminar de cantar, quero conversar com o senhor”- relembrou a cantora.

 

Lançamentos da semana- Beth Carvalho, Pink Floyd e Malhação

16 de dezembro de 2014 1

beth mais

Gravado em um grande show ao vivo, gratuito, no Parque Madureira, no Rio de Janeiro, em março de 2014, o CD e DVD Beth Carvalho_ Ao Vivo no Parque Madureira é um baita lançamento de fim de ano. A Madrinha do Samba, como Beth é conhecida, recuperada de uma cirurgia na coluna, desfila um repertório de sucessos de sua carreira, trazendo como convidado especial um dos seus afilhados, Zeca Pagodinho, além de Lu Carvalho. O repertório, com clássicos como Camarão Que a Onda Leva, composição de Zeca, Arlindo Cruz e Beto Sem Braço, Colabora, de Serginho Meriti e Estranhou, de Moaycr Luz, não precisa de maiores apresentações ou definições. Beth preserva a sua voz inigualável, a interpretação leve e brinda os fãs com um dos melhores discos do ano.

Cotação: 5

 

pink floyd

Depois de 20 anos sem lançar um disco de inéditas, o Pink Floyd traz o aguardado The Endless River.  O disco é, basicamente, uma compilação de músicas antigas, mas inéditas, com novos arranjos. Apesar de o título “o rio sem fim” sugerir o infinito, deverá ser o último álbum da banda. O anúncio foi dado pelo guitarrista David Gilmour, 68 anos, responsável pelo projeto ao lado do baterista Nick Mason. Concebido como uma homenagem ao tecladista Rick Wright, que morreu de câncer em 2008, o álbum tem como base as faixas descartadas de The Division Bell. Pelo visto, e pelas críticas na internet, o disco dividiu opiniões. Se por um lado não deve atrair novos fãs, pois nenhuma faixa tem potencial de novo hit, por outro traz várias faixas que fazem o ouvinte “viajar”, no velho estilo Pink Floyd, como Calling e Louder Than Words.

Cotação: 4

capa

Diversidade. Essa é a melhor definição para a trilha sonora da atual temporada de Malhação (R$ , preço médio). Em uma época de mescla de sons, em que a gurizada ouve de tudo, o disco traz 19 faixas que contemplam todos os ritmos. E bem escolhidas, diga-se de passagem. Tem sertanejo (Luan Santana, em Tudo que Você Quiser), pop (Maria Gadú, em Quase Sem Querer), funk (Anitta, em Quem Sabe), samba (Zeca Pagodinho e Diogo Nogueira, com Quem Vai Chorar Sou Eu), reggae (Natiruts, com Quero Ser Feliz Também) e hip hop (Emicida, com Levanta e Anda).

Cotação: 3,5

Stones fazem show em Porto Alegre, em novembro de 2015

15 de dezembro de 2014 1

Agora, parece que vai! A coluna do jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, cravou as datas e, finalmente, os Rolling Stones farão seu primeiro show em Porto Alegre. A função rola no dia 10 de novembro de 2015, em local ainda não divulgado.  No dia 14, o show rola no Rio de Janeiro, no Maracanã. Nos dias 18 e 20, em São Paulo. Haveria ainda um quinto concerto dos roqueiros sendo disputado por Recife e Belo Horizonte.

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Maria Rita e Elza Soares, duas das atrações do findi em Porto Alegre!

12 de dezembro de 2014 0
Crédito: Monalisa Marques/ Divulgação

Crédito: Monalisa Marques/ Divulgação

O fim de semana de atrações bem bacanas, e gratuitas, promete agitar o povo de Porto Alegre e da Região Metropolitana. No domingo, às 20h, Maria Rita surge no tradicional Concerto Comunitário de Natal, no Parcão. A apresentação rola com a Orquestra Unisinos Anchieta. Ela subirá ao palco acompanhada pelo pianista Tiago Costa, interpretando clássicos como Águas de Março e Não Deixe o Samba Morrer.  A queima de fogos, realizada em todas as edições, marcará o encerramento do evento. Em caso de chuva, a atividade será transferida para segunda-feira, nos mesmos horário e local.

