Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Obras param em trecho da duplicação da RS-118

19 de março de 2013 18

Há algumas semanas, a construtora Triunfo encaminhou um ofício com dez itens ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) informando que, enquanto os temas questionados não sejam resolvidos, as obras de duplicação entre os quilômetros 11 e 22 da RS-118, em Gravataí, não serão retomadas. Dos 11 quilômetros de responsabilidade da construtora, sete já estão com a pista nova pronta.

Entre as exigências da empresa estão o reajuste de preços do contrato, uma maior rapidez no pagamento dos serviços executados e agilidade na remoção de famílias invasoras. Alguns itens já foram atendidos. Outros, ainda aguardam definição.

Um dos problemas é a não adesão do município de Gravataí no programa de aluguel social do Governo do Estado. A prefeitura foi a única a não assinar a parceria de reassentamento temporário.

O trecho da duplicação entre os quilômetros cinco e onze, em Sapucaia do Sul, também passou por dificuldades. Na semana passada, por quatro dias, os trabalhadores cruzaram os braços em protesto contra a falta de pagamento de salário. O Daer informa que os valores repassados a Sultepa, responsável pela duplicação na região, estão rigorosamente em dia. A dificuldade estaria no recebimento de valores referentes a outras obras que a empresa executa no Estado. Dos seis quilômetros de responsabilidade da Sultepa, 4,5 quilômetros de pista nova já foram construídos.

Já as obras entre os quilômetros zero e cinco, também em Sapucaia do Sul, não sofreram problemas com a construtora. A dificuldade na região é a demora na retirada das casas que hoje ocupam o futuro traçado da duplicação.

Apesar das adversidades, o governo gaúcho garante que até o final de 2014 os 22 quilômetros duplicados estarão liberados. A Secretaria Estadual da Infraestrutura e Logística já marcou reunião com os construtores da Triunfo, que são do Paraná, para convencer a empresa a trazer os operários novamente para a obra.

Comentários (18)

  • altemir diz: 19 de março de 2013

    esta rs esta uma vergonha,e pura falta de gestao parece que nao tem ninguem responsavel estas constrotoras fazem o que qurem e quando querem,e nos usuarios ficamos andandando nesta estrada que mais parece estra de carroças,nao sei porque se cobra ipva ,e se nao paga recolhem o nossos carros mas a faixa continua puro buraco,porque o secretario de infraestrutura neo o governador passan com os carros particular deles nesta faixa

  • Lupin diz: 19 de março de 2013

    Para começar a RS 118 Não tem buracos e transtornosm tem crateras e desafios, pode se ver que os motoristas que circulam pela RS 118 são corajosos, na parte que liga Gravatai a Sapucaia o techo é perigoso por não ter nada de sinalização, no trecho que liga Gravatai a Viamão não é diferente, No distrito de Alvorada tem trechos que o asfalto cedeu e criou uma pista cheia de buracos, Eu pergunto onde está o dinheiro arrecadado no imposto do combustivel, e informo que contrato é este que não se ve ninguem trabalhando a anos pela triunfo na RS 118 so fazendo de conta que se trabalha, ta na hora de rever o contrato.

  • renato diz: 19 de março de 2013

    infelizmente e assim.mas chega na hora de pagarmos,ipva,seguro,multas,impostos…nao ha conversa nem paralisação somos obrigados a pagar em dia senão.temos consequencias .e como ficam estes contratos não tem prazo, não tem multa ,contratual isso e uma bagunça total e como sempre quem paga conta somos nos contribuintes

  • ALEXANDRE diz: 19 de março de 2013

    OLHA QUE VERGONHA ESTA RS -118 AS OBRAS SE ESTENDEM DESDE 2006
    QUE EU ME LEMBRA MEN UMA PARTE ENTREGUE E SO UM LADO EM OBRAS FALTA TODA A SEGUNDA PARTE DA DUPLICAÇÃO E NOSSOS INPOSTOS NÃO PODEMOS ATRAZAR . QUE VERGONHA TODOS TEMOS Q LEMBRAR DISSO NAS ELEIÇÕES

  • Leonir Turcatto diz: 20 de março de 2013

    A gestão do DAER é vergonhosa, chegam a demorar seis meses para pagar os fornecedores e empreiteiros. As obras param por falta de asfalto, que é fornecido pelo órgão.
    O cronograma de obras rodoviárias que consta no site da Seinfra, está totalmente defasado, pouquíssimas das obras previstas estão em andamento. A maioria nem foi licitada.

  • RS-118 deve ter primeiros quilômetros de pista nova entregues em junho | Estamos em Obras diz: 26 de março de 2013

    [...] Já em setembro, a expectativa é ter pelo menos mais seis quilômetros de pista nova prontos para a circulação de veículos, já em Gravataí e Cachoeirinha. As obras neste lote, que são de responsabilidade da Triunfo, começaram em 2006. Atualmente, os trabalhos dos operários estão parados. [...]

