Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Chitãozinho e Xororó lançam disco que homenageia Tom Jobim

27 de janeiro de 2015 0
Crédito: Universal Music/ Divulgação

Crédito: Universal Music/ Divulgação

O novo disco de Chitãozinho & Xororó, Tom do Sertão, chega hoje às lojas físicas e digitais (R$ 22, preço médio o CD e US$ 9,90 o digital). Produzido por Edgard Poças, Ney Marques e Cláudio Paladini, o projeto homenageia um dos maiores mestres da música brasileira, o compositor, cantor, arranjador e maestro Tom Jobim (1927-1994), reunindo canções dele e de parceiros com temáticas alusivas ao campo, natureza e amor, sempre presentes no universo sertanejo. A escolha pelo repertório de Tom Jobim surgiu da vontade da dupla de resgatar grandes autores da música brasileira.

- Escolhemos Tom Jobim por ele ser um grande compositor e ter criado músicas que retratam coisas simples do campo. Achamos que tinha tudo a ver com nossa proposta- explica Xororó.

Tom do Sertão abrange parte do repertório de Jobim, com músicas da década de 1950, do início da carreira dele como compositor, a canções ícones como “Eu Sei que Vou Te Amar” e Chega de Saudade, marco da bossa nova.

Sérgio, do Sorriso Maroto, sobre a gravação no Maracanãzinho: "Foi a realização de um sonho."

26 de janeiro de 2015 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Depois do sucesso de Assim Você Mata o Papai, na trilha sonora de Avenida Brasil, em 2012, o Sorriso Maroto se firmou, definitivamente, como um dos grandes grupos do pagode no país. O novo lançamento do grupo, o CD e DVD Eu Gosto _ Ao Vivo no Maracanãzinho (R$ 28 o DVD e R$ 20 o CD), reforça a força dos pagodeiros cariocas com o público. Em 2008, por exemplo, eles gravaram um disco em Recife, na beira da praia, para mais de 200 mil pessoas. Agora, a gravação no mítico palco emocionou os músicos.

- É uma arena muito especial, diferentes de outros locais, que são a céu aberto. O palco é diferente, parece que o artista está sendo abraçado pelo público. Pensamos em fazer no Gigantinho, aí em Porto Alegre, que é uma bela arena. Foi uma emoção fazer no Maracanãzinho, tem uma ligação muito forte com a banda, todos são oriundos daquela região do Rio, a Zona Norte. E foi um palco que já abraçou vários festivais e shows importantes. É a realização de um sonho pessoal. Quando fechamos o local, nem acreditei – conta Sérgio Jr, voz e violão do grupo, em entrevista exclusiva para o blog, por telefone.

Além de muita tecnologia e uma superprodução, o DVD apresenta 11 músicas inéditas, sendo a principal Instigante, que está na trilha sonora de Império. O show contou ainda com seis toneladas de equipamento de som e dez toneladas de luz, palco com mais de 500 metros quadrados e um painel de 600 metros quadrados de LED.

 

Banda gaúcha Lítera estreia clipe no Multishow

21 de janeiro de 2015 0
Crédito: Lucas Cavalheiro/ Divulgação

Crédito: Lucas Cavalheiro/ Divulgação

Um dos destaques recentes da música gaúcha, a banda Lítera estreia novo clipe no canal Multishow, no sábado. Dentro do programa TVZ Experimente, a partir das 15h, a banda apresenta o vídeo de Domitila, que tem letras, figurino e cenário de show inspirado nas cartas trocadas no romance entre Dom Pedro I e a Marquesa de Santos. A narrativa traz ares e cores do século XIX e uma história de amor atemporal. Domitila representa uma mulher que quer muito mais do que lhe é oferecido e não consegue fugir da inevitável frustração que persegue aqueles que sonham. Apesar da desilusão, ela segue adiante e se convence de que sua companhia é o bastante. A cada passo ela é uma pessoa diferente. Domitila buscava o amor de alguém, nesse caminho encontrou a si mesma e se apaixonou.

Abaixo, confira o clipe:

Thiaguinho participa de clipe de os Hawaianos

20 de janeiro de 2015 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

Já está no o novo clipe do grupo Os Hawaianos. E assim como na versão em áudio, o vídeo também conta com a participação especial de Thiaguinho. – A gravação foi maravilhosa e ter a presença do Thiaguinho, foi tudo! Eu já tinha gravado a música e alguns programas de TV com ele, mas gravar o clipe foi uma coisa sem explicação. Humildade fora do normal. Foi Deus que colocou ele em nossas vidas- diz Yuri. O clima descontraído do clipe não é somente atuação e encenação. A animação envolveu tanto os artistas, figurantes e equipe técnica que a farra dominou os bastidores da gravação. – Foi uma verdadeira festa. Tivemos a presença de nossas famílias e amigos. Conhecemos várias pessoas. A equipe do clipe nos deixou a vontade. Ensaiamos com o Thiaguinho. Rolou piscina, alegria, muita música e churrascada- explica Yuri. O grupo, formado por Yuri, Dioguinho e Gugu lançou recentemente um CD no iTunes. Há três anos sem apresentar um material inédito no mercado, os cariocas estão vibrando com as novas experiências e comemorando o fato do funk ter invadido outros ritmos e estar totalmente inserido na cultura popular do brasileiro, apesar das discriminações.

