Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Canoas"

Projeto de rebaixamento do Trensurb em Canoas deve ser concluído em abril

13 de abril de 2015 1
Nova estação prevista para o centro de Canoas - Imagem: Divulgação / Prefeitura de Canoas

Nova estação prevista para o centro de Canoas – Imagem: Divulgação / Prefeitura de Canoas

A empresa Bourscheid Engenharia e Meio Ambiente começou, nesta segunda-feira (13), a segunda análise de solo do traçado do rebaixamento do trem em Canoas. O trabalho ocorrerá na Avenida Victor Barreto, entre a Avenida Inconfidência e a Rua Europa, e na Avenida Guilherme Schell, entre a Avenida Inconfidência e a Rua Rio Grande do Norte. Estão sendo feitas sondagens para saber que tipo de pavimento poderá ser construído em cima do Trensurb. A primeira análise que foi feita avaliou as estruturas que devem ser usadas para rebaixar o trem.

A expectativa é que o projeto executivo seja concluído até o fim do mês. A empresa também realizou o projeto básico da obra. Após esta etapa, a Trensurb e a prefeitura de Canoas vão buscar recursos para que o rebaixamento possa ser realizado.

O rebaixamento do trem deve se estender por cerca de dois quilômetros, das proximidades do viaduto do Ipuc, na Rua Araçá, até o entorno do Canoas Shopping (alguns metros depois da Rua Mathias Velho). O projeto contempla ainda a criação de corredor de ônibus, construção de um boulevard e de uma esplanada de integração, circulação de pessoas, carros e transporte coletivo junto à nova estação da Trensurb, que será subterrânea. A Victor Barreto terá um trecho subterrâneo. Está previsto, ainda, o alargamento da Guilherme Shell.

Saiba mais:

- Contrato para estudos da segunda fase do aeromóvel de Canoas será assinado hoje

- Canoas recebe hoje mais R$ 9 milhões para projeto do Aeromóvel

- Aeromóvel da Trensurb transporta menos da metade dos passageiros previstos

- Governo Federal anuncia R$ 272 milhões para aeromóvel em Canoas

- Definição sobre Aeromóvel de Canoas deve ocorrer em um mês

Assinado contrato para construção e reforma de 22 passarelas na BR-116

25 de dezembro de 2014 2
Trecho de Esteio ganhará novas passarelas – Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS (Arquivo)

Trecho de Esteio ganhará novas passarelas – Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS (Arquivo)

O contrato para construção e reforma de 22 passarelas na BR-116 foi assinado na última semana e publicado no Diário Oficial da União. Os trabalhos serão executados pelo Consórcio Cidade – Geottec.

Ela terá quatro meses para realizar os projetos. Contratualmente, o Dnit terá 60 dias para analisar o trabalho. Depois disso, as empresas terão dois anos e meio para realizar as melhorias. O investimento será de R$ 72,95 milhões (R$72.950.000,00).

O contrato do lote um ainda não foi assinado. A licitação foi vencida pelo Consórcio Brasília/Guaíba, Sultepa, BGOP e ATP Engenharia. O serviço será executado por R$ 392,2 milhões (R$392.200.000,00).

Neste lote estão previstas as maiores intervenções na rodovia: construção de ruas laterias; implantação de terceira faixa, inclusive nos viadutos; construção de novos viadutos, passagens de nível e passarelas. O trecho de Esteio deverá receber a maior quantidade de novas obras, principalmente na região do Parque de Exposições Assis Brasil. Canoas terá um cruzamento por baixo da BR-116, próximo do Conjunto Comercial. São Leopoldo ganhará a duplicação da ponte do Rio dos Sinos. Já Novo Hamburgo não foi contemplada com a construção do viaduto do Bairro Roselândia. Também não haverá, nesta licitação, a duplicação da BR-116 até Dois Irmãos.

