Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "obras"

Prefeitura revoga termo que desobrigou OAS de realizar obras do entorno da Arena do Grêmio

21 de novembro de 2014 61
Obras do entorno da Arena estão suspensas até definição sobre quem as realizará – Foto: Omar Freitas (Arquivo)

Obras do entorno da Arena estão suspensas até definição sobre quem as realizará – Foto: Omar Freitas (Arquivo)

A Prefeitura de Porto Alegre revogou o termo de compromisso que havia sido firmado com a construtora OAS, em abril de 2012. A revogação está publicada nesta sexta-feira (21) no Diário Oficial do município.

Este documento desobrigou a empresa de realizar obras no entorno da Arena do Grêmio e transferiu a responsabilidade para o município. Outras melhorias, que estavam previstas, foram excluídas desse contrato.

Para não ingressar na Justiça contra a prefeitura e a construtora, a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público cobrou que esse termo fosse revogado. Desde abril, a prefeitura já indicava que faria o cancelamento.

A OAS já reconheceu a competência em realizar, pelo menos, parte das obras de melhoria no entorno. A outra parte seria discutida em ação na Justiça gaúcha. A construtora ainda não apresentou quais obras que irá realizar e quais não vai se comprometer.

Com o termo revogado e as obras realizadas, o Ministério Público concorda com a liberação das demais licenças que impedem que os demais prédios do complexo sejam erguidos e a entrega das chaves dos que atualmente são construídos.

As obras, que deveriam ser realizadas pela OAS, constam no Relatório de Impacto Ambiental firmado antes da construção da Arena. Em agosto do ano passado, a Prefeitura estimou que as obras do entorno do estádio custariam R$ 128 milhões.

Em outubro de 2013, a Promotoria e o Ministério Público de Contas expediram recomendação ao Prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, para que não sejam realizadas obras no entorno da Arena com recursos públicos até que a Justiça Estadual se manifeste.

Saiba mais: 

- Com anúncio de venda, MP espera definição sobre responsabilidade por obras do entorno da Arena do Grêmio

- Postes que avançaram para rua só serão realocados após definição sobre entorno da Arena do Grêmio

- Prefeitura deve revogar termo que desobrigou OAS de fazer obras no entorno da Arena do Grêmio

- MP mantém exigência para que OAS faça obras no entorno da Arena do Grêmio

- Ministério Público vê indícios de fraude em termo firmado entre Prefeitura de Porto Alegre e OAS

Divulgadas empresas que vão realizar obras na BR-116 entre Porto Alegre e Novo Hamburgo

21 de novembro de 2014 4
Trecho de Esteio ganhará novos viadutos – Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS (Arquivo)

Trecho de Esteio ganhará novos viadutos – Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS (Arquivo)

Foram divulgados os nomes das empresas que realizarão as obras de melhoria na BR-116, entre Porto Alegre e Novo Hamburgo. O resultado foi publicado no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (21).

O Consórcio Brasília/Guaíba, Sultepa, BGOP e ATP Engenharia ficará responsável pelo lote um, onde estão previstas as maiores intervenções na rodovia. O serviço será executado por R$ 392,2 milhões (R$392.200.000,00).

O lote dois foi vencido pelo Consórcio Cidade – Geottec, com proposta de preço de R$ 72,95 milhões (R$72.950.000,00). Ele irá construir e reformar 22 passarelas. Os contratos deverão ser assinado no dia primeiro de dezembro. O Palácio do Planalto está avaliando a possibilidade da presidente Dilma Roussef participar da solenidade.

Os vencedores da disputa terão quatro meses para realizar os projetos. Contratualmente, o Dnit terá 60 dias para analisar o trabalho. Depois disso, as empresas terão dois anos e meio para realizar as melhorias.

Para que as obras sejam realizadas, as empresas vencedoras precisarão providenciar revitalização de sete quilômetros das Avenidas Guilherme Schell, em Canoas e Ernesto Neugebauer em Porto Alegre.