Abaixo, confira o clipe:

Quem te viu, quem te vê! Neymar posta letra do Los Hermanos e Marcelo Camelo agradece

19 de janeiro de 2015 0

 

 

Crédito: reprodução

Crédito: reprodução

 

 

Crédito: Mallu/ Divulgação

Crédito: Mallu/ Divulgação

Conhecido por curtir, e participar, de clipes de nomes com MC Guimê e Thiaguinho, o craque Neymar, do Barcelo, surpreendeu na tarde desta segunda-feira. O atacante da selação e do Barça postou um trecho de Além do que se Vê, música da banda Los Hermanos e Marcelo Camelo ficou feliz com a lembrança. O craque, além do ótimo desempenho em campo, é conhecido por lançar modas e servir como termômetro do que está rolando nas redes sociais.  No post, publicou parte da música. Em agradecimento, Camelo respondeu:

“Grande Neymar Jr! Que demais! Tem minha torcida.

Os Los Hermanos têm duas datas anunciadas, dentro do calendário de comemorações dos 450 anos do Rio, nos dias 30 e 31 de outubro, no Jockey Club Brasileiro. Oficialmente, a banda acabou em 2007, mas voltou a se apresentar em 2009, 2010 e 2012, com passagens por Brasília, Recife, Salvador, São Paulo e Rio.

 

Estreia da Caravana do Gauchão arrasta multidão para Cidreira

18 de janeiro de 2015 0
Crédito: Reprodução/ Facebook

Crédito: Reprodução/ Facebook

Crédito: Reprodução/ Facebook

Crédito: Reprodução/ Facebook

A primeira edição da Caravana do Gauchão de 2015, da Rádio Gaúcha (600 AM e 93. FM) levou este mar de gente que possível ver nas fotos acima. Na noite deste sábado, em Cidreira, no Litoral Norte gaúcho, MC Jean Paul, Zueira e Guri de Uruguaiana arrastaram uma multidão para o palco montado na Concha Acústica. Na tarde deste domingo, ainda no Litoral, Jean conversou com o blog e estava emocionado com a recepção do público.

- Fiz uma e quinze de show, foi demais. Me senti “os Beatles” (risos). Para sair de lá, quase viraram o meu carro. Isso me deixa tão feliz, é o povo sempre junto – afirmou o funkeiro.

A próxima parada da Caravana será no sábado, dia de 24 de janeiro, em Tramadaí.

2015 começa com inovações para Lucas & Felipe

16 de janeiro de 2015 0
Crédito: Luiz Armando Vaz

Crédito: Luiz Armando Vaz

Depois de um baita 2014, com a aquisição de um ônibus para a dupla e a consolidação como nome importante da música sertaneja local, os manos Lucas & Felipe começam 2015 com o pé direito. Inspirada no clipe Born To Be My Baby, de Bon Jovi, a dupla lançou no fim da tarde de ontem o clipe da nova faixa de trabalho. Tente Entender chega em Sound Designer Version. Em bom português, versão com som desenhado. Segundo Juliano K-lcinha, empresário e produtor da dupla, a ideia era fazer algo diferente do que vinha sendo feito no meio sertanejo no país.

- A grande diferença deste clipe está no fato de que esta versão realça, em determinados momentos, detalhes que, no clipe normal, podem passar em branco. Linha do contrabaixo, um riff de guitarra. E uma das coisas mais interessantes: ressalta a segunda voz, por exemplo, que é o Lucas. O normal é que a primeira apareça mais - explica Juliano.

Lucas, ao ver o resultado do clipe, ficou emocionado:
- Me arrepiei. É legal demais ter a segunda voz destacada desta maneira.

Ainda tem show acústico e DVD

Antenados, os guris estrearam, na noite de quarta-feira, o primeiro show 100% acústico da carreira. Na casa noturna 3, em Novo Hamburgo, eles fizeram versões desplugadas de canções como Lembranças, Sinal de Amor e Dig Dig.
- E nossos fãs, ao verem fotos na internet, já começaram a pedir o show em outras cidades - revela Felipe.