  • marco aurelio cabral da rosa diz: 28 de março de 2013

    Moro em Sapucaia e Trabalho em Gravataí, Km 12, onde faço todos os dias este Rali, como passo todos os dias posso afirmar que desde meados de Janeiro não conseguimos visualizar ninguem trabalhando, Triunfo, Sultepa, apenas obras das elevadas, e o inicio do trecho em Sapucaia.
    Como pode se fazer uma licitação onde as regras são claras e despois de 6 anos de inicio da triunfo a mesma vem pedir reajuste, se aceitaram o contrato como podem exigir algo mais, so penso em contrato mal elaborado ou a empresa entra no contrato e depois da o golpe, até quando vamos conviver com essa situação no Brasil, enquanto isto nos é que sofremos e pior ainda pagamos nossos impostos em dia para incopetentes gerenciá-los é so que posso pensar.

  • Luciana diz: 3 de abril de 2013

    Realmente é uma vergonha essa RS! Não há alguem trabalhando nessas obras…em qque horário que passe por ali… nenhum operário !!! será que não existe fiscalização??

  • Eduardo Barros diz: 19 de abril de 2013

    Atravessem duas carretas na ponte do arroio que divide Esteio com Cachoeirinha, coloquem nestas carretas faixas questionando se a culpa é das empreiteiras ou do governo do Estado, deixem as carretas até a imprensa chegar de helicóptero pois a tranqueira estara imensa… acho que assim se resolverá as coisas… simples assim!

  • Fábio diz: 26 de abril de 2013

    Moro em Sapucaia e trabalho em Gravataí, utilizo a RS 118 todos os dias e fico revoltado quando leio uma reportagem onde autoridades do alto escalão, prometem que a duplicação dessa rodovia será finalizada em 2014.
    Como será possível isso, se já estamos na metade de 2013 e não vemos ninguém trabalhando nessa rodovia? É um total descaso com o contribuinte.
    As empresas responsáveis pelas obras estão completamente paradas (exceto o viaduto da Ritter e 250m de pista em Sapucaia), será que ninguém fiscaliza isso? Uma obra com extensão de 22 km de estrada, que iniciou em 2006 e em 2013 ainda não chegou a metade de sua execução, é o reflexo da total incompetência e os usuários perdendo suas vidas nessa porcaria de estrada…infelizmente já não acredito mais…

  • Fábio Reginattp diz: 2 de maio de 2013

    A interminável obra da RS 118, é um simbolo da incompetência dos gestores público que se revezam no poder, iniciada no governo de PMDB, passando por PSDB e quase parando no Governo do PT. É um monumento que simboliza o absoluto desrespeito dos políticos pela sociedade.

  • RS-118: Obras em Gravataí só serão retomadas após transferência de famílias | Estamos em Obras diz: 8 de maio de 2013

    [...] começo do ano, a empresa encaminhou um ofício com dez itens ao Daer. A Triunfo informou que enquanto os temas [...]

  • Duplicação da RS-118: Governo já reassentou quase 100 famílias | Estamos em Obras diz: 17 de maio de 2013

    [...] Obras param em trecho da duplicação da RS-118 [...]

  • Duplicação da RS-118 causa interrupção de ruas em Sapucaia do Sul | Estamos em Obras diz: 28 de maio de 2013

    [...] Já em setembro, a expectativa é ter pelo menos mais seis quilômetros de pista nova prontos para a circulação de veículos, já em Gravataí e Cachoeirinha. As obras neste lote, que são de responsabilidade da Triunfo, começaram em 2006. Atualmente, os trabalhos dos operários estão parados. [...]

  • Reunião na próxima semana deve definir volta das obras na RS-118 em Gravataí | Estamos em Obras diz: 7 de agosto de 2013

    [...] – Obras param em trecho da duplicação da RS-118 [...]

  • OPUS DAY diz: 7 de agosto de 2013

    NESTE SITE SÓ É PUBLICADO COMENTÁRIOS DE PESSOAS QUE POLEMIZAM, POIS É ISTO QUE O AUTOR DO SITE QUER, MAS PESSOAS QUE ENTENDEM O QUE ACONTECE E NADA PODEM FAZER, ESTES O AUTOR DO SITE NÃO QUER, ELE SÓ QUER PESSOAS DIZENDO ASNEIRAS SEM SEREM RADICAIS NO FOCO.
    OU SEJA É UM SITE MAMÃO COM AÇUCAR, TUDO FALADO , MAS NADA REPRESENTATIVO, SEMPRE AS MESMAS ASNEIRAS.

  • Obras da RS-118 serão retomadas em até duas semanas em Gravataí | Estamos em Obras diz: 9 de agosto de 2013

    [...] – Obras param em trecho da duplicação da RS-118 [...]

  • Sergio diz: 11 de agosto de 2013

    Acho um absurdo ter que gastar milhões para retirar moradores ou seja invasores da area de recuo da RS 118 em Esteio e quem pagará a conta,nós trouxas de contribuintes . O que fazem a fiscalização do DAER em Esteio,pois a sede deles fica bem próximo a área invadida e deixaram invadir assim mesmo. FICAM SÓ MAMANDO NA TETA DO ESTADO, enquanto o presidente,diretor não responder judicialmente por estas invasões e devolver seus salários para pagar as invasões será sempre assim e viva o Brasil.Por outro lado fico pensando como é que se gasta R$ 16.100.000,00 para se fazer o viaduto Italolomi na RS 118 . E viva o país dos milhões

Envie seu Comentário