Estão previstas construções de ruas laterias; implantação de terceira faixa, inclusive nos viadutos; construção de novos viadutos, passagens de nível e passarelas. O trecho de Esteio deverá receber a maior quantidade de novas obras, principalmente na região do Parque de Exposições Assis Brasil. Canoas terá um cruzamento por baixo da BR-116, próximo do Conjunto Comercial. São Leopoldo ganhará a duplicação da ponte do Rio dos Sinos. Já Novo Hamburgo não foi contemplada com a construção do viaduto do Bairro Roselândia. Também não haverá, nesta licitação, a duplicação da BR-116 até Dois Irmãos.

Obras previstas em cada um dos municípios:

Novo Hamburgo

• Ruas laterais: implantação de trechos inexistentes, regularização em trechos existentes sem condições de receber maior volume de tráfego;
• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os atuais acessos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Pontilhão sobre o Arroio Luis Rau: será necessária sua ampliação nos dois sentidos da rodovia, para permitir a continuidade do tráfego nas ruas laterais;
• Passagem inferior da Rua Pedro Álvares Cabral: obra nova a ser implantada transversalmente ao eixo da BR – 116;
• Alteração no viaduto Ayrton Sena: será implantada uma alça de acesso no viaduto, permitindo ao tráfego originário do Bairro Boa Saúde acessar a rua lateral da BR-116, com destino à RS-239, eliminando o conflito existente sobre o viaduto.;
• Passagem inferior do Bairro Primavera: trata-se de obra nova a ser implantada transversalmente ao eixo da BR – 116.

São Leopoldo

• Ruas laterais: implantação de trechos inexistentes, regularização em trechos existentes sem condições de receber maior volume de tráfego;
• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os acessos antigos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Prolongamento de aproximadamente 17 metros do lado direito da Galeria do Arroio Gauchinho, permitindo a implantação da rua lateral;
• Reforma do Viaduto da Scharlau;
• Construção de um novo viaduto no entroncamento com a RS-240, sobre o Viaduto da Scharlau, permitindo o ingresso direto do tráfego sentido capital-interior,
àquela rodovia estadual, eliminando o cruzamento sob o viaduto existente;
• Ponte sobre a Várzea do Rio dos Sinos: reforma de duas pontes paralelas já existentes. É necessário aumentar a largura das faixas para que sejam implantadas 3 faixas de tráfego, faixas de segurança e passeios, em cada sentido;
• Ponte sobre o Rio dos Sinos: Construção de duas pontes novas.

Sapucaia do Sul

• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os atuais acessos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego.

Esteio

• Ruas laterais: implantação de trechos inexistentes, regularização em trechos existentes sem condições de receber maior volume de tráfego;
• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os atuais acessos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Viaduto na BR-116: construção de viaduto novo junto ao Parque de Exposições Assis Brasil;
• Viaduto em rua lateral: construção de viaduto novo cruzando sobre a Avenida Celina Chaves Kroeff;

Esquema de circulação no local:

• Sentido interior-capital:
® A Av. Independência, no trecho entre a Av. Celina Kroeff e a Rua Arroio Esteio terá mão única nesse sentido;
® Direção Porto Alegre, seguir pela BR-116 passando pelo viaduto existente;
® Para BR-448, tomar a rua lateral e entrar na Av. Celina Kroeff, sob o viaduto da rua lateral;
® Para Canoas via Av. Independência, tomar a rua lateral, cruzar a Av. Celina Kroeff ao lado do viaduto da rua lateral seguindo pela Av. Independência.

• Entrada e saída de Esteio:
® Direção Esteio, o tráfego segue pela rua lateral acessando a alça do viaduto de acesso a Esteio, passando sobre a BR-116;
® Direção BR-448, tomar a faixa à esquerda do viaduto da rua lateral e ingressar na Av. Celina Kroeff;
® Direção Canoas/Porto Alegre, pegar o viaduto da rua lateral desembocando na Av. Independência;
® Direção Esteio vindo da BR-448, seguir pela Av. Independência até o viaduto de retorno a diante.