Passarelas que serão construídas ou reformadas:

Novo Hamburgo
• Rua José Quadros – Km 233
• A 230m ao Norte do viaduto Airton Senna / Rua Porto Lucena – km 235
• A 80m ao Sul da Av. Cel. Frederico Linck – km 236,3
• Rua Guaicurus / Colégio Liberato – km 236,8
• Rua Jornal NH – km 237

São Leopoldo
• Rua Limoeiro – km 239
• Rua São Leopoldo – km 240
• Rua DNER / UL São Leopoldo / Scharlau – km 240,4
• Posto Polícia Rodoviária Federal – km 241
• Rua São Simão / Rua Maceió – km 241,9
• Rua Demétrio Ribeiro / Rua Jacob Blauth Netto – km 242
• Rua Cristo Rei / Loja Leroy Merlin – km 246
• Rua Pe. Luiz Gonzaga Jaeger – Bairro São João Batista – km 248
• Seminário Concórdia – km 248,3
• Reforma Passarela da Av. Caxias do Sul – km 242,85

Sapucaia do Sul
• Av. Industrial / Mercado Atacadão – km 249

Esteio
• Rua Cristovão Colombo / Indústria Solae – km 253
• Frente a Votoran – km 253,5
• Passarela Estação Esteio Trensurb – km 254

Canoas
• Rua Major Sezefredo / Concessionária Sbardecar – km 261,6
• Rua Regente Feijó / Mercado Bourbon – km 261,8

Porto Alegre
• Reforma Passarela Estação Aeroporto Trensurb – km 270,3

Saiba mais:

- Divulgadas empresas que vão realizar obras na BR-116 entre Porto Alegre e Novo Hamburgo

- Propostas para obras de melhorias na BR-116 serão recebidas em outubro

- Adiada publicação de licitação sobre melhorias no trecho metropolitano da BR-116

- Melhorias no trecho metropolitano da BR-116 vão sair do papel

- Presidente Dilma anuncia melhorias na BR 116 e extensão da Rodovia do Parque e da BR 392

- BR-116 receberá melhorias entre Porto Alegre e Novo Hamburgo

Contrato para estudos da segunda fase do aeromóvel de Canoas será assinado hoje

19 de dezembro de 2014 7
Como ficará a estação Mathias Velho do Trensurb – Imagem: Divulgação / Prefeitura de Canoas

Como ficará a estação Mathias Velho do Trensurb – Imagem: Divulgação / Prefeitura de Canoas

O contrato para estudos e projeto das linhas dois e três do Aeromóvel de Canoas será assinado nesta sexta-feira (19) entre a Prefeitura do município e a empresa Aeromóvel Brasil. Em outubro, o Governo Federal garantiu o repasse de R$ 9 milhões para o desenvolvimento do trabalho.

O lote dois corresponde ao trecho da estação Mathias Velho do Trensurb até o fim da Rua Rio Grande do Sul no bairro Mathias Velho. Ele tem 4,8 quilômetros. O lote três vai do entroncamento das avenidas Farroupilha e Boqueirão até a Praça do Avião, em um total de três quilômetros.

Os projetos devem ser feitos em seis meses. Depois disso, a licitação para contratar a empresa que vai realizar a obra e administrar o sistema poderá ser lançado. Para isso, a Prefeitura busca mais recursos. Na avaliação do prefeito Jairo Jorge toda obra deve custar R$ 800 milhões.

O prefeito Jairo Jorge também assina o decreto que institui o comitê gestor da obra da Linha 1. A licitação desse trecho, de 5,9 quilômetros, está em fase final de elaboração. Vai contratar a empresa que irá realizar a obra do lote um e a aquisição dos veículos que vão operar nesta linha.

O trecho 1 está localizado entre a avenida 17 de Abril, no bairro Guajuviras, e a estação Mathias Velho do Trensurb. A Prefeitura já garantiu o empréstimo de R$ 272 milhões do Governo Federal. Esse trecho já conta com um ante-projeto. O estudo desse lote foi feito pela Aeromóvel Brasil a um custo aproximado de R$ 1 milhão.

