Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Novas imagens mostram o andamento das obras da Rodovia do Parque

04 de julho de 2013 27

A menos de seis meses da anunciada inauguração da Rodovia do Parque, novas fotos mostram o avanço das obras. A construção dos 22,34 quilômetros da BR-448 se aproxima dos 80% de conclusão. Apesar das chuvas nesta época do ano, o ritmo dos trabalhos é forte.

Vista da Rodovia do Parque a partir da Freeway - Foto: Divulgação / ImagemAereaRS

A nova rodovia, que irá desafogar o trânsito da BR-116, permitirá que os moradores da Região Metropolitana conheçam o Parque Delta do Jacuí. Também está ajudando 599 famílias, que antes moravam em meio ao lixo sem qualquer condição de higiene e que estão recebendo novas moradias.

Veja como era uma área de Canoas antes das obras da Rodovia do Parque:

Famílias viviam em meio ao lixo em casebres sem banheiro - Foto: Divulgação / ImagemAereaRS (Arquivo)

Veja como essa mesma região está agora:

Famílias foram transferidas para casas temporárias ou definitivas - Foto: Divulgação / ImagemAereaRS

Os usuários da BR-448 terão uma nova visão da entrada de Porto Alegre:

Na parte de cima da imagem, é possível ver a Arena do Grêmio - Foto: Divulgação / ImagemAereaRS

A ordem de início das obras foi dada em setembro de 2010. O valor investido já é de R$ 1 bilhão de reais (mais precisamente R$ 1.004.422.420,88).

Saiba mais:

- Retirada de casas acelera construção de elevada da BR-448

- Obras da Rodovia do Parque já reassentaram 60% das famílias necessárias

- Acesso da BR-448 em Esteio não será entregue em dezembro

- Dnit encaminha indenização das últimas famílias da Rodovia do Parque

- Prefeitura de Canoas embarga obra paralela à Rodovia do Parque

Comentários (27)

  • Leopoldo Michel diz: 4 de julho de 2013

    ESTA É MAIS UMA OBRA FARAONICA, POIS TODO O MOVIMENTO QUE ELA TRAZ, CAI, NO BAIRRO NAVEGANTES, LOGO EM SEGUIDA EXISTE A NECESSIDADE DE DUPLICAR A PONTE DO GUAÍBA, QUE TAMBÉM CAI NO MESMO BAIRRO,COM ISTO, TEMOS A INTEGRAÇÃO DO ESTADO EM UM MESMO, LOCAL, ONDE TUDO SE OBRIGA A PASSAR POR PORTO ALEGRE.
    UMA OBRA MUITO CARA, PARA POUCAS ALTERNATIVAS, APENAS EXISTE UMA TRANSFERENCIA DO PROBLEMA DO CONGESTIONAMENTO.
    SUGESTÃO, SERIA INTEGRAR A BR 386, COM A 116, NA ALTURA DO POLO PETROQUIMICO, COM UMA CONSTRUÇÃO DE UMA PONTE SOBRE O RIO JACUÍ, LIGANDO-SE COM A BR 290, E MAIS ADIANTE COM 116, NA DIREÇÃO A PELOTAS, ISTO EVITARIA O ENORME MOVIMENTO HOJE NA 116 (CANOAS).

  • Jackson diz: 4 de julho de 2013

    Pois este direcionamento das rodovias e ponte sobre p Gauíba tem um único objetivo: o novo estádio dos gremistas e os shoppings e hotéis que devem ser lá instalados em função disso. Por isso há tanta pressão para que o poder público gaste ainda mais recursos com as tais ‘obras do entorno da arena do gremio.”…
    E nós pagamos a conta.

  • Paulo Fernando Ramos Machado diz: 4 de julho de 2013

    Concordo com o comentário do Sr Leopoldo Michel ,não existe uma lógica
    na engenharia de tráfego para que o acesso ao sul do estado e Porto de Rio
    Grande passem pela ponte na cidade de triunfo , não vejo nenhuma vontade
    politica para solucionar este gargalo; quanto a Br 448 não vejo porque ela não começa na região de Portão,tirando o trafego de caminhões e carro do vale do caí e dos vinhedos da Br 116 que escoaria toda a demanda do vale do sinos e paranhana.
    O que esta sendo feito continua sendo a chegada de todos os veículos no mesmo lugar e o custo de engarrafamento sendo perpetuado.