• Sentido capital-interior:
® Direção Novo Hamburgo, seguir pela BR-116 passando pelo viaduto novo paralelo ao existente;
® Para BR-448, tomar a faixa da esquerda, na primeira saída, cruzar sob os viadutos da BR-116 e entrar na Av. Celina Kroeff;
® Para Canoas via Av. Independência, tomar a faixa da esquerda, na primeira saída, cruzar sob os viadutos da BR-116 fazendo retorno na rotatória existente e seguindo pela Av. Independência;
® Para destino a Esteio, tomar a faixa da esquerda, na segunda saída, cruzar sob os viadutos da BR-116 e pegar o viaduto em direção a Esteio.

• Viaduto de retorno ao Parque de Exposições Assis Brasil: construção de viaduto novo, Esta obra possibilitará o retorno do tráfego da Av. Independência, que terá sentido único, bem como possibilitará o fluxo da Avenida Guilherme Schell, procedente de Canoas, com destino norte, acesse a rua lateral a ser implantada no lado esquerdo da rodovia.

Esquema de circulação no local:

® O tráfego com destino a Porto Alegre seguirá pela Av. Independência, tomando o acesso à BR-116;
® O tráfego com destino a Canoas segue direto pela Av. Independência;
® O tráfego com destino a Novo Hamburgo acessa a alça do viaduto novo, cruzando sobre a BR-116 e seguindo pela rua lateral até à próxima saída;
® O tráfego procedente de Canoas com destino a Novo Hamburgo, acessa a alça do viaduto novo, cruzando sobre a BR-116 e seguindo pela rua lateral até a próxima saída.

• Ponte sobre o Arroio Sapucaia: alargamento das duas pontes paralelas existentes, sobre o arroio Sapucaia.

Canoas

• Implantação de faixas de transposição no sentido de eliminar os acessos antigos da BR-116;
• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Construção de novo viaduto sobre a linha férrea da Trensurb e substituição dos viadutos existentes, os quais apresentam sérios problemas estruturais, permitindo a implantação da 3ª faixa de rolamento, em cada sentido;
• Alargamento do Viaduto de acesso à REFAP, para o lado direito, permitindo a implantação da 3ª faixa de rolamento, nos dois sentido da rodovia;
• Viaduto Boqueirão: trata-se da reforma do viaduto já existente sobre a Rua Boqueirão de modo a permitir a implantação de 3ª faixa de tráfego, nos dois sentidos;
• Rua Domingos Martins: Ligação da Rua Domingos Martins com a Rua Pinto Bandeira, através da implantação de uma Passagem Inferior;
• Viaduto da Praça do Avião: trata-se da reforma do viaduto já existente sobre a Avenida Inconfidência para permitir a implantação de 3ª faixa de tráfego;

Porto Alegre

• Implantação de divisor central, com supressão do canteiro central, de modo a permitir a implantação da 3ª faixa de tráfego;
• Passagem inferior para pedestres sobre a BR-290;
• Passagem inferior de acesso a Avenida Ernesto Neugebauer: vai propiciar ao tráfego procedente do litoral norte o acesso à Av. Ernesto Neugebauer, sem necessidade de trafegar na BR-116 até o Viaduto do bairro Rio Branco em Canoas. Esse tráfego tomará o segundo retorno existente na BR-290, passando sob o viaduto existente e pela passagem inferior a ser construída sobre o primeiro retorno e acessando a Rua Ernesto Neugebauer;
• Passagem inferior de acesso à Fronteira Oeste: obra nova a ser implantada em ramo novo da BR-116, o qual cruzará transversalmente o ramo de acesso ao norte do Estado da BR-290, separando os fluxos de tráfego no local e eliminando os conflitos existentes;
• Implantação de Rótula na interseção da Av. Ernesto Neugebauer com os ramos de acesso da BR-290.

Revitalização das Avenidas Guilherme Schell e Ernesto Neugebauer:

• Serão revitalizadas as avenidas Guilherme Schell e Ernesto Neugebauer, com a restauração do pavimento existente e implantação de sinalização horizontal e vertical;
• Na avenida Guilherme Schell deverá ser implantado divisor físico em concreto, separando os sentidos de tráfego, com implantação de duas faixas por sentido e restauração do pavimento existente;
• Na Avenida Ernesto Neugebauer deverá ser substituído o pavimento existente;
• Em ambas as avenidas deverá ser adequada ou implantada a rede de drenagem pluvial.