Linha será construída em região com 150 mil habitantes - Arte: Gilson Filho / Prefeitura de Canoas

Linha será construída em região com 150 mil habitantes – Arte: Gilson Filho / Prefeitura de Canoas

O objetivo é que as obras sejam realizadas em um ano e meio e que o lote um já esteja em operação em 2016. Os dois bairros têm, juntos, cerca de 150 mil habitantes.

A cerimônia de assinatura dos contratos dos lotes dois e três será realizada às 11h, na estação do aeromóvel junto ao Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre. Na ocasião, a Trensurb também vai comemorar um milhão de passageiros transportados no Aeromóvel entre o Aeroporto Salgado Filho e a estação Aeroporto do trem.

Estudos e Projeto das Linhas 2 e 3 do Aeromóvel de Canoas:

Valor do Contrato: R$ 8.971.161,65
Prazo de Execução: 6 meses
Escopo da Contratação:
- Especificação de Modelo do Sistema
- Projeto Geométrico Básico
- Levantamento Topográfico e Cadastral
- Estudos Geológicos e Laudo Geotécnico de Fundações
- Licenciamento Ambiental do Empreendimento
- Projeto Básico das Estruturas da Via Elevada
- Projeto Básico das Estações
- Projeto Operacional Básico do Sistema Aeromóvel
- Projeto Elétrico Básico
- Projeto Básico do Sistema de Controle Automático
- Plano de Mobilidade Urbana de Canoas
- Modelagem Institucional e Financeira da Construção e Operação
- Orçamento da Implantação
- Cronograma Físico-Financeiro da Implantação

Saiba mais:

- Canoas recebe hoje mais R$ 9 milhões para projeto do Aeromóvel

- Aeromóvel da Trensurb transporta menos da metade dos passageiros previstos

- Governo Federal anuncia R$ 272 milhões para aeromóvel em Canoas

- Definição sobre Aeromóvel de Canoas deve ocorrer em um mês

Divulgadas empresas que vão realizar obras na BR-116 entre Porto Alegre e Novo Hamburgo

21 de novembro de 2014 4
Trecho de Esteio ganhará novos viadutos – Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS (Arquivo)

Trecho de Esteio ganhará novos viadutos – Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS (Arquivo)

Foram divulgados os nomes das empresas que realizarão as obras de melhoria na BR-116, entre Porto Alegre e Novo Hamburgo. O resultado foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (21).

O Consórcio Brasília/Guaíba, Sultepa, BGOP e ATP Engenharia ficará responsável pelo lote um, onde estão previstas as maiores intervenções na rodovia. O serviço será executado por R$ 392,2 milhões (R$392.200.000,00).

O lote dois foi vencido pelo Consórcio Cidade – Geottec, com proposta de preço de R$ 72,95 milhões (R$72.950.000,00). Ele irá construir e reformar 22 passarelas. Os contratos deverão ser assinado no dia primeiro de dezembro. O Palácio do Planalto está avaliando a possibilidade da presidente Dilma Roussef participar da solenidade.

Os vencedores da disputa terão quatro meses para realizar os projetos. Contratualmente, o Dnit terá 60 dias para analisar o trabalho. Depois disso, as empresas terão dois anos e meio para realizar as melhorias.

Para que as obras sejam realizadas, as empresas vencedoras precisarão providenciar revitalização de sete quilômetros das Avenidas Guilherme Schell, em Canoas e Ernesto Neugebauer em Porto Alegre.

Estão previstas construções de ruas laterias; implantação de terceira faixa, inclusive nos viadutos; construção de novos viadutos, passagens de nível e passarelas. O trecho de Esteio deverá receber a maior quantidade de novas obras, principalmente na região do Parque de Exposições Assis Brasil. Canoas terá um cruzamento por baixo da BR-116, próximo do Conjunto Comercial. São Leopoldo ganhará a duplicação da ponte do Rio dos Sinos. Já Novo Hamburgo não foi contemplada com a construção do viaduto do Bairro Roselândia. Também não haverá, nesta licitação, a duplicação da BR-116 até Dois Irmãos.

