Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "RS-118"

Mais seis quilômetros de pista nova serão liberados na RS-118 na quinta-feira

21 de outubro de 2014 3
No começo do mês, mais três quilômetros foram liberados - Foto: Divulgação / Daer

No começo do mês, mais três quilômetros foram liberados – Foto: Divulgação / Daer

Os usuários da RS-118 vão ganhar mais seis quilômetros de pista nova nesta quinta-feira (23). O trecho que será liberado ao tráfego fica localizado do quilômetro 12 ao quilômetro 19, em Gravataí.

Nas proximidades do viaduto da RS-020, no quilômetro 16,5, os motoristas seguirão passando em 800 metros da pista atual, pois as obras no local ainda não foram concluídas. Entre esta terça (21) e quarta-feira (22), está sendo concluída a sinalização na pista.

No dia três de outubro, três quilômetros foram liberados do quilômetro 9 ao 12, entre a ponte de Sapucaia do Sul e o posto do Comando Rodoviário de Gravataí. Os carros que trafegam no sentido Gravataí – Sapucaia do Sul usam a pista nova. A pista antiga recebe o movimento do sentido contrário.

Os primeiros dois quilômetros de pista nova foram liberados em setembro de 2013, do quilômetro 6,5 ao 8,5, entre o Arroio Sapucaia e a empresa Bettanin. A nova pista é usada por quem trafega no sentido Gravataí – Sapucaia do Sul. O tráfego do sentido oposto foi desviado para uma via lateral que foi construída. A pista velha está sendo recuperada.

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) prevê que, até o final do ano, sejam concluídos 16 dos 22 quilômetros a serem duplicados entre Sapucaia do Sul e Viamão. Até agora, foram investidos mais de R$ 85 milhões na duplicação da rodovia. O custo total da obra é de R$ 200 milhões.

Construção da nova pista da RS-118:
Do km 0 ao km 3 = duplicação começará em 2015
Do km 3 ao km 4,5 = conclusão ficou para 2015
Do km 4,5 ao km 6,5 = previsão de término até dezembro de 2014
Do km 6,5 ao km 8,5 = entregue em setembro de 2013
Do km 8,5 ao km 9 = conclusão ficou para 2015
Do km 9 ao km 12 = entregue no começo do mês de outubro de 2014
Do km 12 ao km 16,5 = será entregue nesta quinta-feira
Do km 16,5 ao 17,5 = conclusão ficou para 2015
Do km 17,5 ao km 19 = será entregue nesta quinta-feira
Do km 19 ao km 22 = previsão de término até dezembro de 2014

Recuperação da pista atual da RS-118:
Do km 0 ao km 6,5 = conclusão ficou para 2015
Do km 6,5 ao km 8,5 = previsão de término até dezembro de 2014
Do km 8,5 ao km 22 = conclusão ficou para 2015

Saiba mais:

- RS-118 terá três quilômetros de pista nova liberada amanhã em Gravataí

- Começam as obras de restauração da pista velha da RS-118

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118

- Primeiro trecho de pista nova da RS-118 será liberado para o tráfego nesta quarta-feira

RS-118 terá três quilômetros de pista nova liberada amanhã em Gravataí

02 de outubro de 2014 10
O primeiro trecho de pista nova foi entregue há um ano - Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

O primeiro trecho de pista nova foi entregue há um ano – Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

A RS-118 terá mais três quilômetros de pista nova liberada para o tráfego de veículos nesta sexta-feira (03) à tarde. Os usuários que trafegam no sentido GravataíSapucaia do Sul vão poder usar a pista nova entre o posto do Comando Rodoviário da Brigada Militar e a rede da Transpetro. Já quem transita pelo sentido contrário continuará usando a pista atual até que o trabalho de recuperação do pavimento comece.

A estimativa do Governo do Estado é que até o final de outubro outros seis quilômetros sejam liberados para o tráfego. Os primeiros dois quilômetros de pista nova foram liberados em setembro de 2013, do quilômetro 6,5 ao 8,5, entre o Arroio Sapucaia e a empresa Bettanin.

O objetivo é terminar o ano com 17,5 dos 22 quilômetros de pista nova entregue para os usuários. Faltaria o trecho inicial da RS-118, entre os quilômetros zero e 3,5. Essa parte da duplicação deverá ser executada em 2015.