Passarelas:

Novo Hamburgo
• Rua José Quadros – Km 233
• A 230m ao Norte do viaduto Airton Senna / Rua Porto Lucena – km 235
• A 80m ao Sul da Av. Cel. Frederico Linck – km 236,3
• Rua Guaicurus / Colégio Liberato – km 236,8
• Rua Jornal NH – km 237

São Leopoldo
• Rua Limoeiro – km 239
• Rua São Leopoldo – km 240
• Rua DNER / UL São Leopoldo / Scharlau – km 240,4
• Posto Polícia Rodoviária Federal – km 241
• Rua São Simão / Rua Maceió – km 241,9
• Rua Demétrio Ribeiro / Rua Jacob Blauth Netto – km 242
• Rua Cristo Rei / Loja Leroy Merlin – km 246
• Rua Pe. Luiz Gonzaga Jaeger – Bairro São João Batista – km 248
• Seminário Concórdia – km 248,3
• Reforma Passarela da Av. Caxias do Sul – km 242,85

Sapucaia do Sul
• Av. Industrial / Mercado Atacadão – km 249

Esteio
• Rua Cristovão Colombo / Indústria Solae – km 253
• Frente a Votoran – km 253,5
• Passarela Estação Esteio Trensurb – km 254

Canoas
• Rua Major Sezefredo / Concessionária Sbardecar – km 261,6
• Rua Regente Feijó / Mercado Bourbon – km 261,8

Porto Alegre
• Reforma Passarela Estação Aeroporto Trensurb – km 270,3

Saiba mais:

- Propostas para obras de melhorias na BR-116 serão recebidas em outubro

- Adiada publicação de licitação sobre melhorias no trecho metropolitano da BR-116

- Melhorias no trecho metropolitano da BR-116 vão sair do papel

- Presidente Dilma anuncia melhorias na BR 116 e extensão da Rodovia do Parque e da BR 392

- BR-116 receberá melhorias entre Porto Alegre e Novo Hamburgo

PRF flagra caminhões com mais de 100 toneladas de excesso de peso na BR-116

18 de novembro de 2014 1
Veículos foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal - Foto: Divulgação / PRF

Veículos foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal – Foto: Divulgação / PRF

Oito caminhões, do tipo caçamba, foram flagrados pela Polícia Rodoviária Federal trafegando com excesso de peso. Os veículos foram abordados nessa segunda-feira (17) trabalhando nas obras de duplicação da BR-116 e BR-392, em Pelotas e Rio Grande.

Os veículos transitavam com mais de 112 mil quilos de excesso. As empresas responsáveis pelo transporte foram autuadas e os veículos liberados somente após o transbordo do excesso. A fiscalização ocorreu durante a tarde e a noite.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, “o trabalho contra esse tipo de infração está sendo intensificado, pois os danos causados na rodovia causam riscos de acidentes aos usuários da via, além de deteriorar o patrimônio público”.

Saiba mais:

- Balanças de pesagem de caminhões serão reinstaladas em rodovias federais

- Todas as balanças de rodovias federais estão desativadas no RS

Construtora reduz ritmo de trabalho em lote da duplicação da RS-118

11 de novembro de 2014 2
Usuários reclamam não ver mais operários na obra - Foto: Divulgação / Palácio Piratini (Arquivo)

Usuários reclamam não ver mais operários na obra – Foto: Divulgação / Palácio Piratini (Arquivo)

Mesmo tendo contrato em vigor até o fim do ano, a Construtora Triunfo reduziu significativamente o ritmo de trabalho na duplicação da RS-118, em Gravataí. Técnicos do governo identificaram a diminuição no número de operários já em outubro. No mês passado, a construtora só executou os acessos e desvios para que pudesse ocorrer a liberação de trechos de pista nova.

A empresa já foi avisada para que intensifique o ritmo de trabalho. A alegação da construtora é que a frente de trabalho é pequena. Atualmente, 70% do traçado de pista nova de 11,4 quilômetros já estão concluídos.