  • Eduardo diz: 4 de julho de 2013

    Incrivel.
    quando uma obra é feita reclama. Se não fazem reclamam.
    Se acham ruim essa obra, não usem a estrada, simples.
    Vou usa-la diariamente e tenho certeza que vou ganhar minutos preciosos todos os dias.

  • claitor diz: 4 de julho de 2013

    1 bi. Esse valor já podemos considerar como obra faraônica. Trará resultados? Sim, talvez mas eu fico imaginando esse valor sendo investido em uma malha ferroviária eficiente, transportando cargas e passageiros. Desafogaria todos os outros acessos a POA, baratearia o transporte e mais pessoas poderiam se locomover sem atrasos e altos custos. Brasil é isso ai.

  • Farias diz: 4 de julho de 2013

    Enquanto outras capitais procuram levar o transito pesado para fora de suas áreas, POA faz exatamente o oposto. As “otoridades” não sabem o que é um rodoanel?

  • Paulo diz: 4 de julho de 2013

    Não se pode agradar a todos. O importante é que a obra está saindo e vai sim desafogar o tráfego da BR 116, que hoje é um inferno. Mas é verdade que se deve pressionar para a construção da tal ponte sobre o Rio Jacui, fazendo-se trânsito direto entre a 386 e a 116 Sul. Também quero que construam a ponte entre Barra do Ribeiro e a zona sul de Porto Alegre, integrando-a com a Free way para o Norte. E também quero a nova ponte do Rio Guaíba. E quero também….

  • Eduardo Lacerda diz: 4 de julho de 2013

    Se acham que a obra não vai servir, simples continuem usando a 116 quando ela ficar pronta.
    Tem gente que reclama de tudomesmo, a 30 anos não faziam uma estrada federal no RS.

  • Carlos diz: 4 de julho de 2013

    Sou engº e fico abismado como pessoas conseguem julgar e falar mal das obras e outras coisas, sem ter um mínimo de conhecimento e justificativas ponderáveis para tais comentários absurdos…

  • Rafael diz: 4 de julho de 2013

    Inacreditável a capacidade humana de criticar por criticar. Como morador de Lajeado, vejo a obra como algo sensacional. Vai facilitar absurdamente o transporte de produtos e pessoas dos vales do Taquari, Rio Pardo, e parte do noroeste e norte do estado para a região metropolitana pela rodovia do parque; para o pessoal da serra e região metropolitana, vai desafogar a BR116. Estou torcendo para que a obra logo se conclua e a população possa dela usufruir.

  • Marcos diz: 4 de julho de 2013

    Bando de reclamões, se essa rodovia não vai servir pra nada, fiquem em casa e deixem que os outros a usufruam!

  • william diz: 4 de julho de 2013

    Pessoal,
    Vivemos em um País de 3ºmundo. Contentemo-nos com isso.

  • Walter diz: 4 de julho de 2013

    Falando em valores quanto esta obra custaria e quanto tempo demoraria se fosse por exemplo no Japão?

  • Leo diz: 4 de julho de 2013

    A rodovia do parque e a duplicação da 118 são fundamentais para aliviar o tráfego da BR 116, que está saturada há uns 20 anos.
    O DNIT já contratou estudos para estender a rodovia do parque até Estância Velha e com possiblidade de extensão até Picada Café, servindo como alternativa à BR 116.

  • Thiago diz: 4 de julho de 2013

    Eu acho que esta obra tem como objetivo desafogar apenas o trecho da região metropolitana, que é de longe o pior trecho. E quanto a este objetivo, acho que vai ajudar bastante. Eu pego todo dia a estrada e sigo pela rota que passa pelo aeroporto em direção a avenida ceará. Mas vejo que existe uma enorme tranqueira bem no ponto em que a 116 chega a 290 (pontezinha do adubos trevo). Pensem que todo aquele pessoal vai deixar de usar a 116 e usar a nova rodovia. Já uma uma grande melhoria.

  • Douglas diz: 6 de julho de 2013

    Concordo com todos os comentarios. Mas fico com uma duvida: como ficara aquele trecho da free way entre a br 448 e a ponte do guaiba?? Virara um inferno pior do que ja é. Imaginem , duas estradas de 3 pistas cada ,ou seja 6 pistas, em que se afunilara em apenas 3 pistas. Vai ser de levantar os cabelos.

  • Mostra fotográfica acompanha mudança de vida de reassentados da BR-448 | Estamos em Obras diz: 6 de julho de 2013

    [...] – Novas imagens mostram o andamento das obras da Rodovia do Parque [...]