Por enquanto, o projeto segue quinzenal, em Novo Hamburgo, terra natal dos sertanejos. A dupla, porém, não descarta levá-lo para mais cidades. Para que 2015 seja ainda mais especial para Lucas & Felipe, eles pretendem gravar o primeiro DVD da carreira, um passo e tanto para quem tem pouco mais de cinco anos de estrada.
- 2014 foi um ano especial, levamos o nome da dupla para todo o Rio Grande do Sul. Agora, é hora mostrar nosso trabalho em outros estados, já que temos fãs em lugares como Brasília, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais – projeta Felipe.

 

Abaixo, confira o clipe de Tente Entender:

 

Filme sobre Sabotage revela que rapper ouvia Sandy & Júnior

15 de janeiro de 2015 0
Crédito: Itamar Miranda/ Divulgação

Crédito: Itamar Miranda/ Divulgação

Após 12 anos de sua morte, que será lembrada no dia 24 de janeiro, a vida do rapper Sabotage tem outros aspectos lembrados em  Sabotage – O Maestro do Canão. Dirigido por Ivan 13 P, o documentário não traz novidades sobre o assassinato, cometido por um “traficante inimigo”, supostamente incomodado com o sucesso e a exposição de Sabotage, mas dá pistas de que ele queria ter cruzado as fronteiras do rap e se tornado um artista popular.

A principal “revelação” do filme, no entanto, vem do filho, Wanderson Sabotinha:

Meu pai ouvia de tudo em casa. De Sandy & Junior a Iron Maiden.

E os amigos ouvidos no documentário confirmam que ele não tinha vergonha de ouvir Sandy. Com o disco “O Rap É Compromisso!” lançado em 1999, e participação nos coletivos SP Funk e Instituto, Sabotage havia acabado de ser descoberto pela imprensa e pelo grande público quando morreu aos 29 anos, atingido por quatro tiros, em São Paulo. Os depoimentos e as imagens revelam um rapper completamente consciente de seu papel exemplar na favela, principalmente com as crianças da comunidade do Canão, cercada por torres e prédios comerciais no Brooklin, Zona Sul de São Paulo. Além de se inspirar na realidade da favela, na fome que passou e na vivência no submundo do tráfico, Sabotage ouvia todo tipo de música. Pretendia regravar Meu Guri de Chico Buarque (“esse Guri sou eu”, dizia) e fazer uma parceria com Bezerra da Silva. Realizado pela 13 Produções, que finalizou o filme por meio de financiamento coletivo, Sabotage – O Maestro do Canão terá pré-estreia gratuita nos próximos dias 23 e 24 de janeiro, no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo, com entrada gratuita. O lançamento nacional só acontece em março, também com exibições gratuitas nas salas da rede Espaço Itaú de Cinema.

Sandro Coelho grava primeiro DVD da carreira solo em abril, em Gravataí

13 de janeiro de 2015 0
Crédito: Divulgação

Crédito: Divulgação

O primeiro DVD da carreira solo do cantor Sandro Coelho já tem data para rolar. Um dos cantores de maior sucesso do universo de bailes, Sandrinho, que deixou os palcos do Tchê Garotos para seguir o voo solo, grava o registro ao vivo no dia 4 de abril, no Clube da Cerveja, em Gravataí. No repertório, hits como Planos, Vamo se Botá e Me Desapeguei. Para gerar a curiosidade dos fãs, o músico anuncia que o show deve ter uma participação especial de peso da música nacional. Mas ainda é surpresa, segundo Sandrinho!

 

 

Catra dá um tempo no funk e aposta no rock pesado

12 de janeiro de 2015 0

 

Crédito: Reprodução/ Facebook

Crédito: Reprodução/ Facebook

 

Um dos ícones do funk nacional, Mr. Catra (na foto acima com o guitarrista Reinaldo Gore Doom e o baterista Marcello Nunes) está com novo projeto e músicas que passam longe do funk que o fez famoso. O funkeiro divulgou seu novo projeto, Mr. Catra e os Templários, e pelo pouco que já foi visto, dá para dizer: o som da banda vai fazer os fãs de rock pesado tremer. Em um teaser, Catra aparece sem as típicas dancinhas e batidas do funk e solta a voz sob uma base pesada, em meio a solos de guitarra. O próprio cantor definiu, por meio de hashtags, o som de seu novo projeto: “‎FunkMetal, Rapcore, ‎Rock, ‎Hardcore e ‎PowerFunkinRoll”. No post, ele definiu o projeto assim:

“Nossa jornada de gravação está quase chegando ao fim… O som tá bem pesado e coeso, rapaziada!!! Agora é finalizar alguns detalhes e fazer uma mix bem feita. Jaé!!!”, disse ele na página do Facebook do projeto.

Em outra postagem, a banda divulgou mais um teaser com trecho da letra de uma das novas canções – com teor mais sério do que as antigas músicas do funkeiro: “A Favela é Socialista, me deu Overdose de consciência, religiosidade e fé em Deus… Meu movimento é político-social, meu movimento é Cultural… VAMOS TRAFICAR CULTURA”.