Além disso, reclama falta retirar 12 famílias e dois estabelecimentos comerciais que estão no traçado da nova pista, no Morro do Coco. Elas entraram na Justiça cobrando indenização em uma área pública.

O Governo do Estado discorda e destaca que existem obras a serem feitas nos próximos meses. São elas:

- Pista nova na área já liberada no Morro do Coco;
- Retirada de árvores no local;
- Aterramento em área do Morro do Coco;
- Muro de contenção embaixo da avenida Dorival Cândido de Oliveira;
- Desvios na região do Itacolomi e da avenida Marechal Rondon;
- Pavimentação até a ponte do Arroio Barnabé e da RS-020;
- 500 metros de pista na frente do Hipermercado Atacadão.

A construtora Triunfo também desistiu de fazer a restauração da pista velha. Ela ganhou a licitação feita. O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) convidou a segunda colocada, a construtora Sultepa, e a assinatura do contrato está sendo providenciada.

Como está a construção da nova pista da RS-118:
Do km 0 ao km 3 = duplicação começará em 2015
Do km 3 ao km 4,5 = conclusão ficou para 2015
Do km 4,5 ao km 6,5 = previsão de término até dezembro de 2014
Do km 6,5 ao km 8,5 = entregue em setembro de 2013
Do km 8,5 ao km 9 = conclusão ficou para 2015
Do km 9 ao km 12 = entregue no começo do mês de outubro de 2014
Do km 12 ao km 16,5 = será entregue nesta quinta-feira
Do km 16,5 ao 17,5 = conclusão ficou para 2015
Do km 17,5 ao km 19 = será entregue nesta quinta-feira
Do km 19 ao km 22 = previsão de término até dezembro de 2014

Como está a recuperação da pista atual da RS-118:
Do km 0 ao km 6,5 = conclusão ficou para 2015
Do km 6,5 ao km 8,5 = previsão de término até dezembro de 2014
Do km 8,5 ao km 22 = conclusão ficou para 2015

Saiba mais:

- Mais seis quilômetros de pista nova serão liberados na RS-118 na quinta-feira

- RS-118 terá três quilômetros de pista nova liberada amanhã em Gravataí

- Começam as obras de restauração da pista velha da RS-118

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118

- Primeiro trecho de pista nova da RS-118 será liberado para o tráfego nesta 

Adiada conclusão de segunda faixa da RS-040

06 de novembro de 2014 3
Obras estão sendo realizadas desde setembro - Foto: Andressa Moreira / Especial Palácio Piratini

Obras estão sendo realizadas desde setembro – Foto: Andressa Moreira / Especial Palácio Piratini

O término da construção da segunda-faixa da RS-040, em Viamão, foi adiado. A previsão mais atualizada da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) aponta que os trabalhos serão concluídos na primeira quinzena de dezembro.

A criação de mais uma faixa de tráfego começou a ser executada em setembro. São 18 quilômetros de nova faixa de tráfego, em cada uma das pistas, do entroncamento da RS-118 até Águas Claras. Durante a execução dos trabalhos, a pista apresentou rachaduras. A EGR notificou as empresas responsáveis pela obra para que realizem drenagem nos pontos afetados.

Com as novas faixas, o acostamento foi eliminado. Dessa forma, refúgios estão sendo construídos, em determinados pontos da rodovia, principalmente onde há parada de ônibus.

Para as obras de alargamento, uma máquina recicladora está sendo usada, como explica o diretor técnico da EGR, Manoel João Souza de Freitas:

– Com a recicladora, aproveitamos todo o material removido do acostamento e incorporamos brita. Utilizando esse processo, não há passivo ambiental, pois todo o resíduo removido é utilizado ao mesmo tempo para a pavimentação da nova faixa – afirma o diretor.

O serviço está sendo realizado pelas empresas responsáveis pela recuperação e restauração da rodovia. O consórcio é formado pelas empresas Construtora Giovanella, Pavitec do Brasil Pavimentadora Técnica, Construtora e Pavimentadora Pavicon e Procon construções Indústria e Comércio.

