Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Para Erasmo, a resposta para as críticas é a gentileza

31 de outubro de 2014 0
Crédito: Gilda Midani/ Divulgação

Crédito: Gilda Midani/ Divulgação

Em duas noites, nesta sexta, em Novo Hamburgo, e neste sábado, na Capital, Erasmo Carlos quer mostrar porque é o Gigante Gentil. Nome histórico do rock brasileiro, ele baixa por aqui para apresentar o novo trabalho, o 28º disco de sua carreira (R$ 20, preço médio), e a nova turnê, batizado com esse título curioso. Inicialmente intitulado Amor, para seguir com a trilogia que começou com Rock’n’Roll (2009) e Sexo (2011), Gigante Gentil une um apelido que o Tremendão ganhou nos anos 70 com a forma que ele decidiu responder aos ataques na internet.

- As críticas aos artistas sempre existiram. Mas as redes sociais potencializaram isso. Comecei a mexer nisso há pouco tempo. E tem gente cruel. Mulher, principalmente. Você já reparou? Quando uma mulher vê a outra na televisão e não gosta de algo, sai detonando. Bicho, fiquei assustado com isso, as pessoas me chamavam de zumbi. E eu estou acostumado com carinho, aplauso. Mas comecei a notar que eram agressões ao meu físico, e não à minha arte. Então, resolvi batizar o disco assim. As pessoas estão precisando de carinho – explica o cantor, 1,93m, em um papo com a coluna, por telefone, do Rio de Janeiro.

Se o Roberto ficou no romantismo, problema é dele

Nos dois shows que fará por aqui, o Tremendão apresenta o repertório do novo disco, cujo destaque é a faixa-título, algo dos dois anteriores e, claro, clássicos do rock nacional, de autoria compartilhada com Roberto Carlos. Sobre os comentários de que Erasmo “toca o que Roberto não toca mais”, que se referem a músicas mais polêmicas ou ousadas da Jovem Guarda, como Sentado à Beira do Caminho e outros sons mais agitados, como Vem Quente Que Eu Estou Fervendo, ele não foge da raia.

- Acho normal. Se ele opta por um estilo mais romântico, é coisa dele. As minhas opções são essas, o show tem o meu jeito, o meu olhar especial para cada música, para o período. A Jovem Guarda sempre estará nos meus shows, ela é intocável- assegura o cantor.

Erasmo, aliás, emociona-se ao tocar em um tema delicado: a traumática perda do filho, Alexandre Esteves, morto após um acidente de moto, no Rio, em maio:
- Não vou te mentir, bicho. Ajuda (estar no palco), ainda mais porque ele era músico também (Alexandre era vocalista da banda Trilogia e do bloco Fica Comigo), a gente fala a mesma linguagem. Eu tenho que viver, né, bicho? Aprender a viver sem a alegria dele. Mas Gugu sempre estará comigo.
No fim, ao salientar a felicidade de fazer show no Rio Grande do Sul, onde sempre é bem recebido e num local que tem as “mulheres mais lindas do país”, Erasmo chama os fãs para o show e larga uma das suas:
- Quero ver todo mundo lá! Chega de briga. Agora, é rock n’roll e amor. E sexo, porque não?

 O que: shows de Erasmo Carlos
l Quando: hoje, no Teatro Feevale, ERS-239, 2755, em Novo Hamburgo e amanhã, no Teatro do Bourbon Country, Túlio de Rose, 80, ambos às 21h
l Quanto: hoje, ingressos a R$ 60 (balcão nobre), R$ 80 (frisas), R$ 140 (plateia alta, filas M a Z), R$ 160 (plateia baixa, filas E a L) e R$ 190 (plateia baixa gold, filas A, B, C e D). Amanhã, a R$ 60 (galeria alta e galeria mezanino), R$ 90 (mezanino), R$ 120 (plateia alta), R$ 150 (plateia baixa) e R$ 180 (camarote).