Obras previstas em cada um dos municípios:

Novo Hamburgo

• Ruas laterais: implantação de trechos inexistentes, regularização em trechos existentes sem condições de receber maior volume de tráfego;
• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os atuais acessos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Pontilhão sobre o Arroio Luis Rau: será necessária sua ampliação nos dois sentidos da rodovia, para permitir a continuidade do tráfego nas ruas laterais;
• Passagem inferior da Rua Pedro Álvares Cabral: obra nova a ser implantada transversalmente ao eixo da BR – 116;
• Alteração no viaduto Ayrton Sena: será implantada uma alça de acesso no viaduto, permitindo ao tráfego originário do Bairro Boa Saúde acessar a rua lateral da BR-116, com destino à RS-239, eliminando o conflito existente sobre o viaduto.;
• Passagem inferior do Bairro Primavera: trata-se de obra nova a ser implantada transversalmente ao eixo da BR – 116.

São Leopoldo

• Ruas laterais: implantação de trechos inexistentes, regularização em trechos existentes sem condições de receber maior volume de tráfego;
• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os acessos antigos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Prolongamento de aproximadamente 17 metros do lado direito da Galeria do Arroio Gauchinho, permitindo a implantação da rua lateral;
• Reforma do Viaduto da Scharlau;
• Construção de um novo viaduto no entroncamento com a RS-240, sobre o Viaduto da Scharlau, permitindo o ingresso direto do tráfego sentido capital-interior,
àquela rodovia estadual, eliminando o cruzamento sob o viaduto existente;
• Ponte sobre a Várzea do Rio dos Sinos: reforma de duas pontes paralelas já existentes. É necessário aumentar a largura das faixas para que sejam implantadas 3 faixas de tráfego, faixas de segurança e passeios, em cada sentido;
• Ponte sobre o Rio dos Sinos: Construção de duas pontes novas.

Sapucaia do Sul

• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os atuais acessos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego.

Esteio

• Ruas laterais: implantação de trechos inexistentes, regularização em trechos existentes sem condições de receber maior volume de tráfego;
• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os atuais acessos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Viaduto na BR-116: construção de viaduto novo junto ao Parque de Exposições Assis Brasil;
• Viaduto em rua lateral: construção de viaduto novo cruzando sobre a Avenida Celina Chaves Kroeff;

Esquema de circulação no local:

• Sentido interior-capital:
® A Av. Independência, no trecho entre a Av. Celina Kroeff e a Rua Arroio Esteio terá mão única nesse sentido;
® Direção Porto Alegre, seguir pela BR-116 passando pelo viaduto existente;
® Para BR-448, tomar a rua lateral e entrar na Av. Celina Kroeff, sob o viaduto da rua lateral;
® Para Canoas via Av. Independência, tomar a rua lateral, cruzar a Av. Celina Kroeff ao lado do viaduto da rua lateral seguindo pela Av. Independência.

• Entrada e saída de Esteio:
® Direção Esteio, o tráfego segue pela rua lateral acessando a alça do viaduto de acesso a Esteio, passando sobre a BR-116;
® Direção BR-448, tomar a faixa à esquerda do viaduto da rua lateral e ingressar na Av. Celina Kroeff;
® Direção Canoas/Porto Alegre, pegar o viaduto da rua lateral desembocando na Av. Independência;
® Direção Esteio vindo da BR-448, seguir pela Av. Independência até o viaduto de retorno a diante.

• Sentido capital-interior:
® Direção Novo Hamburgo, seguir pela BR-116 passando pelo viaduto novo paralelo ao existente;
® Para BR-448, tomar a faixa da esquerda, na primeira saída, cruzar sob os viadutos da BR-116 e entrar na Av. Celina Kroeff;
® Para Canoas via Av. Independência, tomar a faixa da esquerda, na primeira saída, cruzar sob os viadutos da BR-116 fazendo retorno na rotatória existente e seguindo pela Av. Independência;
® Para destino a Esteio, tomar a faixa da esquerda, na segunda saída, cruzar sob os viadutos da BR-116 e pegar o viaduto em direção a Esteio.