Saiba mais:

- Obras da segunda faixa da RS-040 nem terminaram e buracos já aparecem na pista

- Começam as obras de construção da segunda faixa da RS-040 em Viamão

- RS-040 vai ganhar segunda faixa em Viamão

- Desapropriações atrasam começo da construção de viaduto na RS-040

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

Adiada conclusão da obra das novas escadas rolantes da Trensurb em São Leopoldo

03 de novembro de 2014 2
A atual escada rolante da Trensurb segue com problemas - Foto: Foto: Marcelo Oliveira / Agencia RBS (Arquivo)

Escadas rolantes da Trensurb em Canoas e São Leopoldo seguem com problemas – Foto: Foto: Marcelo Oliveira / Agencia RBS (Arquivo)

As obras das duas novas escadas rolantes da estação São Leopoldo da Trensurb vão demorar mais tempo para serem concluídas. A previsão de conclusão dos serviços foi estendida para o fim de dezembro. A ideia era finalizar os trabalhos em novembro.

A execução da estrutura do lado leste foi prejudicada pela descoberta de uma rede de esgoto pluvial não catalogada. Ela já foi desviada para que não cause problemas com infiltrações na nova escada rolante. Nesta terça-feira (04) deve ocorrer a primeira etapa de concretagem da fundação. Já a estrutura necessária para a instalação da nova escada rolante do lado oeste já está apta a receber o equipamento e deve iniciar nos próximos dias.

As obras começaram em abril. Houve demora na execução dos trabalhos devido a dificuldade que a Trensurb teve para obter a liberação de uma área do Museu do Trem e de algumas adequações de projeto que foram necessárias.

A empresa Interativa Construções Ltda. foi a vencedora da licitação que garantiu a colocação de duas novas escadas rolantes na estação. Elas serão colocadas no acesso as plataformas de embarque. O valor do investimento previsto na contratação da obra é de R$ 413.727,47.

Como a estação deixou de ser terminal, a partir da expansão da linha até Novo Hamburgo, ela passou a ser uma estação intermediária. Desse modo, os embarques e desembarques acontecem nas plataformas de ambos os lados. Por isso, a Trensurb entende que era necessária a instalação de mais duas escadas.

A Trensurb está concluindo o edital de licitação para o fornecimento de cinco novas escadas rolantes: três para substituição de equipamentos da estação Unisinos, uma para substituição de escada na estação São Leopoldo e outra para ser adicionada à estação Aeroporto. Esse edital será lançado ainda neste ano. Após a contratação do fornecedor e o início dos serviços, a previsão é de que eles sejam concluídos em até 180 dias. O valor do investimento estimado é de R$ 1,2 milhão.

Saiba mais:

- Trensurb realiza instalação de duas novas escadas rolantes na estação São Leopoldo

- Escolhida empresa que irá instalar escadas rolantes na Estação São Leopoldo da Trensurb

- Trensurb vai substituir escadas rolantes mais defeituosas

- Adiado prazo de conclusão de estudo sobre ampliação da Trensurb até Sapiranga

- Trensurb começa a reformar o elevador da estação Mathias Velho em Canoas

- Trensurb lança licitação para manutenção das escadas rolantes das estações

Rodovia do Parque será parcialmente bloqueada para reparo no fim de semana

31 de outubro de 2014 51
Buraco próximo a Porto  Alegre surgiu nos últimos dias - Foto: Emanuel Soares / Rádio Gaúcha

Buraco próximo a Porto Alegre surgiu nos últimos dias – Foto: Emanuel Soares / Rádio Gaúcha

A Rodovia do Parque ficará parcialmente bloqueada neste fim de semana, entre os quilômetros 18 e 21 no sentido interior-capital, em Canoas. A interrupção ocorrerá das 7h30 deste sábado (01) até as 6h de segunda-feira (04).

Neste período, a construtora Queiroz Galvão, responsável pela construção do lote 03 da BR-448, fará uma manutenção preventiva em fissuras que surgiram próximas às juntas de dilatação da ponte estaiada e parte da elevada.