Saiba mais:

- Adiada entrega de mais trechos de pista nova da RS-118

- Começam as obras de restauração da pista velha da RS-118

- Duplicação da RS-118: Dos oito viadutos e pontes três devem ser entregues no fim do ano

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118

- Primeiro trecho de pista nova da RS-118 será liberado para o tráfego nesta quarta-feira

Adiada entrega de mais trechos de pista nova da RS-118

26 de setembro de 2014 4
Para liberar a nova pista, é preciso construir também rua lateral – Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Para liberar a nova pista, é preciso construir também rua lateral – Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Os usuários da RS-118 vão precisar esperar mais algumas semanas para poder trafegar em mais trechos de pista nova da rodovia. A nova estimativa do Governo do Estado é que até onze quilômetros possam ser liberados na primeira quinzena de outubro.

A construtora Triunfo apresentou problemas no seu cronograma porque houve a quebra de um equipamento da usina de asfalto. Na segunda-feira (29), começa o trabalho de pavimentação dos desvios, que deve ser concluído em até quatro dias.

A sinalização de pista está pronta. Falta apenas a colocação dos sinalizadores piscantes, que estão em processo de aquisição.

Saiba mais:

- Começam as obras de restauração da pista velha da RS-118

- Governo do Estado adia liberação de mais trechos de pista nova da RS-118

- Duplicação da RS-118: Dos oito viadutos e pontes três devem ser entregues no fim do ano

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

- Governo reafirma conclusão da RS-118 até dezembro sem três quilômetros em Sapucaia

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118

- Primeiro trecho de pista nova da RS-118 será liberado para o tráfego nesta quarta-feira

Começam as obras de restauração da pista velha da RS-118

16 de setembro de 2014 7
Para liberar a nova pista, é preciso construir também rua lateral – Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Para liberar a nova pista, é preciso construir também rua lateral – Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Um trecho de dois quilômetros da pista velha da RS-118, entre Sapucaia do Sul e Gravataí, é o primeiro dos 22 que está sendo recuperado. A expectativa é que os trabalhos na pista velha durem um mês e meio.

A construtora Sultepa está finalizando a obra de drenagem. Depois, ainda serão realizadas a remoção das placas de concreto que precisam ser removidas, a limpeza geral da pista, a regularização do asfalto e a colocação de 10 centímetros de capa asfáltica. Somente depois é que a nova placa de concreto será aplicada.

O trecho da nova pista entre os quilômetros 6,5 e 8,5 está liberado desde setembro de 2013 e é o primeiro a receber recuperação. Houve demora para começar os trabalhos nela porque o contrato com a empresa Sultepa precisou ser atualizado.

O governo trabalha para que até 11 quilômetros sejam liberados ainda em setembro. Falta ainda a conclusão de alguns acessos. Depois, ainda será necessário realizar a sinalização de pista.

Saiba mais:

- Governo do Estado adia liberação de mais trechos de pista nova da RS-118

- Duplicação da RS-118: Dos oito viadutos e pontes três devem ser entregues no fim do ano

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

- Governo reafirma conclusão da RS-118 até dezembro sem três quilômetros em Sapucaia

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118

- Primeiro trecho de pista nova da RS-118 será liberado para o tráfego nesta quarta-feira

Governo do Estado adia liberação de mais trechos de pista nova da RS-118

06 de agosto de 2014 7
Para liberar a nova pista, é preciso construir também rua lateral - Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Para liberar a nova pista, é preciso construir também rua lateral – Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

A intenção era liberar mais seis quilômetros de pista nova para trafegar na RS-118 a partir da segunda quinzena de agosto. Porém, as chuvas e a dificuldade em executar rapidamente a sinalização definitiva da pista adiaram as pretensões do Governo do Estado.

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) decidiu demorar um pouco mais para realizar novas liberações de pista, mas já com a sinalização definitiva. A empresa que venceu a licitação para executar a pintura definitiva desistiu de realizar o serviço. A segunda colocada foi chamada. Os primeiros dois quilômetros foram liberados para uso , em Sapucaia do Sul, em setembro do ano passado com sinalização provisória.

Os trabalhos seguem no intuito de liberar 13 quilômetros, em setembro, entre Gravataí e Sapucaia do Sul. O objetivo é terminar o ano com 17,5 dos 22 quilômetros de pista nova entregue para os usuários. Faltaria o trecho inicial da RS-118, entre os quilômetros zero e 3,5. Essa parte da duplicação deverá ser executada em 2015.

A restauração da pista atual deve começar nos próximos dias. E os trabalhos vão começar na região onde hoje a pista nova já é usada.