• Viaduto de retorno ao Parque de Exposições Assis Brasil: construção de viaduto novo, Esta obra possibilitará o retorno do tráfego da Av. Independência, que terá sentido único, bem como possibilitará o fluxo da Avenida Guilherme Schell, procedente de Canoas, com destino norte, acesse a rua lateral a ser implantada no lado esquerdo da rodovia.

Esquema de circulação no local:

® O tráfego com destino a Porto Alegre seguirá pela Av. Independência, tomando o acesso à BR-116;
® O tráfego com destino a Canoas segue direto pela Av. Independência;
® O tráfego com destino a Novo Hamburgo acessa a alça do viaduto novo, cruzando sobre a BR-116 e seguindo pela rua lateral até à próxima saída;
® O tráfego procedente de Canoas com destino a Novo Hamburgo, acessa a alça do viaduto novo, cruzando sobre a BR-116 e seguindo pela rua lateral até a próxima saída.

• Ponte sobre o Arroio Sapucaia: alargamento das duas pontes paralelas existentes, sobre o arroio Sapucaia.

Canoas

• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os acessos antigos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Construção de novo viaduto sobre a linha férrea da Trensurb e substituição dos viadutos existentes, os quais apresentam sérios problemas estruturais, permitindo a implantação da 3ª faixa de rolamento, em cada sentido;
• Alargamento do Viaduto de acesso à REFAP, para o lado direito, permitindo a implantação da 3ª faixa de rolamento, nos dois sentido da rodovia;
• Viaduto Boqueirão: trata-se da reforma do viaduto já existente sobre a Rua Boqueirão de modo a permitir a implantação de 3ª faixa de tráfego, nos dois sentidos;
• Rua Domingos Martins: Ligação da Rua Domingos Martins com a Rua Pinto Bandeira, através da implantação de uma Passagem Inferior;
• Viaduto da Praça do Avião: trata-se da reforma do viaduto já existente sobre a Avenida Inconfidência para permitir a implantação de 3ª faixa de tráfego;

Porto Alegre

• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Passagem inferior para pedestres sobre a BR-290;
• Passagem inferior de acesso a Avenida Ernesto Neugebauer: vai propiciar ao tráfego procedente do litoral norte o acesso à Av. Ernesto Neugebauer, sem necessidade de trafegar na BR-116 até o Viaduto do bairro Rio Branco em Canoas. Esse tráfego tomará o segundo retorno existente na BR-290, passando sob o viaduto existente e pela passagem inferior a ser construída sobre o primeiro retorno e acessando a Rua Ernesto Neugebauer;
• Passagem inferior de acesso à Fronteira Oeste: obra nova a ser implantada em ramo novo da BR-116, o qual cruzará transversalmente o ramo de acesso ao norte do Estado da BR-290, separando os fluxos de tráfego no local e eliminando os conflitos existentes;
• Implantação de Rótula na interseção da Av. Ernesto Neugebauer com os ramos de acesso da BR-290.

Revitalização das Avenidas Guilherme Schell e Ernesto Neugebauer:

• Serão revitalizadas as avenidas Guilherme Schell e Ernesto Neugebauer, com a restauração do pavimento existente e implantação de sinalização horizontal e vertical;
• Na avenida Guilherme Schell deverá ser implantado divisor físico em concreto, separando os sentidos de tráfego, com implantação de duas faixas por sentido e restauração do pavimento existente;
• Na Avenida Ernesto Neugebauer deverá ser substituído o pavimento existente;
• Em ambas as avenidas deverá ser adequada ou implantada a rede de drenagem pluvial.