Thiaguinho lança clipe de nova canção

30 de outubro de 2014 0


thiaguinho

                                                                                                                                                 Crédito: Divulgação

 

Após ter vencido nas categorias melhor Cantor e música Chiclete, na 21ª Edição do Prêmio Multishow, Thiaguinho lança seu novo clipe, da canção Sem Você a Vida é Tão Sem Graça. Na história da letra, sua vida não está nada fácil. Ele anda sofrendo e chorando por causa de um amor perdido. O pagodeiro interpreta toda a tristeza e o sentimento de impotência retratado na canção. “

- É um clipe intimista e que conta a história de um cara que está totalmente desolado e sem saber o que fazer- descreve.

Esta é a terceira experiência de Thiaguinho em produções desse tipo. A estreia aconteceu na música Desencana, umas das faixas de maior sucesso do primeiro trabalho solo do cantor. Depois, no vídeo clipe do hit Caraca, Muleke!, ele alcançou a marca de mais de 20 milhões de visualizações no YouTube.

- A principal diferença desses dois clipes é que Caraca, Muleke! é um clipe totalmente pra cima. É um clipe que a gente fez na praia, totalmente animado, teve a participação do Neymar, David Brazil, Dani Bananinha… Tinha um monte de gente, um elenco grande, enfim, era um clipe totalmente voltado para a alegria. E em Sem Você a Vida é tão Sem Graça, o nome da música já diz tudo. É um clipe muito mais intimista e que conta a história de um cara que está sofrendo pra caramba- afirmou o cantor. Abaixo, confira o clipe:

Erasmo Carlos, sobre a perda do filho: "Preciso aprender a viver sem a alegria dele"

29 de outubro de 2014 1

 

Crédito: Gilda Midani/ Divulgação

Crédito: Gilda Midani/ Divulgação

Chegando ao Rio Grande do Sul nesta sexta-feira, para shows em Novo Hamburgo (na sexta) e em Porto Alegre (no sábado), Erasmo Carlos encontrou no palco e na música uma maneira de superar a traumática perda do filho, Alexandre Esteves, morto após um acidente de moto, no Rio, em maio:

- Não vou te mentir, bicho. Ajuda (estar no palco), ainda mais porque ele era músico também (Alexandre era vocalista da banda Trilogia e do bloco Fica Comigo), a gente fala a mesma linguagem. Eu tenho que viver, né, bicho? Aprender a viver sem a alegria dele. Mas Gugu sempre estará comigo – afirmou o músico, em entrevista ao Escuta Essa, por telefone.

Nas apresentações, Erasmo apresenta o novo disco, Gigante Gentil. No repertório, a faixa-título e clássicos como Sentado à beira do caminho e Mulher. Para informações sobre ingressos, acesse teatrofeevale.com.br e teatrodobourboncountry.com.br .

 

 

 

Após cirurgia no joelho direito, Jean Paul avisa: "Em 15 dias, estou de volta aos palcos!"

28 de outubro de 2014 20
Crédito: Arquivo Pessoal

Crédito: Arquivo Pessoal

De “molho” por conta de uma cirurgia no menisco e no ligamento cruzado anterior do joelho direito, MC Jean Paul anda que é só ansiedade pela volta aos palcos. O funkeiro, um “craque dos gramados”, como ele gosta de brincar, passou pela intervenção cirúrgica nesta segunda-feira, e está em recuperação no Hospital Divina Providência até esta quarta-feira.

- Na quarta, já volto para casa. Em 15, estou de volta aos palcos. É lesão de jogador (risos)- afirmou o funkeiro e atleta ao Escuta Essa.

Em 2011, ele havia passado pela mesma cirurgia, mas no joelho esquerdo. No estaleiro, Jean Paul está sob os cuidados do filho, Kazuki, 2 anos (com o funkeiro na foto), e da mãe, Fátima.

 

Multishow transmite show de Luan Santana ao vivo. Espetáculo vem para Porto Alegre em dezembro

28 de outubro de 2014 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Na próxima sexta-feira, os fãs de Luan Santana têm programa certo. O Multishow transmite, a partir das 22h45min, o show do cantor, na telinha e no site do canal (multishow.com.br). O show faz parte da turnê O Nosso Tempo é Hoje, que vem lotando os locais por onde vem passando no país. No repertório, sucessos como Tudo que Você Quiser e Cê Topa. A turnê deste show chega a Porto Alegre  no dia cinco de dezembro.