Saiba mais:

- Duplicação da RS-118: Dos oito viadutos e pontes três devem ser entregues no fim do ano

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

- Governo aguarda judiciário para retirar mais de cem comércios irregulares da RS-118

- Governo reafirma conclusão da RS-118 até dezembro sem três quilômetros em Sapucaia

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118

Desapropriações atrasam começo da construção de viaduto na RS-040

31 de julho de 2014 2
Em outubro de 2013, moradores bloquearam a rodovia pedindo o começo das obras – Foto: Paulo Rocha / Rádio Gaúcha (Arquivo)

Em outubro de 2013, moradores bloquearam a rodovia pedindo o começo das obras – Foto: Paulo Rocha / Rádio Gaúcha (Arquivo)

A necessidade em construir desvios está atrasando o começo da duplicação de quatro quilômetros da RS-040 e da construção do viaduto na RS-040 com RS-118, em Viamão. A realização das obras é prometida há mais de um ano.

Quando os trabalhos tiverem início, a RS-040 terá que ser bloqueada e os veículos precisarão ser desviados. Mas, para que isso aconteça, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e a construtora SBS Engenharia realizam um levantamento das desapropriações que precisam ser realizadas. Antes diss, a obra não deve começar.

Já se passaram três anos desde a assinatura do contrato com a empresa que irá realizar melhorias em dez quilômetros da RS-040 e construção da elevada. A licitação foi realizada em 2010. O contrato foi assinado em 2011. Por muitos meses, a falta de engenheiros no Daer atrasou o começo do serviço. No fim do ano passado, o quadro começou a ser reposto. A proximidade com a Copa do Mundo e a necessidade da seleção do Equador em passar pela RS-040 também motivou o adiamento da obra.

Viaduto será construído na RS-040 – Imagem: Divulgação / Daer

Viaduto será construído na RS-040 – Imagem: Divulgação / Daer

O valor inicial previsto para a realização dos serviços é de R$ 33 milhões e prevê 10 quilômetros de melhorias viárias, do quilômetro zero ao 10, da Lomba do Sabão até o Centro de Viamão. Haverá reforço na sinalização, melhoria nas 12 interseções e construção de terceira faixa em alguns pontos. Também está previsto a duplicação de quatro quilômetros, do quilômetro 10 ao 14, do centro de Viamão até as proximidades da Escola Técnica de Agricultura. E no quilômetro 11 será construído o viaduto com a RS-118. O prazo para execução dos trabalhos é de 18 meses.

Saiba mais:

- Começo das obras do viaduto da RS-040 com RS-118 fica para depois da Copa

- Prevista para janeiro, obra do viaduto da RS-118 em Viamão não sai do papel

- Moradores cobram pavimentação na RS-118 e construção de viaduto com a RS-040

 

Duplicação da RS-118: Dos oito viadutos e pontes três devem ser entregues no fim do ano

30 de julho de 2014 6
Em setembro, 13 novos quilômetros de pista nova serão liberados – Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Em setembro, 13 novos quilômetros de pista nova serão liberados – Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Dos oito viadutos e pontes previstos para a duplicação da RS-118, cinco deles só vão ficar para 2015. Pela previsão atual, a tendência é que os três que ficarão prontos até dezembro de 2014 são:

- A elevação do viaduto velho da RS-020, em Gravataí;
- As alças de acesso do viaduto da Avenida Frederico Ritter, em Cachoeirinha; e
- O viaduto da Transpetro, em Sapucaia do Sul.

Da lista que sobra e que não será entregue até o fim do ano estão:

- O viaduto da Trensurb, em Sapucaia do Sul;
- Viaduto da avenida Theodomiro Porto da Fonseca, em Sapucaia do Sul;
- Pontes do Arroio Sapucaia, entre Gravataí e Sapucaia do Sul;
- Alças de acesso do viaduto do bairro Itacolomi, em Gravataí;
- Alças de acesso do viaduto sobre a Avenida Marechal Rondon, em Cachoeirinha;

Na relação, ainda constam as passarelas que serão construídas. Porém, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) precisa licitar os projetos. Houve demora na conclusão nos estudos de viabilidade. Depois dos projetos, ainda será necessário licitar a construção das travessias de pedestres.