Crédito: Rafael Berlezi/ Divulgação

Crédito: Rafael Berlezi/ Divulgação

Elza Soares e seu vozeirão são as atrações do Natal da Transformação de Canoas, neste domingo, às 20h. Tudo ocorre no Parque Getúlio Vargas, conhecido como o Capão do Corvo , na rua Dona Rafaela, 700. Cantora e compositora de samba, bossa nova, MPB e outros ritmos, Elza apresenta, além de músicas natalinas, um repertório para celebrar o centenário de nascimento de Lupicínio Rodrigues, com obras de Carnaval e clássicos de Lupi.

 

 

Anitta lança clipe em ritmo de dança de salão com MC Guimê

11 de dezembro de 2014 0
Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

O novo clipe de Anitta, Ritmo Perfeiro, o primeiro após sua briga com o antigo escritório, a K2L, promete surpreender os fãs. A nova música de trabalho de seu segundo álbum, traz a cantroa em cenas no estilo “gente como a gente”, pegando ônibus para chegar a uma danceteria, onde canta, dança e sensualiza com um dançarino. Na última cena, Anitta volta ao camarim e se encontra de surpresa com um misterioso MC Guimê, indicando que haverá uma continuação para a história. Com roteiro assinado pela própria cantora e direção de Alex Miranda (Capital Inicial e Fresno), as gravações foram realizadas em novembro, na casa Estudantina Musical, no centro do Rio de Janeiro, famoso ponto de encontro dos praticantes de dança de salão.

Abaixo, assista ao clipe:

César e Rogério homenageiam mestres da música gaúcha

10 de dezembro de 2014 0
Crédito: José Augusto Barros

Crédito: José Augusto Barros

Uma das duplas mais prestigiadas da música gaúcha, indicada ao Grammy Latino, em 2013, César & Oliveira e Rogério Melo lotaram o Teatro do Sesc, no Centro de Porto Alegre, na noite desta terça-feira. Por conta do lançamento do disco Cancioneiro do Rio Grande do Sul _ Vol. 1, o 13º CD da carreira da dupla, os gaudério cantaram para uma empolgada plateia de fãs e convidados e ressaltaram a importância de cultuar as tradições gaúchas e sempre lembrá-las, principalmente aos mais jovens.

- Foi o resultado de um sonho de 10 anos. Esses compositores que regravamos são referência no imaginário da música gaúcha. Mantivemos os arranjos originais das canções, para que as novas gerações conheçam a importância de gente como Telmo de Lima Freitas e Honeyde e Adelar Bertussi. E claro, de Paixão Côrtes e Barbosa Lessa. Bom, para estes, o Movimento Tradicionalista Gaúcho deve muito, são importantíssimos- ressaltou César.

Durante a noite, a dupla divertiu a plateia, com muito bom humor e brincadeira, entre uma música e outra. Além das 16 faixas que estão no disco, que resgata clássicos da música gaúcha, os músicos fizeram um mix de sucessos da carreira, como Os Loco Lá da Fronteira e Apaysanado. Ainda no show, este que vos escreve e o Diário Gaúcho foram homenageados pela contribuição dada para a divulgação da cultura gaúcha.

 

 

Machado & Marcelo do Tchê lança CD em evento beneficente

07 de dezembro de 2014 0

marcelo

                                                                                                                                   Crédito: Petter Campagna/ Divulgação

Em uma bela iniciativa, Machado & Marcelo do Tchê- Grupo Balanço, lançam novo CD, nesta terça-feira, em Novo Hamburgo, em um evento beneficente. Com as presenças de Gaúcho da Fronteira, João Luiz Corrêa, Estação Fandangueira, Garotos de Ouro, Eh Expresso, Julian & Juliano e Só Vanerão, Tchê Guri, Tchê Chaleira, Grupo Rodeio, Dionísio Costa, Bandavanera, Nosso Balanço e Ivonir Machado. Na função, o preço do ingresso é 1kg de alimento ou um brinquedo novo. O grupo faz show na Sociedade Gaúcha Lomba Grande, que fica na Avenida João Albano Konrath, 1035, às 20h35min. No evento, ainda, tem chegada do Papai Noel!