Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Obras da nova ponte do Guaíba depende de aprovação de projetos que estão há seis meses parados

05 de março de 2015 6
Obras iniciaram em outubro – Jocimar Farina / Rádio Gaúcha (Arquivo)

Primeiras estacas foram cravadas em outubro – Jocimar Farina / Rádio Gaúcha (Arquivo)

A demora na aprovação dos projetos básico e executivo das obras da nova ponte do Guaíba pela Diretoria de Planejamento e Pesquisa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) de Brasília vai interferir no cronograma dos trabalhos. A aprovação dos projetos deveria ter ocorrido entre setembro e outubro de 2014.

O estaqueamento da estrutura da nova ponte poderia começar em março, porém, o trabalho em campo não pode começar sem antes a autorização ser dada. As construtoras responsáveis pelo serviço já produzem as fundações da travessia desde fevereiro.

O Dnit também não concluiu o processo de desapropriação de áreas privadas. Quando isso ocorrer, a Justiça Federal vai começar o processo de audiências de conciliação. Também segue o problema de invasão em uma das áreas do futuro reassentamento das famílias da nova ponte do Guaíba. Em dezembro, já havia 56 casebres no terreno, localizado na Avenida Ernesto Neugebauer, na zona norte de Porto Alegre.

As obras da nova ponte devem ser realizadas em três anos. A segunda ponte terá uma extensão de 7,3 quilômetros de obras e 28 metros de largura nos vãos principais. Cada pista contará com duas faixas de rolamento com acostamento e refúgio central. No entanto, é possível que, no futuro, a ponte tenha três faixas de tráfego para cada sentido. O Dnit estima que 50 mil veículos utilizem a nova ponte diariamente.

Saiba mais:

- Área de reassentamento de famílias da nova ponte do Guaíba é invadida

- Construção da nova ponte do Guaíba já está um mês atrasada

- Começam as obras da nova ponte do Guaíba

- Fepam emite Licença de Instalação para a nova ponte do Guaíba

- Definidas áreas que serão destinadas às famílias afetadas pela construção da nova ponte do Guaíba

- Tribunal de Contas da União investiga possíveis irregularidades em construção de nova ponte do Guaíba

Comentários (6)

  • Anderson diz: 5 de março de 2015

    Poxa vida, quando se fala em obras ja se imagina que a burocracia está metida no meio.
    Sobrou ate pra ponte de Laguna, 30 milhoes nao pagos pelo governo federal as empreiteiras. :)

  • Leandro Oliveira diz: 5 de março de 2015

    Uma dúvida Jocimar, a ponte nova termina antes ou depois da ponte do Jacui?
    Um Abraço.

  • FLAVIO FAGUNDES DA SILVEIRA diz: 5 de março de 2015

    Como assim? as obras não tinham iniciado antes das eleições? vi reportagens e fotos mostrando o estaqueamento!!!! quem está mentindo???

  • Marco Antônio Silva diz: 5 de março de 2015

    Sé existe uma palavra para definir isto: “Esculhembação”.

  • Augusto diz: 17 de março de 2015

    É inacreditável. Coisas de um país PIADA. Colocaram as duas estacas base para a ponte, sem que sequer houvesse projeto básico nem executivo. Depois quando digo que a DIlma deveria ser enforcada em praça pública ainda ficam chateados. Ela determinou que se colocassem as estacas 5 dias antes das eleições. Isso a imprensa DEVERIA denunciar. As estacas sequer estão no lugar certo, óbvio! Não há projeto executivo. Simplesmente, eleitoreiramente e escatologicamente, a anta mandou começar uma obra inútil, desperdiçando dinheiro público em algo que vai ter que ser desfeito. É um nojo esta Brasil.

Envie seu Comentário