Passarelas:

Novo Hamburgo
• Rua José Quadros – Km 233
• A 230m ao Norte do viaduto Airton Senna / Rua Porto Lucena – km 235
• A 80m ao Sul da Av. Cel. Frederico Linck – km 236,3
• Rua Guaicurus / Colégio Liberato – km 236,8
• Rua Jornal NH – km 237

São Leopoldo
• Rua Limoeiro – km 239
• Rua São Leopoldo – km 240
• Rua DNER / UL São Leopoldo / Scharlau – km 240,4
• Posto Polícia Rodoviária Federal – km 241
• Rua São Simão / Rua Maceió – km 241,9
• Rua Demétrio Ribeiro / Rua Jacob Blauth Netto – km 242
• Rua Cristo Rei / Loja Leroy Merlin – km 246
• Rua Pe. Luiz Gonzaga Jaeger – Bairro São João Batista – km 248
• Seminário Concórdia – km 248,3
• Reforma Passarela da Av. Caxias do Sul – km 242,85

Sapucaia do Sul
• Av. Industrial / Mercado Atacadão – km 249

Esteio
• Rua Cristovão Colombo / Indústria Solae – km 253
• Frente a Votoran – km 253,5
• Passarela Estação Esteio Trensurb – km 254

Canoas
• Rua Major Sezefredo / Concessionária Sbardecar – km 261,6
• Rua Regente Feijó / Mercado Bourbon – km 261,8

Porto Alegre
• Reforma Passarela Estação Aeroporto Trensurb – km 270,3

Saiba mais:

- Propostas para obras de melhorias na BR-116 serão recebidas em outubro

- Adiada publicação de licitação sobre melhorias no trecho metropolitano da BR-116

- Melhorias no trecho metropolitano da BR-116 vão sair do papel

- Presidente Dilma anuncia melhorias na BR 116 e extensão da Rodovia do Parque e da BR 392

- BR-116 receberá melhorias entre Porto Alegre e Novo Hamburgo

Rodovia do Parque será parcialmente bloqueada para reparo no fim de semana

31 de outubro de 2014 51
Buraco próximo a Porto  Alegre surgiu nos últimos dias - Foto: Emanuel Soares / Rádio Gaúcha

Buraco próximo a Porto Alegre surgiu nos últimos dias – Foto: Emanuel Soares / Rádio Gaúcha

A Rodovia do Parque ficará parcialmente bloqueada neste fim de semana, entre os quilômetros 18 e 21 no sentido interior-capital, em Canoas. A interrupção ocorrerá das 7h30 deste sábado (01) até as 6h de segunda-feira (04).

Neste período, a construtora Queiroz Galvão, responsável pela construção do lote 03 da BR-448, fará uma manutenção preventiva em fissuras que surgiram próximas às juntas de dilatação da ponte estaiada e parte da elevada.

Os serviços serão realizados inicialmente em duas das três faixas. O local estará devidamente sinalizado com placas, cones e dispositivos noturnos. A ação contará com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.

Mais fotos:

Saiba mais:

- Desnível na Rodovia do Parque vai permanecer por mais dois anos

- Dnit notifica construtora para diminuir desnível no asfalto em trecho da BR-448

Dnit fecha retorno na BR-386 em Canoas

23 de outubro de 2014 3
Retorno em Canoas foi fechado - Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal

Retorno em Canoas foi fechado – Foto: Divulgação / Polícia Rodoviária Federal

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), fechou o retorno do quilômetro 443, em Canoas. A colocação de defensas metálicas no local atendeu pedidos da Polícia Rodoviária Federal, que reclamava que a conversão de veículos causava diversos acidentes, inclusive com mortes.

A partir de agora, os motoristas, que antes usavam esse local para trocar de pista, precisam usar a Rodovia do Parque.

Saiba mais:

- Ibama autoriza e duplicação na BR-386 começa na segunda-feira

- Viaduto de Tabaí, na BR-386, será liberado ao tráfego na segunda-feira

- Conclusão de mais um trecho duplicado da BR-386 atrasa em mais três meses

- Liberado novo trecho duplicado da BR-386

- Conclusão de estudo para duplicação da BR-386 até o Noroeste gaúcho é adiada

Canoas recebe hoje mais R$ 9 milhões para projeto do Aeromóvel

01 de outubro de 2014 13
Como ficará a estação Mathias Velho do Trensurb - Imagem: Divulgação / Prefeitura de Canoas

Como ficará a estação Mathias Velho do Trensurb – Imagem: Divulgação / Prefeitura de Canoas

O projeto do Aeromóvel de Canoas vai receber mais R$ 9 milhões nesta quarta-feira (01). O dinheiro será usado para fazer o anteprojeto dos lotes dois e três e para a elaboração do estudo de viabilidade e econômica do transporte.