Os serviços serão realizados inicialmente em duas das três faixas. O local estará devidamente sinalizado com placas, cones e dispositivos noturnos. A ação contará com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.

Mais fotos:

Saiba mais:

- Desnível na Rodovia do Parque vai permanecer por mais dois anos

- Dnit notifica construtora para diminuir desnível no asfalto em trecho da BR-448

Primeiro trecho da duplicação do Contorno de Pelotas será liberado em novembro

24 de outubro de 2014 3
Obra deverá ser concluída dentro do prazo de três anos -  Foto: Solano Ferreira / STE S.A

Obra deverá ser concluída dentro do prazo de três anos – Foto: Solano Ferreira / STE S.A

O primeiro trecho da duplicação do Contorno de Pelotas, entre a BR-116 e a BR-392, será liberado ao tráfego de veículos em novembro. A entrega precisou ser adiada em função das chuvas de inverno. Em novembro, o trecho que já estará pronto para uso fica na BR-116, entre o quilômetro 520,4 (próximo ao Sítio Floresta, sem incluir o viaduto) e o quilômetro 522,6 (barragem Santa Bárbara, sem incluir a ponte).

Entre janeiro e fevereiro de 2015, o novo ponto que será liberado fica entre o quilômetro 511,7 (próximo a ponte sobre Arroio Pelotas, sendo que a liberação da ponte depende das obras da duplicação do lote nove da BR-116) e o quilômetro 516,5 da BR-116 (próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal, sem incluir o posto).

O último trecho do lote 1-A será entregue em maio: do quilômetro 516,5 ao quilômetro 520,4 da BR-116. A liberação destes trechos depende da finalização das obras nos viadutos. O lote 1-A está 79% pronto.

Já o lote 1-B deverá ficar pronto até setembro de 2015. Se isso se confirmar, a obra será entregue dentro do seu prazo contratual de três anos. O lote 1-B já está 60% concluído.

A duplicação começou em setembro de 2012 e está orçada em R$ 430,65 milhões. O maior problema da obra é que a restauração e alargamento da ponte velha do Canal São Gonçalo ainda não começou. Dessa forma, O edital da licitação está no Dnit, em Brasília, aguardando aprovação. Se a obra não começar logo, poderá haver um afunilamento no local.

Obras de arte do Contorno de Pelotas:

Ponte sobre o Arroio Pelotas – km 511,890 da BR-116;
Ponte sobre a Barragem Santa Bárbara – km 522,800 da BR-116;
Ponte sobre o Canal Santa Bárbara – km 62,350 da BR-392;

Viadutos da Vila Princesa – km 514,500 da BR-116;
Viaduto da Avenida Fernando Osório – km 517,640 da BR-116;
Viaduto da Avenida Leopoldo Brod – km 519,910 da BR-116;
Viadutos da Avenida 25 de Julho – km 521,590 da BR-116;
Viaduto do Trevo da Fenadoce – km 524,200 da BR-116;
Viaduto da Avenida Herbert Hadler – km 525,520 da BR-116;
Viaduto da Avenida Cidade de Lisboa – km 526,500 da BR-116;
Viaduto do Entroncamento BR-116/BR-392 (Oderich) – km 527,300;
Viaduto da Avenida Duque da Caxias (Acesso UFPel) – km 66,800 da BR-392;
Viaduto sobre a Ferrovia – km 65,400 da BR-392;
Viaduto da Viscondessa da Graça (acesso a Pelotas) – km 61,900 da BR-392.

Obra no Contorno de Pelotas:

- Lote 1-A = Construtora HAP Engenharia Ltda. Duplicação de 11,01km = Do km 511,758 ao km 522,768 (BR-116).

- Lote 1-B = Consórcio SBS Engenharia e Construções AS., MAC Engenharia Ltda e Construtora Pelotense Ltda. Duplicação de 12,682km = Do 522,768 ao 527,680 (totalizando 4,912km) na BR-116 e do Km 60,631 ao 68,400 (totalizando 7,77km) da BR-392.