Saiba mais:

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

- Governo aguarda judiciário para retirar mais de cem comércios irregulares da RS-118

- Começo das obras do viaduto da RS-040 com RS-118 fica para depois da Copa

- Governo reafirma conclusão da RS-118 até dezembro sem três quilômetros em Sapucaia

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118

RS-118 terá mais seis quilômetros de pista nova liberados em agosto

03 de julho de 2014 4
Novo trecho será liberado em agosto - Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Novo trecho será liberado em agosto – Foto: Divulgação / Daer (Arquivo)

Os usuários da RS-118 deverão ter mais seis quilômetros de pista nova para trafegar a partir da segunda quinzena de agosto. O trecho único que deve ser liberado fica entre Gravataí e Sapucaia do Sul.

A expectativa do governo gaúcho é ter 13 dos 22 quilômetros de pista duplicada até o fim de agosto. Atualmente, as empresas trabalham na pavimentação de ruas laterais, instalação de placas e pintura das faixas de tráfego no trecho que será liberado.

Outros 5,5 quilômetros devem ser entregues até o fim do ano. Os primeiros dois quilômetros foram liberados para uso em setembro do ano passado.

Até o fim de julho, enfim, deve começar a restauração da pista atual da RS-118. E os trabalhos vão começar na região onde hoje a pista nova já é usada.

Saiba mais:

- Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

- Governo aguarda judiciário para retirar mais de cem comércios irregulares da RS-118

- Começo das obras do viaduto da RS-040 com RS-118 fica para depois da Copa

- Governo reafirma conclusão da RS-118 até dezembro sem três quilômetros em Sapucaia

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118

Concluído projeto de duplicação da RS-118 entre Gravataí e Viamão

26 de junho de 2014 7
Enquanto rodovia aguarda publicação de edital para obras, motoristas reclamam das más condições do asfalto – Foto: ZH (Arquivo)

Enquanto rodovia aguarda publicação de edital para obras, motoristas reclamam das más condições do asfalto – Foto: ZH (Arquivo)

O projeto de duplicação de 16 quilômetros da RS-118, entre Gravataí e Viamão, foi concluído pela empresa STE Engenharia. O estudo está em análise pela Superintendência de Estudos e Projetos do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer).

De acordo com a assessoria da autarquia, porém, devido aos últimos acontecimentos, em que foi preciso decretar estado de emergência em algumas rodovias do Estado, a análise está atrasada. No momento, não há qualquer previsão de liberação do projeto para a contratação das obras.

A conclusão do projeto atrasou mais de nove meses. O contrato com a STE foi assinado em junho de 2012 ao custo de R$ 821 mil. Deveria ter sido entregue em junho de 2013. Em abril, o Daer informou que um dos motivos que atrasou a conclusão do estudo foi a indefinição do local do Hospital Regional de Referência, que será construído na região. Não há a confirmação nem do município onde ele será erguido.

Saiba mais:

- Projeto de duplicação da RS-118, entre Gravataí e Viamão, está nove meses atrasado

- Governo do RS autoriza projeto para duplicação da RS-118 até Viamão

Governo aguarda judiciário para retirar mais de cem comércios irregulares da RS-118

23 de junho de 2014 6
São mais de cem comércios que precisam ser removidos da RS-118 - Foto: Jocimar Farina / Rádio Gaúcha (Arquivo)

São mais de cem comércios que precisam ser removidos da RS-118 – Foto: Jocimar Farina / Rádio Gaúcha (Arquivo)

Para que possa cumprir o plano de duplicação da RS-118 até o fim do ano, o governo aguarda que a Justiça gaúcha conceda pelo menos 40 reintegrações de posse. Do quilômetro 3,5 ao 22, comércios que estão em área do estado prejudicam a construção da nova pista.

No lote um, em Gravataí, são 20. No lote dois, entre Gravataí e Sapucaia do Sul, são outros sete. No lote três, em Sapucaia, são 110. Porém, a maior parte, 98, está localizada entre os quilômetros 0 e 3,5, área que o governo já informou que não consegue concluir em 2014.

O Governo já conseguiu as duas primeiras liminares na Justiça. Os estabelecimentos serão retirados no próximo dia 30 de junho, em Sapucaia o Sul.

Saiba mais:

- Concluída pavimentação de trecho da RS-118 em Viamão

- Começo das obras do viaduto da RS-040 com RS-118 fica para depois da Copa

- Projeto de duplicação da RS-118, entre Gravataí e Viamão, está nove meses atrasado

- Governo reafirma conclusão da RS-118 até dezembro sem três quilômetros em Sapucaia

- Cemitério está no caminho da duplicação da RS-118