  • Ação judicial pode fazer Rodovia do Parque ser inaugurada em meia pista em trecho de Canoas | Estamos em Obras diz: 9 de julho de 2013

    [...] – Novas imagens mostram o andamento das obras da Rodovia do Parque [...]

  • Frederico diz: 9 de julho de 2013

    A 448 é um projeto de algumas décadas atras (50, 60 de não me engano), já prevendo o “estrangulamento” da 116. E muito provavelmente não havia área ambiental na época.. Uma vizinha, senhora com seus 50 e poucos, conta que tem um sítio na “beira” da 448, comprado pelo pai quando ela era pequena.

  • Rogério diz: 11 de julho de 2013

    Como resido em Passo Fundo, esta rodovia será muito útil para mim. Para os que criticam, por favor não a usem. Continuem indo até a BR 116 e percam duas horas a mais para chegarem ou saírem de POA e não atrapalhem que deseja fazer bom uso desta excelente nova opção de tráfego.

  • Raul Schmitz diz: 17 de julho de 2013

    Esta obra é de vital importância para o cidadão gaúcho e para a economia do Rio Grande do sul. Estamos esperando esta obra a muitos anos. Esperamos ainda para que a obra tenha sua extensão liberada até Novo Hamburgo. Parabens aos gaúchos por essa nova conquista.

  • Marco diz: 19 de outubro de 2013

    Que beleza, moro em Canoas e trabalho em no polo, vou ganhar muito com a nova rodovia, economia de combustível, tempo, tranquilidade, e de bônus ainda vou chegar rapidinho na Arena do Grêmio, é incrível como ainda tem reclamão.

  • Carlos Ramos diz: 30 de outubro de 2013

    1 bilhão de reais por uma rodovia dessa magnitude é uma pechincha.
    A reforma do Maracanã custou 2 bilhões, e quando a revitalização do entorno dele estiver concluída chegará a 4,5 bi.
    Cada estádio reformado custará em média 2 bi. O que é muito interessante, pois a construção da Arena do Grêmio do zero, pela mesma OAS que está reformando alguns dos estádios da copa, custou 450 milhões.
    Por isto o desatino por reformarem tantos estádios… E por lei especial, que dispensa a maioria dos trâmites legais normais e dificulta a fiscalização por parte das controladorias, criando-se um verdadeiro estado de exceção que só beneficiará o desvio de dinheiro e a Fifa, que não investiu um único centavo no país – seu único trabalho é difamar o Brasil lá fora – e arrecadará, até o final da copa, valor estimado por ela mesma de 7 bilhões de reais. Isto sim é uma vergonha, e não o custo da necessária rodovia do parque.

  • MILTON SPERONI diz: 19 de novembro de 2013

    Salve LULA!!

    Duplicou a BR 101 e agora será entregue a Rodovia do Parque!!

    E pasmem: Sem pedágiossssssss!!
    E tem “gente ‘ que ainda acha ruim.

  • Jose diz: 19 de novembro de 2013

    MEGA OBRA com todas as letras em maiúsculo. Quem não está satisfeito vai poder continuar escolhendo a 116 e seus engarrafamentos.

  • Nelson dos Santos Araujo diz: 19 de novembro de 2013

    Essa Obra e a mais importante em termos de grande Porto Alegre dos ultimos QUARENTA ANOS. Pego engarrafamentos desde inicio da decada de l970 na Br 116 desde Sao Leopoldo. E onde transporta-se 70% dos produtos industrias do Estado. Este e O GRANDE LEGADO que a PRESIDENTE DILMA deixara para os Gauchos. Coisa que os nossos polticios estao devendo ate hoje. Quanto a tudo desembocar na zona norte e RODOANEL e problema da Prefeitura de Porto Alegre, que para favorecer construçao civil da Capital, nao projeta Obras de planificaçao para o fluxo de veiculos. Hoje, onde existem 20 resicencias terreas, libera para construçao de 200 apartamentos,
    com as mesmas vias de escoamento.
    Nelson dosSantos

  • osvaldo andrade diz: 20 de dezembro de 2013

    a 1º parte esta concluida, mas o problema só vai mudar de lugar, p/bairro humaitá e br 116 após a rs 118, por tanto a luta deve continuar p/ chegar até a rs 239 em estancia velha.

Envie seu Comentário