Saiba mais:

Obras de duplicação da BR-116, no sul do Estado, estão 50% concluídas

- Primeiros trechos da duplicação do Contorno de Pelotas serão concluídos em setembro

- Um terço da duplicação do Contorno de Pelotas já conta com asfalto

- Obras se aproximam da metade e Contorno de Pelotas será entregue antes do prazo

- Quase 80% da duplicação do Contorno de Pelotas já recebem obras

- Um em cada cinco quilômetros da duplicação do Contorno de Pelotas já recebe obras

- Ibama dá permissão para início das obras no Contorno de Pelotas

Obras de duplicação da BR-116 vão causar desvio em Barra do Ribeiro

23 de outubro de 2014 0

A partir de sexta-feira (24) , e pelos próximos oito meses, a travessia urbana de Barra do Ribeiro vai ser modificada para o início da construção do viaduto de acesso ao município, localizado no km 319,8 da BR-116, no entroncamento com a RS-709. O tráfego será desviado para ruas laterais em um trecho aproximado de 800 metros. O limite de velocidade nestas vias será reduzido para 40 km/h.

A saída ficará à direita de quem trafega em ambos os sentidos, iniciando no quilômetro 319,4 até o quilômetro 320,2. Para acessar Barra do Ribeiro, os veículos que estiverem no sentido Porto Alegre – Pelotas devem utilizar o desvio e realizar um retorno à esquerda no quilômetro 320. Já quem deixar Barra do Ribeiro pelo acesso principal e quiser se dirigir a Pelotas precisará sair à direita e retornar no quilômetro 319,5. Da mesma forma, os pedestres só poderão atravessar a rodovia nestes dois pontos de retorno.

Saiba mais:

- Duplicação da BR-116 vai começar na semana que vem em Guaíba

- Governo Federal destina mais R$ 70 milhões para a duplicação da BR-116

- Duplicação da BR-116 atinge 25% de conclusão entre Guaíba e Pelotas

- Construção de casas indígenas que estão no traçado da duplicação da BR-116 começa na próxima semana

Duplicação da BR-116: Após um ano de obras, apenas 15% dos trabalhos foram realizados entre Guaíba e Pelotas

- Dnit autoriza trabalhos no último lote sem obras da duplicação da BR-116

- Duplicação da BR-116 vai exigir compra de R$ 400 mil em artesanatos indígenas pelo DNIT

- Começam as obras de duplicação da BR-116, entre Guaíba e Pelotas

Construção da quarta faixa vai ocasionar bloqueios parciais na Freeway

22 de outubro de 2014 7
Bloqueios parciais vão ocorrer até o fim de semana - Foto: Divulgação / Concepa

Bloqueios parciais vão ocorrer até o fim de semana – Foto: Divulgação / Concepa

As obras de construção da quarta faixa vão bloquear até duas faixas no sentido Litoral – Porto Alegre nos próximos dias. A interrupção irá ocorrer entre 9h e 17h, até sexta-feira (24). A ação ocorre entre os quilômetros 89 e 91, em Porto Alegre. Se os trabalhos não forem concluídos, podem ser realizados também na semana que vem.

Esse procedimento é necessário para que a quarta faixa, já construída neste trecho, seja alinhada com o restante da pista da forma adequada para o correto escoamento de água. Eventualmente o tráfego será deslocado para a nova quarta faixa já construída. A mudança de faixa será sinalizada aos motoristas.

A expectativa da Concepa é que os trabalhos entre Porto Alegre e Cachoeirinha sejam concluídos até o fim do ano. A autorização para o começo da obra em quase 20 quilômetros da rodovia, da RS-118, em Gravataí; até a BR-448, na capital; foi dada em abril. Toda obra, deve ser concluída até dezembro de 2015.

Saiba mais:

- Obra de mais um trecho da quarta faixa da Freeway se aproxima dos 60% de conclusão

- Autorizada construção da quarta faixa da Freeway, entre Gravataí e Porto Alegre

- Começam as obras de construção da quarta faixa da Freeway

- ANTT aprova construção de quarta faixa na Freeway entre a avenida Castelo Branco e a BR-448

- Concepa propõe construção de quarta faixa na Freeway entre Porto Alegre e Gravataí