O lote dois corresponde ao trecho da estação Mathias Velho do Trensurb até o fim da Rua Rio Grande do Sul no bairro Mathias Velho. Ele tem 4,8 quilômetros. O lote três vai do entroncamento das avenidas Farroupilha e Boqueirão até a Praça do Avião, em um total de três quilômetros.

Os projetos devem ser feitos em até quatro meses. Depois disso, a licitação para contratar a empresa que vai realizar a obra e administrar o sistema poderá ser lançado. Para isso, a Prefeitura busca mais recursos. Na avaliação do prefeito Jairo Jorge toda obra deve custar R$ 800 milhões.

O projeto do Aeromóvel de Canoas:

Verba da União contempla traçado amarelo do aeromóvel de Canoas - Arte: Gilson Filho

Linha será construída em região com 150 mil habitantes - Arte: Gilson Filho / Prefeitura de Canoas

A Prefeitura já garantiu o empréstimo de R$ 272 milhões do Governo Federal. Esse dinheiro será usado na construção de 5,9 quilômetros de linha no lote um, entre a avenida 17 de Abril, no bairro Guajuviras, e a estação Mathias Velho do Trensurb. Esse trecho já conta com um ante-projeto. O estudo desse lote foi feito pela Aeromóvel Brasil a um custo aproximado de R$ 1 milhão.

A expectativa é que em até 60 dias o edital para contratar a empresa que irá realizar a obra do lote um seja publicado. Com esses recursos serão adquiridos também os veículos que vão operar nesta linha.

O objetivo é que as obras sejam realizadas em um ano e meio e que o lote um já esteja em operação em 2016. Os dois bairros têm, juntos, cerca de 150 mil habitantes.

Rebaixamento do Trensurb em Canoas:

No encontro desta quarta-feira, que contará com a presença do Ministro das Cidades, Gilberto Occhi, o prefeito também irá apresentar o projeto de rebaixamento do trem, no centro. A prefeitura aguarda o lançamento a terceira edição do Programa de Aceleração do Crescimento para apresentar o projeto.

A estimativa é que o rebaixamento de aproximadamente dois quilômetros do trem, na região da avenida Victor Barreto, custe R$ 400 milhões. Essa obra permitiria integrar o centro da cidade, que é separado pela linha do trem. A empresa Bourscheid foi contratada em 2012, por R$ 6 milhões, para fazer o projeto executivo. O recurso veio do Governo Federal.

Saiba mais:

- Governo Federal anuncia R$ 272 milhões para aeromóvel em Canoas

- Definição sobre Aeromóvel de Canoas deve ocorrer em um mês

 

Dnit notifica construtora para diminuir desnível no asfalto em trecho da BR-448

25 de setembro de 2014 1

Os usuários da Rodovia do Parque estão reclamando do desnível do asfalto na região do viaduto da BR-386, localizado no quilômetro 11, em Canoas. O temor é que essa diferença no pavimento possa causar acidentes e danos aos veículos.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informa que já notificou a empresa responsável pela obra no trecho para que tome providências. Ainda não há data para a realização do reparo, mas a expectativa é que ocorra nas próximas semanas. A responsabilidade é do consórcio de empresas Construcap – Ferreira Guedes.

A origem dessa diferença entre o viaduto e o pavimento da rodovia pode estar relacionado com um problema na execução da obra. A elevada foi construída com uma altura menor do que a previsto no projeto. O problema foi detectado e consertado antes mesmo da inauguração da rodovia.

