Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Petrobras investe R$ 880 mil em recuperação de estação do trem em Canoas

03 de dezembro de 2013 6
Dezenas de painéis em mosaicos decoram a plataforma de embarque - Foto: Divulgação / Verdeperto

Dezenas de painéis em mosaicos decoram a plataforma de embarque – Foto: Divulgação / Verdeperto

Será inaugurada nesta terça-feira, dia 03, a obra de revitalização da Estação Petrobras, da Trensurb. O local foi transformado em uma espécie de galeria de arte ao ar livre. Além das obras de arte, toda a estação, incluindo as duas passarelas de acesso, recebeu reparos na estrutura e nova pintura. Um novo sistema de iluminação em tecnologia LED foi instalado na área superior.

O projeto de revitalização conta com painéis de mosaico em toda a plataforma de embarque e pinturas em grafite no teto do saguão da bilheteria. O projeto conta com patrocínio da Petrobras, que investiu R$ 880 mil.

Todo o teto da área de bilheteria da estação Petrobras ganhou desenhos dos artistas Rafael Jung e Pedro Correa - Foto: Divulgação / Verdeperto

Todo o teto da área de bilheteria da estação Petrobras ganhou desenhos dos artistas Rafael Jung e Pedro Correa – Foto: Divulgação / Verdeperto

Os painéis em mosaicos retratam a beleza da fauna e da flora do Rio Grande do Sul. Nove mosaicistas do Rio Grande do Sul participaram do projeto. A artista Carolina Vecchio destaca que o tema abordado traz um paradoxo interessante.

- Em meio à correria e ao concreto, as pessoas poderão ver animais, flores, folhas, e floresta – segundo a mosaicista Carolina Vecchio, uma das nove profissionais que participou do projeto.

A obra "escada para o céu" é um dos destaques da revitalizada estação - Foto: Divulgação / Verdeperto

A obra “escada para o céu” é um dos destaques da revitalizada estação – Foto: Divulgação / Verdeperto

Os desenhos em grafite no teto da área foram feitos pelos artistas Rafael Jung e Pedro Correa. A dupla pintou mais de 400 metros quadrados de teto. Dentre as obras criadas estão a “Deusa da Petrobras”, em alusão à empresa que dá nome à estação, e “As Damas da Estação”, que retratam as quatro estações do ano.

Comentários (6)

  • JANE FOLHARINI BARBOSA diz: 3 de dezembro de 2013

    Trabalho em uma empresa perto da estação Petrobras e algumas vezes uso o trem. Comentava com meus colegas o quanto deveria ser cansativo ficar pintando deitado em um estrado, mas o resultado está maravilhoso. Nota 10 para a iniciativa, espero que a população valorize. É uma obra de arte a ser apreciada, e não depredada.

  • Luciano Oliveira diz: 3 de dezembro de 2013

    Ótima a iniciativa, belo trabalho mesmo… No entanto, fica a dúvida. E o restante das estações que encontram-se em estado deplorável?

  • Jorge Alex diz: 3 de dezembro de 2013

    Ficou muito bonita a estação, graças a esta iniciativa da Petrobras. Entretanto, fica meu descontentamento quanto a situação das outras estações, que dentre as definciências, cito algumas: pintura desgastada, falta de bancos, escadas e acessos que não comportam o público (ex. estações do trecho de sapucaia ao mercado), passarelas de acesso em péssimo estado de conservação e “feias”, insuficiência de catracas (fica-se em filas enormes na estação mercado), falta de guiches para vendas de bilhetes (mais filas, ex. estação mercado e canoas). Mas o que me encomoda mais, particularmente, é o matacal que se encontra toda a via da Trensurb, me admira nenhum órgão fazer alguma notificação, em razão, por exemplo, do perigo que esta vegetação oferece a todos, favorece o acumulo de sugeira, esconderijo para vandalos, marginais e moradores de rua, degrada estruturalemente e funcionalmente a via, dentre outros. Fica meu pedido: Limpem as vias, melhores as estações e acessos. E não me esquecendo, por favor trens mais modernos. Será que to pedindo demais? Atendo pelo menos uma destas coisas ficaria mais feliz como usuário diário. Fico extremamente depressivo ao olhar para a “feiura” das estações, dos trens, da via, das passarelas, e me entristesse ficar nas filas, antes e depois de um dia de trabalho.

  • Thiago diz: 3 de dezembro de 2013

    Estas estações mais antigas são bem feias. Esta aí ficou bem bonita, bem que poderiam repetir o trabalho com as demais.

  • Leonardo diz: 3 de dezembro de 2013

    Quase um milhão de reais para fazer pinturas…
    Alguém meteu a mão nessa grana e certamente não foram os pintores.

  • Luis diz: 3 de dezembro de 2013

    Gostei do resultado mas poderiam fechar as estações com vidro e colocar ar-condicionado… nem vou comentar que os trens precisam de resfriamento também… um calor insuportável, especialmente em horários de pico. Conheço muita gente que vai e vem de carro, devido a falta de conforto das estações e trens. A Trensurb perde dinheiro com isso e as estradas lotam ainda mais.

Envie seu Comentário