 

Mistura original - e das boas - é com o grupo Dhamer's!

28 de outubro de 2014 1
Crédito: Omar Freitas

Crédito: Omar Freitas

Para não ser apenas “mais um grupo”, como eles gostam de dizer, os integrantes da Dhamer’s, do Bairro Lanza, de Viamão, amigos de bairro e da Escola Estadual Isabel de Espanha, da região, resolveram ousar. Pablinho, vocalista, sempre curtiu hip hop, e outros integrantes, como Me (backing vocal e percussão) e Leo (guitarra), eram adeptos de rock e do reggae. Daí, surgiu a ideia de fazer um grupo de rap com banda _ com guitarra, violão, baixo e percussão. Hoje, os guris misturam hip hop, rock, pop e reggae.

- No começo, tínhamos apenas um violão e as letras prontas (risos). Depois de muito trabalho e economia, conseguimos comprar os instrumentos que faltavam e gravar nossa primeira música, e o primeiro vídeo, da música Sorriso no Rosto. Conseguimos juntar essa grana e contratar a produtora que faz clipes para o MC Thesko, que tem uns vídeos muito bem produzidos. Assistimos a alguns antes, para tirar ideias - relembra Pablinho.

Nome do grupo é homenagem para amigo morto

Antes deste clipe bacana e desta história legal, porém, vem a origem do nome do grupo, uma história triste, que marcou profundamente os moradores da Rua Francisco Pinto Gutierrez, onde alguns integrantes da Dhamer’s residem. A homenagem é para Dhamer Salgado Paiva, 23 anos, amigo de todos os integrantes da banda, morto a tiros em fevereiro de 2012, na frente de casa, pelo ex de sua namorada.

- Ele era muito querido por todos, um cara do bem. Já tínhamos começado o grupo, mas não tinha nome. Quando aconteceu (o crime), resolvemos homenageá-lo- comenta Pablinho.
Mesmo com grana curta, o clipe ficou bem produzido, caprichado e está com sete mil acessos no you tube. Questionado sobre o inusitado de misturar hip hop com outros ritmos, Pablinho afirma que e até “mais fácil”

- Na verdade, só as letras são de hip hop, naquele estilo mais falado. Quando o Pablinho entrego as letras, eles colocam outros ritmos- Me.

O próximo passo do grupo é gravar o clipe da canção Muita Luta e Pouca Glória, em novembro. A ideia, segundo os integrantes, é mostrar um pouco da história de cada integrante e das origens da Dhamer’s.
- E ainda faremos um show especial, na abertura de uma apresentação do Zueira, em dezembro, aqui em Viamão - comemora Pablinho.

Ainda integram o grupo Néio (percussão geral), Gabi (baixo), Mariana (vocal) e Tael (violão).

Pitaco de quem entende

Rafa, do grupo Rafuagi, fala do som da banda Dhamer’s:
- Eles fazem um som bem maduro! Gostei da produção, a batida é boa, a mixagem também, acho que eles estão em um bom processo de evolução, descobrindo seu som. Como dica, sugiro que eles comecem a tentar expandir seus horizontes, a fazer parcerias com outros grupos. O Rafuagi está de braços abertos!

* Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas em MP3 e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.
* Para falar com a Dhamer’s, ligue para 9142-1122.
* Abaixo, assista aos clipes de Ela Tem e Sorriso no Rosto:


Conheça a banda Dhamer's de Viamão, que estará amanhã, nas páginas do Diário!

27 de outubro de 2014 0
Crédito: Reprodução

Crédito: Reprodução

Nesta terça-feira, nas páginas do Diário Gaúcho, e no site, Estrelas da Periferia conta a história bem bacana do grupo Dhamer’s, de Viamão. Além da superação de juntar grana para comprar instrumentos, eles batizaram a banda como forma de homenagem a um amigo morto, em 2012.