Saiba mais:

- Extensão da Rodovia do Parque até Portão será licitada no final de outubro

- Primeiras famílias começam a invadir margens da Rodovia do Parque em Esteio

Iluminação será religada hoje em seis quilômetros da Rodovia do Parque em Esteio

21 de agosto de 2014 3
Luz voltará em trecho de seis quilômetros - Foto: Camila Sorgetz / Prefeitura de Esteio (Arquivo)

Luz voltará em trecho de seis quilômetros – Foto: Camila Sorgetz / Prefeitura de Esteio (Arquivo)

A AES Sul vai religar a iluminação no trecho de Esteio da Rodovia do Parque nesta quinta-feira (21). À noite, a região de seis quilômetros já contará com luz em 384 postes. A companhia elétrica recebeu a documentação da prefeitura nessa quarta-feira (20).

O secretário Municipal de Obras Viárias e Serviços Urbanos de Esteio, José Luiz da Silva, aguarda levantamento que irá revelar quanto a prefeitura vai gastar. De qualquer forma, o prefeito Gilmar Rinaldi já avisou que a conta será paga.

A iluminação está desligada desde quando as empresas que realizaram a construção da rodovia anunciaram que não iriam mais pagar a conta. Desde então, a AES aguardava que a prefeitura de Esteio se responsabilizasse pelo pagamento.

No começo do mês de agosto, o prefeito havia informado, em entrevista à Rádio Gaúcha, que a luz só voltaria nos postes depois que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) fizesse o reparo da iluminação. Porém, na última sexta-feira (15), técnicos da prefeitura fizeram vistoria e identificaram que a instalação estava correta. Gilmar Rinaldi também havia negado ter sido comunicado pela autarquia de que a instalação estava concluída. Mas o Dnit confirmou que a prefeitura foi notificada em 13 de maio de que poderia ligar a iluminação.

Com a medida, os únicos pontos que permanecerão sem luz na BR-448, a partir de hoje, serão a ponte do Rio Gravataí e o viaduto da Freeway, em Porto Alegre. Os cabos de energia foram furtados duas vezes. A prefeitura anunciou que só assumirá a conservação depois que o Dnit entregar o trecho energizado. Não há prazo de quando a autarquia vai contratar a empresa que realizará o serviço.

Saiba mais:

- Vistoria deve garantir volta da iluminação no trecho de Esteio da Rodovia do Parque

- Iluminação da BR-448, em Esteio, ainda não foi ligada porque a prefeitura não autorizou

- Concluída pavimentação de acesso da Rodovia do Parque até o Parque de Exposições de Esteio

- Primeiras famílias começam a invadir margens da Rodovia do Parque em Esteio

Trensurb começa hoje a reformar o elevador da estação Mathias Velho em Canoas

07 de agosto de 2014 2
Nove elevadores da Trensurb estão sendo reformados - Foto: Luiz Soares / Trensurb

Nove elevadores estão sendo reformados – Foto: Luiz Soares / Trensurb

O elevador da estação Mathias Velho do Trensurb vai ficar inativo pelos próximos 40 dias. Neste período, a empresa Nalc Comércio e Indústria Ltda. realizará a reforma do equipamento.

Este é um dos nove elevadores que estão passando por melhorias. Na estação São Pedro o processo de modernização já foi concluído. Ainda receberão reparos os equipamentos das estações Canoas, Unisinos, São Leopoldo (dois) e no pátio da empresa (três).

Segundo a Trensurb, as melhorias vão propiciar mais suavidade de partidas e paradas, reduzirá o consumo de energia elétrica e trará ganho de confiabilidade e acessibilidade.

O contrato foi assinado com a empresa, em fevereiro deste ano, ao custo de R$ 1 milhão (R$ 1.003.999,95) e prevê, além da atualização desses equipamentos, serviços de manutenção preventiva e corretiva em 25 elevadores de 11 estações, de São Pedro a Novo Hamburgo, e no pátio da Trensurb. A contratação tem vigência de um ano. Neste período, a modernização dos nove equipamentos deve ser concluída.

Não estão incluídas as plataformas elevatórias da Estação Mercado, que já têm contrato de manutenção. Os futuros elevadores das estações Farrapos, Rodoviária e Esteio ainda não estão contemplados nesse contrato.

Saiba mais:

- Trensurb lança licitação para manutenção das escadas rolantes das estações