Abaixo, confira um vídeo com o grupo:

Natiruts e Cultura Profética, de Porto Rico, fazem duas noites de reggae em Porto Alegre, em dezembro

27 de outubro de 2014 0

 

Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

 

Crédito: Julian Godoy/ Divulgação

Crédito: Julian Godoy/ Divulgação

Com um dos shows mais elogiados do reggae nacional, o Acústico no Rio de Janeiro,o Natiruts  volta para Porto Alegre, em dezembro. E com um encontro histórico: em duas noites, 18 e 19 de dezembro, os regueiros brasilienses finalizam a turnê ao lado de um dos nomes mais cultuados do reggae latino, o grupo Cultura Profética, de Porto Rico. No repertório do Natiruts, sucessos como Quero Ser Feliz Também e Liberdade Pra Dentro da Cabeça. Já grupo de Porto Rico, formado em 1996,  traz canções do disco Aniversario en Luna Park, gravado em comemoração aos 15 anos da banda, em 2012.

l O que: shows de Natiruts e  Cultura Profética

l Quando: dias 18 e 19 de dezembro

l Onde: Bar Opinião, José do Patrocínio, 834

l Quanto:  ingressos a R$ 60 (lote promocional), à venda na loja Youcom Bourbon Wallig (sem cobrança de taxa de conveniência), e nos demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 3 de taxa de conveniência), nas lojas Youcom: Shopping Praia de Belas, BarraShopping Sul e Bourbon IpirangaLojas Lojas Multisom: Andradas 1001, Canoas Shopping, Bourbon São Leopoldo e Bourbon Novo Hamburgo e pelo site minhaentrada.com.br/opiniao.

 

Polegar anuncia gravação de DVD no começo de 2015

26 de outubro de 2014 0
Crédito: Reprodução/ Facebook

Crédito: Reprodução/ Facebook

Depois de todas as polêmicas envolvendo Rafael Ilha, parece que o Polegar começa a entrar nos eixos. Depois de anunciar sua volta,  o grupo confirmou, em entrevista ao Domingo Show, da Record, que deve gravar o DVD comemorativo aos 25 anos do grupo, no começo do ano. Marcelo Polegar, Alan Frank Schlang, Rafael Ilha, Ricardo Costa e Alex Gill compõem a formação clássica da boy band, estabelecida em 1990, com a entrada do guitarrista Marcelo. Rafael Ilha, o primeiro a deixar a banda, se disse emocionado pelo reencontro.

- Estou muito emocionado. Emocionado de ver as nossas fãs aqui- afirmou.

Os músicos também anunciaram o retorno para a gravação de um DVD ao vivo, em comemoração aos 25 anos da banda. “Deve acontecer no início do ano que vem”, disse Ilha.

Polêmicas envolvendo ex-integrantes

Em setembro, o baterista Ricardo Costa, hoje cozinheiro, chegou a afinetar os ex-colegas por não ter sido convidado para a reunião. Pouco depois, o músico, que passar por uma crise financeira, foi convencido por Rafael a fazer parte do projeto.

Em julho, Rafael, que já se envolveu diversas vezes com a Justiça, foi preso com a mulher em Foz do Iguaçu (PR), na fronteira com o Paraguai, ao tentar entrar no Brasil com uma arma calibre 12, 50 munições do mesmo calibre e um aparelho de choque.

Xande de Pilares diz que saída do Revelação se deu por um "estresse muito grande"

26 de outubro de 2014 0

Crédito: Guto Costa/ Divulgação

Crédito: Guto Costa/ Divulgação

Depois de 20 anos nos vocais do grupo de samba Revelação, Xande de Pilares, um dos sambistas mais premiados do Brasil, apresenta o CD Perserverança, o primeiro da carreira solo. Em entrevista ao site UOL, o músico resolveu afirmou que a saída da banda foi “um momento muito delicado” e aconteceu por conta de “um estresse muito grande”.

- Chega um momento em que você tem que ter muito cuidado com a insatisfação, até para não chegar ao ponto de se agredir. Isso nunca aconteceu com a gente, mas tem um momento que você fica muito chato e começa a se cobrar muito- disse o músico.